• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags 'energias'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 33 results

  1. Pessoal, uma das sugestões que quero deixar aqui é sobre o Chi Kung. Vou copiar um texto aqui de um site sobre isso, para quem não conhece nada tem uma primeira noção, mas os materiais postados aqui são apenas para apresentar essas coisas, as pessoas deveriam pesqusiar mais sobre o tema que lhe interessar, já que o foco do GVA não é ensinar isso. Chi Kung O Chi Kung (QiGong) é uma prática terapêutica em que se realizam exercícios que combinam movimento suave e respiração controlada, e na qual a atenção e a visualização do praticante estão concentradas nas várias partes do corpo, de modo a alterar o fluxo de energia. Chi Kung significa literalmente “energia” (Chi ou Qi) e “habilidade, treino” (Kung ou Gong), ou seja, treino e desenvolvimento da energia (do corpo humano). Durante milénios, o Chi Kung foi conhecido por outros nomes – Dao Yin ou Nei Gong, entre outros – e estava frequentemente ligado à prática das artes marciais, de sistemas esotéricos de meditação e desenvolvimento espiritual e de sistemas de medicina preventiva. Semelhante a outras práticas bioenergéticas ocidentais, o que diferencia o Chi Kung é que está profundamente ligado às teorias da Medicina Tradicional Chinesa, ou seja, utiliza a teoria dos meridianos e pontos de acupunctura, da circulação de energia e outros conceitos, para exercitar o corpo e a mente – aliás, do ponto de vista da Medicina Chinesa é impossível dissociar mente e corpo. Assim, quando um praticante está a fazer um exercício de Chi Kung está a manipular a energia do seu corpo de acordo com estes princípios. O Chi Kung é um tipo holístico de exercício, muito diferente dos sistemas de exercício e ginástica modernos que apenas endereçam os componentes exteriores do nosso corpo, músculos e capacidade cardiovascular, muitas vezes correndo o risco de criar outros problemas (de articulações, postura, de esgotamento dos órgãos e assim por diante). No Chi Kung todos os sistemas do corpo são exercitados: os órgãos internos são suavemente massajados, as circulações de sangue e linfa são estimuladas, a capacidade respiratória é suavemente expandida e melhorada, as articulações são exercitadas de modo saudável, e assim por diante, ao mesmo tempo que o envolvimento mental do praticante representa um outro nível de exercício, com enormes benefícios a nível do relaxamento, da lateralidade do cérebro e da concentração. Todos estes benefícios fazem com que o Chi Kung seja um maravilhoso sistema de prevenção das doenças. Nalguns casos, e acompanhado por um instrutor competente de Chi Kung, o praticante poderá completar a sua prática com exercícios que tratem especificamente os seus problemas. Para que o Chi Kung seja verdadeiramente eficiente na manutenção da saúde e no combate ao stress, deve, no entanto, ser praticado regularmente, de preferência todos os dias, para ir fortificando o corpo progressiva e suavemente. O praticante deve primeiro procurar aprender um sistema completo. Geralmente estes sistemas são constituídos por uma série de exercícios, cada um dos quais deve ser feito durante uma série de repetições. Uma vez que o praticante tenha atingido um grau de habilidade razoável com estes exercícios, poderá começar a explorar outros aspectos do Chi Kung. Mestre Xuan Wu Fonte: https://caminho-natural.org/chi-kung/ ......................... Dicas de livros: Chi Gung. Autora: L. Carnie Esses livros estão esgotados mas podem ser encontrados na "estantevirtual".
  2. 14042019 ás 20pm Resolvi exteriorizar energias, devido o horário da agonia humana, então me sentei no sofá, relaxei, encostei a cabeça, e dei passividade, aguardando o contato com o amparador. Depois de bem relaxado, vi uma mulher por clarividência, uma chinesa, cabelo curto, em minha frente em pé, parecia estar com a mão apontada para mim, para minha cabeça. Eu a vi por dois momentos, creio ser a amparadora que vejo de vez em quando. Em outro momento me vi saindo, e conversando com alguém, e vi uma espécie de avião, ou outro aparelho para locomoção. Acho que vi somente o motor, estava elevado do chão, não vi asas, mas lembrava um monomotor, sei lá.
