• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags 'mentores'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 6 results

  1. Saudações a todos os membros desse grupo!! bom atualmente tenho 18 anos e o mundo astral veio simplesmente de atropelo a minha vida desde o inicio do ano, so tenho a agradecer ao mundo por ter me dado este caminho pois cada dia venho amadurecendo e melhorando como pessoa, ser etc. eu tenho minhas experiências com meditação, ja fiz uma regressiva, sei meus defeitos os quais devo focar, e tive constantes contatos e sonhos lucidos nas ultimas semanas(recebi algumas coisas no espiritual), porém ainda procuro sobre projeção pois isso me é necessario(em teoria para entrar com a egrégora qual pertenço, que aparentemente e a fraternidade branca, ao menos tenho algumas provas que na minha cabeça julgo como suficientes), gostaria de pedir algumas ideias e dicas sempre são bem vindas(mesmo que eu sou quem julgo meu caminho e trilho ele, sempre e bom ter um pouco de apoio externo para aprender a andar com as proprias pernas e iniciar a jornada). agradeço por toda atenção e sermão desde ja
  2. Bem, todas as noites antes de dormir faço minha rotina de movimentação energética, que é uma pulsação/movimentação energética, passando por cada chakra, seguido de uma exteriorização e absorção, e após a absorção energética (e com isso já mais livre das possíveis energias densas) peço para que os mentores encaminhem, se possível e se eu tiver condições de doar, parte de minha energia para amparo no astral a quem precisa. Geralmente peço para que enviem à hospitais, ao umbral, à recém nascidos, à pessoas que moram na rua. Eu comumente fazia apenas o processo que eu disse sem a parte de doação, mas após me recomendarem isso quando frequentei um centro espírita de minha cidade, venho fazendo isso já há algumas semanas. Li por vezes que é importante mentalizar o processo, como por exemplo a energia saindo do chakra cardíaco, e enquanto isso ir imaginando a energia em determinadas cores. Não sei se o modo que faço é o correto, mas como na maioria das vezes eu não tenho em mente um destinatário específico, não faço nenhuma dessas coisas. O que faço é me focar na energia em si. Não imagino como a energia supostamente sai de mim, e nem como irá chegar para quem está a receber. Eu apenas me foco no centro do peito, tento perceber uma movimentação no meu chakra cardíaco e então peço aos meus mentores ou guias que encaminhem. Como falei eu geralmente faço esse meu ritual diário durante a noite, antes de adormecer, mas como na noite passada eu acabei caindo no sono enquanto eu ainda estava no processo inicial de imaginar a pulsação, deixei para fazer isso quando eu acordasse, no dia seguinte. E então fiz hoje pela manhã. Permaneci deitada mais alguns minutos depois de ter acordado, fiz a pulsação, a exteriorização e a absorção. E ao invés de desejar encaminhar a energia com foco maior à pessoas de um modo mais generalizado, como sempre faço, me foquei apenas em dois destinatários específicos, no caso minha vizinha (há aproximadamente umas 2 semanas além de doar de modo generalizado, eu venho pedindo também para um pouco ir para uma vizinha minha que está em tratamento de um câncer) e uma outra pessoa conhecida, que mesmo embora eu não tenha um contato próximo atualmente e já tenha tenhamos tido alguns problemas no passado, por muito tempo esteve em minha vida como parte de minhas amizades. Tenho percebido através de redes sociais que essa pessoa em questão está passando por algumas perdas na família, e sabendo que essa pessoa tem um histórico de síndrome do pânico e assim como eu, ansiedade, desejei poder ajudar de algum modo, mesmo que de um modo sutil. Por isso no dia de hoje ao invés de apenas pedir aos meus mentores, como sempre faço, tentei me focar mais no ato de mentalizar mesmo. Quis imaginar essa energia chegando à ambas as pessoas de modo individual, primeiro um, depois o outro, mentalizando um por vez, sem pressa. Tentei imaginar que eu estava próxima a eles de um modo que ultrapassasse a matéria, como se pudesse encontrá-los no astral, embora é claro, apenas ali, mentalizando. Foi mais "um experimento" fazer isso, mesmo porque eu mesma nem sabia se isso sequer era possivel e se é efetivo um encaminhamento de energia desse modo, mesmo assim me chamou a atenção a sensação que senti (ou pensei ter sentido) quando tentei ter contato