Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Carlos Sodré

B-Membros
  • Posts

    9
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Carlos Sodré

  1. Oi, estagioem 4dimensao. Já tive projeção com índios, mas foi depois de esfregar uma erva na cabeça. Não deu muito certo. Você deve ter sido uma ou um índio em alguma existência. Muito legal o relato. Poderia passar link com o pdf? Grato
  2. Passei aqui para tentar falar qualquer coisa, mas o Sandro disse tudo!!!!
  3. Olá, pessoal. Estes dias, estive desdobrado na casa da minha mãe. Já não moro com ela há muitos anos. De dentro da casa, avistei uma nave, um ovni. Tinha uma estrutura de fuselagem branca esférica. Relaxei e mudei de lugar para que desaparecesse, pois ou poderia ser eu o causador do ovni ou uma outra consciência sonhando com ETs. Voltei a ver, entretanto em outro ambiente, agora fora da casa. Tive medo, perdi a lucidez. Passei a querer que eles fossem embora. Pouco depois, lembro de estar diante do ovni. Pensei "já era". Foi quando a nave abriu uma porta que se abriu na minha frente. Uma mulher alta, com cabelos pretos e longos me abordou. Ela vestia uma roupa branca e parecia ter uma capa. Aproximou-se de mim e pôs a mão sobre a minha testa. Naquele mesmo instante, vi o universo como se olhasse para um microscópio. Vi as galáxias como células coloridas em desenvolvimento orgânico ligadas entre si por fios brancos luminosos. A moça me explicava as imagens, mas ao mesmo tempo era a sua voz que criava as imagens que eu assistia. Não era uma narrativa, era um tipo de descrição vívida de algo complexo como o universo com uma analogia simples com células. Dentre o que lembrei de sua palestra, registrei o fato de que aluns sistemas solares colapsavam como células em razão do comportamento de estrelas que se tornavam buracos negros. Estes sistemas, segundo a moça, eram retirados das galáxias e postos em uma espécie de apêndice, vivendo ainda como parte da galáxia, mas sem atrapalhar o desenvolvimento de outros sistemas solares. Que aula. Depois de tudo isso que vi, sobrou a vergonha de ter tido tanto medo. Abraços, Carlos Abraços, Carlos
  4. Olá, Hoje, de manhã, semi-lúcido, vi meu corpo astral sendo usado para psicofonia de uma consciência um tanto confusa. Ao fim do evento - patrocinado por algum amparador- voltei ao corpo astral e dele/com ele para o corpo. Abraços, Carlos
  5. Olá, pessoal. Ontem, estava com dúvidas quanto ao que fazer com o meu carro, se vendia ou pintava. Um comprador esperava a resposta hoje cedo. Antes de acordar, descolei do corpo e fui parar em uma oficina de lanternagem de um amigo que nem lembrava mais. Ele me mostrou o que tinha que fazer e me deu o preço. Perguntei se tinha que deixar algum dinheiro para ele começar. Ele disse que sim. Ao voltar para o corpo, tive a impressão de que a minha consciência selecionou essa possibilidade como a melhor para o momento. Fui até a tal oficina. encontrei o velho amigo. Ele me mostrou o que tinha que fazer e ....tal como vi fora do corpo. Agora estou mais tranquilo. Ficar em dúvida faz a gente perder muita energia. Abraços
  6. Carlos Sodré

    O Amor é...

    ...o fim das fronteiras.
  7. Oi, Pessoal. Há duas semanas, graças a uma técnica de indução, despertei fora do corpo em cima de um prédio no centro de uma praça em Cabo Frio. Ao ver a cidade lá de cima, toda iluminada, decidi saltar e alçar voo. Não deu para curtir muito, pois me emocionei ante a sensação de liberdade e de voar. Voltei para o corpo, frustrado. Abraços, Carlos
  8. Oi, pessoal. Já estive aqui antes, "caluz sol silva", carluz. Agora, muito prazer. Meu nome é Carlos Sodré. Abraços,
×
×
  • Create New...