• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Joe

B-Membros
  • Content Count

    702
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    15

Joe last won the day on August 10

Joe had the most liked content!

Community Reputation

117 Excellent

4 Followers

About Joe

  • Rank
    Em Corpo mental (700+)
  • Birthday 09/17/1991

Recent Profile Visitors

2,347 profile views
  1. 35 Impossibilidades Pensênicas Definição. Impossibilidade Pensênica: 1. manifestação pensênica que não pode ser, existir ou acontecer. 2. autopensenidade de natureza duvidosa, de realidade dificilmente suportável. 3. incapacidade de realização por meio dos pensamentos, sentimentos e energias. 4. pensenidade absurda e inexistente que é destituída de lógica, de racionalidade e de bom senso que se supõe a realidade multidimensional. 5. impotência consciencial quanto a certas ações pensênicas subjugadas aos seus veículos de manifestação; limite de atuação dos pensenes. 6. inatividade de conseqüências e de efeitos iniciados ou gerados pela pensenidade consciencial. 7. autolimitação quanto as potencialidades e atributos veiculados aos pensenes. 8. conjunto de manobras, teoricamente, impossíveis de serem efetuadas pela intervenção direta da pensenidade. 9. insuficiência de poder pensênico para direcionar e conduzir determinadas ações de ordem intra ou extraconsciencial. 10. intencionalidade pensênica de caráter inoperacional, irrealizável. 11. inexequibilidade pensênica, ou da autopensenidade, de certos aspectos e contextos de ordem consciencial, temporal, energética, evolutiva ou multidimensional. Todas as consciências ainda entrelaçadas aos renascimentos humanos podem de algum jeito, e em algum momento, se considerarem limitadas. As limitações expõem o desempenho pessoal quanto à própria evolução consciencial. Trafares são limitantes. Condição esta natural dentro de nossa atual condição. Apesar dos pensenes ocuparem uma condição universal, isto é, manifestado impreterivelmente por todos, existem certos aspectos que permanecem intocáveis e/ou obscuros. Isto significa que a conjugação entre pensamento, sentimento e energia permanecem como agentes poderosíssimos e imprescindíveis na nossa existência apesar de seus restringimentos. Por maior que seja a vontade, a motivação, e o empenho de uma consciência, certas ações permanecerão insolúveis as suas capacidades pensênicas. Assim como existem as impossibilidades projetivas, na qual um projetor não é capaz de executar determinadas ações, pode-se dizer que paralelamente ocorre o mesmo dentro da Pensenologia. Por mais óbvia ou paradoxal que possa parecer, a listagem abaixo contém cerca de 35 ações que não podem ser executadas de acordo com a teática pensênica, seja qual for a sua dimensão de manifestação. Obviamente essa listagem consta como sendo uma exemplificação do que é conhecido hoje pelo Paradigma Consciencial. ASSISTENCIALIDADE: 1. Antifraternidade. Evoluir exponencialmente sem ajudar outras consciências (policarmalidade). 2. Neutralidade. Manter-se, todo o tempo, na condição imparcial de não atuar como assediador ou amparador na multidimensionalidade (neutralidade). 3. Amparo. Evoluir na pré-desperticidade sem a orientação e o amparo de consciências mais lúcidas (uma condição ainda necessária pelo nível evolutivo desse planeta). CONSCIENCIALIDADE: 4. Morte. O auto-extermínio ou a autodessoma final (deixar de existir). 5. Poder. Criar ou exterminar (fazer deixar de existir) uma consciência. 6. Recin. Mudar os outros, ou melhor dizendo, fazer uma “hetero-reciclagem existencial” (a evolução em grupo é feita pela evolução pessoal). 7. Mimetização. Tornar-se idêntico à outra personalidade. Exemplo: o fã infantilizado que tenta, inutilmente e fantasiosamente, ser igual ao artista idolatrado. 8. Interfusão. Realizar uma maxi-assim que faça uma interfusão holossomática onde 2 ou mais consciências se transformam em apenas uma. EVOLUÇÃO: 9. Otimização. Dar saltos evolutivos. Exemplo: de pré-serenão a Serenão em apenas uma seriéxis. 