Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Compaixão é egoismo?


Recommended Posts

Eu não costumo falar muito porém vou tentar explicar minha dúvida, caso não tenha me compreeendido pergunte.

Muitos "Espiritos", podem achar estar fazendo algo bom usando da compaixão e da caridade (

), porém tal ato é levado apenas pelo egoismo (seria egoismo ruim então), acabamos certas vezes a ajudar pessoas para inflar aquele orgulho de estarmos fazendo algo digno, sentirmos superior a pessoa ao ajuda-la, esperar algum presente futuro ou fugir de algum castigo.
Link to comment
Share on other sites

":112odljy]Eu não costumo falar muito porém vou tentar explicar minha dúvida, caso não tenha me compreeendido pergunte.

Muitos "Espiritos", podem achar estar fazendo algo bom usando da compaixão e da caridade (

), porém tal ato é levado apenas pelo egoismo (seria egoismo ruim então), acabamos certas vezes a ajudar pessoas para inflar aquele orgulho de estarmos fazendo algo digno, sentirmos superior a pessoa ao ajuda-la, esperar algum presente futuro ou fugir de algum castigo.

Olá como vai??

Assisti o vídeo que vc indicou!!!! Excelente por sinal!!! Eu simplesmente concordo com tudo o que ele disse. Na verdade eu pratico o que ele disse..

Mas...... Eu realmente não entendi sua pergunta!!!

Podeira por favor refazê-la????

Obrigado

Link to comment
Share on other sites

Erivelto, juro que não entendo alguns dos seus posts. Iguais a esse, onde você simplesmente cita o que alguém falou, sem nenhuma reposta, pelo menos aqui não aparece nada. :lol:

Meu amigo, eu mudo o link do youtube para poder ser visto direto no forum, so para facilitar a visualização, ao invés de so ter o link, não é bem melhor ter o video direto no post?

:DPAZ :D

É sim ;D

Brigado Erivelto, não tinha reparado nisso.

Abraço :hug

Link to comment
Share on other sites

Resumindo o que penso:

Existe egoísmo mascarado de compaixão...

Mas a compaixão em si nunca será egoísmo, pois compaixão é exatamente o oposto...é pensar no próximo, nos sentimentos do próximo, é sentir o próximo e desejar agir!

Para mim, a maioria dos atos de caridade de hoje em dia são...digamos...mais prejudiciais do que outra coisa. Além disso, a maioria é movida pelo desejo de "ser bonzinho" ou para barganhar com Deus...o que para mim, mata 90% do valor do ato.

Link to comment
Share on other sites

Qualquer tipo de individualização é Egoísmo, é impossível existir VOCÊ sem ego, não ter ego é transcender os três estados de sonho (vigilia, sonhos, sono profundos) e se tornar a quarta não classificada, "consciência", porque quando se transcende essas três etapas algo em você sempre ficará acordado, e você saberá que é aquilo porque quando dormir apenas o seu corpo dormirá.

só não há ego quando você 'sabe', que é a consciência, saber é vivenciar, muitos egos pensam que sabem porque conhecem.

enquanto não nos encontrarmos com nós mesmos, somos passado e futuro, quando nós tornamos consciência, teremos voltado a ser quem nós sempre fomos.

é como pular em um abismo infinito, e nos nos tornasemos o abismo.

A consciência é como um espaço, mesmo com nuvens passando e agente não podendo ve-lo ele sempre está lá, da mesma forma.

não existe mente pura, pois mente é sinônimo de confusão, enquanto agente não encontrar com nós mesmos somos as nossas mentes, somos passado e futuro, ainda nem existimos, não podemos fazer nada porque não estamos aqui, e se uma mente violenta tenta ser não-violenta, será não-violentamente violenta, e poderá até matar pela 'paz', não adianta mudar a periferia se não se altera o centro, enquanto etivermos na periferia seremos ilusão.

Como parar de se identificar com a ilusão? (mente) bom existem algumas ténicas que existiram muito antes de Buda, que tem como um propóxito fazer com que nos livremos de nossa mente.

http://www.4shared.com/office/E-NPb9Ip/ ... sh_-_.html

http://www.4shared.com/office/CyBAKV14/ ... dos_2.html

esses ai são os 2 primeiros livros, mas são 5, basta procura-los na internet, leia as ténicas, jogue com ela por pelo menos 3 dias, e se encontrar em alguma delas algo especial, que adicione algo na sua vida, pratique-a por 3 meses, com toda as suas força.

