• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags 'sonho lúcido'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Calendars

  • Community Calendar

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 28 results

  1. Queria saber se alguém do grupo conhece os livros do Castaneda. Faz um tempo que estudo os livros tem muita coisa similar com o que é dito aqui, mas queria saber se o sonho lucido dele seria a mesma coisa que viagem astral. Eu penso que seja a mesma coisa mas pode haver algo diferente por ai e queria saber. Valeu!
  2. Bom dia irmãos, lendo diversos post aquí no GVA, li um sobre a limpeza espiritual de 21 dias do Arcanjo Miguel. Sou fã do Arcanjo Miguel rsrs. Então comecei a fazer. Porque estou num recesso projetivo de mais de 2 meses. Sai lúcida em alguns momentos, porém não fiz amparo. E achei que precisava de uma limpeza mais profundo. Do que apenas a movimentação energética. Enfim no primeiro dia da oração ( pra mim é uma oração), tive um sonho muito louco. Onde eu protegia uma pessoa a entrar em uma caverna acho, atiravam rochas nele eu rebatia uma a uma. Isso atrás desse cara o tempo todo. Como um tipo de escudo. Procurávamos uma moeda ( olha a piração); acordei em certo momento, e ordenei que queria voltar e saber o desfecho do sonho. E voltei no mesmo ponto. ( Já achei inusitado isso) Tive outros sonhos lúcidos que eu sabia que era sonho. Mas em certos momentos ficava inconsciente. Porém hoje foi muito estranho. No sonho eu me comunicava com um filho meu. No caso eu havia me plasmado e segurava uma vassoura. Eu estava projetada. Eu sabia que meu corpo estava em outro local. E dizia para meu filho sua mãe não está aqui. Ele desconfiou. Então pedi para tocar na minha mão. Ele atravessou a mão. Se assustou. Então lhe disse calma não sou uma assombração. Isso é pra você acreditar que dá pra se projetar e é verdade! (Detalhes esse filho não acredita em viagem astral) Logo fui conversar cominga filha. Que estava zangada. Eu via seus pensamentos, então aconselhei para que trabalhasse e seus problemas financeiros resolveriam. Ela se assustou. Tipo como a senhora sabia o que me preocupava? Mas, do nada um sensação de cansaço começou a tomar conta de mim. E acordei. A dúvida é será que essas mesclas de sonho lúcido e por conta da limpeza espiritual? Diferente das outras vezes eu sabia do meu "poder de fogo". E como se mesmo sonhando eu possa a qualquer momento tomar conta de tudo, acredito que estou a um passo disso. Mas ainda preciso de auxílio. Continuo no estudo e aprendendo cada vez mais. Ainda estou 5 dia da limpeza. Depois volto e falo do que aconteceu comigo nestes 21 dias. Se alguém que já fez a limpeza e passou por algo assim possa dividir. Gratidão a todos.
  3. Eu estava assistindo uns videos sobre projeção. Dai eu paro no video da Nancy trivelatto, falando em transformar sonho lúcido em projeção. Eu estava com um pouco de sono, mas como o vídeo estava muito interessante, assisti até o final. E fui dormir. Partes das tecnicas do video eu me recordei no sonho, mas estavam um pouco distorcidas e incompletas, acredito q seja pq assisti com sono. Mas a experiência foi bem legal. Sonho. Eu estava num apartamento mobiliado, estava em reforma, tinha um pedreiro que falava coisas sobre a reforma, as medidas de seguranças que eles utilizavam, tambem tinha outras pessoas lá, mas nao me recordo nada sobre elas, até que percebo q estou sonhando e penso em transformar o sonho lúcido em projeção. Logo eu penso, preciso de mais lucidez. Dai eu falei a palavra " mais lucidez" e notei que fiquei mais lúcida, ai falei novamente "mais lucidez" e notei que fiquei ainda mais lúcida, dai resolvi olhar para os objetos em volta com mais atenção, afim de melhorar a rememoração, ( tecnica do video... porém um pouco distorcida) olhei bem para o sofá q estava lá, até seus detalhes de costura. Eu estava tão eufórica por estar lúcida e tendo bastante domínio, resolvi voar, dei um salto e tive um vôo longo, como nunca tive em outras projeções a tal facilidade. Ao voar me lembrei do meu proposito ao dormir e conseguir projetar, era de ir a uma cidade espiritual e ver algum mentor. Logo comecei a pensar em estar nessa cidade, para conseguir ir com a força do pensamento. ( tecnica do video porém distorcida ) Mas não consegui. Ai eu parei o vôo e fiquei flutuando, e veio na minha mente um Pensamento ( vc vai visitar aquele país, era tipo um pensamento que alguem colocou na minha cabeça ) ( nao me recordo do nome do pais) e eu olho pra baixo e vejo o planeta terra e vejo uma porção de terra, que era aquele país, mas eu olhava e nao era um pais conhecido, parecia ser um planeta igual o planeta terra. Mas a sensação q eu tinha, mesmo sendo diferente, era a terra mesmo. Dai eu penso, mas eu nao quero ir naquele país Eu quero ir numa cidade espiritual, nao quero visitar paises do planeta terra. Dai eu perdi a lucidez. Volto a ter lucidez.. eu tava no meu quarto. Com algumas pessoas ( nao conheço ) e sabia q tudo é um sonho. Pois repetia isso Fiquei conversando com elas. Me recordo pouco sobre o assunto da conversa.