10. Regressão. Fazer a regressão evolutiva (tornar-se, de fato, um subumano novamente). 11. Esquecimento. “Deletar” os arquivos da holomemória. 12. Egocentrismo. Evoluir sem se “sujar” com a pensenidade alheia. Evolução autônoma, individualizada. 13. Proéxis. Refazer a proéxis pessoal por conta própria (já estando situado na intrafisicalidade como conscin) sem a intercessão de amparadores (pré-serenão). 14. Compléxis. Desabilitar-se quanto à própria programação existencial, sem que isso traga conseqüências negativas ou impróprias a consciência. 15. Ressoma. Parar de ressomar eternamente (estando no estágio do pré-serenismo). 16. Supressão. Voltar ao estado de não-racional (supressão do mentalsoma). 17. Estagnação. Manter-se sempre do mesmo jeito, sem mudanças, no decorrer das seriéxis. 18. Intermissão. Chegar a condição do Serenismo ou da Consciência Livre sendo tão somente uma consciex (sem ressomar). HOLOSSOMA: 19. Bitanatose. Descartar o psicossoma sem, no entanto, estar na condição do Homo Sapiens Sereníssimus. 20. Assim. Evitar todo e qualquer tipo de assim e desassim. 21. Rebarba. Não efetuar repercussões patológicas provenientes dos trafares conscienciais. 22. Sexopensene. Não processar ou receber pensenes de ordem sexochacral (intrafisicamente falando). 23. Fisiologia. Mudar a própria fisiologia sexual. Exemplo: os transexuais, desajustados sexuais, que tentam mudar a própria somática (androssomática e ginossomática) e a própria pensenidade. 24. Pensene. Deixar de pensar, sentir e movimentar energia ao mesmo tempo. 25. Psicossoma. Não sentir amor ou afinidade por alguma consciência. 26. Encastelamento. Permanecer o tempo todo sem trocar energias com pessoas e ambientes. 27. Grafopensene. Não deixar uma assinatura pensênica em suas realizações. 28. Tritanatose. Descartar mais de uma vez o psicossoma (terceira dessoma). MULTIDIMENSIONALIDADE: 29. Solidão. Permanecer solitário. 30. Descoincidência. Não promover a descoincidência dos veículos de manifestação, ou seja não fazer qualquer tipo de projeção. 31. Afinidade. Não afinizar-se ou fazer rapport com outras consciências, seja em qual dimensão for, pelo pensamento, sentimento ou energia. TEMPO: 32. Tempo. Movimentar e alterar o tempo (passado e futuro) de acordo com a própria vontade. 33. Passado. Voltar ao passado anulando o presente. 34. Locação. A consciência se localizar nos 3 tempos existentes ao mesmo tempo, isto é, no mesmo instante estar no passado, no presente e no futuro (trilocação temporal). 35. Parateleportação. Fazer uma parateleportação humana onde o holossoma se rematerializa no passado ou num futuro distante. Entretanto, o poder pensênico é uma “máquina” de incríveis realizações e de trabalho incessante. Em nosso nível, somos basicamente pensênicos. A cada novo sucesso existencial, o qualipensene aumenta e os patopensenes diminuem. Pensene é autogestão. Este texto traz apenas informações básicas. Estude! Se aprofunde mais no assunto! E não acredite em nada. Experimente! Por Alexandre Pereira.
  2. SONHOS E RECORDAÇÕES DO PASSADO Pergunta: - Desejaríamos saber por que motivo certas pessoas conseguem recordar com bastante clareza certos acontecimentos vividos durante os sonhos, enquanto outras não têm qualquer noção do que lhes sucede à noite. Poderíeis dar-nos explicações a esse respeito? Ramatís: - A maior ou menor porcentagem de clareza na recordação dos sonhos depende muito da maturidade espiritual do indivíduo e da tessitura do seu perispírito, assim como se favorece pelas experimentações esotéricas ou iniciáticas que porventura já tenha ele cultivado com êxito, nesta ou noutras vidas pregressas. A Lei Espiritual determina, com justiça, que a cada um seja dado conforme sua obra, e não faz concessões ou dá privilégios extemporâneos a quem quer que seja. Aqueles que conseguem lembrar com precisão dos acontecimentos vividos à noite, a