• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags 'deus'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 6 results

  1. DEUS EXISTE? O texto a seguir tem como proposta motivar o leitor a se iniciar em um estudo que, se desenvolvido de modo satisfatório, deverá trazer revelações que poderão mudar profundamente, e de modo positivo (assim esperamos), sua visão da realidade. O que você faria se, por alguma razão, de repente passasse a ter certeza absoluta de que Deus é mesmo responsável por sua existência, estando Ele consciente de cada respiração? Certamente esta questão não se adequa a alguns, mas cada vez mais pessoas tendem a pensar que tal idéia não passa de mera impossibilidade. Porém, a resposta à pergunta que intitula o presente texto é: sim. Os estudos dos metafísicos orientais e ocidentais não deveriam nos deixar dúvidas. Porém, nos deparamos com as tantas dificuldades características do período de decadência civilizacional pelo qual atualmente passamos. Sendo assim, muitos até se espantam quando é dito que o Ser Divino pode ser percebido, embora não possa ser conhecido (e muita confusão, inclusive, se faz entre estes dois pontos). Como nos situamos no ocidente, que é alicerçado no cristianismo, vamos nos voltar para o trabalho de um de seus maiores expoentes, no intuito de demonstrarmos uma das tantas soluções para o problema: São Tomás de Aquino. http://www.saindodamatrix.com.br/archives/2009/09/deus_existe.html
  2. Igreja da Suécia pede ao clero para não se referir a Deus por “Senhor” ou por “ele” http://ptjornal.com/igreja-da-suecia-pede-ao-clero-nao-referir-deus-senhor-216786
  3. Bom, eu estava por estes dias escutando um audio de diálogo com espíritos, que neste dialogo este espírito citou o termo "mônada". Segue o link para caso alguém queira ver o vídeo em questão: Então fui na internet para entender melhor este termo que até então não conhecia, e encontrei um texto do STUM (Somos Todos Um) que é o seguinte: "Conforme a estrutura universal publicada neste site, sobre "universo – formação constituição e nosso sistema solar", observamos, que num determinado momento da criação, ainda no universo multimensional criado estão localizadas as mônadas. Neste exato momento da criação, deus começa a colocar no universo criado os elementos primeiros, fundamentais da realidade. Deus criou filhos e filhas no estado espiritual. Ele criou o que chamamos de "centelhas" ou "células" espirituais individualizadas do criador. Ele na verdade criou o que esotericamente chamamos de mônadas. A mônada também é chamada de "presença do eu sou". Essa foi a nossa primeira inteligência e a nossa primeira identidade individualizada. Na verdade são concebidas como átomos espirituais dotados de atividade, substâncias forças. Deus criou números infinitos de mônadas. Elas são eternas e não há duas mônadas perfeitamente iguais. A mônada habita o segundo plano da nossa série de planos, que chamamos de plano monádico. Formação e tipos de mônadas. A mônada é uma substância simples, pois não possui partes sendo indivisível. Como as mônadas são eternas, a sua imensa série se dispõe em escala hierárquica ascendente, contínua da ínfima mônada até a suprema, deus. Elas não têm relações recíprocas e poderíamos distingui-las em quatro grandes ordens. - Mônadas nuas, que constituem o reino mineral e as plantas, dotadas de representação inconsciente; - Mônadas sensitivas, capazes de representação consciente ou apercepção; constituem as almas dos brutos; - Mnadas racionais, ou almas humanas, enriquecidas de conhecimento científico e consciência reflexa; - Mônada suprema, ou deus, absolutamente perfeita, causa eficiente em todas as outras. A ordem entre elas é explicada pela harmonia preestabelecida, que deus introduziu na criação. Deus seria a mônada suprema, criadora e ordenadora de todas as outras. Poderíamos exprimir que cada mônada é um espelho vivo e perpétuo do universo, e este é regulado uma ordem perfeita. Cada mônada é uma multiplicidade, com diversos compartimentos a realizar experiências com funções específicas, como cada célula de nosso corpo humano e com objetivo final, exprimir todo o universo. A alma e a personalidade A centelha divina, também chamada de espírito, é a nossa identidade verdadeira. A mônada, ou centelha divina decidiu com seu livre-arbítrio que queria experimentar uma forma no universo material. Cada uma das mônadas criou, com o poder se sua mente, doze almas. Cada alma é uma projeção diminuta do criador. A alma também é conhecida como eu superior. Por sua vez cada alma querendo experimentar uma forma mais densa do universo material, deu origem a doze personalidades, ou extensões de alma. Através dessa divisão o objetivo era experienciar o plano físico e a evolução através deste processo. Nos da terra somos personalidades, ou extensões de alma, de nossa alma, do mesmo modo que nossa alma é uma extensão de uma consciência maior, a nossa mônada. Por sua vez nossa mônada é uma extensão de uma consciência ainda maior, que é deus, a divindade, o pai e a mãe, toda a criação. Desse modo temos aqui na terra uma família de almas, por assim dizer, de onze outras extensões de alma. As outras onze extensões de alma podem estar encarnadas aqui ou em algum lugar no infinito universo de deus. As outras extensões de nossa alma podem não estar num corpo físico neste momento, podendo estar habitando um de outros planos espirituais de existência. As onze extensões da nossa alma podem ser consideradas a nossa família espiritual mais próxima. Portanto temos em nossa mônada uma grande família monâdica, que se soma cento e quarenta e quatro. Supõem-se que em nosso sistema planetário terrestre temos, sessenta bilhões de mônadas operando, o que podemos concluir que no sistema de reencarnações deste planeta, teremos, portanto, oito trilhões e seiscentos e quarenta bilhões de personalidades envolvidas. Notas:- a) Na Bíblia Sagrada na parte do apocalipse de João são mencionados de forma singular as mônadas, com os cento e quarenta e quatro mil selados de Israel, antes que as cousas ruins aconteçam. (epístola 7). E que todos estarão reunidos juntos com deus (epístola 14). c) Desta forma temos uma visão geral de que todos fazemos parte de deus e um dia voltaremos ao seu seio, apesar de como disse em outras falas, que o processo é longo e lento. d) Por isso somos eternos e somos deuses também, pois afinal somos sua centelha em ação e que nos dá a responsabilidade de co-criadores." (Eu peguei o texto no site http://www.agarta.com.br mas a escritora e o texto são os mesmos). Com base nessas informações, gostaria de perguntar se alguém aqui poderia me explicar melhor o que é exatamente uma "mônada", não entendi esse negócio de "divisão em 11 partes" e há uma contradição, pois no vídeo o espirito diz que as partes da mônada não reencarnam no mesmo planeta enquanto na matéria afirmam que sim, se alguém entende do assunto, por favor me dê uma elucidação. E queria perguntar também se alguém aqui é adepto desta hipótese.
