• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags 'família'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 6 results

  1. Boa noite projetores, há exato 14 meses conheci o GVA e consegui minha primeira projeção lúcida. Desde então fiz técnicas. Tive recesso projetivos. Parei de tentar fazer amparos. Enfim minha luta era conseguir um desdobramento era para encontrar meu falecido esposo. E encontrei! Infelizmente nem tudo são flores na espiritualidade. Ele por ter desencarnado em Maio/2018 foi pro lado de lá como a maioria. Sem conhecimento de que há vida após a morte. Porém ele ficou muito apegado a mim e sua família. Não consigo acessá-lo de forma de esclarecimento. Apenas o vejo com pouca lucidez. Ele interfere meu campo mental , quando sinto tristeza ou Saudades. Por lá ser somente emoção ainda não conseguiu se equilibrar e tenta atrapalhar minha vida afetiva. Graças a Deus fui esclarecida nesta semana. E enfim consegui compreender muitas coisas. Voltei determinada a dividir as minhas experiências com vocês. E trocarmos ideias a respeito da espiritualidade. Focarei em ter muitos desdobramentos lúcidos. Porque no final de tudo o que vale é o que fazemos para o nosso semelhante. E quanto mais auxílio e amparo fizermos, mais elevaremos o nosso espírito. Paz e luz a todos!
  2. Olá, Boa Tarde! Eu não sei exatamente como contar este sonho. Bom, não sei se foi um sonho. Fui dormir mais ou menos umas 13:30 do horário de verão. Adormeci e "despertei" sentado no meu quarto. Escutei vozes vindo do lado de baixo (na sala), mas não desci para ver quem eram. Resolvo me levantar para ir ao banheiro, quando saio, percebo que meus avós estão mostrando a casa para as visitas. Ao me verem, rapidamente eu os cumprimento e também sou apresentado a alguns que não conhecia. Percebi que uma dessas pessoas era meu tio, outra era minha prima que até então não conhecia, meus outros tios e algumas crianças que eu também não sabia quem eram. Essas crianças eram sete: — Dois meninos, um deles era bem levado, ficava virando meu colchão ao contrário kk. — Duas gêmeas ruivas que pareciam querer imitar a outra, pois estavam vestidas iguais com roupas pretas e falavam rimando e gesticulando. Tinha cara de mimadas. — E três meninas que pareciam mais simples e simpáticas. Elas falavam que iriam mudar para perto da minha casa e estudar em uma escola que também ficava próximo daqui. — Outro detalhe era que todos estavam indo para a escola. O clima do lado de fora, era totalmente amarelado, como um pôr do sol. Muito bonito por sinal! Eu não conhecia essas pessoas, mas sentia que tinha algum tipo de afinidade com elas.
  3. Olá pessoal. Eu costumo fazer alguns trabalhos de amparo durante minhas técnicas e já atendi muita gente e parentes muito próximos logo após o desencarne. O que me deixa pensativo é que apesar dessa "conexão" com a tarefa do amparo em si, eu nunca recebi nenhuma mensagem ou obtive sucesso na aproximação do meu falecido pai. Será que ele não quer me ver, não aceita amparo (fumante) ou os mentores bloquearam o acesso?
  4. Escrevi hipótese no título apenas para respeitar a variedade de concepções sobre o tema que podemos ter aqui no fórum, mas para mim, a questão de reencarnação/ressoma/vidas em série e grupocarma já é certeza, não tenho dúvidas quanto a esse mecanismo, apenas não tenho lucidez suficiente para compreende-lo completamente. Então, meu questionamento aqui é em relação ao funcionamento dessa engrenagem. No caso, estive pensando no por que de hoje, estar renascido aqui no Brasil, especificamente em minha cidade natal, pequena cidade do Paraná, com essa família e nesse momento. Afinal, quando começamos a estudar a pluralidade existencial, compreendemos que pouco tempo atrás estivemos na europa, na china, seja onde for. O Brasil é muito novo, e dado nosso nível, evolutivo (o meu, pelo menos, preciso ter a ambição e coragem de admitir) sei que sou uma consciência pelo menos mais velha que o descobrimento do Brasil, e dado a cultura e história indígena, sei que minhas origens conscienciais não vieram daí. Tenho algumas suposições de vidas mais marcantes: - Europa na época feudal; - Índia, em um período que não estudei ainda; -Japão, provavelmente feudal, antigo. -E alguma vida com um contexto mais xamânico, da floresta, mesmo. Comecei a pensar sobre esse mecânismo que envolve a região e a famíla ao mesmo tempo, por que entende-se que o grupo carma (o seu grupo evolutivo, que vai e vem em mandalas circulares de encarne e desencarne, num sistema cíclico de aprendizados e relacionamentos, agradáveis e desagradáveis, de gente já irmã, limpa, onde só existe ajuda e ainda gente que nos causa mal estar, problemas e angustias, porém são muito próximos a nós e que de alguma forma ainda estamos atados). Pensei então sobre o fato de meu sobrenome Nadolny e Blum trazerem rastros Italianos, poloneses e Alemão. Tenho uma forte ligação com a ideia alemã, e na época do porão consciencial, onde nossa adolescência traz a tona inúmeras sujeiras ainda não totalmente superadas, eu tinha uma fascinação descomunal com a ideia nazista, inclusive desenhava suásticas no meu braço. Isso com doze, treze anos, conhecendo claramente a ideia nazista, porém sem a maturidade racional para entender toda a atrocidade por trás. Pergunto-me, e pergunto a vocês, se mesmo os sobrenomes, são de alguma forma um conector provável para mantermos o fio da meada, onde a família teve vivencias na Europa, onde já vivi outros momentos com os mesmos, e nesse ciclo de indas e vindas, passaram-se algumas gerações (por exemplo, dos que estavam imigrando para cá), enquanto nessa rodada posso ter estado na França, ou Índia por exemplo, para depois, já com o sistema do grupocarma acentado aqui, voltei a nascer junto a parte dos familiares que estava com os débitos mais atrasados e num contexto onde pudesse então trabalhar melhor as pendências e utilizar também melhor minhas qualidades... É algo bem complicado de expressar, sinto que ficou um emaranhado. Mas quem sabe possamos trabalhar melhor essa ideia. O que pensam disso?
