• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags 'oriente'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 1 result

  1. Relato breve: Acordei por volta das 3 da madrugada para ir ao banheiro e na volta movimentei energias e fiz experimentos de respiração. Logo ao entrar em transe, 3 símbolos orientais surgiram na minha tela mental como se fosse uma imagem de abertura. Não reconheci os símbolos nem consigo reproduzi-los. Fui ganhando lucidez e me vi andando num sistema de transporte similar a um trem. Era muito rápido e moderno. Notei que estava acompanhado por uma pessoa que associei a minha esposa mas não tenho certeza. Essa mulher estava um pouco menos lúcida do que eu e ficamos tentando identificar o local onde estávamos. Via edifícios modernos a uma grande distancia e estávamos passando por bairros habitacionais formados apenas de conjuntos de prédios baixos. Tudo muito limpo, organizado, evoluído mas creio que no umbral. Todas as placas indicativas estavam escritas com caracteres orientais e fiquei com medo de onde iriamos parar e tentava lembrar como tinha chegado alí. Depois de uns 10 minutos, o trem parou num terminal que era o fim da linha e descemos parecendo dois bobos perdidos. Parecendo não, éramos mesmo. hehehe. Senti que deveria andar a diante e caminhamos por uns 10-20 minutos até chegar num local onde eu deveria obter acesso a uma hospedagem (não sei como). Entrei num desses conjuntos de prédios baixos e um pessoal nos recebeu. Era um rapaz, uma moça e uma senhora de idade. Todos orientais. A mulher que estava comigo foi levada pela senhora de idade e não vi mais. Fiquei numa salinha com sofás e cheguei a ver recipientes com alguns tipos de chás. Perguntei (em inglês) para o rapaz onde estava e ele respondeu rindo que era Singapura. Falei que não lembrava de ter ido para lá e ele pediu para que nem tentasse racionalizar a situação ou iria perder a sintonia. Percebi que aquilo ali era uma clínica e estava sendo tratado de algo que não consegui descobrir. Lembro que fazia muito calor e que tinha começado a chover. Falei que sou de uma cidade que faz frio no Brasil, ele deu um sorriso, disse mais alguma coisa que não me lembro e... boooom. Perdi a sintonia e acordei no físico ainda sentido cheiro de chás.