• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags 'ataque'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 6 results

  1. Olá Viajantes, Conforme relatei anteriormente, tenho vivido uma fase com um certo grau de bloqueio para projeções. No início pensei que tivesse feito algo de errado mas depois passei a sentir como se fosse uma proteção para o momento "energético" pelo qual passamos. Dei uma reaproximada nos meus estudos e voltei a movimentar as energias fazendo uso das técnicas. Recebi algumas poucas mensagens vindas como de uma consciência "insatisfeita" na noite de sexta para sábado e visualizei um braço emitindo energia no quarto na noite de sábado para domingo. Perguntei mentalmente o que era aquilo e a resposta veio via psicofonia fazendo uso da minha esposa como instrumento: "Para proteger o ambiente.". Não comento mais nada e guardo o teor e os eventos mais marcantes para mim mesmo. Ontem fui dormir com a intenção de me projetar e senti como se o ambiente/momento fosse completamente desfavorável ao máximo mas que mesmo assim, por pura teimosia minha, acabei conseguindo algum baixo grau de lucidez numa sala toda vermelha e preta com uma mulher vestindo um capuz. O local estava decorado com vários desenhos herméticos mas do ponto de vista negativo/assustador. Ela foi rapidamente me puxando pelo braço para uma salinha ao lado e, ao passar pela porta, mesmo tonto pela baixa lucidez, vi um grupo de umas 5 outras mulheres também encapuzadas formando um círculo. Detalhe: todas muito magras e com olhos acinzentados. A sensação imediata foi de pavor e de sair rapidamente dali. Como parecia estar grudado no local, pedi ajuda para os mentores e acordei mal. Custei a dormir mas já de cara me vejo fora do corpo descendo umas escadas e as vezes eu deixava cair algumas "coisinhas" de vidro ou cristal. Parava e tentava catar uma por uma. Percebi pessoas me notando e murmurando. Depois de andar mais um pouco dou de cara com uma senhora com aparência indígena muito descontente comigo. Ficava me provocando, dizendo para sair de perto dessas "consciências indígenas do mal" (não sei nem do que se trata), que não precisava fazer tudo aquilo (deve ter sido a ação dos mentores ou sei lá) e que ela sabia bem quem eu era (dando um tom de temor). Disse meu nome completo e ainda, acho que para me assustar, o ano no qual irei desencarnar. Não fiquei triste nem assustado pois me pareceu até mais do que eu desejo aguentar neste plano. Simplesmente não entendi a situação, me desculpei e disse que sou construtor do bem. Acho que foi só para tentar me desestabilizar. Postei apenas para relatar como existem momentos pesados durante os quais devemos evitar a projeção. Muita paz e luz a todos! A luz sempre vence.
  2. Relato Projetivo - 04/03/2018 Eu estava deitado na cama dormindo. Senti fisicamente que algo fazia sexo oral em mim. Senti a boca, a saliva, os lábios. Senti a intenção de alguém tentar fazer que aquilo parecesse um sonho para mim. Esse ser tentou fazer parecer que o meu próprio pênis aumentava e eu conseguia fazer sexo oral em mim próprio. Foi aí que comecei a ficar consciente. Percebi que era um espírito se alimentando de mim. Segurei a cabeça dele com força e tentei emanar amor/luz. Eu não via o espírito eu só o sentia. Acho que eu estava olhando com os meus olhos físicos e segurava ele com meu corpo astral. Cantei para Oxalá ou Obaluaê, não lembro. Ele não conseguiu se mexer mas tentava fugir. Quando eu o agarrei senti uma sensação física de encostar em alguém, de segurar alguém com massa. Depois de um tempo ele “sumiu” ou fugiu. Reparei que tudo isso aconteceu no meu corpo astral que estava a poucos centímetros acima do meu corpo. Preciso estar mais consciente dos meus pensamentos e desejos para que isso não ocorra novamente. Quando acordei no físico vi uma coisa flutuando próximo ao teto. Parecia um emaranhado de linhas emboladas flutuando do tamanho do meu punho. Muito estranho. Ficou durante um tempo e foi sumindo aos poucos. Eu li o texto que o @sandrofabres postou sobre incubus sucubus mas não sei deferenciar o que era. Penso que fosse algum espirito mesmo.
  3. Boa noite, Gostaria de relatar que ja fui atacado 55 vezes estando em catalepsia, e dentro de todas minhas tentativas de defesa que tentei , somente duas coisas que fez afastar a entidade de mim.. Bem ja tentei de tudo pra me defender lá, usei mantras, clamei o nome de jesus, imaginei energia ao redor de mim, tentei passar energia boa ao agressor, ja fiz circulos magicos, sinais e nada deu certo. Em exceto os pedidos aos amparadores que ja me ajudaram algumas vezes. Uma vez fui deitar com a intenção de que se alguem me atacasse eu iria parti pra cima ou no minimo nao iria ficar com medo. A 1º vez acordei e tinha um vulto preto agachado la no pe do colchao, começou a falar coisas a fim de me assustar, quando percebi que tinha tempo antes dele me ataca, eu tomei a coraje do mundo e pulei pra fora do corpo, e logo unica coisa que lembro e que sai nos socos com ele. Mais enfim a 2º vez foi ja bem diferente e repensei muito de falar isso, pois nao sabia se isso realmente fazia sentido. Ontem acabei lendo um relato e assimilei com essa minha experiencia. Quando a entidade me atacacou eu nao fiquei com medo e comecei a gritar com ela falando que nao ia desisti de sair e tals, e quando ela me atacou eu gritei com toda a força o som RRRRAAAAAAAAAAAAAAAA foi por impulso mesmo. Na mesma hora a entiade se afastou e ficou parada me olhando, ai ela começou a andar par um lado e para o outro. Ela parecia que se espantou ou ficou inquieta me olhando por um tempo. Do nada ela parou de andar para um lada e para o outro e simplesmente deu um giro no ar e sumiu, e logo em seguida acordei. Bem eu nao sei oq houve só sei que a entidade parou de me atacar e se afastou. Foi a unica vez dentro tds esses ataques que vi algo assim. E dps que vi alguem ja relatando isso pensei em falar o que ocorreu comigo tambem.
