• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

jack

B-Membros
  • Content Count

    41
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

About jack

  • Rank
    Advanced Member

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Olá Romulo, Bom eu nunca sai apenas com uma parte do meu corpo astral, sempre sair por inteiro. Mas para aqueles que sai apenas uma parte, não tem como haver dúvidas, pois se vc retira somente o seu braço, é como se o seu braço astral fosse o seu braço físico, vc pode movimentá-lo, apertar a mão, e a sua mão física vc tem uma sensação como se não existisse mais. Numa viagem astral você passa a existir no corpo astral, e não mais no físico, é essa a sensação. Como vc vai com o corpo físico urinar no banheiro, é a mesma coisa quando vc vai no corpo astral fazer alguma coisa, vc passa a existir lá, se sentir lá, e não mais no físico. É a mesma coisa quando vc retira só o seu braço, ou a perna, é algo tão diferente, que vc não tem dúvidas, sua perna ou o seu braço passa a existir lá, e não mais no físico. Me desculpe se não estou sendo muito claro, mas estou tentando te passar o que realmente é. Em relação ao relaxamento, eu nunca consegui provocar a saída, e tenho a mesma sensação que vc, que se eu ficar relaxando, fico a noite toda acordado e não durmo, pois tenho dificuldade de dormir de barriga para cima e de lado. Embora eu nunca consegui ter provocado, eu sei que o segredo é esse mesmo, tenta manter o teu corpo relaxado como se tivesse em estado de sono, mas com um restinho de consciência, nesse instante vc sente o EV e o seu espírito se separa do corpo. Talvez com mais treinos, mais vezes tentando, vc consiga melhorar isso. Espero ter ajudado. abs.
  2. Bellini hj eu tenho 27 anos, e tenho projeção astral desde os 12. Acho que nuns 6 primeiros anos ou talvez um pouco mais, minhas projeções eram de sair do corpo no próprio local onde eu estava dormindo. Depois disso passou uns 2 anos, eu tendo o EV e sendo levado para outro lugar. Depois voltou como era antes, não estou tendo mais assim. Não sei qual a razão, de ter esses viagens astrais tendo o EV e ser levado para outro local, mas como te disse, isso aconteceu comigo durante uns 2 anos, mas antes disso e depois disso minhas projeções são saindo do corpo no próprio local onde eu durmo. abs.
  3. Bermiz, eu entendo assim: Não existe saída do corpo físico no mundo físico. O mundo físico também faz parte do mundo astral. Quando se sai do corpo físico no mesmo plano do físico, onde se vê pessoas, objetos, a nossa casa, a nossa cama, não significa que não veremos também espíritos, objetos do astral, pois veremos ver tudo isso, inclusive qualquer outra coisa estranha. Quando se sai do corpo, no próprio quarto, geralmente se vê os objetos físicos e pessoas encarnadas, e tb os objetos que estão no astral e os seres desencarnados ou até mesmo encarnados que estão também saindo do corpo, seja consciente ou inconsciente. Nesse momento, a pessoa pode ter desenvoltura para poder visitar outros planos mais ou menos sutis do que o nosso, ou até mesmo outros planetas. A pessoa pode pensar e ir para outros planos (se tiver essa capacidade), ou mesmo ser levada para conhecer outros planos. Às vezes, no momento da saída do corpo a pessoa já é projetada (levada) para outros planos, que é muito difícil ao certo saber onde é. O que eu quero te dizer é que tanto a saída do corpo no próprio quarto e o nosso plano físico também fazem partes do plano astral, onde pode haver coisas estranhas do que geralmente a gente conhece e ver fisicamente. Não sei ao certo, mas imagino que possa haver milhares de planos, planetas habitados, e lugares que possam ser frequentados, e o nosso plano físico é apenas uma parte.
  4. Bellini durante uns dois anos eu estava tendo projeçõe astrais somente dessa maneira: no meio da noite tinha o EV e depois eu era sugado para outro lugar onde presenciava alguns acontecimentos. Eu sempre tive lucidez, e nem sabia que tinha essa possibilidade de não ter lucidez. Eu nunca consegui provocar a saída do corpo, mas sempre aconteceu comigo involuntariamente. Num determinado período, não sei a razão, só acontecia assim comigo, de ter o EV e depois ser levado, a sensação que eu sentia era realmente de ser sugado, para outro lugar. Acho que o seu caso é o mesmo. Eu nunca tive dúvida em virtude do EV (ser algo muito forte, inconfundível) e depois ser sugado para outro lugar, tudo bem consciente, então nunca tive dúvida de ser uma viagem astral. Acho que o seu caso é a mesma situação, e para onde a gente vai, nem sempre consegue entender o que se trata realmente. Às vezes é confuso.
