• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags 'clarividência'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 16 results

  1. Olá,agradeço muito a quem responder. Espero que tenham tido um bom dia Já faz um tempo que estou com isso na cabeça. Teve muitos episódios na minha vida que até agora não entendo muito bem. Quando criança enxergava entidades em plena luz do dia,muitas delas não eram muito agradáveis de se olhar. Meus pais lembram de muitas vezes em que gritava "Olha! o bixo ta querendo me pegar " e apontava pra uma criatura e eles não viam nada. Era na hora de dormir, na rua, em casa, muitas vezes eu via e apontava pro 'nada'. Chorei muitas vezes por isso e morria de medo. Minha mãe,mandava eu repreender em nome de Jesus quando via, me lembro até que um dia falei: "Não sei o porquê vc manda eu repreender, eles não somem!" Ela falava que era porque eu tinha que dizer com fé, mas ela repreendia e o bixo continuava lá. Enfim, com o tempo fui parando de enxergar essas coisas e se tornava raro quando via alguma coisa. Mesmo assim, um episodio e outro aparecia algo fora do normal. Me lembro de quando visitei uma casa em que tinha muita batucada, e minha familia falava que precisava de muita oração. Sendo que, eu já tinha visto coisas lá dentro. Recentemente, enxeguei uma figura esbranquiçada, e quando foquei a visão vi um ser com rosto e corpo todo distorcido. Será que devo desenvolver a clarividência por isso? ou tudo foi ao acaso mesmo? Sei que é estranho e provavelmente muitos não vão acreditar,mas, decidi postar aqui pra ver se alguém pudesse me explicar o que acontecia comigo. Isso me veio a mente ultimamente porque, estranhamente, eu estou sonhando com o resultado das provas da minha faculdade antes mesmo de faze-las e obtendo o mesmo resultado do sonho. Sonhei com o resultado do Enem, sonhei com o resultado da prova de matemática, e algumas vezes tentei mudar o resultado, no caso, estudar muito mais pra conseguir um resultado maior. E realmente conseguia uns 0.5 a mais. O negócio é que sonhava quando já era meio 'tarde' tipo 1 ou 2 dias antes da prova. Parece algo estranho de se sonhar, mas como penso muito nas provas,sonho com elas e acerto o resultado. Sei que não tem muito haver com ver entidades, mas , é o que acontece tbm. Muitos veja-vus, como se muitos acontecimentos dos meus dias eu já tivesse experienciado antes, quase como se soubesse o que ia acontecer daqui a alguns segundos em algumas situações.
  2. Bom dia, gostaria que alguém me respondesse essa dúvida, se tiverem alguma suposição ou souberem As vezes quando eu estou indo voltando para casa no ônibus coletivo, ou indo para a faculdade, se eu estou no lado do sol e bate a luz dele na minha vista, eu vejo aqueles raios coloridos dele e fica uma manchilha na vista, causada por ele, uma mancha amarelada, e se eu foco nessa mancha eu vejo através dela, como se fosse uma lente, e nela vejo umas bolinhas pretas com tipo uma aurinha transparente ao redor delas, e ficam presas na vista, se o sol pega por outro ângulo eu vejo mais ou menos, agora também da pra ver quando eu to andando na rua ou olhando o céu, as vezes.
