• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Sign in to follow this  
lucasnumber126

o que acontece depois que evoluimos ao maximo

Recommended Posts

R: Eu acredito que pode ter um enorme grupo espiritual trabalhando na evolução da Terra, mas não uma unica consciencia.

Concordo, só que a fonte dessa ideia partilha de uma ideia semelhante a sua.

Rezam as tradições do mundo espiritual que na direção de todos os fenômenos, do nosso sistema, existe uma Comunidade de Espíritos Puros e Eleitos pelo Senhor Supremo do Universo, em cujas mãos se conservam as rédeas diretoras da vida de todas as coletividades planetárias.

Essa Comunidade de seres angélicos e perfeitos, da qual é Jesus um dos membros divinos, ao que nos foi dado saber, apenas já se reuniu, nas proximidades da Terra, para a solução de problemas decisivos da organização e da direção do nosso planeta, por duas vezes no curso dos milênios conhecidos.

Fonte: "A Caminho da Luz" (Cap. I - Gênese Planetária), psicografado por Chico Xavier, ditado pelo espírito Emmanuel.

Logo fica claro que não é afirmado que somente Jesus está nesta tarefa. O problema é que por questão de afinidade por sua figura o pessoal fica só com essa informação.

Mas fica patente que o autor original dessa ideia nos mostra um grupo de espíritos que gerenciam o planeta, o problema é que o foco caiu sobre Jesus (fica bem claro que foi por motivo religioso pois o próprio espirito que ditou a obra em encarnações anteriores foi membro da igreja católica, mas nem por isso a mensagem perde seu valor) e o resto do grupo caiu no esquecimento.

Há, e só para não ficar impressão de que eu não goste de Jesus, eu quero fala que toda noite (e de vez em quando de dia), depois dos trabalhos bionergéticos, eu sempre faço a oração que ele deixou pra nós (pai nosso), e de vez em quando do uma lida na Biblia também :D

Relaxa companheiro, não quis te "cristificar", apenas salientei outro aspecto da figura de Jesus em contrapartida do aspecto dele ser apenas médium.

Sinceramente pouco importa a crença ou quem nós adotamos como exemplos para mudança íntima.

Avatares do bem há muitos, Jesus não foi o único.

Mas é o que mais foi fixado no Ocidente por questões históricas, políticas e etc.

Abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá...

Olha teve algumas pessoas que falaram de Jesus, e do universo.

Então sim Jesus não é tão evoluído assim, claro que estou falando olhando todos o universo, mas para nós ele é a materialização do amor na terra, o amor de Deus, e amigo antes de falar de Jesus e do que ele falou estude muito ele era um dos únicos que não falavam do inferno, como nos conhecemos, ele falava de alguma punições sim, o que acontece é que o ser humano é tão jovem e simples que ele teve que usar as coisas que ele conhecia, algum de você pode me disser o que é o umbral?? Não seria um inferno? E acima de tudo ele falava sim de inferno, mas falava que TODOS que pedissem ao Pai ele atenderia, TODOS, tem uma parte na bíblia que ele fala: "Batei e lhe será aberto, Chamai e sereis ouvidos, pedíeis e lhe será realizado" não me lembro se era exatamente desta forma, eu falo porque estudei muito Jesus, eu quase fui ateu, mas ai eu pensei: "Vou estudar Jesus e ver o que ele realmente fala", hoje eu sou uma das 100 únicas pessoas que lêem em aramaico antigo que era a língua utilizada por Jesus. Ele falava que era filho do Pai, porque se você não sabe está escrito nas profecias que seria o filho do pai que viria, o filho primogênito, por isso ele fala que é o filho do Pai, o que não esta errado já que ele é o primeiro espírito da terra não só aquele que governa mas sim foi o primeira a vir a terra. Amigo não tem noção dos trabalhos celestes, governar um planeta é o começo.(não tirando o mérito de Jesus e de outros espíritos que governam planetas, mas pelo seu grau de evolução isto é o começo, e você vão entender o porque).

A evolução não para porque não existe apenas um único universo e quando nós evoluímos o suficiente nós saímos deste universo assim como quando um espírito está evoluído acima da energia do planeta ele vai para outro, você pode ir para um universo mais avançado para aprender coisas que não temos nem ciência do que (É como pensar em Deus, que Ele é, de onde veio, você pode ficar louco, é o mesmo caso aqui, são coisas alem da nossa compreensão), ou ir para um menos evoluído para ajudar.

