• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags 'assédio'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 11 results

  1. Olá amigos, Hoje de manhã por volta das 6:30, resolvi fazer uma técnica projetiva e voltar a dormir (Venho de um recesso projetivo de mais de 2 semanas), talvez porque eu tenha uma certa dificuldade em adormecer em decúbito dorsal, mas hoje adormeci nessa posição. Comecei sentindo um leve EV e o desprendimento foi fácil até, senti o psicossoma ainda deitado deslizando suavemente no sentido dos pés à cabeça. Senti o corpo espiritual atravessando a parede atrás da cabeceira da cama até parar no comodo ao lado, porém nesse momento tive um sobressalto e retornei ao corpo. Novamente preso ao corpo, percebi uma consciência extrafisica (não consegui distinguir os traços) deitada junto ao meu corpo. Instintivamente fiz um EV para tentar me desprender novamente do corpo e o tal "amiguinho" percebendo minha intenção, se atirou sobre mim tentando impedir minha saída. Já nervoso, fiz um forte EV e senti o "intruso" perdendo as forças acima de mim, até que ele sumiu e assim, pude me desprender do corpo flutuando para cima. Sai volitando a cerca de 1M do chão (Estava na real time) para fora de casa e entrei na casa de um parente que fica ao lado. Nesse momento ouve um breve lapso de consciência. Assim que recuperei a consciência estava ainda na sala da casa desse parente e resolvi dar uma olhada lá fora na rua, para dar uma volitada pelo bairro. E foi o que fiz.. Sai volitando a cerca de 3 M de altura em direção à rua quando duas consciências que estavam na minha calçada me atrairam com sugestões sexuais. Apesar da dificuldade, consegui me afastar delas volitando. O que eu notei no momento após sofrer esse assédio na rua, foi que minha capacidade de volitar caiu drásticamente, mal passava de 1 M de altura, mas mesmo assim consegui volitar para o outro lado da rua em direção à calçada. Tendo eu ido para o outro lado da rua, me concentrei para dar um impulso e volitar mais alto mas nisso minhas pernas foram agarradas por uma consciência muito similar àquela que estava deitada ao lado do meu corpo no início (acho que era a mesma que retornou para vingar-se rsrs).. Ela conseguiu impedir que eu escapasse volitando me puxando para baixo e me prendendo ali. Fiz um EV e não funcionou. Continuava a ser segurado. Fiz um pedido de ajuda aos Mentores e nada. Ninguém veio em meu auxílio. Porém segundos depois de fazer esse pedido de ajuda, me veio uma sugestão mental para exteriorizar energias pela mão que ainda estava livre (o outro braço estava preso) em direção à cabeça daquela consciência que estava me prendendo. Apesar de no momento eu já estar com raiva daquele "troço" me segurando, foi me passado mentalmente que esquecesse por um momento esse tipo de sentimento e pensasse somente em sentimentos elevados enquanto passava energias ao espírito. Aos poucos fui sentindo as forças do espírito se exaurindo e ele foi desfalecendo e escorregou, caindo no chão e consequentemente me soltando.. Instintivamente fui em direção à minha casa, entrando no meu corpo e acordei me lembrando de tudo por volta das 8:00. Ps: Antes desse recesso projetivo de 2 semanas, eu tinha certo receio, quase medo, de encontrar consciências extrafísicas por ai. Hoje esse temor desapareceu por completo, consegui ficar completamente equilibrado e lúcido ao ver diversas delas.. * Algumas questões que preciso esclarecer, se puderem auxiliar: 1- Quando nos aproximamos de uma consciência no astral e sentimos uma dor aguda, uma pontada, especificamente na região do chackra esplênico, seria necessáriamente um assédio energético ou poderiam ter outros motivos? 2- Mas alguém sente maior facilidade em sair consciente no período diurno (eu particularmente sinto muita dificuldade em sair de madrugada, mas grande facilidade em sair de manhã e ainda mais à tarde quando possível)? 3- Alguém mais notou um aumento considerável de "patrulhamento astral" no decorrer desse ano, sobretudo após 20 de Julho? Desde já agradeço a ajuda dos amigos, Namastê!