  3. Objetos pessoais podem conservar energias, intenções e/ou formas-pensamento de seus donos? Vou citar um exemplo: Por que é tão bom vestir uma roupa nova, enquanto que as roupas usadas mesmo limpas e em bom estado parecem não proporcionar a mesma sensação? Seria um efeito meramente psicológico ou objetos usados estão carregados de energias? Existe um livro muito interessante intitulado "Você É Seu Carro". O autor é o Luiz Antonio Gasparetto e no livro ele alega que influenciamos o funcionamento de objetos pessoais nos quais depositamos algum tipo de intenção e foco e que esta influência é suficientemente forte para causar modificações e até danos. Será mesmo que nossos pensamentos recorrentes afetam objetos físicos de tal maneira? Pode ser viés de confirmação, mas me parece que objetos de pessoas negativistas tendem a estragar com maior facilidade do que objetos de pessoas mais positivas e desprendidas. Por isso a dúvida, o quanto nossas energias afetam objetos físicos. Abraços.
  4. Jogar Energia no Ambiente ao Exteriorizar ? henriquearaujo novembro 2015 Não tenho muita certeza mas se não me engano ouvi isso em uma das técnicas completas, pedia pra direcionar energia pra uma pessoa ou um ambiente ao exteriorizar, mas essa energia não é densa? Porque eu a deixaria no meu quarto ou direcionaria a uma pessoa ? sandrofabres Exteriorizar já é o ato de "jogar para fora" ( no ambiente ou pessoas) sua energia. Mas sua INTENÇÃO regula como ela será emitida. Exemplos: - na técnica do Saulo você está exteriorizando com INTENÇÃO de se livrar de energias-lixo, energias que aderiram a você durante o dia, e que você não quer que fiquem grudadas em você. ( por exemplo, se uma menina te olha com interesse sexual, em geral ela vai jogar sobre sua aura uma emissão de energia, que ficará grudada em você e te fazendo lembrar ela a toda hora, ou no caso de você ter irritado alguém sem perceber, ou no convívio diário) - para curar você emite energia com INTENÇÃO de curar, elas são densas, mas denso não é sinônimo de negativo, denso apenas significa a frequência vibratória. Eenergias densas são boas para cura, porque curam mais rapidamente do que energias mais sutis, que são mais rarefeitas. É isso, por exemplo, que diferencia o sistema CURA PRANICA do Reiki, porque a CURA PRANICA usa energias densas, dos pranas do ambiente (água, ar, terra e fogo), embora pudesse também usar o prana do espírito, que é o Reiki. Só que o prana do espírito exige que voc~e tenha uma sintonia mais elevada, para poer captá-lo em quantidade suficiente para efetuar uma cura rápida, enquanto que os pranas dos elementos não exigem isso. Por isso o Reiki usa as iniciações, para aumentar sua sintonia com esse tipo específico de prana. Já a Cura Prãnica não necessita iniciações, basta um curso ou livro para saber como usar. Já o Reiki, sem a iniciação de sintonia, é inútil, a única coisa que você vai emitir se não tem as iniciações é sua própria energia vital, até ficar fraco e começar a sugar do paciente quando acredita estar doando. - você pode emitir suas energias com INTENÇÃO de entidades negativas presentes no local. - pode emitir suas energias com INTENÇÃO de limpar o ambiente, eliminar coágulos de energias tóxicas que podem ter no seu quarto ou casa. Entendeu agora? Só falar em exteriorizar não significa nada, por isso as vezes você vê uma explicação , depois vê outra, que parececontrária, e fica confuso. Se você apenas exteriorizar sem ter intenção alguma tudo que conseguirá é sentir-se fraco, porque exteriorizou energia pura, não estabeleceu um filtro seletivo através da intenção. henriquearaujo Entendi! Obrigado Sandro.
