Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Henrique15

B-Membros
  • Posts

    20
  • Joined

  • Last visited

Recent Profile Visitors

718 profile views

Henrique15's Achievements

Newbie

Newbie (1/14)

  • Reacting Well Rare
  • Dedicated Rare
  • First Post Rare
  • Collaborator Rare
  • Conversation Starter Rare

Recent Badges

10

Reputation

  1. De que maneira é possível ver esse guardião? Vemos projetado? O que é necessário fazer para visualizar isso?
  2. Olá pessoal!! Durante meu desenvolvimento e com o tempo passei a sentir as minhas energias e inclusive alguns dos chacras, como o frontal, coronário e na garganta. Algumas observações que pude realizar ao longo dessa pequena jornada foi que existiam coisas que favoreciam essa sensibilização de energias e coisas que não favoreciam. Os estresses cotidianos, preocupações com o trabalho, aluguel, etc estranhamente me retiravam essa senbilidade, como se eu deixasse de sentir por aquele momento as energias. Para recuperar essa sensação, era preciso romper esse ciclo e redirecionar os pensamentos para um lado mais espiritualista Percebi também, com o pouco de experiência que adquiri, algumas coisas que me deixaram encucados: 1. Essas energias fluem para a parte do meu corpo que boto o foco. Se penso nos meus pés, elas vão para lá. Se penso na cabeça, começam a se acumular na cabeça. Com isso, me surgiu a seguinte dúvida: Quando nos ocupamos das coisas consideradas mundanas (contas, trabalho, faculdade), para onde vão essas energias? Elas se depositam, literalmente, em algum lugar como no nosso corpo acontece? 2. Essas preocupações podem ser positivas em algum caso ou são necessariamente uma "hipnose" que devemos lutar para romper durante o nosso dia a dia? 3. Não sentir os chacras é um sinal ruim? Caso seja, para passar a sentir esses outros chacras, é possível utilizar meramente a movimentação energética ou isso exige uma modificação no padrão pensamento?
  3. Obrigado Sandro. Acho que faz sentido o que disse. Após o post ainda tentei fazer a OLVE e consegui. Não foi tão difícil quanto pensei que fosse ser. O problema é que leva mais tempo para eu sentir estas energias. Eu costumo pensar na minha cabeça primeiro para depois começar a jogar as energias para baixo. E o que acho interessante é que quando estou fazendo bastante exercícios (minha rotina normal é composta basicamente por 4 a 5 treinos de hipertrofia por semana, divididos em ABCD (1:20h cada sessão) ) há uma maior dificuldade em redirecionar as energias para a cabeça. Quando fico, por exemplo, parado durante 3 ou 4 dias, acho que por conta do meu trabalho exigir mais do meu mental do que do corpo, minhas energias já estão todas concentradas na cabeça. Eu sinto que elas estão "transbordando'' pelo coronário e frontal. E aí sim é muito mais fácil ir jogando elas para baixo. Minha maior sensibilidade é no Coronário, frontal e o da garganta. Daí depois nas pernas e braços. O resto eu tenho que dar uma forçada para conseguir circular e sentir
  4. Boa noite pessoal Nos últimos dias venho realizando a movimentação das energias. Me deito, começo a aplicar a OLVE e, apesar de no começo sentir muita dificuldade de fazer esta circulação no tórax e barriga, estava conseguindo aplicar o EV. Acontece que durante esses dias, minha frequência de exercícios físicos estava mais baixa. Justamente neste período, sentia mais facilidade de sentir as energias no corpo ( principalmente na cabeça, algo que acontece muito quando me concentro em exercícios mentais como o trabalho ou leitura). Quando voltei a aumentar a minha frequência nos exercícios físicos passei a sentir maior dificuldade em sentir as energias. A dúvida é: Por que os exercícios físicos interferem nesta sensibilidade? Tenho duas hipóteses diferentes para isto: Hipótese 1: Os exercícios físicos esgotam esta energia e, por estarem mais escassas, é mais difícil de sentí-las. Hipótese 2: Os exercícios físicos atuam equilibrando essas energias e por esta razão é mais dificil de sentí-las. Penso nesta hipótese pois, após o EV, também é difícil circular as energias (talvez por que elas já estão equilbiradas). O que acham?
