• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags ' #chakras'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 1 result

  1. Durante a semana, enquanto praticava meu estado vibracional (equilíbrio de chakras, praticando energias) senti meu como leve como pluma, e comecei a "subir" sentido-me balançando como em uma rede - de um lado para o outro. Logo em seguida comecei a enxergar, de olhos fechados, uma espécie de tecido azul, era como estar embaixo d'água. Sentia leveza e paz. Estão parei de subir e me vi deitado numa maca invisível, simplesmente sabia que era uma maca. Fiquei olhando para aquele tecido ondulante azul por algum tempo, depois disso enxerguei ainda deitado uma aproximação do lado esquerdo da maca. Era uma mulher de cabelos muito curtos (quase masculinos) e estava vestida completamente de branco. Ela sorria pra mim. Momentos depois, senti a sensação se repetir e vi ao meu lado direito um homem, careca, vestido de branco e com os braços estendidos em cima do meu corpo, como se me desse um passe. Ele estava de olhos fechados, enquanto a mulher sorria para mim, sem parar, maternal. Não me lembro ao certo quanto tempo tudo isso durou, mas me vi "descendo" novamente enquanto minha visão escurecia. Senti o colchão da minha cama de novo, meu corpo pesado contra ele, tudo o que eu não conseguia perceber segundos atrás. Estava de volta. A paz que senti naquele mento foi indescritível.