  3. 28012019 as 15:30 Ceilandia/Distrito Federal, deitei fiz um relaxamento profundo corporal, fiquei olhando para o teto do quarto, onde tem muitas estrelas fosforescentes grudados ao teto(não é minha casa) e em alguns momentos não enxergava estrela nenhuma, em outros via o teto todo branco, e depois fechei os olhos. Tive várias cenas hipnagógicas em minha mente, acho que uma clarividência viajora, primeiro olhando debaixo de uma cama, que era o meu objetivo, olhar embaixo da cama de minha filha, ver algo que possa estar jogando lá e ir confirmar, mas não vi nada abaixo da cama, e percebi que tinha mais pessoas comigo, portanto conclui que foi uma hipnagogia. Comecei a sentir o estado vibracional, e ouvi um som muito alto nos ouvidos(ja ouvi outras vezes), lembrava o som forte de uma ventania, e som de eletricidade. Me senti flutuando e sendo levado por um amparador para algum lugar, estava subindo muito rápido, total lucidez desde o estado vibracional. Eu falei para o amparador mentalmente, “estou à disposição meu Senhor, para o amparo e para ajudar”, daí pensei imediatamente, “chamei o amparador de Senhor? oxe, por que? nem acredito nessas hierarquias” e novamente, como se fosse por hábito, chamei o amparador de Senhor novamente kkk mas deixei para lá e continuei subindo. Em dado momento notei que tudo ao redor era escuro, creio que estava no espaço, porque não existia som, notei muito ao longe e abaixo do ponto que eu estava, seres brilhantes, amarelos como ouro e outros como cristais. Estavam muito abaixo de mim, eu os via bem pequenos, quando olhei para frente vi a criatura, ser, amparador que vou descrever agora. Essa criatura que eu vi, era toda recoberta por uma armadura que lembrava a armadura de samurais, toda em ouro, eu circundava essa criatura, e em um dado momento eu achei que fosse um dragão, foi o que veio em minha mente, era do tamanho de um cavalo, digamos assim, tinha um rabo, lembrava um lagarto. Eu olhava a criatura como que através de um capacete, ou por uma escotilha, porque via através de um quadrado a minha frente, creio que era uma capacete. Eu procurei algo para poder usar como arma e atirar contra a criatura, mas não tinha nada, a criatura não revidou, somente me olhava enquanto eu dava voltas ao seu redor. Perdi a lucidez, e voltei ao corpo. Fiquei um bom tempo rememorando tudo, e fiquei frustrado porque não sei o que era a criatura. O que posso dizer é que foi uma experiência diferente para mim, não tinha ido tão longe no espaço, nem tinha visto algo tão grande e poderoso como a criatura.
  4. Olá Projetores, Passei por um evento no mínimo curioso ontem (10/10/18) a tarde, a luz do dia e numa avenida super movimentada. Estava no meu carro aguardando o sinal abrir (numa avenida importante, próxima a um shopping e com canaletas de BRT) quando no meio da multidão percebo um rapaz andando apressado e arrumando algumas coisas numa pasta enquanto caminhava desviando das pessoas. O estranho é que vi perfeitamente um cara andando grudado ao corpo dele e com a mão no topo da cabeça do rapaz. Tudo isso sem ninguém perceber ou achar aquilo estranho. Fiquei assustado e prestei bem atenção. É muito difícil de descrever mas muito próximo de uma forma perfeitamente física. Em alguns momentos o "ser grudado" percebia que eu estava vendo ele mas não ligava. Gostaria de achar uma imagem para ilustrar o evento mas não encontrei nada. Seria um obsessor? Preferi não comentar com ninguém. Relato aqui pois sei que vocês buscam conhecimento. Muita luz e paz a todos!
  5. Boa tarde irmãos, queria dividir com vocês uma dúvida que está me intrigando há algum tempo. É possível mantermos contato mental ou visual com um desencarnado? Vou explicar. Ontem estava estudando, ouvido os áudios do Saulo, minha mente estava tranquila e serena. Era dia e eu fiquei observando as palhas dos coqueiros do meu quintal que balançavam com o vento. Então neste clima tranquilo pensei o que será que meu marido está fazendo ( ele desencarnou há 3 meses). Pois foi aí meu espanto. Eu o vi de pé com roupas claras e parecia que fazia um passe alguém. E logo a imagem sumiu. Foi muito rápido. Me emocionei na hora. Outra ocasião foi, uns 50 dias depois que ele partiu. Eu trabalhava e nenhum momento pensei nele. Do nada apareceu uma imagem na minha mente dele sentado pensando em mim. Era dia e parecia um jardim. Foi rápido tb. Me emocionei da mesma forma. Meus irmãos será que definitivamente preciso de uma camisa de força!? Olha desde da adolescência vejo essas imagens, mas nada tão intenso. Estou cuidando das minhas energias, trabalho os chacras, desde que conheci o GVA, antes nem sabia de nada disso. Seria possível esse tipo de contato? Alguém já leu algo, ou participou de alguma coisa assim? Quem puder dividir suas experiências. Agradeço imensamente.