  5. Bom dia a todos. É normal logo após a projeção, quando a pessoa acabou de voltar ao corpo, ela ter visões de algumas coisas? Depois de um assédio, onde acordei arrepiado e suando, ainda sentindo as energias lembro de ter conseguido ver uma imagem de um busto e também vi um olho ( muito real por sinal). Acredito que teve um forte onirismo, mas gostaria de saber se alguém já teve essa experiência e se é algo comum.
  6. Me levantei da cama, abri a porta do quarto e fui direto ao banheiro para escovar os dentes. De frente pro espelho, de alguma forma me dei conta que aonde estava poderia não ser o plano físico e logo que me veio a desconfiança tentei esticar o polegar da mão direita, que cedeu um pouco. Quando eu vi aquilo percebi que eu estava projetado e logo saí atravessando as paredes da casa ( que inclusive, pareciam ficar transparentes quando eu as atravessava ). Fui até a janela da área e observei a paisagem, que mostrava um brilho fora do comum (inclusive tudo brilhava mais nessa projeção) e praticamente me convidou pra voar por aí. Eu entretanto, inexperiente e com medo de perder uma projeção, saí pelas escadas e desci meu prédio. Curiosamente, depois que desci o edifício todo, me lembro de estar em uma espécie de escola, e que conversei com alguns alunos e uma espécie de diretora de lá. Enfim, foi uma projeção muito bonita e posso dizer com certeza que foi patrocinada por alguém. Inclusive, foi tão real que eu estava apavorado durante a projeção para achar algum detalhe da minha casa, que quando eu acordasse pudesse confirmar no plano físico, entretanto não deu muito certo, pois apesar da casa estar na maior parte em seu lugar, alguns detalhes não estavam, mas isso não tirou nem um pouco a beleza e a realidade do momento. Observações sobre a projeção: Em alguns momentos da experiência eu perdia a lucidez e me via meio grogue , como se tivesse levado um nocaute depois de um soco no queixo. Nesses momentos, eu utilizava o EV, que mostrava sua eficiência, me dando mais tempo de projeção.
  7. Me levantei da cama, abri a porta do quarto e fui direto ao banheiro para escovar os dentes. De frente pro espelho, de alguma forma me dei conta que aonde estava poderia não ser o plano físico e logo que me veio a desconfiança tentei esticar o polegar da mão direita, que cedeu um pouco. Quando eu vi aquilo percebi que eu estava projetado e logo saí atravessando as paredes da casa ( que inclusive, pareciam ficar transparentes quando eu as atravessava ). Fui até a janela da área e observei a paisagem, que mostrava um brilho fora do comum (inclusive tudo brilhava mais nessa projeção) e praticamente me convidou pra voar por aí. Eu entretanto, inexperiente e com medo de perder uma projeção, saí pelas escadas e desci meu prédio. Curiosamente, depois que desci o edifício todo, me lembro de estar em uma espécie de escola, e que conversei com alguns alunos e uma espécie de diretora de lá. Enfim, foi uma projeção muito bonita e posso dizer com certeza que foi patrocinada por alguém. Inclusive, foi tão real que eu estava apavorado durante a projeção para achar algum detalhe da minha casa, que quando eu acordasse pudesse confirmar no plano físico, entretanto não deu muito certo, pois apesar da casa estar na maior parte em seu lugar, alguns detalhes não estavam, mas isso não tirou nem um pouco a beleza e a realidade do momento. Observações sobre a projeção: Em alguns momentos da experiência eu perdia a lucidez e me via meio grogue , como se tivesse levado um nocaute depois de um soco no queixo. Nesses momentos, eu utilizava o EV, que mostrava sua eficiência, me dando mais tempo de projeção.
