• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags 'vanilla'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 51 results

  1. Acho que foi sonho lúcido Michelle Bom gente, esse aqui acabou d acontece. Então vou escrever antes que esqueça, rs. Ontem, eu estava mt cansada então acabei apagando, sem fazer (ou tentar) técnica nenhuma. Dormi bem a madrugada inteira, nem mh gata me acordou, rs. Pela manhã comecei a sonhar. No sonho, a onde me dou conta, é qd estava em um bus, com mh namorada (vou chamar ela aqui de kelly), e não tava entendendo o caminho q ele tava fazendo e nem pra aonde estava indo. Ai kelly tava meio q me explicando esse novo caminho. Acabei não reparando em ngm no bus, só no trajeto dele msm. Daí o bus parou, tds decemos do bus e eu percebi que estava na parte d trás da Lapa (moro no rj). Achei estranhao aquilo pq a Lapa, qm já teve oportunidade d ir, é um lugar bem pessado e hj, é um lugar q eu só vou qd n tem jeito, evito ao máximo até passar por ali. Daí fiquei mt "bolada" d estar justamente nesse local e qd olho a mh volta, vejo um monte de bruxos (na hr foi isso q me veio na cabeça), tds d preto, mas vestindo roupas normais (pelos trajes pareciam akeles adolecentes roqueiros) segurando sacos transparentes cheios d turmalina negra e felizes. Aí eu fiquei: O.O Nisso tb prestei atenção na lua (pq estava anoitecendo). Havia 2 luas, uma nova e abaixo uma minguante (não sei cm deduzir isso, rs). Comecei a seguir o fluxo, pq o pessoal estava se deslocando pra uma passarela q tinha ali próximo prestando atenção em tudo, qd percebo q a kelly saiu andando na frente, sem me esperar. Aí fiquei preocupada, até tentei alcança-la, mas n consegui pq tinha umas mulheres lerdas na mh frente e cm estava cercada d bruxos resolvi ter paciência e andar nos passos delas. Engraçado q ngm notava mh presença e nem a da Kelly, pois estavamos com roupas normais e o resto do povo todo d preto. Daí chegamos na passarela, e qd eles passavam começaram a jogar a turmalina no meio da pista e nisso ficavam felizes e sorridentes e eu sem entender p.n. Acabei deduzindo q seria algum ritual deles e fiquei com uma vontade imensa d ir catar as pedrinhas, hahaha. Eu até tenho uma aki, mas a mh é feia em comparação a q eles carregavam e dps se livravam. Fui seguindo o fluxo e nisso a Kelly simiu d vez. Deduzir q ela foi pra onde eles estavam indo, pq o q parecia q eles estavam indo pra algum lugar comemorar. Daí chegamos em um tipo d prédio e qd entrei, só entrei ali msm pra procurar a Kelly, pq n ficaria ali d vontade própria nem 1 min. Comecei a procurar e nisso eu vi um ambiente sujo, feio, escuro e com mt gente bebendo e acho q alguns drogados. Msm assim continuei na busca. Subi nos andares q deu, e nisso via mt gente no msm estado (e eles n me percebiam). Até q já n a encontrava, resolvi ir embora. Nisso, acabei acordando msm com vontade e ir ao banheiro. Até agora não consegui interpretar o sonho.
  2. Minha 1ª e 2ª projeção com lucidez Katia setembro 2015 Dia 19/09/2015 – Às 7:30 da manhã deste sábado, voltei para a cama e fiz a técnica projetiva, aproveitando que meu marido havia saído de casa. Pela primeira vez senti o que era o tão famoso E.V. (Estado Vibracional), senti como um desacoplamento entre os corpos físico e espiritual. Não sei aonde estava ao certo (nem cidade, nem rua, nenhuma informação local), mas me coloquei a disposição dos mentores/amparadores, queria experimentar como era um amparo. Pela primeira vez e de modo consciente fiz o meu primeiro voo, mas pude perceber que havia em torno do meu corpo espiritual um objeto, que compreendi ser uma boia na cor azul. Logo adentrei em uma residência, toda arrumada, fui andando pela sala, cozinha, dormitórios era uma casa muito arrumadinha e achei que não havia ninguém no local. Fiz uma cara como que perguntando ao mentor, (que sentia estar junto mas não o via) tipo o que estávamos fazendo naquele local. Ao entrar em um dos dormitórios da casa, pude notar que estavam dormindo aglomerados 4 jovens, imaginei que estavam drogados, uma moça que ainda não tinha 18 anos pela aparência e dois rapazes também jovens, e um que parecia ter menos idade, talvez entre 10 ou 13 anos. Esse mais jovem era negro, e todo safado veio para cima de mim, tentando me beijar e me acariciar e pela minha cara ele percebeu que não permitiria tal coisa, ele fez um sinal e mostrou seu órgão genital para mim. Mentalizei os jovens e impus minhas mãos, fazendo uma prece e pedindo a Deus que enviasse a energia necessária àquele grupo. Em seguida esse menino mais jovem desapareceu do grupo, entendi que ele foi socorrido por amigos espirituais. Eu toda eufórica falava para o meu amparador, é isso que quero fazer, quero amparar, amparar, amparar....quero fazer isso sempre.... Eu não pude ver meu mentor, mas acho que ele ficou rindo de mim...tenho a nítida impressão que ele sorria também com minha empolgação. Mas como não enxerguei nada, não posso ter essa certeza...rs. Quando acordei no corpo físico, era pura alegria, meu entusiasmo por ter conseguido fazer o primeiro amparo com a lucidez que busquei por meses a fio fazendo técnicas, finalmente havia conseguido. Notei que senti o E.V. algumas vezes, como se fosse para me manter no local aonde era necessário. Entre o voo e a chegada na residência, pude sentir mais de uma vez a instalação do E.V. como se ele acontecesse para manter minhas energias de forma ao auxilio necessário. Dia 21/09/2015 - Entusiasmada com a primeira projeção, cada oportunidade que meu marido sai cedo de casa, vou para meu quarto fazer a técnica projetiva. Não querendo dizer que quero que ele saia, mas realmente aproveito a oportunidade porque o acoplamento aurico atrapalha e impede que a projeção aconteça. Então fui para o quarto novamente e fiz a técnica projetiva completa, logo senti o E.V. e fui levada para uma residência chique, entrei no jardim de uma bela casa. Ao entrar na residência pude perceber que os habitantes estavam agitados eu não os via, apenas sentia a vibração da casa, malas por todos os cômodos, pareciam estar fugindo de alguma situação difícil que estavam passando e de forma rápida. Não deu tempo de entender o que ocorria naquele local, fui puxada para uma nova situação, ouvia uma conversa, eu acreditei que havia deixado meu celular ligado e estavam entrando mensagens de voz no whatsApp, ouvia a conversa sem entender, não dei importância para o que acontecia, só fiquei irritada com a minha cabecinha de vento que deixou o celular ligado e estava perdendo o amparo que iria acontecer, graças a minha incompetência de tirar o som do celular. Não me perdoava por isso...rs Passou algum tempo aquela conversa no pé do ouvido onde eu reconhecia ser a voz da minha irmã e do meu cunhado. Ao voltar para o corpo percebi que não podia ser whatsApp, porque o celular estava em modo silencioso. Fui descobrir mais tarde, pela minha irmã que meu cunhado estava passando por consulta no Hospital das Clínicas e estava passando muito mal, vomitou muito. Ele está com um tumor cerebral, precisando ser socorrido e encaminhado para cirurgia com urgência. Pude compreender, que fui levada para lá para ampara-los de alguma forma, porém, não consegui compreender o que se passava no momento, acreditando ser uma interferência do telefone. Este é o resumo da minha segunda projeção de forma lúcida. É simplesmente maravilhoso poder comprovar que após 3 meses de técnica, estou conseguindo finalmente fazer as tão sonhadas projeções e ainda ter um amparo, o primeiro de muitos amparos.