  4. Oi pessoal, procurei uma terapeuta de reiki para receber 1 aplicação para me tranquilizar para fazer uma prova importante de concurso. Após a sessão comecei a sentir muito medo. A noite qdo fui dormir ficou intenso e lembrei do medo que sentia quando era criança, uma situação traumatizante. Até ai ok, eu pesquiso um pouco sobre reiki e sei que desperta alguns sentimentos de trauma. Depois eu resolvi deitar de barriga pra cima e pedi auxilio para estar bem preparada, mente tranquila para o concurso. No mesmo instante tive a sensação que poderia sair do corpo e comecei a sonhar. Estava em outro quarto com meu marido e lá eu deitada fazia a posição de meditação e dizia mentalmente "vou pedir para o mestre shakar me ajudar a passar neste concurso" ( nao sei quem é mestre shakar gente) e páá apareceu um indiano na minha frente, um senhor, todo paramentado de indiano com umas coisas douradas na cabeça, cheio de acessórios. Ele estava muito sério, me pegou pelo braço e me levou. Eu sei q era meu espirito saindo, senti meu corpo estremecer. Ele me levou até a universidade (vou fazer concurso para prof universitária) lá ele me botou sentada numa cadeira de aluno, ficou na frente me falando um monte de coisa e apontava incisivo para a carteira de aluno onde eu estava, depois no quadro ele me mostrou a minha vida futura, cenas.. Porém eu nao lembro do que foi dito nem lembro do que vi na tela, ficou tudo embaçado. Logo em seguida a parede da sala sumiu e ao lado estava o quarto onde eu estava dormindo com meu marido. Ele me chamou pra ir lá ver uma coisa, fomos eu e o mestre. Chegou lá meu marido estava dormindo sorrindo. E ao lado havia um bebe de uns 2 ou 3 anos, quando eu o vi, senti uma emoçao extrema que nao sei explicar em palavras, o bebe sorrio pra mim tipo: e ai.. olha quem tá aqui hahaha... eu me emocionei demais, no momento tive certeza que era meu filho, apesar de eu nao ter vontades de ter filhos. a emoção foi tanta que eu voltei pro corpo, mas logo em seguida continuei sonhando outras coisas, porém os outros eu tenho certeza q eram sonhos, cheios de simbolismos. O que me deixa na duvida de ser ou nao projeção é que no momento que percebi que poderia sair eu comecei a sonhar que estava dormindo em outro lugar com meu marido, pq no momento eu estava na casa da minha mae em outra cidade, dormindo sozinha, meu marido nao estava comigo. Penso que pode ter sido um artificio usado pelo meu cerebro para nao me deixar com medo para que eu pudesse sair tranquilamente. Mas nao sei, sou só curiosa no assunto. O meu sentimento é de ter saido do corpo mesmo... O que vcs acham deste relato? foi sonho ou foi projeção. É normal isso acontecer em apenas 1 sessão de reiki?
  5. Vou relatar algo que aconteceu comigo a alguns anos. Eu sempre tive muito interesse em viagem astral, na época do ocorrido eu ainda não tinha muito esclarecimento como tenho hoje a respeito do assunto, porém eu sabia que o que eu tinha passado foi uma experiência diferente e até hoje eu não consigo entender de fato o que me ocorreu. Eu me via em um ambiente montanhoso, e no meio das rochas havia uma espécie de passagem, entrava nela e me via em um outro lugar, era uma paisagem totalmente oposta ao do que estava antes e parecia um local muito bonito, com uma vegetação vasta, grandes montanhas e o sol parecia de uma tonalidade de fim de tarde, algo meio alaranjado porém com uma luz bastante intensa como tudo que tinha lá, parecia que tudo brilhava e o mais interessante eram os "grandes cristais" enormes estruturas se assemelhando a prédios. Passando um tempo observando sentia alguém me chamar, me deparo com uma mulher alta e de cabelos longos e claros, seu rosto eu não consigo descrever pois a mesma parecia estar envolta de uma luz que não me permitia enxerga-lá de forma nitida, parecia algo tão etérico, ela não parecia palpável mas eu podia toca-lá(seria algum espírito ou guia? não tenho explicação). Acordei com uma sensação boa e me sentia tão leve como se a gravidade não me segurasse mais, seja lá o que me ocorreu foi uma experiencia marcante.
  6. Tive conhecimento deste fórum há relativamente pouco tempo, então hoje resolvi postar aqui alguns dos meus relatos iniciais das minhas experiencias do tema. Fica ai o link do texto: https://medium.com/@6RmIxDoOxd8L/sonhos-lucidos-viagens-e-outras-dimensões-58401234bc0d Depois irei partilhando aos poucos outras experiencias que tive e que vou tendo entretanto.
  7. Você lembra de ter tido uma experiência durante a noite. Foi sonho ou projeção? REGRAS BÁSICAS PARA FACILITAR A COMUNICAÇÃO: 1-Se DURANTE a experiência aconteceu você SABIA estar fora do corpo, chame de projeção. Se NÃO SABIA, chame de sonho. 2-Se uma coisa ou outra indicava que você parecia saber, mas isso não gerou um despertar maior, chame de EXPERIÊNCIA SEMI-LÚCIDA. --------Exemplo: você estava conversando na sala com uns amigos, então toca o telefone e você atende. Ao atender a cena muda e a pessoa com quem você falaria aparece na sua frente e você acha normal e a convida para sentar ali com você e seus amigos. Achar normal alguém se materializar na sua frente mostra que você sabia, de uma maneira vaga, que estava numa experiência NÃO FÍSICA (caso contrario talvez acordasse, pelo susto) mas essa percepção não foi suficiente para ativar a lucidez completamente. Mas não temos como saber se foi projeção ou sonho, já que isso pode acontecer em ambas as experiências, só dá para saber que foi ou “projeção semi-lúcida”, ou “sonho semi-lúcido”. 3- Se havia problemas energéticos (dificuldade de visão, dificuldades para ver letras e números, pernas pesadas, dificuldade de movimento, ter fraqueza repentina) foi projeção, mesmo que não tenha havido lucidez. Sonhos não costumam apresentar esses problemas, porque são imitação das experiências do físico, onde nunca acontecem problemas energéticos de nenhum tipo. 4- Se você voou, atravessou paredes, tinha outra aparência.... Caso você seja adulto e não fique enchendo a cabeça de lixo mental, como games, desenhos, similares ao que aconteceu, é bem provável que tenha sido projeção, pois usou as habilidades astrais normais. Nesses casos a gente não pensa , durante a experiência, “ah, meu corpo físico está lá deitado e quando acordar vou lá relatar no gva”. Você fica totalmente imerso no que está fazendo em astral, há apenas uma percepção vaga de que você está encarnado, assim como quando você está no trabalho não está com a mente no que estaria acontecendo na sua casa. Você apenas sabe que tem uma casa para onde voltar, no final do expediente. Você sabe mas não pensa nisso, não fica lembrando. Mas por usar as muitas habilidades astrais disponíveis, isso mostra que você estava lúcido, pois estava tomando decisões em perfeita sintonia com as possibilidades do plano em que estava e do corpo que estava usando. Porém, essas habilidades astrais também estão acessíveis se você conseguir gerar um sonho lúcido, porque nesse caso você tem controle do ambiente que te cerca, já que é tudo plasmado. Mas aí a dúvida seria outra: “foi sonho lúcido ou projeção lúcida”? ALGUMAS DEFINIÇÕES: SONHO= criação mental que acontece enquanto seu corpo astral: -----(1) está deitado na cama, perto do corpo físico, ou ----(2) PODE ACONTECER ENQUANTO VOCÊ VAGA SONÂMBULO PELO ASTRAL. Mas nesse caso você pode estar em astral andando pela rua, mas estar sonhando que está digitando no PC do seu quarto. O SONHO, a criação mental propriamente dita, seria o "digitar no PC do seu quarto", enquanto que vagar sonâmbulo pela rua astral, sem percebê-la, seria uma projeção INCONSCIENTE, acontecendo ao mesmo tempo que o sonho.(vejam exemplo no relato do Muldoon, aqui: http://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/18568-sono-leve-é-sinal-de-estar-dormindo-perto-do-corpo/&do=findComment&comment=84281) SONHO LÚCIDO= quando você desperta a lucidez dentro das ilusões citadas acima. A fantasia mental pode continuar, ou se dissipar. Se ela continuar, você segue fazendo o que fazia antes, ou opta por tentar outras coisas, esse sim é o sonho lúcido propriamente dito. Mas se ela se romper, acabou o sonho lúcido e assim , no caso 1, você acordará na cama ou flutuando pouco acima do corpo, mas no caso 2 você acordará na rua, em seu corpo astral, e a partir disso estamos falando em projeção PROJEÇÃO ASTRAL= estar fora do seu corpo físico, em corpo astral, podendo: (1)estar lúcido (projeção lúcida) ou (2) sem lucidez ("sonho"), ou (3) com alguma vaga sensação de lucidez (projeção semi-lúcida, "sonho lúcido"). A confusão com sonho surge porque se você está sem lucidez, não pode saber se está preso na ilusão, ou vivendo um evento astral. Já a confusão com sonho lúcido surge porque não estando totalmente lúcido a mente pode seguir plasmando muitas fantasias mesmo que seu ambiente astral seja real, um ambiente não plasmado. Essas fantasias farão com que toda a projeção ser contaminada com muitas distorções e assim vai parecer sonho.
