• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags 'umbanda'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 9 results

  1. Boa noite irmãos, venho dividir com vocês uma experiência que tive na sexta feira passada. Eu estou com um grupo de estudos sobre a Espiritualidade. Tenho amigos umbandista e admiro muito a religião. Recebi a informação de uma mãe de santo que uma Pombo gira estaría me auxiliando nos trabalhos mediúnicos. Como o desdobramento é uma faculdade mediúnica ostensiva, no início achei que fosse sobre incorporação ou outra coisa. Mas com o passar do tempo e com mais estudo percebi que o auxílio ocorre em todos os momentos. Enfim o relato é acordei na espiritualidade e vi uma senhora que aproximou se de mim. Ela trazia nas mãos um lampião e íamos descer para um porão ou gruta. Ñ ficou muito lúcido. Ao descermos chegamos a um tipo de cortiço. Lá haviam muitos quartos. Adentrei em cada um deles e haviam seres encarnados. Sim encarnados. Era como um local de encontro. Cada quarto tinha uma energia diferente. Uns estavam conversando. Outros fazendo sexo. Outros discutindo. Outros bebendo. Ficávamos pouco tempo. Era apenas para observar. Então a senhora me chamou para irmos embora. Sei que aquela senhora era uma pombo gira porque pedi seu auxílio para o desdobramento, e tive uma projeção. Dois dias depois tive outra experiência. E a mesma mulher apareceu. Acredito que quando nos abrimos para a Espiritualidade e pedimos auxílio para fazer o amparo, e a caridade. Há sim uma movimentação da Espiritualidade amiga. Como diz o Saulo projeção astral não é turismo é coisa séria. Espero que com esse relato eu possa ajudar alguém. Paz e luz a todos.
  2. Tava lendo certos livros de magia e umbanda que relata a destruição do corpo astral sobrando só o ovóide no lugar. Alguém conhece outras literaturas ou relatos dessa destruição do corpo astral? Geralmente é em ataques. Vou tentar upar alguns livros que relata isso.
  3. Umbanda completa 110 anos http://www.bbc.com/portuguese/brasil-44297088 Zélio Fernandino de Moraes em reunião na Tenda Espírita Nossa Senhora da Piedade
  4. Olá, pessoal! Uma boa tarde à todos. Venho até aqui com o propósito de buscar uma ajudinha com algumas dúvidas que tenho em mente... uma delas é sobre coisas que minha mãe diz. Ela diz poder ver espíritos, e sempre descreve como eles são, o que fazem e etc. Ela diz que vê o espírito, e em sua mente, vêm o nome do espírito que ali se apresentou diante dela. Minha dúvida é a seguinte: Ela já me contou sobre inúmeros espíritos que já viu, mas o que me chamou a atenção, é que ela disse ter visto dentro de nossa casa, a entidade Maria Padilha e Iemanjá! Ela também diz ter visto o Malandro, o Capa Preta e outros, mas a minha dúvida mesmo é em relação à Padilha e Iemanjá... Por que essas entidades estariam aqui, dentro de nossa casa? O que elas querem de fato? Qual a razão da "visita" dessas duas entidades? OBS: Minha mãe não vai em centros espíritas e é evangélica. Já no meu caso, comecei a ir em um centro de Umbanda há um tempinho atrás, mas não me liguei à religião e não estou frequentando mais. Poderia ser esse o motivo da "visita"? Desde já, agradeço.