  5. Boa tarde, amigos! Tive uma experiência curiosa nesta noite. Tentarei ser breve no relato. Meu dia começou com sintonia meio negativa, já que eu tinha me desentendido com uma pessoa próxima e essa situação estava rondando meus pensamentos. Fui limpando os pensamentos durante a manhã e me acertei com a pessoa, resolvendo o problema e cessando os pensamentos repetitivos. O resto do dia foi tranquilo e com a sintonia boa, sem pensamentos negativos. Por voltar das 18h30, assisti um vídeo do Waldo Vieira sobre controle de bioenergias. Fiquei pensando naquilo, em como chegar nesse ponto de ter total ciência de como as bioenergias funcionam, sobre como seria a sensação de ser alvo de uma exteriorização ou quando alguém tenta interiorizar a nossa energia e etc. Ao me deitar, as 22h, minha nova estava assistindo uma série que tinhas umas bruxas lá, com aparência clássica das bruxas de contos de fadas. Não me importei com isto, até pq é uma série boba... E tenho exercitado para não ficar impressionados com formas distorcidas ou dantescas. Após ela terminar de assistir, eu passei a assistir uma série que aborda o culto do Osho nos EUA. Ou seja, bem diferente do que o que ela estava assistindo. Pois bem, enquanto eu assistia, fiz uma MBE curta, de uns 5 minutos e, logo após, fui dormir. Ao acordar pela manhã, lembro-me de ter tido uma experiência peculiar. Acordei em catalepsia, sentindo o EV no corpo e vi uma velha ao meu lado, quase debruçada no meu corpo. Eu estava em decúbito dorsal. Ela tinha a aparência da bruxa da série que minha noiva assistia. Assim que a percebi, me assustei. Ela percebeu e imediatamente me acalmou dizendo "calma, não precisa ter medo". Rapidamente, a visão de uma velha bruxa se desfez, mas eu não conseguia mais focar nos detalhes do rosto dela. Então ela me disse "você não queria saber como funciona as energias? Vou te mostrar" e então ela impôs as duas mãos sobre mim. Perguntou se eu estava sentindo algo, e eu disse que não. Ela pediu para eu prestar atenção. Então senti como se as mãos dela fossem um ímã e meu corpo também, mas de polos iguais, dando aquela sensação de repelimento magnético. Confirmei que senti isso e ela disse "agora vou mudar". Senti como se fôssemos imãs de polos diferentes, sentindo uma atração magnética. Após isso, ela disse "pronto, agora você sabe. Vou tirar você daí, vamos dar uma volta". Não tenho nenhuma rememoração do resto. Quando penso nessa experiência e nessa mulher, sinto uns arrepios que acredito ser sinalética energética. Não sei se era assediador algum tipo de amigo espiritual. Fiquei receoso, apesar de que na hora, depois que ela me acalmou, não senti medo dela. As questões são: as sensações energéticas quando nos somos alvo de uma exteriorização/interiozacao se assemelham ao que relatei? Será que era um assediador ou um amigo espiritual? Obrigado!
  6. Galera, boa noite! Não consegui encontrar nada no fórum acerca disso, ao menos nada diretamente. Em resumo: Estou praticando a técnica da olve + meditação há algum tempo, mas com a técnica da olve estou há alguns dias tendo um sintoma físico um tanto quanto peculiar e estranho. Ao movimentar as energias, após alguns minutos, eu começo a sentir náuseas e uma aparente vontade de vomitar (digo a aparente pois parece algo criado pela mente). Algumas pistas adicionais que creio que pode estar relacionada, mas não tenho certeza, é uma aparente sensação de sentir a sensação quando a energia passa no chakra cardíaco e plexo solar, pouquíssimas vezes no laríngeo também. Ai que surgiu minha dúvida, se fosse algo que passasse após alguns dias, levaria como algo bem normal, uma vez que a olve vai colocando as energias no seu devido lugar e equilibrando os chakras, mas o que achei estranho é que já fazem quase duas semanas com a mesma sensação e a impressão de vinculação com os mesmos chakras supramencionados. Pelo que pesquisei até agora (no fórum, google e alguns vídeos), pode ser um vínculo direto com o plexo solar, um processo de quebra de bloqueios ou vínculos com obsessores, ou atração de entidades negativas (não entendo o motivo) e acabar sentindo justamente pelo aumento de sensibilidade derivado do trabalho de energias. Alguém já teve sensações similares ao trabalhar as energias e conseguiu encontrar alguma resposta para a origem delas?
  7. Outra prática interessante que as pessoas podem querer fazer, para dar uma equilibrada geral, é Tai Chi Chuan. Apesar de ser uma arte marcial, quando o foco não é a luta, os objetivos são similares aos do Chi Kung, sendo basicamente um cultivo/harmonicação da "energia interna". Assim como fiz com o vídeo de Ba Duan Jin, espelhei este vídeo de Tai Chi ( cujo nome é "Estilo Yang, forma de 108 movimentos") porque fica mais fácil de aprender quando a TV é seu único instrutor. Obviamente o mais recomendado é aprender ao vivo com alguém, mas quem não mora em grandes centros não tem esse luxo, tem que se virar com a TV mesmo. As únicas coisas que estão falando ali no vídeo são os nomes dos movimentos, então não tem nada a explicar. A respiraçao no Tai Chi em geral é a respiraçao abdominal normal:
  8. Lembro de ter projeções desde criança mas sem saber do que realmente se tratava. Morava perto de um parque que tem um grande lago e me via voando e fazendo piruetas sobre as aguas. Era bem comum me ver testando a leveza do corpo no quintal da minha casa e sair flutuando. Difícil era ficar no chão. Agora, depois de muitos anos, mesmo depois de praticar várias técnicas e fazer o possível para manter minha vibração elevada num ramo estressante e vivendo numa cidade terrivelmente materialista, são raras as vezes quando consigo volitar nas minhas projeções. Nunca mais consegui "voar" sozinho, sempre acompanhado e amparado e fazendo uso das famosas "capsulas" de ascenção. Quando consigo uma projeção bem estruturada e planejada, saio do corpo mas tudo parece como aqui no físico, e, tirando o fato de que posso atravessar superfícies, preciso andar e o ambiente se manifesta com quase a mesma gravidade daqui. Quando tenho experiências interessantes que transformo em relatos, noto que normalmente estou sendo amparado e conduzido por outras consciências amigas. Sou/estou muito denso? Pode ser kármico? Como reverto isso?
