• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Recommended Posts

oi pessoal, queria saber um coisa existe possibilidade de uma pessoa ser medium mais nao naascer com esse dom, ja pesquisei e falou q tem.a, mais nao tem falando oque fazer para ser um.entao se vcs pudesem me ajuda eu agradeço.

quero ser um medium :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

É preciso ter 2 metros pra jogar volei ou ser goleiro ? não precisa,mas tambem não da pra ter 1,30 e querer ter o mesmo desempenho que alguem que tem 2 metros.Porem se uma pessoa tiver uma boa tecnica,talvez ele pode até se equiparar em desempenho mesmo tendo uma altura menor ou tendo uma função que exija menos altura.

Essa é a resposta biologica.

A resposta pessoal eu diria que,antes de se preocupar em compreender o mundo que voce não pode ver,primeiro se preocupe com o mundo que está agora em sua frente. É a resposta que eu diria pra qualquer um,se voce acha que seus motivos são validos,vá em frente e se concentre no mundo invisivel.

Share this post


Link to post
Share on other sites
É preciso ter 2 metros pra jogar volei ou ser goleiro ? não precisa,mas tambem não da pra ter 1,30 e querer ter o mesmo desempenho que alguem que tem 2 metros.Porem se uma pessoa tiver uma boa tecnica,talvez ele pode até se equiparar em desempenho mesmo tendo uma altura menor ou tendo uma função que exija menos altura.

Essa é a resposta biologica.

A resposta pessoal eu diria que,antes de se preocupar em compreender o mundo que voce não pode ver,primeiro se preocupe com o mundo que está agora em sua frente. É a resposta que eu diria pra qualquer um,se voce acha que seus motivos são validos,vá em frente e se concentre no mundo invisivel.

A melhor Resposta >D

Share this post


Link to post
Share on other sites

Por mais que pareça, a mediunidade não é um presente dado a pessoas merecedoras. Mediunidade é para quem precisa, uma ferramenta de acelerar a prestação de suas dívidas.

Pode parecer algo bem legal, eu entendo porque já fui assim, poder interagir com os espíritos, como se tivesse super-poderes. No entanto, mediunidade é trabalho! Não digo que seja um peso ou uma punição, mas com certeza não é uma dádiva para aqueles que foram bons.

Você pode ser médium sim. A mediunidade, como disse nosso amigo, vem com você. Ainda sim, ela pode não estar desperta. No momento certo ela aparece. Só cuidado com o que deseja, ser médium pode não ser tão divertido quanto você acha que é.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Oi! thalys anonymous se me permites,a primeira coisa que deves saber é pra que ou porque eu quero ser médium? Sendo que todo aquele que sente,num grau qualquer,a influência dos espíritos,é por esse fato, médium.Essa faculdade é inerente ao homem,Portanto pode-se dizer que todos são mais ou menos médiuns.Agora a minha dica é a melhor forma de desenvolver a mediunidade é primeiro fazendo a reforma íntima,segundo praticar a caridade de forma expansiva e procurar estar conectado com seu mentor pedindo auxilio pra que ele trabalhe você . De preferência a um grupo de estudo de um centro espiríta de sua cidade,onde la você poderá estudar e ao mesmo tempo poderá fazer alguma tarefa,isso ajuda bastante o seu desenvolvimento alem do treinamento mediunico que aos poucos,devagarinho sem pressa você ira descobrir qual o tipo de mediunidade você vai desenvolver melhor! Ok! Um abraço! :hug

Share this post


Link to post
Share on other sites

a resposta do Pirondi foi ótima!

mas mediunidade e´algo que vc pode desenvolver com o tempo, não precisa necessarimanete nascer com ela

Share this post


Link to post
Share on other sites
oi pessoal, queria saber um coisa existe possibilidade de uma pessoa ser medium mais nao naascer com esse dom, ja pesquisei e falou q tem.a, mais nao tem falando oque fazer para ser um.entao se vcs pudesem me ajuda eu agradeço.

quero ser um medium :)

Não tem esta possibilidade ou você nasce com seu perispírito preparado para a mediunidade, ou não, se você não vem com sua programação encarnatoria para ser médium não a a possibilidade de ser.

