Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Alessca

B-Membros
  • Posts

    32
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    2

Everything posted by Alessca

  1. Usa o Belilim da Gnose pra poder banir esse espírito e faça o círculo da Gnose. Vai te ajudará dormir melhor. E vá num centro espírita pedir desobssessao.
  2. Mas conta, como era lá? Aos quinze anos, antes de saber algo sobre mediunidade, viagem astral, cidades astrais, cidade nosso Lar, eu tive uma experiência singular. Em um determinado momento senti como se o vento estivesse batendo em mim como quando vc anda de moto numa velocidade considerável. Eu estava dormindo e fui despertada pelo som do vento. Quando olhei para o lado esquerdo, um homem de terno branco estava abraçado a mim me levando, como se eu não tivesse peso algum. Olhei pra baixo parecia um abismo de trevas. Mas o pior aconteceu quando olhei pra cima, eu estava tonta ainda com o sono, mas nesse momento abri bem os olhos e fiquei lúcida. Um imenso edifício ovalado de um azul que não há na terra flutuava no ar. Havia árvores flutuando, ou algo do tipo. Mas o que me apavorou foi ver um ônibus de estrutura futurista sair de trás do edifício voando. Dava pra ver as pessoas sentadas nos bancos do veículo. Um pessoa com olhos bem puxados me fitou. Eu me apavorei com todas aquelas cenas, e senti um puxão forte que me fez soltar dos braços do homem que me carregava, comecei a cair no abismo em altíssima velocidade, nem dá pra descrever a sensação. Bati no corpo com força meu coração quase infarta de tão acelerado. Eu não entendi nada. Uns meses mais tarde alguém me emprestou o livro Nosso lar do André Luiz, nessa época eu estava penando com o afloramento da mediunidade e um amigo espírita me emprestou livros. Ao ler o livro lembrei do sonho e descobri que eu tinha saído do corpo e que aquele homem estava me levando em uma cidade astral. Foi uma pena que o susto tenha me levado de volta ao corpo com tanta violência. Gostaria de ter entrado na cidade astral...
  3. Exatamente assim que me sinto Michelle, são tantos os benefícios... Inclusive um acréscimo de energia vital. No começo o assédio foi maior, muita irritabilidade, insônia e estress. Na segunda iniciação fiquei quatro noites sem dormir. E ondas de tristeza me acometeram, uma vontade de sumir. Foram duas semanas sofrendo e foram sintomas de limpeza severos no aspecto emocional. No pior dia eu queria só chorar. No dia seguinte após a cartase eu simplesmente não sentia mais nada. Passou como uma tempestade. Limpou tudo deixando o ar fresco. Mas também faço os banimentos, que eu aprendi aqui no fórum quando cheguei em 2015 aos frangalhos. Antes do fórum antigo bugar, tinha um tópico meu imenso sobre o meu problema com o obssessor. Eu só consegui respirar e dormir após anos de insônia grave usando o Belelim, a Conjuração de Júpiter, e o círculo que eu nem fazia direito. Quando aprendi a fazer tive mais paz. Não faço todos os dias, mas se percebo algo errado no ar eu aciono o círculo. Com o Reiki e uma nova energia circulando em mim o obssessor, como relatei acima, deu trégua. Agora eu durmo e acordo descansada. As vezes sou atacada mas é bem espaçado os ataques e geralmente é porque baixei a guarda ou então porque estou com muita energia acumulada. Mary vc começou a se sentir mal após a iniciação no Reiki ou antes dela já estava se sentindo mal?
  4. Mary te respondi por MP. O certo após a iniciação é melhorar os sintomas de limpeza. Se não melhorou não pode ser o Reiki. Há outros problemas que podem ser confundidos com a limpeza. Há casos em que a pessoa é iniciada no Reiki e não obtêm melhoras só piora porque o mestre Reiki e a linha que ele segue não é confiável. Já vi muitos relatos na internet, inclusive no YouTube, pode procurar e vc vai ver. Eu estou indo para o grau três. Daqui uns dias faço a iniciação. A primeira iniciação me mandou para o hospital, a segunda foi bem mais leve e a terceira está até tranquila. Mas o meu mestre Reiki e a linha que ele segue são confiáveis. Não estou dizendo que seu mestre não é, mas é preciso considerar. Porque normal não é ficar tanto tempo se sentindo mal. Tem algo errado ai.
  5. Acho que não deixei muito claro ali na parte que falei sobre eles se aproximarem mais devido a iniciação em Reiki. O que acontece é o seguinte, vc sendo médium e passando pela iniciação vai acontecer um fenômeno: abertura e limpeza dos canais por onde correm diversos tipos de energia e abertura e desobstrução dos chacras. Estou falando pelo que senti. Eu tinha bloqueio no chacra cardíaco, uns dias antes da iniciação eu percebi a presença dos mentores que estavam me aplicando uma energia de limpeza. É tão complicado explicar as sensações por palavras, acho elas pobres e vazias para te mostrar a impressão. Mas era como se canos estivessem entupidos e de repente a energia passa a fluir por eles. Foi mais ou menos assim que comecei a ver e sentir uma energia limpa correndo pelo meu corpo e por consequência os chacras superiores começaram a trabalhar mais também. Isso duplicou minha sensibilidade, passei a sentir até às vibrações e energias de encarnados. Por consequência o desencarnado que as vezes me assedia passou a ter um contato mais forte comigo e eu me senti muito mal no início. Porque os mentores não vão ficar bancando a babá da gente o tempo todo. Chega uma hora que eles se afastam e vc tem que lidar com seus encostos. No início foi ruim, bem ruim mesmo. Só que com o passar dos meses aconteceu um outro fenômeno: o espírito meio que vem me evitando, porque me acostumei com a energia do Reiki, as sensações já não me incomodam mais. Passei a dormir sem ser perturbada, a acordar descansada. E observei que o espírito ficou mais "manso". A princípio como ele não entendeu o que se passava comigo, isso fez com que se aproximasse mais pra ter contato e se alimentar da minha energia. Só que aí que deu ruim pra ele hehehe. Ao entrar em contato com a energia Reiki que circula pelo meu corpo ele meio que se curou um pouco daquele desequilíbrio, daquela loucura. Um belo dia acordo de noite com ele do lado da minha cama todo cheio de rachaduras pelo corpo, no meio das rachaduras se via uma substância brilhante. Se vc pudesse ver a entidade antes da minha iniciação observaria que ele era deformado e enegrecido. Após a iniciação e o contato que ele teve comigo a energia Reiki começou a quebrar aquele "cascao" que os fantasmas possuem. Agora sobre como lidar com isso? Dê tempo ao tempo. Até vc precisa se acostumar com os sintomas após a iniciação. Acredito que sendo médium e iniciado em Reiki vc passa a chamar mais atenção dos desencarnados do que o habitual. É nesse momento que eles se aproximam e caem numa armadilha: a poderosa energia inteligente do Reiki os cura, energia que vc pode chamar de energia divina. Mas mesmo sendo reikianos vamos sair em astral e chamar atenção dos desencarnados. Alguns vão querer sexo, geralmente eu acordo muito mal após um ataque desse tipo. Eu sei que fui atacada quando meu cérebro fisico começa a registrar as cenas da projeção e o chacra sexual começa a receber estímulos o que faz os órgãos sexuais serem estimulados a distância. E nessa hora eu forço meu corpo a acordar pq existe uma imantação entre mim e os vampiros do além, pra escapar só correndo para o corpo. E percebi que isso acontece quando baixo muito a guarda. Sabe aqueles dias que acontecem coisas ruins e vc fica o da vida? Entao...baixa frequencia vai te levar a lugares pesadoa. Também acontece quando deixo energia sexual ser acumulada. Ai eles pegam mesmo já que "tá sobrando". O problema sao as contaminações que ocorrem pq vc pode vir acompanhada por eles, por larvas astrais, enfim, é complicado. E se vc fizer o uso da pornografia vai atrair esse tipo de entidade pq eles captam o pensamento. O sexo mesmo não tem nada de sujo, mas o jeito como a gente conduz a coisa é que suja ou atrai gente suja. Pra evitar isso vc ou teria que ter um parceiro sexual ou aprender a usar sua energia sexual de outras formas ou até se masturbar quando não tiver jeito de se livrar das necessidades. Pq estamos vivos, sexo faz parte. Agora imagine vc já médium, corpo astral brilhante igual a um farol, e ainda com mais luz de iniciação em Reiki? Os cara pira né? Kkkk Com o tempo vc vai ficar melhor, creia.