  5. Alux eu tb estou muito cético em relação a essa possibilidade, mas os textos que eu li não vi nenhuma relação em fazer projeção astral e não ver o corpo na cama, e o Estado de Jinas. Essa discussão surgiu aqui. Muito pelo contrário, os textos mal falam em projeção astral. Se não me passou despercebido, tem um ponto importante que eu não vi nos textos, é como faz para voltar? na projeção astral basta pensar no corpo físico, e às vezes até sem querer volta, mas em Estado de Jinas como volta? rs.
  6. Eu não vou tentar pq gosto muito do meu corpo físico do jeito que está mesmo. Mas para aqueles que se projetam com muita frequência poderia tentar para acabar com nossa dúvida. Se isso for verdade, talvez a sensação que se tenha com o corpo físico do outro lado, seja o mesmo com o corpo astral, como o Vinicius disse, muito embora eu não conheça as explicações para não ver o corpo na cama, poderia quem sb até não ser isso? Acho que não deva ter qualquer perigo para a pessoa, como é na projeção astral.
  7. As tais "Chaves Jinas" não me parece algo absurdo. É muito parecido com a viagem astral comum, qdo tem que manter um estado entre o sono e a consciência para se projetar, muito embora acho difícil a pessoa ficar em pé em estado de sono, mas não dúvido que alguém consiga, salvo o sonambulismo. O problema do sonambulismo é que a pessoa não está consciente e por isso não dá os pulos. A possibilidade sim disso ser verdade é que me parece algo um pouco irreal. Se alguém tivesse a possibilidade de fazer isso será que já não teria saido na televisão nem uma reportagem qualquer? Será algo realmente tão secreto? Sobre viagem astral já está mais popularizado, e se o estado de jinas for verdade deve se tornar mais conhecido tb no futuro. Se isso for verdade, imagino que deve haver poucos praticantes. Eu não consigo fazer viagem astral provocada, sempre aconteceu involuntariamente, mas quem consegue poderia tentar pelo menos essa de chamar o corpo físico. Não tenho a menor noção de chakras, mestres jinas, aquelas palavras do ioga, etc, não sei se isso é verdade, mas para quem acredita, poderia tentar pronunciar aquelas palavras, tentar alguma daquelas chaves e postar aqui se ocorreu algo de estranho, de diferente. E não esqueçam de colocar um dinheiro no bolso, um cartão de crédito, pq se a pessoa aparecer na China como o colega disse, pra ver se consegue pegar um avião de volta, se não tiver problema pra explicar como apareceu lá sem o passaporte. rs.
  8. Mas ninguém está disposto a tentar? Acho que aquelas de dar o pulinho é bastante difícil se for possível, mas acho que tem outras formas que é menos complicado.
  9. Alux às vezes acho que entendi um pouco o que eu li, e às vezes não, por isso vou falar algo que até me está deixando agora confuso, mas parece que seria possível entrar nessa 4 dimensão com a pessoa acordada, ou pelo menos levar objetos para lá e fazer com que eles aparecessem em outros lugares com a pessoa acordada. Salvo engano, num desses textos que postei tem um caso sobre um cara que teletransportava ou dava nós em corda sem que as pessoas vissem, pois vemos de forma tridimensional e esses acontecimentos ocorriam na 4 dimensão. Acho que é mais ou menos por aí. Mas concordo com o Vinícius, não sei se isso é real ou pura ficção, mas se for real acho que é algo bem mais divino e com possibilidades maiores do que na VA.