distância de seu corpo físico, não usufruem de qualquer direito espiritual imerecido ou prematuro, mas servem-se de sua própria faculdade psíquica desenvolvida alhures. O perispírito não é apenas um organismo estruturado com a substância do mundo astral invisível, mas ainda é interpenetrado pela essência mais sutil do plano mental, que também impregna profundamente toda a intimidade do orbe terráqueo e o põe em contato direto com a Mente Constelatória, que é a responsável pelo progresso e sustentação cósmica do sistema em que viveis. Quando durante os sonhos o perispírito fica em liberdade, a sua visão depende muitíssimo da intensidade e da natureza da carga energética que ele já conseguiu movimentar e assimilar em sua própria contextura, e que o coloca mais vivamente em contato com os acontecimentos no mundo astral. As imagens astrais que, através do fenômeno da repercussão vibratória, depois se transmitem do cérebro perispiritual para o cérebro físico, serão evocadas com tanta clareza ou obscuridade quanto também tenha sido o êxito de sua focalização pelo próprio perispírito fora do corpo carnal. Como o períspirito sofre em sua contextura até a influência da própria alimentação material, os carnívoros, por exemplo, são mais letárgicos em sua sensibilidade psíquica, porque as fortes emanações de uréia e de albumina que exsudam as vísceras animais durante a digestão, costumam obscurecer o delicado tecido etéreo-astral. O vegetarianismo contribui para higienizar a estrutura do perispírito, livrando-o dos fluidos viscosos da aura do animal sacrificado, cuja carne se decompõe no estômago humano; recorda o fato de que as lentes dos óculos se conservam límpidas quando não sofrem os efeitos da gordura exsudada pelo calor do rosto. Os exercícios "prânicos" respiratórios, a catarse mental, as reflexões elevadas e a disciplina esotérica, que avivam a memória e potencializam a vontade, também contribuem muitíssimo para que a consciência da criatura se mantenha desperta quando, durante o sono, consegue sair em corpo astral. Pergunta: - Quer isso dizer, então, que os sonhos são produto exclusivo da nossa saída noturna em corpo astral, quando entramos em contato mais direto com os espíritos desencarnados e o mundo invisível do Além-Túmulo; não é assim? Ramatís: - Convém não generalizardes esse acontecimento, que nem sempre se ajusta aos fenômenos propriamente conhecidos como sonhos, pois existem certos fatores que distinguem bastante os estados psíquicos manifestados durante o repouso noturno, sem que por isso o espírito se afaste do corpo físico. Algumas vezes o indivíduo tem pesadelos provocados pela má digestão ou devidos à posição espasmódica do corpo físico mal acomodado no leito; doutra feita, podem ocorrer emersões da memória etérica e o espírito rever cenas de suas encarnações anteriores, confundindo-se com a fenomenologia comum dos sonhos. Podem ocorrer, também, associações dos principais acontecimentos verificados durante o dia e que, à noite, surgem então na mente na forma de quadros mórbidos ou exóticos, compondo cenas extravagantes com objetos, animais ou outras coisas terrenas, que são levadas à conta de sonhos confusos. Não vos deve ser estranho o caso de alguns estudantes ou intelectuais que, após exercícios mentais muito vigorosos passam a noite inteira a remoer impressões fatigantes, como se vivessem os mesmos acontecimentos cotidianos. Finalmente, é multo comum o fato de o espírito abandonar o seu corpo físico durante o repouso noturno, a fim de participar de atividades espirituais de conformidade com o seu grau evolutivo: alguns põem-se facilmente em contato com seus parentes, amigos ou preceptores, de cujas conversas, apelos ou admoestações se recordam nela manhã na forma de sonhos mais nítidos. Geralmente, o homem só guarda uma vaga idéia dos acontecimentos astrais vividos durante a noite e, como não consegue compreendê-los em sua verdadeira significação astralina, explica-os