com a pessoa que está com problemas familiares. Embora eu não tenha visto nada nitidamente e nem ouvido/conversado nada, me foi transmitido uma sensação muito boa, pacífica e principalmente muito "alegre", como que de um modo receptivo, me chamando a atenção por ser uma atitude muito diferente da reação que eu esperaria perceber pessoalmente por parte dessa pessoa, tanto devido a personalidade da mesma ser diferente, quanto pelo modo de agir em relação a mim, denotando um nível proximidade muito diferente daquele que sempre tivemos e possivelmente teríamos na vida real em razão de incompatibilidades. Tentei passar uma energia neutra, que trouxesse tranquilidade, e quando acabei ambas as mentalizações, uma após a outra, senti apenas um calor no corpo e uma pressão leve no centro da testa, que depois de uns 5 minutos passou. E então vim aqui no GVA perguntar se vocês, que são mais experientes que eu, sabem me dizer se é mesmo possível doar as energias desse modo, e se sim, se for possível, se esse contato é com o "eu superior" da pessoa ou algo como isso, algo além de suas personalidades no físico, ultrapassando egos e karmas, explicando a razão de existir essa possibilidade de por vezes demonstrarem agir de um modo diferente daquele que costumam agir. O que senti foi interessante e pareceu realista com base no que senti, me tranquilizou por aquela pessoa ter demonstrado estar bem e em mim ficou um sentimento agradável. Mesmo assim acho que devemos levar em mente e estarmos abertos a ideia de que a nossa imaginação é capaz de criar muita coisa, e sim, pode ter sido nada além de mera imaginação. Opiniões sinceras são bem vindas e dicas no geral também, uma vez que em relação ao tema ainda sou bastante inexperiente.
  3. Essa não é minha primeira EFC, mas foi sem dúvidas uma das mais lúcidas. Segue abaixo o meu relato: Na última noite, fui deitar mais tarde do que o comum. Há uns dias, comecei a fazer a técnica completa 4, após ter visto boa parte do curso para iniciantes da projeção astral. De lá para cá, tenho tido algumas experiências interessantes, sonhos mais lúcidos e em maior frequência do que o normal etc. Eis que ontem, acabei não fazendo a técnica projetiva por questão de muito cansaço, No final da noite, após ter tido alguns sonhos, senti a consciência despertando no escuro. Comecei a "ouvir" uma intuição muito forte na minha mente, que me guiava e tirava algumas dúvidas sobre o processo de projeção, catalepsia etc. Tenho a recordação de termos tentado fazer a decolagem várias vezes, porém sem sucesso. Sempre alguma coisinha acabava me impedindo. A "voz", muito calma e paciente, continuava a me instruir. Até que, num dado momento, minha percepção aumentou muito e sinto o ambiente clarear. Aos poucos, levanto minhas mãos e as vejo meio transparentes, meio desbotadas... Como estava muito tranquilo, lembrei das recomendações de Sandro no tópico "Por onde começar?". Fixei minha atenção nas mãos, tentando focar melhor. Em seguinte, simplesmente fiz o movimento para levantar da cama, mas senti uma força me puxando para trás. Então, simplesmente rolei pra cair no chão. Eu esperava sentir alguma dor ou impacto, por conta do tombo, mas simplesmente não senti nada. Levantei, fazendo esforço para pisar no chão. Senti novamente o peso, era como se meu corpo estivesse completamente dormente e difícil de controlar. Fui até a porta e a abri. Quando olhei para a cama, vi uma mulher loira deitada dormindo ao meu lado (não tinha ninguém dormindo comigo no plano físico). Saí abrindo as portas da casa até chegar no quintal. Olhei para as mãos mais uma vez, agora estavam mais "sólidas". Num dado momento, senti que meu dedo estava mais curto, então me concentrei para que ele voltasse ao normal. Daí, andando no quintal, ouvi a "voz" dizer: "vou deixar você livre, tudo agora depende da sua mentalização". Nisso, simplesmente pulei o muro e saí andando pela rua de minha casa. Decidi voar e até consegui voar um quarteirão, porém senti uma força me puxando de volta e acordei de volta no corpo. Só quem já passou por algo do tipo sabe a força de transformação que uma experiência dessas faz conosco; Estou muito feliz com essa oportunidade que me foi dada pelos mentores. Incrível! Obrigado, Saulo e demais colaboradores do IVA. Um abraço! E boa viagem! P.S.: se alguém tiver alguns livros para me recomendar a leitura sobre projeção astral, por favor, comente aí abaixo.