  10. Pensando sobre como se chega ao Estado de Jinas não parece tão absurdo. Acho que o procedimento é igual o da projeção astral comum, chegando ao estado de sono mas mantendo a consciência, mas ao invés de procurar separar seu espírito do corpo, faz com o próprio corpo. Pelo menos a lógica não me parece tão absurda, mas o fato em si de fazer isso me parece muito estranho. Alguém do fórum que consiga se projetar com frequência, e que acha que consegue nesse estado inclusive ficar em pé ( o que eu acho bastante difícil, mas não impossível) para dar o tal pulinho, poderia tentar e nos falar o que acontece. rs. Eu quando tinha uns 18 anos acho, fui tb num centro de gnose para saber do que se tratava, qdo lá cheguei fiquei conversando com um velho. Ele falou como funcionava. Nesse meio termo vi alguns alunos ou sei lá como chama chegando, e percebei que as pessoas se tratavam (pelo menos achei isso) de gente meio fechadas, problemáticas, introvertidos, aquelas pessoas que se acham piores do que as outras e se afastam das outras sabe? meio magras demais, meio feias demais, e que em virtude disso se acham estranhas e se fecham nos seus mundos. Aí em virtude disso, eu nem apareci mais lá, pq vi que não fazia o meu tipo.
  11. Pensando sobre como se chega ao Estado de Jinas não parece tão absurdo. Acho que o procedimento é igual o da projeção astral comum, chegando ao estado de sono mas mantendo a consciência, mas ao invés de procurar separar seu espírito do corpo, faz com o próprio corpo. Pelo menos a lógica não me parece tão absurda, mas o fato em si de fazer isso me parece muito estranho. Alguém do fórum que consiga se projetar com frequência, e que acha que consegue nesse estado inclusive ficar em pé ( o que eu acho bastante difícil, mas não impossível) para dar o tal pulinho, poderia tentar e nos falar o que acontece. rs.
  12. Isso já aconteceu comigo uma vez, de sair do corpo e não ver o meu corpo na cama. Nunca tive problema de lucidez, mas já tive problema para enxergar as coisas, mas sei que o meu corpo não estava na cama. Eu não sei as explicações para isso. Mas de qualquer forma Vinicius, no Estado de Jinas não se consegue atravessar paredes e fazer tudo aquilo como se fosse com o espírito?
  13. Parece-me que para entrar em Estado de Jinas é algo como fazer projeção astral, só que em vez de tentar ingressar no plano astral com o espírito, faz-se com o corpo físico. Loucura´né? Depois de ler esse último artigo que postei, parece até que o que ocorreu com o relato do colega em outro tópico, de tentar se projetar e acordar com o corpo físico fora de casa, seja isso de 4 dimensão. Eu acredito que nem tudo está relacionado com o astral, sou um homem de ciência e de fé, e procuro separar as coisas, como nesse relato, pode ser muito bem sonambulismo, mas se fosse tb (presumindo que o relato é totalmente verdadeiro), a chave estaria do lado de fora ou no chão ou próximo a porta, não sei, e acho que não foi o caso, pelo menos não está na história.
  14. Achei algumas coisas num site, inclusive falando sobre umas tais chaves que faria a pessoa entrar em Estado de Jinas.´Vou colocá-las aqui e algum voluntário tente e se conseguir volte para dizer como foi. rs. Não me parece absurdo ter uma explicação científica (ao menos tenta) para o Estado de Jinas ou 4 dimensão. Acho que ciência e Deus se encontram, até porque todo conhecimento e tudo que existe vem dele, apenas a ciência que o homem conhece está muito atrasada pra compreender as leis de Deus. Fonte: O LIVRO AMARELO ou KUNDALINI YOGA Autor: Samael Aun Weor A quarta dimensão é hiperespacial. Os gnósticos têm sistemas especiais para colocar seu corpo físico dentro do Hiperespaço. Não importa que os ignorantes riam dos estados de Jinas. Quem ri do que desconhece está em vias de ser idiota. Realmente, só o idiota ri, e ri do que não conhece. Nós, os gnósticos, afirmamos que o espaço infinito interplanetário é curvo. Afirmamos que o infinito vive em incessante movimento. Afirmamos que existe uma série infinita de espaços giratórios de diferentes dimensões que se penetram e compenetram mutuamente sem se fundir. Afirmamos que todos esses espaços do infinito estrelado