Espero ter ajudado, desculpa quaisquer coisas, precisando é só perguntar.

PS:Não a como você provar isso, se você quer prova é porque você não acredita, não tem Fé.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara, eu acho isso um absurdo, pois uma consciencia tomar conta conta de um planeta!!! E tambem, ao meu ver Jesus nem era tão evoluido assim, ele só era um medium (as pessoas que ficam o endeusando), e ainda se dizia o filho legitimo de Deus, e quem não o segui-se, iria queimar no fogo eterno. Não estou dizendo que Jesus não presta, pois o seu legado ajudou muita gente e ainda ajuda.

E só para acabar, onde você viu essa informação?

E como pode garantir?

Não posso garantir nada, Emerson. Você também não pode. Ninguém pode. Tudo o que temos são explicações diferentes de acordo com cada religião/doutrina. É um direito seu achar "um absurdo". Eu, como espírita, acredito. É a doutrina que sigo. O Livro dos Espíritos diz que Jesus foi o espírito mais perfeito que já encarnou na Terra, e a Codificação Espírita diz que Jesus veio para dar o exemplo de como se deve agir para buscar o aperfeiçoamento espiritual.

Sobre isso que você postou, é bom lembrar que Jesus nunca se disse Deus e nem disse que quem o seguisse ia "queimar no fogo do inferno", ele sempre se colocou como exemplo, e disse "vocês podem fazer tudo o que eu faço, e muito mais".

Enfim, achar "um absurdo" é direito seu. Crenças são crenças. Eu acredito na Doutrina Espírita e você a acha absurda.

Concordamos em discordar, certo?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concordo, só que a fonte dessa ideia partilha de uma ideia semelhante a sua.

Rezam as tradições do mundo espiritual que na direção de todos os fenômenos, do nosso sistema, existe uma Comunidade de Espíritos Puros e Eleitos pelo Senhor Supremo do Universo, em cujas mãos se conservam as rédeas diretoras da vida de todas as coletividades planetárias.

Essa Comunidade de seres angélicos e perfeitos, da qual é Jesus um dos membros divinos, ao que nos foi dado saber, apenas já se reuniu, nas proximidades da Terra, para a solução de problemas decisivos da organização e da direção do nosso planeta, por duas vezes no curso dos milênios conhecidos.

Fonte: "A Caminho da Luz" (Cap. I - Gênese Planetária), psicografado por Chico Xavier, ditado pelo espírito Emmanuel.

Logo fica claro que não é afirmado que somente Jesus está nesta tarefa. O problema é que por questão de afinidade por sua figura o pessoal fica só com essa informação.

Mas fica patente que o autor original dessa ideia nos mostra um grupo de espíritos que gerenciam o planeta, o problema é que o foco caiu sobre Jesus (fica bem claro que foi por motivo religioso pois o próprio espirito que ditou a obra em encarnações anteriores foi membro da igreja católica, mas nem por isso a mensagem perde seu valor) e o resto do grupo caiu no esquecimento.

André, esse trecho que você colou fala que há um grupo de seres angélicos e perfeitos que são responsáveis pelo comando do Universo, não da Terra. Segundo as informações trazidas por Emmanuel o responsável pela Terra é Jesus, o que não significa que ele faça tudo sozinho, obviamente. Essa é, sim, a visão espírita dentro do grupo que aceita as obras psicografadas por Chico Xavier como complementação da codificação.

Os chamados espíritas "ortodoxos", ao contrário, não acreditam nisso. São um grupo minoritário, mas que merece todo o respeito, obviamente.

E nós só vamos mesmo saber disso quando morrermos, pode ser que a Doutrina Espírita esteja toda errada, pode ser que não haja nenhuma religião correta. Pode ser que não haja espírito e que simplesmente apagamos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Essa Comunidade de seres angélicos e perfeitos, da qual é Jesus um dos membros divinos, ao que nos foi dado saber, apenas já se reuniu, nas proximidades da Terra, para a solução de problemas decisivos da organização e da direção do nosso planeta, por duas vezes no curso dos milênios conhecidos.

Alisson, realmente aqui deixa claro que esse grupo trabalha em nosso planeta também, e deixa claro que eles não ficam circundando nosso planeta o tempo todo.