:DPAZ :D

Share this post


Link to post
Share on other sites
Não tem esta possibilidade ou você nasce com seu perispírito preparado para a mediunidade, ou não, se você não vem com sua programação encarnatória para ser médium não há a possibilidade de ser.

Sua informação, Erivelto, está totalmente de acordo com o que disse Kardec, mas acho que ela precisa ser melhor explicada, pois uma interpretação ao pé da letra pode gerar desenganos.

De pronto, médium tem um sentido amplo: abrange todo aquele que recebe influências boas ou ruins que influenciam as experiências do espírito. Portanto, todos nós somos médiuns.

No entanto, Kardec dá uma classificação específica: a mediunidade ostensiva, fenômeno espontâneo que REALMENTE só surge no caso que você citou. Nesse segundo ponto está certinho.

Daí se conclui: todos somos médiuns, mas uns são mais do que os outros. Se uns são mais do que os outros e a reencarnação, de certa forma, apura essa capacidade então não tem como concluir que a mediunidade não pode ser educada e desenvolvida.

Um exemplo é a mediunidade de desdobramento: falamos dela o tempo todo aqui! E boa parte das pessoas a DESENVOLVEU, fruto do trabalho interno. Portanto, acredito sim que seja possível desenvolver a mediunidade, sendo a mediunidade OSTENSIVA o caso que você citou.

Não ignoro o grande conhecimento que você possui, Erivelto, que sem dúvida é maior que o meu. Portanto, considere isso apenas como um acréscimo, pois sua informação não está errada. :hug

Em resumo, repito o post do Pirondi, que realmente foi muito bom e resume o tópico:

É preciso ter 2 metros pra jogar volei ou ser goleiro ? não precisa,mas tambem não da pra ter 1,30 e querer ter o mesmo desempenho que alguem que tem 2 metros.Porem se uma pessoa tiver uma boa tecnica,talvez ele pode até se equiparar em desempenho mesmo tendo uma altura menor ou tendo uma função que exija menos altura.

Essa é a resposta biologica.

A resposta pessoal eu diria que,antes de se preocupar em compreender o mundo que voce não pode ver,primeiro se preocupe com o mundo que está agora em sua frente. É a resposta que eu diria pra qualquer um,se voce acha que seus motivos são validos,vá em frente e se concentre no mundo invisivel.

Perfeito. De fato, é isso mesmo: se você não veio com a capacidade mediúnica, não quer dizer que você não pode tê-la, mas primeiro você deve se preocupar com o plano material, pois é nele que você está.

De pronto, exercite a chamada "mediunidade cristã". Paciência, indulgência, perseverança, amor, calma, serenidade... sem dúvida que, ao agir desse jeito, você será uma porta de sintonia para os bons Espíritos, sendo seus atos reflexos da vontade divina. Se agir desse jeito, já estará sendo muito mais médium do que você pensa.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pois é. O problema é que o pessoal usa o termo médium para tudo então numa pergutna dessas a que exatamente a pessoa se refere? A um "telefone humano" que faz a intermediação entre seres de dois planso diferentes, ou a uma pessoa que tem várias habilidades psíquicas?

Qualquer um pode desenvolver quaisquer habilidades paranormais, que são habilidades naturais, mediante treino.

-Mas "fazer" é uma coisa....

-Fazer bem feito é outra...

-Nascer pra fazer isso porque desenvolveu tudo antes, por treino em várias encarnações e sabe que tem competência para executar essa tarefa voluntariamente,OU nascer para fazer isso porque você aceitou essa bronca apenas para tentar aliviar seus débitos, ESTÃO EM OUTRO NÍVEL DE COMPETENCIA.

Creio que a explicação do Erivelto se enquadraria apenas no último caso. Os demais estão ao alcance de qualquer um, mas assim como qualquer um pode jogar futebol, não pode esperar jogar como o Neymar. Para ser mais do que "médio" em qualquer coisa na vida você em geral já deve ter algo definido antes de nascer, uma preparação prévia ou uma equipe de suporte do outro lado (essencial para quem quer desenvover o "aspecto telefonico" da coisa) . Aí a coisa rende, não se compara com simples iniciativa de treino EM UMA VIDA, eu diria.