  6. Chacras pulsam porque são órgãos vitais do corpo astral. Estão vivos como o Sandro disde em outras palavras. Por que o coração pulsa? Para bombear sangue, os chacras pulsam tambem bombeando energia. Na saída do corpo físico já senti o frontal não pulsar mas sim girar numa velocidade maior. Já senti meu chacra cardíaco bombear luz violeta em forma de explosão, quando uma entidade negativa tentou me agredir no retorno ao corpo. Todo quarto ficou repleto de luz violeta e um forte EV tomou conta do meu corpo físico. Já senti o chacra da garganta pulsar quando estava em processo de incorporação por uma entidade sofredora. Já senti os chacras das mãos pulsando luz enquanto aplicava Reiki no meu filho. Já senti o coronário explodindo golfadas de energia negativa pelo topo da cabeça após uma crise violenta de enxaqueca, o chacra estava em um processo de limpeza. E pude tocar com as mãos astrais meu chacra cardíaco após a meditação gasho. Ja senti inúmeras vezes perda de energia pelo plexo solar. Enfim são exemplos de como eles são órgãos vivos conectados também ao corpo físico. E se vc desenvolver sensibilidade poderá sentir seus chacras trabalhando a ponto de entender como e quando eles se tornam mais ativos ou não.
  7. Olá Alexandre, já faz uns dias que quero te responder, mas só agora tive um tempinho. Eu também sou médium e reikiana. E tenho muitos sintomas parecidos com os seus. Desde a adolescência quando a mediunidade ficou mais aberta, pq desde pequena eu já tinha contato com os espíritos, venho sofrendo com assédios de desencarnados. E assim foi até julho deste ano, quando fui iniciada em Reiki nível 2. O Reiki promoveu algumas alterações nos meus corpos energéticos, abriu meu chacra cardíaco que era meio bloqueado, e pude sentir as vibrações emitidas por encarnados. Também pude ver mentores espirituais, que eu sentia algumas vezes na vida mas não os enxergava. Tive uma experiência fantástica com a meditação e o Reiki. Comecei a sentir meus chacras, os canais por onde percorrem as energias. Também coisas ruins passaram a acontecer, mais assédio de desencarnados que acham um absurdo essa nova fase. Mas a pior parte não foi lidar com desencarnados, já que estou "acostumada", mas sim com as energias de encarnados. Chega a ser estranho, mas geralmente quando me aproximo de determinadas pessoas sinto a energia pesada de alguns tal qual a de obssessores desencarnados. Outras vezes posso captar as companhias dessas pessoas. Em alguns casos se a pessoa pensa em mim, costumo captar seu pensamento e em seguida ela me chama no celular, ou aparece no local onde estou. Se alguém não está bem minhas mãos aquecem e sei que é pq a pessoa está com algum desequilíbrio energético. Também tenho absorvido mais energias negativas. Elas param do plexo solar para baixo. E vão até os pés. O chacra cardíaco bloqueia a subida das energias negativas para os chacras superiores, então elas não circulam pelo corpo e me causam dores. Só são aliviadas quando faço o auto Reiki. Daí elas desprendem do meu corpo. Li que vc está só e tem se masturbado. A masturbação é uma forma de eliminar energia sexual. Mas não é a única alternativa. Porém como médium vc precisa ter cuidado, ainda mais sendo reikiano, se vc obsservou que a frequência na masturbação aumentou isso se deve as entidades que estão te procurando para se alimentar da sua energia sexual. Talvez, pelo que já observei no meu caso, isso se deve a energia do Reiki. As entidades se sentem como que viciadas. E se vc ainda por cima estiver fazendo uso da pornografia, te aviso que pare antes que seu canal se comprometa no sentido de sujar. Falo isso pq dá trabalho para limpar. Sobre os incubus, na verdade não é que alguém manda outra entidade te assediar, é que vc permite que elas te assediem. Elas podem te ver na rua durante o período de vigília, e se aproximar. E se aproximarão muito mais agora que vc está com uma energia a mais: o reiki. O Reiki modifica os corpos espirituais de quem se torna um iniciado. Imagine se ele for médium ostensivo. No mais vc nesse momento precisa ir fazendo o auto Reiki para ir se descontaminando. É isso que faço, tanto para os assédios de desencarnados quanto para os de encarnados. No final do ano, passarei pela iniciação nível 3, já estou me preparando para isso e sendo preparada pelos mentores. Então tenho sentido ondas de calor muito fortes no corpo. Tenho notado isso há um mês. As minhas mãos e pés chegam a doer em alguns dias. Em outros elas literalmente pegam fogo. Como se estivessem mergulhadas em água quente. Se eu fico com medo? Não. Sei que vai ser uma nova transformação, mais desbloqueio de chacras, mais emissão de energias, mais contato com os dois lados do plano espiritual, mais evolução. Então não se preocupe tanto com essa nova fase, é um aprendizado, mas preste atenção para não ficar preso na parte negativa. Peça ajuda aos mentores, eles estão sempre presentes, mas muitas vezes só captamos as entidades negativas, os mentores estão do seu lado se abra para a energia deles.
  8. Eu também envio a distância. Mas considere a possibilidade de se iniciar no Reiki, ele te ajudaria em muitos aspectos, como vem me ajudando. Reiki é transformador.
