• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags 'regressão'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 4 results

  1. Já tem uma semana do último vídeo do Saulo em que ele relata o vazio após a lembrança de uma vida passada. eu fiquei bastante pensativa em relação a isso, pois faço psicoterapia reencarnacionista pelo método da ABPR, e o processo foi extremamente salutar para mim. Eu tenho algumas regressões espontâneas em sonho e as vezes acordada em estado de relaxamento antes de dormir ou durante alguma prática energética. Fiquei pensando se poderia ser uma ferramenta a ser utilizada pelo Saulo para tirar mais proveito das lembranças e se desembaraçar desse sentimento, gostaria de poder conversar sobre isso com ele, mas ... enfim. A lembrança de vidas passadas as vezes é dolorida na terapia, mas ela é conduzida de tal forma pelos mentores que se desenvolve até o período pós vida em que nos lembramos da nossa recuperação e conversas com os mentores. No meu caso o contato com o mentor também é feito por meio de imagens e metáforas de algumas coisas que ele quer me explicar . Foram feitos vários desligamentos de situações traumáticas e creio que cirurgias espirituais (em uma delas creio ter visto seres extraterrestres envolvidos no processo), me desliguei de medos e manias e hoje me sinto mais próxima do meu verdadeiro eu. Esses dias estava assistindo no youtube (DESPERTAR com Joyce Eliza) uma série de vídeos em que a Joyce conta sobre algumas regressões que ela fez. Teve um vídeo em especial que ela conta sobre uma conversa com o mentor dela. As lições são de caráter tão profundo, enquanto ouvia eu fiquei muito arrependida de não ter gravado todas as minhas projeções, mas como o apego é uma característica minha que atrapalha não sei se seria 100% benéfico. Os nossos mentores nos explicam coisas tão geniais, tão bonitas e as vezes obvias que penso ser um desperdício não compartilharmos mais essas lições. pensei em entrar em contato com a própria ABPR sobre a possibilidade de serem facilitadores desse compartilhamento, mas ainda não amadureci a ideia. Ano que vem vou fazer o curso e vejo melhor como fazer isso. Será que podemos criar um tópico sobre esse assunto aqui no fórum? Mais alguém faz ou conhece essa terapia? Para quem quer conhecer mais: https://portalabpr.org/abpr
  2. Eu tenho algumas lembranças que acredito serem de vidas passadas, algumas cenas, momento de uma morte etc. Tenho vontade de me lembrar completamente ou ao menos para entender que se faça sentido delas. De fato, ao que sinto, deixei incompleto alguma coisa. Esse conhecimento vai me ser muito útil na vida atual. Existe algum meio de se lembrar? Eu sei que o passado é passado, esquece o passado ou qualquer forma de desencorajar. Porém eu quero e sinto a necessidade de me lembrar. Existe algum meio sério e incapaz de auto sugestão que ajude a lembrar?
  3. Boa noite, ha mto tempo eu fiz parte do GVA, depois perdi o acesso a minha conta. Bom.. gostaria de dizer q mtas coisas mudaram desd a primeira vez q eu entrei aki ateh hoje... Entrei aqui pra ver como era, pra saber sobre relatos e talvez um dia conseguir uma projeçao! Eu consegui! No principio quando estava focada e muito concentrada, depois que aprendi, chegava a sair 3.. 4 vezes na mesma semana. Hoje em dia minha vida esta um pouco diferente e akela conexao q eu tinha criado se perdeu. Enfim, antes de um relato, gostaria de dizer aos principiantes q aki estao que a MELHOR TECNICA, mas EFICAZ sem duvida eh a tua conduta! Sim.. tua reforma, tua conexao com as coisas superiores. Vigiar teus passos, açoes e pensamentos.. controlar a mente começa nas coisas pequenas, as que parecem as mais insignificantes que sao as mais dificeis. Mudar os habitos, desvincular de pensamentos negativos, costumes futeis.. mudar atitudes.. isso eh ter controle sobre nós e se conseguimos fazer isso, o desdobramento CONSCIENTE e uma consequencia! Ele simplesmente acontece nao eh voce que o provoca! Com certeza algumas meditaçoes e "tecnicas" podem influenciar ou facilitar, assim como eu mesma descobri a "tecnica da academia" e relatei aki um dia.. rsrs.. mas o que quero dizer, eh que, a mudança de habitos e conexao com o superior, NECESSARIAMENTE deve ocorrer para q haja projeçao.. enquanto q tecnicas e meditaçoes sao apenas um plus! Se vc meditar toda noite e de dia praticar atos que contrariam os ensinamentos de caridade e elevaçao.. acha q vai conseguir algo? Enfim.. eh a isso q me refiro! O q quero contar, eh justamente sobre essas recaidas q temos e q nos distanciam do superior e consequentemente, da evoluçao, do crescimento.. Eu tenho problemas com a minha mae, nao falo com ela ha uns 5 anos eu acho. E por um periodo estava com muita raiva.. mas MUITA raiva. Eu ia na casa do meu pai visita-lo e so em colocar os