  9. Boa tarde meus irmãos, olha eu aqui com muitas dúvidas novamente. Nos últimos dias venho trabalhando minhas energias, TENTANDO manter os pensamentos lúcidos, e l padrão energético o mais alto possível. MAS tenho uma grande dúvida, eu sou proprietária de um quiosque na praia. Trabalho com alimentos e bebidas alcoólicas, o meu quiosque fica bem de frente com o mar e já presenciei muitos afogamentos seguidos de morte. Muitas pessoas usando drogas e até agressões físicas. Depois que comecei a trabalhar meu lado espiritual, ando com muita variação de humor, mas quando noto essas variações começo a pensar coisas boas e mando "aquele sentimento" pra longe. É possível que o ambiente que estou inserida, ou seja o local que trabalho me influencie de alguma forma? Como me defender? Todas as noites faço a técnica completa do Saulo. Sinto as energias, me sinto renovada. Mas não consigo projeção. E olha que bato maior papo com meu mentor pra ele vir me buscar, e Nada! Se saio não lembro. Porém não fico mais cansada como estava há alguma semanas atrás. Alguém aqui trabalha em locais públicos e passa ou passou por essas variações de humor. Por conta do local. Não tenho certeza se é o ambiente mas tenho essa dúvida. Agradeço quem puder dividir sua experiências comigo.
  10. OBS: materiais educativos e cursos são COMERCIALIZADOS ........................... Nancy Trivellato Nanci Trivellato, MSc., pesquisadora da consciência, nasceu no Brasil, mas reside no exterior desde 1995. Formada em Letras, recebeu seu mestrado em Metodologia de Pesquisa em Psicologia no Reino Unido, onde residiu por uma década. Dedicou parte dos seus estudos e carreira à Administração, atuando, por muitos anos, em grandes corporações multinacionais. Tendo vivenciado, desde a juventude, a experiência fora do corpo e outros fenômenos não ordinários, decidiu dedicar-se ao estudo da multidimensionalidade. Assim, desde 1989 vem aplicando seus esforços não só em compreender a consciência e os mecanismos que levam à ocorrência dos fenômenos paranormais, como em ensiná-los ao redor do mundo. Escaneei algumas páginas do livro dela Estado Vibracional, para poderem julgar o conteúdo antes de decidirem se compram ou não: https://drive.google.com/file/d/0ByXGi2vq5-wsTG1XR29QQ3ZrcVk/view?usp=sharing CANAL NO YOUTUBE:https://www.youtube.com/channel/UCTcyC_7SnQ75tlH4S3urwqQ
  11. Bem, todas as noites antes de dormir faço minha rotina de movimentação energética, que é uma pulsação/movimentação energética, passando por cada chakra, seguido de uma exteriorização e absorção, e após a absorção energética (e com isso já mais livre das possíveis energias densas) peço para que os mentores encaminhem, se possível e se eu tiver condições de doar, parte de minha energia para amparo no astral a quem precisa. Geralmente peço para que enviem à hospitais, ao umbral, à recém nascidos, à pessoas que moram na rua. Eu comumente fazia apenas o processo que eu disse sem a parte de doação, mas após me recomendarem isso quando frequentei um centro espírita de minha cidade, venho fazendo isso já há algumas semanas. Li por vezes que é importante mentalizar o processo, como por exemplo a energia saindo do chakra cardíaco, e enquanto isso ir imaginando a energia em determinadas cores. Não sei se o modo que faço é o correto, mas como na maioria das vezes eu não tenho em mente um destinatário específico, não faço nenhuma dessas coisas. O que faço é me focar na energia em si. Não imagino como a energia supostamente sai de mim, e nem como irá chegar para quem está a receber. Eu apenas me foco no centro do peito, tento perceber uma movimentação no meu chakra cardíaco e então peço aos meus mentores ou guias que