• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags 'viagem astral'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 35 results

  1. Bom, esse é meu primeiro e talvez meu único relato aqui... eu tive essa experiência já vai fazer uns 2 anos. Antigamente eu e minha família morava em uma casa antiga. Eu morria de medo de dormir no meu quarto então comecei a dormir na sala, só que em uma noite eu tive paralisia de sono (nada de novo, eu tinha isso toda noite, sério kkk) massss dessa vez eu consegui me mexer um pouco e senti uma sensação horrível, como se meu coração tivesse parando então eu comecei a meio que me arrastar no chão, depois eu meio que olhei em volta e tudo parecia mais sombrio e tinha um pouco de neblina na sala e até hoje não sei oq significa isso. Depois eu me arrastei mais, aliás eu sentia muita pressão no meu corpo, como se eu tivesse muito pesada, sei lá. Enfim, eu tinha conseguido chegar na direção do corredor, então olhei pra ele e vi uma mulher do lado da geladeira da cozinha (a geladeira sempre parava de funcionar a noite) e ela virou pra mim e me olhou com uma cara meio maliciosa e veio na minha direção, depois disso eu não lembro de basicamente nada, só lembro da sensação de ter sido arrastada agressivamente. Depois eu acordei com falta de ar, coração batendo MUITO forte e chorando desesperadamente. Eu tenho muita vergonha de postar em fórum e etc, mas como vocês entendem sobre esse assunto eu queria muito entender o que foi isso. Eu não moro mais nessa casa faz 1 ano e depois de uns meses eu descobri que uma mulher morreu na sala, deveria ter dormido no meu quarto mesmo kkkk.
  2. Gostaria de continuar fazendo o curso básico de viagem astral, parei no curso 4 e estou gostando muito Desde já agradeco
  3. Boa tarde! Muito tempo atrás, 13 de janeiro de 2006, eu estava na sala escutando rádio com meu sobrinho. O locutor começou a falar de criaturas plêiades e eu ouvi, não sei porque, uma voz em minha mente um pouco irônica dizendo: Você quer? De repente, eu apaguei e não percebi esse apagão. 40 minutos depois, eu estava no mesmo local, sentado e minha visão voltou. Parece que fiquei o tempo todo com os olhos abertos. Meu sobrinho também tinha apagado e voltou no mesmo instante. Eu me levantei com o corpo todo formigando e com um zumbido, alem da visão ainda estar meio turva. Meu sobrinho passou por mim e perguntei para ele o que estava acontecendo. Ele não respondeu, mas, uma voz, dessa vez suave e serena, disse: Seu espírito está voltando, dizendo meu nome. Até hoje não sei o que houve e/ou para onde eu fui. Tem idéia do que ocorreu?
  4. Primeiramente devo informar que não sigo nenhuma religião, nem realizo práticas energéticas / meditação. Isso ocorre há um bom tempo já, me provoca um sentimento de aflição e terror... Ao dormir, logo após a vigília do sono... percebo que estou lúcido e me sinto extremamente leve, porém ao tentar me movimentar o corpo não obedece... ou se torna extremamente pesado, sinto também como se houvesse algo me observando, então entro em um estado de pânico e vou perdendo a lucidez até despertar. Li em alguns tópicos aqui e em outros websites que estes são sinais de Catalepsias Projetivas e gostaria de saber como posso lidar com elas, visto que ocorrem muito frequentemente comigo apesar de não desejá-las na maior parte do tempo. Certas vezes, me sinto flutuando (em alta velocidade, sem controle... como uma bola que foi chutada) e ouço vozes, risos, gritos... além de um barulho de estática de rádio fora de sintonia, este barulho apenas piora conforme eu tento 'forçar' o corpo (Eu não consigo abrir os olhos, por medo). Duas noites atrás no entanto ocorreu uma situação muito curiosa comigo... entrei noutra situação de Catalepsia Projetiva, imaginei-me levantando da minha cama (com os olhos fechados) e senti uma mão segurar meu pulso esquerdo, seguido disso uma sensação de algo quente envolvendo meu dedo indicador como alguém estivesse "chupando" meu dedo de modo "erótico"... entrei em pânico e acordei novamente. Enfim... Necessito de ajuda para resolver estas situações, se realmente são catalepsias projetivas adoraria poder conseguir realizar a "Viagem Astral" e dominar meu medo. Devo aprender as práticas energéticas de absorção? exteriorização? realizar meditação? Desculpem o texto... eu realmente não sei o que fazer.