  6. Certo dia desperto na minha rua,havia uma movimentação de pessoas bem maior para aquele horário, era noite. Surge um objeto no céu algo semelhante a uma nave bem próxima daquelas dos filmes de ficção cientifica, ela possuía uma luz muito forte, muito forte mesmo. Não me recordo direito, se os "policiais" desceram e foram atrás da galera. Estava meio sonolento saí correndo em direção a minha casa, abrir o portão que nada atravessei a parede e fui direito pro meu quarto, atravessar a parede que sensação creio que muito de vocês já tiveram essa mesma experiência de atravessar paredes. Comentei ter visto essa nave e o desespero da galera, com dois amigos e eles relataram já ter visto esse mesmo objeto.
  7. Ultimamente eu estou muito curioso em saber como é a cor ultravioleta e infravermelho. Deve ser incrível ver uma cor nova, será que eu consigo ver uma cor que não está no espectro visível usando clarividência ou projeção astral? Eu tambem queria mto mesmo enxergar mais dimensões, imagina ver um objeto em 3d, 4d,etc... Imagina com9 deve ser incrível enxergar uma direção a mais do que altura largura e profundidade, não da nem pra imaginar mas seria incrível ver. Eu to pensando tanto nisso que nos meus sonhos eu tava até sonhando com minha visão mudando, num sonho eu comia um algodão doce vermelho mas a parte que eu mordia se formava um arco-íris, outra hora minha visão mudou pra tipo um marrom, como se tivesse um daqueles vidros de garrafa de cerveja na minua visão. Já li em um livro de clarividência que é possível ver cores novos e dimensões a mais com a clarividência, imagina que incrível! Isso me lembra dos videos de daltônico enxergando mais cores pela primeira vez e chorando de emoção.
  8. Olá, pessoal. Tudo bom? Num vídeo, o Saulo recomenda esse livro àqueles que estão iniciando nas técnicas de desenvolvimento da clarividência. Penei para achá-lo em pdf e estou postando aqui para quem tiver interesse. https://drive.google.com/file/d/0B9okzyWfwFcrekF5bmFnRGxCTU0/view?usp=sharing Como o livro é grande, deixei hospedado no meu Drive. Até mais!
  9. Esse som foi desenvolvido ao longo de um ano pelo espanhol Joaquin Piquer, com o auxilio de um engenheiro e músicos mexicanos. Método semelhante ao usado por médicos no tratamento de pessoas com pedras nos rins, através da vibração do som. Essa é uma das três entrevistas e a mais importante: Podem acessar o restante das entrevistas buscando por RIMBEL35 no youtube e fazer o download do som acessando o seguinte endereço: https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://elblogdejoaquinpiquer.blogspot.com/&ved=0ahUKEwiFuc7vvaXTAhUBCpAKHSSCCF4QFggbMAA&usg=AFQjCNFIUzklOQhgpKvDHG5kJsrOoz8Vkg&sig2=n9O9kZGj7zr3M9OheuXwBw Em determinado momento dessa entrevista Joaquin cita os efeitos após algum tempo de uso. Me chamou a atenção o som semelhante a musica clássica que as pessoas relatam ter ouvido, inclusive ele e sua mulher, me lembro de ter ouvido o mesmo som, mas antes de fazer uso desse aúdio. Estava sentado na cama e do nada, durante alguns segundos, passo a escutar um som muito bonito que lembrava a música clássica, mas não sabia de onde vinha (onde eu moro as pessoas só escutam funk e sertanejo, quem iria escutar musica clássica e no "último" volume!). Bem espero que gostem, após algum tempo de uso, poste aqui sua experiencia. Até..
  10. Eae pessoal! lembram de mim? faz um tempão que eu não venho no fórum, mas voltei a me interessar por projeção e esses assuntos, agr chega de enrolação: eu tenho interesse por clarividencia, e até queria desenvolver, mas, eu tenho medo, mas não é de espíritos, e sim de eu confundir com uma pessoa encarnada e conversar com ela na rua e acharem que eu sou louco! a dúvida é: se eu desenvolver a clarividencia eu vou poder escolher quando ver ou não?