têm forma hiperelipsoidal. Afirmamos que com a força da mente o homem pode colocar seu corpo físico dentro de qualquer espaço giratório hiperelipsoidal. Afirmamos categoricamente que a Astrofísica revolucionária demonstrará ao mundo a existência do hiperespaço. Afirmamos que dentro de uma linha existem outras linhas hiperespaciais. Afirmamos que o Salvador do Mundo vive atualmente no hiperespaço, com o mesmo corpo que teve na terra santa. Afirmamos que todo Iniciado que recebe o Elixir da Longa Vida morre, mas não morre. Afirmamos que todos aqueles que recebem o Elixir da Longa Vida escapam com seu corpo físico ao terceiro dia, aproveitando a oportunidade que lhes oferece o hiperespaço. Eles conservam seu corpo físico durante milhões de anos. O imortal Babaji e sua irmã Mataji conservam seu corpo há milhões de anos e cumprirão uma grande missão com a humanidade das futuras sexta e sétima grandes raças. Afirmamos positivamente que todo aquele que trabalhar com o Arcano AZF pode pedir o Elixir da longa vida. Esses morrem, mas não morrem. Afirmamos que todo ser humano pode pôr seu corpo físico em estado de Jinas no instante em que quiser, se verdadeiramente tiver fé na Divina Mãe. Todo sábio da Arte elemental pode dar o grande salto. Os Mestres da ciência Jinas podem evadir-se da Terra para viver em outros planetas com o corpo físico que têm aqui. Eles podem levar esse corpo de carne e osso para outro planeta. Esse é o grande salto. Alguns homens da ciência Jinas já deram o grande salto. Com o Pranayama consegue-se o poder que permite colocar o corpo físico em estado de Jinas. Existem muitas chaves para pôr o corpo físico em estado de Jinas. É indispensável praticar o Pranayama, antes de usar essas chaves. É interessante que as testemunhas Ida e Pingala tenham, em última síntese, suas raízes nos testículos direito e esquerdo do homem e nos ovários da mulher. Por esse par de canais nervosos sobem os átomos solares e lunares do sistema seminal, até o cálice (o cérebro). As duas fossas nasais e os órgãos sexuais acham-se ligados por meio das duas testemunhas. Isto nos convida a refletir. Realmente, o Pranayama é, entre outras coisas, um sistema de transmutação sexual para solteiros. Todo Gnóstico deve começar suas práticas Jinas depois de ter-se preparado intensamente com o Pranayama. Os grandes mestres da Yoga flutuam no ar quando estão praticando Pranayama. Só pode flutuar no ar o corpo que se liberta da gravidade. Só pode escapar desse lei o corpo que penetra no hiperespaço. Com a força mental conscientemente manejada podemos pôr o corpo físico dentro do hiperespaço. A ciência Jinas é questão de vibração. Por cima e por baixo dos limites de percepção objetiva existem mundos colocados em outras dimensões. Com a força do pensamento podemos, mediante certas chaves da ciência Jinas que em seguida daremos, acelerar a freqüência oscilatória e a vibração normal do corpo físico. Então, penetramos com o corpo dentro do hiperespaço. Quando os cientistas conseguirem o controle absoluto do movimento atômico, poderão pôr qualquer corpo dentro do hiperespaço. Os devotos da religião Jinas, antes das suas práticas com o Pranayama, devem orar à Divina Mãe suplicando-lhe que lhes dê o poder de pôr o corpo físico em estado de Jinas. Deve-se praticar muitíssimo Pranayama para conquistar os poderes de Jinas. O estudante deve escolher cuidadosamente a chave que mais lhe agradar para a prática da ciência Jinas. É necessário que o estudante compreenda que a religião Jinas exige castidade absoluta e suprema santidade. Recorde, bem amado discípulo, que os poderes divinos da ciência Jinas são muito sagrados. Esses poderes só podem ser utilizados para curar enfermos à distância, para entrar nos Templos da Loja Branca, para estudar as maravilhas da criação no seio da Natureza. Todo aquele que intentar fazer uso egoísta dos poderes Jinas, converter-se-á em um horrível Demônio, e rodará inevitavelmente ao abismo. Lei é lei. O Karma castiga os abusadores. O devoto deve escolher a chave Jinas que mais lhe agradar, deve praticar com ela diariamente, intensamente, até obter a vitória. Esta ciência não é para os fracos nem para as pessoas