• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Mariana Lunardi

B-Membros
  • Content Count

    37
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1

Mariana Lunardi last won the day on February 6 2016

Mariana Lunardi had the most liked content!

Community Reputation

35 Excellent

4 Followers

About Mariana Lunardi

  • Rank
    Advanced Member
  • Birthday 07/20/1991

Recent Profile Visitors

638 profile views
  1. Olá pessoal do Fórum faz um tempo que não escrevo aqui, mas aqui estou eu novamente com uma dúvida e uma questão muito estranha. Comecei um relacionamento já há um ano. Agora depois de um tempo de namoro, tenho passado mais tempo na casa dele. Esses dias que estou de férias, tenho ficado sozinha na casa dele. Quando ele sai de manhã pra trabalhar eu fico dormindo mais um tempo. E eu tenho conseguido projeção de tudo que é jeito. Consigo instalar E.V., consigo sair com lucidez ainda que não totalmente plena, mas tenho avançado muito nas experiencias. Vejo muitos espíritos lá. Alguns pedindo auxilio até. Alguns que tentam me atacar, mas tenho conseguido me defender com as energias muito bem. Nunca tive tanta facilidade e estou sem entender. Na minha casa eu nunca consegui um EV. Consegui apenas 2 projeções consciente, mas eu ja estava fora quando abri a lucidez. Na minha casa foi sempre um grande sacrifício qualquer experiência e lá na casa dele é muito muito fácil. O que eu não consigo entender é que ele mora num lugar super agitado e movimentando, um centro urbano e eu moro no interior, num lugar calmo com muita natureza ao redor, perto de sítios e tudo. Será a energia do meu namorado está me ajudando? Eu é um médium muito forte pra doação de energia. Ele não estuda sobre nada, e não tem religião, mas é muito consciente das próprias energias e acredita na projeção astral, enfim tem uma mente aberta. Já fizemos testes juntos, ele num momento qualquer concentrar energia em mim, nas mãos por exemplo, os músculos chegam a contrair. Ele fez isso em mim enquanto eu dormia e foi a mesma coisa, minhas mãos tiveram espasmos. Poderia eu estar usando essas energias dele pra me ajudar na projeção de uma maneira inconsciente? Ou o lugar onde eu moro pode ter algum bloqueio energético? Meu pai era espírita e lembro de ele fazer algumas coisas nos cômodos da casa, algo como uma egrégora, um campo protetor. Mas isso foi há muitos anos e ele já é falecido. Será que isso permanece no ambiente? Obrigada!!!!
  2. Obrigada pelas dicas... vou assistir as palestras do Laércio..
  3. Cristaldo... excelente análise!!!!! Ele fez um pacote de teorias da conspiração no vídeo! Olhei o canal dele no youtube e nos comentários um rapaz começou a curtir com a cara dele dizendo que ele era maluco... O senhor do vídeo aí perdeu a linha, chamou o rapaz de tudo quanto foi nome. Isso não é postura de um "ser superior" não é mesmo... pra um oficial da federação intergalática ele está se importando muito com provocações nos comentários do youtube... enfim.. complicado! https://www.youtube.com/watch?v=UpJRUHO3r58 comentários do vídeo acima!
  4. cara é um pouco difícil... não dá pra ter uma opinião sobre o assunto! É muita conspiração junta. Eu sou do tipo que não duvido de nada, mas também não acredito em tudo. Então se acontecer isso mesmo que ele está dizendo no video, ok blz... manter a mente aberta como vc disse. Acredito que exista outros seres por ai, mas esse caso da Data Limite de 2019 do Chico eu só acredito vendo mesmo.. Até lá vou seguindo minha vida como sempre, tentando fazer o bem ao máximo possível! Se acontecer vai ser muito legal.. vai ter ufólogo dizendo "eu falei... eu falei"... Obrigada por compartilhar! Muito interessante!
  5. eita que funciona mesmo... mas pode ser estática ou qualquer outra explicação científica... pq eu consegui mover a fitinha com qualquer parte da minha mão! até a lateral da palma... com as pontas dos dendos é mais fácil...
  6. oi Caroline... achei interessante esse tema da chama dos 7 raios de luz... vc pode indicar algum livro que fale sobre o assunto? Obrigada