  11. Boa tarde a todos, Mesmo antes de eu ter a minha primeira projeção, esse foi o primeiro e certamente marcante contato consciente que eu tive com o plano extrafísico. De certa forma sempre acreditei na espiritualidade, porem, de uma forma muito simplista e ignorante, considerando que esse tipo de coisa eu só tomaria conhecimento, no dia do meu desencarne, quando na verdade a espiritualidade estava, sempre esteve e sempre estará em nossas vidas, a diferença é que alguns a ignoram, e outros sequer a percebem. Pois bem, esse acontecimento foi em meados de 2015, e a partir desse dia , eu nunca mais vi a vida da mesma forma, desde então venho estudando e pesquisando diversos fenômenos extrafisicos e aspectos morais, sociológicos e psicológicos da vida em geral, e aos poucos tentando entender o que aconteceu e o porque disto... Contextualização: Sempre tive uma vida muito organizada disciplinada e focada no meu futuro como pessoa, estudei, pratiquei esportes de alto desempenho e comecei minha carreira profissional muito cedo. Porem, mais para frente, durante alguns anos, senti a necessidade de viver coisas que ainda não tinha vivido enquanto adolescente, já que não tinha tempo para isso. Passei por um período de experiências onde levava uma vida fútil e afundada apenas em festas e bebidas e sem propósito algum. Me relacionei com pessoas também problematicas e em situações similares, basicamente foi um período de muito desequilíbrio e confusão. Ápice: O ápice da minha decadência foi em 2015, na época eu vivia um relacionamento profundamente desequilibrado repleto de brigas e agressões verbais(de ambos os lados), um relacionamento que frequentemente eu tentava sair(não havia um compromisso sério, mas certamente existia um laço, que na cabeça dela permitia cobranças), pois não achava saudável viver em contato com os sentimentos de posse, controle, ciumes e dominação da pessoa(eu tinha que ser DELA de qualquer jeito, e em todos os aspectos) mas não conseguia por diversos motivos, um deles é que a pessoa não aceitava o "fim" e ia atrás de mim, descobrindo sempre onde eu estava, e criando brigas, confusão e ameaçando qualquer outra menina que ousasse chegar perto de mim. Dona de um carisma e capacidade manipulação incríveis, ela se enraizava em todos os meus círculos sociais me cercando por todos os lados, passando uma imagem simpática e tendo sempre a sensibilização e colaboração das pessoas em pró de seus interesses, enquanto eu, passava por uma espécie de sofrimento silencioso, pois não conseguia me ver livre daquilo, estava com auto estima baixa, e me sentindo culpado por qualquer coisa que fazia(eu era frequentemente julgado e reprimido com moralismo e hipocrisia, sendo induzido que eu era uma pessoa suja, nojenta e imoral), e meus desabafos e "pedidos de ajuda" não condiziam com a imagem que ela introjetava nas pessoas do meio externo, fora que frequentemente ela denegria e inventava histórias para as pessoas a meu respeito ou contava contextualizando a seu próprio favor(normalmente todos fazem isso, mas a forma que ela fazia era muito distante do permitido pela ponderação e o bom senso). Outro ponto é que eu estava bebendo mais do que nunca, frequentemente passando mal e indo a lugares bem densos pesados, afim de fugir e esquecer um pouco dos problemas e me libertar da repressão que eu sofria ate então...Mais tarde fui demitido do meu emprego, e por fim fiquei doente duas vezes seguidas(uma vez foi gripe e febre, e outra foi zica vírus). Resumindo, eu estava doente, fugindo de uma pessoa que eu considerava um obsessor vivo(sentia como se essa pessoa drenasse minhas forças para me enfraquecer e exercer domínio total sobre mim e a minha vida), desempregado, bebendo mais do que nunca(com ressacas fortíssimas), estava neurótico e isolado(não podia confiar em mais ninguém pois todos tentavam ajudar ela a voltar comigo, inclusive contavam a ela coisas da minha vida etc) e basicamente trocando o dia pela noite(dormia 2, 3 horas da madrugada e as vezes não conseguia dormir de ansiedade...nunca passado por isso). Relato: Fazia por volta de 1 mês que estava em casa desempregado e com dificuldades em dormir, entretanto após ficar um tempo isolado dos meus círculos sociais, a ansiedade devagar foi passando e fui voltando a conseguir