• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

lgomes

B-Membros
  • Content Count

    214
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    5

Everything posted by lgomes

  1. Interessante @sandrofabres! Aliás o conteúdo todo do link me interessou muito, inclusive referente a catalepsia...entre outros. Bom, neste meu caso...em que vi as mãos normais, mas as unhas vermelhas...pelo texto, eu estava naquela zona real-time, penso eu...até mesmo pq vi minha sala normal, como ela de fato é...foi estranho pq não fiz técnica, simplesmente acordei as 4:00 da manhã, senti que havia duas presenças no meu quarto..não senti medo algum e quando peguei no sono...abri os olhos e estava no meio da sala...ehehehe Já na primeira projeção, vi todo o processo...vi a sala alterada, estava lúcida, inclusive vi algumas consciências ali...sabe lá se era onirismo ou não, mas me pareceram reais. É...não basta se projetar, tem que entender todo o processo...e o negócio é bem mais complexo do que parece...ehheh Obrigada pelo retorno!
  2. É difícil não se assustar...eu entendo...passei muitos apuros. ehehehe Mas o meu medo só passou quando eu compreendi o que acontecia, e hoje ... uso a catalepsia à meu favor...
  3. Credo Sandro! que medo! ahahahaha É, no meu caso as mãos estavam bonitinhas, mas as unhas vermelhas...o que não batia com o físico... Não li o livro do Bruce, mas ele explica o porquê disso acontecer? é só uma "falha" de percepção?
  4. Então @Analia, eu até estava enxergando, mas estava difícil.....e quando forcei, abri os olhos no físico... Ontem, aconteceu de novo , acordei as 4:00 da manhã...(agora a moda é essa, acordar as 3:00 da manhã ou as 4:00), as vezes sinto presenças, outras tenho medo...ainda mais ontem, pelo menos 3 pessoas me procuraram pra me contar os problemas da vida...ai, mal consigo resolver os meus....eheeheh Não fiz técnica, mas despertei no meio da sala...tudo iluminado...olhei minhas mãos e vi minhas unhas pintadas de vermelho...pensei: opa...isso não procede...forcei pra ver a cor do esmalte e abri os olhos no físico....eheheh, traída pela cor do esmalte... Mas sinto que preciso trabalhar mais minhas energias...tem coisas estranhas acontecendo...ehehehe
  5. @Lucc1, eu tenho um carinho especial por esse mantra, já me ajudou muito...principalmente pela noite, quando sinto que estou acompanhada e isso atrapalha meu sono... Conhece essa versão? é linda!
  6. Muito bom, gostei do vídeo! Eu tenho catalepsia desde a adolescência, e como a maioria das pessoas eu acreditava que havia alguém me segurando, evitando que eu me movesse...pensamento normal, para quem não sabia nada de projeção...não que eu seja uma exímia conhecedora, mas estou aprendendo. Hoje, quando entro em catalepsia aproveito para fazer a OLVE e logo entro em EV...é muito rápido...semana passada, tive duas projeções desta maneira... Acredito que grande parte das pessoas se assustam quando entram em catalepsia, pq tem receio de ser atacado...afinal vc não sabe oq está acontecendo, está acordado, mas não consegue se mover, imagine se aparece algum maluco nessa hora...vai fazer oq? Felizmente nunca tive uma experiência assim, mas sabemos que não é impossível...o negócio é fazer a MBE e rezar...ehehehe Ou como faria o Sandro...levanta e dá-lhe uma situada no encosto...eehheheh
  7. Vai ser o jeito... É a segunda vez que me acontece...primeiro não saía...agora que saio, não enxergo direito....eheheh
  8. Ah, tentar eu vou....eu conseguindo cruzar o portão já é lucro...eheheh Inclusive ontem saí novamente, mas a visão estava bem comprometida...quando forcei para enxergar melhor...abri os olhos no físico...eheheh, não tá fácil
  9. Obrigada @Analia! Então, técnica mesmo faço a pouco tempo, oq faço com mais frequência é a MBE. Penso eu que oq facilita no meu caso é que entro em catalepsia rápido...e daí começo com o ev e quando vejo já estou em pé ao lado da cama. Outro fator que percebi ser importante é não fazer técnicas com sono, ou cansada...já tentei, tive o EV e apaguei... Ei, mas não desanime...eu pensei tanta coisa, tive tanto medo e no fim...deu tudo certinho...e olha que me deparei com espíritos na minha sala...força aí!