Link to comment
Share on other sites

eu tbm acho que tem muito egoismo disfarçado de caridade, mas eu não acho que isso seja mais prejudicial do que não fazer nada. muitas vezes a tentativa de superar o ego começa pela caridade, alem disso nós temos que pensar tbm que mesmo quando a caridade é egoista ela ainda ajuda quem está precisando e ainda da um bom exemplo contribuindo para a melhora das pessoas e da sociedade, então o efeito geral é positivo, não podemos ignorar isso.

é claro que eu estou falando de caridade com egoismo mas sem má intenção, por exemplo o caso dos politicos que fazem caridade com intenção de vencer as eleições para poder roubar o povo, esse caso não se aplica ao que eu disse.

temos que lembrar tbm que quem faz "caridade" recebe mais ajuda, faz mais amigos espirituais, e assim vai ser mais facil pra ela no futuro compreender o que é a verdadeira caridade.

ao meu ver um erro muito grave e muito comum que as pessoas cometem é querer julgar se a caridade e a compaixão do outro é egoista ou não, isso só atrapalha, se ver alguem ajudando, ajude tbm, ou no minimo deixe o cara ajudar os outro em paz, "muito ajuda quem não atrapalha".

Link to comment
Share on other sites

olha só que interessante, segundos depois de ter escrito esse post acima eu entrei em outro topico de uma mulher falando sobre suicidio, e o post dela me fez lembrar de um artigo que eu li uma vez e nem lembrava mais, falando sobre uma terapia para depressão baseada em caridade. eles estavam colocando as pessoas depressivas e que pensavam em suicidio para ajudar outras pessoas, e eles tiveram um otimo resultado, isso mostra que a caridade mesmo quando feito de modo egoista tem bons resultados não apenas sobre os que recebem a caridade mas tbm sobre os que a fazem.

vou procurar esse artigo se eu achar eu posto aqui.

Link to comment
Share on other sites

Se há egoísmo não há caridade.

O ato, mesmo que supostamente benigno, se for revestido, por trás dele, de orgulho, tal fato resultará em um fato futuro que apenas fará decair a suposta caridade: a pessoa pedirá contas do que fez depois, ficará nervosa por ninguém a ter cumprimentado pelo ato, reclamará no futuro por ter feito o ato...

Mesmo que possa produzir bons efeitos o ato, se este estiver revestido de pouco orgulho, terá seu efeito MORAL quase todo nulificado. No futuro, aquele bem que a pessoa fez voltará para ela, mas em uma escala muito menor.

Diferença sublime há entre aquele que "dá dinheiro aos pobres" e outro que se doa, mesmo que por um segundo, de forma desinteressada, para a melhora e abrandamento das dores de outra pessoa. Quem recebe se sente renovado, e busca com o que recebeu praticar o bem, porque o ato estava revestido dele. Quem dá pode não perceber, mas receberá o que der em uma potência aumentada.

Dar dinheiro pra quem precisa resolve tudo? Na verdade, não resolve quase nada.

Fazer caridade resolve tudo? Resolve. Caridade é buscar trabalhar para o próximo se influenciar por boas energias e pensamentos. Caridade é o profissional fazer direito seu trabalho e agir com probidade, pois sabe que há pessoas que dependem da sua obra. Caridade é dar amor aos que necessitam, seja do outro lado da cidade, seja em outro cômodo da casa. Caridade nasce de baixo mas, se efetivamente aplicada, atinge a esfera governamental e o mundo se altera para o amor.

Não! Não há egoísmo quando se fala de caridade. Esta virtude, santa quando bem compreendida, é incompatível com a cultura do "eu", mas está de mãos dadas com o amor.

Caridade... quando for bem aplicada, sociedade e fraternidade serão sinônimos, e benditos daqueles que a praticarem, porque "deles é o reino dos Céus".

Link to comment
Share on other sites

Olá amigos,

O vídeo não conceitua o que o autor entende por caridade.

Na minha opinião o autor do vídeo confundiu CARIDADE COM ESMOLA.

ESMOLA é sim assitencialismo, não resolve os problemas sociais e estimula a ociosidade.

Muitas obras de caridade preenchem lacunas e deficiências pela falta de investimentos e políticas públicas adequadas.

Também sou contra a esmola,contra o assistencialismo interesseiro e contra a acomodação dos ociosos.

Eu tenho um conceito bem diferente de caridade, mais amplo, como o Elopes indicou no último post.

Por exemplo, ter uma vida reta, honesta e com ética já é uma grande obra de caridade nos nossos dias.

Caridade não é esmola, mas sim a promoção da pessoa humana com dignidade, com a elevação de sua condição de vida pelo trabalho e crescimento dos indivíduos com justiça e merecimento.

Existem muitas obras sociais que fazem caridade e promovem a pressoa humana, na forma como propõe o nosso amigo do vídeo aí da internet.

Abraços.

;):);)

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...