  7. entendo... os nomes foram confundidos nesse boca a boca! obrigada pelo esclarecimento...
  8. Então Roberto Freitas, esses casos de morte violenta dos médiuns: corre boato entre o pessoal do meio que, esses médiuns que fazem trabalhos tão sérios quanto curas e materializações, se saírem da linha, seja em questões éticas ou de sua vida pessoal, como aceitar dinheiro em troca de curas, ou com intuitos vaidosos, sofrem as consequências com mortes violentas. Soube desse médium (boatos tá) que trabalhava com o espírito Dr. Fritz, muito conhecido por curas espirituais... esse médium começou a lucrar com as curas e se tornar vaidoso... logo morreu assassinado. Não sei se procede. Mas foram pessoas que acompanharam o caso de perto na época e hoje relatam que foi isso que aconteceu. Vai saber né!!! Talvez "saíram da linha" justamente por influências desses espíritos ruins com o objetivo de destruir a boa moral da espiritualidade e do espiritismo em si. Eu não sabia que na Europa ainda rolava esse movimento espiritualista forte. Aqui no Brasil é raro mesmo, e quando tem, como vc disse, é inacessível ao público em geral. Fica como uns status quase de seita... onde os conhecimentos não saem de lá. É ruim mas entendo que todo cuidado seja pouco por conta de perseguições e fanatismo. Mas nem a própria psicografia é um mediunidade tão comum assim. Qualquer mediunidade mais "ofensiva" está aos pouco se tornando mais rara. Ou talvez as pessoas procurem esconder por culpa desse racionalismo científico que tem tomado conta, não que isso seja ruim, mas falar de religiosidade já é vexatório, quanto mais falar de paranormalidade... justo num momento em que a ciência quântica vem avançando e elaborando teorias de outros universos e etc. esperamos que com o tempo a ciência explique essas questões e tire esse caráter mágico dos acontecimentos espirituais.
  9. eu pensei nisso... mas não quero duvidar da fala do colega! cabe a ele fazer novamente a experiência.
  10. Pensei que médiuns de efeitos físicos estavam extintos.. kkkkkkkkkk ainda existe isso? Eu nunca vi e nem ouvir falar de alguém que consiga materializar ou teleportar objetos nos dias de hoje. Meu avô era médium e fazia sessões de materializações de espíritos, onde o médium doa ectoplasma para que o espirito possa se materializa, mas isso lá em 1900 e bolinha... quando ele era jovem. Eu apenas vi as fotos. Nunca soube de um centro que tenham médiuns assim. Talvez o plano astral tenha que ser "redescoberto" agora pela ciência, como aos poucos já vem acontecendo. Acho muito interessante o fato de ser possível desenvolver essa habilidade... alguém tem dicas de técnicas... ? abraços!
  11. Muito obrigada por comentarem, foi muito esclarecedor e confirmou algumas suposições que eu havia feito... Mas teria como eu conseguir repetir esse retrocognição? existem técnicas focadas nisso onde eu possa tentar sozinha, sem que eu precise fazer uma regressão com terapeuta?
  12. Obrigada pela resposta Alexandre... Muito interessante o que vc disse. Eu também tenho quase certeza mais pela intensidade dos sentimentos! Também foi muito estranho eu como mulher (adolescente) me ver em um corpo de homem. Eu tinha apenas 13 anos quando sonhei isso... e foi algo totalmente desconexo com a minha vida de adolescente. Mas eu cresci em família espírita umbandista. Como era daquela umbanda mais tradicional sem mistura com candomblé, meu pai fazia as sessões em casa mesmo fechado só pra família. Então sempre cresci com essa noção de espiritualidade, de vida após a morte e reencarnação. Isso pode ter ajudado. Espero um dia obter respostas pra esse "sonho". Ainda nessa vida... kkkkkkk