  8. Oi bom dia Me chamo isis tenho 17 anos e recentemente eu comecei me interessa muito por viagem astral, sonhos lúcidos. Eu comecei tentar fazer viagem astral faz um tempo mas sempre dormia quando fazia, eu chegava a nível de não sentir meu corpo estar muito relaxada e não sentir os braços sabe e acabava dormindo sem querer porém hoje essa madrugada houve algo diferente. Eu estava tentando fazer e dormi novamente, porém foi um sonho diferente eu estava em uma praia maravilhosa um lugar lindo e lá eu conhecia algumas pessoa e fiz amizade com pessoas diferentes porém tempo todo eu estava conversando e falando sobre viagem astral e conheci duas pessoas maravilhosas pareciam me ajudar, eu sabia tava estranho eu olhei para pessoa que tava conversando e falei: eu tô sonhando. eu entendi aquilo não era verdade e aí do nada eu tentei fazê uma viagem no sonho e senti uma sensação muito gostosa diferente eu senti como tivesse saindo do corpo cheguei sair um pouco mas fiquei muito empolgada acelerada e apavorei e voltei pro corpo e na mesma hora acordei, eu acho foi sonho lúcido não sei dizer oq foi, queria ajuda para entender mais sobre assuntos e se alguém tem dicas para mim.
  9. Certo dia desperto na minha rua,havia uma movimentação de pessoas bem maior para aquele horário, era noite. Surge um objeto no céu algo semelhante a uma nave bem próxima daquelas dos filmes de ficção cientifica, ela possuía uma luz muito forte, muito forte mesmo. Não me recordo direito, se os "policiais" desceram e foram atrás da galera. Estava meio sonolento saí correndo em direção a minha casa, abrir o portão que nada atravessei a parede e fui direito pro meu quarto, atravessar a parede que sensação creio que muito de vocês já tiveram essa mesma experiência de atravessar paredes. Comentei ter visto essa nave e o desespero da galera, com dois amigos e eles relataram já ter visto esse mesmo objeto.
  10. Venho praticando as técnicas porém até o momento só tive uma projeção lúcida que me pareceu assistida, tive alguns sonhos onde em determinado momento sabia que estava sonhando no entanto não tinha o controle. No último dia 21.04.2018 fiz algumas técnicas e pedi que pudesse lembrar do que aconteceria e, como sempre faço, me coloquei a disposição dos mentores para auxiliar aos irmão encarnados e desencarnados. Adormeci e acordei lembrando de um sonho no qual eu estava em um grande navio com escadas velhas parecendo uma fábrica onde existiam outras pessoas inclusive crianças, fomos todos para uma espécie de proa, as pessoas ficaram de um lado e eu mais três pessoas permanecemos em outro lado de frente para eles, de repente eu sabia que essas três pessoas iriam contar para as outras que eles não estavam mais vivos, muito estranho, mas disse aos três que iria sair com as crianças para não virem as cenas que poderiam se suceder e retornaria depois, sai com elas para onde parecia o interior da grande embarcação e não me lembro mais de nada. acordei com essas lembranças porém tive a certeza de que não me encontrava consciente pois não havia aquela sensação como da primeira e única vês que me projetei. Será que foi só um sonho? Tenho muita dificuldade em permanecer acordado quando entro no estado hipnagógico, caio sempre no sono. Já fiz a técnica do braço levantado e nada. Não desistirei! Beijo no coração de todos!
  11. Boa Tarde! Meu nome é Nathan e tenho 16 anos. Me cadastrei hoje no site e quero contar um relato sobre um sonho que tive. Ele me deixou meio em dúvida se foi realmente um sonho. Realmente boa parte do meu relato é de fato um sonho, mas peço que leiam até o fim pois aí vocês irão entender minha dúvida. > Nesse sonho, eu estava numa espécie de prédio de mais ou menos sete andares e nele havia alguns heróis como o Homem-Aranha, Hulk e Soldado Invernal. Também tinha o Nêmesis (Resident Evil). Eles pareciam bonecos de cera, pois estavam totalmente parados dentro de cápsulas de vidro. De repente, escuto uma voz feminina dizendo: Begin! Ao dizer isso, Nêmesis acordou e correu na minha direção. Ele era muito rápido, pois quando eu pensava em correr, o monstro já estava próximo de mim. Felizmente eu conseguia desviar antes que ele me "atropelasse". O estranho era que sempre quando Nêmesis começava a correr, a voz feminina dizia: Run! (Corra, em inglês) Teve uma hora em que eu avistei uma janela com grades cinzas. Sem perder tempo corri até ela. Chegando nela, pulei para o outro lado atravessando as grades como se fosse um fantasma. A criatura ainda continuava me perseguindo e antes de olhar para ela, avisto outra janela idêntica a primeira que atravessei. Corro até a mesma e atravesso uma, duas, três janelas iguais. Mas antes de atravessar a terceira e última janela, eu meio que tomei consciência e pensei: Vou Voar! E depois de pensar isso, eu atravessei a janela e fiquei flutuando do lado de fora. Havia uma luz muito forte em volta de mim, como um campo de força. Alguns segundo depois eu resolvo dar uma olhada na janela que saltei e vejo Nêmesis me olhando, pois ele não conseguia me alcançar dali. Logo depois disso eu acordei. < Foi isso. Queria saber... Essa parte em que eu fiquei meio que consciente no sonho, foi o começo de um sonho lúcido ou uma projeção astral semi-lúcida? Eu sei que pode ter sido apenas um sonho, mas o que me fez achar que possa ter sido uma projeção semi-lúcida, foi esse círculo de luz em volta de mim enquanto eu flutuava. Paz e Luz!