  9. Então, em outro tópico, estávamos falando a respeito de implantes. Vc sente como sendo algo positivo ou negativo? Porque tenho um implante na região da cabeça, também o detectei há um ano enquanto fazia meditação. É um capacete. Numa outra ocasião senti a parte de trás da cabeça e os fios saindo do capacete é entrando dentro dos ombros. Uma pessoa chegou a detectar que os fios descendo pela coluna até embaixo. Provavelmente devem estar conectados aos chackras principais. Acredito que é um implante negativo porque nesse dia em que estava fazendo meditação eu senti como se uma correia envolta da testa apertasse a cabeça. Cheguei a sentir que havia uma pedra bem na região do terceiro olho. No dia em que senti os fios conectados nos meus ombros estava com dores na nuca e com ombros enrijecidos. Cada implante tem uma motivação, gerar doenças físicas e e mentais, auxiliar obssessoes, controle a distância, bloqueio de mediunidade, bloqueio de conexão com espíritos superiores, e esferas superiores. Mas há também implantes que visam melhorar as capacidades do indivíduo. O Prof. Laércio Fonseca afirma ter implantes que o auxiliam é que foram implantados pelos greys. Enfim, vc precisa avaliar e prestar atenção nessa movimentação de energias. Eu me tornei reikiana grau dois e após as iniciações tenho notado muita movimentação de energias nos meus chackras. Tenho tido crises de cura, tive experiências pela primeira vez com mentores, tive meditação expontanea fui para um local iluminado, senti e sinto as energias do Reiki fluindo. Nas iniciações do Reiki vc recebe os símbolos que possuem alta frequência então acredito que o implante que se encontra instalado em mim deverá sair. Pq algo negativo não tem como conviver com algo positivo sem gerar conflito. E a luz vence sempre.
  10. Não, tenho só desconfianças. Na época fiquei assustada com o tamanho, pois o percebi no corpo astral enquanto fazia meditação. Dias depois o senti novamente. É um dispositivo bem complicado. Não é pequeno. E não sei a quem recorrer mesmo. Mas acredito que ele possa ser desativado desde que eu consiga manter um padrão de frequência positiva elevado por um bom tempo. O problema é manter-se positivo. Eu fui iniciada no Reiki, já senti que meus chackras estão sendo desbloqueados. Tenho passado por crises de cura. Acredito que o implante tenha sido colocado para controle mental e limitação espiritual. Esses implantes mais complexos são frutos do que os espíritas chamam de obssessao complexa. Eu já estive muito doente em algumas fases da vida. Penso que o dispositivo tenha sido colocado na infância. Uma pessoa disse que viu fios enraizados nos principais chackras, mas mesmo assim o implante não foi capaz de limitar minha mediunidade. As vezes sinto ele me incomodando, tenho dores no local. Mas trato de levantar a frequência, de todo jeito não podemos ficar neuróticos e temos que continuar trabalhando pelo bem e por nossa melhoria.
  11. Pois eu tenho um implante. Mas é aquela coisa:. Quem não tem ou não sabe que tem, como eu também não sabia, pensa que não existe até que um dia descobre. Pra tirar é que é o problema. Já tem um ano que descobri o implante e nao sei como tirar.
  12. Vc não precisa provar nada pra quem quer que seja. Há pessoas até hj que não entendem nem o que é átomo. Acham que é mentira, pode acreditar, existe. E o engraçado é que elas usam celular, mas não crêem na existência do átomo. Deveriam pegar o celular e jogar fora. Entao como vc quer convencer alguém com uma prova irrefutável de que o prana existe? Sei que o prana existe e como o chi circula pelo corpo por causa do Reiki. Tenho a vantagem da mediunidade, então pra mim é mais fácil sentir as energias. Mas não é necessário ser médium pra sentir a ação do CHI circulando pelo corpo. No caso do Reiki não é necessário que vc tenha mediunidade ostensiva. Depois de iniciado no grau 1 vc já vai perceber que um dos sinais da ação do CHI está nas mãos que esquentam muito quando vc aplica o Reiki. Eu mesma, após a iniciação no grau 2, aplicando o Reiki no meu filho senti e vi o chi saindo das minhas mãos e entrando no coronário dele. Se vão acreditar? Não me importa. Importa que tenho a capacidade de sentir. Todos nós temos o potencial, em alguns está latente, em outros está quase despertando e em outros está desperto.
  13. Bom, então vc tem que prestar muita atenção pra ver se isso é interno ou externo. Se vc está fazendo exercícios para o frontal é normal ter algum tipo de sintoma. Muita gente pensa que ao exercitar o frontal vai despertar a clarividência, mas há muitos casos de despertamento da clariaudiência. Quanto ao medo de sair em astral vc pode resolver pedindo auxílio aos mentores. Mas saiba que eles só vão ajudar se for por bons propósitos. Se for intenção sua aprender algo ou ajudar em astral eles vêm sim ajudar na saída. Mas vc vai precisar aprender a se defender no caso de sair sozinho, porque a gente sai toda noite. Lembre-se que vc está encarnado qualquer coisa é só voltar para o corpo.
  14. Sim, a vida inteira. Algumas vezes percebi que eram ataques espirituais de entidades obssessoras pelo mal estar. Vc tem que prestar atenção no que vc sente depois desses sopros. Se eles vem de fora para dentro ou dentro para fora. Se for de fora pra dentro pode ser espíritos sim, não necessariamente ruins, de dentro para fora pode ser sua pineal funcionando, ou sinal de desenvolvimento da clariaudiência. Vc está fazendo exercícios com o frontal para sair do corpo?