  4. Olá galerinha, É difícil emanar uma vibração quando o sujeito estiver rezando para Deus , se ele(a) praticou uma masturbação antes das 24hrs ? Ou seja, Deus vai se conectar contigo , mesmo se você tiver se masturbado ? porém, sua reza ( ou súplica) carrega um tom sério de querer se conectar com deus. Aceito comentários inteligentes.
  5. Não raro, ouve-se pessoas de diferentes segmentos religiosos afirmarem que a bíblia é a Palavra de Deus, o mesmo ocorre com livros "sagrados" de variados credos como sinônimos de verdade universal, e diga-se de passagem inquestionável. Sem menosprezar a importância cultural e histórica que os livros exercem em nossa vida, gostaria de trazer algumas reflexões: 1. Considerando que a Palavra de Deus seria a sua Vontade e consequentemente a própria Verdade, poderia ela ser imutável, eterna e imaterial? 2. Uma vez que admitindo ser a Verdade eterna, imutável e imaterial, porque Deus colocaria ela num livro específico, cujo conteúdo poderia estar sujeito as alterações do mundo material? 3. Admitindo que a Verdade não encontra-se no mundo material, consequentemente ela estaria latente dentro de nós e não fora, por meio da intuição, inspiração e/ou iluminação divina? 4. Admitindo-se que vários livros foram escritos por inspiração divina, não seria a simples contradição entre seus conteúdos um indício de falsa verdade? 5. Admitindo-se que vários livros foram escritos por inspiração divina, não seria a simples semelhança entre seus conteúdos um indicio de suposta verdade? 6. O que é melhor seguir uma fé cega ou uma fé raciocinada?
  6. No fim de semana passado (21/02/2016) comecei a perceber algo estranho em mim, a sentir que algo estava fora do lugar, sentia uma saudade incontrolável de alguém/ algo que eu não conseguia descobrir. Era uma tristeza que preenchia todo meu ser combinada a uma espécie de confusão que me deixava "surdo" às intuições do mundo espiritual. Procurei de todas as formas chegar em uma boa sintonia mas mesmo assim ainda algo me faltava. Tenho três cachorros em casa e costumo soltá-los na rua para que eles possam brincar durante algumas horas, livres, correndo pelos terrenos perto de casa. Não fazia muito tempo que eu havia soltado eles naquele domingo, cerca de meia hora, e um temporal muito forte chegou enquanto eles ainda estavam soltos. Logo eu peguei meu guarda-chuva e fui buscá-los, preocupado que eles ficassem doentes. Assim que saí, dois dos meus cachorros entraram em casa logo que abri o portão, sem eu nem precisar chamá-los, enquanto o terceiro olhava para mim no meio daquele temporal pesado e corria feliz pelos terrenos ao redor. Eu chamava por ele, tentando em vão fazer a minha voz se sobrepor ao som do temporal. Às vezes ele me escutava e olhava na minha direção, outras ele nem ao menos reagia e continuava correndo feliz pela chuva. Sentia uma preocupação constante ao ve-lo feliz correndo pra todo lado enxarcado - e a saudade/ tristeza em mim se intensificou. Já havia alguns dias que estava bloqueado e não conseguia ouvir as intuições que vinham do mundo espiritual, mas naquele momento eu voltei a ouvir, enquanto via meu cachorro correndo distante e feliz na chuva, ela me dizia assim: "Assim como você sente vontade de correr até ele e mantê-lo seguro com você eu também sinto saudades de você enquanto você corre feliz pela vida" No mesmo instante, ao ouvir essas palavras, uma felicidade imensa me preencheu, uma espécie de inspiração e alegria me fizeram deixar para trás todas aquelas sensações que me puxavam para baixo. Durante a vida, em alguns momentos acabamos nos esquecendo daqueles que nos guardam enquanto estamos trilhando nossos caminhos aqui na Terra, com todos os acontecimentos que se interpõem o tempo inteiro nos tirando o foco - Mas eles continuam ali, sempre, sendo nosso porto seguro, nossos guias. Lembrem-se daquele que nos protege, não importa qual seja o nome que ele possui na religião de cada um, mantenham-se em contato com ele, pois assim como temos necessidade de estarmos juntos ele também sente falta de nos ouvir, de saber que nos lembramos dele. Muita paz e luz a todos nós.