encaminhem. Como falei eu geralmente faço esse meu ritual diário durante a noite, antes de adormecer, mas como na noite passada eu acabei caindo no sono enquanto eu ainda estava no processo inicial de imaginar a pulsação, deixei para fazer isso quando eu acordasse, no dia seguinte. E então fiz hoje pela manhã. Permaneci deitada mais alguns minutos depois de ter acordado, fiz a pulsação, a exteriorização e a absorção. E ao invés de desejar encaminhar a energia com foco maior à pessoas de um modo mais generalizado, como sempre faço, me foquei apenas em dois destinatários específicos, no caso minha vizinha (há aproximadamente umas 2 semanas além de doar de modo generalizado, eu venho pedindo também para um pouco ir para uma vizinha minha que está em tratamento de um câncer) e uma outra pessoa conhecida, que mesmo embora eu não tenha um contato próximo atualmente e já tenha tenhamos tido alguns problemas no passado, por muito tempo esteve em minha vida como parte de minhas amizades. Tenho percebido através de redes sociais que essa pessoa em questão está passando por algumas perdas na família, e sabendo que essa pessoa tem um histórico de síndrome do pânico e assim como eu, ansiedade, desejei poder ajudar de algum modo, mesmo que de um modo sutil. Por isso no dia de hoje ao invés de apenas pedir aos meus mentores, como sempre faço, tentei me focar mais no ato de mentalizar mesmo. Quis imaginar essa energia chegando à ambas as pessoas de modo individual, primeiro um, depois o outro, mentalizando um por vez, sem pressa. Tentei imaginar que eu estava próxima a eles de um modo que ultrapassasse a matéria, como se pudesse encontrá-los no astral, embora é claro, apenas ali, mentalizando. Foi mais "um experimento" fazer isso, mesmo porque eu mesma nem sabia se isso sequer era possivel e se é efetivo um encaminhamento de energia desse modo, mesmo assim me chamou a atenção a sensação que senti (ou pensei ter sentido) quando tentei ter contato com a pessoa que está com problemas familiares. Embora eu não tenha visto nada nitidamente e nem ouvido/conversado nada, me foi transmitido uma sensação muito boa, pacífica e principalmente muito "alegre", como que de um modo receptivo, me chamando a atenção por ser uma atitude muito diferente da reação que eu esperaria perceber pessoalmente por parte dessa pessoa, tanto devido a personalidade da mesma ser diferente, quanto pelo modo de agir em relação a mim, denotando um nível proximidade muito diferente daquele que sempre tivemos e possivelmente teríamos na vida real em razão de incompatibilidades. Tentei passar uma energia neutra, que trouxesse tranquilidade, e quando acabei ambas as mentalizações, uma após a outra, senti apenas um calor no corpo e uma pressão leve no centro da testa, que depois de uns 5 minutos passou. E então vim aqui no GVA perguntar se vocês, que são mais experientes que eu, sabem me dizer se é mesmo possível doar as energias desse modo, e se sim, se for possível, se esse contato é com o "eu superior" da pessoa ou algo como isso, algo além de suas personalidades no físico, ultrapassando egos e karmas, explicando a razão de existir essa possibilidade de por vezes demonstrarem agir de um modo diferente daquele que costumam agir. O que senti foi interessante e pareceu realista com base no que senti, me tranquilizou por aquela pessoa ter demonstrado estar bem e em mim ficou um sentimento agradável. Mesmo assim acho que devemos levar em mente e estarmos abertos a ideia de que a nossa imaginação é capaz de criar muita coisa, e sim, pode ter sido nada além de mera imaginação. Opiniões sinceras são bem vindas e dicas no geral também, uma vez que em relação ao tema ainda sou bastante inexperiente.