como sendo produtos de impressões trazidas pela saudade das velhas amizades ou dos parentes já desencarnados. Quase sempre o espírito, ao deixar o corpo, estaciona no limiar dos mundos material e astral, sem poder perceber com clareza os fatos que lhe sucedem nessa região limítrofe, onde ele confunde tanto as impressões do dia como também as seqüências próprias da visão espiritual. Então os acontecimentos ficam misturados de tal modo, que se torna impossível distinguir-lhes a verdadeira natureza. DO LIVRO: “A Sobrevivência do Espírito” Ramatís e Atanagildo/Hercílio Maes – EDITORA DO CONHECIMENTO.
  3. Eu li o material teórico desse salto quântico genérico. Basicamente você deita na maca o cara aplica um tipo de passe magnético junto com uma equipe espiritual que faz cirurgia. Modifica sua circulação energética que diz que foi sabotada pra manter a essência desconectada do corpo elemental. Decodifica ou abre seus chacras com um tipo de senha... A pessoa vivencia vidas passadas. Muitas relatam suas mortes em outros planetas e sua prisão na terra. Basicamente é isso.
  4. A teoria da conspiração mais tosca que apareceu recentemente foi a tal operação storm 🤣🤟
  5. Acho complicado entender esse conceito do Ego na Gnose. Tenho alguns livros do Samael mas não li as partes que explicam detalhadamente sobre o Ego. Pelo que li parece algo quase impossível remover ou matar esse Ego. Outros caminhos como as yogas tem todo um processo de purificação dos veículos da consciência, certa parte chega nos samkaras que lembram esses eus ou agregados psicólogicos. O tikum dos Kabbalista também lembra esse processo de receber a luz através da correção. O ha'satan ou a natureza reativa que faz a alma se fechar pra luz divina parece o mesmo Ego. Outros pontos complexos é quando se faz paralelismo com a teosofia. Pelo que vejo o Samael ensinou exercícios de várias escolas que ajudam nesse processo auto iniciático. Parece que tentou encurtar o caminho. Se fosse na teosofia teria toda aquela parte de neófitos, adeptos, etc... Raças raízes, rondas planetárias, corpos sutis em evolução e etc... Não tem esse senso de urgência da Gnose. Que pelos livros que li aquele do Rabolu o planeta vermelho, umas palestras do samael e etc são bem apocalípticos. Da a entender se a pessoa não for livre do ego nessa encarnação vai perder a oportunidade de ser salva. Parece que toda hierarquia celeste abandonou a raça humana e deixou a deus dará. É como se fosse cada um por si. Parece que a evolução mesmo que lenta nos desígnios superiores das hierarquias não serve pra nada.
  6. Meditação e uma mediunidade saudável abre as portas da auto percepção, dos véus de Maya e um estudo sério sobre filosofia, metafísica etc não deixa seus praticamente serem enganados por esses papos conspiracionistas.
  7. O complicado é que essas idéias tanto do Gurdieff e Samael abrem brecha pra outras desse tipo: No Universo local uma Guerra interminável é travada entre super potencias pela ciência e pelo desvendar dos mistérios da criação, e nós aqui da Terra somos almas que foram aprisionadas nessa Grande Guerra sem fim... Bruno Guerreiro de Moraes: C. eu iria colocar no correio hoje o cartão, mas aí veio com um discurso sentimentalista e auto-sabotagem, pensei que quisesse fazer alguma coisa realmente significativa com a sua existência, descobrindo os mistérios do universo, e posteriormente ocupando algum papel de destaque nesse universo. Mas parece que me enganei certo? Prefere se entregar a sentimentalismos baratos e irracionais. E o universo que espere... Por sei lá quanto tempo, que o universo espere... Sentimentos! Está debatendo sentimentos...?? C.,: Claro que estou debatendo sentimentos... Bruno Guerreiro de Moraes: Tá... eu já tenho 34 anos e se uma coisa ficou clara para mim é que “sentimentos” são secundários, efêmeros, passageiros. Eles passam, eles se modificam, eles mudam, são como chamas, se não tomar cuidado morre queimado. C.,: Concordo. Bruno Guerreiro de Moraes: Na minha modesta opinião, sentimentos só atrapalham. São como os instintos animais, são irracionais, não tem lógica e quase sempre só provoca prejuízos caso seguidos cegamente. Saiba minha cara amiga que estamos num planeta prisão, nós aqui na Terra somos apenas mero “gado”, está acontecendo uma Guerra no Universo local. C.,: Hum... Explique melhor... Bruno Guerreiro de Moraes: E a Terra é um campo de concentração para extermínio, todas as pessoas nesse planeta, e em todos os planetas prisões estão fadados a desaparecer, depois de 'comerem o pão que o Diabo amassou'. É um sistema prisional, e para escapar do 'forno' e preciso muita astúcia, racionalidade e comprometimento. C.,: Que tipo de comprometimento? Bruno Guerreiro de Moraes: Tem como escapar dessa desgraça, mas não é fácil... e você tá falando de sentimentalismos? De não “magoar namoradinho sensível”? Você não sabe nem 1% do que realmente acontece, não sabe de nada! C.,: Bruno, esse foi o mundo que conheci, sabe, todo conhecimento que adquiri até hoje não foram espirituais, pois nem quando eu era cristã, era “dedicada” à isso. Bruno Guerreiro de Moraes: Estamos numa Guerra, esta é a triste verdade, goste dela ou não. E vai ver isso por si mesma, em suas memórias. A situação é muito mais grave que a desenhada no filme o Destino de Júpiter, [Veja o Trailer, Clique Aqui] [Veja Artigo Sobre o Assunto, Clique Aqui] e Matrix, [Clique Aqui]. Deixa eu terminar o que estava dizendo hoje cedo, é uma pequena introdução sobre o que ocorre aqui nesse mundo, precisa saber basicamente o que está acontecendo para perceber a situação precária onde todos nós estamos metidos, para assim não perder tempo com efemeridades, e se preocupar com o que realmente interessa. Vindo se submeter a iniciação o “Salto” terá maiores detalhes, eu faço uma palestra inicial que dura mais de 15 horas, e o que é mais interessante, poderá ver sobre isso por si mesma, não precisa acreditar em mim apenas por Fé, no meu livro, (que pretendo escrever), todos os detalhes estarão expostos, ate hoje já foram mais de 1 mil pessoas iniciadas, e todas infelizmente confirmaram essas informações... A Terra era, inicialmente, um laboratório de pesquisas para essa nova tecnologia que inventaram, (a vida com base carbono), o próprio planeta Terra foi criado especialmente para isso desde o inicio, ele é finamente ajustado para suportar vida base carbono complexa. Então uma super civilização do universo local resolveu não colocar mais limites a sua ciência, e iniciaram um programa de pesquisas onde determinaram que fariam tudo o que fosse preciso para avançar a ciência e o conhecimento, mesmo que para isso precisassem destruir civilizações inteiras, e galáxias completas, não colocariam limites a suas pesquisas, não seguiriam mais as normas éticas e morais impostas na época. O restante das civilizações do universo local que não concordaram com esse programa de pesquisas se juntaram para combate-los, e desde então a guerra prossegue, sem data para terminar... A Terra particularmente começou a ser usada para criar uma super arma, que seria uma super raça, esse experimento era das civilizações que combatia o Império, mas o experimento foi tombado pelos escravizadores, e desde então eles a tomaram para si, e fizeram dela uma super prisão, essa prisão serve para prender almas de civilizações inimigas que vieram combate-los, e também serve como usina produtora de matéria prima essencial para a sobrevivência do Grande Império da Escravidão. Nós aqui, assim como acontece em todos os planetas prisão, estamos condenados a serem cobaias, a produzir matéria prima, e finalmente morrer, desaparecer do universo. C.,: Como assim “usina produtora de matéria prima essencial para a sobrevivência do Grande Império da Escravidão”? E como surgiu o universo? Você falou da Terra, mas e o universo em si? Todas as Galáxias? Bruno Guerreiro de Moraes: Tem uma forma de