  12. Bom dia, boa tarde ou boa noite. Com muita frequência tenho projeções conscientes ou semiconscientes, quase sempre no que parece ser uma dimensão menos densa, porque a gravidade é sempre menor, na maioria esmagadora das vezes são lugares bonitos e ensolarados, mas vamos ao X da questão. Sempre que estou nesses lugares, em algum momento começo a correr e a ganhar muita velocidade, com isso acabo literalmente decolando como um avião rsrsrs. O problema é que quando voo a mais de 3 metros de altura bate aquele medo de se estropiar e eu começo a diminuir a velocidade, só que as vezes demora para desacelerar e quando vejo já subi uns 10m e começo a cair. É nesse momento que ocorre algo interessante e ao mesmo tempo agoniante. Sempre que começo a cair começo a sentir uma espécie de pressão em todo o corpo, muito parecida com aquela que você sente ao mergulhar fundo na água, ela vai aumentando quanto mais rápido eu desço e quanto mais próximo do chão eu vou ficando. Quando você termina de cair e chega ao chão, a sensação desaparece e tudo volta ao normal. A pressão da descida é tão grande que chega a parecer que estou sendo esmagado por um caminhão, principalmente dos pés a cintura e também na cabeça. Ontem, tive a experiência mais intensa e era tão forte a sensação que parecia que meu corpo ia se desintegrar, era quase que uma dor física, mas pior, neste caso era a pressão misturada com aquela sensação que você tem quando uma perna sua dorme e você tenta forçar ela para andar e parece que ela está meio que doendo mas não é bem uma dor, mas ainda assim é super desagradável. Antigamente, isso costumava me acordar, hoje já consigo meio que manter a consciência. *Detalhe, isso não é um reflexo de eu estar com as pernas do corpo físico dormentes, várias vezes eu tinha a sensação, eu acordava na hora e nada estava dormente. Queria poder controlar essa sensação pois é uma das coisas que me preocupam na hora de voar justamente pela sensação na hora do pouso. Isso também acontece quando eu pulo de um lugar para outro e tem uma boa diferença de altura entre eles, tipo do topo de um prédio para o outro com um desnível maior que 10m. Em fim, mais alguém já sentiu isso? Já viram em algum lugar o que poderia ser?
  13. É a primeira vez que falo sobre isso com alguém fora meus amigos próximos, eu tenho visto e tido experiências estranhas desde o meu nascimento. Mesmo que eu queria falar sobre todas as diversas coisas que eu já vi durante a minha vida, eu estou fazendo esse relato para focar em 1 acontecimento em especial. Eu não sei como denominar essas experiências mas elas ocorrem sempre da mesma forma. Em sua grande maioria, é quando eu tento tirar um cochilo a tarde. Primeiro meu corpo começa a se sentir dormente e eu começo a entrar em transe mas acordo com um susto.(Em sua maioria é um grito ou alguém me sacudindo) Depois eu sinto meus olhos pesando demais, de tal forma que eu tenho que fazer forças para abrir, e quando abro, já estou alucinando, pelo menos é assim que eu chamo as coisas até o momento, alucinações. Eu já vi mulheres, fetos em frascos espalhados pelo meu quarto e várias outras coisas, é bem diferente de paralisia do sono(que eu já tive milhares de vezes também), porque eu nao cheguei nem a dormir. O fato que eu quero relatar aconteceu faz 6 dias, foi o mesmo processo dos outros então eu ja estava preparada para o que fosse acontecer, e quando eu abri os olhos, eu vi um homem deitado ao meu lado, eu estava de lado tbm entao consegui ver todos os seus traços, eu sentia ele respirando porque minha perna estava encostada perto dele, mas o que mais me deixou confusa foi o fato que o rosto dele estava tiltando, como se nao conseguisse ficar na forma física por muito tempo, e ele me falava várias coisas numa língua que eu não consegui entender. Fiquei nisso por uns 10 minutos, olhando pra ele e tentando entender o que ele falava, até que respirei fundo, fechei os olhos de novo e quando abri, ele não estava mais lá. Preciso de ajuda para saber se estou realmente só alucinando ou se tem algo que eu preciso fazer no mundo astral.
  14. "Havia deitado no colchão ao quarto ao lado após almoçar. A casa estava agitada, meus pais estavam almoçando e a conversa tomava conta da casa. Durante o descanso comecei a sentir os efeitos da catalepsia projetiva, aproveitei para tentar me projetar. Comecei a fazer o exercício da contagem, e não demorou muito para os primeiros efeitos virem a tona. Sentia medo, algo que sabia que devia controlar para me projetar, controlei-o. A seguir senti o vórtex de energia como um vento muito forte zunindo em meus ouvidos, portanto, comecei o exercício da entrada lenta na piscina de água, exercício este que foi a porta para a projeção. Comecei a sentir que o exercício estava surtindo efeito, sentia minha alma se levantando, e devido a minha posição na cama, senti meu corpo astral girando na horizontal para que eu ficasse virado para cima. Senti então minha alma ser levantado pelos pés (os pés iam pra cima guiando o resto do corpo). Quando vi estava projetado (ou em um sonho lúcido, não sei ao certo). Flutuava pelo universo, vários letreiros passavam por mim, assim como no inicio de filmes, porém não conseguia lê-los completamente, o único que consegui ler e me impactou foi o seguinte: “Até quando você ira se importar tanto com o que pensam de você?”. Após isso estava flutuando pelo universo, passando por vários planetas, um deles um planeta alaranjado, muito parecido com marte, foi onde estacionei. Um professor me explicava sobre composição da matéria, descrevendo os componentes que precediam o tetraedro formado por carbono e hidrogênio, e também exemplificava como funcionava a eletrolise. Nesse momento minha atenção se desviava, devido ao barulho presente dentro de casa, fato este que dificultava o mestre a me passar os conhecimentos, que percebia os momentos nos quais eu me distraia e parava a explicação esperando a volta da minha atenção. Não demorou muito para minha mãe entrar no quarto e foi então que voltei ao corpo e acordei." Queria saber se isso foi realmente uma projeção, pois não me vi andando dentro de casa, não estava com 100% de minha lucidez, e não controlava muito o que fazia, apenas assistia as aulas desse professor. Não foi esta a primeira vez que tive experiencias assim, onde algum guia, ou mestre, não sei, me ensinava coisas. E sempre são no universo, ou em planetas ou no espaço.