versáteis, volúveis, inconstantes. Esta ciência é para gente que tenha tanta paciência como a do santo Jó. Esta ciência é para gente tenaz, incansável, valorosa, firme como aço. Esta ciência não é para pessoas céticas; essas pessoas não servem para a ciência Jinas. Essa ciência não se pode exibir nunca; a Loja Branca o proíbe. A ciência dos Jinas não é questão de prestidigitação, ilusionismo, ou coisa que o valha. Esta ciência é terrivelmente divina e só se pratica em segredo. Quando o autor deste livro quis fazer demonstração pública da ciência Jinas, interveio instantaneamente o Mestre Moria, dizendo: "Faz dez anos que estamos te ajudando e agora queres exibir teus poderes? Os poderes são muito sagrados. Os poderes não devem ser exibidos em público". Desde então, compreendemos que a ciência Jinas é secreta. Muitos quiseram demonstrações. Nós, os irmãos do Templo, não somos cobaias de laboratório. Real é aquilo que uma pessoa experimenta por si própria. Ninguém pode experimentar na pele alheia. Nós damos as chaves para que cada qual experimente na sua própria pele. Às pessoas que estão cheias de dúvidas, aos céticos, aconselhamos que não se metam nestes estudos, pois podem ficar loucos. O batalhar de tremendas antíteses pode alterar o cérebro dos céticos e levá-los ao manicômio. A ciência Jinas é para as pessoas que tenham uma fé inquebrantável como o aço. Isto não é para pessoas cheias de dúvidas. Vamos, em seguida, às chaves Jinas para as pessoas de fé: PRIMEIRA CHAVE Deite-se o devoto do lado esquerdo. Apóie a cabeça sobre a palma da mão esquerda. Adormeça o devoto e vigie o seu próprio sono, converta-se em um vigilante do seu próprio sono. Quando o devoto começar a ter as visões próprias do sonho, levante-se muito devagar da sua cama, mas conservando o sono, como um precioso tesouro. Antes de sair da sua casa, deve dar um saltinho com a intenção de ficar flutuando no ambiente circundante. Se, ao dar o saltinho, o devoto flutuar no ambiente, é porque seu corpo físico entrou em estado de Jinas. Se não flutuar, é porque não está em estado de Jinas. Quando o devoto se encontrar em estado de Jinas, pode sair de sua casa com toda confiança e sem nenhum temor. Em estado de Jinas pode viajar aos lugares mais remotos da Terra em poucos instantes. Se o devoto fracassar no experimento, se não conseguir no primeiro momento o estado de Jinas, não deverá desanimar; volte à sua cama e repita o experimento tantas vezes quantas horas e minutos tiver a noite. Alguns alcançam o triunfo imediatamente; são os afortunados que praticaram a ciência Jinas em reencarnações antigas. Outros nunca praticaram essa ciência e têm que começar por lograr esse poder praticando o Pranayama e exercitando-se durante vários anos, até conseguir os poderes Jinas. Realmente, esta chave consiste numa modificação do sonambulismo, num sonambulismo voluntário, provocado. Durante o sono funcionam tremendas energias subconscientes que o devoto deve aproveitar como alavanca para fazer seu corpo entrar dentro do hiperespaço. SEGUNDA CHAVE JINAS Existe uma amêndoa muito comum, chamada vulgarmente Olho de Veado. Essa amêndoa possui maravilhosos poderes Jinas. O devoto deve adormecer tendo na sua mão essa amêndoa. Coloque-se na mesma postura da chave anterior, porém conservando na sua mão direita a maravilhosa amêndoa. É preciso lembrar que essa amêndoa tem um Gênio Elemental maravilhoso que pode ajudar o devoto a pôr seu corpo em estado de Jinas. Durante essa prática, o devoto deve adormecer pronunciando o mantra INVIA. Então comparecerá um gênio elemental que o ajudará a pôr o corpo em estado de Jinas. O devoto deve levantar-se de sua cama conservando o sono como ouro puro. Antes de sair da casa, deve dar um saltinho com a intenção de flutuar no ambiente. Se o devoto flutuar, pode sair da sua casa em estado de Jinas. Se não flutuar, deve repetir o experimento horas, meses ou anos até alcançar a vitória. TERCEIRA CHAVE JINAS Existe um Mestre cujo nome é Oguara. Este Mestre Jinas ajuda realmente a todos aqueles que o chamam em nome de Cristo. O devoto deitar-se-á na mesma posição anterior, mas chamando o Jinas Oguara em nome do Cristo, dizendo: "Em nome