• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

voadorastral

B-Membros
  • Content Count

    157
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by voadorastral

  1. pessoal olhem esse site muito interessante sobre o mundo astral,segue-se o link:http://73aeebe9.linkbucks.com
  2. pessoal olhem esse site muito interessante sobre o mundo astral,segue-se o link:http://73aeebe9.linkbucks.com
  3. ola a todos hoje 4/02/010 me projetei no astral com uma lucidez incrivel como nunca tinha me projetado antes. em um desses momentos encontrei uma adolecente naquele plano e senti muita curiosidade em conversar com aquela entidade.ali tudo é telepatico e la fui eu fazer amizade com aquela moça.dei um sorriso e ela sorriu tristemente algo forçado como se estivesse com muita dor mas disfarsando o seu sofrimento.percebi no seu rosto um monte de feridas como se tivesse sido picada de pernilongo ou furada da agulha nos dois lados do rosto daquela moça.Perguntei para ela se ela era uma desencarnada e ela disse que sim. Depois eu disse vamos conversar? e ela disse,eu nao quero conversar agora ! e sumiu nao sei para onde.Depois encontrei uma menininha que para se comunicar ela colocava as suas mao nos dois lados da minha cabeça mas eu nao lembro o que ela falou talvez algo sobre reencarnaçao sei la? bom pessoal é isso abraços
  4. ola amigo!! talvez seja uma socorrista ou alguem que voçe conheçeu no astral antes de reencarnar. eu nao me apego a mentor nenhum pois isso atrapalharia a minha evoluçao. quando eu saio no astral eu fico por minha conta e risco aprendendo com meus acertos e erros naquele mundo.mas fazer o que cada um é cada um.
  5. ola a todos !!! essa madrugada sai em projeçao astral e senti uma ligaçao com um ser superior que talvez seja um mentor espiritual. senti que ele recitava um mantra tibetano apsar de eu nao o ver sentia claramente sua presença.Ele entoava um cantico assim:ommmmm paad meene sooom huungg! Começei a entrar em sincronia com ele e entoamos esse mantra juntos e o quarto ficou claro e quando eu deixei aquela sincronia ficou tudo escuro e eu voltei.
  6. legal esse seu relato do sucrilhos e do sorvete de morango! ontem tentei sair por conta propia ja que a maioria das projeçoes sempre tem o dedo de algum mentor. quando eu saio por conta propia eeu nao sinto ev mas uma sensaçao de descolamento como se o meu corpo fosse uma caixa de madeira e entao eu saio.já nas projeçoes patrocinadas sinto aquela energia chocante vindo de fora.ontem mesmo fiz isso mas eu nao me senti bem no astral e achei melhor ficar no corpo fisico pois eu estava denso ou sentia o ambiente extremamente denso. o mais esquisito é que quando estou tentando me projetar sempre estrala alguma coisa no quarto.deve ser algum umbralino tentando me atrapalhar.
  7. engraçado amigo,no meu caso é a parede que nao consigo atravessar,portas e janelas eu atravesso facil.
  8. essa noite resolvi passear no umbral na parte menos densa daquele lugar e hoje me arrependo de tal feito. vi muitas pessoas feridas naquele local e comiam lixo e brigavam muito por aquela sujeira .vi homens,mulheres e crianças todos feridos de sangue dos pés a cabeça e emanavam uma fome terrivel.percebi naquele local uma mulher vietinamita que emanava um triste canto de arrependimento. em um dado momento percebi um carro velho vindo para cima de mim e segureio apesar da sua veloçidade elevada. as pessoas naquele local que não estavam meladas de sangue vestiam trapos,roupas rasgadas. percebi depois uma certa briga por causa daquele lixo,eram dois desencarnados masculinos e em um dado momento um foi nocauteado e ficou no chao.o seu agressor pegou uma especie de pedra e estava prestes a esmagar a cabeça daquela alma. do nada apareceu um ser que emanava muito amor e colocou a mao no braço daquela alma atormenta e aquele ser se arrependeu de tal ato depois disso voltei e hoje sinto um profundo pesar por aquele lugar
  9. As revelações mais interessantes que recolhi da serie de 12 livros do Espirito Miramez, livro filosofia espirita, aqui esta apenas trechos de 5 livros. Abraço voadorastral -------------------------------------------------------------------------------- Os Extraterrestres; os mundos que circulam no universo de Deus. Nem todos são habitados por seres humanos, por formas visíveis. A lógica nos leva a essa realidade, constatada du­rante nosso aprendizado, nas oportunidades de visitar alguns mun­dos desabitados, estudando a missão dos mesmos em outros ru­mos da harmonia divina, quando tivemos a ventura de constatar mundos habitados por seres com aparência idêntica à dos compa­nheiros da Terra, uns mais adiantados, outros mais atrasados. Escrevemos o que sabemos, mas, nem tudo o que sabemos podemos escrever. Deus é sábio e justo. Somente recebemos o que podemos suportar na escala que já atingimos. Há muitos mundos que já foram habitados e vivem em