  3. Lucidez um problema? Lucidez depende dos mentores? guuiiza outubro 2015 Para nós estarmos lúcidos fora do corpo temos que ter lucidez, certo? (hehe) E para ter lucidez é só nos tomarmos consciência da onde estamos, de que veiculo estamos usando, oque estamos fazendo, estar desperto... certo? Um estudante de projeção astral quando dorme e se vê fora do corpo, logo já sabe do fenômeno, e ele toma consciência de onde esta... então eu diria que lucidez não é um problema ?! oque nos impede de lembrar é apenas a rememoração? Pra você se lembrar seria algo "ativado" pelos mentores?
  4. Despertar a lucidez durante um sonho e ser atacado. lgomes novembro 2015 Prezados, Gostaria de relatar um sonho estranho...digo sonho, pq de fato era, mas ocorreu algo estranho, foi assim: Sonhei que estava em uma espécie de retiro espiritual, e era do terreiro onde frequento, inclusive vi alguns conhecidos. Lá pelas tantas, comecei a perceber que aquilo não era retiro coisa nenhuma, percebi que era tipo um bar (eita ferro rsrsrs) e que tinha um povo ali que eu não conhecia, comecei a ver coisas sem nexo, inclusive um sujeito me abraçando, dizendo ser fulano e eu olhava no rosto dele e via que ele estava fingindo....vi nitidamente o rosto dele e não era alguém que eu conhecesse. De repente, olho para o céu que estava azul e ensolarado e me deu um mal estar, falta de ar, angústia e pensei: Meu Deus, o que estou fazendo aqui, que lugar é esse, quem sou eu??? Eis que sinto uma interferência muito forte, como seu fosse “ incorporar” alguma coisa...sensação terrível, que tava mais pra possessão do que incorporação. Daí surgiu uma das médiuns do terreiro para me ajudar. Finalizando, apareceu um homem com um livro e uma caneta na mão me dizendo: “Você tem certeza que me disse tudo? Eu preciso saber de tudo, para poder lhe ajudar.”eu disse: Não, claro que não, teríamos que ficar dias para vc saber de tudo...e quando ele puxou a cadeira para eu sentar e começar a falar...ouvi meu marido me chamar e acordei...salva pelo congo...srsrsr Bem, a interpretação que tive, foi de que “despertei” durante o sonho, fiquei lúcida e fui atacada por algo, ou alguém... Não é a primeira vez que fico lúcida durante um sonho e acordo rapidamente, ou sou jogada no meu corpo, como se alguém me colocasse no corpo novamente e acordo com um solavanco. Sabe lá se interpretei errado, mas alguém já teve uma experiência semelhante??? De ficar lúcido durante um sonho qualquer e ser atacado?
  5. Jogar Energia no Ambiente ao Exteriorizar ? henriquearaujo novembro 2015 Não tenho muita certeza mas se não me engano ouvi isso em uma das técnicas completas, pedia pra direcionar energia pra uma pessoa ou um ambiente ao exteriorizar, mas essa energia não é densa? Porque eu a deixaria no meu quarto ou direcionaria a uma pessoa ? sandrofabres Exteriorizar já é o ato de "jogar para fora" ( no ambiente ou pessoas) sua energia. Mas sua INTENÇÃO regula como ela será emitida. Exemplos: - na técnica do Saulo você está exteriorizando com INTENÇÃO de se livrar de energias-lixo, energias que aderiram a você durante o dia, e que você não quer que fiquem grudadas em você. ( por exemplo, se uma menina te olha com interesse sexual, em geral ela vai jogar sobre sua aura uma emissão de energia, que ficará grudada em você e te fazendo lembrar ela a toda hora, ou no caso de você ter irritado alguém sem perceber, ou no convívio diário) - para curar você emite energia com INTENÇÃO de curar, elas são densas, mas denso não é sinônimo de negativo, denso apenas significa a frequência vibratória. Eenergias densas são boas para cura, porque curam mais rapidamente do que energias mais sutis, que são mais rarefeitas. É isso, por exemplo, que diferencia o sistema CURA PRANICA do Reiki, porque a CURA PRANICA usa energias densas, dos pranas do ambiente (água, ar, terra e fogo), embora pudesse também usar o prana do espírito, que é o Reiki. Só que o prana do espírito exige que voc~e tenha uma sintonia mais elevada, para poer captá-lo em quantidade suficiente para efetuar uma cura rápida, enquanto que os pranas dos elementos não exigem isso. Por isso o Reiki usa as iniciações, para aumentar sua sintonia com esse tipo específico de prana. Já a Cura Prãnica não necessita iniciações, basta um curso ou livro para saber como usar. Já o Reiki, sem a iniciação de sintonia, é inútil, a única coisa que você vai emitir se não tem as iniciações é sua própria energia vital, até ficar fraco e começar a sugar do paciente quando acredita estar doando. - você pode emitir suas energias com INTENÇÃO de entidades negativas presentes no local. - pode emitir suas energias com INTENÇÃO de limpar o ambiente, eliminar coágulos de energias tóxicas que podem ter no seu quarto ou casa. Entendeu agora? Só falar em exteriorizar não significa nada, por isso as vezes você vê uma explicação , depois vê outra, que parececontrária, e fica confuso. Se você apenas exteriorizar sem ter intenção alguma tudo que conseguirá é sentir-se fraco, porque exteriorizou energia pura, não estabeleceu um filtro seletivo através da intenção. henriquearaujo Entendi! Obrigado Sandro.