  15. Há dois dias atrás passei por outra experiência que considero extraordinária, visto que nunca tinha passado por ela. Necessitei fazer uma pequena viagem, estilo bate-volta para resolver umas pendências em uma cidade que fica duas horas de distância da minha. Fui com um amigo e meu filho. Depois de resolver a pendência, lá por volta das quatro e meia, resolvemos regressar. Meu filho pediu um sorvete desses do Mc Donalds com calda de morango . Pegamos a estrada, ele não aguentou tomar tudo e pediu para que eu tomasse o resto. A contra gosto tomei porque não gosto muito desses sorvetes com caldas, tomei duas colheres da calda e uns instantes depois me senti mal. Um peso na cabeça que logo virou dor, náusea, os ossos do meu peito e meus pulmões doíam, me sentia envenenada, não conseguia compreender como apenas duas colheres daquele melado podiam ter me deixado com tanto mal estar se o meu filho que estava do meu lado permanecia bem. Como não estava dirigindo resolvi aplicar o auto reiki. Antes pedi ajuda do meu mentor do Reiki para que me ajudasse a resolver aquela bagunça. Na verdade não ando muito bem, mas sei que é um dos sintomas de purificação que ainda estou passando: coriza, cansaço, sono, uma certa falta de apetite, as vezes dor de cabeça, vontade de ficar mais quieta, sem muita conversa. Desenhei os símbolos, mentalizei um imenso shoku rei e o coloquei no carro. Meu filho perguntou, mãe vc está pondo shoku rei no carro por quê? Eu respondi: proteção filho. Comecei o auto reiki com bastante dificuldade, mas quando coloquei as mãos no chackra cardíaco algo começou a acontecer. Eu estava de olhos fechados, ouvia o som do motor do carro em alta velocidade, os sons do joguinho do meu filho no meu celular. Mas tudo ficou calmo, via tudo dourado, o carro todo iluminado, a estrada, as árvores, tudo iluminado, mas meio embaçado. Parece que todas essas imagens começaram a passar em câmera lenta, e figuras geométricas surgiam naquela luz, várias. Senti sono, mas o sono não me dominava. A sensação é idêntica a que experimentamos quando nos concentramos no chackra frontal, o corpo adormece, mas a consciência não e podemos sair do corpo. De repente, me vi num lugar enorme, num imenso vazio preenchido da mais bela luz dourada. Eu flutuava com as mãos em prece no coração. Minha mente estava em silêncio, não se passava nenhuma espécie de pensamento. Me sentia envolvida e protegida por aquela luz, um sentimento de pertencimento, de fusão sem perda da individualidade. Continuava ouvindo meu filho, o som do carro e ao mesmo tempo aquilo não me perturbava. Ouvi meu filho perguntar: mãe, vc dormiu? Mas ele não mexeu comigo. Num determinado momento o carro para e meu amigo vira para trás, e sorrindo diz: vou abastecer! Abri os olhos e me senti num estado de confusão, olhava o lugar, um posto de gasolina, mas não identificava meu carro, onde estava, o que estava fazendo ali, como se a realidade naquele instante é que fosse um sonho! Me senti tonta por ser despertada daquela forma e ainda vi a luz dentro da minha cabeça. Foi então que percebi o que tinha ocorrido. E de como queria voltar para o estado em que estava. Entrei em estado meditativo com o Reiki. Em toda minha vida jamais consegui fazer meditação. Nunca consegui sequer calar minha mente por um minuto que fosse. Todas as vezes que tentei fracassei, ou desistia ou dormia. Já ouvi dizer que quem consegue meditar chega nesse local: no grande vazio, onde existe uma luz intensa. Percebi que tinha permanecido nessa posição por longo tempo. E perguntei ao meu amigo: quanto tempo fiquei assim? Ele me respondeu que foi pouco mais de uma hora: Não te chamei porque vi que vc estava aplicando o auto reiki, mas me parecia que vc estava dormindo, mesmo com as bacadas da estrada vc não saiu da posição com as mãos no peito. Para mim a sensação era de ter ficado por cinco minutos... Eu mal acreditava que havia se passado mais de uma hora. O resto da viagem fiquei em silêncio, me sentindo aérea e notei que todo mal estar tinha ido embora. Não comentei nada com meu amigo. Ele iria dizer que sonhei. A noite apliquei o Reiki no meu filho, que dormiu rapidamente. Novamente minha mente se calou e comecei a ter visões de uma vida muito antiga dele, a qual não irei relatar. Dormi e no dia seguinte, uns minutos antes de acordar, um nome começou a se repetir sem parar na minha cabeça: Sugiro Haiashi, Sugiro Haiashi, Sugiro Haiashi!!! Abri os olhos, pensei, mas que nome é esse? Sou péssima com nomes, não gravo facilmente. Entrei na internet e vi que se tratava de um dos difusores do Reiki no Ocidente. Pensei: meu Deus mas eu já li sobre ele, como podia ter esquecido! Fui pesquisando na internet e li num dos sites que Chujiro Hayashi dizia que o Reiki é um caminho para o desenvolvimento espiritual. Encontrei outro site: http://www.joaomagalhaes.com/o-tao-do-reiki/2013/09/chujiro-hayashi-celebracao-nascimento-grande-mestre-reiki/ E nele contém os seguintes dizeres: “O Mestre Hayashi referia que deviamos ter uma prática constante, usando a metáfora do ribeiro de águas turvas. “Quando observamos a superfície de um ribeiro, a sua água é limpa e cristalina. Se agitarmos o seu fundo, o lodo vem ao de cima. Se retirarmos esse lodo, o ribeiro voltará a ter um aspecto limpo”. Repetindo várias vezes teremos um ribeiro de águas cristalinas. Assim é o nosso canal energético e o efeito do Reiki na eliminação das nossas toxinas.” E neste mesmo site, lá embaixo tinha um link para um tipo de meditação, a meditação Gassho para paz interior: http://www.joaomagalhaes.com/o-tao-do-reiki/2013/09/meditacao-gassho-paz-interior/ Quando li, mal acreditava... Foi basicamente o que fiz sem o saber conscientemente. Ali no vazio cheio de luz tive certeza que Deus me ama, Deus ama cada um de nós, que podemos voltar pra casa quando precisarmos. Tudo o que vem ocorrendo comigo me parece um voltar para casa, um relembrar constante, como se já soubesse o que fazer, mesmo sem consciência plena. Com mais esse aprendizado, que é uma forma de limpeza, percebi a ação do mentor do Reiki, que prometeu me ensinar tudo o que preciso saber. Meu coração se encheu de gratidão. Contudo quero dizer, que quem me lê e se sente tocado e anseia por desenvolvimento espiritual que o busque. O Reiki, para mim está sendo a maior transformação de minha vida. Mas não é fácil. Eu que não sou chorona sinto as vezes vontade de chorar, mas é um choro de limpeza e não um choro de dor, eu que não era tão piedosa em pouco tempo comecei a ver que posso sentir piedade, compaixão sem ser frágil. Eu que só via coisas tristes e feias no mundo, começo a ver que há beleza, eu que achava que minha faculdade mediúnica era um castigo vejo hoje que é uma dádiva. Meu corpo também está diferente. E nem sei descrever com palavras. Só posso agradecer a Deus, e aos mentores, ao meu mestre encarnado de Reiki por tamanho presente. O mundo precisa de curadores, todos nós podemos curar uns aos outros e nos autocurar. A Terra precisa de cura. O maior presente do Reiki é autocura.
  16. Pessoal eu nunca tinha visto antes entidades de luz. Tenho 40 anos e só tinha visto espíritos doentes, com deformidades e alguns perversos e malignos. Sempre desejei o encontro com meus mentores, mas nunca cheguei a pedir por ele. Ficava chateada por ver apenas coisas feias ou tristes. Fiz o que a Diane Stein sugere em seu livro Reiki essencial: peça para que seus mentores se apresentem a vc, pergunte seus nomes, qual o propósito deles em sua vida, como vc pode ajudar o próximo de uma forma mais efetiva. Só isso. Nunca pensei que me responderiam na mesma noite. Mas meu pedido foi sincero e desprovido de mera curiosidade. E acho que dei algum tipo de trabalho, já que antes da mentora veio um "técnico em mediunidade". Deve ter mexido em alguns fios para que eu pudesse enxergar a mentora rsss O engraçado de tudo é o bem estar que vc sente, é algo tão familiar, tão natural e ao mesmo tempo tão emocionante. Que depois que passa vc sente aquela sensação de: nossa mas que tolice eles sempre estiveram comigo e eu nem me dei conta. Faço votos que todos consigam ouvir, ver ou sentir seus mentores. E que esse contato seja um divisor de águas na vida de cada um de vcs.