  2. Olá, amigos! Ontem fui convidado por um dos diretores da casa espírita que frequento a participar das chamadas reuniões de desobsessão. Disse ele que antes devo passar pelo menos 6 meses num grupo de tratamento a distância, como espécie de treinamento. Então gostaria de abrir esse tópico para abordarmos o tema, trazer conteúdo e indicações de livros, discutir experiências, etc. Alguém aqui já participou de grupos assim? Se sim, como acontece? O que é preciso para saber lidar com a situação de um assédio intenso?
  3. Olá Viajantes, Tenho uma dúvida: todo e qualquer ser/espírito/consciência que apareça com uma tonalidade escura na zona real time é necessariamente negativa ou com grandes possibilidades de ser assediador? Desde já, obrigado!
  4. Boa noite. Estava sumido do fórum e decide voltar hoje prezados pra mais uma vez tentar achar uma solução com ajudas de todos vocês. rs Galera vou resumir tudo que passei e to passando no momento . Comecei a praticar as viagens astrais a mais ou menos uns 2 anos . No inicio estava muito empolgado. fiz varias viagens , ativeis os chacras , aprimorei as tecnicas de saidas minhas. Consegui chegar a ter controle de sair nos dias que queria e tava feliz. O problema que estou tendo é que desses dois anos e até hoje estou sendo perturbado por espíritos durante o sono, eles conseguem me induzir a catalpesia projetiva todas as noites, perdi as forças de praticar a viagem astral, não consigo mais fazer nada, ja tentei de tudo, tudo mesmo.. pra falar verdade eu ja tinha desistido desde 1 ano atrás. Volto meia vejo os relatos e as experiencias astrais e me da vontade de voltar e começar fazer trabalhos espirituais que nem o saulo , wagner, moises etc... mais praticamente não tenho chance nenhuma de desfrutar das projeções pq a pertubação e continua, eu tambem parei de trabalhar os chacras pq quanto mais ativos eles ficam mais chances tenho de ter as catalepsias e consequentemente os ataques decorridos. Volto e meia quero voltar , mais so de lembrar que se eu começar mexer as energias vou fica mais sensivel ainda durante o sono e mais desdobramentos vou ter eu ja perco as forças... todas as noites tenho pelo menos 1 desdobramento, ja cheguei a ter ate 4 á 5 paralisia causadas por influencias desses espíritos, não sem o que fazer. Ja chegou a ponto de afetar meu dia a dia, ha dias que não consigo cumprir com meu horários de trabalho devido a falta de descanso durante a noite. Existe solução ? Preciso desabafar, serio mesmo, estou em um buraco....
  5. Boa tarde, amigos! Tive uma experiência curiosa nesta noite. Tentarei ser breve no relato. Meu dia começou com sintonia meio negativa, já que eu tinha me desentendido com uma pessoa próxima e essa situação estava rondando meus pensamentos. Fui limpando os pensamentos durante a manhã e me acertei com a pessoa, resolvendo o problema e cessando os pensamentos repetitivos. O resto do dia foi tranquilo e com a sintonia boa, sem pensamentos negativos. Por voltar das 18h30, assisti um vídeo do Waldo Vieira sobre controle de bioenergias. Fiquei pensando naquilo, em como chegar nesse ponto de ter total ciência de como as bioenergias funcionam, sobre como seria a sensação de ser alvo de uma exteriorização ou quando alguém tenta interiorizar a nossa energia e etc. Ao me deitar, as 22h, minha nova estava assistindo uma série que tinhas umas bruxas lá, com aparência clássica das bruxas de contos de fadas. Não me importei com isto, até pq é uma série boba... E tenho exercitado para não ficar impressionados com formas distorcidas ou dantescas. Após ela terminar de assistir, eu passei a assistir uma série que aborda o culto do Osho nos EUA. Ou seja, bem diferente do que o que ela estava assistindo. Pois bem, enquanto eu assistia, fiz uma MBE curta, de uns 5 minutos e, logo após, fui dormir. Ao acordar pela manhã, lembro-me de ter tido uma experiência peculiar. Acordei em catalepsia, sentindo o EV no corpo e vi uma velha ao meu lado, quase debruçada no meu corpo. Eu estava em decúbito dorsal. Ela tinha a aparência da bruxa da série que minha noiva assistia. Assim que a percebi, me assustei. Ela percebeu e imediatamente me acalmou dizendo "calma, não precisa ter medo". Rapidamente, a visão de uma velha bruxa se desfez, mas eu não conseguia mais focar nos detalhes do rosto dela. Então ela me disse "você não queria saber como funciona as energias? Vou te mostrar" e então ela impôs as duas mãos sobre mim. Perguntou se eu estava sentindo algo, e eu disse que não. Ela pediu para eu prestar atenção. Então senti como se as mãos dela fossem um ímã e meu corpo também, mas de polos iguais, dando aquela sensação de repelimento magnético. Confirmei que senti isso e ela disse "agora vou mudar". Senti como se fôssemos imãs de polos diferentes, sentindo uma atração magnética. Após isso, ela disse "pronto, agora você sabe. Vou tirar você daí, vamos dar uma volta". Não tenho nenhuma rememoração do resto. Quando penso nessa experiência e nessa mulher, sinto uns arrepios que acredito ser sinalética energética. Não sei se era assediador algum tipo de amigo espiritual. Fiquei receoso, apesar de que na hora, depois que ela me acalmou, não senti medo dela. As questões são: as sensações energéticas quando nos somos alvo de uma exteriorização/interiozacao se assemelham ao que relatei? Será que era um assediador ou um amigo espiritual? Obrigado!