  15. Olá pessoal! Quero deixar claro desde o início que ainda possuo pouca prática e lucidez. Portanto, ainda não tenho certeza do que realmente aconteceu. Esses foram os principais motivos de relatar isso, pois me deixou bastante dúvidas. Se alguém já passou por algo similar, ou tem maior conhecimento do assunto para me ajudar eu agradeço. Então vamos ao relato. No sábado, dia 26/8/17, fui dormir na casa de uma tia. Fiquei no quarto de hóspedes, no térreo da casa, que possui duas camas de solteiro (cama 1 à frente da porta e, cama 2 rente à mesma parede da porta), uma TV na parede acima da cama 1, condicionador de ar e, uma mobília de escritório que percorre a parede em que fica a janela e a restante, esta última com estante de livros. Minha tia me fez companhia até que eu dormisse - ela na cama 1 e eu na 2 - mas em algum momento da noite ela se dirigiu ao seu quarto que fica no piso superior da casa, mas eu só soube no dia seguinte. Isto porque, após alguns sonhos "normais" (como se existisse), acordei na madrugada, sem qualquer noção de hora, com uma sensação de EV muito forte da cabeça aos pés (mix de dormência, formigamento, choque). Eu estava deitada de lado, de frente para a parede, e, a princípio, pensei que aquilo fosse reação ao frio. Não sei se por sono, medo, ou por ter condicionado a minha mente a aproveitar este tipo de ocasião para projeção, não tentei me mover. Tentei ficar o mais clama possível, exercitei algumas técnicas de respiração e disse a mim mesma para ter confiança pois, de qualquer forma, a morte de fato não existe. Após isso, lembro-me de ver o quarto e, embora eu soubesse que ele deveria estar completamente escuro, a sensação era de penumbra. Ao que parece, fui guiada por um senhor de idade um pouco avançada, pele morena ou negra e que vestia algo como uma túnica branca. Ele me falou algo relacionado a eu ter que acompanhá-lo e sair logo do quarto, ou porque os outros não deixariam, ou porque a criança em mim era mais fácil de aceitar. Eu não entendi, mas acho que ele me prometeu que explicaria depois. Ele me guiou para fora do quarto e, para isso, tive que atravessar a janela de vidro como um fantasma, e embora tenha sentido alguma pressão, não senti qualquer dor. Chegando ao outro lado, deparei-me com o corredor da casa tal qual ele é no plano físico, naves luminosas sobrevoando o local num céu que não estava escuro e, em seguida, fiz comunicação com seres, aparentemente de outro planeta, com aparência similar aos greys ou raça parecida. Senti algo como um mix de medo e euforia, que apontavam, inclusive durante o ocorrido, despreparo de minha parte para aquele contato. Fiquei tentando me controlar, inclusive lembrei do que o Saulo falou sobre levar as coisas com bom humor. Os seres, pelo que lembro, me disseram que eu precisava voltar para a Lua, que era de onde eu vinha (na hora pensei na Lua da Terra, após acordar pensei que meu cérebro estava me trolando). Então, vi um desses seres muito próximo à minha frente e veio uma intuição forte de que aquele não era outro ser e sim eu mesma "refletida num espelho". Ele tinha as mesmas características pessoais do meu rosto, porém adequadas àquele corpo específico. O meu mix de medo e euforia aumentou bastante e eu queria quebrar aquilo de qualquer forma para conseguir prosseguir com a experiência e fiz algo ridículo mas de algum resultado positivo: comecei a dançar (óbvio, kkkkkk). O mais engraçado é que o outro ser repetia instantaneamente meus movimentos o que reafirmava a sensação daquilo ser meu reflexo. Foi aí que pude me acalmar mais. Controlei meus movimentos, disse que não iria agora pois, se era verdade que eu tinha família na Lua, também era que eu tenho outra na Terra. Respondi isso porque havia entendido o convite como para uma viagem sem retorno e não quis me desligar de tudo aqui. Os seres não me atacaram nem responderam com palavras, mas entendi que haviam respeitado minha decisão. A impressão era ao mesmo tempo que via o que relatei, via a face de outro à minha frente todo o tempo. Após isso, o primeiro guia me levou para que eu pudesse voltar ao quarto sem que me perdesse (algo que não aconteceria no plano físico) e me senti segura para ir com ele. Ainda lembro de ter passado por uma sala com vários trabalhadores humanos, que pareciam estar ligados a este assunto e ao governo dos EUA (?) e de ter conversado alegremente com eles. Então acordei e fui anotar um rascunho de tudo já sentindo que alguma coisa se perdeu na volta. Estava próximo das 5 am quando terminei de anotar e minha tia não estava no quarto. Informações adicionais que podem ser relevantes para isso: Minha tia disse que foi pro quarto dela porque teve um pesadelo muito ruim do qual não se lembra. Segundo relatos de prima que ali reside, o local tem algum histórico de acontecimentos no mínimo estranhos. Ela mesma tem convicção de que já foi abduzida. Eles tem costume de realizar encontros de orações e reflexões com base no evangelho segundo o espiritismo na cozinha que fica bem próxima ao local em que eu estava. Já tive alguns sonhos lúcidos/ projeções/ contatos antes disso em outros lugares. OBS: sei a diferença teórica das três palavras e o que cada representaria na prática, mas não tenho, pessoalmente, muita experiência prática para discernir exatamente o que foi cada uma das experiências que tive com exatidão, por isso as coloquei assim. Antes deste caso, já havia lido alguns livros básicos de assunto espírita, exotérico, projetivo e até de contato, e após li o livro do Leadbeater (Manual de teosofia), mas minha biblioteca mental ainda é pequena. Ou seja, tenho algum conhecimento básico e tento ser objetiva, sem fé cega, mas sei que comparada a vários membros da comunidade meu conhecimento é igual ao de um bebê que acabou de aprender a contar até 10 assim: 1... 3...4...10...7... Algumas dúvidas: O que diabos foi isso mesmo? Projeção? Auto-sugestão? Meu inconsciente me trolando? Aconteceu mesmo? Se essa lua é uma lua de verdade, que lua seria? Lua da Terra? Lua de outro planeta? Greys estão ligados a alguma Lua? Essa Lua pode se referir à encarnação planetária citada no Leadbeater (encarnação lunar)? O cara que me guiou pode ser um mentor? Quem eram os trabalhadores mano? PS1: O que vocês tiverem entendido que possa me ajudar a entender o ocorrido dentro ou fora do âmbito das perguntas é de grande ajuda. PS2: Não fiquem "mangando" (sorrindo) só por causa da dancinha de nervoso! kkkk ATÉ A PRÓXIMA!