  13. Oi gente, gostaria de compartilhar com vcs um sonho que eu tive, que foi muito marcante pra mim. Acho que pode ter sido uma lembrança de outra vida, mas gostaria de ouvir a opinião de vcs! Aconteceu quando eu tinha 13 anos... No sonho eu estava conversando com uma senhora em uma casa. Ela estava muito irritada. A casa estava escura com poucos focos de luz. Ela usava um vestido de época roxo e um pequeno chapéu da mesma cor.... Ela subiu as escadarias da casa e entrou em um quarto. Começou a gritar com uma outra mulher lá dentro... eu fiquei um pouco perturbada com a briga e resolvi esperar essa senhora na rua. A porta da casa dava direto pra calçada, estávamos no centro da cidade (Não sei qual cidade ou país). Olhei pro céu e vi uma lua cheia. A rua também estava pouco iluminada, a luz da lua prevalecia... só conseguia escutar essa senhora gritando que queria o dinheiro dela e que a mulher teria q pagar de um jeito ou de outro. A senhora desceu as escadas e me entregou um pedaço de veludo azul marinho. Eu abri e havia um colar maravilhoso lá dentro, com pedras enormes que, a luz da lua cheia e o veludo juntos, deixavam o brilho das pedras meio azulado. Eram muito brilhantes. Nesse momento observando essas pedras eu meio que comecei a "acordar", tudo ficou mais claro e eu sabia que estava em outra época sendo outra pessoa. A senhora me dizia pra guardar a joias comigo: "Você viu só... ela estava escondendo um colar desses nessa casa velha. Achou que me enganaria. Mas eu sempre consigo meu dinheiro" Eu achava horrível a arrogância dessa senhora e sabia que ela era muito má... Mas eu era trabalhava pra ela... Me senti confusa e enquanto ela falava, eu fui guardar as joias comigo e percebi que estava usando um colete preto. Eu era um homem... um homem de uns 50 anos... Comecei a me olhar, olhar para minhas mãos, meu corpo, eu usava colete, casaco, aqueles relógios de bolso com corrente, sapato... roupas tipo meio do século XIX. Eu era um empregado pessoal dessa senhora.. como se fosse um "mordomo"... algo do tipo... Imaginem só a minha surpresa. E essa senhora continuou falando comigo. Notando meu ar de reprovação, ela disse uma frase com ironia na voz, mas que foi pontual: "É uma pena que a sua esposa esteja tão doente em seu leito de morte". Quando ela disse isso, senti uma coisa estranha, minha visão ficou turva, era como se eu voasse muito rápido. Foram flashes... Me vi na frente de uma casa... dentro da casa subindo as escadas... abrindo a porta do quarto... sentando na beirada de uma cama... Na penumbra vi uma mulher deitada. Não podia ver seu rosto direito, estava escuro... só me lembro dos seus olhos verdes (como se só eles estivessem iluminados) e dos cabelos cacheados pretos. Ele era mais nova que eu, Tinha seus 30 e poucos no máximo! Ela me dizia que estava morrendo e que eu deveria deixa-la partir... que eu teria que aceitar. Acho que ela estava com alguma doença pulmonar. Eu dizia com um desespero contido na voz "vc não pode me deixar". E ela insistia com voz bem baixa que não aguentava mais o sofrimento e que estava partindo e não tinha nada que eu pudesse fazer. "vc tem que aceitar, me deixar partir" " não se desespere"... Eu comecei a chorar, uma angústia muito forte dentro de mim.. e eu só repetia: " eu te amo, vc não pode me deixa aqui, vc não pode morrer".... com o desespero, acabei acordando... Eu acordei chorando muito... ainda sentindo aquele desespero, aquele sentimento de perda, como se a pessoa que eu mais amava tivesse morrido... Logo essa angústia toda foi passando... Mas ainda assim fiquei bem triste e confusa por uns dias. Sentindo um vazio... Ainda me emociono quando lembro. Nunca soube quem era essa mulher ou o nome dela. Não acho que seja alguém que eu conheça nessa vida. Hoje em dia eu tenho um namorado, eu o amo muito, estamos há 7 anos juntos. Mas acho que nunca vou sentir tanto amor por alguém quanto o que eu senti nesse sonho, por essa mulher. E isso é bem estranho e confuso!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Queria muito saber o que aconteceu, quem era essa mulher, esse espírito, onde ela está? será que reencarnou? ... Acho que saberia se fosse alguém que eu conheço nessa vida. Será... talvez? Se é uma outra vida... por que eu lembrei disso? se só me deixou confusa e triste... Qual o objetivo dessa rememoração aos meus 13 anos de idade? Por que acessei essa memória? Enfim, deixem a opinião de vcs!!! Obrigada! Muita luz!