  6. Alguém já levantou em astral achando que estava no físico ? Yuri dezembro 2015 Noite passada, acordei com calor, tinha acabado a força e o ventilador tinha desligado, tive dificuldade pra dormir, mas em certo ponto peguei no sono, não sei em quanto tempo aconteceu isso, mas eu acordei (dessa vez em astral, sem perceber) e vi que continuava o ventilador desligado, então por causa do calor fui tomar água, depois voltei pra me deitar, não vi meu corpo (físico) nem o da minha irmã (que dorme em baixo na beliche), foi quando abri os olhos no físico e fiquei tipo "pqp como assim", fiquei todo confuso kkkkk e em dúvida se estava acordado mesmo, mas dessa vez eu estava sim. lukynhas Já tive alguns sonhos dentro de um sonho. "Acordei" algumas vezes até este desperto no plano físico. Yuri @lukynhas eu tb, quando eu era criança lembro de um sonho que eu "acordava" varias vezes dentro do sonho, chegou uma hora q eu ja sabia que era sonho por que a mochilha(do sonho) q eu ia pra escola não era a real (fisico), é muito estranho. sandrofabres Alguém NUNCA levantou em astral achando que estava no físico ? Eu diria que essa é a REGRA, e o resultado é o que chamamos de SONHO. Já levantie para fechar a janela que não parava de bater com o vento, mas ela parou quando eu levantei, o que me mostrou que ela não estava batendo, era apenas "ilusão de entrada na fase". Testei e descobri que estava em astral. També mjá fui no banheiro urina,r e testei antes de chegar no vaso, e pronto stava em astral. POR ISSO TEMOS QUE TESTAR, PORQUE É QUASE UMA REGRA, NÃO UMA EXCEÇÃO. Michelle Já aconteceu comigo tbm de levantar pra arrumar o ventilador, e quando eu realmente acordei não entendi nada. Oportunidade perdida de dar uma voltinha, rs. Yuri kkkkkk o pior é q vc fica com a sensação de ter desperdiçado a oportunidade
  7. Como ir em algum lugar específico estando fora do corpo ? Yuri Hoje tentei me "teletransportar" para um lugar mas oq aconteceu foi q eu acordei no físico -.- Parece que quando fecho os olhos no astral, por algum motivo psicológico eu perco a lucidez, mas não conseguiria me concentrar no lugar de olhos abertos, mesmo sabendo que no astral não precisamos de olhos pra ver...
  8. Ouija ou brincadeira do copo onírico dezembro 2015 Olá pessoal! Hoje me lembrei do Ouija e da brincadeira do copo e gostaria de saber o que vocês pensam ao respeito. Pode ser perigoso o uso?
  9. Tiptologia, estão batendo na porta do meu banheiro e agora? o que faço? Urueds setembro 2015 Tem 9 (nove) meses que estou morando no meu apartamento novo, nunca antes habitado, eu acompanhei a construção dele e nunca antes teve outro morador, pois bem já tem um bom tempo que esta acontecendo o seguinte, quando estou no meu banheiro tomando banho e com a luz desligada, começo a entrar em estado de relaxamento e derrepente ouço um tok na porta, como de alguém batendo, no inicio achei que era minha mulher fazendo graça, depois constatei não ser ela, comecei a analisar a questão e cheguei a uma equivocada conclusão que o vapor dentro do banheiro estava causando dilatação térmica na porta, dias atras fui surpreendido com a volta do tok na porta do banheiro durante meu banho porem desta vez a porta estava completamente aberta e não havia acumulo de vapor dentro do banheiro, ontem relatei tudo a minha mulher e a convoquei para entrar no banheiro comigo para analisarmos aquele "som" enquanto eu estava tomando banho ela ficou prostrada e imóvel do lado da porta, aguardando, depois ela me relatou que ouvir alguém bater na porta eu porem não ouvi nada. Cheguei ao entendimento que este som, este tok pode se tratar de um fenômeno não físico que é variável por ser detectável somente por fonte psíquica que esteja na mesma sintonia frequencial. "tiptologia" será que querem fazer contato comigo? o que devo fazer? montar um alfabeto?
  10. O que poderia ser? Michelle Bom pessoal de um tempo pra cá eu notei que em determinadas horas do dia sinto a mesma sensação, que é a principal, de quanto to decolando do corpo. Sensação de ondas saindo da frente do meu rosto, as vzs sinto no topo da cabeça, junto com a mesma sensação do meu corpo astral saindo. Na hora fico meio "lesada". Dura poucos segundos e volto ao normal. Isso ocorre quanto to lendo ou vendo tv ou jogando ou quando to sentada sem fazer nada, ou seja, acontece do nada. Notei que isso acontece mais após o almoço, entre 13 e 15 hrs, e as vezes de madrugada (durmo muito tarde). As vzs tbm sinto varias vezes por dia. Já cheguei a pensar que poderia ser algum tipo de "sinal", indicando q há alguma coisa errada, mas sei lá, acho esquisito que seja isso. Todo dia, praticamente na mesma hora... Atualmente até parou, mas ontem voltei a sentir. Aí fiquei incucada. Parei de fazer técnica mesmo faz um tempinho, mas me concentro todos dias antes d dormir. O que poderia ser?!
