• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

pamdorileo

B-Membros
  • Content Count

    11
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

1 Follower

About pamdorileo

  • Rank
    Member
  1. Pois é Toquinha... seria mto bom conseguir voltar!! ainda mais q estou comecando a estudar PA imagino qtas experiencias precisamos ter para saber driblar as construcoes mentais e plasmagens, alem de toda nossa subjetividade ligada à toda e qualquer experiencia (mesmo no fisico) Qdo mencionei gravidas era no sentido de mulheres gravidas que desencarnaram e continuaram com a "barriga". Apenas uma curiosidade: fiz pesquisas para ler sobre o tema (sempre com a premissa de duvidar de tudo), e li q pode acontecer da crianca e da mae ficarem ligadas mesmo apos o desencarne durante a gravidez..e é um trabalho imenso conseguir fazer a separaçao. Mas enfim, se tudo isso for so ilusao mesmo, fica a dica para pensar nos temas q apareceram para uma busca de conhecimento pessoal!!
  2. Valeu gi123 pela contribuição... penso sim em me manter na sintonia para entender melhor em outras expêriencias se possível.. realmente não espero idéias interpretativas, pois como vc mesmo disse é do plano pessoal e privado, mas como leio que pessoas conhecem comunidades específicas no astral então busco informações, justamente para destrinchar e tirar o onirismo e imagens criadas pela nossa mente... enquanto isso tenho mesmo é trabalhar a lucidez.. obrigada
  3. Olas! Bom gente, trago um questionamento para aqueles que possuem uma maior experiência no que concerne o plano espiritual. Essa dúvida nasceu de uma experiência que identifiquei como projeção semi-consciente. Classifiquei desse modo pq eu não tinha a capacidade de criar coisas no sonho, mas fui levada à conhecer uma realidade en outra plano. Após perceber que estava sonhando, então consciente, pedi a presença de alguém para poder ser útil e não ficar voando por aí! Fui então puxada e levada para outro lugar. Até então estava escuro como se fosse noite e fui para um local iluminado, em que era dia..tentei me focalizar no chacra frontal para manter a lucidez mas tenho certeza que não foi mérito meu... esse outro alguém q sabia q estava por perto com certeza me ajudou. Vi um rapaz (simples, de trajes comuns, jeans básico)que me chamou para conhecer um lugar. Passamos por algo que seria uma portaria (havia tipo um sistema de segurança, de acordo com o q meu cerebro pode interpretar)e entramos numa casa. Uma casa com móveis, normal. Mas havia várias pessoas lá. O rapaz me apresentou para algumas delas, e só retive o nome de um deles, um tal de Renato. Enfim, eu estava curiosa para saber o que era aquele local, queria explicações mas ninguém me falava, ficava un não dito no ar. Uma frase que me chamou a atenção e que retomo mais tarde foi q seguinte: havia algo relacionado à ajuda de crianças e a minha presença parecida ter alguma relação. Mas não compreendi. Bati papo com algumas pessoas, parecia um local de convivência e notei que havia várias mulheres grávidas. Percebi q minha lucidez estava diminuindo... tentei resistir, focar no chacra e notei q não tinha nenhuma capacidade de manipular energia. Acabei acordando mantendo a conciência sem nenhum intervalo aparente. Ficaram alguns questionamentos: - q o local poderia ser uma assistência a desencarnadas grávidas, ou que plasmavam essa gravidez... - q o local ajudava mulheres encarnadas grávidas, nesse processo de receber uma criança. Imagino a possibilidade de terem usado minha energia para uma assistência nesse sentido, mas não tenho recordações disso. Essa segunda opção me veio depois quando lembrei que uma das pessoas me perguntou se eu estava grávida e eu disse q não. E na verdade eu e meu esposo estamos programando essa possibilidade para dois anos. Talvez fosse levada para conviver com uma realidade de preparação. Logicamente não busco interpretações da minha experiência, mas compartilho para saber se alguém teve algo parecido com esse tema. Se há comunidades espirituais protegidas que cuide de temas relativos (à gravidez, seja encarnados ou não) e chame consciências para uma ajuda específica. Enfim, elocubrações..... OBS: teve partes interessantes na conversa com as pessoas, um deles sabendo q sou brasileira (pois vivo no exterior), me pediu para cantar bossa-nova q ele curtia..era um clima descontraído!e havia pessoas de bom humor! Abraço à todos!