  5. Ola Bom Dia Boa Tarde Boa Noite pessoal sou novo aqui e eu tenho a seguinte duvida. Primeiramente quando eu vou na casa da minha tia e eu durmo no sofá de dia ou noite eu acordo com paralisia do sono e tipo estou tão acostumado com isso que nem me assusto mais ou fico em desespero. mas oque me intriga é que eu acordo e depois que a paralisia passa eu já vou e volto a dormi e do nada acordo com paralisia do sono novamente. tanto que uma vez eu resolvi fazer um teste. eu voltei a dormi 5 vezes seguidas e nessas 5 vezes ocorreu a paralisia após cair no sono. e também com tempo eu percebi que sempre que eu dormia em casa na parte do dia eu ficava com paralisia do sono só que parecia ser mais fraco. e bem depois que eu comecei a tentar a Viagem Astral. eu percebi que com o tempo que vou dormindo de dia eu acordo com o corpo mais e mais pesado "não é bem pesado mas eu me sinto me movendo lentamente e com a vista embaçada como sé estive-se tendo alucinação e do nada tudo acelera e eu acordo com o coração batendo parido" e começo a entrar em estado de paralisia. ah e lembrando que a casa onde eu moro desde 2006 até hoje era uma casa onde o antigo morador diziam ser Satanista. e bem eu não sei sé tem a ver mas teve uma época em que eu via um homem todo de terno preto e quando sumia ficava um cheiro podre que eu identifiquei como enxofre."bem me informaram que esse homem seria um Demônio." mas eu parei de ver graças a meu Tio que era Medium que fez umas orações em mim. "E também não sei sé isso tem relação com o homem de preto mas meu quarto pegou fogo 2 vezes onde a primeira queimou toda a casa e parecia uma cobra e a segunda com eu dormindo e o estranho é que eu reagia a isso como algo normal sem medo nem nada." mas chegando ao ponto final disso tudo eu quero saber sé tudo isso tem alguma relação com Viagem Astral ou não e quero explicação para tudo isso porque eu nunca encontro. ainda mais sobre essas paralisias tanto que as vezes eu acordo de mal humor me sentindo fraco e sobre essa naturalidade de reação minha sobre tudo de não me importa com nada. então agradeço desde já e Desculpe-me caso tenha erros de português. Bem Obrigado por Ler e aguardo resposta.