  11. Repetidas vezes e confusão com a realidade mario dezembro 2015 Bem, acho que realmente estou desperto. Tive uma sequência de várias projeções. A primeira foi intencional e relativamente difícil. Estava deitado por volta das 6:00 da manhã e resolvi me concentrar e entrar em estado vibracional. Pouco tempo depois, meu corpo todo estava vibrando. Concentrei-me e levantei, mas muito fraco e quase sem visão. Coloquei as mãos nos olhos e pedi por forças, proteção e visão. E imediatamente levantei com força. Minha visão estava "em túnel". Abri a porta e fui ganhando cada vez mais lucidez. Sai de casa e voei. Muito lúcido. Mas não era mais a minha vizinhança. Essa foi a segunda vez que voei. Foi muito fácil e logo tinha o controle do vôo. Em um determinado momento, vi uma jovem também voando. Passei por ela e pensei: como vou parar ? Como vou descer? Ela veio até mim e disse: "eh fácil pare e desça como se estivesse de pé no ar". Voltamos juntos voando. Ela perguntou se eu era médico ou estudante de medicina. Eu disse que era professor universitário, mas que, apesar de ser da área de saúde, nunca dei aula pra medicina. Ela me disse que era estudante e que "passou" dentro da Universidade. Entendi o termo "passou" como morreu. Ela era bem bonita. Era gordinha e emanava muita paz. Paramos e eu perguntei como a "passagem" tinha acontecido. Ela ficou muito triste. Falei: esse assunto te perturba? Ela simplesmente desapareceu. Voltei sozinho e desci no alto da minha casa e comecei a passar mal. Deitei-me de lado e alguém me falou: é necessário que isso saia de você, mas não vi quem falou. Era voz de homem. Na mesma hora parte do meu corpo se desprendeu e formou um sapo enorme. Fiquei muito enjoado. Despertei no meu corpo. Eu ainda vibrava muito, como se uma corrente elétrica muito forte passasse por mim. Projetei- me com muita facilidade. Fui para a sala e lá vi a minha irmã. Sempre que vejo alguém em casa, a pessoa é muda... Minha irmã não falava nada. Na verdade, ela nem me via. Ajoelhei-me aos seus pés e comecei uma oração para que ela ficasse bem e pude sentir todo o amor que tenho por ela de forma muito intensa. O interessante foi que tomei essa decisão de forma bem lúcida, mas não sou de fazer orações... Sai de casa e abri o portao. Em uma projecao anterior eu estava tentando sair de uma casa e nao conseguia pq as portas estavam trancadas. Uma pessoa que estava la comigo falou: nesse plano, todas as portas sao abertas. Lembrei disso e abri o portao com facilidade. O sol ja raiava e o ceu estava muito azul. Voei em direcao ao ceu e, nesse monento, eu pude ver o espaco e os astros. Voava em direcao ao espaco quando perdi a lucidez. So um buraco no ceu estava aberto e via as estrelas e a imensidao do espaco. No próximo momento, estava no meu corpo. Não queria mais me projetar. Queria acordar. Levantei e não tinha certeza se estava projetado ou acordado. Pela primeira vez, tive coragem de olhar pra cama e eu não estava na cama. Tinha certeza que estava acordado. Sai do quarto e algo estava diferente.... Tentei voar e consegui. Estava projetado. Mas por que não vi meu corpo? Novamente encontrei- me na cama e ainda vibrando. Queria muito acordar de verdade. Levantei-me e olhei pra cama e dessa vez eu vi o meu corpo dormindo. Foi muito perturbador. Fiquei me olhando e eu me movimentava na cama (virei pro lado). Sai do quarto e voei pra sala. Passei por minha mãe (muda) e q não me viu.... Fiquei tentando acordar no físico por mais algumas vezes... Mas sempre levantava projetado. Até que finalmente despertei. O engraçado eh q sai do quarto ainda confuso e as 7:40 na manhã meu sobrinho estava comendo um prato de comida (arroz, feijão, salada, bife). Pensei: isso não pode ser real. Devo estar projetado. E perguntei pra minha mãe que estava na cozinha: estou sonhando???? Ela respondeu: que conversa de doido? Claro q não. Hj é aniversário de casamento dos meus pais e acordei tarde pra comemoração (tínhamos que sair as 8:00). Bem, eu tava tentando acordar, mas não conseguia acordar no físico. Alguém mais já passou por isso? Confundir a projeção com o real despertar? Existe alguma técnica para evitar a projeção e realmente acordar??? Abraços!!!
  12. Manika Manika agosto 2015 em .................................... Sinopse: A reencarnação é possível? Ninguém no pequeno vilarejo indiano onde vive a menina Manika diria que sim. Muito menos o padre irlandês Daniel, recém-chegado ao local. Mas a menina não se cansa de contar histórias sobre sua vida passada, que teria ocorrido em uma cidadezinha no Nepal. As histórias são tão cheias de detalhes que o padre decide levá-la até lá. A viagem será uma descoberta para os dois. Seu roteirista, François Villiers (França, 1989) se baseou em um dos casos pesquisados pelo dr. Ian Stevenson(vide "20 casos sugestivos de reencarnação"), sob o nome "Shanti Devi". A menina Manika vivia em um pequeno vilarejo de pescadores da Índia, em meio a católicos.Ninguém era adepto de crenças reencarnatórias, mas a garota não se cansa de contar histórias sobre uma outra vida, de riqueza, vivida por ela no Nepal. Seus pais constantemente a recriminam por isto. Confusa, foge de casa e o padre de seu colégio, Daniel, promete a seus pais encontra-la e traze-la de volta. Suas histórias são tão ricas em detalhes que o padre decide levá-la ao Nepal. A viagem será uma descoberta para ambos: para Manika, o encontro de seu próprio destino; para Daniel, o encontro das bases de sua fé. ........................................ Caso real. http://misteriosdomundo.org/reencarnacao-o-misterioso-caso-de-shanti-devi/ Parte 1:
  13. Sinopse: Pela primeira vez na história, um filme retrata, com fidelidade, lógica e respeito, a reencarnação, tema de interesse de milhões de pessoas em todo o mundo. Baseado em fatos reais relatos no livro autobiográfico de Jenny Cockell, Minha Vida na Outra Vida http://www.livrariacultura.com.br/p/minha-vida-em-outra-vida-2223316 Ele conta a história de Jenny, uma mulher do interior dos Estados Unidos, que tem visões, sonhos e lembranças de sua última encarnação, como Mary, uma mulher irlandesa que faleceu na década de 30. Intrigada, Jenny sai em busca de seus filhos da vida passada. Tem início uma jornada emocionante. Jenny é magistralmente interpretada pela renomada atriz Jane Seymour, de Em Algum Lugar do Passado. Só, que desta vez, não se trata de ficção, mas de realidade. lepacheco Filme Maravilhoso, super recomendo! pedrobraga Muito bom mesmo o filme, tbm recomendo. AlcidesJr Acabei de ver, muito bom!!
  14. Visões sobre a morte e o post mortem Pessoal, resolvi colocar aqui descrições sobre o processo da morte, porque esse e um assunto de interesse geral, e nem sempre e' facil encontrar descriçoes completas, só fragmentos aqui e acolá. Vou comecar por colocar uns trechos da Dion Fortune, depois do Waldo Vieira, e convido os colegas que conheçam outras descricoes que as postem aqui, de preferencia nao como links, porque eles somem, mas como texto mesmo, para que o topico tenha reunidas as diversas visões sobre o tema. É importante perceber que todo esse pessoal concorda em alguns detalhes, embora discordem em outros, para que ninguem se iluda sobre este fulano ou beltrano ter esclarecido tudo sobre o tema. Os esclarecimentos dependem da capacidade do investigador. "Tenha suas proprias experiencias", na prática, significa apenas "veja no astral o que sua consciencia permite ", e depois os caras ficam brigando para tentar provar que é o outro que está "mistificando".... Não ha consenso, mas há semelhancas, e acho que nas semelhancas, nao nas diferencas, é que a verdade pode ser encontrada.