  17. Ontem foi a noite mais longa da minha vida, porque simplesmente o que relatarei aqui me pareceu durar dias. Fui iniciada em Reiki grau 2, domingo passado. Foi uma semana de novas descobertas e de certa forma mudanças. Aplico Reiki no meu filho todos dias, porque ele tem hipotireoidismo e está muito difícil regular. Geralmente envio Reiki para alguma pessoa à distância. Até o Reiki grau 1, não tinha notado os mentores, mesmo pedindo a presença deles. Essa semana senti minhas mãos esquentarem várias vezes durante o dia, e meus pés também. São sinaléticas da energia inteligente do Reiki. Ainda essa semana, aplicando em meu filho senti um fluxo muito grande de energia entrando em seu chackra da cora e no laríngeo. Sempre escolhemos uma música relaxante para o momento. Ele costuma adormecer. Quinta-feira, não amanheci muito bem, acho que sofri algum ataque espiritual a noite, por causa de alguns sintomas que conheço. Nesse mesmo dia senti minha imunidade cair. E uma sensação de recolhimento me abateu. Uma vontade de não ver gente, mas infelizmente por conta das obrigações do trabalho não temos a opção de permanecermos mais quietos. Tentei aplicar o Reiki no meu filho a noite, mas quase não senti nada. Na sexta não apliquei, mas ontem cedo sofri um novo ataque espiritual. Então passei o dia lendo sobre o Reiki, mais precisamente lendo o livro da Diane Stein. Lendo, relendo. É um livro que não consigo ler direto. Ainda nem terminei de ler, porque ele me deixa pensativa, como se estivesse vivenciando e vendo o que ela descreve. A noite tentei aplicar o Reiki no meu filho, ele pareceu inquieto e me disse: mãe não quero, me deixa quieto e aplica amanhã. Eu fiquei um pouco impaciente porque também não estava sentindo nada, e ainda com sintomas de resfriado. Senti uma presença negativa no ambiente, pois sou médium, clariaudiente e sensitiva. Desenhei os símbolos do Reiki no ar, fechei os chackras do meu filho. E me veio uma imagem de alguém batendo no meu filho. Fechei os olhos e pedi para que o mentor do Reiki que me acompanha (todos recebemos um quando somos iniciados), que me ajudasse, pois não sabia o que fazer. E que precisava muito vê-lo, saber o nome dele, como deveria proceder com o Reiki, como ajudar na cura, enfim tantas perguntas cheias de ansiedade. De olhos fechados e sentada na cama, meu filho do meu lado brincando com blocos de montar, comecei a aplicar o auto Reiki. Quando coloquei a mão no meu chackra cardíaco senti dor, tristeza sem motivos. De olhos fechados vi uma luz pequena e vi um senhor asiático, já bem idoso segurando um cajado, era um monge. Ele começou a falar comigo: Eu sou seu mestre, seu mentor do Reiki designado para acompanha-la de agora em diante. Vou ensinar a vc, e estarei com vc nos processos de cura, se esforce para aprender, se esforce mais, estude mais, medite mais, controle seu ego, sua ansiedade. O Reiki não é um remédio que se toma e ocorre uma cura instantânea. Há processos e processos. Perguntei qual era o nome dele: Liam, ou Lee An, ou Lyan, não sei como escrever. Perguntei, o senhor é chinês? Tibetano. Pensei, não pode ser...estou imaginando coisas. Ele sorriu e começou a desenhar o símbolo shoku rei no ar. Quando ele fez isso, percebi que realmente estava vendo alguém, porque minha visão se intensificou. Não posso descrever como distingui isso. Mas quando vc pensa em algo, quando imagina é sua mente quem cria. No caso não imaginei, não fiz força para pensar. Mas me falta palavras para explicar as diferenças. Porque Liam estava em outra dimensão, e eu o via de longe e mesmo assim o ouvia de perto. Abri os olhos abismada. Peguei o livro, meu filho disse, quero desenhar os símbolos, deixa eu aplicar em vc mãe... Eu disse não pode, vc é ainda pequeno, mas mamãe vai te iniciar no Reiki um dia, e vc será um excelente canal de cura, espere com paciência. rss Sei que fui dormir era meia noite. Por volta de uma da manhã, fui acordada pela entidade doente. Ele estava agachado do lado da minha cama. Seu corpo enegrecido, cheio de rachaduras por onde parecia escapar algum tipo de substância, e sem roupa. Ele ficou assustado em perceber que o vi, correu e atravessou a parede do meu quarto que dá para a garagem. Adormeci novamente, chateada por ver a entidade. Me sentindo invadida e impotente. Três e 20 da manhã acordo novamente, pensei...Acordando na hora morta? Levantei completamente desperta e descansada. Fui ao banheiro, tomei um copo de água. Pensei na entidade, senti medo, angústia. E um até quando...? Saiu espontaneamente. Comecei a pedir, por favor se alguém me ouve me ensine, o que eu devo fazer? Ouvi baixo, limpe-se, faça auto Reiki, está pesada, triste, e desanimada. Comecei a limpeza desenhando em pensamento no escuro os símbolos do reiki que brilhavam na minha frente a medida que ia traçando. E fui falando vários hon sha ze sho nem. Quando minhas mãos encostaram nas virilhas saíram várias esferas de luz da minha mão em direção ao chackra básico, meus pés ficaram quentes. Um rapaz baixo, de jeans e camiseta, óculos de grau, barba rala e cabelo curto apareceu do meu lado. Me disse, eu sou fulano (não me lembro o nome), sou técnico em mediunidade. Ri e vi que estava um pouco fora do corpo. Técnico em mediunidade? Sim, sou especialista em aparelhos mediúnicos... Aparelhos? Vc não está pondo aparelhos em mim, né? Não, eu não disse isso. Estou dizendo que sou especialista em médiuns. Acalme-se logo vc irá entender o porquê. Ele todo sério e eu dando risada pois achei engraçado o jeito dele. Não sei quanto tempo se passou. Mas de repente uma luz dourada brilhou no meu quarto, como se fossem pequenas estrelas piscando no ambiente, achei linda a luz. De repente, uma mulher, com um vestido de um tecido que nunca vi na Terra, apareceu do meu lado, sorrindo. Ela era tão alta, jovem, cabelos castanhos longos e ondulados. Uma luz azulada