  4. Que posso eu contribuir senão com o outro lado extremo.. Faz mais de um ano q leio sobre projeção. Só há 2 meses achei q poderia começar a trabalhar com as energias e ainda acho cedo pra tentar mesmo a me projetar.. Vou ver se agilizo mais por aqui!!!
  5. Bom, os comentarios me ajudaram, como um começo logico, a me orientar e organizar sobre o trabalho da energia dos chacras. Agora que saio da paranoia dos chacras abertos ficarei mais liberta para trabalha-los, valeu elopes! Cristiano a sua dica dica ajudou sim e vou tentar me organizar e achar os audios para trabalhar cada chacra!! Nao havia ainda tentado os audios de tecnica projetiva pois estava achando mto cedo (estou começando a ler e estudar, quase um ano "rodeando") e agora passei para a pratica de energias. Mas entao os usarei com o mesmo objetivo, pois compreendi que a projeçao (consciente)sera uma consequencia de todo um trabalho de energias e intençoes, de modo responsavel. abraços.... obrigada!
  6. Obrigada Thomas Blum... gostei do video. Nunca tinha visto esse desenho..interessante! Queria entender ,melhor o que vc disse Mikes land: "É o momento da reação, geralmente no final do dia; em que trabalhamos as energias para algum controle!" Não entendi o que quis dizer aí.. No geral, pelo que entendi posso trabalhar o desbloqueio dos chacras usando o EV, mas há uma tecnica legal para o desbloqueio chacra por chacra?? Sei que tem aqui no site um específico pro frontal, mas e pro geral? Valeu pela ajuda!!!!
  7. Olás!! Venho expressar minha dúvida sobre o trabalho das energias e sua relação com os chacras. A pouco tempo que venho fazendo exercícios de energização, basicamente o EV, com o intuito de melhorar minha espiritualidade no dia a dia, fora as praticas anteriores mais ligados às orações sem mais conhecimentos. Bom, minhas dúvida são: 1. qdo fazemos o EV há a abertura dos chacras? 2. se sim, posso trabalhar as energias tipo a qualquer hora? Nos áudios Saulo fala que sim, mas não tem concequencias os chacras ficarem abertos todo tempo? Existe um momento em que se recomenda fechá-los para se proteger ou algo assim? Digo isso pq me lembro de um relato do Wagner Borges em seu programa de rádio em que fala dos fechamentos dos chacras. Eu faço a associação entre EV e abertura dos chacras Merci beaucoup pela atenção!!
  8. Obrigada pelas contribuições, Nadja, Reginaldo e Thomas. Havia sim algumas idéias dessas possibilidades, mas sei da nossa imensa limitação e desejo de que fosse mais simples e cômodo. Bom, não é! Mas fico imensamente contente de saber que as coisas vão progredindo, e o fato de partilhar o que vivo e perceber que não sou sozinha (pq não conheço pessoas que partilham do assunto) já me deixa mais pertencente! ao trabalho!
  9. Obrigada Klayser. Assim que terminar de ouvir os audios do livro postado no site, verei esse!
  10. Bom,não sei se o tópico mostra bem o que quero relatar, pois ainda não estou acostumada com o vocabulário de temas 'astrais'. Tenho duas dúvidas em relação à uma experiência que passei esses dias, ou melhor, noite. Tive um sonho muito simbólico, daqueles que marca. Desse sonho consegui compreender boa parte dos significados, pois os valorizo muito, já fiz terapia utilizando sonho como conteúdo e leio sobre o tema, então o conteúdo do sonho não é a questão aqui. Enfim esse sonho tocou em pontos importantes de meus medos e minha limitações (enormes, diria) em coisas que tenho que trabalhar no meu dia-a-dia e no meu aspecto emocional. A questão é que acordei com um sentimento de medo, luta, algo ruim. Fiz orações e queria logo dormir de novo para ter um sonho bom e evitar aquele sentimento. Mas lógico não conseguia. Quando estava quase dormindo, naquele estado hipnagógico, senti que alguém me tocou no ombro para me acordar. Tipo: 'não dorme'. Entendi o recado e anotei o sonho que era mesmo de se trabalhar em cima. Queria então me esclarecer sobre duas coisas: 1)Essa sensação de medo no sonho pode ser aumentada por assédios par que eu evite a pensar nisso e querer trabalhar esses aspectos continuando então com medo. 2)É possível a intervenção de alguém do outro plano, que ao me acordar, quisesse que eu ficasse atenta ao sonho, e não apagasse de novo ao dormir! Agradeço possíveis contribuições!
  11. Olá a todos! Como indicado me apresento ao fórum! Sou Pâmela e tive conhecimento do grupo pela internet, tentando encontrar pessoas com experiencia em VA. Ainda sou uma leitora do tema, sem ainda experiencias que tenha lembrado com uma lucidez importante. Mas enfim, cada coisa no seu tempo. Não tenho ansiedade e sei que o hábito com o tema ajuda a deslanchar as coisas.. Voilà!