  15. Projeções "fora da casinha" novembro 2015 Criei este tópico só para o pessoal saber que isso existe, que algumas projeções fogem completamente do que seria compreensível, dentro da visão comum desse fenômeno. O que me motivou foi este FAQ do Saulo, porque ele relata em algum momento ali, que se viu criança de novo, e falando com a mãe: Então lembrei que talvez fosse interessante alertar as pessoas para isso, que MUITA, mas muita coisa mesmo, não dá para entender ou relatar direito. O novato pode estar conseguindo se projetar, mas tem experiências que ele considera esquisitas, muito diferentes do que ele lê nos livros ou sites, e não sabe mais se está de fato se projetando ou delirando, afinal, ninguém parece relatar as maluquices como as que ele está vivendo nas suas projeções. Será que porque é maluquice então não é projeção???? Será que então essas experiências malucas seriam apenas sonhos? Olha, vou relatar 3 projeções desse estilo meio doido, como a que o Saulo descreveu ali sobre a infância e a mãe dele. ..................................................... Eliminando os detalhes todos que seriam interessantes para um relato e me focando só no que é "fora da casinha", ao andar por um corredor e descer os três degraus qie havia na saída da casa, olhei para frente e reconheci, de imediato, a uns 200m de distância, a "casa dos padres" ( só ali na projeção eu sabia o que era essa casa, ou quem morava lá). Quando a vi, foi como se desse um zoom, e me senti avançando uns 30m a frente, e foi como se eu tivese saido de dentro de algo... Então me percebi sem corpo algum, apenas um núcleo de consciência flutuando no ar, no meio da rua, olhando em direção ao tal prédio dos padres. Então m virei para olhar de onde eu tinha saído, e vi, a mim mesmo ainda descendo aqueles 3 degraus e olhando em direção ao prédio. O sujeito que era eu chegou até o muro da frente da casa, saindo para a calçada, ainda olhando admirado na direção do prédio. Mas eu notei que ele meio que cambaleava, andava meio trôpego. E falava algo, mas parecia bêbedo, ou eu não ouvia direito. (bom, talvez fosse francês, porque a língua francesa soa meio como "língua de bêbedo" né?) Esse meu eu vestia uma roupa assim, mas com chapéu: Pensei: "céus! será que eu era bêbedo em outra vida?" eheheheh Achei que seria interessante tentar falar com aquele meu eu passado, talvez ele pudesse me contar algo sobre aquela vida, sei lá né? Me aproximei parei na frente do rosto dele. Mas claro, eu era só uma consciência, sem corpo algum, e ele não me via. Comecei a tentar gritar com ele, para chamar atenção, até que ele pareceu me ver, deu um berro e saiu correndo pela rua...e sumiu rua abaixo. Na esquina havia uns 3 sujeitos que eu, por algum motivo, sabia que eram "seguranças", e pedi que trouxessem o sujeito de volta. Eles correram pela rua onde ele saiu gritando, e o trouxeram a força, segurando-o encostado na parede, para que eu pudesse tentar contatá-lo, mas ele só se debatia e gritava apavorado,m não prestava atenção me nada do que eu falava. Não sei o que foi isso, mas foi bem estranho. E eu havia tido um sonho, talvez um ou dois meses antes, em que eu estava vestindo aquela roupa, e aquele corpo (que é bem diferente do meu atual), e aparentemente tinha "um caso" com uma rainha daquele local. O sonho teria sido lembrança de vida passada? É possível. Mas a projeção parece ter misturado tudo, lembrança, aparência, tentativa interação com a forma passada???? ........................... Noutra projeção eu me vi, ao sair do meu cenário atual, ao andar por uma rua me vi num mais antigo, em que eu era um Chinês, com trança , similar em tudo a esta foto: E estava andando por ali, quando me vem um chinês e fala chinês comigo e eu...entendo e penso "caraca! estou entendendo chinês!" Ele veio me avisar que deveríamos ir a um certo local, e eu o sigo. Mas estou ali projetado consciente, sabendo quem eu sou daqui do hoje, mas também percebendo que estou vendo um cenário do passado, como se estivesse habitando um corpo do passado também, porque ele caminha com as mãos para trás, seguindo o outro chinês, e eu apenas sou como que um passageiro do século XXI naquele corpo do século...(sei lá, não ficou clara a noção do tempo nessa mas acho que foi início do século XIX). No entanto, mesmo sabendo que não sou daquele tempo, parece que tenho algum controle, entao tento uma pequena interferência, e faço meu corpo desviar a rota um passo para o lado. No mesmo instante o chinês que ia logo a minha frente para, se vira para mim com olhar de reprovação, e aponta para onde eu deveria estar. Eu retorno então à posição anterior, e ele volta a caminhar enquanto eu o sigo para o local do encontro programado. (o que vem depois não vem ao caso) ............................................... Outra projeção bem fora da casinha foi quando certa vez tentei chamar o Ramatis. Eu estava entrando na fase, então me foquei no nome Ramatis, e fiquei pronunciando ele mentalmente enquanto os sinais de entrada na fase se intensificavam. Nada aconteceu, levantei da cama em astral e segui chamando ele. Então algo na parede chamou minha atenção, pareceu que vi um rosto na parede, pequeno, como se eu o estivesse vendo por uma escotilha: Eu via um homem usando barba e bigode, similar à esta alegada foto do Saint Germain: Perguntei se ele era o Ramatis, ele disse que não (não ouvi, só entendi que não) mas que era tipo "um emissário". Pediu que eu me concentrasse no rosto dele. Me focalizei no rosto, procurando esquecer que eu estava no meu quarto, em astral parado com a cara quase encostada na parede, olhando para ele, eheehehe Então o cenário em torno da escotilha mudou, e o rosto também se alterou um pouco. Agora eu o via parado em pé, no meio de um salão, e eu reconhecia o sujeito, ele era "aquele general mouro que nos derrotou aquela vez, muito justo, muito honrado...", com uma roupa meio assim: Então ele girou o corpo e quando ficou de frente novamente, estava com uma roupa de ocidental, branca, similar a um uniforme da marinha, e com uma aparencia de rosto similar a do Anthony Hopkins no filme Amistad, mas com cabelo no too da cabeça: Então ele fez sinal para que eu entrasse, e empurrei as portas... Ou seja, o que parecia até então uma escotilha, agora eram como portas de cozinha de restaurante através da qual eu estivera observando aquele homem através do vidro: Entrei empurrando as portas para trás, e fui caminhando até o centro da sala, onde o homem antes estivera em pé, e ele dirigiu-se ao fundo, para sentar e me ouvir. A sala estava cheia de