Realmente os ortodoxos só tem Allan Kardec como verdade suprema.

Não me incluo nesse grupo, por não ser espírita e porque na própria codificação diz que a revelação espírita é dos espíritos e não de Kardec.

Kardec apenas compilou e codificou as mensagens que entraram em consenso entre si, o que nos dá uma base mais racional da mensagem dos espíritos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Exatamente, André. O responsável é Jesus, e duas vezes ao longo dos milênios conhecidos, toda a comunidade angélica que toma conta do universo se reuniu nas proximidades de nosso planeta para resolver assuntos concernentes a esse orbe.

Segundo consta, uma dessas duas vezes foi para tratar da encarnação de Jesus na Terra, pois trazer para o plano físico um ser da envergadura espiritual de Jesus era algo que devia ser meticulosamente planejado. Há relatos (embora eu não conheça a fonte) que dizem que esse planejamento e preparação durou por volta de 2 mil anos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Apesar de eu não ser espírita eu partilho muito da visão de Kardec e de alguns espíritas(só alguns 8-) ) também.

Há relatos (embora eu não conheça a fonte) que dizem que esse planejamento e preparação durou por volta de 2 mil anos.

A fonte dessa informação Alisson, se eu não me engano provém de Ramatis, no livro "O Sublime Peregrino". Ele diz que Jesus demorou 2000 anos para a "descida vibratória", pois ele habitava um corpo muito sutil e precisa se utilizar dos fluidos de nosso planeta para poder moldar seu perispírito, para enfim encarnar aqui.

Em "O Livro dos Espíritos" é dito que os espíritos se utilizam dos fluidos do planeta em que encarnarão para moldar seu perispírito conforme o ambiente para que haja uma afinidade da matéria do perispírito e da matéria do "corpo carnal".

Creio que seja isso a que você se referiu.

Abraços.

Share this post


Link to post
Share on other sites
André, esse trecho que você colou fala que há um grupo de seres angélicos e perfeitos que são responsáveis pelo comando do Universo, não da Terra. Segundo as informações trazidas por Emmanuel o responsável pela Terra é Jesus, o que não significa que ele faça tudo sozinho, obviamente. Essa é, sim, a visão espírita dentro do grupo que aceita as obras psicografadas por Chico Xavier como complementação da codificação.

Na minha opinião não é Jesus, a personalidade, mas sim, Jesus a consciência Crística, entende? Porque assim como o Budda e outros mestres iluminados que passaram por aqui estão ligados a um nivel de consciência superior, logo, a personalidade não se faz mais necessária. Então ao meu ver o que Emmanuel quis dizer com Jesus ser o responsável da Terra seria a consciência dele e de outros Iluminados ( muito anônimos, que nem sequer encarnaram, mas que utilizam o nome Jesus para trabalhar)

que estão por ai, em muitos planos da existência.

Enfim, é a minha opinião... :mrgreen:

Share this post


Link to post
Share on other sites
O Espiritismo afirma ser Jesus um modelo, no sentido moral, para a humanidade.

Quanto ao fato de ele se dizer filho legítimo e dizer que quem não o seguisse iria ao inferno bem sabemos que os evangelhos foram escritos décadas depois da morte de Jesus. Logo como um escritor (somente 2 dos evangelistas conheceu Jesus) poderia ser fiel a ideia e transcrever diálogos fidedignamente após décadas do ocorrido fato?

Sem falar que o produto dos escritos passou por diversas traduções e alterações.

Seria incoerente uma consciência daquela natureza moral dizer absurdos.

Apesar de atribuir absurdos podemos ver que unanimidade em passagens que revelam lições de grande moral.

Mas apesar de endeusamentos a sua figura não quer dizer que ele seja melhor que todo mundo.

Só podemos mensurar aquilo que é mensurável. Não há como descrever Cristo como um ser perfeito e todo blá blá blá, se ele apoiou o uso da espada, escravidão, condenava os que não era filhos de israel etc. Não vou negar que na Bíblia existem boas mensagens, CLARO QUE EXISTE, mas também existem as ruins, péssimas, abomináveis e impraticáveis. Por outro lado, temos em diversos outros locais de outras divindades as mesmas mensagens bonitas. Não estou questionando ou ponto em jogo a credibilidade, pelo contrário. Estou dando a REAL credibilidade pelos únicos documentos existentes da sua existência. A BÍBLIA.