  5. Bom dia amigos, e como o próprio título já diz, venho comentar sobre algumas visões que religiões pelo mundo a fora vem dizendo sobre a saida do corpo. Muito bem, a cerca de 1 ano conheci o GVA e desde entao me veio a curiosidade sobre a projeção astral, conhecendo pesquisadores diferentes, vertentes diferentes, estudos diferentes. Minha família é umbandista e no terreiro onde eles vão comentaram sobre meus estudos de viagem astral onde entidades disseram que a viagem astral é algo muitissimo perigoso. E agora eles querem ficar me alertando sobre os perigos, dizendo q eu posso ficar preso, que podem me aprisionar, que coisas horriveis podem acontecer. Como proceder alguma dica? rs
  6. Gostaria de saber a opinião de vocês quanto a banhos de ervas, tipo de tratamento usado por várias tradições espirituais. A premissa é a seguinte: certos materiais da natureza possuem certas propriedades extrafísicas/ocultas/mágicas, e preparações com esses materiais levam a um certo efeito manifesto no plano físico. Desde pequeno, mesmo crendo no espiritual, eu duvidava que coisas físicas, objetos ou palavras tivessem algum poder oculto inerente. Para mim, o poder estava "no ar", no éter, difuso no Universo e dentro das pessoas, mas hoje em dia começo a considerar a possibilidade de coisas como ervas, cristais, pedras ou partes de animais possam ter algum poder oculto de verdade, podendo ser canalizado para a manifestação de um objetivo no plano físico. Quais são as opiniões e experiências de vocês? Alguém aqui já tomou um banho de ervas e obteve um resultado desejado? Conhecem alguém que já tomou?
  7. Olá amigos! Gostaria de pedir uma opinião refente a uma consulta que tive com um médium de umbanda/quimbanda. Antes de falar sobre a consulta, que levou mais de 2 horas, vou contar um pouquinho da minha estória para contextualização. (Segue no parágrafo abaixo, separado, para que quem não tiver paciência possa pular e ir direto a dúvida) O que aconteceu é que uma ex minha, anterior a essa experiência, resolveu me procurar e estamos saindo novamente. Porém ainda estou com o problema da ejaculação precoce e com depressão e ela, com o intuito de me ajudar, me apresentou ao referido médium. Durante a consulta ele acertou várias coisas, o que me inspirou uma certa confiança. Conversa vai, conversa vem, ele diz que a minha ex (a da estória até onde entendi) fez um trabalho pra mim para que eu não tivesse mais sucesso na vida sexual (broxasse e afins). De acordo com ele, ela contratou um homem, que fez o seguinte ritual: pegou uma maria mole, colocou meu nome dentro e enfiou no cú de uma galinha preta e a matou, isso em um cemitério, no túmulo de um "viado" morto (foram suas palavras). Entendido o problema ele ofereceu uma limpeza que consistiria em matar um galo, pegar seu pênis, fazer não lembro o que, e molhar meu pênis com o sangue. Tudo isso não vai sair de graça e o preço é algo em torno de R$1000. E segundo ele, é terminar e ir pro motel. Isso vai tirar todas as coisas ruins que tem em mim e etc. O que vocês acham de tudo isso? Ele parece ser uma pessoa boa e acertou muitas coisas durante as 2h de consulta e minha ex diz que ele a ajudou muito com os problemas que ela passou.
  8. No dia 07/03/2016 poucos minutos antes de voltar para meu trabalho após o horário de almoço, me despedi da minha irmã desejando a ela que estivesse sob a proteção das Falanges de Cristo, das Falanges da Legião de Maria, das Falanges de São Benedito, dos Pai Velhos e demais Linhas de Umbanda, assim feito saí pra rua na intenção de pegar o ônibus, quando no meio do caminho escutei um rapaz alcoolizado me chamar: "Ohh fiiô, vem cá! Jesus Cristo sempre vai estar com você!",atravessei a rua e ele me cumprimentou apertando minha mão, na hora não liguei os fatos, mas tão logo o homem me deu as costas e seguiu na minha frente eu percebi que o bêbado estava mediunizado por um preto-velho devido ao linguajar peculiar destas entidades, foi então que me lembrei da prece que havia feito antes de sair de casa para minha irmã e agradeci em pensamento a caminho do trabalho.