do Cristo, pela Majestade do Cristo, pelo poder do Cristo, eu te chamo, Oguara. Põe o meu corpo em estado de Jinas". Repita esta invocação muitíssimas vezes até entrar em sono, levante-se depois da cama conservando o sono como ouro puro. Dê um saltinho com a intenção de flutuar no espaço. Se flutuar é porque já está em estado de Jinas. Se não flutuar, ponha-se na cama e repita o experimento. QUARTA CHAVE JINAS Sente-se o devoto diante de uma mesa. Posição de braços cruzados sobre a mesa. Adormeça o devoto com a cabeça apoiada sobre seus braços cruzados. O devoto deve invocar os Mestres Jinas para que o ajudem nestas práticas. Pode chamar Babaji (o Cristo Yogue da Índia), ou sua irmã Mataji. Pode invocar-se Harpócrates ou São Pedro, etc. Quando o estudante já estiver quase dormindo, levanta-se da cadeira, sem fazer raciocínios de nenhuma espécie, automaticamente, instintivamente, e conservando o sono como ouro puro. Então deve dar um salto, o maior possível, com a intenção de flutuar no espaço. O devoto deve marcar no chão com um lápis o lugar exato até onde chegou o salto. O estudante deve repetir diariamente o experimento, incansavelmente, pacientemente, traçando sempre um risco no chão com um lápis, para marcar o comprimento de cada salto. Este sistema é maravilhoso porque o estudante vai apreciando seus graus de progresso na ciência Jinas. Pode ser que seu salto hoje tenha sido de um centímetro; depois de amanhã outro centímetro, etc. Assim, o estudante vai medindo com exatidão seu progresso Jinas. E notará enfim, com assombro, num belo dia, que deu um salto demasiado comprido, um estranho salto, que nenhum atleta pode dar. Estas marcas indicar-lhe-ão claramente seu progresso na ciência Jinas. Depois de semelhante e estranho salto, já poderá o devoto ficar flutuando no hiperespaço, pois alcançou a vitória. Esta chave é formidável. O importante no ocultismo é a prática. As pessoas estão cansadas de teorias; agora é necessário o ocultismo prático. Os teóricos não fazem nem deixam fazer. O estudante não deve perder o tempo teorizando. É melhor praticar calado. Guardar em segredo os triunfos. Deve-se guardar muito silêncio porque esta ciência é secreta. É melhor calar, pois assim evitamos as zombarias dos teóricos inúteis, que não fazem e nem deixam fazer, são verdadeiros parasitas sociais. QUINTA CHAVE JINAS No instante preciso de despertar do sono normal, o estudante pode saltar da sua cama instantaneamente, sem análise consciente nem subconsciente; sem o processo de escolha conceitual, de forma instintiva, extasiado pela sabedoria e cheio de uma fé tão forte como o aço de uma espada muito bem temperada e pronta para a batalha. Antes de sair de casa, deve então saltar e, se flutuar no ambiente, é porque seu corpo já entrou em estado de Jinas. Então, o estudante pode dirigir-se para onde quiser com seu corpo físico em estado de Jinas. Se não flutuar, deve repetir o experimento. Com paciência vai-se muito longe nestes estudos. SEXTA CHAVE JINAS Os Cavaleiros Tigres do México Asteca punham seu corpo físico em estado de Jinas com a ajuda da força mental do Tigre. Alguns códices mexicanos nos mostram os Cavaleiros Tigres dirigindo-se ao templo com figura de tigre. Diz-se que quando chegavam ao templo tomavam novamente a forma humana. No antigo México, o templo dos tigres era muito sagrado. A força elemental do tigre permite pôr o corpo em estado de Jinas. O estudante pode deitar-se sobre uma pele de tigre. Adormeça invocando os Devas que reinam sobre os tigres, suplicando-lhes que o ajudem com a força do tigre. Os devotos astecas da sagrada ordem dos tigres, identificavam-se com os tigres, adormeciam, e depois, conservando o sono como ouro puro, levantavam-se de seus leitos andando em quatro patas como o tigre. Então diziam, cheios de fé: "Nós nos pertencemos". Assim, com o corpo em Jinas e com a figura de tigre, chegavam os Cavaleiros Tigres ao templo. Os códices mexicanos nos dizem que ali tomavam novamente a figura humana. Os yogues do Índia sentam-se para meditar sobre uma pele de tigre. Os astecas contam que a primeira raça humana foi devorada pelos tigres (símbolo da força divina). Os Maias do Yucatán