ou­tra função que não é a de moradia para espiritos reencarnados, entretanto, no fundo são todos iguais, por terem nascido da mesma fonte universal, por terem saído das mãos benfeitoras de Deus. A verdade fora do momento é bem pior que a mentira, cabendo aos instrutores da humanidade regular as mensa­gens e estabelecer os momentos das revelações. A urgência da atualidade é outra bem diferente: é estudar o amor, analisá-lo e vivê-lo, ou procurar viver essa virtude por excelência. O de que mais precisamos é, pois, do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo no coração, e que ele seja pregado em toda parte, de todas as formas que já existem no mundo, é pura pretensão julgar que estamos com a verdade e as outras religiões e filosofias de posse somente da ilusão. Todos temos trabalhos a rea­lizar diante de Deus e de nossa consciência. Todos somos irmãos, filhos do mesmo Pai. Condenar quem está fazendo o bem é querer impedir a sua propagação. Certamente que existem diferenças na organização física dos mundos habitados. Elas acompanham o estado evolutivo dos mun­dos e o comportamento da matéria de que são constituídos, na es­cala de amadurecimento. Se nos encontrarmos num planeta onde a alimentação dos seus habitantes é rarefeita, onde eles já não precisam mais dos pe­sados manjares dos homens na Terra, é lógico que a organização fi­siológica tem de ser diferente, por não precisarem mais de certos órgãos como estômago, intestinos etc. Se uma civilização planetária já enxerga sem usar os olhos, é desnecessário esse instrumento da visão, que se atrofiará com o tempo, desabrochando outro sentido que se sobrepõe aos olhos com maior riqueza de detalhes. Existem mundos mais atrasados e mais adiantados que a Terra, onde por vezes temos de reencarnar, e para tal, em ambos os casos, temos que fazer adaptação, às vezes demorada, até rece­bermos novos corpos no planeta em que iremos nos manifestar fisi­camente. Todavia, o espírito é o mesmo e a matéria é a mesma, por todos os quadrantes do infinito, mas, obediente às leis que vigoram nos mundos e nos espaços da criação. espíritos tomam corpos diferentes nos diferentes mundos em que habitam. Há almas que pouco dependem do exte­rior; elas vivem na própria luz que as circunda. O ambiente que co­nheces na Terra ainda se apresenta muito grosseiro diante de mun­dos venturosos, onde espíritos de alta hierarquia estão estagiando, bem como existem planetas inferiores em comparação com o teu, em que os seres, se podemos dizer, humanos, estão desabrochando os primeiros traços da razão, e a sua inferioridade na escala de as­censão requer um mundo de constituição pesada, de ar, alimentos, água e tudo o mais, nas mesmas condições. Nunca podemos dizer que somente existe vida onde houver condições iguais às da Terra nunca poderemos dizer que todas as formas físicas dependem de carbono, ar, água e outros elementos indispensáveis ao corpo na Terra. Isso seria diminuir a sabedoria de Deus que, assim como fez o clima da Terra, para viverem nele o homem, o vegetal e os animais, poderia fazer mundos diferentes para viverem neles outras raças com corpos compatíveis com o ambiente. Inicialmente, reafirmamos que o espírito encarnado sofre grandes limitações no que concerne à capacidade de maior entendi­mento, principalmente sobre a vida espiritual. Também nós sofre­mos, como espírito fora da carne, incapacidade de responder a de­terminadas perguntas, feitas pelos homens. Nem tudo nos é dado a saber. O conhecimento sempre acompanha o crescimento espiritual e é uma lei de equilíbrio em favor das próprias criaturas. o tempo pára nós, como espíritos, servir-nos-á para a renovação interior: quanto mais velhos, mais novos... Muitos espiritualistas reclamam da nossa conversa que, di­zem, se parece com parábolas de difícil entendimento. Desejam coisas mais claras, mais objetivas. Se estivesse ao nosso alcance, falaríamos com todo prazer, porém, para sermos bem entendidos, é preferível falarmos pouco por faltar na linguagem humana, recursos e mesmo preparo por parte dos homens para ouvir determinados assuntos, que se simples para alguns, em outros poderão suscitar dúbias interpretações. No mundo espiritual, estudamos e pesquisamos os mistérios de Deus, que são muitos. Descem ao nosso plano grandes almas, para nos ensinar algo mais sobre o amor, a ciência e a própria filoso­fia, e devemos dizer que há assuntos para os quais nos falta ainda o entendimento. Usamos a oração para compreender, na gradação das leis, o que é nos dado a conhecer. Do que compreendemos, al­gumas coisas passamos para os homens, pelas faculdades mediú-nicas dos mesmos. Devemos repetir, para o bem-estar geral, que somos eternos na formações sofridas eternidade de Deus, mesmo com todas as transformações sofridas. O ESPIRITISMO Logo que nos cientificamos de que a alma é imortal e que quando na carne podemos nos comunicar com os