  4. Certa noite fui dormir pensando em projeção astral, acordo no meio da madrugada em estado de hipnagogia. Levanto da cama sentindo uma energia muito, muito forte tentando me puxar de volta pro corpo. Não vejo nada e não sinto meu corpo perispiritual "sou uma câmera", mas tento me segurar no guarda roupas, penso em ir até a sala, vou até lá mas não me vejo atravessando a porta do quarto. Chegando a sala tento observar as coisas, sinto um incomodo do lado esquerdo da barriga, acordo no corpo e percebo que o incomodo que sentia no astral era a gata se mexendo no fisico!. Volto a dormir, consigo me projetar novamente mas o onirismo me faz sonhar. Sempre consigo me projetar nesse estado de semi-consciência e sempre acordo depois de alguns segundos.. quando chego até rua, as vezes desperto num sonho. Algumas vezes ja fui atacado sexualmente pelo "Tonhão pé de mesa" no estado de hipnagogia ou num sonho qualquer (não consigo ver ninguém) mas já senti segurarem meus pés para não se mover ou acordar e também já levei uns "creu", algumas vezes! kkk. Mas não é brincadeira é uma sensação de dor fisica muito real é literalmente um "estupro astral".
  5. Hoje eu estava na casa da minha namorada e decidi dar uma voltinha por lá com o medido de campo eletromagnético (Na verdade é um app que se chama Gauss Meter), então entrei no quarto dela e o medidor detectou uma energia, fiquei andando pelo quarto pra saber onde era e descobri que era perto da cama dela, algumas vezes o medidor subia muito o ponteiro e voltava, mas não para o 0, sempre acusando, como não teve muita oscilação, eu acredito que não seja um espirito e sim uma energia, porem desconfio pois quando comecei a medir depois de um tempo comecei a me sentir mal, fiquei com o coração apertado, aquela tristeza surgiu do nada e ela ficou com uma dor de cabeça muito forte. Eu já desconfiava que tinha alguma coisa por lá, mas hoje tivemos a certeza. Ao andar pela sala e pela cozinha, percebi que tem o mesmo padrão energético, que não é nada normal, na minha casa eu testei e não detectou nada, só quando aproximo o medidor perto de algum eletro-domestico e etc. Então eu queria ter uma noção do que seria isso, eu desconfio ser um energia por que não teve oscilação de energia, porem teve ataque. Até a minha mãe ja viu seres lá, eu estou esperando uma oportunidade pra medir lá no quarto dos meus sogros, pois foi lá que minha namorada e minha mãe viu.
  6. Despertar a lucidez durante um sonho e ser atacado. lgomes novembro 2015 Prezados, Gostaria de relatar um sonho estranho...digo sonho, pq de fato era, mas ocorreu algo estranho, foi assim: Sonhei que estava em uma espécie de retiro espiritual, e era do terreiro onde frequento, inclusive vi alguns conhecidos. Lá pelas tantas, comecei a perceber que aquilo não era retiro coisa nenhuma, percebi que era tipo um bar (eita ferro rsrsrs) e que tinha um povo ali que eu não conhecia, comecei a ver coisas sem nexo, inclusive um sujeito me abraçando, dizendo ser fulano e eu olhava no rosto dele e via que ele estava fingindo....vi nitidamente o rosto dele e não era alguém que eu conhecesse. De repente, olho para o céu que estava azul e ensolarado e me deu um mal estar, falta de ar, angústia e pensei: Meu Deus, o que estou fazendo aqui, que lugar é esse, quem sou eu??? Eis que sinto uma interferência muito forte, como seu fosse “ incorporar” alguma coisa...sensação terrível, que tava mais pra possessão do que incorporação. Daí surgiu uma das médiuns do terreiro para me ajudar. Finalizando, apareceu um homem com um livro e uma caneta na mão me dizendo: “Você tem certeza que me disse tudo? Eu preciso saber de tudo, para poder lhe ajudar.”eu disse: Não, claro que não, teríamos que ficar dias para vc saber de tudo...e quando ele puxou a cadeira para eu sentar e começar a falar...ouvi meu marido me chamar e acordei...salva pelo congo...srsrsr Bem, a interpretação que tive, foi de que “despertei” durante o sonho, fiquei lúcida e fui atacada por algo, ou alguém... Não é a primeira vez que fico lúcida durante um sonho e acordo rapidamente, ou sou jogada no meu corpo, como se alguém me colocasse no corpo novamente e acordo com um solavanco. Sabe lá se interpretei errado, mas alguém já teve uma experiência semelhante??? De ficar lúcido durante um sonho qualquer e ser atacado?