bendizem fazendo um triângulo dizendo: "Que sóis de entusiasmo vos iluminem o caminho. Que a Xhcoc cante à vossa passagem. Que as forças do tigre vos acompanhem. Que os lampejos de sabedoria iluminem vosso intelecto. Que o Pir rumoroso dê sombra a vosso descanso. Que as rãs de esmeralda assinalem os caminhos, coaxando sem descanso. Que ela, a Natureza, seja pródiga convosco. Que a força universal vos bendiga e dirija". O yogue ocidental, deitado sobre a pele de tigre e com o corpo seminu, deve fazer a prática esotérica dos Cavaleiros Tigres. Assim poderá entrar em estado de Jinas. SÉTIMA CHAVE JINAS Aqueles que sabem sair em corpo astral, podem invocar seu corpo de longe. A primeira coisa que o gnóstico que vai trabalhar com esta chave faz é sair em corpo astral. Quando já se encontra longe do seu corpo, pode chamar qualquer dos Mestres Jinas e suplicar-lhe que lhe traga seu corpo. Podem ser invocados Harpócrates, Babaji, Mataji, São Pedro, Oguara, etc. Roga-se pelo Cristo, pede-se pelo Cristo, suplica-se pelo poder do Cristo. Então os gênios Jinas tiram o corpo da cama e trazem-no ao devoto que o pede. Antes que o corpo chegue, o devoto vê primeiro umas bolas que se aproximam. A última bola é de cor vermelha. Depois dessa bola, vem o corpo em estado de Jinas. Quando já o corpo for se aproximando, o estudante sente então que os ombros vão ficando pesados. É tremenda a emoção que se sente quando o corpo vem diante de nós. O mais curioso, o mais assombroso, é quando descobrimos que o corpo físico também tem consciência, e responde ao que lhe perguntarmos. Os devotos devem dominar nesses instantes toda emoção e controlar a mente para não fracassar no experimento. Se o devoto deixar-se levar pela emoção, então, instantaneamente, ambos, corpo e devoto, regressam à cama, e fracassa o experimento. TRABALHO DE MESA Chama-se em ocultismo Trabalho de Mesa o instante em que o corpo assim invocado de longe deve inevitavelmente entrar dentro do corpo sideral do devoto. Esta operação é difícil porque o corpo deve aprender, e a alma deve dominar a emoção e saber ordenar. O corpo deve entrar dentro da alma pelo chacra coronário ou lótus de mil pétalas, situado na parte superior da cabeça sideral. O devoto deve dar ordem ao corpo, e o corpo obedece, e se não obedece bem é porque não sabe; então deve o devoto ensiná-lo. Deve-se ordenar ao corpo que salte sobre a cabeça sideral do corpo astral e que penetre dentro do devoto por esta porta. O resultado é maravilhoso. O corpo obedece e entra dentro do devoto (no plano astral, não é o devoto quem deve entrar dentro do corpo. No plano astral as coisas são diferentes. Ali é o corpo que tem que entrar dentro do devoto). É assim como os devotos ficam com seu corpo dentro do plano astral. O sistema Jinas desta sétima chave é para gente já muito prática no uso e manejo do corpo astral. Com o corpo em estado de Jinas podemos visitar os Templos da Grande Loja Branca e receber ensinamentos diretos dos grandes Mestres que iniciaram a aurora da criação. Isto é o que se chama ocultismo prático, isso é o que se necessita agora com urgência. Os estudantes das diferentes escolas de ocultismo já se cansaram, e com justa razão, de tanta teoria. Infelizmente, a maior parte dos estudantes quer conseguir poderes gratuitamente, sem esforço, sem sacrifício, com toda sorte de comodidade, rapidamente, em poucos dias, como soprar e fazer bolhas. Nós devemos advertir que tudo custa na vida, nada se consegue de presente. Quem pretender estes poderes Jinas deve ter a paciência do Santo Jó, o valor do tigre, a tenacidade do touro e sede inesgotável de verdadeira sabedoria divina. Esta ciência não é para gente inconstante. Os inconstantes deveriam renunciar a estes estudos. Esta ciência não serve para gente curiosa. Com as leis cósmicas não se pode brincar impunemente, sem se queimar. Lei é lei, e o sagrado deve ser respeitado. SUBSTÂNCIAS JINAS Existem muitas substâncias que ajudam na ciência Jinas. O estudante de ocultismo deve conhecer essas substâncias e manejá-las. A ciência Jinas é terrivelmente divina. O Ovo Órfico, o Ovo de Ouro de Brahma, o Ovo Egípcio, etc., simbolizam claramente a matéria-prima da