que já passaram para o outro lado da vida, anima-nos toda a vontade de viver, devido à ideia da imortalidade sustentar a nossa esperança. O MUNDO DOS ESPÍRITOS A razão nos diz que, se existem espiritos, haverá de existir o mundo onde eles habitam, que chamamos de o mundo dos es­pfritos. E é de senso comum entre os espiritualistas, que as dimen­sões de vida são inúmeras em todos os quadrantes do universo, caminhando com a Terra em torno do sol, e com este no espaço in­finito. Existem muitas faixas onde se organizam e se movimentam espfritos com a mesma afinidade de vida. São levantados países, ci­dades e colónias sem conta, postos de socorro e variações de as­sistência por todos os lados, para o bem-estar de todas as almas que estagiam neste abençoado campo de vida. A Terra é uma cópia dessas construções, que podemos chamar f luídicas. O mundo dos espfritos é mais real que o físico. A vida dos es­pfritos é semelhante à dos homens, porque estes, antes de reencar-narem, aprendem naquele plano o que devem fazer na Terra. Graças à Doutrina dos Espfritos, eles estão mais conscientes desta grande verdade. A missão das religiões de todo mundo deveria ser a de colocar a criatura mais próxima do mundo espiritual, possibilitando aos dois planos trabalharem juntos para a conquista do amor e da sabedoria. A ciência dos homens está avançando para o espírito, por ve­zes sem o perceber. A qualquer hora, a bondade de Deus irá propor­cionar o ambiente para o encontro, Muitos cérebros humanos têm sido dissecados e alguns se-tores da ciência, ao não encontrá-la, ainda perguntam: onde está a inteligência? A própria ciência está muda a essa pergunta. Os espí­ritos, pela mediunidade dos próprios homens, vêm dizer, responden­do à pergunta que inquieta a humanidade, que a inteligência, é um atributo do espírito. Ela não foi gerada no corpo físico; é dom do es­pírito imortal. O MUNDO PRINCIPAL Dos dois mundos a que nos referimos, o principal é, pois, o espiritual, que preexiste e sobrevive a tudo. Ele é constituído de matéria rarefeita, capaz de resistir aos impactos da própria natureza. Há pessoas que não entendem a moradia dos espíritos, por estarem encarnadas, e o contacto com a matéria os faz esquecer o plano que existe na dimensão do espirito. Os luminares que ditaram O Livro dos Espíritos, disseram que os espiritos povoam o espaço infinito, dando início a uma nova era de conhecimento sobre o mundo espiritual. No entanto, sendo o espiritismo uma filosofia religiosa e cientifica, elástica, adotando o progresso como necessidade para a paz de todas as criaturas, a sua revelação é continua. Os espíritos superiores sopram onde quer que seja, trazendo novos ensinamentos e desvendando novos segredos sobre aquilo que existe no mundo espiritual. É bom que se observe quantas notícias já chegaram à Terra depois da codificação da Dou­trina dos Espiritos, em uma sequência grandiosa, e esses ditados estão sendo supervisionados pelos luminares encarrregados de falar com os homens, pelos processos da mediunidade, fenómenos que, embora sejam de todos os tempos, evidenciam-se cada vez mais. Existem, portanto, no plano espiritual, cidades, colónias, edifí­cios e casas de todos os tipos, de conformidade com as necessida­des espirituais, destacando os motivos educacionais de todos os seres. E ainda existem outras coisas, que somente o tempo poderá revelar, obedecendo às necessidades dos esplitos que se reúnem, por sintonia, nesses lugares abençoados. Tudo que se faz nesses sítios de luz é por ordem da Divina Sabedoria, e usa-se a mesma matéria, de forma diferente da que se aplica na Terra, por ser ela rarefeita e obediente aos pensamentos, capazes de movimentá-la com toda a maestria, dando-lhe tonalidades que se desejar e cons­truindo as moradias que se lhe convierem. Existem igualmente jar­dins, lavouras etc. Também existem regiões no astral onde se con­gregam os animais fora da forma física, que também são utilizados como se usa na Terra, para que eles sintam a presença do espírito, e destes absorvam algo que lhes sirva para o próprio despertamen-to. No entanto, nem todos são usados nos trabalhos; depende do estágio de cada um e de cada espécie. Não se tenha dúvidas de que estamos mais próximos dos homens do que eles pensam. Trabalhamos e vivemos no seio da humanidade, contudo, temos a nossa moradia, onde a vida mani­festa mais vida e onde o amor se expressa com maior discerni­mento, desde quando despertemos para Cristo. Existem planos astrais inferiores, com as mesmas caracte­rísticas da Terra e muitos deles bem mais inferiores. Também ali se reúnem espiritos com seus iguais. Se queremos boas companhias, tornemo-nos bons; se buscamos luz, façamos claridades dentro de nós, se desejamos amor, esforcemo-nos para amar. Eis aí a chave da vida: a nossa felicidade depende de nós, porque Deus já fez a Sua parte a nosso favor. O mundo espiritual é a nossa