• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

rassol

B-Membros
  • Content Count

    10
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

2 Neutral

About rassol

  • Rank
    Member

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Boa noite! Encontrei uma entrevista que acredito ser recente. Segue: Abraço!
  2. Olá, pessoal! Alguém sabe me informar se existe algum outro site, além do IAC, para comprar o livro sobre Estado Vibracional da Nanci Trivellato?
  3. Oi, pessoal! Acredito que tive minha primeira projeção patrocinada e com recordação. Estava numa rua caminhando, de repente ouvi uma voz dizer: Acorde, você está sonhando. A partir desse momento comecei a acordar, numa sensação parecida com o acordar normal, no corpo. Comecei a me perguntar se era verdade, então me lembrei que meu corpo estava dormindo, lembrei do quarto, a hora que fui dormir, veio tudo de uma vez só, pacotão. Eu sabia que estava acordado, mas não estava no corpo. Senti uma felicidade muito grande no momento, contudo, tão intensa que perdi a consciência. Foi curta, mas muito legal. Acordei super feliz, mas sem saber o porquê. Fui lembrar após o almoço. O que acham? A descrição confere com algum outro relato?
  4. Já tive essas experiência algumas vezes. Acho que é importante diferenciar que nem sempre pode ter uma relação com um e.v. Pode ser um simples espasmo corporal, um impulso do sistema nervoso basal. Tenho um amigo que bebe álcool em quantidades moderadas, e sempre aumenta a frequência desses choques generalizados quando existe álcool no sangue. O álcool tem forte ação no sistema basal, cerebelo, etc. Região que controla a coordenação motora e ajustes finos de movimento. Não estou dizendo que você beba, é uma explicação apenas. Já me ocorreu que pode ser a captação de alguma onda de energia que passou e afetou o campo. Talvez um banho energético de um mentor. Pode ser também a resultante de um condicionamento a partir da prática diária do ev, criando um tipo de reflexo motor independente do controle consciente. São tantas explicações possíveis, difícil.
  5. A entrevista é interessante e muito curta. Parece não haver uniformidade no corpo físico dos serenões. O Waldo mencionou um suposto serenão que viveu num corpo físico com severa deficiência, parece contraditório. Me ocorre que esta consciência que o Monroe entrevistou provavelmente seja algo além de um serenão, talvez uma consciência livre ou algo do gênero. Da forma como foi descrito, com 1800 anos de existência contínua, sem mudar de corpo, existe indício de controle total de materialização e livre circulação do corpo mental e provavelmente além. Até onde entendi, os serenões não possuem tamanha habilidade, ainda precisam que alguém gere o corpo a ser utilizado. É mais provável ser o "degrau" seguinte ao deles. Seja como for, a consciência parece ter dado apenas um relance daquilo que é e o que faz. Entra aí, talvez, o grande cuidado e respeito pelo qual essas consciências nos tratam, pessoas comuns. Tenho a forte sensação de que eles nos veem como crianças, tateando o mundo, tentando abrir os olhos. Diferente de nossos pais encarnados, sem apresentar sentimentos como compaixão ou piedade. Como se enxergassem toda nossa jornada, de uma só vez, e nos apresentam apenas um amor pleno, permanente, envolvente e absoluto. Fascinante.
  6. Olá, pessoal! Me chamo André. Moro em Florianópolis/SC. Acompanho o trabalho do Saulo a algum tempo. Gosto de debater e aprender, então, bora.
  7. Talvez por isso o barbudo tenha sugerido não procurar ou chamar. Realmente, tudo muito misterioso, mas muito interessante. Quanto a alterar nossa realidade livremente, manipular particulas, etc. Até certo ponto, penso como você, é muito improvável que alguém assim esteja perambulando num saco de carne aqui na Terra. Apesar de que, dentre 7 bilhões, não é tão improvável que exista uma meia dúzia vivendo no himalaia, se alimentando de luz solar, se deslocando pra lá e pra cá. Mas se realmente existir, de qualquer modo, nada muda, por que tenho certeza que jamais haveria uma exibição de mágica para convencer alguém. Caso se dessem ao trabalho de realizar a proeza, mesmo assim não acreditaríamos, poderíamos sempre supor ser ilusionismo. Afinal, tem maluco por aí que faz sumir até prédio, e é só mais um seboso aqui entre nós. Acho que do ponto de vista astral, pode ser mais convincente e auto confirmador o contato com um serenão. Ainda que seja, também é muito improvável de ocorrer.