  10. Olá @jenni, me permita me dar um pitaco aqui... Eu penso que o conhecimento agrega e muito! a gente não evolui sem sair da ignorância...Mas, assim como o Sandro, eu acredito que somente o conhecimento que te transforma em alguém melhor...esse sim conta! Te digo por mim, eu tenho uma personalidade forte e vc não sabe como é difícil pra mim conter certos impulsos...meu padrinho que é militar sempre me diz que ele trocaria fácil alguns milicos da equipe dele por mim....ahaah, credo! então eu me policio muito, tem dias que tenho que tomar uns calmantes pra conter a "fúria" ahahah e não me envolver em conflitos... Daí eu me pergunto, adianta eu fazer curso no IIPC, me projetar...adianta eu vestir branco toda sexta-feira e bater minha cabeça com toda humildade no terreiro, se eu não consigo conter meu temperamento? Lógico que não! Eu tenho sorte de ter criaturas muito mais centradas, fortes e pacíficas, ao meu redor, sejam encarnados ou desencarnados, que me mostram que derrubar tudo no peito não é a solução....me atrasa a evolução e ainda crio mais Karma negativo. Então, o conhecimento agregou muito pra mim, me fez mais contida e mais lúcida...mas é um trabalho árduo e permanente...
  11. Ahahahah, verdade! tanto trabalho pra se projetar e correr pela casa...pra empacar no portão...eheheh
  12. Olá pessoal, Gostaria de compartilhar minha primeira projeção 100% lúcida. Bom, já tive alguns episódios projetivos, já me vi decolando, já me vi voltando ao corpo, já tive contato com espíritos quando entro no estado hipnagógico, tenho sonhos lúcidos e com muita frequência tenho catalepsia, mas nunca me lembro das experiências....esta foi a primeira vez. Estou fazendo um curso de Projeciologia no IIPC, então sempre estou movimentando energias, o que tem me feito muito bem e mais consciente em relação à presenças extra-físicas. Como tenho catalepsia com frequência , o pessoal do IIPC sempre que motiva a tentar sair, um vez que já existe a descoincidência dos veículos mesmo... Então foi assim: por volta das 6:30 da manhã, meu gato acordou faminto, lá fui eu levantar alimentar o bichano, voltei a deitar. Não deu 10 min, tocou o telefone lá em casa e era engano, me acordei de novo...passados 10 min, quando pensei que ia dormir, sei lá de onde apareceram pombos fazendo barulho na minha janela...Desisti de dormir e decidi ficar apenas deitada. Como já tinha perdido do sono, mas meu corpo estava bem descansado e relaxado...pensei: hum, ótima idéia para tentar me projetar. Não deu outra! comecei a fazer a MBE, entrei em EV, percebi alteração de percepção, acelerei o Ev e quando vi...estava em pé ao lado da minha cama. Vi vagamente meu corpo deitado, como se fosse um vulto...tentei andar e nada...lembrei que tinha que fazer Ev e sair de perto do corpo....fiz o EV e saí correndo pela casa...morrendo de medo de perder a lucidez. ahahaha Passei por um quarto, tudo certo...pensei..ai, só falta aparecer algum espírito pra me perturbar...mas pensei...se aparecer, o máximo que vai acontecer é eu tomar um susto e acordar...ahahah, não há de ser nada. Saí desembestada pela casa...quando cheguei na sala, vi dois caras lá (já imaginava, pois sinto presenças naquela sala), um deles estava arrumando uma luz na parede, o outro estava limpando uma mesa de sinuca (não tenho mesa de sinuca na sala, oq tenho ali é minha mesa de jantar). Percebi os móveis bem diferentes, mas sabia que isso é normal. Deixei os caras ali e fui correndo para a rua....vi o quintal e a rua semelhantes, mas os carros eram mais antigos...muito mato em volta da casa, um portão alto e imponente e quando fui atravessar o portão, vi meu marido (ou melhor, alguém se passando por ele) e me perguntou: Lu, aonde vc vai? Ah, o safado me fez parar e pensar...fiquei com receio e na mesma hora voltei ao corpo...ahahah Mas foi muito bom! que venham outras experiências!