moradia eterna; a física é transitória, como sendo estágio que buscamos para o nosso despertar.Deus separou um mundo do outro, para-o nosso bem, mas, nos dotou de dons capazes de atingir um e outro plano, no sentido de conhecermos, e a vida nos tornar cheia de esperança. Ninguém pode negar em sã consciência que existe outro mundo extra-físico. Hoje, até os chamados materialistas já confirmam a existência da anti-matéria, que não deixa de ser o prenúncio do anti-mundo, o mundo espiritual. Basta descobrir que o mundo material é pálida có­pia deste mundo da verdade, que todos deverão conhecer, ou reco­nhecer, sentindo assim a presença de Deus em toda parte e a força de Jesus Cristo no coração. OS DOIS MUNDOS Falamos dois mundos, um material e outro espiritual, mas na verdade, existem inúmeras esferas de vida no plano do espírito, de acordo com a evolução dos mesmos e, por vezes, umas interpe­netrando as outras. No mundo físico, existem igualmente muitos estágios de vida, sem que uns fiquem invisíveis aos outros, como ocorre no plano do espírito. Porém, no plano espiritual, os superiores podem observar os inferiores, mas estes não têm capacidade de vê-los, a não ser quando os luminares acham conveniente. Há alguns espiritualis­tas que perguntam: Por que existe o plano físico? O espírito não po­deria evoluir sem investir-se da matéria? Isso não nos compete res­ponder, mas podemos analisar desta maneira: sendo Deus a Inteli­gência Suprema, a Perfeição sem mescla, não iria fazer o mundo fí­sico sem necessidade. Logo que foi feito, necessitamos dele. Esta é a lógica. O mundo físico, ou seja, a Terra, está sendo sempre visitada por grandes personalidades espirituais em trabalhos que escapam aos sentidos humanos, em intenso movimento de amor. E a presen­ça deles incentivar-nos-á para a benevolência, no empuxo da grande fraternidade cósmica, onde fazem parte as entidades redimidas, on­de existe a pureza do amor. Não se deve perder tempo em pensar e dizer: "por que Deus fez isso ou aquilo"? O que Deus fez está certo e Ele ainda estabeleceu leis de modo a serem cumpridas. Não existe outro caminho oara se encontrar a felicidade. O mundo físico, na profundidade que devemos crer, é o mes­mo mundo dos espiritos, onde a matéria tomou outra dimensão, a dimensão divina. E a matéria não deixa de ser energia sublimada que se coagulou por bênção desse mesmo Deus Lembrando o assunto desta mensagem, o mundo material''' poderia deixar de existir sem que o mundo espiritual se perturbasse, se, repetimos, Deus o quisesse. No entanto, se Ele fez os dois pla­nos de vida onde habitamos, agradeçamos ao Senhor por tamanha dádiva, e procuremos compreendê-IO até onde suportamos. HÁ DIVISÕES NO ESPAÇO PARA OS ESPÍRITOS? Há inúmeras divisões no espaço para os espíritos, nas quais a vida que levam é de acordo com os seus estados espirituais. Em to­do lugar onde estagiamos há um traço da nossa própria elevação espiritual, a nos mostrar o que somos; no entanto, a misericórdia di­vina interfere em tudo, nos dando sempre um pouco a mais como bênção do Criador. No espaço infinito há mesmo divisões que se interpõem aos espiitos que ali se radicaram por necessidade, sem condições de vi­sitarem outras comunidades, porém essas, como que prisão, são transitórias; o tempo lhes dará meios, juntamente com o esforço próprio, de se libertarem, tendo o espaço como a sua própria casa, sendo cidadãos universais. Para os espiitos puros não existem bar­reiras e eles visitam todos os reinos como se fossem o seu próprio ninho familiar. Mas, para tanto, haveremos de vencer a nós mes­mos, iluminando a nossa consciência, aparando as nossas arestas e convertendo os nossos impulsos de ódio, ciúme, orgulho e egoísmo em amor, Àquele que Se transmuta em sol e faz livre os sentimen­tos, para que a caridade tenha trânsito desimpedido, com todas as suas nuances. Os espíritos povoam verdadeiramente o espaço infinito, reunindo-se por vezes, em sociedade, como convi­vem com os homens de maneira que muitos desconhecem. Eles estão ligados à Terra por compromissos assumidos de ajudar os en­carnados nas suas necessidades, e trabalham incessantemente, dando-lhes intuição das coisas correias da vida; entretanto, se fe­charem os ouvidos à transmissão de ideias nobres, abrir-se-á campo propício para a manifestação das trevas, que também têm como moradia a Terra, por ela ser o lar mais afeito às suas aspirações. A convivência com a Doutrina Espírita, em estudo permanente das suas consecutivas revelações, fornecerá os meios e dará mes­mo facilidades de se reconhecer quem são os espíritos mais ou me­nos livres e, pela viagem astral, poder-se-á constatar com mais vi­sibilidade outros reinos onde habitam espíritos. O tempo, sobre a direção da Divindade, conferirá essa oportunidade. A vida é como uma flor: vai desabrochando na sequência do próprio tempo. Os espíritos moram por toda parte e