  16. Olá pessoal vou deixa aqui pra vcs o link do meu blog a onde eu coloquei a minha primeira experiencia com a projeção http://espiritualzen.blogspot.com.br/2017/07/minha-primeira-projecao-astral.html
  17. Olá pessoal. Relato aqui um evento que aconteceu comigo no final do ano de 2016. Na época eu estava de férias da Universidade na casa da minha tia. O local é bastante pacífico e relaxante, pois é um sítio que fica numa cidade próxima ao litoral. Só estou falando isso porque acho que o lugar provavelmente tenha influência quanto ao acontecido. Na época eu achei que se tratasse de um sonho bem louco e foi um dos motivos de eu ter pesquisado mais sobre espiritualidade, UFO e ter encontrado esta comunidade da qual humildemente me considero parte. O sonho (provável projeção ou, no mínimo, sonho lúcido) começou com algumas besteiras normais sem muito sentido até ele mudar. Era como se eu tivesse numa pequena área circular coberta no centro de um campo aberto, assemelhado a campos de plantação ou clareiras em meio a uma floresta. Lembro que ventava bastante e o céu estava sem nuvens, mas a sensação era de um final de tarde sem sol se destacando ou o raiar do dia logo antes do Sol aparecer. Eu sentia a presença de familiares próximos e tudo era bastante agradável até que vi três naves de forma triangular, cor cinza escuro e prováveis luzes vermelhas próximas aos seus vértices se aproximarem voando em direção ao lugar em que eu estava. Faziam o trajeto circulando o local e voavam cada vez mais baixo como se nos cercassem. Tive a sensação de que as luzes escaniavam o local e o que ou quem nele estava, inclusive eu, e o medo daquilo que a mim era desconhecido foi quase que instantâneo. Em seguida o local se transformou na área interna de uma casa (ou era isso ou eu fui para lá não me lembro como). Então vi meu pai vindo de encontro a mim como uma mochila nas costas, estilo mochila de trilha, que ele não possui em realidade, e me falou que iria com eles e que queria que eu fosse. Eu não queria que ele fosse, nem eu ou qualquer outro de minha família. Tinha a sensação de que sabia quem eram eles, embora não soubesse de fato, e que não era algo bom. A cena mudou novamente pois estava em frente à porta do quarto dos meus pais, ainda que nossa casa fique em outra cidade distante à cidade da minha tia. A porta estava aberta e, à primeira vista, estranhei perceber uma enorme quantidade de bonecos em pé que preenchiam o quarto deles. Logo vi que os "bonecos" eram seres bem pequenos que se assemelhavam ao formato dos grays, mas eram bem menores (acho que na altura do joelho), cor de terra (aquela terra vermelha de deserto), com a cabeça que aparentava ser grande mas era proporcional ao corpo. Os olhos era grandes, mas porque pareciam preencher toda a cavidade ocular, sem pálpebras perceptíveis ou sobrancelha, e não pareciam ter uma única cor, mas sim uma íris grande, acho que verde e possível pupila (não lembro bem). Não lembro de pelos, mas a pele ou era escamada ou tinha rugas profundas se assemelhando ao chão de um deserto ou terra do semi-árido no período seco. Eu não lembro de ter caminhado ou me mexido mas lembro de ter me aproximado cada vez mais do quarto até estar dentro dele com esses seres. Um deles veio até mim, e perguntou se já estávamos indo. Eu disse que meu pai foi, mas que eu e minha irmã não iríamos (não sei se falamos ou se foi em pensamento). Então ele fez uma expressão como se estivesse zangado. Meu medo estava absurdo neste momento. Não sei de onde tirei forças pra me mexer e o ataquei, coitado, o segurei acho que pelo pescoço. Perguntei o que queriam e quantos eram e ele falou coisas que na hora entendi mas quando acordei só lembrava que a última palavra da frase era com D e do número 91 e de ter associao a palavra ao número ainda no sonho. Quando acordei, estava deitada na rede em que havia ido dormir, de barriga pra cima, embora não tivesse muito costume de dormir assim na época (mas era rede né). Estava tudo escuro óbvio, mas tive a impressão de visualizar algo como aqueles acessórios que cirurgiões usam acima de uma maca de cirurgia. Minhas costas/barriga na altura acho que do rim esquerdo estava doendo, como se tivesse câimbra, ou dormência ou formigação forte. Não era dor comum. Tentei me levantar e não movi um músculo. Quando consegui e ficou de fato tudo escuro, comecei a chorar, a chamar minha mãe, e aquela dor. Terrível. Depois disso me inspirei muito pra pesquisar sobre. Achei quem fale sobre abdução, projeção, sonho lúcido, etc. Mas ainda não achei algo igual ou bastante similar a este relato e gostaria que os amigos me ajudassem dando sua opinião sobre o que pode ter sido de acordo com seus estudos e até contassem se houve algo parecido com vocês. Agradeço desde já!
  18. Ola a todos.As vezes costumo ter sonhos lúcidos e na maioria das vezes quando tomo consciencia que estou sonhando, o que acontece! Acordo.Gostaria de tirara esta dúvida, o que pode estar acontecendo, pois nao consigo me manter no sonho lúcido.Um abraço a todos.
  19. Oi pessoal, esse é o meu primeiro relato. Senti que preciso compartilhar minhas experiências, até mesmo para eu tentar entendê-las melhor, e não tem ninguém próximo que "acredite nessas coisas", então resolvi recorrer à internet e encontrei o fórum. Quem sabe alguém se identifique. Então, podem palpitar, dizer o que pensam ❤️ Vou começar falando como descobri a viagem astral e sobre um sonho que tive, e até hoje não consegui alcançar níveis significativos de lucidez. Na realidade, foi (e está sendo) um processo muito lento. Começou na minha infância. Eu tinha sonhos muito reais e desconfiava que as pessoas que eu via nesses sonhos eram reais, e nos encontrávamos quando dormíamos. Havia total controle das minhas ações. Não sabia o que era projeção astral, não fazia ideia, mas sentia que era real, de alguma forma. Um sonho perfeito para descrever o que quero dizer, foi um que tive quando eu estava com 9 anos de idade: Eu estava no quintal de casa e comigo estava uma menina que aparentava ser da mesma faixa etária que eu, um garoto que aparentava ser dois ou três anos mais velho e um menino baixinho, bem mais novo que os dois anteriores. No sonho, nós conversamos por um bom tempo e nos divertimos. Chegou um momento que eles me disseram que tinham que ir embora, e os guiei até o portão de casa. Então, não pude segurar e perguntei ao garoto mais velho: "Você existe no mundo lá fora?" (Eu acreditava que existia o "mundo dos sonhos" e o mundo "lá fora", e que o primeiro poderia ser tão real quanto o segundo)... Houve silêncio por um tempo, então exclamei: "Não adianta fingir que não está entendendo, só me responde se você é real, se existe no mundo lá fora". O garoto disse: "Não sei. Você vai descobrir". E sumiu juntamente com as duas outras crianças. Pois bem, aos 14 anos uma colega de escola me contou sobre algo chamado "viagem astral", de início achei o termo e explicação estranhos. Mas fui pesquisar, vi coisas sobre técnicas de como se projetar, mas não conseguia me concentrar o suficiente. Até que um dia, em um sonho, pensei sobre viagem astral e foi como se tivesse acordado, mas não no plano físico. Fiquei lúcida. Porém tive medo, e quis acordar. Acordei. Depois dessa experiência pesquisei mais ainda, e descobri a relação entre sonho lúcido e viagem astral, e que posso adquirir lucidez dentro do sonho, depois de dormir. Hoje, não consigo mesmo ter uma viagem astral lúcida, por um tempo parei até mesmo de lembrar dos sonhos. Só depois da morte de um ente querido, que voltei a lembrar. Não sei se esse sonho que relatei, foi mesmo um "sonho". Não sei se esse garoto existe mesmo. Mas uma coisa é certa, descobri que o "mundo" que vivemos, não é o único que existe. Talvez eu relate outras experiências da minha infância, experiências atuais, etc. Gratidão.