  13. Talvez eu devesse pedir licença, não sei bem, pouca prática tenho destes escritos, mas como o canal está aberto eu vou escrevendo. Dizem que vim de longe, dizem tantas coisas, que sou isso e aquilo, tantas conjecturas, uns me acham o máximo, outros se apavoram ao ouvir meu nome, a maioria só gosta de mim enquanto acham que eu posso beneficiá-los em seus pedidos tão terrenos, tão materialistas. Tão raro é ver um gesto de carinho, tão raro alguém querer saber como proceder dignamente, tão raro alguém se lembrar de mim como amiga, tão raro alguém querer conhecer a verdade em relação à espiritualidade, tão raro. Ah! Mas cobrar cobram, portam-se tão mal, mas cobram, querem caminhos abertos, mas esquecem-se das leis básicas, esquecem-se que nesta vida ou na outra colhe-se aquilo que se planta. Em relação ao amor, cismam e pronto, não querem saber do outro lado da moeda, esquecem-se que devem respeitar os sentimentos da outra pessoa, esquecem-se que cada um tem uma missão, que todos tem livre arbítrio. Às vezes cismam com vinganças mesquinhas, na maioria das vezes nem razão têm, mas eles não querem saber, só enxergam o seu próprio orgulho, só enxergam o seu lado da questão, esquecem-se inclusive que as vezes certas rivalidades vêm do passado bem distante, e que persistir é não só atrasar a caminhada como também atirar-se em um abismo acordando velhos instintos e com eles antigos inimigos espirituais. Bem poucos estão interessados em ouvir algo que possa ir contra os seus interesses momentâneos, poucos querem saber a verdade sobre qualquer coisa, muito menos sobre a doutrina religiosa que decidiram seguir, mesmo porque eles não a vêm como religião, mas sim como meio de alcançar as suas metas. Então alguém me diz: por que deixa que falem tantas coisas, não desmente, apenas dá uma gostosa gargalhada. E eu respondo: Porque eles não estão interessados, eles querem dizer coisas horríveis, mentiras, estórias mirabolantes, só para que eu possa parecer poderosa, para satisfação de seus egos, principalmente dos médiuns que me incorporam. Então eu espero. Devagar, em um ou outro templo começa a surgir uma luz, alguém se interessa, alguém procura estudar, alguém lembra que acima de tudo está DEUS e suas leis imutáveis, nesta ou em qualquer outra religião. E graças a estes que começam a despertar para a verdade, eu e outros começamos a receber um pouco de respeito, eu e outros temos a chance de trabalhar para a Luz, sem ter que camuflar uma imagem que não é a nossa, só para sermos aceitos pelos nossos médiuns e termos a chance de evoluir este mesmo médium, mas hoje eu só gostaria de deixar bem claro que Exu e Pomba-Gira de Umbanda, nada mais são do que guerreiros da Luz nas Trevas. Sim, trabalhamos nas Trevas para a Luz, por opção nossa decidimos evoluir desta forma, opção nossa sim pois a todos nós foi dada a opção de escolha do trabalho a ser realizado. Como também poderíamos ter aceitado a opção de reencarnação, para evoluir através dela. Temos ciência também que a qualquer momento se decidirmos reencarnar, poderemos pedir isto para a Lei que irá direcionar o nosso pedido e verificar quando e como poderemos fazê-lo. Bem, para quem nunca usou este meio de comunicação já falei demais, mas um dia quem sabe possa vir e contar minha história que garanto não será as estórias que ouvem. Deixo o meu agradecimento a este cavalo que psicografa e só peço a todos que lerem esta mensagem que ao menos reflitam sobre o que aqui foi exposto, tentem estudar, ganhem conhecimento e lembrem-se que seja qual for o conhecimento que chegar até vocês ele deve passar pelo crivo da lei da razão, não se tornem radicais, pois nenhum conhecimento está totalmente contido em um só lugar, ele sempre é dado aos poucos e um vai completando o outro. Lembrem-se que a pior fé é a fé cega, a fé verdadeira é sempre baseada no amor. Agora eu me vou, uma gostosa gargalhada para quem quiser assim, e um forte abraço para quem quiser me conhecer. (Ditado por Maria Mulambo, psicografado por Luconi) * Independente da religião que cada um segue, (ou não)...achei o texto interessante.
