• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

ricardo321

B-Membros
  • Content Count

    22
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    3

ricardo321 last won the day on April 13 2018

ricardo321 had the most liked content!

Community Reputation

8 Neutral

About ricardo321

  • Rank
    Member

Recent Profile Visitors

419 profile views
  1. Bom, tudo começa em um sonho, acredito eu. Estamos dentro de uma casa grande, eu e mais algumas pessoas, conversando. Do nada começamos a questionar a realidade. Então eu proponho sairmos da casa,porque quero provar para eles que a "realidade" não é apenas ali dentro....lapso... Logo depois já estamos na beira de um córrego, em meio a uma floresta. Se não me engano era eu e mais umas sete pessoas... Acontece mais uma vez de eu quase ficar lúcido e digo a eles: -Vou voltar agora.Preciso que me digam o nome de vocês,para que eu os encontre lá ( nem sei como faria isso rs). Varios falaram ao mesmo tempo,fiquei confuso. Então só perguntei outra vez o nome de um rapaz q estava mais perto. Eu entendi algo como "sabio campos". Ele me deu um papel e eu li , com muita dificuldade " cabio campos". Tive a sensação de estar subindo, e voltei repitindo o nome várias vezes... Acordei em uma cama e continuei a repetir em voz baixa(ainda sonhando)...mas a sensação de sono e torpor estava muito forte. Fiz um esforço "monstruoso" para não dormir, fiquei balançando a cabeça várias vezes e consegui acordar no físico... Com esse nome(?)ainda em mente, liguei o celular e fiz uma busca rápida no face procurando por "Çabio" rsrs.Nada.Digitei "Sabio Campos" e , e...apareceu um resultado ... pena q o perfil não tem fotos, nem um tipo de informação, para comprovar alguma coisa... Apesar da frustração foi interessante tentar abrir a lucidez por alguns instantes, quase rendeu rsrsrs.
  2. Olá pessoal, tudo bem com vocês? Então, tenho uma dúvida. Quando estou fazendo algum exercício de relaxamento, sinto algumas alfinetadas/picada, bem de leve, em várias partes do corpo. Não dói, mas isso me obriga a coçar. Tira minha concentração rsrs. Não tenho a minima ideia do que pode ser. Uma simples alergia, ou algo relacionado ao corpo energético... Alguém já sentiu isso?
  3. Interessante, eu não tinha pensado nesses detalhes. Pode ser isso sim, no caso do alvo mental. Projeto Stargate? Interessante, vou pesquisar sobre o tema.
  4. Boa noite pessoal, Já faz um tempo que não venho ao fórum, estava deitado agora a pouco e relembrando algumas experiências. "Algo" me sugeriu que voltasse aqui... Tenho uma dúvida e vou tentar ser mais breve possível. Ha algum tempo atrás estava no momento da saída para o astral, então resolvi visitar uma pessoa, Lembro q estava tudo escuro Então um ambiente foi se " construindo" ao meu redor, logo me vejo em uma sala...então um ser me ataca e eu perco a consciência.... A minha dúvida é essa : Será q realmente eu fui até o local, ou será que esse ambiente foi criado por outra inteligência? Ou ainda seria a tal clarividência viajora? Alguém já passou por algo parecido?
  5. Então, tudo aconteceu na noite da última segunda feira, eu estava de folga e resolvi deitar. Era por volta de 21:30 Lembro que deitei e fiquei escutando e fazendo a tec. Compacta, do Saulo. O sono pesou demais e acabei desistindo no meio do áudio. Em meio a tantos devaneios e onirismo, logo ganhei um pouco de consciência e percebi que ainda estava deitado, quando me dei conta a casa era totalmente diferente da física. Era um casarão estilo antigo, paredes pareciam velhas... Ai eu questionei:- estou sonhando ou projetado? Mesmo assim eu não quis perde a experiência e sai para fora...notei uma noite clara, mas tinha muita neblina, então fui voar, pois não me senti bem ali. Ai eu peguei impulso, mas a velocidade foi tanta q eu perdi a consciência. Tudo ficou rodando, imagens de uma cidade vista de cima a noite, vozes, frases sem sentido. Ganhei consciência novamente na cama, resolvi levantar , encontrei minha mãe e meu irmão na cozinha, mas senti algo errado, não sei exatamente, mas foi um falso despertar, porque logo estava na cama e estava paralisado. Tentei mexer algum membro e consegui, sentia meus braços e pernas, mas ao mesmo tempo via meu corpo parado. Ai escuto uma voz:- você está nessa situação porque vc está projetado apenas do pescoço pra baixo. OK então. Ai eu consigo levantar e vou até a cozinha novamente, e encontro tbm minhã mãe e meu irmão...pego o celular dela q estava no chão, e marca 4:25...lembro q eu contei do meu sonho maluco, então minha mãe diz uma frase sem sentido. Por causa dessa frase percebi que ainda era uma falso despertar, e acordo( agora sim rsrs) , estão todos ainda a dormir, e eu vejo no relógio:- ainda são 23:35... Essa experiência foi no mínimo interessante, a nitidez com que eu via era grande, pena q o meu senso crítico estava baixo, não sei se em algum momento eu mudei de freqüência, ou se foram apenas uma sequência de saída e volta... Minha intuição diz q eu mudei de faixa, quando eu perdi a consciência a primeira vez, mas não tenho nenhuma base pra afirmar isso... Abraços pessoal.
  6. Então, obrigado Luiza. Também esqueci de mencionar que a maioria das experiências foram curtas, tipo, eu sentia o e.v., saia pro astral, mas logo voltava, ou sentia um peso enorme ou ficava meio atordoado. Lembro que foi uma semana assim, era só deitar que a projeção acontecia, mas meu problema agora não é mais me projetar rsrs, é me manter lúcido já projetado ....