  12. Olá pessoal! Hoje tive minha primeira experiência de saída do corpo, porém eu nunca tentei nenhuma técnica, aconteceu extremamente sem querer. Sempre assisti os vídeos do Saulo com meu marido, mas até então nunca tinha vivenciado nada parecido. Fui dormir 5hrs da manhã, o ocorrido aconteceu por volta das 7hrs. Tudo começou em um sonho onde eu não estava lúcida, no meio dele minha mãe que mora em outro estado falou sobre a filha da vizinha dela e citou o nome completo da menina (menina essa que conheço da cidade onde moro hj em dia) na hora pensei “To sonhando”, nesse momento eu senti como se meu corpo estivesse se desprendendo, como um imã me puxando para cima. Na hora eu me preparei pra abrir os olhos e pensei: “estou saindo do corpo, é só não ter medo.” EXATAMENTE nesse momento, ainda de olhos fechados senti uma sensação ruim e inexplicavel no meu ouvido em alto e bom tom falando: “Eu Quero Você. Confesso, acreditem se quiser que eu “falei/pensei” Vai se f..... Fiquei aterrorizada, senti muito medo! Nisso eu voltei para o corpo e entrei direto em estado de catalepsia, tive a sorte de não ver ou ouvir nada, abri os olhos e vi meu quarto exatamente como era, tentei mexer os dedos e não consegui, fiquei calma, pois sabia que estava em catalepsia, meu medo era acabar saindo do corpo novamente, comecei a orar para voltar ao normal e a tentar emanar bons sentimentos. Quando acordei eu estrava tremendo muito e com bastante frio, acordei meu marido que me acalmou, mas não consegui dormir mais. Sei que dizem que saímos na vibração que estamos, mas eu não me sentia em uma má vibração, estava me sentindo tão bem com tudo e feliz, sem estresse ou preocupações. Agora pretendo buscar mais informações pra saberá lidar melhor em situações como essa, quero voltar a sair (daqui um tempo só) embora eu nunca tenha sentido tanto medo assim. Não posso deixar isso atrapalhar nessa busca pela evolução, depois de ter vivenciado isso e ter certeza de que é real. O que poderia ser? Encosto? Um espírito zombeteiro? Desequilíbrio no ambiente, meu ou do meu marido? Carma? Obrigada pela atenção.
  13. Já tem um tempo que não participo do fórum. Havia parado de tentar me projetar, voltei com as práticas a pouco mais de uma semana!! Quando faço a OLVE durante o dia ou antes de dormir, sempre tenho sonhos bem realistas, mas quando deixo de fazer a OLVE por alguns dias, não lembro dos sonhos. Vocês que tem projeções com frequência estão sempre trabalhando as energias durante o dia ou só na hora de dormir? É possível se projetar com frequência apenas praticando a auto-observação? Ou é necessário fazer EV, trabalhar as chakras , etc... Citei á auto-observação porque nem sempre dá pra fazer técnica, e nesses dias quero despertar fora do corpo. Acho uma boa forma de ficar lúcido no fisico. (Tive poucas projeções com lucidez)
  14. Estava pesquisando no youtube algumas musicas para relaxar e acabei me deparando com um desses mix de musica que dizem limpar as energias e espelir energias negativas de casa. Isso realmente acontece? As energias negativas realmente são expulsas e eleva nosso estado? Aqui vai o mix que achei:
  15. Quando eu estou fazendo a técnica completa 2 eu simplesmente não durmo, mas se eu não faço nada eu durmo facilmente, isso tem acontecido durante este mês, o que pode ser?
  16. Bom dia a todos. Tenho praticado o trabalho de energias (técnica completa 3 e compacta 2), de madrugada, por volta de 2:30 ou 3:00 da manhã em um quarto separado. Maioria das vezes consigo terminar a movimentação de energias sem cochilar ou perder a consciência em nenhum momento. Após terminar esse trabalho, volto para a cama e durmo. Ainda não tive projeções, mas sinto bem o movimento das energias. Minha dúvida é: quando devo aplicar as técnicas projetivas? Após esse trabalho energético? Devo aplicar as técnias logo em seguida da movimentação, no mesmo local aonde trabalhei as energias? Fico agradecido
  17. Olá pessoas.. Eu estava aqui pensando e me surgiu uma dúvida. Se eu estou me cuidando, com bons pensamentos, alta sintonia e etc.. Significa que eu atrairei boas energias também? Seres que estejam em frequência similar? Como uma sintonia de rádio, eu estou com boas vibrações (mente, sentimentos, comportamento etc) seres mais densos (vampiros energéticos, obsessores) não tem acesso a minha pessoa, pois não estamos vibrando na mesma sintonia. Ta correto isso?