  8. Entendo seu argumento da ressonância. Contudo, pelo pouco que entendi sobre esse suposto estágio evolutivo, existe controle absoluto sobre todos atributos do corpo físico, astral e mental. Logo, faz sentido que eles possam até mesmo encolher a luminosidade e influência para não cegar ou atordoar o observador. Acredito sim, que é uma escolha do Serenão, ser percebido como tal. Afinal, estamos falando de um ser com, supostamente, centenas de milhares de vidas encarnadas a nossa frente. O mais estranho nessa premissa é que eles estão fisicamente entre nós, o que para mim é, no mínimo, surpreendente. Se for verdade. Com relação ao ato de buscar e idolatrar um serenão. Concordo que é um absurdo, sem sentido. Eles tem as funções deles aqui e se houver necessidade de contato com um de nós, certamente o farão com facilidade. Ainda assim, se uma pessoa se dedicar, sozinha e sem religião, ao aprimoramento consciencial, eventualmente deverá esbarrar num serenão. Talvez até bem antes do que imagine. A razão de mencionar essa possibilidade é que eu tive alguns eventos com "sintomas" bastante similares aos mencionados pelo rapaz do vídeo, além das descrições do Waldo. Descartei o efeito sugestivo pois os eventos acontecem desde a infância, sem conhecimento prévio de alguma descrição alheia. Daí minha surpresa e curiosidade. Como pode uma alma sebosa como eu ter tido um contato compulsório com algo desse porte? Mesmo a remota probabilidade, não faz sentido. Mas a descrição dos fenômenos e processos é idêntica a mencionada por outras pessoas que nunca conheci. Além disso, essas mesmas pessoas também apresentaram grande surpresa em se perceber no meio de algo tão improvável de ocorrer no presente. Tudo tão misterioso Supostamente existem alguns serenões encarnados e identificados, um deles reside no Brasil, próximo a Natal. De acordo com o Waldo, é uma mulher que se apresentou como Rosa dos Ventos. Quem tiver curiosidade experimente direcionar sua atenção para essa consciência, projetado ou não. Fiz um teste único e tive resultados interessantes. O barbudo disse que é falta de educação se aproximar deles sem ser convidado, mas não resisti. Em todo caso, fui bem tratado. O barbudo realmente é confuso as vezes. Comentário a parte, a entrevista com Jô é muito engraçada. O desespero do apresentador em conseguir falar algo, entre os "agoras". ,
  9. Olá, pessoal! Esses dias estive pensando sobre a escala evolutiva e me perguntei: Até quando precisarei encarnar por necessidade na Terra? Então, lembrei do termo "serenão". Críticas ao excesso de neologismo à parte, o termo serviu para encontrar algumas informações sobre o que pode ser a última etapa evolutiva de uma consciência na Terra. Decidi compartilhar com vocês, até para saber se alguém já teve algum contato com uma consciência deste nível evolutivo. De acordo com o Waldo, existem 54 serenões encarnados na Terra. Não sei se é ou não correta essa informação, nem tenho como provar. Mas, por dedução, acredito que exista um número de pessoas com essas condições evolutivas "circulando por aí". Meu ponto é que seria fantástico para nós, pessoas comuns, ter algum contato com o que penso ser o modelo ou a meta evolutiva de todos. O Waldo disse ser contra o encontro físico com o serenão, pois representaria um "estupro evolutivo", dado o abismo evolutivo. Eu discordo, acho que um serenão, ou seja lá que nome tenham, tem plenas condições de adequar seu comportamento ao nosso, de forma análoga, ainda que grosseira, ao que fazemos ao conversar com uma criança. Se puderem, deem uma olhada no vídeo. Trata de um relato de um encontro com uma possível "serenona" encarnada e suas repercussões. Abaixo copio a explicação dada pelo Waldo a respeito dos serenões: " O que é um Serenão (Waldo Vieira)?Ao longo das minhas "viagens", estive nos lugares mais surpreendentes, como outros planetas e outras dimensões. Acabei tendo contato com toda sorte de entidades. Algumas, ainda mergulhadas na ignorância, parecem foragidas de filmes de ficção científica. São normalmente doentias e traumatizadas por experiências violentas vividas na vida física. Por outro lado, tive a oportunidade de entrar em contato com seres desenvolvidíssimos, tranqüilos e despojados de dogmas religiosos, identidades nacionalistas, doutrinações, etc. Escolhi o nome de serenão para designá-los por causa de sua aparência de beatitude dinâmica. Os serenões existem desde o aparecimento da humanidade na terra. Assim como os homens, eles vieram, em levas espirituais sucessivas, de vários recantos do universo. Estão completando o círculo reencarnatório e desenvolveram uma cosmoética (ética cósmica) aperfeiçoada, baseada principalmente no amor universal, na ajuda impessoal ao próximo. Honrarias e paixões já não têm sentido em seu plano vibratório. Os serenões são absolutamente anônimos e não buscam