sair dessa cadeia, desse mundo que é como um buraco negro onde as almas são jogadas para nunca mais voltar. E a forma é nos convertendo em Deuses, ou pelo menos chegar perto disso. Esses detalhes que pede já é outros quinhentos... o que interessa saber agora é o básico, que é isso que estou dizendo. Essa matéria prima é as emoções negativas, mas só vai entender isso quando estudar sobre a Teoria da Super Cordas, que fala dos universos paralelos. [Sobre a Teoria das Super Cordas, Clique Aqui]. C.: E através do salto quântico genético já se converte em um Deus? Bruno Guerreiro de Moraes: Não, o “Salto” é apenas o inicio de uma longa jornada de autoconhecimento e potencialização que todos devem trilhar. Mas o “Salto” é o mais importante, é o contato com a centelha divina que anima cada ser vivo do universo. C.,: Pelo menos algo positivo... Bruno Guerreiro de Moraes: É seguindo as orientações da Centelha Divina, (que chamo de SupraConsciência), é que se consegue sair dessa tremenda enrascada onde estamos metidos. A nossa situação é exatamente a de um Campo de Concentração para Extermínio. Isso fica claro em todas as memórias despertadas. Se não dermos um jeito de provar o nosso merecimento, se não demostrarmos nosso brilhantismo escapando de diversas armadinhas ideológicas colocadas para nos prender, vamos para o forno... sem choro, nem vela. O nosso destino vai ser desaparecer para sempre do Universo, (me referindo a essa individualidade que somos, a alma). Teve uma pessoa por email que me fez perguntas que tem a ver com os temas tratos aqui na pagina, interessante que ela fez essas perguntas logo depois que coloquei essa pagina no ar, ela não leu a página, mas o teor das perguntas são complementares ao que escrevi aqui. Então respondi já pensando em exibir aqui também, segue: Bruno Guerreiro de Moraes: Olá I., como bem disse eu sou muito ocupado, por isso mesmo demorei para te responder, mas mesmo agora não poderei te responder longamente. Você fez varias perguntas, e cada uma delas exige respostas longas, e complicadas, sendo que o resultado vai ser mais e mais perguntas, pois a cada resposta, vem mais dúvidas, e isso prosseguirá numa cadeia infinita. A única fonte de sabedoria que realmente vai te satisfazer será o seu próprio eu maior, a supraconsciência, o Deus interior. Minha intenção ao iniciar as pessoas na comunicação com sua porção divina é que ela fique independente de mim, independente de qualquer suposta “autoridade externa”, você será seu mestre, você será seu próprio salvador. O Deus interior vai te guiar... por isso que exibo a frase de Carl Jung - “O que o terapeuta tem de fazer é colocar o paciente em contato com a sua intuição (supraconsciência do paciente) quando o terapeuta consegue fazer isso, seu trabalho esta feito” [Carl Jung, psiquiatra suíço, fundador da psicologia analítica]. Dito isso, vou responder as perguntas na medida do possível, se ficar insatisfeita com as respostas, então as guarde para fazer a sua própria presença divina depois de iniciada no ‘Salto’. I.,: O que acontece com os nosso protetores, já que entendi que eles também são manipulados e vivem neste ciclo como nós? R: Acontece com eles, o que ocorre com todos, isto é, eles também estão presos, e não sabem de tudo. Leia essa pagina se puder: (indiquei essa pagina aqui) I.,: Como os que nos criaram, deixaram uma brecha, se nós temos a pituitária que nos conecta com o astral? Seria mais fácil para eles terem tirado tudo o que nos conecta com o plano astral e nós nunca iriamos questionar este mundo, certo? R: Para entender isso, precisa entender como funciona os seres vivos, sobre o que eles são de fato. A centelha é como a locomotiva, e as varias camadas do corpo são como os vagões. Se o Trem perde um vagão, tudo bem, o restante prossegue indo para frente, se perde dois, ou três vagões, ainda tudo bem, o restante prossegue, mas e se perder a locomotiva? Ai tudo para... todos os vagões, e pode