dormir, porém, volta e meia um fenômeno muito estranho vinha acontecendo, eu ia dormir la pras 1 ou 2 da manhã e derrepente acordava de madrugada, e esse evento vinha acompanhado de uma EXTREMA vontade de abrir os olhos e verificar o ambiente ao redor, pensava eu em minha cabeça: "Não vou ver nada como sempre, mas vou olhar porque não tenho medo"...E durante umas 2 semanas, alguns dias isso continuou acontecendo, eu acordava de madrugada, olhava o quarto, via apenas ele vazio e voltava a dormir. Até que houve um dia que eu dormi virado para a parede, e nesse dia aconteceu a mesma coisa após ir deitar, acordei de madrugada, e pensei: "droga denovo, mas que saco, vou olhar o quarto", e assim fiz me virei na cama e devagar abri os olhos, ENTRETANTO, dessa vez foi BEM DIFERENTE, para minha surpresa vi NITIDAMENTE que havia UMA MULHER ao lado da minha cama! Parada! Me observando fixamente! Com os braços encostados no corpo e as mãos cruzadas para frente! Era uma figura BEM AMEDRONTADORA, Tinha os olhos azuis esbranquiçados como se fosse cega, aparentava ter uns 50 - 60 anos, estava toda de branco, com uma espécie de vestido/roupão longo e tinha cabelos longos loiros e cacheados, por de trás dela conseguia ver o meu quarto em meio a escuridão, que alias estava BEM mais escuro do que o normal, parecia ser mais amplo, e não era exatamente quadrado como originalmente, estava com as dimensões deformadas e irregulares...meu coração disparou, eu senti um medo, um pavor absurdo ao ver aquela figura na minha frente dentro do meu quarto me encarando(quase tive um ataque, fiquei desesperado, É SÉRIO), e adivinhem o que eu fiz??? Peguei o cobertor me cobri até a cabeça me virando para o outro lado e rezei ate num pode mais, implorando para que alguma coisa me fizesse dormir e aquele momento acabasse logo! Minhas preces foram atendidas, dormi em questão de segundos depois...e em "segundos depois" me dei conta que já estava acordado novamente...e fiquei pensando comigo mesmo: "MEU DEUS, que pesadelo horrível! Será que isso foi real??"....Para minha surpresa quando abri os olhos eu estava todo suado DEBAIXO DA COBERTA, com o sol entrando pela janela, virado exatamente para o lado que eu havia virado e me coberto durante a madrugada! Eu parei por um segundo e pensei, eu não posso...não tenho como fingir que isso não aconteceu...preciso fazer algo a respeito. Desde então a minha vida nunca mais foi a mesma, eu comecei a estudar o assunto, parei de beber(não eu não havia bebido no dia), mudei minhas condutas e minha forma de conduzir minha vida, conheci pessoas novas, arrumei um emprego novo e cá estou, sempre aprendendo mais hahaha Era algo mais o menos parecido com isso, só que bem pior: Os olhos dela eram como esses: E o cabelo algo como isso: Conclusões e Possíveis hipoteses: Pelas minhas lembranças, e estudos relacionados, existem algumas possibilidades que eu descarto, uma delas é a que eu acordei fora do corpo vendo o plano astral.. Se eu estivesse mesmo fora do corpo, acredito que não teria conseguido me cobrir no plano físico, ou seria puxado para o corpo após a descarga de adrenalina que eu tive. A segunda é uma possível materialização do espírito no meu quarto....porem pelo que eu sei, isso é um fenômeno muito raro e complexo, fora que aquele parecia ser uma "versão vibracional" diferente do meu quarto, acredito que aquele era meu quarto em outro plano. A hipótese mais palpável que tive ate agora, é que por algum motivo eu tenha aberto uma espécie de clarividência temporária por algum motivo, e através desta, eu tenha tido acesso a ver quem estava no meu quarto dentro daquele determinado plano vibracional... uma evidencia disso, é a escuridão excessiva oriunda do campo energético que envolve o corpo físico(geralmente quando se abre o olho após dormir, mesmo no escuro, a visão esta adaptada e funciona razoavelmente), e outra evidencia é o fato de que o lugar que eu vi, não era meu quarto, e sim um local parecido e equivalente. Agora, de fato isso me parece ter sido uma experiência patrocinada, considerando que nunca tive sensibilidade alguma a essas coisas, pelo menos não a esse nível(enxergar). O mistério nisso é entender o motivo disso ter acontecido. Bem é isso.. se alguem tiver alguma opinião a respeito, por favor não deixe de se manifestar! Abraços!