pes la ja me irritava com a presença dela. Quando entrava entao e enxergava ela era o ápse do ASCO! Até hoje nao posso ouvir a voz dela nem escutar a respiraçao q sinto nojo.. porem, teve uma epoca q eu estava descontrolada e ja criando uma proteçao desnecessaria com meu pai. Dizendo q o coitadinho estava passando por coisas horriveis do lado dela, q ela sugava (de todas maneiras) ele, q nao ajudava em nada ainda atrapalhava.. enfim!! Sentia pena dele pelo que "ela estava fazendo ele passar" e minha raiva so aumentava. Ao ponto q estava fazendo mal para o meu casamento, eu voltava pra casa e brigava com meu marido se ele derrubasse uma agulha no chao! Estava totalmente intolerante, estressada.. Ate q uma noite, tive um pesadelo, que foi mais atordoador quando acordei (pela consciencia q tive) do q pelo q eu vivi nakele sonho. Nakela noite, eu vi minha familia (apenas faltando o irmao, no qual tambem nao tenho mais contato), eu estava na cena, participava da cena, convivia e atuava com eles (pai e mae, que desempenhavam o mesmo papel) porem eu via de fora! Eu ME enxergava no sonho, e nao enxergava o sonho com meus olhos. Eu EXISTIA na cena, porem enxergava nós tres "atuando" como se estivesse passando um filme! Meu pai, torturava minha mae, psicologicamente e ate fisicamente.. Parecia q castigava ela por ter feito algo, ela tinha feito algo, ela tinha culpa, mas ele aproveitava a situaçao.. eu, era como se tivesse medo por ela, mas tambem medo dele.. eu tentando manter a calma e mostrar indiferença dizia "taa pai.. ta, ja deu, ela ja pagou" com um ar de desinteresse e o sentimento de desispero como se caso eu mostrasse muita preocupaçao ele fosse judiar mais ainda dela! Chegando a um ponto q eu disse pra ele, ta ja chega ela ja pagou e ele me olhou sorrindo... um sorriso maldoso e disse "pois eh.. eu sei.. mas eu nao consigo parar!" Ele gostava de machucar ela, torturar... o sentimento de medo/impotencia era horrivel! A angustia, o pavor.. um panico que doia no peito e quando acordei..... nao sentia NADA! Nao foi quando acordamos de um pesadelo suspirando, suando.. chorando.. naao... acordei calma e serena! Aquilo tudo q eu estava sentindo foi so no momento do sono, como se realmente quem sentisse fosse a pessoa que viveu naquele dia, naquela epoca.. e eu hoje q estava so assistindo nao fizesse parte disso! Apenas observei para entender... Fiquei vaarios minutos acordada.. com os olhos abertos na penumbra do quarto olhando para o teto e refletindo.. foi como se alguem me dissesse "viu! entao para de dar esses ataquezinhos de raiva pq tu nao sabe de nada do que aconteceu" Depois deste dia, simplesmente ESVAZIOU meu coraçao dos sentimentos q eu estava tendo em relaçao ao MEU PAI, a minha mae continua igual.. nao nos damos, nao concordo com atitudes inaceitaveis q ela teve, mas em relaçao a ele....... foi como se algo kizesse ter me mostrado o porque dele passar por isso. Foi uma misericordia infinita pra me tirar akele sentimento de sufoco de ver meu pai passando por situaçoes e nao poder ajudar! akilo estava me matando e hoje penso...... ele sabe o q faz, ele é adulto, se esta nessa situaçao eh porque quer! E ponto! Parece q foi um ato de pena, de me tirar dakele fundo do poço q eu estava me enfiando de sentimentos negativos e raiva, foi uma medida drastica talvez do meu guia, eu nao sei, mas de quem estava me acompanhando e vendo o quanto eu estava errando e me disvirtuando, me afundando em sentimentos ruins ao invez de cuidar do q me diz respeito! Enfim.... quando mudamos nosso coraçao de verdade, podemos ate ter recaidas e errar, mas quem nos ve sabe se nossa vontade de melhora eh real e vem nos resgatar quando precisamos. Desde esse dia eu mudei compeltamente meus sentimentos em relaçao a meu pai e nao eh q eu me controle para nao errar, q eu abafe dentro de mim as coisas, nao.. eu simplesmente nao sinto! Nao me afeta mais!
  4. Sinopse: Pela primeira vez na história, um filme retrata, com fidelidade, lógica e respeito, a reencarnação, tema de interesse de milhões de pessoas em todo o mundo. Baseado em fatos reais relatos no livro autobiográfico de Jenny Cockell, Minha Vida na Outra Vida http://www.livrariacultura.com.br/p/minha-vida-em-outra-vida-2223316 Ele conta a história de Jenny, uma mulher do interior dos Estados Unidos, que tem visões, sonhos e lembranças de sua última encarnação, como Mary, uma mulher irlandesa que faleceu na década de 30. Intrigada, Jenny sai em busca de seus filhos da vida passada. Tem início uma jornada emocionante. Jenny é magistralmente interpretada pela renomada atriz Jane Seymour, de Em Algum Lugar do Passado. Só, que desta vez, não se trata de ficção, mas de realidade. lepacheco Filme Maravilhoso, super recomendo! pedrobraga Muito bom mesmo o filme, tbm recomendo. AlcidesJr Acabei de ver, muito bom!!