  14. Quem nunca andou por uma dessas "zonas suspeitas" seja em sonho ou projeção, hein? Esses tempos, estava sonhando...digo sonho porque não havia lucidez e me vi em um lugar bem esquisito....todo mundo se abraçando...se beijando...aquela loucura... Faltando lucidez, achei tudo normal, mas lá pelas tantas comecei a despertar...até que vi um homem me pegando pelo braço e falando: Vamos, vamos, vc não vai ficar por aqui criatura! E saímos numa disparada...correndo e se escondendo pelas ruas. Lembro que tinha um perfume estranho pelo ar e ele me dizia: Não respire esse perfume! isso é uma espécie de veneno se vc respirar vai se juntar à eles e eu não poderei fazer nada! e eu: Mas eles não estão fazendo nada de errado...deixa o povo ser feliz (eheeh) e ele em tom de seriedade: Isso é o que vc pensa... e continuou me arrastando pelo braço. Acordei logo em seguida pensando: Eita que livrei de uma fria...ehehehe Agora pensem, quantas vezes caímos nessas zonas, de maneira inconsciente?!
  15. Eita perguntinha de um milhão de dólares hein...eheheh. Mas brincadeiras a parte, diz Kardec que mediunidade todos tem, alguns tem maior sensibilidade, outros menor e por aí se vai... Eu tenho uma boa parte dos sintomas que vc descreveu acima. Mas não todos, até mesmo pq os sintomas se manifestam de maneira diferente em cada pessoa. Minha opinião pessoal: Vc já buscou ajuda de um algum médico ou psicoterapeuta? Eu penso que não dá pra deixar tudo a cargo da espiritualidade, porque somos seres complexos e muitos desses sintomas podem ter origem física, química, psíquica, emocional e sim, espiritual. Já procurou um centro espírita pra conversar sobre isso? se não procurou, procure e vá tirar suas dúvidas...busque alguém que te oriente. Eu "pelejei" bastante com esse negócio de mediunidade e até hj continuo me questionando...
  16. É, eu acho que eu deveria parar de comer carne...rsrsr Na verdade, o consumo de carne é algo que está começando a me incomodar, mas ainda não tive coragem de tomar a iniciativa. Eu tenho reduzido, o que já deu reflexo, pois tive que tomar 3 injeções medonhas de B12, a pedido médico. Agora, não tenho dúvidas de que interfere energeticamente, pois já fui aconselhada a reduzir/parar....basta tomar as devidas medidas.
