• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Sol Espectral

B-Membros
  • Content Count

    24
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

3 Neutral

About Sol Espectral

  • Rank
    Member

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. entendi, vou prestar bastante atenção, qualquer coisa eu relato aqui!!! na verdade eu já tentei parar de comer carne duas vezes, agora na segunda eu estava indo bem, até a dengue me pegar e parecia que meu corpo pedia proteína animal... respeitei... pode ser que esta chegando a hora de começar a tentar de novo, mas vou observar beeem, minha cunhada comentou que um organismo demora de 6 meses a 1 ano pra se recuperar bem dos estragos da dengue... e pode ser um sinal do meu figado mesmo, querendo ou não carne tem suas toxinas (pode ser a do medo do animal antes de ser abatido)... gratidão, vou pensar e observar bem
  2. Mas @sandrofabres, eu até pensei na possibilidade de ser algo da mente, lembrei de vezes que acordei no meio de um sonho que tinha uma música, ou telefone tocando,e havia mesmo os barulhos.. só que isso é realmente estranho, sentir o gosto claramente de gordura saturada.. passei o dia todo nauseada... Será que existe uma possibilidade de ser um tipo de ataque que talvez seja usado em uma determinada circunstância, como exemplo, momento de recaída em substâncias nocivas, ou alimentação sem consciência que está se auto destruindo. .. ou talvez até uma forma de mentores nos alertarem sobre um caminho, ou nosso próprio eu superior tentando mostrar algo pro nosso cabeçao oco Ou foi só coisa da mente
  3. Isso que é o mais estranho, não comi nada de frituras, e pode descartar a possibilidade de ser cheiro vindo de vizinho. .. ontem jantei frango ao molho com polenta cozida, arroz e feijão.. tomei chimarrão como de costume..
  4. ah detalhe, eu nem cheguei a consumir aquelas batatas, eu apenas senti o cheiro
  5. olá, essa noite eu estava em um lugar e tinha uma pessoa fritando batatas em uma gordura super mega master saturada.. eu senti um cheiro muito forte daquela gordura... acordei um tempo depois com a sensação como se eu tivesse comido aquelas batatas, nauseas e um leve gosto ruim na goela, sensação de má digestão... levantei, tomei agua pra ver se aliviava, e não aliviou, voltei a dormir e estava em um prédio onde tinha a sala de uma advogada,aconteceram um monte de coisas, mas resumindo, eu entrei na vibração do ciumes, e sai do lugar qeu eu estava, de repente entrei nuns terrenos baldios e senti uma vibração muito pesada daquele lugar, nisso apareceu uns dois caras muito esquisitos, estilo marlin mason (não se se escreve assim, acho que é) e vierem pra me atacar, tentei fugir volitando, mas no terreno ao lado apareceu mais um, dai eles vieram pra cima de mim de novo e eu estiquei os braços com as palmas das mãos voltadas pra eles dizendo pra eles sairem de perto, só que eles encostaram na minha mão, tipo mostrando que não adiantava, dai lembrei que eu ouvi num audio, acho que do curso basico, sobre dar um empurrãozinho de leves, e empurrei eles, só que foi muito de leves mesmo e tive que dar um outro um pouco mais forte, dai assim que eles estavam a uma certa distancia, me concentrei e voltei pro corpo e acordei... e aquela sensação da gordura saturada não tinha sumido e ainda estou sentindo (aaaaaaaaarg) sei que eu estava numa dimensão inferior... mas o que seria essas coisas todas?
  6. boa noite pessoal! meu nome é Talitha, eu já deveria ter me apresentado antes, mas sou meio ogra kkk desculpem-me desde muito nova me interesso sobre assuntos relacionados a espiritualidade. amava ouvir as histórias que minha avó contava de "visage" (visão de seres extrafisicos), morria de medo, mas gostava muito de ouvir... até que um dia, acho que eu tinha uns 9 anos, vi tbm, como era ignorante no assunto, quase tive um troço de medo e sai correndo, fiquei sem conseguir contar pra ninguém por dias... ainda bem, pq quando consegui contar minha mãe ficou dizendo que era coisa da minha cabeça e não ia ser legal ouvir isso enquanto estava em choque e sabendo bem o que eu vi.... nessa época eu fiz uma oração pedindo pra que eu nunca mais visse nada e até hj nunca mais vi nada mesmo... eu sinto presenças e tals, mas não vejo... eu ja tinha algumas experiencias relacionadas a sonhos tbm, quando bem novinha, eu "sonhava" que entrava em tubos que me levavam a outras dimensões, fugia de seres, me divertia com outros seres amigos... tbm acontecia de eu acordar no meio de um sonho legal, por mudar de posição durante o sono e conseguir voltar pro sonho voltando para a mesma posição (nunca tinha lido ou escutado alguém dizer que isso era possivel, foi na intuição mesmo).. nessa mesma época, aconteciam situações que não sei explicar, mas acredito que eram como testes de desenvolvimento da concentração, pois quando deitada, aparecia uma imagem, como que de um