  4. Boa noite, Galera o guia que ja me ajudou algumas vezes nao me responde mais e nao percebo mais seu campo vibratorio e nem o vejo perto de mim. Ja faz quase dois meses que estou tentando entrar em contato com o mentor e ele nao me responde e nem me ajuda mais . estava orando e pedindo ajuda principalmente relacionado aos ataques noturnos que sofro e nada de ajuda. entao pensei vou tentar orar fora do corpo assim quando ele ouvir minha oraçao podera passar a alguma menssagem direta a mim pois esatrei fora do corpo. Entao a sai o 1 dia e subi para o telhado da casa olhei para o ceu e fiz um prece bem focada e de coraçao mesmo, esperei e nada ocorreu. Pensei cmg mesmo, como sou burro deveria ter avisado o mentor que iria sair do corpo a tal horario, pois ele poderia estar em algum trabalho espiritual e nao pode me atender. Entao logo no segundo dia sai novamente, antes de sair fiz um a prece avisando o o horario () e entao sai do corpo andei pela casa e fui ate a cozinha, me ajoelhei no chao e orei (em astral) e chamei pelo o mentor outra vez e tambem de novo nao fui respondido. Eu confesso que comecei a repensar pq esataria tao distante dele ou ele de mim. Ja faz um tempo em que ele se afastou e mesmo tentando contato com ele no plano astral não fui respondido . Eu achei que ia conseguir fazer contato com ele mais parece que estou sendo ignorado. Alguem ai poderia me expica pq disso estar ocorrendo. obrigado.
  5. Minha 1ª e 2ª projeção com lucidez Katia setembro 2015 Dia 19/09/2015 – Às 7:30 da manhã deste sábado, voltei para a cama e fiz a técnica projetiva, aproveitando que meu marido havia saído de casa. Pela primeira vez senti o que era o tão famoso E.V. (Estado Vibracional), senti como um desacoplamento entre os corpos físico e espiritual. Não sei aonde estava ao certo (nem cidade, nem rua, nenhuma informação local), mas me coloquei a disposição dos mentores/amparadores, queria experimentar como era um amparo. Pela primeira vez e de modo consciente fiz o meu primeiro voo, mas pude perceber que havia em torno do meu corpo espiritual um objeto, que compreendi ser uma boia na cor azul. Logo adentrei em uma residência, toda arrumada, fui andando pela sala, cozinha, dormitórios era uma casa muito arrumadinha e achei que não havia ninguém no local. Fiz uma cara como que perguntando ao mentor, (que sentia estar junto mas não o via) tipo o que estávamos fazendo naquele local. Ao entrar em um dos dormitórios da casa, pude notar que estavam dormindo aglomerados 4 jovens, imaginei que estavam drogados, uma moça que ainda não tinha 18 anos pela aparência e dois rapazes também jovens, e um que parecia ter menos idade, talvez entre 10 ou 13 anos. Esse mais jovem era negro, e todo safado veio para cima de mim, tentando me beijar e me acariciar e pela minha cara ele percebeu que não permitiria tal coisa, ele fez um sinal e mostrou seu órgão genital para mim. Mentalizei os jovens e impus minhas mãos, fazendo uma prece e pedindo a Deus que enviasse a energia necessária àquele grupo. Em seguida esse menino mais jovem desapareceu do grupo, entendi que ele foi socorrido por amigos espirituais. Eu toda eufórica falava para o meu amparador, é isso que quero fazer, quero amparar, amparar, amparar....quero fazer isso sempre.... Eu não pude ver meu mentor, mas acho que