  17. Vou dar um pitaco aqui...ehehehe Distinguir o que é da gente e o que não é... só com o tempo...e olha lá... Faz tempo que não faço técnicas, mas eu costumo ouvir muita coisa quando começo a dormir...é uma falação...que sei que não é coisa minha. Agora, em vigília eu comecei acreditar que não era loucura, depois que as coisas começaram a acontecer ... Certa vez estava indo no salão de beleza e ouvi: "Peça o telefone dela, pois ela vai se mudar e vc corre o risco de perder o contato, pq a casa onde ela mora vai ser vendida". Pensei: Eu hein...que doideira é essa, e ignorei". Fui no salão e quando terminei ela me fala: "Lu, preciso te passar meu telefone pessoal, pq vou me mudar e não quero perder seu contato, a casa onde eu moro é alugada e foi vendida". E assim, já aconteceram outras vezes, até que uma entidade me confirmou que não é intuição...de vez em quando o povo vem conversar comigo ao pé do ouvido....eheheh
  18. Esse paredão foi uma visualização, foi com muita intenção...mas sim, eu exteriorizei energias sim, pq tive essa intenção, como eu não podia levantar as mãos, exteriorizei pela força da vontade...não deixa de ser uma técnica de defesa.
  19. Ahahaaah, Vade Retro! * pelo menos não teve nenhuma briga na mesa....
  20. Pois então, não tenho hábito de exteriorizar em lugares públicos, até mesmo por achar perigoso e inadequado...mas este caso foi atípico e detalhe, em um bar...ambiente extremamente inadequado. Mas foi assim: fomos jantar (eu e meu marido) com um casal de amigos e lá pelas tantas apareceu um terceiro casal do nada...mas conhecidos desses nossos amigos. O cara, super educado e simpático...a mulher, cumprimentou todo mundo na mesa, menos eu....detalhe: nunca vi aquela criatura na vida, eu levantei da mesa para cumprimentá-la e fiquei no vácuo...ahahaah Mas tudo bem, sentei e continuei minha conversa...quando esse mesmo casal sentou à mesa, senti o clima ficar pesado...senti meu estômago apertar, olhei para essa minha amiga (também trabalha num terreiro de umbanda, mas não no mesmo que eu) ela me olhou e disse: sentiu isso? e eu: lógico que senti! tinha alguma coisa com aquela mulher, e pegou mais do meu lado...pq nem me olhou na cara... E pior, essa criatura começou a discutir com o marido dela...fazer fofoca pro cara do outro casal...lavação de roupa suja, assim do nada! Quando senti que o casal ia se desentender por causa dela, eu automaticamente visualizei uma bolha isolando essa criatura....pq ia acabar rolando briga do outro casal... Talvez o que fiz nem seja considerado exteriorização, mas consegui visualizar um paredão de energia isolando aquela criatura da gente e me questionei muito, "quem está por trás dessa mulher estranha? seja lá quem for, que suma daqui"! e foi muitooo forte energeticamente, a ponto dela parar de conversar, olhar pra mim...se mostrar interessada em quem eu era (eu lisa pra caramba...quase não abri a boca). E ela me envolveu na conversa...ou tentou pelo menos... Sei que quando fomos embora, eu nem ia me despedir...afinal, ela nem me cumprimentou, mas ela fez questão de se levantar, me abraçar, me beijar (pense...) me pedir mil perdões caso ela tivesse sido mal educada, ou deselegante (imagina...), disse que gostaria de me conhecer melhor e quem sabe até fazer uma viagem... Deus me livre, pensei eu...