envolvia. Era linda, como uma fada. Eu sou Alice, sua mentora, meu propósito em sua vida é te ensinar a ser alegre. Sou eu quem te acompanha em suas viagens pelo astral, estava esperando o dia em que vc quisesse me ver e saber quem sou eu. Vc queria me ver, aqui estou. Levante-se. Ela abriu os braços e mais luz dourada veio. Levantei em astral, meu corpo permaneceu totalmente consciente. Ela me disse, voe, vc precisa sentir alegria, divirta-se um pouco no céu, alegria menina, alegria, vc é reikiana, não pode permanecer triste. Comecei a voar, o som do vento nos meus ouvidos e enxerguei o cordão de prata. Toquei ele com as mãos, parecia um cabo de aço. Mas me atrapalhei com o cordão e voltei para o quarto. Ela continuou a falar comigo. Essas entidades obsessoras tem um propósito na vida de alguém que é obssediado. Só que tudo tem fim. Vc não precisa ter medo, precisa ajudá-lo, mande Reiki, mande os símbolos, explique com paciência que o lugar dele não é aqui, e que ele não será punido, será recebido e tratado. Fale com ele, fale agora. Eu desenhei os símbolos e comecei a mandar pra ele. Faça isso várias vezes. Sinceramente, não me mantive tão lúcida. E comecei a correr, corria muito, muito rápido por uma estrada rural. Cheguei num local e vi um homem todo queimado. Perguntei o que aconteceu? Ele se queimou com óleo quente e não consegue sair dessa situação. Mandei os símbolos no homem queimado. Acordei por volta de 10 horas, mas parecia que havia se passado dias e dias... Infelizmente, não me lembro de todas as palavras de Alice, pois ela conversou comigo por muito tempo, o mais importante penso que consegui captar, principalmente seu rosto. Eu a reconheci, mas não me lembrava dela. O obsessor não me disse nada. Passei o dia pensando em como relatar isso, resolvi detalhar e não julgar nada do que vi. Prestei muita atenção ao que senti. O contato com os mentores é algo tão familiar, que quando eles aparecem a sensação que te dá é que estiveram o tempo todo ali e vc não via. O Reiki está transformando minha vida, se antes só via entidades doentes, hoje tenho certeza que existe pessoas do outro lado de lá que trabalham pelo bem da humanidade, não estamos sós.
  18. Pois é, eu tenho a mesma preocupação que a sua. Porque sou do grupo dos mais sensíveis. Eu não me meto com coisas que sei que não vou suportar, então procuro absorver o máximo de informações pra poder lidar com os possíveis problemas. Pesquiso muito antes. Me dei o mesmo prazo, um ano talvez um ano e três meses. Eu já estou passando por um processo de transformação, de reprogramação com o Reiki. Obtive o grau dois no domingo. Já é algo que eu preciso considerar uma certa atenção. E eu sei que foi por causa das palestras do Hélio que eu pude colapsar a onda e trazer pra mim a prática do Reiki, já que uma das minhas preocupações é justamente usar a mediunidade e paranormalidade em função do próximo pra também me ajudar a queimar carma depressa. Sinceramente eu nem procurei o Reiki, me ofereceram num diálogo que estava tendo com um amigo reikiano, e prontamente identifiquei o colapso da função de onda ali naquele convite. E meu amigo, se a gente souber usar esse conhecimento da mecânica quântica poderemos mudar muita coisa em nossa vida. Mas temos que mudar os mapas mentais antigos por novos. Legal vc colocar sua posição aqui. Ficarei no aguardo pela sua experiência com o cd. Farei o mesmo quando usar a ferramenta. Abraços.
  19. Fly. 1978 Então, não sei se vc reparou, mas o Hélio Couto desenvolveu uma plataforma EAD onde estão as palestras numeradas na sequência correta para as pessoas assistirem. Vc se matricula no curso a distância e as assiste. No site dele existe uma mensagem com a "exigência" de que antes de pedir o CD da Ressonância Harmônica vc precisa ler os livros e assistir TODAS as palestras dele. O problema que vc nota que o povo ABRAÇA A CAUSA RAPIDAMENTE, é porque muita gente não faz o que ele pede, e por que não o fazem? Porque não é todo mundo que tem paciência para aprender, querem algo que resolva todos os problemas da vida dela RAPIDAMENTE. Em todas as palestras do Hélio eu noto a impaciência que ele fica com esse pessoal que não consegue seguir uma pequena regra. E ele explica o porquê. Não sei se vc já ouviu ele falando da escala de Maslow. Então esse pessoal que abraça a causa rapidamente ainda se encontra no segundo degrau de Maslow. De acordo com Maslow nós passamos por 6 degraus: Primeiro: da fome ( nesse degrau o indivíduo tem necessidade de resolver seus problemas com a alimentação, seriam os miseráveis) Segundo: a classe média ( nesse degrau o indivíduo quer resolver seus problemas de ordem material: casa, carro, apartamento, emprego bom, dinheiro, solução de dívidas, etc Aqui nesse nível se encontra a maioria das pessoas no mundo); Terceiro degrau: o pessoal que busca ter poder (existem poucos indivíduos e já resolveram seus problemas de ordem material, são ricos, mas não evoluídos espiritualmente, não a maioria); Quarto degrau: o pessoal que busca conhecimento científico; Quinto degrau: o pessoal que busca conhecimento espiritualista, desenvolvimento espiritual; Sexto degrau: o pessoal que quer atingir a iluminação, a fusão com o vácuo quântico, com Deus, com o Todo sem perder sua individualidade. A critica do Hélio é justamente porque, mesmo com as palestras, mesmo com a ferramenta, o povo pede sempre para resolver questões de ordem material. Mas ele envia o cd mesmo assim, porque ele entende que a pessoa precisa resolver essas questões, senão ela não evolui para os outros degraus. O problema é que alguns que não estudaram o suficiente e se precipitaram ao pedir o CD começam a sofrer com as cartases e abandonam a terapia antes de ocorrer a limpeza. A onda emitida pelo CD varre o indivíduo. Alguns suportam a limpeza outros não, uns começam a ter sua vida transformada muito