servem de agentes de Deus no engrandecimento de tudo. Podemos observar legiões de entidades no ar, nas águas, nas florestas, no reino animal e nas so­ciedades humanas, em trabalhos permanentes em nome d'Aquele que tudo criou por amor. Esperamos que o entendimento neste as­sunto não se faça esperar, e que o esforço de cada um, para me­lhorar, seja a esperança de todos para o encontro da felicidade, por­que tudo está pronto, esperando de nós o momento da decisão. Nas regiões superiores não se pergunta; há outro processo de aprendizado, por não existir ignorância, e quando se ou­ve a fala é a do Mestre, dentro da Sua espontaneidade, de maneira que os que ouvem assimilam o que corresponde as suas necessidades Há regiões no espaço em que habi­tam espíritos de formas grotescas, que tomam aparências de ver­dadeiros animais e vivem como tais. Os sentimentos lembram as formas, e eles passam a viver naquele reino por vezes com as ne­cessidades que convêm àquela classe. A reencamação é uma bênção para os espíritos inferiores, que eles próprios desconhecem. A carne é uma esponja absorvente das mazelas, quando isso acontece. A carne é um esconderijo, senão um conforto, para os prisioneiros da consciência. É justo que aben­çoemos o mundo físico, mormente quando passamos a conhecê-lo na profundidade dos seus objetivos. O corpo humano, para o esplito, é a bondade de Deus visível aos que não têm olhos para ver o que não se pode ver com os olhos da carne. 105 - Filosofia EspMta II 0089/LE VELOCIDADE DO ESPÍRITO Certamente que o espírito gasta algum tempo para percorrer distâncias, no entanto, essa velocidade tem variações infinitas, de acordo com a evolução da alma. Existem determinados espíritos tão materializados, que os seus meios de locomoção são os mesmos dos homens e, por vezes bem piores, bem como há entidades alta­mente evoluídas, que viajam grandes distâncias com a velocidade do pensamento. Não podemos determinar uma velocidade igual para to­dos os espíritos, pois que cada um se encontra em uma faixa evolu­tiva, considerando que a volitação depende de determinados proces­sos interiores, que cada alma sabe usar para seu proveito próprio e, certamente, em favor dos que carecem dos seus trabalhos espiri­tuais. Encontramos espíritos angélicos que escondem sua própria iluminação, para ajudar aos que se encontram nas sombras, sendo que seus poderes internos são os mesmos e podem, pelas forças adquiridas, conduzir muitas entidades, transportando-as das regiões inferiores para as casas de reajustamento espiritual. Em determina­dos casos, usam meios de locomoção primitiva, desde que achem conveniente tal meio. Igualmente existem aparelhos eletro-magnéticos, no mundo dos espíritos, que também são usados para esses trabalhos, sendo muito usados em assistência aos que sofrem e em transportes usuais. Se o espirito evoluído rasga os espaços e tem a velocidade do pensamento, podemos raciocinar como Deus está em toda parte permanentemente e como Jesus está presente onde alguém se reúne em nome d'Ele, em qualquer lugar da Terra. O espírito é uma chama divina, consciente, e o pensamento é seu atributo, cuja força pode levá-lo aonde quer que seja, desde que tenha condições para tais viagens. O universo é uma casa grande, mas nem todos os espiltos podem andar nos departamentos desta casa de Deus. Existem muitos limites, de acordo com a posição da alma na escala a que pertence. Há muitos espíritos que, ao desencamarem, não saem das casas onde viveram como encarnados; outros, ficam ligados aos despojos nos cemitérios, e outros, ainda, fi­cam perambulando pelas ruas e lugares que se afinizaram com os seus sentimentos. O ódio em demasia faz pesar o corpo espiritual; assim a inveja, o ciúme, a maledicência, o orgulho e o egoísmo, de modo que a volitação fica difícil para essas entidades, e os seus corpos ficam chumbados ao solo terreno. O pensamento é uma propriedade elástica do espírito e seus poderes ultrapassam as pálidas deduções dos homens. Dependendo de quem pensa, podem os pensamentos, emitidos em determinados lugares, trazerem de volta à mente as imagens e as impressões do ambiente que se deseja e deste modo ficar sabendo o que se passa. A força mental do espírito superior é como um verdadeiro milagre, sob o comando da sua vontade. O poder da mente do espírito puro é sem limites, porém, mesmo dotado de todas essas conquistas, res­peita, dentro da ordem do universo, os seus irmãos menores, que estão passando por certos aprendizados, sob o controle da dor. Todavia, há casos em que eles intervêm com a misericórdia de Deus, em nome da mesma lei de justiça, ajudando aos que sofrem, quando a condição do sofredor pede esse amparo, para que possa servir melhor, aproveitando oportunidade difícil de ser granjeada. Os recur­sos são diversos e Deus é Amor! CONSCIÊNCIA EM VIAGEM O melhor sinónimo que se encontra para espírito é luz. Esta chama de