Não tenho conhecimento de outras publicações (talvez o Corão que cita um messias (Jesus de Nazaré).. Fora isso, não há nada que faça referência histórica ao CRISTO (psicografia não vale). E devemos ser realistas nesse aspecto, não ficar vislumbrando a eterna bondade, amor crístico etc. Sendo que NA REALIDADE, de acordo com a única referência, não remete a uma divindade 100% amor, 100% paz, 100% misericórdia. Tirando o evangelho de João (claramente modificado para fins políticos e ascensão do Cristo da fé), os outros evangelhos mostram apenas um homem, Jesus de Nazaré, que possuía muitas qualidades, defeitos, pregava o bem a maior parte do tempo, mas também pregava o mal e a xenofobia (conceito de filhos de Israel). De acordo com as evidências e interpretações, era ectoplasta e utilizava seus apóstolos (vários mediuns também) como apoios nas materializações (que também não eram shows pirotécnicos como a bíblia se faz interpretar).

Agora, devido a uma série de mitologias e manipulações (evangelho de João), afirma-se que Cristo é o governador da Terra? Como alguém que ensina a educar e bater nos escravos, ensina o "amai-vos uns aos outros como eu vos amei, desde que seja um filho de Israel, se não, inferno" e "quem não está comigo está contra mim", pode ter capacidade de governar um planeta? Que espécie de governo será esse? Pensando bem, estamos num planeta assim.. dividido e cheio de preconceitos e racismo.. Até faz jus mesmo. "Cada povo tem o governo que merece". Alfinetadas à parte.

Não estou criticando ou jogando lama na fé de ninguém, mas se analisarmos criticamente o que temos de material histórico, é incoerente o status de "ser perfeito", "governador da Terra", "filho de Deus", "modelo de evolução". Concordo plenamente que existem exemplos que ele deu que devem ser seguidos, mas uma boa parte não. Assim como outras divindades com seus prós e contras.

@off

Da mesma forma os relatos religiosos de "encontrei com Cristo", "Deus falou comigo", etc.. São o que chamamos de engano parapsiquico, ou seja, atribuir a terceiros capacidades parapsíquicas inerentes ao ser humano. Ao pedir para as pessoas descreverem, elas descrevem o EV, sinaléticas, exteriorização ou absorção.. Clarividência, clariaudiência etc.. Todos fenômenos passiveis de explicação e desenvolvimento. Não é nenhuma divindade e não é sua "prova" de que certa divindade existe e falou com você.

Share this post


Link to post
Share on other sites

pseudo-pseudal, há diferenças patentes entre o Novo Testamento e o Velho Testamento.

O Velho Testamento apresenta um "Deus" vingativo, irado, injusto, etc.

Em O Novo Testamento "Deus" é visto sobre outro aspecto.

Ele é visto como um pai amoroso, que quero o bem de seus filhos, que não retém mágoas, etc.

Logo, a Bíblia é um livro contraditório em si.

A Bíblia é a união de vários livros.

Os espíritas, por exemplo, se apegam mais ao Novo Testamento, o qual apresenta menos incoerências do ponto de vista teológico.

Jesus só aparece no Novo Testamento.

Sua breve citação no Velho Testamento apenas especula de sua vinda, mas não é objetiva para análise.

O Novo Testamento não é uma continuação do Velho Testamento.

Mas sim um livro a parte.

Portanto analisar Jesus e sua proposta com livros que somente contradiz sua proposta é inseri-lo em erros do qual ele, em suas palavras, se desvinculou.

Pelos seus argumentos do "conceito de filhos de Israel" não há como Jesus ser xenofóbico ou ser contra os judeus pois está comprovado segundo registros históricos que ele era judeu.

Se você quer analisar Jesus por suas palavras estude o aramaico.

Verá que era um língua muito pobre.

Uma mesma palavra equivalia por muitos significados.

Sem falar que fica patente em muitos casos sua preferência por linguagem alegórica.

Estudar um livro antigo, escrito em uma língua hoje morta, ao pé da letra é cair em um abismo de má interpretações.

Não isento Jesus de defeitos.

Atribuí-se a ele, nos evangelhos, diálogos em que ele mesmo deixa claro que ele não era uma figura mitológica provida de santidade.