ser centenas, ficam parados, e se nada for feito, vão enferrujar e virar montículos de pó. Então eis a razão, se “Eles” fecham completamente a comunicação com a supraconsciência que é a fonte da vitalidade do ser, então esta não vê mais razão para manter o Elemental vivo, ela vai abandona-lo, e o Elemental, isto é, a alma, morre... Maiores detalhes no seminário, e também no meu livro, quando estiver pronto. I.,: Eu tenho lembranças de outro planeta, então se eles me escravizaram como a tantos outros, não há lei nenhuma nestas galáxias imensuráveis??? R: Sim há leis sim, há um modo de sair dessa encrenca, veja a página indicada acima. Somos prisioneiros, mas temos como ser qualificados para sair. O modo é passarmos por todas as armadinhas colocadas pelos escravistas para prender a nossa mente, aprisionar por meios de dogmas, e conceitos falsos. Se conseguirmos isso, e nos converter em Deuses, isto é, dar ouvidos ao deus interior, seguir as suas instruções, então poderemos ser liberados sim dessa terrível prisão orbital. Mais detalhes do assunto no Seminário. I.,: Entendi que você disse que lhe apareceu a Entidade Sr. Omulu que lhe deu o musgo símbolo da cura certo, mas se as nossas entidades também estão sendo enganadas ???? [Ela se refere ao que está escrito em nossa entrevista, Clique Aqui]. R: O sonho simbólico com Omulu foi para me avisar que eu tinha adquirido essa capacidade, e quem é Omulu? Você sabe? Quem disse que tal entidade que se plasma dessa forma está presa? E se ele for da força opositora ao Grande Império da Escravidão? E se ele se tratar de uma entidade diferenciada desse sistema planetário? Você nem sabe ao certo o que está acontecendo, então não pode entender por que disso, ou daquilo... I.,: De onde veio então o Salto Quântico??? R: Isso do "Salto Quântico Genético" vem da natureza humana, é um potencial do ser humano, aliás de todas as consciências racionais do universo, que foi agora redescoberto. Não se trata de uma “invenção nova”, mas sim de um redescobrimento do potencial divino da humanidade. I.,: Eu sei que existe o nosso Eu Superior, mas sei também da dificuldade de ele estar se manifestando em nosso elemental, por causa da programação, desbloqueando a nossa conexão, eu então estarei acordada mais no sentido do uso dos meus poderes paranormais certo? R: Isso mesmo. I.,: Então eu usaria estes poderes para ajudar mais pessoas a acordarem dessa prisão? Por ética? Amor ao próximo? R: Exatamente... Mas tudo isso não é invenção dos nossos criadores??? R: Nossos criadores? Quem são nossos criadores I., ? Você nem sequer sabe o que de fato acontece. Está fazendo perguntas no escuro... I.,: Outra coisa todos os depoimentos as pessoas seguem suas vidas tradicionais como? R: Elas vão seguir suas vidas, depois de iniciadas, na busca sincera pelo despertar dos potencias. Quanto mais potencias elas puderem ativar, melhor. É isso que recomendo a todos os iniciados, procurem todos os meios possíveis para ativar, mais e mais os poderes paranormais, mesmo que nunca cheguem a se converterem em John Chang's e Ninas Kulagina's, tudo bem, pois o progresso que tiverem feito aqui enquanto encarnados servirá, e muito, para depois de desencarnarem. Ali do outro lado tomarão posições muito melhores, do que as almas de pessoas que não fizeram nada, a não ser esperar um suposto “Salvador” voltar, sendo que nem vir, ele veio na primeira vez, imagine se vai "voltar"... Voltar da onde? Ele nem veio e nem foi para lugar algum, ele nunca existiu... [Jesus uma Fraude, Clique Aqui]. Sobre John Chang: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2009/01/john-chang-poderes-psquicos-reais.html - Sobre Nina Kulagina: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2009/07/paranormais-russos-uniao-sovietica.html - Sobre o Salvador que não Salva Ninguém: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2014/07/pagina-indice-jesus-uma-fraude-serie.html I.,: Como você faz todas as