deserto liso e suave que me transmitia calma, de repente isso se transformava num deserto seco, tipo aquelas terras do sertão, onde fica a terra partida sabe, dai eu tinha que me esforçar pra transformar aquela visão no deserto liso de novo e era complicado hahaha mas chegava um ponto que eu conseguia (inclusive se alguém tiver uma situação parecida, ou uma explicação pra isso, gostaria de saber por favor). Tbm acontecia de eu estar em sonhos, e eram situações de pressa, que eu tinha que correr, por exemplo, correr pra pegar um onibus se não eu ia perder, dai eu começava a tentar correr, e no começo era dificil, quase nem saia do lugar, dai ia me esforçando e conseguia, dai quando pegava o jeito aparecia uma cerca de arame farpado no meio do caminho e eu tinha que dar um pulão,dai era dificil, até que eu conseguia dar um pulão... com o passar do tempo eu superava nos sonhos isso, conseguia pular mais alto e permanecer volitando (estou usando termos que aprendi depois, na época nem sabia)... enfim, na adolecencia li um basico de um basico de um basico sobre viagem astral, tentava fazer as técnicas que eu li, mas não conseguia... até que um dia, um bom tempo depois, nem pensava mais nisso, num sabado a tarde, tirando um cochilo, acordei em EV (aqui que descobri o nome desse termo) e senti que era só um simples pensar em levantar que eu saia do corpo, era como se estivesse metade pra fora sabe, dai me veio um medo, devido umas coisas que ouvi numa igreja, e ao mesmo tempo a vontade de sair, dai ouvi uma vóz doce feminina, dizendo: "volte Talitha, volte" voltei pro corpo e levantei pra ver se tinha alguém no quarto, não vi ninguém.... e hj em dia estou com 27 anos, ano passado voltei a estudar novamente sobre espiritualidade e no meio desses estudos, percebi que tudo que eu preciso é me libertar do medo e desse trauma da infancia e das coisas que ouvi na igreja.... (não tenho nada contra religião alguma) e não sei o que fui pesquisar no you tube, acho que algo pra saber sobre os espiritos que existem no astral e encontrei um video do Saulo, acho que o FAQ 316... e achei super interessante, resolvi começar a assistir desde do numero 1, quando estava no 12 mais ou menos, resolvi procurar o site e gostei mais ainda!!!! e quero agradecer por esse site existir, esta me ajudando muito nessa cura do medo! gratidão!!! um abraço
  7. mas que bom, minha intenção é aprender mesmo pra ajudar quem precisar
  8. entendi!!! gratidão gente! eu tive essa duvida, pq eu encontrei no astral com eles, eu imaginava que eu tinha dois, mas encontrei com cinco hahaha dai ouvi no aúdio e pela explicação de vcs, estou dando trabalho hahahahaha
  9. Boa noite, ouvi num áudio do curso básico que cada pessoa pode ter uma determinada quantidade de mentores dependendo do propósito, como assim? Poderia citar alguns exemplos por favor? Gratidão desde já
  10. entendi, mas foi assim que aconteceu comigo... eu não acordei no fisico, simplesmente voltei num ponto pra fazer a fulga direito... eu sabia que estava no astral, mas sabia que de alguma forma eu deveria fazer direito, pq na época em que eu tive essa experiencia, eu tinha um limitado conhecimento de que podem prender seu corpo astral, sem vc conseguir escapar, vc acorda no fisico, mas com o corpo astral preso... hj em dia eu sei que não é assim, que a gente pode voltar a hora que quiser... e o astral não fica la, mas vc pode se sentir preso se assim vc acreditar que pode acontecer... aprendizados né... apesar de o conhecimento ter sido limitado naquele momento, eu arrumei um jeito de não acontecer o que eu não queria... e conforme vou me superando, acredito que os mentores me guiam pra ir aprendendo mais e superando esses limites... tanto que tem um relato que postei na pasta de relatos mesmo, que uma entidade tentou me botar medo e consegui me manter calma e tranquila... não fugi, não confrontei... acho que o titulo que coloquei é, "mesmo lugar, experiencias diferentes" enfim, estou escutando o curso basico e já esta me ajudando bastante, não só no astral, mas no presente fisico tbm, pq é quem nós somos que faz a diferença... e acredito que de alguma forma, tudo que tenho aprendido é essencial pra poder começar a fazer resgates a amparações de forma consciente.... gratidão mais uma vez!!!
  11. Boa tarde, vim ler por curiosidade, e li sua resposta Sandro, vi que escreveu um relato que conseguia voltar pra fazer as coisas direito. ... estávamos falando sobre isso esses dias, acho que vc tinha esquecido de comentar isso....
  12. Só que pude observar uma coisa através do seu relato! !!!!!!! 6 horas depois vc voltou né, no mesmo lugar e no mesmo momento, ou seja, podemos controlar isso sim! se não, as coisas já estariam diferentes não? ??? (Ufa, neste dispositivo funciona interrogação kkkk)
  13. Kkkkkkk não passou no teste, conseguiu a proesa de voltar um tempo depois e não conseguiu reagir kkk eita