recompensa para os seus atos.Podemos evoluir até esse nível?Sim, eu poderia resumir a nossa evolução em 4 níveis (pré-serenão, desperto, orientador evolutivo, serenão). Primeiro, o nível mediano: consciência sonambulizada, presa à roda comum das encarnações compulsórias sucessivas. Consideramos que nós todos que já estamos mais ou menos despertos, temos 25% do serenismo. Então, somos pré-serenões, isto é, a média. Se a pessoa começa deixar de ser mini-assediado permanente total ou eventual, como acontece, começa a entrar na desperticidade. A palavra em português, para entendermos bem, é desperto: desassediado permanente total. Então ele se transforma numa isca assistencial interconsciencial consciente. Qualquer consciex (consciência extrafísica) doente que chegar perto dele vai ser assistida através dos amparadores que trabalham junto dele. Então esse é um cara desperto, a metade do serenão (50%). Já tem muita gente assim na Terra.Posteriormente, temos o chamado orientador evolutivo. Ele seria o evoluciólogo; o cara que conhece tudo da sua consciência, das suas vidas. Ele é o orientador do seu grupo evolutivo (grupocarma), constituído de milhares de pessoas; há centenas de orientadores evolutivos. Esse tem uma visão de conjunto maior, já está caminhando para o serenismo. Chegamos, portanto, ao serenão, que é aquele 100% - Homus sapiens serenissimus - aquele que vive suas derradeiras encarnações plenamente consciente deste fato. Então, o serenão é o modelo para a gente entender dentro do processo evolutivo. Após essas fases, o espírito estará puro, isto é, livre da ciranda encarnatória (CL - Consciência Livre).Serenão seria o homem equilibrado?Sim, o homem que domina tudo. A teoria dos serenões está no meu livro. Mas vamos pensar bem: numa vida, você pode alcançar o nível de desperticidade. Vai levar muitas vidas, muitos séculos, para se chegar a orientador evolutivo; e vai levar muito mais vidas, muitos milênios, para se chegar à condição de serenão. Temos isso pela frente, todo mundo tem.Você teria idéia de quantos serenões existem no planeta?O cálculo básico dos projetores mostra que há entre 55 e 60, intrafísicos e extrafísicos.Você conhece algum?Conheço. Fisicamente, nunca puder ver nenhum deles. Extrafisicamente, desde os anos 60 eu tenho feito entrevista com um ou outro. Atualmente estamos estudando muito um que mora no interior da Argentina, e é esse que está nos ajudando em Foz do Iguaçu.Ele é extrafísico?É intrafísico. Mas esse eu nunca vi pessoalmente. Sei até a província em que ele mora. Vejo por clarividência viajora ou quando saio do corpo; é quando ele deixa, e a gente vai lá. Existe um outro, por exemplo, que está nos Estados Unidos, na área de Montauk Bay. Há uma mulher serenona no Rio Grande do Norte, perto de Natal. Outro está na China. Um dia desses, eu estava na esteira aeróbica quando vi esse serenão chinês. Ele é mais velho do que eu, me parece que tem uns 70 e poucos anos, a barba muito rala, mas os olhos são uma loucura - a energia que ele tem! Esse daí nem sei onde fica.Que tipo de trabalho eles fazem?Geralmente, fazem o trabalho de megafraternidade. O interesse deles, em geral, é continental. Eles fazem união num determinado lugar, mas movimentam aquilo de uma maneira multidimensional, o tempo todo. E fazem tudo com os pés nas costas: domínio de energia, processo de projetabilidade, problema de assimilação simpática - são incríveis. Para se ter uma idéia, o serenão chega e pensa assim: quero ver quais são as dez consciências de melhor gabarito que estão, intrafisicamente, vivendo na cidade de São Paulo neste instante. Ele entra em sintonia para ver um sensor do processo de energia. Na mesma hora, ele vai ver quais são aquelas consciências de destaque. Eu já vi um deles fazendo isso. É uma coisa absurda.Extrafisicamente eles são conhecidos também como serenões? As consciexes (consciências extrafísicas) o chamam assim?Principalmente as consciexes assediadoras. Essas falam: "Xi, vamos embora, lá vem um serenão." Todos os doentes, mal-intencionados, que praticam o que é doloroso e fazem mal para os outros, caem fora. O serenão é desmancha-roda de assediadores. " Extraído do blog: http://anovaarcadenoe.blogspot.com.br/2011/11/waldo-vieira-o-que-e-um-serenao.html Opiniões e relatos são muito bem vindos.
  10. rassol

    Sobre TS

    Olá, pessoal! Tentei conectar no teamspeak utilizando o endereço viagemastral.com, mas apresenta esta mensagem: Trying to resolve hostname viagemastral.com <12:48:57> Trying to connect to server on viagemastral.com <12:49:02> Failed to connect to server Preenchi o campo do endereço, nickname, label e deixei a senha em branco. Alguma sugestão?