coisas desta encarnação sabendo que isto não vai levar a lugar nenhum pois quando desencarnar você irá voltar para seu planeta de origem ou sei lá... outra coisa? R: Ué... tem de viver né? Comer, beber, morar, dormir, se vestir, ter condições para estudar, pesquisar, frequentar os cursos, tem de conseguir dinheiro né? Para prosseguir na busca... I.,: Eu estou questionando tudo isso pois já estudei muitas coisas que me levaram a lugar nenhum, eu entendo que parte da receita é confundir, dividir para governar. R: Isso mesmo, tudo o que está montado ai, essa “fumaça e espelhos” é para confundir, desorientar, e tirar a sua atenção do que realmente importa, isso é, a supraconciência, o Deus Interior. Tudo o que os outros deuses fazem é para manter a nós, deuses sabotados, na ignorância sobre a nossa natureza real, a Divina. Agora que terminei I., te recomendo que venha passar pela iniciação o ‘Salto’, para que assim possa ter acesso, você mesma, por si mesma a verdadeira fonte da sabedoria do universo, o Deus Interior, que nada mais é que o próprio Deus Criador do universo. Comentário Aqui na Página: Interessante suas colocações. E na falta de argumentos com fundamentações mais sólidas, não consigo ver como refutá-lo. Se um dia você resolver de fato concluir o seu livro e publicá-lo, acredito que teremos um trabalho bem interessante. Não direi revolucionário pois não conheço a profundidade dos seus conceitos, mas, a julgar pelo material contido em seu site, já deu pra perceber que sua motivação é honesta e sincera. Honesta porque você leva a análise dos fatos até as últimas consequências, expondo suas peculiaridades à exaustão (e pra quem realmente quer estudar determinado assunto, isto é ótimo), e sincera porque você mantém seu ponto de vista sem pretender agradar nada além dos próprios fatos. Ficamos então no aguardo e que possamos ter o seu livro algum dia. Assunto que se encaixa nessa pagina - O Demiurgo e a Falsa 'Luz'. https://seteantigoshepta.blogspot.com/2015/03/salto-quantico-genetico-maior-revelacao.html?m=1
  8. Faz sentido! Mas o que acho mais complicado nisso tudo é a iniciativa da própria essência que parece nula. Parece que não se importa com nada. Deixa o corpo, quartenario inferior a deus dará... Então a evolução dos veículos de manifestação da consciência para atingir uma certa maturidade parece benéfico.
  9. Nos ensinamentos teosoficos lembro que o Prana é usado em todos os níveis do quartenario inferior: Corpo Físico, Eterico, Astral, Mental Inferior. Já a energia superior da Tríade: Manas, Budhi e Atman é imanente da própria essência. Só quando ligadas aos corpos materiais dos 5 tattwas é necessário o uso do Prana já que é a força básica dos fenômenos.
  10. Só não entendo a finalidade da existência material na visão da gnose do Samael. Parece uma realidade a parte do que realmente importa pra essência.
  11. Sensacional o trabalho dessa pesquisadora da consciência. Além de linda e inteligente ela disponibiliza várias vídeo aulas.
  12. O negócio é ir pro futuro e ver os acontecimentos importantes e modificar as causas no presente 😏 Já vi o pessoal da consciênciologia falando do Waldo Vieira ser Nostradamus.
  13. Joe

    Ir morar sozinho...

    Muito bacana a experiencia e a comprovação. Os paralelos da eficiência e realidade dessa ferramenta holística com outras como: homeopatia, radiestesia, radionica, magnetismo animal, piramidologia... mostra seus efeitos mesmo sem a crença da pessoa ou mesmo conhecimento. Além de funcionar com outros seres vivos. Fascinante.
  14. Joe

    Ir morar sozinho...

    Opa obrigado ano passado fiz bastante gráficos e estudos com eneagrama, irei fazer os questionários e vê se o resultado continua o mesmo.
  15. Joe

    Ir morar sozinho...

    Muito bacana não sabia desse uso dos florais. Já li alguma coisa do Cláudio Naranjo mas era só em espanhol bom saber que tem em português, quase tudo que achei sobre eneagrama era em espanhol.