  21. Eu sou impaciente por natureza, mas tudo tem limite e passando desse limite vem problema...e há alguns anos atrás comecei a ter sintomas sérios de ansiedade. No meu caso, não foi apenas um fato gerador, foram vários. Muita coisa acontecendo ao mesmo tempo, eu bem louca sem saber pra que lado correr, não conseguia ver luz no fim do túnel...eu não estava sozinha, mas me sentia extremamente esgotada. Todo mundo me trazia problema...eu só queria sair correndo, me pintar de verde e me jogar no mato... Só tive coragem de procurar um médico quando perdi a fome e o sono...virava noites em claro...emagreci muito, para desgosto da mulherada que faz dieta e não funciona...eheheh Quando meu médico me viu pela primeira vez, (ele é homeopata, trabalha com acupuntura, nutrição e afins) não quis me prescrever remédios, optou por homeopatia, pq disse que os remédios controlados cessariam meus sintomas, mas não os fatos geradores...eu teria que ir aprendendo a trabalhar com tudo devagar e sem desespero...mal sabia eu que ele é médium e que provavelmente viu mais coisas naquela situação...Sim, o meu problema não era só emocional, tinha mais caroço naquele angú. Mas o que tenho pra lhe dizer é que homeopatia funciona, eu tomava umas gotinhas e dormia a noite toda, foi nessa época que comecei a ter minhas primeiras projeções lúcidas involuntárias. Era chá, homeopatia, atividade física (pra mim é indispensável) suplementos ortomoleculares, florais de Bach e uma alimentação bem regradinha...e não vou te esconder, busquei ajuda espiritual sim, e me ajudou muito... Eu tinha medo de usar antidepressivos, porque tinha medo de resolver um problema e criar outro: a dependência. Não julgo quem usa, pois cada caso é um caso, mas hj te digo, essa fase negra da minha vida me trouxe muito aprendizado, como diz o velho ditado...o que não te consome, te fortalece.
  22. Sim, porque é mais fácil acreditar no que a gente já conhece...é mais seguro... Eu não acredito em tudo que me dizem...mas também não duvido de nada...parto do princípio que tudo é questionável, mas que nada é impossível. Parei de buscar respostas concretas para certos fatos, acredito que existam informações que nunca teremos acesso e mesmo que tenhamos, podemos interpretá-las de maneira errada. O bom é saber que temos tanto tempo para aprender, pra cair e levantar...que existem tantas possibilidades, seja nesta vida ou em outra...que o universo muda constantemente e em cada mudança reside uma nova oportunidade.
  23. Penso que existem tantas coisas nos bastidores, que a gente sequer imagina....
  24. Mas que tal o Sandro de Preto Velho hein? ahahahah esquisito é pouco... Mas falando do vídeo do Laércio, sobre Auxiliares Invisíveis, lá no final ele relata o caso de um rapaz que em projeção foi até um terreiro de umbanda e lá pelas tantas ele incorporou no médium, deu consulta e ainda saiu faceiro....dei umas boas risadas com o Laércio...eehehh Eu confesso que não sabia da possibilidade disso acontecer com alguém projetado, mas já sabia da possibilidade de espíritos intrometidos aparecerem por ali e incorporarem, nos médiuns.Mas daí as pessoas vão se perguntar, mas como isso acontece? o terreiro não é protegido? Os guias da casa permitem? Ah, eu acredito que permitem sim, mas cada caso é um caso, lógico que não vão permitir que entre um povo arruaceiro pra fazer desordem, mas o médium atrai espíritos com os quais ele sintoniza, (já começa aí) depois pq isso serve de aprendizagem para médiuns vaidosos...aqueles que pensam que incorporam o "Wolverine da Macumba"...daí abrem campo para uma galerinha mal intencionada...e ainda tem aqueles que dão consulta em casa, escondido do dirigente do terreiro... Nesse caso do Laércio, eu penso que permitiram pq se tratava de um caso experimental e não de um espírito mal intencionado ou mistificador... Por isso é comum em terreiros, existirem cambones e capitães como são chamados alguns médiuns que não incorporam e ficam ali de olho nos trabalhos...uma espécie de Corregedoria. Fazem relatórios, observam os pontos riscados, o comportamento da entidade, o que fala, o que pede, e por aí se vai. Então se aparece num relatório, um Caboclo mandando acender incenso, tomar ban-chá, seria interrogado...ahahaha Onde frequento, todo ano é feito um trabalho de firmeza para os médiuns que dão consulta (médiuns mais experientes, com mais tempo de casa), e lá o trabalho é entre os dirigentes e esse médiuns, é fechado para o público. Neste dia, o médium recebe todas as entidades com as quais trabalha, diz seu nome, sua falange, risca seu ponto...tudo para provar sua autenticidade...ali, ou vai ou racha...