Abraços.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Só citei o velho testamento na parte dos filhos de israel (filhos do teu povo, "próximo").

Concordo que o novo não é continuação do velho, no entanto, vários valores morais foram pegos de lá, inclusive o mandamento que os Cristãos se gabam "Amai ao próximo como a ti mesmo". Se você olhar em Levítico 19:18, verá o mesmo mandamento que Cristo prega.

Só que aí que começa o problema dos Filhos de Israel. Quando, tanto nos 10 mandamentos quanto nesse de amar ao próximo, refere-se aos filhos do teu povo, igualmente o próximo. Não é o próximo em sentido genérico como a maioria acredita. É próximo no sentido de próximo mesmo apenas da comunidades que acreditavam em Javé. O que exclui todas as que não acreditadas (não tidas como filhos de israel).

Não há como desatrelar o novo do velho por mais que eles tenham divergências e incoerências.

A xenofobia foi inserida como "racismo" contra povos alheios. Quer um exemplo claro? Os Fariseus. Cristo condenou-os ao inferno. Cadê o amor incondicional e sem mágoas desse deus?

Atribuí-se a ele, nos evangelhos, diálogos em que ele mesmo deixa claro que ele não era uma figura mitológica provida de santidade.

É, nesses mesmos evangelhos, em João, afirma-se outra coisa, rs. O capítulo 14 está infestado dessas auto-afirmações.

Só pra exemplificar:

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

Eu não imagino ninguém COMUM sendo o caminho, a verdade e a vida. Não fica clara a figura mitológica que ele se auto-intitula?

Mas como é evangelho de João... Darei um desconto, rs.

Também não sei se ficou claro sobre a escravidão. No evangelho de Lucas (novo testamento) fica bem clara minhas afirmações.

Share this post


Link to post
Share on other sites
É, nesses mesmos evangelhos, em João, afirma-se outra coisa, rs. O capítulo 14 está infestado dessas auto-afirmações.

Só pra exemplificar:

João 14:6 escreveu:

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

Sempre achei essa afirmação de Jesus um pouco forte para alguém que é o exemplo para o mundo. Porem nunca vinculei essa opinião com os dados postados pelo pseudo-pseudal que são bastante coerentes. Nunca cheguei a pensar dessa forma.

Talvez seja tudo verdade o que todos colocaram, Jesus é o responsável pela terra, e tbm não é tão evoluído assim como pensamos, o que condiz com o nível de evolução de nosso planeta.

Dizem que cada um tem seu amparador conforme seu nível de evolução, não seria coerente dizer que cada planeta tem seu "responsável" conforme seu grau de evolução?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concordo em partes, pseudo-pseudal.

Pelos problemas que eu apresentei referentes a linguagem e tudo mais é um pouco difícil fazer uma análise integral.

Com o advento da antropologia e arqueologia podemos galgar um contexto histórico apenas, mas o contexto teológico carece de uma base de aprofundamento pois não temos um suporte mais analítico (se embasar em traduções e pseudo-traduções nos induz a caminho fechados as vezes.).

Meu conhecimento sobre o que está contido na Bíblia é limitado (e muito curto), então não vou prolongar.

Muito interessante os pontos que você apresentou.

Abraços.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá...

Amigos, mas temos que ver a época que Jesus falava o tipo de povo e todas as situações. Quando ele fala que ele é a verdade o caminho e a vida, ele não fala da pessoa Jesus e sim dos seus ensinamentos, ele falava de uma forma que aquele povo escutasse e aprendesse muitas das coisas que Le falou foi mesmo preciso para que o povo ouvisse, era como Moises o povo naquela época era extremamente rebelde e descontrolado, por isto a forma de falar mas ainda sim ele falava de uma forma amável, e ainda depois ele fala que rogara para que o pai envie o espírito da verdade para que os ensine e os lembre tudo que já afia sido ensinado.

Eu acho que Jesus é sim o governante junto com sua orda de espíritos ajudantes e que ele perto de nós é infinitamente mais evoluído.

Sem falar que pode ter vários erros de interpretação da bíblia.

Mas acho que ele é bom, amoroso e justo.

Espero ter contribuído com minha opinião e desculpa qualquer coisa amigos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Olá...