ele ficou rindo de mim...tenho a nítida impressão que ele sorria também com minha empolgação. Mas como não enxerguei nada, não posso ter essa certeza...rs. Quando acordei no corpo físico, era pura alegria, meu entusiasmo por ter conseguido fazer o primeiro amparo com a lucidez que busquei por meses a fio fazendo técnicas, finalmente havia conseguido. Notei que senti o E.V. algumas vezes, como se fosse para me manter no local aonde era necessário. Entre o voo e a chegada na residência, pude sentir mais de uma vez a instalação do E.V. como se ele acontecesse para manter minhas energias de forma ao auxilio necessário. Dia 21/09/2015 - Entusiasmada com a primeira projeção, cada oportunidade que meu marido sai cedo de casa, vou para meu quarto fazer a técnica projetiva. Não querendo dizer que quero que ele saia, mas realmente aproveito a oportunidade porque o acoplamento aurico atrapalha e impede que a projeção aconteça. Então fui para o quarto novamente e fiz a técnica projetiva completa, logo senti o E.V. e fui levada para uma residência chique, entrei no jardim de uma bela casa. Ao entrar na residência pude perceber que os habitantes estavam agitados eu não os via, apenas sentia a vibração da casa, malas por todos os cômodos, pareciam estar fugindo de alguma situação difícil que estavam passando e de forma rápida. Não deu tempo de entender o que ocorria naquele local, fui puxada para uma nova situação, ouvia uma conversa, eu acreditei que havia deixado meu celular ligado e estavam entrando mensagens de voz no whatsApp, ouvia a conversa sem entender, não dei importância para o que acontecia, só fiquei irritada com a minha cabecinha de vento que deixou o celular ligado e estava perdendo o amparo que iria acontecer, graças a minha incompetência de tirar o som do celular. Não me perdoava por isso...rs Passou algum tempo aquela conversa no pé do ouvido onde eu reconhecia ser a voz da minha irmã e do meu cunhado. Ao voltar para o corpo percebi que não podia ser whatsApp, porque o celular estava em modo silencioso. Fui descobrir mais tarde, pela minha irmã que meu cunhado estava passando por consulta no Hospital das Clínicas e estava passando muito mal, vomitou muito. Ele está com um tumor cerebral, precisando ser socorrido e encaminhado para cirurgia com urgência. Pude compreender, que fui levada para lá para ampara-los de alguma forma, porém, não consegui compreender o que se passava no momento, acreditando ser uma interferência do telefone. Este é o resumo da minha segunda projeção de forma lúcida. É simplesmente maravilhoso poder comprovar que após 3 meses de técnica, estou conseguindo finalmente fazer as tão sonhadas projeções e ainda ter um amparo, o primeiro de muitos amparos.
  6. Lucidez um problema? Lucidez depende dos mentores? guuiiza outubro 2015 Para nós estarmos lúcidos fora do corpo temos que ter lucidez, certo? (hehe) E para ter lucidez é só nos tomarmos consciência da onde estamos, de que veiculo estamos usando, oque estamos fazendo, estar desperto... certo? Um estudante de projeção astral quando dorme e se vê fora do corpo, logo já sabe do fenômeno, e ele toma consciência de onde esta... então eu diria que lucidez não é um problema ?! oque nos impede de lembrar é apenas a rememoração? Pra você se lembrar seria algo "ativado" pelos mentores?