  6. Bom dia meus amigos. Me chamo Joston. Cheguei ao blog através de uma busca aleatória no google sobre realidades conhecidas. Sou do tipo que crê que existam outras realidades além da nossa. Até porque já vivencie algumas delas enquanto repousava. A primeira lembrança que tenho de uma EEC eu tinha por volta de 16 anos de idade. Minha tia que cuidava de mim, agora desencarnada, que Deus a tenha, era espírita da Umbanda. E mantinha um centro dentro de casa, que ficava na entrada do quarto no qual eu dormia. Ia frequentemente com ela nas sessões em outros lugares. Mais por que estou frisando esse detalhe. Porque eu creio que no fato de ter um local sagrado lá, deixou mais fina a película da realidade naquele local, facilitando assim as viagens para mim, que já possuo esse dom natural. Como aconteceu? Certa vez eu fui dormir, justamente quando eu comecei a treinar kung fu, coincidência ou não acho que foi outro fato que contribuiu. Cheguei cansado e depois do banho e de jantar fui descansar, e dormi. Lembro claramente de me ver na escola na qual eu estudava, andando com meus colegas de classe e conversando. Não conseguia distinguir se era aurora ou crepúsculo. Só lembro da cúpula separando o dia da noite. Eu costumava correr muito e muitas vezes eu não conseguia ir longe demais, sempre como um ímã me puxando pra baixo. As vezes conseguia flutuar por um breve instante e perdia o controle e caia. Sempre adorei velocidade. Então quando parecia que eu estava me distanciando, eu me via retrocedendo como que puxado por uma corda ou algo do tipo e acordava ofegante. Eu sempre achei que era sonho, mais eu percebia que além de eu poder flutuar as vezes, eu conseguia transpassar as paredes. Tive seguidas experiências desde então. Pesquisei sobre o assunto. Na época não havia internet, então fui em bancas de revistas e livrarias. Sempre adorei ler e conhecer coisas novas. Eu tinha a assinatura de um grupo que vende livros de diversos temas. Creio que não seja apropriado eu dizer o nome aqui. Mais eu colecionava livros de nien-jitsu e kung fu. Assim como filosofia oriental. Sempre nos finais dos livros vinham propagandas de outros. Foi quando vi a sinopse de um livro que se intitulava Experiências Extra Corpóreas (EEC). Depois de ler a sinopse, identifiquei que meus "sonhos" na realidade eram viagens astrais involuntárias. Comprei o livro imediatamente e comecei a praticar. Lembro que a minha primeira viagem voluntária foi rápida e assustadora. Sempre fazia a noite, sozinho em meu quarto. Fazia os exercícios pré-viagem quando me deparei no teto do meu quarto e quando olhei para baixo vi meu corpo inanimado abaixo de mim, Entrei em pânico e caí, acordando ofegante. Mais não desisti. Continuei praticando na medida do possível. Porém a maioria das minhas viagens eram involuntárias, porém sempre lembrava com clareza de tudo. Lembro-me que parei de praticar por duas experiências que realmente me deixou apavorado. Em dois dias seguidos eu viajava e me via de frente para a Lua. Ela exercia uma força magnética incrível sobre mim e eu não conseguia voltar. Lembro que das duas vezes tive a sensação de bater com a cabeça nela e acordar coberto de suor e sem respirar direito. Então nunca mais pratiquei. Mais continuo tendo viagens involuntárias, e gostaria de voltar a praticar. Tenho saudades da época que podia controlar e me sentia livre e bem. Tenho uma amiga que também pratica, mais ainda não teve a felicidade de conseguir. Tentamos ajudar um ao outro. Acredito que praticando com mais pessoas se torne mais fácil e prazeroso. Lembro que eu conseguia algo parecido com a metamorfose quando estava lá. A maioria das vezes que viajo, é sempre noite, mais lúcido agora percebo que não é crepúsculo e sim aurora do dia. É quando consigo lembrar claramente, no demais é sempre escuro, tipo noite. Se algum de vocês quiserem me passar dicas para controlar minha ansiedade lá e poder ficar mais tempo eu iria adorar. Mais uma dúvida que acredito que possam me esclarecer. Essa parte escura ou noite quando faço involuntariamente as viagens, seria o Umbral? Abraços a todos e grato por me deixarem participar. Luz a todos. Joston Oliveira.