  20. Olá, pessoal. Sou novo no fórum, mas o fórum não é novo pra mim. Conheço o assunto da projeção astral faz uns quatro anos, mas apesar de tanto material na internet, ainda não consegui ter nenhuma projeção voluntária ou consciente. Há quatro anos eu estava à beira de me tornar ateu, mas tive a surpresa de descobrir a existência do ocultismo e da magia. A possibilidade de alterar a realidade através de meios não-físicos me pareceu fantástica. Aprofundando-me nos meus estudos, tropecei em um assunto que me pareceu o mais fantástico de todos: a projeção astral. Imagine só! Sair do corpo físico e poder circular por qualquer lugar do Universo. Confesso que naquela época, devido a minha falta de conhecimento, só via duas utilidades na projeção: turismo e espionar mulheres no chuveiro (podem me julgar o quanto quiserem), mas mesmo assim meu interesse se manteve alto. Porém, foi ao ler um livro de nome “Active Dreaming” que eu fiquei obcecado pelo assunto. No livro (o qual pretendo traduzir, mas por enquanto vou me limitar a descrever as técnicas para que vocês possam ir testando e se beneficiando), o autor ensina como – durante o estado de projeção – você pode praticar auto-hipnose, cura, magia, obtenção de qualquer informação possível e até mesmo mudança da sua aparência física (vejam que sincronicidade, quando eu estava pensando em postar isso, acabei achando o tópico de biokinesis do Marlon). Na ânsia de me projetar, tentei os métodos tradicionais, e verdade seja dita, eles funcionam para uma parte bem pequena da população. Tive conhecimento da metodologia do Michael Raduga, indiscutivelmente a mais eficiente quando o assunto é sonho lúcido/projeção astral. Durante as tentativas, meu corpo dava sinais de que as técnicas estavam para funcionar, mas talvez por falta de disciplina (ou pela extrema agonia que eu sentia ao acordar e me forçar a ficar parado) nunca cheguei a induzir a projeção. Isso foi criando um enorme bloqueio psicológico e fisiológico em relação à projeção, e hoje em dia, as técnicas que funcionariam em mim normalmente há 3 ou 4 anos, parecem não se aplicar mais. Isso me leva ao meu desesperado e encarecido pedido que faço a vocês, aqui como último recurso: Gostaria de pedir que algum projetor prestativo pudesse me encontrar durante uma de suas viagens ao astral. O projetor viria até a minha consciência (e não ao meu corpo físico), estabeleceria contato comigo, me fazendo perceber que estou numa projeção/sonho, ou seja, me “despertando” para a realidade astral e me tirando da inconsciência passiva do sono. Seria legal se o projetor pudesse estabilizar o ambiente ao meu redor para que ele pareça mais real. Enfim, gente, peço encarecidamente que me façam essa caridade. Já pensava há tempos em pedir ajuda nesse fórum, mas relutei, talvez por arrogância de querer fazer tudo sozinho. Frequentemente medito, faço trabalho energético (recentemente fui iniciado em Reiki), e já cansei de pedir ajuda pra os meus mentores espirituais. A projeção é fundamental para mim, não só na obtenção de coisas relativas à vida material, porém muito mais em relação ao espiritual. Quero através dela perceber um pouco melhor o funcionamento do Universo, me comunicar com meus guias espirituais e obter informação, e na hora da minha morte física, não ser pego de surpresa pela realidade astral. Grato!
  21. Fiquei sabendo desse aparelho e quis compartilhar com vocês. Em resumo é um aparelho que se coloca na testa e lê os movimentos de nossas ondas cerebrais. Seus objetivos são: ajudar a ter sonhos lúcidos, dar feedback sobre a qualidade do sono, acalmar sua mente e melhorar a qualidade do sono e te acordar de uma maneira "natural". Cada um desses tópicos são interessantes, como a função de um "despertar natural" que simula a luz do sol batendo em seus olhos fechados e te acordando gradualmente, no melhor momento de acordo com suas ondas cerebrais e de acordo com o ciclo certo de sono,para que você acorde bem. A parte que realmente nos interessa é sobre os sonhos lúcidos. Segundo o site do aparelho, os sonhos acontecem durante a fase REM (Rapid Eye Movement) do sono. O iBand+ consegue sentir essa fase através do monitoramento das variações em suas ondas cerebrais. Quando ele percebe que você está no estado adequado do sono, ele emite algumas luzes em seus olhos e sons em seus ouvidos, que serão percebidos como anomalias em seus sonhos, fazendo você despertar a consciência durante o sono. fonte: https://www.kickstarter.com/projects/arenar/iband-eeg-headband-that-helps-you-sleep-and-dream
  22. Quero já de início deixar claro que eu ainda não tive nenhuma projeção lúcida (do tipo estar lúcido desde estar realizando as técnicas, até descolar do corpo físico), apenas despertares dentro de sonhos em lugares aleatórios (e não dura muito). Bom, ontem, eu estava tentando me projetar, fiz o relaxamento, movimentei as energias (não tive E.V. ainda), mas como depois de um tempo não obtive resultados, resolvi me deitar de lado e dormir (já que não consigo dormir em descúbito dorsal), então eu sonhei normal e etc... Até que em algum momento do sonho, eu ganhei lucidez, estava em frente a porta de minha casa, e tinha alguém comigo, um senhor que eu parecia conhecer (só que não me recordo mais de sua fisionomia), ele me orientava no assunto de projeção, me dava conselhos sobre o que fazer e etc... Até que em um momento ele me disse para me sentar e relaxar, e o fiz, e o inimaginável aconteceu, eu ali sentado, no sonho , sai do corpo, e me vi sentado, ai a lucidez aumentou, só que fiquei um pouco assustado e ela deu uma balançada, ele disse pra eu me acalmar, dai deu um apagão, e a lucidez retornou a uns metros dali, ainda no meu bairro, eu estava no meio de uma rua, e eu queria voar, mas o senhor disse melhor não pois eu ainda não estava preparado (até por que tenho MUITO medo de altura rsrs), então eu comecei a andar de bicicleta e ela voava rsrs, mas acho que ai já virou sonho. A lucidez retornou em outro momento, eu estava em um lugar esquisito, parecia uma escadaria, que dava em uma casa pequena, e tinha uma moça em apuros, eu estava lúcido neste momento, subi a escadaria e vi a casinha, estava com a porta aberta, fiquei meio desconfiado, mas como o grito vinha de dentro, resolvi entrar para averiguar, como eu desconfiava, cai em uma cilada rsrs,quando olhei para fora, vi uma mulher (eu acho) vestida de preto, como se fosse uma maga, bruxa, sei lá. Ela dava aquelas gargalhadas sinistras de vilã de filme de terror kkkkk, ai aporta da casinha se fechou sozinha e eu e a moça ficamos presos lá dentro ( ah sim, realmente tinha uma moça lá dentro, eu não a vi, mais senti a presença dela, e senti ela se escondendo atrás de mim e soluçando como se estivesse chorando, provavelmente assustada ), a casinha começou a escurecer, e ficou totalmente escura, porém eu sabia que podia atravessar a porta, e assim o fiz, a lucidez deu uma balançada e por pouco não acordo, fui tenta procurar o ser que nos prendeu lá dentro e a partir daí começou outro sonho (envolvendo viagem no tempo rsrs) e eu acordei, como não anotei na hora em que levantei, devo ter perdido muita coisa. Bom, agora vamos a sessão de dúvidas rsrs Primeiramente, isso que tive, foi uma projeção astral ou foi um sonho lúcido? Se foi uma projeção astral, como posso ter saído do corpo dentro do sonho? Se foi sonho lúcido, a mesma pergunta anterior rsrs. Quem era este senhor que me orientava? conhecido astral? mentor? Por que não conseguia ver a moça que estava dentro da casinha comigo? E quem era, ou o que era o ser que nos prendeu lá dentro? PS: Tenho essa confusão de ser sonho lúcido ou não,pois minha lucidez estava mediana, tinha alguns picos, mas só isso rsrs Se alguém puder esclarecer minhas dúvidas eu agradeço desde já. Me desculpem pelo texto grande, é que gosto de expor todos os detalhes rsrs Paz e Luz a todos vocês Andrew Vieira.