  18. EXTERIORIZAR ENERGIAS É PERIGOSO? (tópico resgatado do GVA Invision jan 2013-agosto 2015) Exteriorizar energias é perigoso? Autor do tópico: Lu Mello , May 20 2014 05:50 PM Dei uma parada nas técnicas de projeção por conta de alguns trabalhos da faculdade, mas vou retomar assim que entrar de férias. Nesse período, li sobre exteriorização de energias e gostaria de saber se tem algum perigo nisso. Eu já consigo sentir as energias percorrendo o meu corpo e consigo controlá-las dentro de mim no circuito fechado, mas desde que eu passei a ver as criaturas que rondam meu bairro no plano astral, fiquei com medo daqueles insetos gigantes serem atraídos para as minhas bioenergias, por isso nunca as exteriorizei. Vocês acham que, mesmo a gente pedindo proteção antes de dormir, essas criaturas possam vir vampirizar essas energias? E será que pra termos uma projeção astral totalmente consciente e bem controlada é necessário exteriorizarmos as nossas energias? Tenho pensado muito nisso, se o fato de exteriorizar as energias é a peça que falta, mas estou com medo de ser vampirizada e virar um alvo desses seres todas as noites LucidDream : Linda, ou lindo sei lá, eles só podem vampirizar, assediar, se você abrir passagem, esses insetos astrais, gostam apenas de fumo de maconha, cigarro, bebidas, ou seja, eles só vão se aproximar de pessoas que estão em festas usando essas drogas. E quando se usa uma delas, ou todas juntas, abre-se uma porta para eles vampirizarem, é como sair berrando: "-Ei estou dando energias de graça!." As pessoas sempre falam: "-Vou ir pro baile beber, curtir porque quero tirar o estres" Mau sabe eles que isso só vai ser destrutível! Hoje meditando, entrei em uma frequência maior, logo veio uma imagem na minha tela mental, minha mente reconheceu como sendo a face de Jesus. Me arrepiei, meus olhos se encheram de lágrimas, e continuei com a meditação. Só esse aumento de frequência já gera em você uma barreira, é como se uma luz acendesse em sua Aura, espantando a escuridão. Exteriorize SIM as energias, você se sentirá bem, além disso você vai deixar sua assinatura energética no ambiente, dando mais proteção. ---------------------------------------------------------------- Henriqueps Posted 21 May 2014 - 08:25 AM É bom exteriorizar pq assim vc evita ser vampirizada. O mais atrativo no astral é a energia sexual, se não exteriorizar de alguma forma essa energia vc será como um ponto brilhante piscando no escuro chamando atenção de todo mundo e os vampirizadores vão ficar doidos com vc. hahaOutro lado bom da exteriorização é a limpeza energética. A pessoa se livra das energias densas que tbm podem atrair vampirizadores, e te ajuda não somente na projeção mas na sua saúde por completo. E claro buscar manter a sintonia como o LucidDream falou. Pq do contrário vc erradia energia negativa e isso vai atrair semelhantes no astral, ou seja, espíritos negativos. ------------------------------------------------------------------- sandrofabres Bom, eu nunca exteriorizei. E no curso do IIPC eles alertavam para EVITAR exteriorizar sempre no mesmo horário, porque vai acabar atraindo vampiros astrais. Tanto que o problema da TENEPES é justamente esse né? ------------------------------------------------------------------ Sidarta Porque você nunca exteriorizou Sandro ? --------------------------------------------------------------------- sandrofabres Os motivos alegados para isso nunca me pareceram ter sentido. Até testei umas poucas vezes, logo que me projetei, para ver se variava lucidez, qualidade de visão, e nunca fez diferença alguma. Além disso, qualquer um sabe que vivemos cercados de entidades vampiras, me parece um completo absurdo ficar exteriorizando energias. Todo o desenvolvimento nas áreas esotéricas e energéticas se da elaborando métodos em direção ao ACÚMULO de energia, nunca à exteriorização. Portanto: - como nunca vi nenhuma justificativa decente para o que me parece um completo contrasenso, a julgar pelo que aprendi de outras fontes, - e como não percebi diferença alguma quando testei estando já projetado... ....nunca adotei essa prática. Não AFIRMO que seja errada, apenas a proposta não me convenceu, nem em teoria, nem na prática. Se um dia eu achar um bom motivo para isso, posso mudar de idéia. --------------------------------------------------------------------- Henriqueps O Laercio Fonseca fala sobre isso. Ele diz que não deviamos desperdiçar energia e que, no caso da sexual, poderia ser canalizada tornado-à útil né. Por isso quando vou exteriorizar energias faço pensando em eliminar apenas as densas, li isso em algum lugar, e manter as boas comigo. Lembrando tbm de absorver energias sutis(do sol, deus, natureza..) depois da exteriorização.
  19. Boa noite pessoal, Como funciona a sensibilidade energética dirigida a outras pessoas? falando melhor, como da pra sentir/ perceber as energia das outras pessoas, plantas, objetos, etc? será uma questão consciencial? ou seja, não percebemos simplesmente por que não damos atenção a isso, ou uma questão de sensibilidade energética pessoal, ou seja, trabalhando as suas próprias energias você passa a perceber a dos outros? Obrigado
  20. Então gente, é algo meio estranho já vou avisando. Conheci o canal do Pedro Bianchini Pavanello, gostei dos vídeos. Achei ele muito gato, gatíssimo, não tenho interesse romântico por ele, achei ele bonito mesmo, essa boquinha, esse narizinho, essa PELE de bebe, muito gato. Quero ficar com a pele assim, quero clarear a minha pele, já fiz isso com cosmético uma vez, adorei os lábios rosados e, o formato do nariz (quero os meus assim). O que aconteceu, fiquei sabendo que o chacra cardíaco atua na pele, as vezes quando tento fazer EV, tento mudar a textura e tonalidade da minha pele, do corpo todo, aconteceu de sumir riscos que tinham na minha testa e, meu nariz e lábios parecem diferentes. Não sei exatamente o que quero com esse relato, mas tem como fazer esse "processo" mais rápido?