rapidamente e ao darem o depoimento acabam empolgando outras pessoas. Eu não pedi o CD ainda. Eu conheço o Hélio desde o ano passado. Vi algumas palestras e parei. As palestras estavam espalhadas no Youtube, e tinha gente baixando e upando as palestras em outros canais com sons de outras frequências que estavam perturbando quem os assistia. Então ele montou o EAD, upou todas as palestras em ordem, colocou todos os livros, que inclusive vc encontra na Amazon tanto em formato kindle ou impresso. Organizou tudo para facilitar a vida de quem quer aprender física quântica. Quando ele montou o EAD, eu sei lá porque cai na página dele. Me matriculei e estou na décima segunda palestra. Não vou pedir o CD até ter certeza do que eu preciso pedir, e vou assistir tudo primeiro. Porém, já na terceira palestra senti com as palavras e informações que ele passou, que houve um maior despertamento. Pois meu maior objetivo é expansão da consciência, embora eu esteja ainda ali no degrau 2. Para vc ter uma ideia, depois da terceira palestra um amigo meu que é mestre em Reiki, me OFERECEU a iniciação em REiki. EHEHEHEHE. Então veja, o negócio funciona. Até outro dia eu estava numa revolta medonha, desde o fim do ano passado, triste mesmo, porque eu sou médium e tenho paranormalidade, mas nunca dá certo de ajudar as pessoas. E comecei a ficar muito descrente das pessoas, da política, da sujeira desse país, sabe uma vontade de sumir do mundo? E vc só não vai porque tem um filho que vc ama mais que a si mesmo e não pode jamais pensar em partir e deixar ele sozinho nesse planeta doido? Era eu até outro dia. Hoje, 16/07, vou passar pela iniciação no grau 2 em Reiki. Já ajudei vários amigos com problemas de ordem física desde que me iniciei no grau 1. Enfim, o que estou buscando já consegui um pouquinho sim. Tive umas cartases, e ainda estou passando por elas, como sei que é normal, procuro elevar minha frequência. Ajuda. Mas veja não tem como pedir o CD e achar que não vai passar por cartases. Tem pessoa que mal viu uma palestra e já sai pedindo o cd, começa a passar pelas cartases, e tem umas que costumam ficar revoltadas. Já vi gente se debulhando em lamentos naquela comunidade do facebook, e quando vc vai ver o indivíduo, mal viu meia dúzia de palestras, não leu nenhum livro. É a escolha da pessoa rsss, porque o negócio dói mesmo. Mudar dói rsss Sair da zona de conforto dói rss Eu não sirvo muito de base com relação a viagem astral porque eu saio sem técnica nenhuma. Mas esses dias me vi de frente para uma pirâmide egípcia e tinha um Deus sentando num trono, aquele da cabeça de chacal, Anúbis, o que conduzia os mortos ao mundo espiritual. E ele falou comigo sobre Aton. E eu vi o sol por detrás da pirâmide e ele me contou sobre a História de Akenathon, mas eu não fixei muita coisa. O que eu achei legal foram uns braços em forma de raio saindo do sol e tocando o meu chackra coronário. Eu não tive medo nenhum. Agora sei lá, pode ter sido projeção, pode ter sido um sonho, não sei o que foi, não entendo muita coisa que vejo no astral, porque tudo é muito ilusório. E eu fico de olhos bem abertos para não me deixar levar pelas coisas que vejo. Tem uma palestra sobre Akenathon na EAD do Hélio, é excelente. Acredito que se a pessoa tiver paciência para assistir as palestras ela vai aprender demais sobre vários assuntos relativos a espiritualidade em pouco tempo. Mas tem que ter PACIÊNCIA. Aqui está o site do Helião: ele tem aquele jeito de professor bravo de matemática e física, mas é uma pessoa com muito conhecimento, valei a pena demais ser aluno dele. https://cursosheliocouto.com.br/cursos/ Abraços.
  20. Amor está explicado porque vc está assim. São as companhias que ainda não te deixaram e querem que vc volte a cometer os mesmos desatínios de antes. Mas não os culpe por tudo até porque a vida é feita de escolhas quer tenhamos consciência das consequências ou não. Desde criança vc já tem problemas existenciais. Precisa mudar o foco, vc não é nada disso que pensa que é. Nenhum ser humano é. Todos nós temos um eu superior, uma centelha divina, vc DEVE ORAR SIM, mas nunca de forma mecânica, deve sentir a oração. Você precisa de ajuda: médica e espiritual, ambas ao mesmo tempo. Deve procurar um psiquiatra e seguir o tratamento que ele passar, mesmo que seja difícil, porque as entidades doentias que estão te acompanhando vão querer te derrubar. E precisa procurar um tratamento espiritual e seguir a risca. Por exemplo ir a um centro espírita que realiza atendimentos de socorro ou então procurar terapia reiki, acupuntura. Uma outra coisa que vai te ajudar é atividade física, precisa produzir hormônios cerebrais que vão ajudar a combater esses sintomas de ansiedade como a endorfina e a serotonina. E precisa se proteger sim, toda noite. Vc está passando por um processo de despertamento e não carma. Muitas vezes a gente só desperta com dor, veja que agora vc se interessa por assuntos de cunho espiritual e já teve uma grande vitória que é ficar longe das drogas. Eu oro assim: eu determino em nome do pai e da mãe cosmicos que toda energia negativa, toda entidade negativa saia da minha vida! Eu não permito que elas me controlem mais. Eu peço aos meus mentores espirituais que protejam meu corpo enquanto eu estiver dormindo, assim como os mentores dos meus familiares. Eu peço ao Cristo cósmico que desperte o amor incondicional no meu ser (e coloco as duas mãos no chackra cardíaco). E peço coisas boas para mim e para outras pessoas. No youtube existem muitos canais bons que nos ajudam a pensar a respeito de espiritualidade. Eu estudo mecânica quantica do Professor Hélio Couto e reiki, atualmente. Também estou para me iniciar no grau dois de reiki. A sua jornada é individual, mas vc deve e pode pedir ajuda. Fico feliz de ver que vc está despertando, se alegre, a luz está bem na sua frente, olhe para ela!
