• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Search the Community

Showing results for tags 'volitação'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • Apresentação
    • Apresentação
    • Regras do Fórum
  • Viagem Astral
    • Dúvidas sobre projeção astral
    • Dúvidas sobre informações gerais
    • Relatos Astrais
    • Chat Viagem Astral
    • Encontro Astral quinzenal dos Projetores.
    • Grupo de Estudos
    • Materiais Educativos do Saulo (em construção)
    • Materiais educativos de outros pesquisadores
    • Mensagens
  • Espiritualidade
    • Desabafos
    • Bom Humor Espiritualista
    • Espiritualismo geral
    • Vibrações e/ou Mentalizações
    • Vídeos / Dicas de Filmes / Áudios
    • Dicas de Livros
    • Bem Estar
  • Dúvidas sobre o GVA(fórum)
    • Dúvidas e Sugestões

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Found 3 results

  1. Eu acordei e estava no meu corpo. Estava deitada como costumo dormir, de barriga pra baixo. Senti meu corpo descolando, logo em seguida eu flutuei em direção a porta do meu quarto. A minha casa estava da mesma forma q no fisico, mas nao consigo lembrar com tanta nitidez, os detalhes. Passei pela sala, e pela cozinha, flutando, quando chego a porta de saida, ela estava fechada, decido atravessa-la, e ao ver meu corpo passando por ela, fechei os olhos pq fiquei com medo de ver. Quando chego ao outro lado da porta, vejo a minha varanda, exatamente como é no real, estava dia, o sol brilhante, começo a notar meu corpo flutua praticamente arrastando no chão, ele parece pesado, eu forço para q meu corpo flutue mais alto, mas adiantava pouco meu esforço. Logo depois sinto uma forte pressão na minha cabeça, na parte de trás, e coloco a mão e sinto uma especie de cabo bem grosso conectado, imediatamente identifico sendo o cordão de prata, e assim as dores e pressão na cabeça se intesificam e me fazem pensar que alguém estava preste a me acordar, e pra não sentir um forte impacto na volta brusca para o corpo, eu decido voltar imediatamente pra minizar o impacto, e então eu penso em voltar pro meu corpo, inicio uma concentração pra voltar ao corpo e começo a sentir perdendo a consciência. Não lembro de mais nada! E não acordei no plano fisico. Continuei a dormir e Tive sonhos depois disso. Quando acordei, rememorei a projeção e os sonhos seguintes da projeção (sonhos comuns) Outro detalhe.. quando percebi q estava projetada antes mesmo de descolar do corpo, eu me vi, estava virada com a cabeça pra porta do meu quarto. Mas no real, eu estava dormindo na mesma posição porém com os pés pra porta do meu quarto. Como de costume diariamente. Nao entendi pq despertei no corpo no lado ao contrário do que no fisico. Queria entender o pq dessa "pontada na cabeça" era uma sensação ruim, de dor e que me atrapalhou na projeção e me fez decidir voltar para o corpo.
  2. Olá Viajantes! Hoje tive uma projeção um tanto quanto diferente do meu padrão. Adormeci pensando em como eu dificilmente consigo volitar da maneira como leio em outros relatos e acho que isso deve ter ativado uma "solicitação" de treinamento. Não fiz grandes coisas em termos de técnicas pois tive um domingo corrido, com direito a bate e volta a uma cidade razoavelmente próxima, e estava muito cansado. Fiz um pouco de OLVE e apaguei. Quando me dei conta, estava numa espécie de mesa redonda com uns 4 seres (prefiro não descrevê-los) que estavam tentando aumentar o meu grau de lucidez. Lembrei na hora de uma conversa que tive aqui no fórum e comentei que tinham me falado que se eu fizesse a posição de lótus conseguiria volitar. Percebi que estava numa espécie de curso para me desenvolver nessa movimentação. Perda na rememoração. Estou de pé numa sala vazia e ouço alguém me chamar como se fosse no quarto andar. Penso na posição da pessoa e começo a tentar volitar mas não consigo. Faço a posição de lótus já visualizando como se estivesse a 1 metro do chão e consigo me manter. Chamam novamente