Grande Obra. Da matéria-prima saem universos, plantas, animais, homens e deuses. O ovo está cheio de grandes poderes ocultos. O ovo de galinha é utilizado para os estados Jinas. FÓRMULA Esquente ligeiramente um ovo na água. Faça um orifício na parte pontiaguda. Extraia a clara e a gema. Deve-se extrair clara e gema pelo orifício praticado no ovo. Reduza-se a pó a casca do ovo. Este pó é utilizado pelos yogues para a ciência Jinas. Antes de fazer as práticas Jinas, todas as noites, o devoto deve passar esse pó no peito e debaixo dos braços, na região pilosa das axilas. Depois, abrigue-se bem o estudante e comece suas práticas Jinas. Nesses pós encontram-se os grandes poderes da ciência Jinas. Esses pós são maravilhosos. SANTIDADE O estudante que se encontra estudando e praticando a ciência Jinas deve inevitavelmente acabar com três pecados: Ira, Cobiça e Luxúria. Só assim é possível evitar o ataque dos tenebrosos. Se o estudante não se corrige destes defeitos, tampouco conseguirá um progresso realmente positivo, no sentido completo desta palavra. VESTUÁRIO Os homens que se dedicam à ciência Jinas devem usar para suas práticas unicamente um calção de banho de cor amarela. Isso é tudo. O corpo nu é melhor para as práticas Jinas, porque os chacras giram livremente sem o estorvo da roupa. MULHERES As mulheres que praticam com a ciência Jinas devem usar para suas práticas uma túnica muito comprida e larga, o mais ampla possível. A túnica deve ser muito bonita, imitando as túnicas das Samaritanas. A mulher que se dedica à ciência Jinas não deve cortar o cabelo. O cabelo é realmente o símbolo do pudor e da castidade na mulher. Nos tempos antigos cortava-se o cabelo das mulheres adúlteras. Esse era o seu castigo. A mulher que pratica com a ciência Jinas não deve usar, para suas práticas, como os homens, roupa de banho, porque isso é imoral na mulher. As Hierarquias Divinas exigem modéstia, pudor, castidade. ADVERTÊNCIA Essas túnicas amarelas das práticas Jinas não são para assistir aos Rituais Gnósticos. São unicamente para a ciência Jinas. A túnica amarela para a ciência Jinas deve ser usada diretamente sobre a pele do corpo. Sob a ampla túnica não deve ser usada nenhuma outra peça de vestir.
  15. Olhem só o que eu achei: Nos próximos anos, a canalização vai se tornar uma parte comum da vida cotidiana. Vai deixar de ser algo pouco usual, diferente e meio estranho ou uma dádiva para uns poucos, pois todos os que atingiram o nível de freqüência da quarta dimensão (mundo espiritual) serão capazes de ter acesso e de se comunicar com o seu Eu Superior (Alma), guias, auxiliares angélicos e até mesmo com os mestres ascensionados". Revista Amaluz - Mensagem Canalizada por Ronna Herman do Arcanjo Miguel em 19/12/97. Não li nada afirmando isso, fazendo uma pessoas enxergam espíritos seria então o caso de elas estarem de certa forma com o corpo físico tendo contado com esta 4 dimensão (ou plano espiritual), mas ingressar com objetos ou o próprio corpo físico nessa 4 dimensão, fazendo desaparece-los, será possível? Lembro de qdo tinha uns 7 ou 8 anos, e foi logo após uns 2 ou 3 meses de meu tio morrer, eu vi 3 pessoas entrando no meu quarto, não dava para identificar o rosto deles, quando isso ocorreu entrei em catalepsia projetiva, e não conseguia me mexer ou falar, as 3 chegam próximas a mim, e a do meio me deu a mão para apertar, e eu apertei, as 3 pessoas continuaram andando e atravessaram a parede e sumiram. Sempre tive a impressão de que essa pessoa do meio que me deu a mão para apertar foi o meu tio que morreu. E sempre me pareceu que eu apertei com a minha mão física a mão desse espírito, até porque nessa época eu não tinha experiência projetiva, apenas de ver espíritos. Será isso possível? Com o corpo físico encostar em espíritos? Já ouvi falar de materialização de espíritos que alguns médiuns tem essa capacidade, mas será que isso é somente por meio de alguém vivo, ou eles mesmos podem fazer isso sem um auxílio de um médium? Ou talvez foi o meu braço espiritual que deu a mão para apertar e nem percebi, ou será que isso é entrando com o corpo físico na 4 dimensão? ou será que não tem nada a ver o q estou falando? rs.