• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags 'escuridão'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 2 results

  1. 27/ 08/2018 posição de lado virada para direita por volta das 4:35 Fiz a movimentação energetica, usei em seguida a tecnica asteca para me concentrar, fiquei de barriga para cima comecei a adormecer e ter flashes de imagens e acabei tendo um espasmo na perna que me desconcentrou, então resolvi deitar de lado. Depois de um tempo peguei no sono novamente e me senti desacoplada resolvi me chacoalhar então consegui levantar, porém eu não via nada, estava tudo escuro, então disse mentalmente, lucidez e nada, novamente lucidez e ficou claro, mas era um ambiente totalmente diferente da minha casa. Um tipo de sala imensa com linhas ultramodernas chão branco, paredes e teto com muitos detalhes em madeira em cores maple e branco, então voltei ao corpo sem querer e ainda com sintomas projetivos, rapidamente senti me flutuando um pouco acima do corpo mas grudada nele ainda, novamente me chacoalhei, levantei e sai. O ambiente estava na penumbra, saio do quarto e três passos depois estou num lugar totalmente diferente da minha casa. Também era uma casa, avisto um bebê lindo bem pequeno peladinho, deitado sobre um balcão baixo, encima de um pano branco que o cobria parcialmente ele estava mexendo as perninhas e bracinhos, o bebê é pardo e tem o cabelinho preto e liso, muito lindo. Vou até ele e pergunto se ele quer alguma coisa, passo a mão nele na intenção de dar energia e carinho. Como nao vejo ninguem ali com ele o pego no colo e saio andando. Mais a frente em outro comodo vejo duas meninas e um homem. As meninas são afro-descendentes porém são de pele bem clara, uma delas tem cabelo aloirado, o homem é pardo mais para cafuzo que negro com cara e jeito de malandro. Então os cumprimento e pergunto se precisam de alguma ajuda. Na hora de cumprimentar o homem, pego na mão dele e ele segura pir um tempo e faz uma cara de poucos amigos acho que não gostou muito da minha presença lá. Aí ele me chama para ajuda-lo com uma coisa. Ele diz assim. Me ajuda a achar o lado avesso daqui? E me apontou uma toalha de mesa, depois ele começou falar comigo mas estava meio ruim entender o que ele queria dizer seus dentes pareciam grandes para a boca e estava amarelo, dei o bebê para alguem e fui tentar ajuda-lo, o tempo todo parece que eramos observados por uma mulher negra magrinha. Senti me derrepente voltando para o corpo abri os olhos e eram 4:42 da manhã. Eu gostaria de opiniões sobre o relato, se algo chamar a atenção de algum projetor.
  2. Olá, hoje eu vim contar dois sonhos que tive bastante parecidos um com o outro. Faz um tempo em que sonhei eles, mas resolvi contar agora porque os não saem da minha cabeça. Primeiro Sonho Era uma tarde, eu havia chegado da escola e tinha ido dormir no meu quarto pois estava muito cansado. Adormeci rapidamente e "acordei" em pé na porta onde divide a cozinha e a sala, estava bastante escuro. Eu lembro que estava com o celular na mão e de repente minha prima chega do meu lado e começa a me abraçar. Porém, ela me abraçava com uma força que machuca muito. O estranho era que eu não conseguia ver o rosto dela, porque o lugar como eu disse, estava completamente escuro, iluminado apenas pelo celular. Na hora em que ela me abraçou, pedi para que me soltasse, pois estava me machucando. Minha prima fez o que eu pedi, mas logo tornou a me abraçar mais forte do que dá última vez. Segundo sonho No segundo sonho, em vez de ter sido a minha prima, foi com minha avó. Eu estava deitado na cama, o quarto era escuro mas ainda assim dava para ver os móveis. Por algum motivo, me levantei e comecei a chamar por minha avó, enquanto andava até a porta do quarto. Chegando na porta, percebi que minha avó estava escondida, como se estivesse me esperando para assustar. Mas um detalhe me chamou a atenção, ela estava magra e a escuridão tapava o seu rosto. Porém, eu ainda conseguia ver nitidamente as roupas e as cores delas, mesmo no escuro. Quando eu a avistei, ela veio caminhando em minha direção com os braços estendidos, como se fosse me pegar. Nessa hora, eu dei um passo para trás e caí sentado na cama de meu pai ( Pois meu quarto tem duas camas. Uma de casal que é a minha, e outra de solteiro do meu pai). No momento em que caí sentado na cama, meu corpo paralisou completamente. Eu não conseguia gritar e nem me mexer. "Minha avó" ainda continuava se aproximando, quando pensei em gritar, a voz não saiu, mas de algum modo isso assustou a avó, que parou de se aproximar e ficou encostada no guarda roupa me olhando. Nesses dois sonhos, os detalhes que me chamaram a atenção foi que eu não conseguia ver os rostos delas pois a escuridão tapava, mas podia ver as roupas e os móveis, mesmo os locais sendo escuros dentro da minha casa.