Amigos, mas temos que ver a época que Jesus falava o tipo de povo e todas as situações. Quando ele fala que ele é a verdade o caminho e a vida, ele não fala da pessoa Jesus e sim dos seus ensinamentos, ele falava de uma forma que aquele povo escutasse e aprendesse muitas das coisas que ele falou

Corretíssimo.

Utilizando argumentos lógico-temporais:

Naquele tempo, falava-se muito em parábolas, metáforas. Do mesmo modo que há diversas parábolas, muitos segmentos advertem-nos: não leve o Evangelho ao pé da letra, pois que naquela época isso não funcionava assim.

Se hoje, 2000 anos depois, muitos precisam de um referencial/ideal para mudar, porque naquele tempo seria diferente? Parece prepotência o que ele dizia (sou o caminho, a verdade), mas era mais uma questão referenciativa, uma necessidade ideal/materialística daquele tempo.

Um dos princípios do Evangelho é: "Eu não vim destruir a lei.". Pois bem, muitas coisas Jesus não pode mudar nem pregar porque sua missão não chegaria nem perto de ser cumprida. Acha mesmo que se ele mandasse soltar os escravos e parar de pagar os impostos ele teria chegado onde chegou? Teria sido liquidado muito antes, e falharia. Acredito eu que se ele tivesse sido tão extremado, todos iriam contra ele, e seria uma falha total.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ao se dizer "o caminho, a verdade e a vida" Jesus se colocou como modelo e não como Deus. Até porque ele mesmo se referia "ao Pai", como em "ninguém vai ao Pai senão por mim". Jesus veio para dar o exemplo, ele é "o caminho" na medida em que em se seguindo seus ensinamentos e seus exemplos, todos nós podemos nos aproximar mais de Deus.

Efetivamente partilho da visão espírita, de que Jesus foi, sim, o espírito mais evoluído a ter descido no planeta, que ele é o responsável direto pela Terra e que seus ensinamentos são o caminho para a evolução espiritual. E, como ele mesmo disse, todos nós podemos chegar ao nível de evolução espiritual que ele tem.

Mas, como disse o André, tudo isso que estamos dizendo aqui são apenas crenças. Nenhum de nós é capaz de provar nada, rs.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.

Em outras palavras, não há interpretações e interpretações. A Bíblia é de uma única palavra, portanto, deve ser lida, compreendida, analisada e INTERPRETADA de forma literal.

Qualquer outra forma é inválida.

:D

Share this post


Link to post
Share on other sites

É impossível interpretar parábolas de forma literal, pois são estórias recheadas de simbologias e imagens alegóricas. E Jesus passou seus ensinamentos basicamente através de parábolas.

A Bíblia dá, sim, margem a várias interpretações. Isso é inegável.

Share this post


Link to post
Share on other sites

pseudo-pseudal, analisando a passagem que você nos trouxe ela não diz que devemos analisá-la em sentido literal.

Concordo que quando você passa uma mensagem é com 1 objetivo e não para ser interpretada das mais variadas formas.

Mas como entender uma mensagem sem tentar decodificá-la?

O próprio Paulo de Tarso (não me pergunte em que passagem porque eu estou com preguiça de pegar o Novo Testamento para lhe dizer 8-) ) dizia: "A letra mata, o espírito vivifica".

Fica aí bem exposto que devemos analisar o fundo e não a forma.

Ao analisar a forma nos induzimos a 1000 interpretações.

Agora quando analisamos o fundo de uma mensagem conseguimos abstrair sua proposta.

Assim penso eu.

Share this post


Link to post
Share on other sites
É impossível interpretar parábolas de forma literal, pois são estórias recheadas de simbologias e imagens alegóricas. E Jesus passou seus ensinamentos basicamente através de parábolas.

A Bíblia dá, sim, margem a várias interpretações. Isso é inegável.

Muito bom.

Fazer uma interpretação literal (sem contradições) e interpretar ao pé da letra (com as parábolas) são duas coisas bem diferentes.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá...

Desculpa, mas em questão de interpretar, acho que vocês esqueceram uma pequenina coisa, cada pessoa está em um degrau da evolução, nem todos entendem uma palavra da mesma forma, por isto NÂO PODEMOS JULGAR a crença de outro, porque já fomos pequeninos como eles e talvez já tivemos as mesmas crenças que eles, mas agora vendo mais evoluídos tenhamos paciência e amor a eles.

