• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags 'alienígena'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 3 results

  1. 29/11/2018 5:30am Guara/DF, dormir 10:15, o que é estranho, sempre durmo, mas tarde, depois de meia noite. Acordei 1:30 da manhã,e estranhei, porque tb tenho longos períodos de sono, levantei,fui urinar e deitei, pensei em meditar, fiz uns 15 minutos e resolvi dormir, e levantar no meio da madrugada para tentar projetar. Acordei as 4:30, e pareceu que somente fechei os olhos, novamente estranhei o fato, eu sempre mudo de lado, e nem sentia o rosto amassado ou o corpo cansado da posição, me veio a mente que fui abduzido rsrs sei lá kkk fiz técnicas de projeção até 5:10 da manha, e virei para o lado direito, para adormecer e sair do corpo. Então tive o sonho que vou relatar agora: eu olhava para o céu quando percebi, muitas estrelas alinhadas no céu, eram dois conjuntos de umas 15 estrelas alinhadas em duas linhas, e um conjunto de estrelas alinhadas com 10. E sumiam algumas, e subiam, e desapareciam, e haviam outras dezenas de estrelas alinhadas em outra formação, mas não se mexiam. Chamo de estrelas, porque era essa a impressão, mas ja sabia que eram ovnis, e eu filmava tudo, peguei o celular e filmava tudo. As luzes foram descendo, e pude ver o contorno da nave, era uma nave mãe, enorme, lembrava muito as naves do império de guerras nas estrelas, mas não era branca, era grafite, e cinza, cores que adoro, e por isso me deixavam hipnotizado olhando para a nave. Eu e os outros dois colegas, um eu acho que era meu irmão, olhávamos, e me vi na sacada de um apartamento, com estes dois amigos, e olhávamos a nave nãe que descia, a realidade do sonho era tão grande, tão nitido, tão real, que fui conferir no meu celular agora se tinha filmado algo mesmo kkkk. A nave mãe chegou a uma certa altura, parou, e uma nave menor, da mesma cor e aparência da nave mãe desceu, e se aproximou de onde estávamos. Na sala do apartamento tinha uma porta de vidro enorme, de correr, por onde podiamos ver a nave menor, nos observando e movendo do lado de voado, e as vezes íamos para o quarto, por onda dava para ver melhor, os outros dois estavam apavorados, e eu somente queria ver e observar. Quando voltei para a sala, um ser havia descido da nave, e estava na sacada, e abriu a porta de vidro, e me olhava agachado, ele era azul, meio translucido, e lembrava muito o robô do filme eu roubo, do will smith, eu falei para meus amigos, ele entrou, e é um humanoide, nos olhamos nos olhos e eu acordei.
  2. 03/12/2018, 5:30am Guara/Brasilia, me vi em uma casa, estava muito lucido, pude ver bem a casa, a rua, as outras casas, era um sobrado, tinha uma área aberta, como se fosse uma varanda ao redor de todo o primeiro andar, onde eu estava, era um setor habitacional muito bonito, muitas casas ao redor. Ouvi um som abafado, como se fosse o tiro de um canhão a distância, e ao olhar, vi vários objetos voando e fazendo manobras no ar, e começaram a pairar no ar, um desses objetos parou no canto direito da casa, outro no meio da casa, outro no canto esquerdo da casa, e quando outro ia se alinhar onde eu estava, eu usei algo em minha mão, uma faca, não sei, e quebrei o objeto. Esse objeto que se deslocava no ar, sem barulho, sem som, me lembrou uma válvula, das antigas, mas era grande, tinha um metro de tamanho, por uns 30cm de largura. Fiquei pensando ao acordar, o porque desses objetos estarem se posicionando ao meu redor, e cheguei a pensar que queriam me capturar, me cercar, mas pensando melhor e por intuição cheguei a conclusão que estavam se posicionando ao redor daquela casa, naquele bairro, e eu quebrando um dos objetos talvez tenha impedido a cerca, ou seja qual for o intento. Eu acordei logo após o ocorrido. Não sei de quem era a casa, não sei o porque que ajudei e fui levado ali, mas sei que tenho buscado a sintonia com boas energias, um bom holopensene, e sempre estarei a disposição para fazer o bem, o amparo.