  5. SAB EU ESTOU ESTUDANDO E ESTOU TENDO DIFICULDADE NO TEMPO, AI RESOUVI ME ORGANIZAR GOSTARIA QUE ME DESSE UMA IDEIA SE MEU COLOGRAMA FICO LEGAL OU SE TIVEREM UMA IDEIA MELHOR TO ACEITANDO LEVANTO 8H E VO ARUMA CASA PRA 9H IR TRABALHAR, TRABALHO POR COMTA PROPRIA UMA DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS, FICO LA ATE AS 21;30H. VO PRA CASA ARUMA JANTA, FICO VENDO FILME MAIS O MARIDO.ATE LA PELAS 23 H. DEITO ENQUANTO ELE DORME FAÇO UM POUCO DE MEDITAÇAO. TENTO LIMPA A MENTE TIRA TODOS POBLEMAS DO DIA DIA. RELAÇHA E DURMO. QUANDO E 5H DA MANHA ELE SAI PRO CERVIÇO. AI EU LEVANTO VO NO BANHEIRO E AI SOZINHA TENTO O RELACHAMENTO E PESSO AJUDA AOS MENTORES, E TENTO A PROGEÇAO. ATE AGORA AINDA NAO CONSEQUI A PROGEÇAO. MAS TO TENTANDO E ESTUDANDO. AI FICO A PENSAR SERA ESSA A MELHOR FORMA QE ENCONTREI, ESSE TEMPO SERIA SUFICIENTE PRA TRABALHA. COM OS MENTORES. PARA QUEM TA INICIANDO? EU SEI QUE TENHO UMA MEDIUNIDADE MUITO FORTE. E SEI QUE SE EU PUDER AJUDAR MESMO COM SERTEZA VO QUERER MONTAR UMA CASA DE AJUDA SPIRITUAL AUGO ASSIM. DIMINUIDO MINHA CARGA HORARIA DE TABALHO TERRENO E ME DEDICANDO MAIS A SPIRITUALIDADE. ACEITO IDEIAS .
  6. Caso de obsessão acontecendo! lepacheco agosto 2015 Amigos, meu primeiro post no fórum novo, infelizmente não é para compartilhar algo bom... Minha prima está passando por uma fase difícil, pela primeira vez, tem 35 anos e sempre teve tudo que quiz, agora a empresa de seu pai que sempre a sustentou faliu, nesse momento de fragilidade e depressão ela se entregou e os espíritos inimigos tomaram conta, há 3 dias a depressão se transformou em possessão, ela diz que vai matar a mãe e o filho que ela tanto ama, diz que vai encontrar Jesus, age como criança, ontem quando chegava alguem perto ela ajoelhava e beijava os pes da pessoa, não fala coisa com coisa, está transformada, não há deixam sozinha um minuto, nem pra dormir com medo do que ela possa fazer, matar alguem ou se matar, chamaram um padre e quando ele a viu ficou assustado e disse que vai não pode atende-la sozinho, ome que o caso é critico, segunda feira apenas com sua equipe ele fará algo, e pediu à família que não reze na perto dela, pois oque for que estiver agindo por ela pode atacar a quem se atrever a rezar perto. Enfim, a família está tratando como loucura, mas eu seu que não é, sei que são espíritos zombeteiros fazendo zombaria se aproveitando do momento de depressão que ela está, eles não estão aguentando, mesmo sendo católicos estão aceitando até centro espírita para que a situação se resolva. Detalhe é que essa moça nunca viveu uma vida de vícios, teve sempre boa postura, boa esposa, boa filha e boa mãe. Enfim, todos estão sofrendo muito com isso. Eu com meu pouco entendimento tenho praticado com mais intensidade agora e quero ajudar nesse caso específico, de preferência em astral, já tenho enviado toda energia que posso à ela, inclusive me relataram melhora após a última prática que fiz de mentalização para ela. Me ajudem? Oque mais posso fazer? Vocês podem enviar energias à ela? O nome dela é Manuele. Agradeço intensamente qualquer intenção de ajuda. Abraço