vida pode percorrer distâncias vertiginosas, sem perceber por onde passa, no entanto, se se dispõe a analisar os pormenores dos caminhos, tem capacidade para isso, desde que a sua evolução o permita. Tudo é possível, quando o espirito tem as condições de pureza espiritual, e é neste sentido que Jesus desceu à Terra, em nome de Deus, deixando o Evangelho como herança e esquema divi­no, para que pudéssemos conquistar as qualidades de ouro, que são os dons imperecíveis da alma. O espírito puro, quando deseja fazer viagens longas no seio do universo, entra em preparo espiritual. Desfaz-se dos invólucros mais grosseiros, aliando-se ao éter cósmico, onde poderá deslizar com uma velocidade que, em se comparando à luz, esta não passa de tartaruga. A mente humana não tem condições de analisar tal velo­cidade. Mas ele nunca faz tais viagens por distração: sempre a serviço do bem comum de todas as criaturas, ou em alto aprendizado espiritual. Se deseja observar as belezas universais, pode fazê-lo; senão, a sua mente poderosa o levará ao lugar idealizado, como se estivesse meditando, sem perceber a grande viagem. Os espíritos em viagens interplanetárias sempre as fazem em grupos afins. 0 mesmo se dá com os homens em viagens na Terra: gostam de fazê-las em companhia de colegas com eles afinizados. Não obstante, se na Terra há inúmeras dificuldades para grandes viagens, estas também existem no mundo espiritual, e com maiores problemas: não pode faltar harmonia no que tange à mente de cada ser. A desarmonia mental pode levá-los a ambientes dese­quilibrados, desviando-os das rotas desejadas. Em muitos casos, os benfeitores espirituais costumam levar os seus tutelados em certas viagens, quando estes atendem todas as normas dos seus guias es­pirituais. Isso sempre acontece, favorecendo ao aprendizado dos discípulos. Na verdade, são experiências deslumbrantes, sendo que todo esforço por parte do candidato para merecê-las ainda é muito pouco em relação às belezas do universo, que encantam e instruem,a nos mostrar o Criador palpitando em tudo que tocamos e presen­ciamos. Quantas civilizações existem em uma só galáxia? Muitas e muitas, com diferenciações enormes, a nos mostrar como Deus gosta das variedades: há mundos e mundos com cambiantes diver­sos e policromia exuberante. A forma humana não é uma só, como a que existe na Terra; também é variável. A beleza é o porte eleva­do'dos mundos superiores, sendo a simplicidade a tónica nas casas planetárias de escala superior. A Terra ainda está classificada entre os mundos inferiores, pelos sentimentos inferiores dos homens. O homem, em geral, é belicoso. As guerras são quistos encravados no planeta em que mora, no entanto, são reflexos dos pensamentos da própria humani­dade. O Cristo, podemos dizer, foi um sol que despontou nas som­bras do mundo, para libertar os homens de todas as calamidades, mas eles ainda não entenderam o Seu verdadeiro amor para com seus destinos. Ele deixou os recursos para banirmos o monstro das compreensões e fazermos desaparecer o ódio de todos os povos. o Evangelho, como facho de luz. E os homens ainda não entenderam o objetivo desse legado santo, com a força da santidade de Deus Aquele que viver os preceitos do Senhor, poderá viajar em todas as direçoes do universo sem, contudo, sair do corpo, gozando a felici­dade do seu fritimo.
  10. ola a todos ontem de manha me projetei e entrei em uma casa que eu não sei aonde fica e adentrei em ir na sala daquela residencia e para minha surpreza eu forçei a lucidez e percebi umas crianças no sofá daquela casa assistindo televisão.estava passando um programa infantil com uns bonequinhos de pano semelhante a vila sezamo com cenario e tudo mais e apareceu o nome do personagem na tela da televisao mas eu hoje esqueçi aquele nome.para manter mais a lucidez eu estiquei o braço e apontei para a tv para ver se eu interagia com aquele programas pois eu nao ouvia o som daquele aparelho.na maioria das vezes eu sempre acho no astral programas de tv interativos e acho isso muito interssante.depois eu quiz voltar pois senao eu iria ficar o dia todo no astral.bem é isso espero que tenha gostado abraços...
  11. de fato existe seres densos naquela dimensao assim como existe humanos densos nesta dimensao. pelo que sei lá habita uma humanidade denominada jinnas.por isso se chama tecnica de jinas.uma vez eu ouvi falar de uma mulher muito velha que era bruxa e aprendeu essa tecnica para fins maleficos.ela tipo entrava na 4 dimensao e aparecia no quarto dos rapazes com uma aparencia de uma bela moça só pra sugar energias sexuais. uma vez passei por isso,estava eu lá tentando me projetar e percebi uma mulher com um shortinho bem curtinho rebolando em cima de mim,não deu outra dei um soco na cara dela e ela caiu do lado esquerdo da cama e sumiu na dimensao desconheçida.de certa era alguma bruxa que sabe a tecnica mas de uma forma errada.