  7. Tive essa viagem leiam por favor e me ajudem a identificar! Obg. ME AJUDEM! LEIAM: VI ELE DE NOVO! Estava voltando para casa, como várias outras vezes, tarde. Estava vindo de Ônibus mas a sensação era estranha, um clima sinistro, mas na hora não entendia, parecia meio dopado no ônibus, poucas cenas, as ruas vazias e um silencio tenebroso, quando olho na direção do motorista, já me levantando para descer no meu ponto, vejo maquinas bizarras onde uma engenhosa articulação mexia o pescoço para cima e para baixo, duas criaturas bizarras e aterradoras, com camadas de peles a mostra, olhos esbugalhados e boca aberta em um sorriso pavoroso davam risadas medonhas e robóticas olhando um para o outro. Confuso com sensação de dopagem e zonzeira desço no ponto, vou fazer o caminho habitual. Há um trecho de terra batida, uma pequena trilha no mato baixo (estou em região urbana, isso é devido ao terreno que margeia a avenida ser municipal) e logo entro em uma rua sem saída devido ao terreno. Vou andando, as luzes fracas algo estranho…. Ninguém…. Vejo minha gata ali próximo cheirando algo no mato.... Fico apreensivo, 5 quarteirões de distância sendo que estava na rua de cima da minha casa, como estava ali? Seguro ela no colo e vou caminhando, ela querendo descer e esperneando. Mas eu segurando com firmeza, por isso começo a andar rápido e preocupado em levar ela até em casa. A um quarteirão de distância vi um homem alto andando no mesmo sentido e encapuzado, minha gata querendo fugir, acelerei o passo, as luzes muito fracas e mais nenhum sinal de vida, sentia uma sensação indescritível agora, uma sensação de ser muito tarde e estar em um lugar longe, perdido, mas era minha trajetória de casa, então já estava atravessando o cruzamento vazio para ir ao segundo quarteirão, estava me emparelhando com o homem que andava muito devagar, havia ficado parado ? Quando passo por ele e olho, vejo um cachorro com focinho comprido e olhos dóceis, falo comigo mesmo ou até em voz alta, nossa devo estar sob efeito de algo! Mas o que? Não usei nada anormal e dei até risada, interessantemente a cabeça do cachorro era igual a uma cachorra que tive. Mas continuei, e andei muito rápido na distância de um quarteirão olhei para trás uma vez, e vi que o homem ou cachorro ou seja lá o que for estava vindo também, mas com minha gata me arranhando e me machucando estava quase correndo e jamais pensei em cruzar novamente com aquilo, porém na segunda vez que olho o ser estava atrás de mim, minha gata pula e some, fiquei parado, tudo se focou no ser que agora tinha a feição de um lobo peludo e feio, e disse com uma voz medonha e irreprodutível: “ Preciso criar novas formas de mortes doloridas e lentas” algo assim. Eu parado, não consegui me mover, mas não era sensação de eu querer e não conseguir, simplesmente não o fazia, estarrecido e chocado, o ser começou a fazer um movimento lento com os braços e patas que na verdade tinham formas de mãos, começaram a tremer em uma velocidade e um aspecto indescritível, vinham na direção da minha barriga. Eu com determinação e sem medo por incrível que pareça, coloquei minhas mãos a frente para impedi-lo, não houve nenhum contato físico mas fiz uma força tremenda e por um tempo impedi de chegar com suas mãos perto de mim, enquanto criava-se esse campo de energia misterioso suas faces foram mudando para muitas coisas, outros animais, pessoas, Bonitas, feias, muitas feições que se possa imaginar, variando entre bonitas e meigas e feias e tenebrosas, até que veio uma onde a face era grande parecia um lobo peludo negro feio com olhos vermelhos e orelhas grandes e duras para o alto em vertical, face grande e um pouco diferente do que a de um lobo, abriu a boca, somente caninos enormes, parecia fazer força ou ter muita raiva, a boca com gosma e suja, eu não sentia medo. De repente o campo de forças é quebrado e suas mãos que tremiam ficaram maiores assim como seu corpo, as mãos entram na minha barriga, sinto uma sensação horrível e indescritível além da dor na agonia as suas mãos ficam enfiadas por um tempo, parecendo esguichar algo, sinto um liquido ou algo entrando sendo colocado, enquanto isso a sua face