  6. Olá Viajantes, Dia desses, mesmo tentando fazer tudo o mais leve e sutil possível, sofri um rápido ataque. Ando passando por alguns upgrades corporais e acredito estar "chamando a atenção". Logo após relaxamento e OLVE percebo rapidamente uma consciência grudada em mim como que mordendo o meu pescoço. Pude sentir o calor e o "bafo" do ser além de ouvir algo do tipo "vim me vingar". Comecei a me debater e ele estranhou levando um grande susto. Não sei de onde saiu isso mas comecei a rezar um 'Pai Nosso' e a consciência foi arremessada longe. Quando estamos com algum chacra em hiperatividade devido a processos de ativação, nos tornamos mais visíveis e desprotegidos? Paz e luz a todos! /\
  7. Tenho notado um certo padrão em determinados dias da semana. Normalmente nos finais de semana. Sinto uma certa aversão aos assuntos esotéricos e uma propensão a deletar bookmarks e deixar de assinar canais de YouTube, preguiça de ler matérias e estudos sobre o oculto e etc. Existe a possibilidade de que eu esteja sendo afetado por algum tipo de assédio para que não me aprofunde no assunto? As vezes sinto como se alguém não queira que eu rompa uma barreira próxima e acabe por desvendar alguma identidade. O que acham?
  8. Acordei por volta das 4:00 horas da madrugada sentindo o ambiente estranho. Minha mulher estava acordada com muita dor de cabeça. Aconselhei ela a tomar um remédio para terminar o sono bem e depois cuidei até adormecer. Como já estava dentro do "horário nobre" para experiências, fiz minha respiração + meditação e depois OLVE. Tinha algo de errado no ambiente mesmo. Tive uma experiência semi-consciente (parecia dopado) andando no meio de várias pessoas em corredores e escadas. A todo momento alguém vinha falar comigo e eu não entendia nada. Parecia que tinha sempre uma consciência feminina me rondando tentando me estimular sexualmente. Ficava me provocando mas mesmo semi-consciente percebi que era algo de errado e que deveria sair dali logo. As pessoas começaram e falar de mim e me senti mal ali. Em dado momento apareceu um senhor que me segurou nos braços e disse que apesar da confusão toda eu tinha até que me saido bem. Ele me confortou e acordei no físico as 5:35 com uma super dor de cabeça e o peito ardendo. Nem dormi mais. Fiquei tentando meditar pedindo para que essa consciência feminina fosse perdoada e que recebesse amparo. As 6:00 levantei e fui tomar banho. Sai, fiz café e quando estava pegando minha carteira e chave do carro ouvi uma voz de mulher bem forte e nítida dizendo: "Não precisava ser mal educado comigo". Até pensei que fosse minha mulher mas ela estava dormindo e no outro piso. Sei lá. Acho que o amparo não deu certo e essa consciência está me seguindo pois sinto cheiro de perfume de mulher em alguns locais. Hoje usarei o "Belilim".