gente para ouvir meu testemunho, e eu era um monge católico cujo mosteiro tinha sido atacado durante a noite, e passei a noite toda nas matas, fugindo. Meu braços estavam todos arranhados pelos espinhos da mata, e eu usava uma roupa de um tecido grosso, parecendo saco de estopa, marrom. Enquanto eu andava para chegar até o centro do salão, eu estava ali "dentro daquele corpo", olhando aqueles braços arranhados, com a informação do ataque ao mosteiro na minha mente, e pensando "nossa, isso só pode ser memória de encarnação passada! mas que época é esta? que país é este???". Enquanto isso meu corpo estava andando, eu era, novamente, um passageiro do século XXI nele. Olhei para os lados tentando identificar alguma data, pois eu estava num prédio público ou similar, parecia um prédio da maçonaria, com lajotas preto e branco e cadeiras para os membros, similar a isto: Pensei, "tem que ter alguma placa, algo de fundação, algo que me d~e uma idéia de onde estou no tempo e no espaço, para eu poder pesquisar melhor quando voltar ao corpo" E vi à minha direita uma placa comemorando poucos anos da independência dos EUA, acho que 7 ou 8 anos apenas. Foi tudo que pude captar ante que meu corpo se posicionasse no centro da sala e então começasse seu relato aos presentes. ..................... ..................... Nunca entendi nada disso. É fácil imaginar que devam ser lembranças de vidas passadas, mas é impossível afirmar que sejam. Além disso, há essa mistura entre você saber que é um habitante do século XXI, mas estar usando m corpo de outra época. É um corpo que funciona sozinho, se move sozinho se você não tentar interferir com ele, se apenas assistir. Mas também ele faz o que você quiser, caso resolva interferir, porém, é impossível saber se essa interferência é ilusão ou não, como no caso do Saulo que, no relato, parece ter voltado ao passado, mas fala com sua mãe do ponto de vista da perspectiva presente. O que eu acho que acontece, pelo menos posso falar por mim, ( e acho que no caso do Saulo é similar, a julgar por esse relato dele), é que a gente só conta o que dá para costurar de modo a gerar um relato compreensível, que se encaixe um pouco no que as pessoas podem entender. Se vocês pegam livros também dos projetores, em geral só há vários relatos coerentes, o que dá a falsa impressão que quando você se projeta, tudo é inteligível, o que não é verdade. Embora as experiências projetivas sejam compostas de ato simples (caminhar, voar, conversar, sentar...) esses ato simples podem gerar uma narrativa impossível de compreender completamente, como nos caso em que: - os rostos da pessoas parecem mudar (para mostrar de onde você as conhece de outras vidas e portanto está vendo seus outros rostos? porque sua mente está criando associações por semelhança? pelo simples fato que você está olhando para o rosto e tudo que você olha muito detidamente, quando projetado, se altera? ) - ao caminhar por uma rua o cenário muda completamente (porque mudou de zona astral? porque mudou de lugar no espaço, movido talvez por uma associação de idéias? porque começou a sofrer interferência de onirismos?) - quando você encontra pessoas que não conhece do físico, mas que conhece do astral, lembra de eventos em que trabalharam juntos, mas essa informação de quem são ou do que fizeram nunca vem completamente quando você está de volta ao corpo, embora enquanto está lá pareça algo simples e sem importãncia para merecer memorizar - quando parece transitar normalmente entre faixas de tempo bem diferentes. Resumindo: projeção é algo bem complexo, difícil para nossa mente de vigília entender, encaixar as peças numa forma linear, que é como nossa mente aqui da vigília funciona.
  16. Série Ghost Whisperer novembro 2015 http://www.filmesonlinegratis.net/assistir-ghost-whisperer-todas-as-temporadas-dublado-legendado-online.html Eu tenho ela em dvd, não sei se o link acima está funcionando, mas suponho que sim, de qualquer forma, sabendo do que se trata, podem procurar outros links caso esse esteja desativado. ............................................................... Resumo: Ghost Whisperer (pt: "Em Contacto" (Fox Life) / "Entre Vidas'(SIC)) foi uma série dramática americana criada por John Gray e duas vezes nomeada para um Emmy Award. A acção segue a vida de Melinda Gordon, uma jovem mulher que consegue comunicar com espíritos. Melinda Gordon é uma jovem mulher casada que consegue comunicar com os espíritos terrenos. Ela vive com o seu marido Jim Clancy e é a proprietária da loja de antiguidades "Tal Como Nunca Fui". Os fantasmas que procuram a ajuda de Melinda pretendem enviar uma mensagem ou completar uma tarefa que irá colocar o seu espírito em repouso, e assim permitir-lhes atravessar para a Luz, uma metáfora para a ideia de Paraíso. Mas, estas mensagens são por vezes confusas e intensas. Como resultado, Melinda encontra por parte dos vivos muito cepticismo, mas consegue que o seu talento seja uma mais valia para ajudar tanto os espíritos como as pessoas que estes querem contactar.[3] As histórias também se baseiam em parte do trabalho de Mary Ann Winkowski,[8] igualmente médium. (fonte: Wikipedia) ................................................................ A Mary Ann Winkowski contou algumas histórias que lhe aconteceram para os produtores da série, e a primira temporada é bem fiel aos relatos dela. Depois os produtores começaram a ficar mais criativos, e ela começou a reclamar com eles, que lhe responderam: "Já que você sabe tanto sobre espírito, porque não escreve um livro sobre isso?" E ela resolveu escrever, narrando muitas outras histórias, bem como o que ela aprendeu nesse convívio com eles. Para quem lê inglês, eu escaneei alguns capítulos do livro dela, podem baixar daqui: https://drive.google.com/file/d/0ByXGi2vq5-wsc2I5NGNtcHJDajg/view?usp=sharing Aliás, ela não parece nunca ter ouvido falar de espiritismo, parece só saber o que aprendeu na prática mesmo, já que ela vê e ouve os espíritos. Isso nem sempre é uma vantagem, porque acaba criando uma visão personalista de mundo, similar a um índio, que nunca saiu da aldeia,ma querer descrever como nossa humanidade toda funciona, mas para nós, brasileiros, representa uma visão mais arejada, já que aqui muito do que as pessoas aprendem passa pelo filtro das doutrinas kardecista ou de umbanda. Para terem uma idéia, numa entrevista, que é um extra dos dvds, ela afirma que só vê os espíritos que não entraram na luz ainda, e que ela não sabe o que tem do outro lado da luz, mas que ela supõe, por ser católica, que deva ser o "céu".