  3. Olá pessoal. Relato aqui um evento que aconteceu comigo no final do ano de 2016. Na época eu estava de férias da Universidade na casa da minha tia. O local é bastante pacífico e relaxante, pois é um sítio que fica numa cidade próxima ao litoral. Só estou falando isso porque acho que o lugar provavelmente tenha influência quanto ao acontecido. Na época eu achei que se tratasse de um sonho bem louco e foi um dos motivos de eu ter pesquisado mais sobre espiritualidade, UFO e ter encontrado esta comunidade da qual humildemente me considero parte. O sonho (provável projeção ou, no mínimo, sonho lúcido) começou com algumas besteiras normais sem muito sentido até ele mudar. Era como se eu tivesse numa pequena área circular coberta no centro de um campo aberto, assemelhado a campos de plantação ou clareiras em meio a uma floresta. Lembro que ventava bastante e o céu estava sem nuvens, mas a sensação era de um final de tarde sem sol se destacando ou o raiar do dia logo antes do Sol aparecer. Eu sentia a presença de familiares próximos e tudo era bastante agradável até que vi três naves de forma triangular, cor cinza escuro e prováveis luzes vermelhas próximas aos seus vértices se aproximarem voando em direção ao lugar em que eu estava. Faziam o trajeto circulando o local e voavam cada vez mais baixo como se nos cercassem. Tive a sensação de que as luzes escaniavam o local e o que ou quem nele estava, inclusive eu, e o medo daquilo que a mim era desconhecido foi quase que instantâneo. Em seguida o local se transformou na área interna de uma casa (ou era isso ou eu fui para lá não me lembro como). Então vi meu pai vindo de encontro a mim como uma mochila nas costas, estilo mochila de trilha, que ele não possui em realidade, e me falou que iria com eles e que queria que eu fosse. Eu não queria que ele fosse, nem eu ou qualquer outro de minha família. Tinha a sensação de que sabia quem eram eles, embora não soubesse de fato, e que não era algo bom. A cena mudou novamente pois estava em frente à porta do quarto dos meus pais, ainda que nossa casa fique em outra cidade distante à cidade da minha tia. A porta estava aberta e, à primeira vista, estranhei perceber uma enorme quantidade de bonecos em pé que preenchiam o quarto deles. Logo vi que os "bonecos" eram seres bem pequenos que se assemelhavam ao formato dos grays, mas eram bem menores (acho que na altura do joelho), cor de terra (aquela terra vermelha de deserto), com a cabeça que aparentava ser grande mas era proporcional ao corpo. Os olhos era grandes, mas porque pareciam preencher toda a cavidade ocular, sem pálpebras perceptíveis ou sobrancelha, e não pareciam ter uma única cor, mas sim uma íris grande, acho que verde e possível pupila (não lembro bem). Não lembro de pelos, mas a pele ou era escamada ou tinha rugas profundas se assemelhando ao chão de um deserto ou terra do semi-árido no período seco. Eu não lembro de ter caminhado ou me mexido mas lembro de ter me aproximado cada vez mais do quarto até estar dentro dele com esses seres. Um deles veio até mim, e perguntou se já estávamos indo. Eu disse que meu pai foi, mas que eu e minha irmã não iríamos (não sei se falamos ou se foi em pensamento). Então ele fez uma expressão como se estivesse zangado. Meu medo estava absurdo neste momento. Não sei de onde tirei forças pra me mexer e o ataquei, coitado, o segurei acho que pelo pescoço. Perguntei o que queriam e quantos eram e ele falou coisas que na hora entendi mas quando acordei só lembrava que a última palavra da frase era com D e do número 91 e de ter associao a palavra ao número ainda no sonho. Quando acordei, estava deitada na rede em que havia ido dormir, de barriga pra cima, embora não tivesse muito costume de dormir assim na época (mas era rede né). Estava tudo escuro óbvio, mas tive a impressão de visualizar algo como aqueles acessórios que cirurgiões usam acima de uma maca de cirurgia. Minhas costas/barriga na altura acho que do rim esquerdo estava doendo, como se tivesse câimbra, ou dormência ou formigação forte. Não era dor comum. Tentei me levantar e não movi um músculo. Quando consegui e ficou de fato tudo escuro, comecei a chorar, a chamar minha mãe, e aquela dor. Terrível. Depois disso me inspirei muito pra pesquisar sobre. Achei quem fale sobre abdução, projeção, sonho lúcido, etc. Mas ainda não achei algo igual ou bastante similar a este relato e gostaria que os amigos me ajudassem dando sua opinião sobre o que pode ter sido de acordo com seus estudos e até contassem se houve algo parecido com vocês. Agradeço desde já!