  21. Olá, Muitos ectoplastas imaturos podem sentir uma dificuldade de mobilizar suas próprias energias, como eu... como é possível fazer a descarga dessas energias ? Irritabilidade tem haver com falta de mobilização de energias ?
  22. Olá, Gostaria de saber se é errado fazer a movimentação energética utilizando as mãos? pois tenho um problema em sentir as energias quando faço apenas com a visualização, quando utilizo as mãos quase no mesmo momento sinto arrepios no corpo todo, sinto claramente as energias. É errado? tipo no sentido de que as mãos sejam uma muleta? Valeu pessoal!
  23. Boa tarde pessoal, As vezes pratico uma técnica de movimentação básica de energias chamada OLVE(Oscilação Longitudinal Voluntária de Energias). Que consiste em mover suas energias para baixo e para cima na extensão do corpo em circuito fechado.O que acontece é que depois de um tempo fazendo o corpo relaxa, as pernas começam a ficar dormentes, e começa uma sensação de "balanço" , às vezes longitudinal, e as vezes latitudinal(como se eu estivesse em uma rede balançando, só que muito mais leve e rápido), geralmente quando isso acontece, fico ansioso , meus batimentos aceleram e a sensação para. Isso às vezes acontece sem trabalhar energia, simplismente indo dormir, às vezes o corpo relaxa e a sensação começa, mas é bem mais raro...trabalhando energia é praticamente certo. Alguem sabe me dizer o que é isso? Estudo isso a um tempo e nunca escutei ninguem dizendo que "balança"... Abçs!
  24. Boa tarde pessoal, Já havia perguntado em um tópico anterior o que seria a sensação de balanço(oscilção que é claramente perceptível e bem intensa) que ocorre quando faço OLVE, realmente recebi uma resposta que fez todo sentido, que era apenas uma leve soltura do corpo emocional do físico, ocasionada pelo trabalho energético, entretanto, isso me levou a perceber outra coisa e consequentemente a ter outra dúvida...lá vai: Às vezes no trabalho após almoçar e voltar para a mesa, paro, relaxo(só sentado mesmo na internet) e tomo um café ouvindo uma música,... quando percebo to sentindo novamente uma leve sensação de balanço (bem mais sutil do que quando faço OLVE, mas consigo perceber) Será que a digestão da início a algum processo energético que favorece essa soltura? Outro momento em que isso acontece(de vez em quando), é em situações de tensão no trabalho, quando alguém aparece para falar agressivamente(geralmente a pessoa esta muito irritada ou estressada) , ou me cobrar algo, antes que eu possa ter qualquer reação negativa, na mesma hora sinto uma sensação de oscilação como se fosse uma especie de "reação sutil" ou "alarme" á abordagem da pessoa, imediatamente noto isso e fico curioso enquanto a pessoa fala lá o que ela tem que dizer rs. Felizmente recentemente situações de tensão como essas dificilmente tem me afetado...teria algo a ver uma coisa com a outra? Obs1:As sensações dos dois cenários são bem parecidas senão iguais...seria a mesma coisa? Ou uma soltura que é resultado do disparo de processos energéticos distintos? Tópico que originou esse: Abraços!
  25. Boa tarde a todos! Estou tentando mapear a minha sinalética energética pessoal ficando atento aos pequenos sinais fisicos e energéticos que ocorrem ao longo do dia. Já notei zumbidos nos ouvidos, dores de cabeça que surgem rapidamente e somem logo em seguida, pontadas na cabeça, gotas que parecem sair do nariz e dos ouvidos, entre outras. A minha duvida é principalmente sobre os chacras secundários pois venho notando um sinal cerca de 3-4 cm abaixo das clavículas --- às vezes à esquerda e às vezes à direita --- e não sei o que pode ser e nem se nestes pontos existem chacras secundários ou menores. Alguém poderia por favor disponibilizar um mapa ou desenho com os chacras principais e secundários? A outra pergunta seria a respeito deste sinal especifico: alguém aqui tem um sinal parecido? Se sim o que ele indica? Sei que cada pessoa tem os seus sinais mas eu gostaria de saber se é simplesmente um bloqueio nos chacras ou sinal energético mesmo. Obrigado