  9. Talvez eu devesse pedir licença, não sei bem, pouca prática tenho destes escritos, mas como o canal está aberto eu vou escrevendo. Dizem que vim de longe, dizem tantas coisas, que sou isso e aquilo, tantas conjecturas, uns me acham o máximo, outros se apavoram ao ouvir meu nome, a maioria só gosta de mim enquanto acham que eu posso beneficiá-los em seus pedidos tão terrenos, tão materialistas. Tão raro é ver um gesto de carinho, tão raro alguém querer saber como proceder dignamente, tão raro alguém se lembrar de mim como amiga, tão raro alguém querer conhecer a verdade em relação à espiritualidade, tão raro. Ah! Mas cobrar cobram, portam-se tão mal, mas cobram, querem caminhos abertos, mas esquecem-se das leis básicas, esquecem-se que nesta vida ou na outra colhe-se aquilo que se planta. Em relação ao amor, cismam e pronto, não querem saber do outro lado da moeda, esquecem-se que devem respeitar os sentimentos da outra pessoa, esquecem-se que cada um tem uma missão, que todos tem livre arbítrio. Às vezes cismam com vinganças mesquinhas, na maioria das vezes nem razão têm, mas eles não querem saber, só enxergam o seu próprio orgulho, só enxergam o seu lado da questão, esquecem-se inclusive que as vezes certas rivalidades vêm do passado bem distante, e que persistir é não só atrasar a caminhada como também atirar-se em um abismo acordando velhos instintos e com eles antigos inimigos espirituais. Bem poucos estão interessados em ouvir algo que possa ir contra os seus interesses momentâneos, poucos querem saber a verdade sobre qualquer coisa, muito menos sobre a doutrina religiosa que decidiram seguir, mesmo porque eles não a vêm como religião, mas sim como meio de alcançar as suas metas. Então alguém me diz: por que deixa que falem tantas coisas, não desmente, apenas dá uma gostosa gargalhada. E eu respondo: Porque eles não estão interessados, eles querem dizer coisas horríveis, mentiras, estórias mirabolantes, só para que eu possa parecer poderosa, para satisfação de seus egos, principalmente dos médiuns que me incorporam. Então eu espero. Devagar, em um ou outro templo começa a surgir uma luz, alguém se interessa, alguém procura estudar, alguém lembra que acima de tudo está DEUS e suas leis imutáveis, nesta ou em qualquer outra religião. E graças a estes que começam a despertar para a verdade, eu e outros começamos a receber um pouco de respeito, eu e outros temos a chance de trabalhar para a Luz, sem ter que camuflar uma imagem que não é a nossa, só para sermos aceitos pelos nossos médiuns e termos a chance de evoluir este mesmo médium, mas hoje eu só gostaria de deixar bem claro que Exu e Pomba-Gira de Umbanda, nada mais são do que guerreiros da Luz nas Trevas. Sim, trabalhamos nas Trevas para a Luz, por opção nossa decidimos evoluir desta forma, opção nossa sim pois a todos nós foi dada a opção de escolha do trabalho a ser realizado. Como também poderíamos ter aceitado a opção de reencarnação, para evoluir através dela. Temos ciência também que a qualquer momento se decidirmos reencarnar, poderemos pedir isto para a Lei que irá direcionar o nosso pedido e verificar quando e como poderemos fazê-lo. Bem, para quem nunca usou este meio de comunicação já falei demais, mas um dia quem sabe possa vir e contar minha história que garanto não será as estórias que ouvem. Deixo o meu agradecimento a este cavalo que psicografa e só peço a todos que lerem esta mensagem que ao menos reflitam sobre o que aqui foi exposto, tentem estudar, ganhem conhecimento e lembrem-se que seja qual for o conhecimento que chegar até vocês ele deve passar pelo crivo da lei da razão, não se tornem radicais, pois nenhum conhecimento está totalmente contido em um só lugar, ele sempre é dado aos poucos e um vai completando o outro. Lembrem-se que a pior fé é a fé cega, a fé verdadeira é sempre baseada no amor. Agora eu me vou, uma gostosa gargalhada para quem quiser assim, e um forte abraço para quem quiser me conhecer. (Ditado por Maria Mulambo, psicografado por Luconi) * Independente da religião que cada um segue, (ou não)...achei o texto interessante.