  9. Olá, pessoal. Como vão todos? Lembrei de uma coisa que eu havia esquecido completamente. Aconteceu há umas 2 semanas. Eu estava dormindo e me senti incomodado. Acordei e vi um vulto em cima de mim mexendo no meu chakra base. Ele enfiava a mão e, de alguma forma, sugava as energias do meu chakra base. Não sei ao certo se era o chakra base, parecia ser na minha genitalia. A minha reação foi tomar um susto e colocar a mão em cima do meu chakra mas, estranhamente, voltei a dormir. Eu havia esquecido completamente disso e agora a lembrança voltou. Tentei buscar em outros tópicos mas não achei algo que me ajudasse ou não soube buscar direito. Estou fazendo OLVE diariamente com a tecnica 3 (às vezes a compacta, às vezes a completa) e não tem acontecido mais. A OLVE já é uma proteção? Eu posso fazer algo a mais para me proteger? E pra proteger minha familia? Obrigado, pessoal!
  10. juliana Oliveira: Eu estava no meu quarto era todo diferente. Eu saia do corpo e estava em uma beliche. Na hora q saio do corpo e tinha guarda roupa, comodas uns utensílios dai na beliche comigo apareceu um cara (bonito plasmado) querendo me beijar dai falava que não queria. Ele insistia, dai eu sentei na cama com as pernas para fora e esse cara puxou meu cabelo pra trás tipo arrumando senti o arrepio e pegou no meu ombro e não queria soltar. Eu falei solta ele disse q nao, consegui desci da beliche e comecei a lutar com ele (ele queria me atacar) dai ele se transformou, era um esqueleto com corpo preto acinzentado dai falei para ele: " eu nao quero confusão se vc quer ajuda te ajudo mas se não quiser deixa eu fica aqui sossegada, quero me divertir conhecer lugares (nao podia falar que eu iria sair ajudar "pessoas" )". Ele se retirou e voltei pro corpo. O mentor queria eu la de novo, dai ele teve que me concertar quando voltei nao sei oq houve nao conseguia nem descer da beliche. Sei q fez umas luz la e me concertou voltei ao corpo pra retorna q ele me pediu isso era no mesmo lugar do mesmo jeito (na minha casa mas era antiga e diferente moveis e outras coisas). Orei la falando que estava disposta a ajudar e tal (e perguntei mentor vc está ai ) e estava indo pro outro quarto cheguei no corredor o mentor me falou: -pára, não vá la tem algo ruim la. Parei, e ele falou -vire e volte agora. Ele pegou meu corpo e girou dai voltei ele falou: -agora vá para outro lugar, pro curso. - pro curso? - é pro curso, vc tem q terminar, vai fazer o curso agora -mas não sei chegar la (pensei q eu iria fazer um curso no astral ) como chega? - se desligue e vá. - mas como q vou? eu nao sei ir - para de fala isso, se desligue agora Dai q entendi era pra mim volta pro corpo e termina o curso que tenho q terminar. Acho q preciso ouvir algo q nao escutei sobre o assunto pra esta preparado pro "negócio" do corredor (Deis desse dia não consigo ter uma projeção por qual motivo não sei mas estou trabalhando minhas energias todos os dias e estudando talvez tenha algo que me impede de conseguir ..) Se alguém passou por algo parecido comente aqui por favor.
  11. Certa noite fui dormir pensando em projeção astral, acordo no meio da madrugada em estado de hipnagogia. Levanto da cama sentindo uma energia muito, muito forte tentando me puxar de volta pro corpo. Não vejo nada e não sinto meu corpo perispiritual "sou uma câmera", mas tento me segurar no guarda roupas, penso em ir até a sala, vou até lá mas não me vejo atravessando a porta do quarto. Chegando a sala tento observar as coisas, sinto um incomodo do lado esquerdo da barriga, acordo no corpo e percebo que o incomodo que sentia no astral era a gata se mexendo no fisico!. Volto a dormir, consigo me projetar novamente mas o onirismo me faz sonhar. Sempre consigo me projetar nesse estado de semi-consciência e sempre acordo depois de alguns segundos.. quando chego até rua, as vezes desperto num sonho. Algumas vezes ja fui atacado sexualmente pelo "Tonhão pé de mesa" no estado de hipnagogia ou num sonho qualquer (não consigo ver ninguém) mas já senti segurarem meus pés para não se mover ou acordar e também já levei uns "creu", algumas vezes! kkk. Mas não é brincadeira é uma sensação de dor fisica muito real é literalmente um "estupro astral".