  17. Livro introdutório sobre a conscienciologia/projeciologia (finalmente em português!!) Esse livro é ótimo para saber o que se ensina nos cursos do pessoal do Waldo. Tem os mesmos conteúdos que o curso introdutório. Eu o li quando tinha sido lançado há um mês apenas, ainda estaav cogitando se perderia meu tempo traduzindo ou não. Felizmente quem deveria fazer isso se mexeu, ehehe Livro em português https://www.amazon.com.br/Experiências-Fora-Corpo-Alcance-Todos/dp/8531613426 Caso esgote: https://www.estantevirtual.com.br/b/sandie-gustus/experiencias-fora-do-corpo-ao-alcance-de-todos/3807946222 Naquela época eu traduzi o índice da edição inglesa, quem quiser olhar, está aqui: https://drive.google.com/file/d/0ByXGi2vq5-wsRlAxOXJFb0kta00/view?usp=sharing Ou se você lê inglês e não quiser gastar, aqui tem o livro todo, em inglês: https://drive.google.com/file/d/0ByXGi2vq5-wsQlNsWmVUS2VXVFk/view?usp=sharing
  18. Caso de obsessão acontecendo! lepacheco agosto 2015 Amigos, meu primeiro post no fórum novo, infelizmente não é para compartilhar algo bom... Minha prima está passando por uma fase difícil, pela primeira vez, tem 35 anos e sempre teve tudo que quiz, agora a empresa de seu pai que sempre a sustentou faliu, nesse momento de fragilidade e depressão ela se entregou e os espíritos inimigos tomaram conta, há 3 dias a depressão se transformou em possessão, ela diz que vai matar a mãe e o filho que ela tanto ama, diz que vai encontrar Jesus, age como criança, ontem quando chegava alguem perto ela ajoelhava e beijava os pes da pessoa, não fala coisa com coisa, está transformada, não há deixam sozinha um minuto, nem pra dormir com medo do que ela possa fazer, matar alguem ou se matar, chamaram um padre e quando ele a viu ficou assustado e disse que vai não pode atende-la sozinho, ome que o caso é critico, segunda feira apenas com sua equipe ele fará algo, e pediu à família que não reze na perto dela, pois oque for que estiver agindo por ela pode atacar a quem se atrever a rezar perto. Enfim, a família está tratando como loucura, mas eu seu que não é, sei que são espíritos zombeteiros fazendo zombaria se aproveitando do momento de depressão que ela está, eles não estão aguentando, mesmo sendo católicos estão aceitando até centro espírita para que a situação se resolva. Detalhe é que essa moça nunca viveu uma vida de vícios, teve sempre boa postura, boa esposa, boa filha e boa mãe. Enfim, todos estão sofrendo muito com isso. Eu com meu pouco entendimento tenho praticado com mais intensidade agora e quero ajudar nesse caso específico, de preferência em astral, já tenho enviado toda energia que posso à ela, inclusive me relataram melhora após a última prática que fiz de mentalização para ela. Me ajudem? Oque mais posso fazer? Vocês podem enviar energias à ela? O nome dela é Manuele. Agradeço intensamente qualquer intenção de ajuda. Abraço
  19. Talvez um sonho lúcido Michelle agosto 2015 Olá pessoal! Bom, eu normalmente não costumo lembrar dos meus sonhos e como esse eu consegui lembrar e rolou semana passada, acho que talvez tenha sido um sonho lúcido. Como ele aconteceu semana passada e eu não anotei ele, não lembro como começou. Só lembro de trechos. O primeiro deles foi que eu me percerbi) na casa da minha avó (acho que estava cozinhando) acompanhada da mh namorada, qnd achei a casa suja e resolvi começar a limpar. Comecei a varrer, reclamando da sujeira, qnd afastei um dos sofás e embaixo dele havia um buraco. Fiquei assustada e nisso começou a sair um monte d bicho branco (tipo uns vermes, meio parecido com traças) q começou a se espalhar pela casa (menos em mim e na mh namorada) . Dps acabei acordando e pouco tempo dps voltei a dormir. O segundo foi que eu me vi em uma espécie de escola, tava assistindo uma aula com outras pessoas. Qnd me vi na escola pensei que fosse uma recordação da infância, mas só tinha adulto lá. Daí dps d um tempo tivemos q trocar d sala, era outra aula com outra prof. Só q essa sala parecia ser na parte mais alta do prédio e por isso não tinha janela. Havia as paredes na parte da frente e atras, mas dos lados lados só um muro médio, sem janelas. Lembro q lá era mais agradável e me levantei pra olhar em volta. Qnd me levantei, vi um avião perdendo altitude. Falei pras pessoas: - gente, tem um avião caindo ali! Vai cair perto daki!!! Precisamos fazer alguma coisa!!!! O avião caiu ali!!!!! Vejam!!!!! (Desespero) e tds olhavam pra mim e n faziam nd. E eu vendo o avião cair, explodir e o fogo subir. Ngm se moveu. Daí saí correndo pro lugar do acidente. Nessa hr perdi a lucidez pq n lembro d ter chegado lá. Só dps que consegui chegar perto do local e eu vi várias crianças agonizando, queimadas! O avião estava cheio de crianças. Vi umas pessoas emparelhando os corpos carbonizados e outras ainda vivas, agonizando. Não cheguei mt perto, não sei, mas d alguma forma sabia q estava sonhando (talves possa ter sido uma projeção) e q se me aproximasse, iria acordar. Saí desse lugar e voltei pra casa. Qd cheguei em casa, falei com um vizinho e acordei. Apesar da cena de "terror", não tive medo. Achei mt triste. Achei q poderia ter acontecido algum acidente aerio no dia, mas nd ocorreu. Será que esse segundo sonho pode ter sido uma projeção? ! Abs
  20. Anõezinhos Flutuantes Priincila Oi gente, tive uma mini projeçao ao colocar uns mantras pra tocar enquanto esperava o sono chegar, acho que sem perceber sai do corpo pois quando vi ja estava caminhando, na verdade deslizando contrario a cama na direçao da porta do quarto observando o que estava na minha frente . Dois homenzinhos parecendo indianos suspensos no meio do nada dançando kkkkkkk foi engraçadinho demais, com roupas brilhantes e muito alegres . Infelizmente fui acordada obrigada a tirar o mantra pelo meu companheiro...
  21. monstros? matheus Olá, gostaria de relatar para vocês por algo que ando passando a um bom tempo.. Quando eu estou relaxado, com a mente em silêncio e em um diferente estado vibracional, me veem imagens um tanto quanto assustadoras. Eu não consigo identificar com certeza o que seriam, bruxas, monstros talvez? Sei que quando era pequeno eu via essas mesmas coisas, só que dormindo, eram pesadelos. Atualmente são lucidas, tento ir mais afundo possível para tentar tirar alguma informação, mas nada... As vezes se torna assustador de mais, acabo me desconcentrando e perdendo a 'conexão'. Algo semelhante com alguém? Alguma luz para me guiar? Gratidão!