  8. Minha intenção foi mostrar como era a representação da Árvore cyber.. dependendo do sistema os nomes mudam mas continua a mesma coisa
  9. ''Cabala é uma palavra de origem hebraica que significa '' receber''. Se você entrar em um hotel em Israel, poderá ver a palavra ''Cabala'' indicando a recepção. Essa é uma ironia adorável, porque muitos tentaram durante séculos transformar a Cabala em algo complexo, secreto e proibido, quando ela foi criada originalmente para ser um mapa nos mostrando o caminho a seguir na vida. Essa tradição mística ancestral tem base em uma estrutura chamada Árvore da Vida. A maioria das pessoas relaciona a Cabala ao judaísmo, mas esse diagrama é uma matriz que pode nos ajudar a entender a relação entre Deus, o Universo e a humanidade, seja qual for nossa religião ou sistema de crenças. O único requisito necessário para estudar a Cabala é crer em um Poder Superior. A Cabala é conhecida como a tradição oculta do Ocidente devido aos ensinamentos esotéricos por trás das três religiões abraâmicas:judaísmo,cristianismo e islamismo. Muitos dos ensinamentos cabalísticos podem ser encontrados no Antigo e no Novo Testamento da Bíblia e no Talmude, obra de comentários judeus sobre a Torá. Uma vez entendida, a Cabala pode ser usada para esclarecer esses ensinamentos aparentemente obscuros. Entretanto, a Cabala NÃO é uma religião, mas uma ferramenta para nos ajudar em nosso caminho de realização pessoal e desenvolvimento espiritual, independentemente de escolhermos usar a Bíblia ou não. As práticas espirituais incluem, no mundo inteiro : -A contemplação e entoação dos nomes de Deus em hebraico. -A representação da Árvore da Vida como uma mandala. - a meditação contemplativa para descobrir e curar aspectos de nossa psique interior -a teurgia ( magia sagrada) dos anjos. -A astrologia. -A compreensão dos níveis do ego, do ser, da alma e do espírito. -O estudo de textos bíblicos em busca de padrões relacionados à Árvore da Vida - A interpretação da vida e da história por meio da Árvore da Vida, observando tanto nossos padrões individuais como o desenvolvimento da humanidade. -O debate, levando a um maior entendimento e crescimento espiritual '' Trecho retirado do livro '' Cabala prática sem mistérios'' de Maggy Whitehouse Fiz este post na intenção de informar aqueles que sempre vêem esse assunto sendo relacionado a qualquer tópico de esoterismo ,entretanto não faz ideia do que é, visto que ainda pode ser considerado algo mistificado por muitos. Representação abaixo da Árvore da Vida
  10. Que legal. Descreva mais detalhes sobre a experiencia cyber, por exemplo a aparência deles, ou se interagiram com você na hora que viu eles. Será que foi tipo clarividência viajadora?
  11. eu só consigo puxar bastante ar quando faço a torácica, com a barriga fica meio estranho. É normal no começo disso visto que já tive bronquite quando era mais jovem?
  12. comigo acontece bastante. Não necessariamente sonhar, mas também pensar,lembrar.
  13. Já aconteceu comigo também. Eu tava em um sonho com consciência, entrei numa sala e depois de um tempo uma senhora olhou pra mim e disse : '' eles querem descer '' , na intenção de dizer que os espíritos queriam incorporar em mim e a partir disso o topo da minha cabeça começou a doer. Depois de perguntar pra um amigo ele me disse que eu tava sofrendo um ataque em astral
  14. Belo relato. Vc treinou a comunicação com seu mentor ou foi espontânea ?
  15. Realmente, não sei. Provavelmente a pessoa que estava a 250km/h não tinha como objetivo de vida na terra correr de carro ( ou será que tinha? ). Talvez esse vídeo ajude um pouco.
×
×
  • Create New...