e começo a subir atravessando os pisos dos andares. Passo por apartamentos, vejo tubulações e cabos, até que chego no quarto andar. Tem uma moça de cabelo preto me esperando e pergunta se senti alguma dificuldade. Respondo que não e ela disse que eu preciso acreditar mais para poder gerar deslocamento. Perda na rememoração. Estou novamente falando com os seres na mesa redonda e noto um padrão diferente na textura da pele deles e aquilo (não sei como nem porque) gera uma perda na sintonia. Sinto que passo por uma área muito gelada antes de chegar no físico. Acordo super bem e relaxado. Paz a todos!
  3. Mais uma vez tinha acabado de voltar para a cama após esvaziar a bexiga, deitei de decúbito dorsal, fiz breve oração, pedido para os guias me protegerem e ao mesmo tempo agradecer pela proteção e saúde, de forma que meu espírito pudesse entrar em estado de segurança e equilíbrio. Após cerca de mais de 30 minutos em meditação, respiração observada, resolvi deitar de lado, praticamente desistindo de fazer viagem astral. Foi quando senti uma forte presença de pessoa se movimentando dentro do quarto. Percebi como se aproximou da cama, inclusive o som de suas roupas eu ouvi, foi quando meu espírito estava de certo modo percebendo que estava deitado, mas com a visão da matéria grosseira fina, ou seja do astral aberta, então pude perceber um senhor de uns 40 ou 50 anos mal vestido, nervoso, entrando e saindo do quarto, quando procurava se concentrar em meu corpo minha visão desaparecia, quando deixava de se concentrar no corpo, mas sim na visão conseguia distinguir seu perfil. Foi quando comecei, em pensamento a conversar com ele: Hei, o que está fazendo aqui? O que procura? Foi quando ele respondeu, meio nervoso, como se apresentava: - não era para você estar me vendo! Pare com isso, intrometido!... Não, você está no meu quarto, quero saber....telepatizei - Se você não parar de me incomodar eu vou te dar uma lição! Ele disse Foi quando percebi instintivamente que tinha mais força que ele, e embora sentisse “preso”no corpo sentindo seu peso, consciência etc, sabia que conseguiria me defender, então respondi: - Pode vir! Estou te esperando!... quando ele se aproximou, pude ver seu braço levantado para me dar uma pancada e rapidamente, como em um raio, senti que meu braço astral se levantou e defendi com um tapa em seu braço, então ele se espantou e saiu do quarto resmungando e fazendo imprecações... Logo mais minha consciência despertou em um círculo de pessoas conhecidas, queridas, que não pude identificar de pronto..no grupo, desafiei a todos: Quero ver aqui quem consegue voar! Então um garoto se destacou no grupo e dei muita risada com a cena: ele voou na altura de um metro aproximadamente, por um espaço de 3 metros, logo após caiu e rolou na grama, parecíamos estar em um jardim...ri muito, estava num ambiente extremamente gostoso, quente e aconchegante, amistoso... Logo disse para ele, venha cá, você precisa se concentrar melhor em suas energias, foi onde peguei visualizei uma caixa e ela surgiu na minha mão. Disse coloque a mão aqui, depois disso, comecei a passar as duas mãos sobre a caixa e delas começou a sair uma energia, como uma fumaça azul que envolveu toda a caixa... Lembro de mais um garoto se aproximando todo alvoroçado dizendo que também queria fazer....repudiei o mesmo dizendo que logo seria a sua vez... Logo minha consciência acordou olhando para o céu. Senti que tinha uma ligação especial com elas, como se fosse muito familiar olhar para o céu e ver as estrelas... Lembrei que haviam outras consciências lá, e ao me concentrar pouco mais, percebi certas luzes, do tamanho das próprias estrelas as quais se movimentavam em conjunto, algo me disse que não era a primeira vez que via esta cena, parece que tinha visto antes e percebi que somente uma visão refinada, vista pelo olho mais fino da alma pudesse perceber aquelas luzes no céu.. mais postagens: http://relatosdeprojecaoastral.blogspot.com.br/