  22. enxergar com apenas um olho rodrigoyeowtch agosto 2015 já é a segunda vez que acontece isso comigo , a primeira foi a uns dias atras , onde eu despertei em astral , e no momento me deu um panico , e por não conseguir acordar eu me joguei de costas , mas parece que cai em outro lugar , ou dimensão ( tipo isso ) , onde eu só conseguia enxergar com um olho , o outro estava tudo escuro , e só conseguia enxergar quando olhava pelo canto do olho ( tipo assim ) , pois olhando para frente ficava embaçado . e hoje aconteceu a mesma coisa , em uma das vezes que despertei em astral hoje , eu só conseguia enxergar com um dos olhos , o outro estava fechado , ou cego . alguém sabe porque isso ocorre , e oque deve ser feito nesse caso ?
  23. Podemos fazer comida no astral? eluano agosto 2015 Vamos dizer que a pessoa quer comer algo mas não pode comer no momento, então ela pode criar a comida que quiser no astral ? E se ela nunca tiver comido isso e fizer uma comida ela sente o gosto real ? E se um espírito que já comeu isso pode fazer essa comida para alguém ela sente o gosto real ?
  24. Sobre inicio da saida do corpo e experiencia semi consicente com vampirizadores tgodecoladorhaule setembro 2015 Tives duas experiências de tentativa de saída do corpo : 1-Tentei sai do corpo, más não conseguia me afastar pois nesse dia não fiz nenhuma técnica e acordei com susto . 2-Fazendo a técnica técnica energética e lutando para não dormir ,do nada não escuto mais som , abro os olhos e vejo uma luz branca na minha frente com a visão embaçada meio que tento levantar e do uma saída leve , mas não sabendo se tava totalmente acordado ou com o corpo dormindo dou um '' pulo da cama'' . Uma outra experiência que eu tive não estava lucido mas acredito estar no astral . -Me deparo em uma casa com algumas pessoas e umas cadeiras como se fosse um centro espirita , que tem as palestras. Uma mulher fala para ajudar a fazer um trabalho e doar energias, eu com boa vontade comecei a dor bastante energias quando acabo de doar, vejo que não era um centro espirita aquilo e sim pessoas que estavam se aproveitando das minhas energias , depois acordo parecendo que levei uma surra .
  25. EXTERIORIZAR ENERGIAS É PERIGOSO? (tópico resgatado do GVA Invision jan 2013-agosto 2015) Exteriorizar energias é perigoso? Autor do tópico: Lu Mello , May 20 2014 05:50 PM Dei uma parada nas técnicas de projeção por conta de alguns trabalhos da faculdade, mas vou retomar assim que entrar de férias. Nesse período, li sobre exteriorização de energias e gostaria de saber se tem algum perigo nisso. Eu já consigo sentir as energias percorrendo o meu corpo e consigo controlá-las dentro de mim no circuito fechado, mas desde que eu passei a ver as criaturas que rondam meu bairro no plano astral, fiquei com medo daqueles insetos gigantes serem atraídos para as minhas bioenergias, por isso nunca as exteriorizei. Vocês acham que, mesmo a gente pedindo proteção antes de dormir, essas criaturas possam vir vampirizar essas energias? E será que pra termos uma projeção astral totalmente consciente e bem controlada é necessário exteriorizarmos as nossas energias? Tenho pensado muito nisso, se o fato de exteriorizar as energias é a peça que falta, mas estou com medo de ser vampirizada e virar um alvo desses seres todas as noites LucidDream : Linda, ou lindo sei lá, eles só podem vampirizar, assediar, se você abrir passagem, esses insetos astrais, gostam apenas de fumo de maconha, cigarro, bebidas, ou seja, eles só vão se aproximar de pessoas que estão em festas usando essas drogas. E quando se usa uma delas, ou todas juntas, abre-se uma porta para eles vampirizarem, é como sair berrando: "-Ei estou dando energias de graça!." As pessoas sempre falam: "-Vou ir pro baile beber, curtir porque quero tirar o estres" Mau sabe eles que isso só vai ser destrutível! Hoje meditando, entrei em uma frequência maior, logo veio uma imagem na minha tela mental, minha mente reconheceu como sendo a face de Jesus. Me arrepiei, meus olhos se encheram de lágrimas, e continuei com a meditação. Só esse aumento de frequência já gera em você uma barreira, é como se uma luz acendesse em sua Aura, espantando a escuridão. Exteriorize SIM as energias, você se sentirá bem, além disso você vai deixar sua assinatura energética no ambiente, dando mais proteção. ---------------------------------------------------------------- Henriqueps Posted 21 May 2014 - 08:25 AM É bom exteriorizar pq assim vc evita ser vampirizada. O mais atrativo no astral é a energia sexual, se não exteriorizar de alguma forma essa energia vc será como um ponto brilhante piscando no escuro chamando atenção de todo mundo e os vampirizadores vão ficar doidos com vc. hahaOutro lado bom da exteriorização é a limpeza energética. A pessoa se livra das energias densas que tbm podem atrair vampirizadores, e te ajuda não somente na projeção mas na sua saúde por completo. E claro buscar manter a sintonia como o LucidDream falou. Pq do contrário vc erradia energia negativa e isso vai atrair semelhantes no astral, ou seja, espíritos negativos. ------------------------------------------------------------------- sandrofabres Bom, eu nunca exteriorizei. E no curso do IIPC eles alertavam para EVITAR exteriorizar sempre no mesmo horário, porque vai acabar atraindo vampiros astrais. Tanto que o problema da TENEPES é justamente esse né? ------------------------------------------------------------------ Sidarta Porque você nunca exteriorizou Sandro ? --------------------------------------------------------------------- sandrofabres Os motivos alegados para isso nunca me pareceram ter sentido. Até testei umas poucas vezes, logo que me projetei, para ver se variava lucidez, qualidade de visão, e nunca fez diferença alguma. Além disso, qualquer um sabe que vivemos cercados de entidades vampiras, me parece um completo absurdo ficar exteriorizando energias. Todo o desenvolvimento nas áreas esotéricas e energéticas se da elaborando métodos em direção ao ACÚMULO de energia, nunca à exteriorização. Portanto: - como nunca vi nenhuma justificativa decente para o que me parece um completo contrasenso, a julgar pelo que aprendi de outras fontes, - e como não percebi diferença alguma quando testei estando já projetado... ....nunca adotei essa prática. Não AFIRMO que seja errada, apenas a proposta não me convenceu, nem em teoria, nem na prática. Se um dia eu achar um bom motivo para isso, posso mudar de idéia. --------------------------------------------------------------------- Henriqueps O Laercio Fonseca fala sobre isso. Ele diz que não deviamos desperdiçar energia e que, no caso da sexual, poderia ser canalizada tornado-à útil né. Por isso quando vou exteriorizar energias faço pensando em eliminar apenas as densas, li isso em algum lugar, e manter as boas comigo. Lembrando tbm de absorver energias sutis(do sol, deus, natureza..) depois da exteriorização.