  12. Bom, dia a todos. estou aqui novamente para compartilhar uma dúvida, hehehe. Então, desde que comecei a estudar a projeção, apenas uso a tec. compacta 3 do Saulo, que para mim já foi suficiente. Também pratiquei as principais dicas do "the phase" de Michel Raduga .... Mas em relação a clarividencia por exemplo, eu preciso de outras tecnicas ou desenvolve-se em paralelo e de forma "automatica" com a projeção?
  13. Olá (tentei pesquisar se já havia algum tópico explicando a técnica) Vendo um sobre experimentos com a lâmpada infravermelha, me ocorreram as seguintes dúvidas: 1 - A técnica que se faz é a de abertura do frontal? 2 – É feito exteriorização das energias densas para tentar uma melhor visualização? 3- A câmera que está filmando é normal ou infravermelho? 4- a câmera é apontada para a pessoa ou para o pano? 5 – tenta olhar para o pano para ver alguma coisa? 6- Também diz que há um estudo sendo feito e disponibilizaria o link futuramente; poderia postar por favor? Muito obrigado e boa tade
  14. Já faz uns 20 dias mais ou menos que estou estudando a fundo sobre aura e clarividência,pratiquei alguns exercícios na procura de obter resultados e respostas,entre outras coisas.Passei a ver minha aura,claro que no começo apenas aquela sombra esbranquiçada,mas com alguns dias isso foi mudando,comecei a ver a cor dela (azul) mas o contorno bem fino,além de enxergar apenas no dedão da mão...fui praticando,e hoje vejo o contorno bem mais volumoso digamos uns 4 ou 5 centímetros,agora não apenas um dedo mas todos eles,mãos e braços também,com um pouco de esforço vejo o contorno na cabeça. Bem,me visualizava todo azul,me sentia como aqueles personagens do avatar (risos),e por hora tenho dificuldade para visualizar a aura de outras pessoas,então tentei enxergar a energia das flores,e consegui! Aqui em casa tenho alguns vasos de flores (da minha mãe) e resolvi testar,encarei uma folha naquele olhar de sedução sabe?sem tirar o foco,depois de umas tentativas comecei a visualizar aquela aura meio lilás ou roxo claro não sei especificar,pois bem,depois de alguns dias...hoje olho para a planta inteira e vejo o contorno de luz por inteiro,realmente lindo. Bom fiz outros testes,mas não vou contar tudo por agora rs,aos poucos vou relatando, abraço,e muita luz .