  7. Olà pessoal, há muito que não visitava o fórum. Hoje quero compartilhar o resultado dos meus estudos sobre projeção. Então, comecei a estudar sobre o assunto porque tinha catalepsia com frequência, isso uns cinco anos atras, mas somente no ano passado comecei a praticar. Então, aqui estão sensações que experimentei, as poucos: Estado vibracional, balonamento, encontro com desencarnados, telepatia, objetos duplicados, leveza, atravessar paredes, sensação da separação com o fisico, projeção as cegas, sensação de peso, medo quando se via em outra dimensão, e também vi algo parecido com uma névoa durante um treino de clarividência. Lembrando que comecei apenas por curiosidade, pelo que lembro nunca tive experiencias na infancia, adolescencia etc. Considero oque aprendi apenas como amostras patrocinadas por mentores provavelmente, mas ja valeu a pena, e não afirmo que seja efeito placebo, pois a maioria dos sintomas eu tive, e depois comprovei lendo relatos e alguns Faqs do Saulo. No momento estou passando por um "recesso projetivo", espero aprender ainda mais... Tenho uma forte intuiçao de que esse recesso esteja no fim ;).....
  8. ah sim... consegui entender onde uma coisa se relaciona com outra, valeu pessoal, vou estudar ambos assuntos, mas de agora em diante com mais profundidade....obrigado
  9. Bom, dia a todos. estou aqui novamente para compartilhar uma dúvida, hehehe. Então, desde que comecei a estudar a projeção, apenas uso a tec. compacta 3 do Saulo, que para mim já foi suficiente. Também pratiquei as principais dicas do "the phase" de Michel Raduga .... Mas em relação a clarividencia por exemplo, eu preciso de outras tecnicas ou desenvolve-se em paralelo e de forma "automatica" com a projeção?
  10. Ola pessoal, tenho um misto de duvida e relato aqui. Então, desde que comecei a estudar sobre projeção astral, eu me conveci de que é mesmo possivel, ja que eu não sou daquelas pessoas que tem dons espirituais desde a infancia etc... O pouco desenvolvimento que tenho eu adqui treinando quando tenho tempo livre e comecei por curiosidade mesmo. Mas oque me deixa intrigado é que sempre que saio em projeção o ambiente em que eu estou tem uma especie de "limite". Por exemplo, eu olho na rua e quando minha visão chega a certa distancia tudo se transforma num "borrão", não existe linha do horizonte hehehehe, todas as vezes aconteceu isso....
  11. Ola Maiza, muito interessante o seu relato, notei que temos alguns pontos em comum; o primeiro é o medo, pois as vezes quando me distancio do corpo, vou sentindo um medo horrível, rsrsr, mas acho q isso se resolvera apenas com treino e experiencia mesmo. O segundo é que já fui enganado por alguém se passando pela minha mãe, hehe, simplesmente cheguei para dar-lhe um abraço e o sujeito me agarrou e eu senti como se estivesse sendo sugado. E a terceira é que nem sempre as experiencias acontecem quando eu treino, apesar de eu perceber que quanto mais eu treino, mas rápido acontece. Por exemplo, antes eu treinava uma semana para ter algo razoavel. Agora quando eu faço alguma tecnica, demora +- dois dias para as experiencias começarem acontecer. Pena que eu ando com mil problemas ultimamente, mas faz parte da caminhada......boa sorte ai..
  12. boa noite, aqui desejo compartilhar minha humilde opinião. Até hoje eu me lembro de ter convivido com tres pessoas-problemas, como disse nosso amigo, não é tarefa nada fácil, no momento em acontecem os enfrentamentos, rixas etc. não necessitamos pensar em em perdoar, pois isso demora um bom tempo. Nos piores momentos tento buscar a calma, analisar tudo da forma mais racional possível, pensar que nenhum convívio é para sempre, sendo bom ou ruim.... Tudo passa, as pessoas passam, essas situações um dia serão apenas lembrança, agora, sobre perdão eu não consigo sintetizar o que realmente seria, isso foge da minha compreensão, talvez seja um pouco do que escrevi,,,
  13. Boa noite todos, quero dividir um relato que aconteceu sábado a tarde. Após acordar de uma soneca, estava muito tranquilo e resolvi tentar um projeção, aconteceu tudo nos 'conformes'', senti um e.v.,logo fui mexendo meu braços(astral), e pernas(astral) mas quando abria os olhos eu via o 'físico", tentei umas tres vezes, a cada tentativa eu sentia um dor muito forte no meu braço, não sei o porque, só sentia a dor no braço astral. mas ate que consegui sair, mas não enxergava nada, apesar de estar com a "mente bem acordada e ciente do que estava acontecendo" foi tudo muito dificil.parecia que eu estava bebado, sei la, só consegui andar pelo quarto e logo acordei...
  14. ola, eu também passei por algo parecido, há dois meses ganhei lucidez, eu estava em uma rua aqui perto de casa. andei um pouco, passavam varias pessoas em grupos, mas ninguém me dava a mínima atenção, logo eu reconheci alguém, um amigo recém falecido de edema pulmonar, ele parecia triste, frustrado só olhava para baixo, conversei um pouco com ele, começou a chorar. daí em diante as lembranças são confusas, mas lembro de estar chegando com ele a um grupo de pessoas que pelo jeito já nos esperavam,. Bom acho esquisito, porque eu não estava pensando nele antes de dormir. não sei se ele foi socorrido ou algo assim, mas acho que existiu um motivo de isso ter acontecido...