  12. prefiro sair com o corpo astral pois eu ja fui na 4 dimensão com o corpo fisico e não gostei pelo seguinte motivo... lá voçe respira uma especie de gaz toxico que da uma fraqueza terrivel no corpo fisico e sem falar nos seres que vem encher o saco se aproveitando da sua fraqueza fisica naquele mundo..eu não recomendo
  13. Ola a todos!!! hoje graças a DEUS me projetei novamente. Foi meio rapido mas achei interessante de postar pois aconteçeu comigo coisas estranhas nessa projeção. começei sonhando e estava dentro de uma especie de bar e na porta desse estabelecimento vi duas pessoas acocoradas fumando droga uma especie de cigarro de maconha cinza,coisa nojenta mesmo!!!Eu entao resolvi passar por ali no meio daqueles dois e fui muito educado com aqueles dois dizendo:Com licença!! estou passando por aqui!!!E um deles respondeu:AAAAAAAAAAAA!!!! sai daqui seu nariz de porco!!!E ficaram dando risada e eu fiquei chateado com aquela situaçao pois eu não tenho nariz de porco mas aquilo foi uma forma de insulto que me deixou muito triste. derrepente aquela tristeza virou lucidez total ai eu procurei um pedaço de pau dizendo :Quem manda nesse sonho sou eu!!!Quem manda nesse sonho sou eu!!! alguem nesse sonho me segurou e derrepente tudo ficou escuro e acordei em estado vibracional e sai do corpo e eu sentia um cheiro estranho,um misto de cheiro de serragem fresca com cheiro de moveis de couro e até o momento continuo sentindo um pouco desse cheiro astral. Quando eu estava naquele mundo vi uns quadros dos desenhos do doug funny e dos simpsons na parede,aquilo me encheu o saco e eu disse:nessa projeção quem manda sou eu!!! parece que a auto afirmação da uma lucidez brutal no mundo astral.Dito isto abriu um portal e os quadros foram sugados para um lugar que eu desconheço. Tambem percebi uma especie de luz surgindo no rosto e iluminando o quarto,bem é isso descupem qualquer coisa pois acho que ficou estenso esse relato e tive que omitir certos detalhes a respeito dos quadros que vi no astral ...abraços
  14. tenho um colega que fez uma exoprojecão e foi a um determindado planeta e ele percebeu que os seres daquele planeta eram de aparencia feminina asexuada e éram delicadas e emanavam uma doçura sem igual. na minha opnião o que ferra o ser humano é o sexo,deve ser por isso que a nossa vibração é tão densa..
  15. boa tarde maluko..pelo que vejo voçe é meio cetico sobre assuntos dos quais voçe nao domina e desconheçe. agora eu te pergunto ?com qual direito voçe chama uma comunidade seria de esquizofrenicos?voçe sabe oque é um esquizofrenico? a comunidade desse forum não tem culpa do teu fracasso espiritual por voçe nunca ter feito uma viagem astral.talvez esse teu ceticismo,essa cegueira em não querer ver a vida alem da tua carne te condenou a uma vida materialista baseada em principios cientificos. eu graças a DEUS saio do meu corpo pelo menos uma vez por mês e sei diferençiar o que é real e o que é sonho. talvez a sua ansiedade em fazer uma viagem astral seja tanta que ficou frustado e desistiu de tentar. que pena não é mesmo? abraços
  16. ola a todos!!nossa faz tempo que não posto nada aqui mas hoje fiz uma projeção que eu acho que vale a pena fazer o relato pois eu gosto muito de sair do corpo hoje de madrugada intentei sair do corpo e senti um ev e deixei rolar,pouco temp depois eu ja estava no astral e lembrei de ver meu sexo para saber se estava tudo no lugar mas oque eu percebi foi uma especie de trombinha no lugar do danado.Foi muito estranho isso, mas tudo bem.. deixei de lado qualquer preocupação pois eu estava no mundo astral feliz e contente. Aconteçeu algo curioso nessa experiençia pois quando eu batia na coluna do meu quarto no mundo astral alguem gritava:ai...!!depois eu bati mais umas tres vezes e outra vez alguem gritou:AI...!!AI...!!AI...!! quanto mais eu batia mais ais saia na sequençia das minhas batidas e eu achava engraçado isso. depois eu fui explorar a casa e vi o meu computador ligado rodando uma estranha programação que não me interessou muito pois eu estava a fim é de xeretar o mundo astral fui la no quarto dos meus pais e quando estava subindo a escada percebi entidades chatas no caminho enchendo o saco. quando eu estava no quarto dos meus pais percebi um ser sem rosto vestindo uma camisola,tentei me defender mas esse ser foi para traz de mim e me agarrou por traz e eu disse:me solta!!!!! mas aquela criatura não queria largar e percebendo a intensao daquele ser resolvi voltar para o corpo.bem é isso,meio confuso esse relato