Eu tenho a bíblia como um farol que está longe, e que cada um de nós está mais perto ou mais longe, todos especulam o que é mais ninguém sabe o que é. Eu acho que essa é a visão que devemos ter que por mais certa que nossa interpretação possa estar ainda sim podemos estar enganados, assim como aquele que nós julgávamos menos evoluídos.

Espero ter ajudado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara, eu acho isso um absurdo, pois uma consciencia tomar conta conta de um planeta!!! E tambem, ao meu ver Jesus nem era tão evoluido assim, ele só era um medium (as pessoas que ficam o endeusando), e ainda se dizia o filho legitimo de Deus, e quem não o segui-se, iria queimar no fogo eterno. Não estou dizendo que Jesus não presta, pois o seu legado ajudou muita gente e ainda ajuda.

E só para acabar, onde você viu essa informação?

E como pode garantir?

Não posso garantir nada, Emerson. Você também não pode. Ninguém pode. Tudo o que temos são explicações diferentes de acordo com cada religião/doutrina. É um direito seu achar "um absurdo". Eu, como espírita, acredito. É a doutrina que sigo. O Livro dos Espíritos diz que Jesus foi o espírito mais perfeito que já encarnou na Terra, e a Codificação Espírita diz que Jesus veio para dar o exemplo de como se deve agir para buscar o aperfeiçoamento espiritual.

Sobre isso que você postou, é bom lembrar que Jesus nunca se disse Deus e nem disse que quem o seguisse ia "queimar no fogo do inferno", ele sempre se colocou como exemplo, e disse "vocês podem fazer tudo o que eu faço, e muito mais".

Enfim, achar "um absurdo" é direito seu. Crenças são crenças. Eu acredito na Doutrina Espírita e você a acha absurda.

Concordamos em discordar, certo?

R: Sabe porque a Doutrina Espírita, coloca Jesus como "o espírito mais perfeito que já encarnou na Terra", os espiritos que trabalhavam com Allan Kardec, só falaram isso para embarcar o espiritismo, pois naquela epoca a religião predominante era o cristianismo, e também ele não teve muito tempo para fazer isso (uns 13 anos). E tambem foi as pessoas que criaram o espiritismo das obras basicas, pois espiritismo é estudar espiritos, entao conscienciologia, umbanda, viagem astral, ocultismo, entre outros movimentos, são tudo espiritismo. E tambem acho que tem que ver o mesma situação por diversos angulos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
R: Sabe porque a Doutrina Espírita, coloca Jesus como "o espírito mais perfeito que já encarnou na Terra", os espiritos que trabalhavam com Allan Kardec, só falaram isso para embarcar o espiritismo, pois naquela epoca a religião predominante era o cristianismo, e também ele não teve muito tempo para fazer isso (uns 13 anos). E tambem foi as pessoas que criaram o espiritismo das obras basicas, pois espiritismo é estudar espiritos, entao conscienciologia, umbanda, viagem astral, ocultismo, entre outros movimentos, são tudo espiritismo. E tambem acho que tem que ver o mesma situação por diversos angulos.

Emerson, analisemos os fatos.

NOs livros de Allan Kardec não há a afirmação de Jesus ser o espírito mais superior que já encarnou na Terra.

Lá apenas é dito que quando perguntado sobre um modelo para nós disseram que Jesus seria um modelo. Mas não afirmaram ser ele o mais perfeito.

Espiritismo foi um termo criado para designar 1 doutrina.

Se você tiver um tempo e óbvio quiser saber mesmo o que há por trás disso leia a introdução de "O Livro dos Espíritos".

Lá Allan Kardec criou o termo "Espiritismo" para justamente não confundir suas ideias com o "Espiritualismo".

Tudo o que você disse que é "Espiritismo" não o é.

É "Espiritualismo".

Recomendo que para criticar uma ideia parta da fonte da origem da ideia.

O "Espiritismo" não é só estudar espíritos. Essa é uma análise superficial.

O Espiritismo se constitui por um conceito próprio das coisas.

O Espiritismo tem como base as 5 obras básicas de Allan Kardec.

Criticar ou analisar o Espiritismo sem se dar o trabalho de ler essas obras é o mesmo falar das propriedades da água sem conhecer a Química.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this