  15. De acordo com a escola Samkhya de filosofia na Índia, o Tattva são os métodos para se entender os cinco elementos alquímicos e a forma pela qual interagem, criando-se uma progressão lógica para cada grau elemental. Os elementos são discutidos a princípio de modo simbólico; em seguida, o estudante é ensinado a compreender a teoria estrutural do mundo elemental. A pequena história dos Tattvas Há seis escolas sobre o pensamento Tattvico (filosofia). O sistema Tattva original foi desenvolvido pelo Indiano Maharshi Kapila como parte de sua filosofia Samkhya. Isto foi emc. 700 a.C., mas as raízes da filosofia Tattvica encontram-se no mínimo em 2000 a.C.. A filosofia Samkhya de Kapila divide o universo em cinco formas Tattvicas básicas, que interagiram formando 25 Tattvas. A palavra Tattva é a junção de duas outras, Tat (significa aquilo) e Tvam (significa ti). Tattva basicamente significa tudo, aquilo que é ti, a verdadeira forma de tudo. Ela é geralmente traduzida como qualidade. Mas, Tat representa Deus e Tvam o indivíduo, significando (que se encaixa com a filosofia hermética) "Isto (que é o universo) és tu." Similar ao axioma Hermético "Como o que esta em cima, assim é embaixo", e é diretamente relacionado ao conceito de Macrocosmo (Tat, Deus) e Microcosmo (Tvam, indivíduo). As escolas de Hatha Yoga de filosofia Tattvica ligam a energia da respiração (Prana) com os ciclo dos cinco Tattvas. O oitavo capítulo do Shivagama é A ciência da Respiração e a filosofia dos Tattvas. Este trabalho descreve "O Universo como criado nos Tattvas; sendo instrumentalizado pelos Tattvas; e desaparece nos Tattvas; dos Tattvas se conhece a natureza do Universo." Os Tattvas são as cinco modificações da Respiração, Prana, que é descrito como o principio vital do Universo (macrocosmo) e do homem (microcosmo). O prana é comum aos cinco Tattvas. OS TATTVAS *Suas imagens estão em anexo nesse tópico Tattvas para Clarividência https://www.youtube.com/watch?v=COJKQaNnjik É provavelmente o método mais eficaz de se abrir clarividência. Por quê? Além de todo o significado simbólico e espiritual, quase todo o processo desse método é científico. Sem enrolação, lembra quando você olha muito pra tela do computador e depois olha para a parede e parece ver a forma do monitor na parede? Bom, esse é o método basicamente. Existe uma saturação temporária da visão e quando olhamos para uma "tela" de cor uniforme vemos a mesma forma que estávamos vendo(que nos saturou) porém em cores complementares. Esse vídeo contém o método da melhor maneira: Basta você olhar fixamente no ponto que se apresenta no centro das formas e assim que elas começarem a desaparecer do vídeo feche os olhos. Na sua tela mental aparecerá imediatamente a mesma forma vista antes, só que agora em cores complementares. Seu dever agora é tentar manter essa imagem o maior tempo possível até a locutora do vídeo pedir sua atenção para o próximo símbolo, faça o mesmo para todas as formas. PS: No vídeo a locutora mostra um método de alcançar objetivos usando as forças dos tattvas, porém para a clarividência basta o que eu falei. PS 2: Esse é uma das fontes de visualização dos tattvas. Não há restrições quanto a isso, pode ser pelo celular, por cartões(tattvas cards), pelo computador, etc. Os resultados aparecem bem rápido.
  16. Olá amigos do GVA, já fazem uns 5 anos que estudo sobre VA, nunca tive muita disciplina com as técnicas e por isso acho que nunca consegui me lembrar de uma projeção (embora já tenha entrado em catalepsia, fiquei com medo de sair, pois ouvia vozes estranhas no quarto), mas hora ou outra costumo fazer a técnica completa 3 do Saulo pq sempre que faço, sinto uma facilidade maior em lembrar dos meus sonhos. Enfim, tenho 18 anos, e um dia desses, procurando uma oportunidade de 1º emprego, fui a um supermercado aqui perto de casa, foi a primeira vez que estive em um depósito de supermercado, msm assim, senti uma sensação de dejà vu, e na mesma hora lembrei de um sonho que hávia tido semanas atrás, não lembrava de muita coisa sobre o sonho, apenas de estar em um depósito. Sabe aqueles sonhos que você só lembrar alguns minutos ou até mesmo horas depois de acordar? Lembrei dele semanas depois ao ter esse dejà vu. Sei que existe uma explicação científica para os dejà vus, mas raramente tenho sensações de dejà vu, e dessa vez ainda lembrei de um sonho. Queria saber a opinião de vocês, o que acham sobre isso? foi algum tipo de visão do futuro ou apenas um dejà vu?