  17. ola noooooooooossa que briga !! cara esses dias eu fui no umbral e esse depoimento é fichinha perto doque eu vi la naquele loca l foi assim.. eu entrei em direçao ao umbral seguindo um rio subterraneo e no caminho tinha cada rocha cada pedra gigante no caminho. No final daquele tunel de agua e rochas eu vi algo se iluminando e cheguei num lugar embaixo da terra que parecia a nossa superficie tinha até atmosfera, nuvens, plantas etc... Andando um pouco mais vi um buraço e alguem por telepatia me falou para sair dali mas eu de teimoso vi no buraco um turbilhao de fogo,algo horrivel mesmo. Eu tenho costume de scanear as coisas no astral e percebi um grande sapo gigantesco naquele buraco de boca aberta se apoiando dentro daquele posso. pude ate perceber o fogo dentro daquele sapo só esperando alguma vitima cair dentro daquelas entranhas foi horrivel ver aquilo e depois voltei pro fisico
  18. Ola a todos hoje de madrugada me projetei de uma forma bastante curiosa pois percebi que ao me projetar posso me transformar na forma que eu quiser e tendo essa liberdade de escolha me transformei em lobisomen pois me deu vontade de assustar uns umbralinos escondidos na casa. Fiquei igualzinho a esses lobisomens de filme e na mente eu lembrava de um uivo para completar o disfarçe . Soltei um super uivo e o caminho ficou livre por um tempo, nao apareceu um umbralino para encher o saco por alguns minutos e eu estava la todo contente explorando o mundo astral naquela forma e me sentia muito bem naquela forma pois isso me dava segurança mas derrepente senti uma coisa me atacando pelas costas como se fosse uma energia em forma de um grande lobo me fazendo voltar para o fisico.Bem... eu achei covardia desses umbralinos me tirarem dessa brincadeira pois eu estava gostando de ficar ali. quem sab hoje me projeto de novo
  19. ola a todos ,,ontem a noite tentei me projetar mas a unica coisa que consegui fazer foi absorver o espirito de um lobo e esta hoje dentro de mim tentando assumir o controle,percebi este tal espirito porque ele me transmitia tristeza e solidao e um instinto selvagem e eu não sei como descrever e aumentou o desejo de comer carne sendo que eu nao sou muito a favor de comer carne talvez seja a tal da kitsune, vou verificar isso
  20. bem eu ja tentei ver se tem alguma coisa embaixo quando me projeto e so vejo um ponto de luz no lugar nao sei porque mas é estranho isso mas no astral eu nao ligo so fico curioso em saber se ainda sou homem no astral
  21. ola a todos!!puxa vida faz muito tempo que eu nao escrevo nada aqui no forum viagemastral mas achei essa projeçao interessante.bem foi assim a tarde me deitei e senti um sono irresistivel e estava sentindo micros ev.. pouco tempo depois eu ja estava no astral e intentei andar na parede para testar as faculdades astrais.coloquei as maos na parede e estava gosmenta nao sei porque disso.parecia o tal do equetoplasma que falam por ai nas faculdades de parapisicologia.primeiro coloquei um pé na parede,depois o outro e eu ja estava andando facilmente sobre aquela superficie astral,foi legal me senti uma especie de largatixa andando na parede depois lembrei de ver o meu sexo porque eu ouvi dizer que no astral só fica a parte lisa igual a um manequin de loja,nao deu outra perdi a concentraçao e cai direto para o corpo fisico, mas valeu a experiençia
  22. ola tambem ja vi coisas estranhas no astraluma vez vi um grande olho de energia verde e radiante e atraz do olho tinha uma balança de metal suspensa no ar cheia de pezinhos,grandes de um lado,peguenos do outro,e de uma hora para a outra os pezinhos pequenos fizeram cair os pezinhos grandes indo ao chao tudo que estava na balança metalica eu quando vi aquilo num senti energia ruim era como se aquilo fosse uma proteçao talvez no seu caso seja algo pareçido
  23. hoje me projetei estranhamente fui levado para uma construçao muito alta com a finalidade de aprender algo novo,olhei para baixo e ja sabia o que fazer,tinha eu que andar no ar,mas eu nunca tinha feito isso nas minhas projeçoes,senti um vento de medo do qual estava me encomodando um pouco,mas derrepente senti uma coragem avassaladora, e fui em direçao ao final daquela passarela e consegui caminhar no ar,coisa que eu nunca tinha feito,a cada passo senti uma alegria tao grande que ate chorei de emoçao no astral,pois o objetivo nao era caminhar no ar mas vençer o medo daquele momento
  24. muito bom conseguiu amigo sair do quarto meus parabensssssssssss
  25. de fato mas devo lembrar que na terra existem humanos tao abominaveis para o mundo astralque parecem nao ter essencia divina,sao piores que monstros encarnados,espreitando suas vitimas,esses sim eu acho que sao almas mortas,capazes das maiores atrocidades fisicas que podem ser cometidas,desses se eu ver um desses no mundo astral nem chego perto deixo a justiça divina agir