continua mudando, mas só feições belas. Começa tudo a escurecer e me sinto caindo, não resistindo, vejo o tirando as mãos de mim, fico vendo o céu, tenho agora a minha localização, deitado na calçada.... De repente sou jogado para o meio da rua, na esquina de um cruzamento, sei onde estou, mas não sinto mais dor mais nada. Começo a sentir uma leveza e uma sensação boa, um estarrecimento uma imobilidade. De repente sinto como se aquilo fosse meu fim, mas na hora que entendo o que estava acontecendo, começo a ter compreensão. Realmente estava morrendo, mas não poderia, estava errado, começava a ver um ponto branco, comecei a ter consciência de tudo, não estava no caminho de casa, estava muito longe, e tinha que chegar em casa, lutava contra a luz branca que queria aumentar, comecei a mentalizar objetos, e me veio um que sempre me ajudou e nunca entendi, pensava em um ventilador que era branco também e bem moderno, usei a luz que queria aumentar e a sensação de leveza a meu favor, mentalizando minha cama e a sensação de leveza, e usando o branco da luz para ver o ventilador. Muito tempo assim, até que não aguentei, a luz aumentou no máximo, fechei os olhos e fiquei pensando no ventilador, agora muito mais fácil e nítido, de repente um “ tranco “ e abro o olho com uma sensação de peso no corpo, estava no meu quarto, na mesma posição que estava no “sonho”, posição esticada e muito esquisita, onde nenhuma pessoa consegue dormir, tive uma sensação de alivio, e de peso corporal também. Pensei ser um simples sonho e tentei me virar para voltar a dormir, mas na hora que me movi caiu a minha ficha e acordei definitivamente, pensando no sonho, como voltar a dormir? O problema não era esse, era a sensação que sentia na barriga, era igual a do sonho, pensei ser subconsciente ou algo do gênero, mas parecia piorar, começou a passar um frio pelo corpo e uma ânsia veio crescendo, estava me contendo até que minha barriga começa a “tremelicar” e estava bem maior que o normal. Havia jantado muito pouco e bem cedo, 5h um lanche, não havia motivo para estar daquele jeito, que horas eram? 3h15, fiquei apreensivo, o que fora? As sensações na barriga aumentaram e pioraram, tive que ir ao banheiro, mas não ia tão fácil assim, a barriga grande e estranha sensação, até que finalmente consegui, no final de 1h e pouco vomitando, pois era difícil para sair, vi o quanto tinha de liquido ali (cor bege) não havia comido como já disse, como aquilo? Além disso, saiam coisas grandes e solidas fazendo um barulho grande na agua e espirrando, sentia na boca na hora de sair, tinha que abrir a boca ao máximo, uma sensação terrível.
  8. "Visualize um brilhante sol dourado-ouro, do tamanho de uma ameixa, diante de si. Puxe esse sol para dentro da sua cabeça. Mantenha a visualização do sol dourado brilhante dentro do cérebro e visualize-o colorindo a substância cinzenta do cérebro com a luz amarelo-dourado. Veja o seu cérebro ficar dourado. Sinta a sensação desse escaldante sol amarelo-dourado dentro da sua cabeça e veja-o a emitir raios dourados em todas as direções. Após mais ou menos um minuto, siga o sol dourado à medida que ele se eleva e sai da sua cabeça e posicione-o a cerca de trinta centímetros acima dela. Relaxe a cabeça e mantenha a imagem pelo máximo tempo possível. Deixe que as imagens que aparecem na sua mente fiquem lá. Registre-as, mas não faça julgamentos. Retorne gradualmente à sua realidade normal. Assegure-se de estar bem enraizado, preenchendo todo o seu corpo com a sua presença. Quando se sentir bem no seu corpo, retorne. Pode fazer um registro das suas observações". Extraído do livro "Alquimia Interior" de Zulma Reyo
  9. Procurando alguns termos do Waldo achei este site muito bom onde se tem os fundamentos básicos da projenciologia e explicação dos termos desta: http://parasinapse.blogspot.com.br/ Técnica simples http://parasinapse.blogspot.com.br/2012/10/tecnica-da-visualizacao-projetiva.html Relações científicas da Projeciologia http://parasinapse.blogspot.com.br/2012/09/relacoes-cientificas-da-projeciologia.html Mundos Extrafísicos- Muito interessante: http://parasinapse.blogspot.com.br/2011/12/comunidades-extrafisicas.html