  21. Já ouviu falar dos reptilianos? Se não, dê uma pesquisada no assunto.
  22. Essa semana tive uma projeção intencional que achei bem interessante, e por isso vou narrar aqui. Já quero deixar avisado que sou médium então algumas coisas aparentam ser mais fáceis pela condição física que a mediunidade proporciona. Tenho um amigo, espiritualista que vira e mexe me ajuda com implantes astrais os tirando do meu corpo astral, porque eu mesma não consigo fazer isso ainda. E essa semana ele me contou que não andava bem de saúde, que estavam aparecendo doenças e que ele já tinha feito vários exames e não dava nada. Eu fiquei meio espantada porque ele é uma pessoa que se alimenta, dorme bem, faz exercícios, não tem vícios, apesar do estres no trabalho. A luz vermelha acendeu porque ele ajuda muita gente complicada, então meio que veio por intuição que poderia ser alguém o perturbando, ou algo que colocaram nele ou na cama dele, não sei. Então me propus a investigar usando a técnica da clarividência viajora, e se essa não funcionasse eu iria tentar me projetar, mas sem descer na casa dele. Como eu já fiz isso em outras oportunidades, em outros lugares, imaginei que fosse dar tudo certo, que era só eu controlar. Geralmente quando vou investigar alguma entidade eu costumo ficar flutuando bem alto para ela não me notar. Bem o fato é que eu fui dormir, mas eu estava com um pouco de medo de encontrar alguma coisa, não vou mentir. Então pedi ajuda ao meu mentor, expliquei a situação e se ele podia me acompanhar ou me ajudar a direcionar a visão até lá na casa dele, pois o mesmo mora muitos quilômetros de distância da minha casa. Não tenho nem noção para que lado fica a casa dele. Nunca o vi pessoalmente. Mas estava tão complicado de me concentrar por causa do sono e porque eu não estava bem de saúde, então comecei a falar o nome dele completo como um mantra. Preciso ir na casa do fulano de tal, fulano de tal. Pronto, começaram os zunidos na cabeça e de repente me senti sendo transportada para longe. Achei que era por causa da distância, porque geralmente eu vejo instantaneamente. Quando dei por mim me vi em uma sala toda iluminada e cheia de livros e tinha uma escada a minha direita. Olhei para os meus braços e levei um susto... Pensei, meu Deus... estou projetada. E não era isso que eu queria...Então resolvi dar um passo adiante e algo me empurrou gentilmente a mesma distância do passo que dei. Fiquei sem entender e olhei para cima. Vi lá meu amigo deitado e um homem com uma túnica perto da cama dele de costas. Um cara alto, magro, aquilo me deu um gelo por dentro. Vi que ele tinha uma corda amarrada na cintura, ele foi virando devagar para me olhar. Eu pensei vou subir para o teto para ele não me pegar. Quando fui tentar fazer isso vi que não tinha como sair do lugar e enxerguei o que tinha me empurrado gentilmente, era um campo de força, tinha uma fumaça densa. Pensei que sacanagem, para quê ele foi fazer isso? Como eu vou sair daqui???? Eu não ia entrar no quarto dele e agora? E o cara lá fez menção em vir até mim, ai eu desorientei, quando fui gritar meu amigo, ouvi meu mentor gritar bem forte atrás de mim: Abraão!!! Levei outro susto! Eu sabia que era ele porque conheço a voz, mas não tinha me dado conta de que ele estava comigo, e isso acontece todas as vezes, eu nunca percebo até que ele se faça perceber. Vi que ele chamou a entidade pelo nome. E devido ao susto senti um puxão. Voltei para o corpo. Abri os olhos e pensei: olha só, deu certo... Apaguei, e comecei a sonhar um monte de coisas que misturavam com essa projeção ai já não sei se voltei no lugar, se vi esse meu amigo, se misturou com outras coisas, realmente eu não consigo me lembrar. Acordei várias vezes e voltei a dormir essa noite, e sempre a mesma coisa. Seis da manhã mando uma mensagem para meu amigo: oh deu certo. E ele me confirma: __pois eu te vi sorrindo com cara de quem fala assim: olha estou aqui, deu certo kkkkkkk Eu estava sonhado e fui acordado abruptamente e vi vc saindo de uma espécie de portal aqui perto da minha cama. Eu até estranhei isso porque eu passei um perrengue na sua casa, respondi para ele, e contei como aconteceu. Sobre a entidade, sinceramente eu não sei se por conta do meu susto se era alguém ruim ou não, se era um padre ou não, um guia cego, não sei o que era. Tenho certeza que meu mentor abordou ele, pois o chamou pelo nome. E me livrou de alguma coisa. Eu disse para meu amigo que iria tentar por mais duas noites, mas não deu certo. Nunca estive na casa de ninguém intencionalmente projetada. Penso que como esse meu amigo precisava de alguma ajuda, não custava nada eu ir dar uma olhada, porque ele não tem mediunidade mas sabe se defender. E os mentores conseguem te direcionar se for para auxiliar alguém. Não fui movida a curiosidade, nem qualquer outra coisa senão ajudar mesmo. Um amigo dele que é clarividente viu algo relacionado a padres, mas não sabe informar se são ruins ou não. O que eu sei é que existem entidades que plasmam aparências para nos enganar. E como tudo no astral é meio exagerado é bom tomar cuidado. Geralmente, quando vou dormir me coloco a disposição dos amparadores para auxiliar, mas nunca tinha ajudado um amigo em questão. Foi um aprendizado.
  23. Cemitério tem uma frequência pesada sim. O certo era serem afastados das residências, mas as pessoas não tem noção disso. Há pessoas que se morarem perto de cemitério podem vir a cair bem doentes. Principalmente as sensitivas e que não tem consciência disso. Eu evito cemitério o máximo que posso. Já tive experiências ruins após retornar. E fui apenas 6 vezes na vida. Só vou quando não tem como mesmo evitar. Na última vez, mesmo usando de defesas antes de entrar no cemitério, acabei trazendo uma companhia pra casa. E foram duas noites bem custosas pra poder resolver a situação. O espírito que me acompanhou deitava entre eu e meu filho,na cama. Isso aconteceu umas 6 vezes seguidas na segunda noite após a visita ao cemitério.Tive que conjurar pra tirar e depois pedir para algum mentor encaminhar a entidade. E ela estava ali pra sugar energia. Eu não podia permitir de forma nenhuma. Ainda mais meu filho sendo pequeno. E aconteceram outras coisas em visitas anteriores. Mas isso acontece pq eu sou médium. Acho que chamamos muita atenção das entidades. E o que postaram sobre cemitério na visão da Gnose está correto sim. Para vc realizar viagens astrais mais seguras, quando se mora ao lado do cemitério, é necessário pedir ajuda do seu mentor. Não tem outra alternativa. É mesmo assim vc pode encontrar alguma alma sofredora na sua casa. O certo é fazer um escudo de proteção permanente ao redor da sua casa. Sempre pedindo proteção por meio de oração e bons pensamentos. O que não sempre é possível devido a vida conturbada que a humanidade atravessa atualmente.
  24. João Paulo, vc vai ter que aprender a controlar seu estado de catalepsia. Tem que aprender a deixar seu cérebro dormir sem permitir que seu espírito durma junto. Precisa se concentrar no chacra frontal, enquanto relaxa o corpo. E quando o estágio de catalepsia surgir, vc precisa decidir se vai sair do corpo ou se vai acordar. Se for acordar dê o comando para que os dedos dos seus pés se mexam. Com o tempo vc nunca mais vai sentir o corpo paralisado. Agora se quiser se livrar da ação da entidade vai ter que mudar seu padrão vibratório. Existe um motivo pelo qual ele está entrando no seu quarto a noite. Vc permite. Não adianta nada mantras, orações, absolutamente nada enquanto vc não mudar o seu proceder. Faz um exame de consciência e descubra qual dos seus comportamentos atraem essa entidade. Aprenda a orar com o coração. Esse vai ser o campo de força que irá te proteger dessa e de outras entidades. Há um lado bom nisso. A espiritualidade quer que vc melhore.
  25. Leia esse livro e vc vai entender que lugar é esse que vc acessa. http://www.luzdegaia.org/downloads/livros/diversos/O_Poder_do_Agora_Eckhart_Tolle.pdf
×
×
  • Create New...