  23. Como muitos sabem, no sonho nossas mãos aparecem deformadas, não é possível ligar ou desligar lâmpadas, não dá pra ver as horas, e ao percebermos alguma dessas coisas no sonho nós entramos em sonho lúcido. Minha dúvida é se em projeção astral essas coisas também acontecem, ou pelo menos algumas delas. Por exemplo, se eu estiver em viagem astral e olhar para as minhas mãos elas vão estar deformadas, é possível ligar ou desligar luzes e ver as horas? Também tenho uma dúvida em relação ao cordão de prata. A gente consegue ver ele?
  24. Então gente conheço PA a tempos, sei várias coisas (nem tantas assim), morro de medo de fazer por causa dos meus 1 milhão de problemas emocionais e, aquela coisa né. Então, colocava muita pressão para fazer PA, só conseguia semi lúcida e olhe lá, resolvi relaxar um pouco sobre o assunto. Vi uns vídeos antes de dormir sobre (a 2 dias atrás); foi meio estranho, muito na verdade, então estava em um shopping, tinha um pessoal de branco me esperando, tinha um homem alto (me disse a altura 1,85), ele me levava a todos os lugares segurando minha mão (as outras pessoas não interagiam comigo), eu fazia alumas perguntas relacionadas a espiritualidade e psicológico/familiar algo assim, se irritou e me segurou como no quadro “O beijo” (adoro esse quadro), ele começou a falar que não deveria tratar minha mãe assim (disse que já não se deu com a mãe antes), senti uma barba no meu rosto, disse que ele estava sendo incisivo (não de modo figurado), seus lábios começaram a deformar, ele pegou a mão de uma mulher e saiu correndo, fui atrás, depois não consegui mais ver o rosto dele, quando falei que conseguia “usar” minhas energias no astral eles sumiram. Uma vez vi que se assediadores te tocarem perde a consciência, aconteceu de um assediador falar “oi” só oi mesmo quando acordei, mas era uma voz “deformada”, depois disso não mais, só lembro da voz dele quando me segurou, era meio parecida com a minha. Assediadores podem entrar em sonhos? Estou confuso sobre o que aconteceu. * Animais no AsTrAl... Vivo no mundo da fantasia, adoro magias e essas coisas, não me relaciono com as pessoas e vivo fantasiando, vi um remake de um desenho dos anos 90 (magia e gato falante), as vezes quando acontecia PA semi, uns cães de rua que tem por aqui vinham brincar comigo, e acontecia “coisas” relacionadas a magia, uma vez “limpei” um cão no astral, no outro dia ele apareceu de banho tomado, eles agem no astral racionalmente (não falam) e, as vezem vêm atrás de mim no físico, decidi que não iria mais fazer PA fantasiosa, por não me levar a lugar algum e, por ficar dependendo disso, os cães não me seguiam mais na rua, com o tempo, percebi que posso me divertir um pouco, 2 cães de sempre apareceram, mas estou decidido a fazer isso, só quado for lúcida, estava pensando sobre animais, um gato apareceu na minha casa 2 semanas antes de meu pai falecer, depois sumiu, estava pensando sobre animais especiais e como eles podem me ajudar. *** Qual a relação?
  25. Hoje dia 12/04/2016, Acordei por volta das 08:00 da manhã,mexi um pouco no celular e resolvi voltar a dormir,quando percebo estou dentro de um sonho onde eu estou deitado no banco de trás de um carro,havia outros dois homens na frente.Dentro do sonho me "bateu" uma sonolência muita pesada,e cochilei...; Os homens pararam o carro e começaram a me chamar,nisso eu abri os olhos porém não conseguia me mover,nisso eu pensei:Devo estar em catalepsia do sono! (estranho né?) pois bem,tentei ser o mais sutil possível e tentei me balançar para sair do corpo,após isso,abri os olhos pela segunda vez,porém, desta vez eu estava dentro do meu quarto deitado na minha cama e com o corpo de frente a janela,resolvi olhar minhas mãos,e trouxe o braço do meu peito até o rosto e para minha surpresa minhas mãos estavam invisíveis,não consegui enxergar elas...nesse mesmo momento senti algo encostando no meu ombro,me parecia uma cabeça de algum animal peludo,não sei,pensei que fosse minha gata pois sempre dorme na minha cama comigo,mas a sensação era como se aquela cabeça pesada e peluda tive-se pelo menos o tamanho de uma panela de pressão,além de fazer uns ruídos...fiquei com medo, e despertei pela terceira vez,mas agora já no fisíco. Pude perceber que o meu ombro estava pulsando,olhei para os meus pés e minha gata estava lá dormindo,fechei meus olhos e agradeci aos amparadores pela experiencia,e senti que deveria trabalhar mais com minhas energias e estudar mais sobre os chakras. é isso,abraço amigos,muita luz na vida de vocês.