Mas não sou espírita,o que estou falando pode ser uma tremenda bobagem do ponto de vista do kardecismo, e que eles não se acanhem de apontar isso, se eu estiver errado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vou dar o meu exemplo aqui, minha mediunidade eclodiu em 2010 porém antes disto acontecer, eu era elemento de sustentação nas reuniões mediúnicas em que participava, então quem não é médium pode fazer outras atividades de igual valor para ajudar o proximos, atividadas como elemento de sustentação dialogador (alias o que seria do medium sem o elemento de sustentação e o dialogador) e outra o codoficador da doutrina Espírita era tão mediúm como uma porta, e sabemos de sua importancia na codoficação do espíritismo

:DPAZ :D

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse questionamento de "sou ou não sou médium" é basicamente a vontade que temos de ter "super poderes". Muitas vezes, queremos possuir uma mediunidade mais acentuada a fim de comprovarmos a veracidade dos fenômenos que vemos.

Share this post


Link to post
Share on other sites

concordo com o DMEsteves tb! as vezes a vontade ser medium vem dessa vontade de comprovaçao

mas enfim ter mediunidade é resultado de várias situaçoes, já conheci gente que nao nasceu medium e desenvolveu por técnicas..

Share this post


Link to post
Share on other sites
concordo com o DMEsteves tb! as vezes a vontade ser medium vem dessa vontade de comprovaçao

mas enfim ter mediunidade é resultado de várias situaçoes, já conheci gente que nao nasceu medium e desenvolveu por técnicas..

Não se pode confundir mediunidade com sencibilidade espíritual, que pode ser desenvolvida, ao contrario da mediunidade.

:DPAZ :D

Share this post


Link to post
Share on other sites
nao confudi nao... a pessoa virou medium mesmo e nao apenas um sensitivo!

Se ela virou médiumé por que ela nasceu com médiunidade adormecida e no momento programado ela aclodiu, mais não por que ela queria ser e se tornou, mais sim por que ela ja era.

:DPAZ :D

Share this post


Link to post
Share on other sites
concordo com o DMEsteves tb! as vezes a vontade ser medium vem dessa vontade de comprovaçao

mas enfim ter mediunidade é resultado de várias situaçoes, já conheci gente que nao nasceu medium e desenvolveu por técnicas..

Não se pode confundir mediunidade com sencibilidade espíritual, que pode ser desenvolvida, ao contrario da mediunidade.

:DPAZ :D

Vale acrescentar também: Não confunda mediunidade adormecida com falta de mediunidade. Pessoas podem ter mediunidade ostensiva que fica adormecida até um dado momento. No caso que você comentou Cereja, essas tinham o dom mediúnico que não se manifestava até então. Elas não adquiriram o dom, apenas o despertam.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dois livros otimos para se entender como funciona a mediunidade:

Mecanismos da Mediunidade

Mecanismos-da-mediunidade__g59078.jpg

Médium: Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira

Pelo Espírito: André Luiz

Editora: FEB

Tomando por referência as ciências físicas do mundo material, André Luiz realiza elucidativo estudo dos intrincados mecanismos da mediunidade. Oferece aos médiuns e estudiosos do lema os recursos para a compreensão de complexas questões da Física e da Fisiologia que inteligentemente vão sendo relacionadas com os inúmeros aspectos da mediunidade. Ressalta a importância da mediunidade com Jesus, esclarecendo que, além dos conhecimentos necessários, surgem os impositivos da disciplina e da responsabilidade como fatores de aprimoramento das criaturas que se devotam ao intercâmbio com o Mundo Maior, dentro dos princípios do Evangelho à luz da Doutrina Espírita.

Nos Domínios da Mediunidade

Nos-dominios-da-mediunidade__g61430.jpg

Médium: Francisco Cândido Xavier

Pelo Espírito: André Luiz

Editora: FEB

Neste livro, André Luiz analisa os vários aspectos da filtragem mediúnica, enaltecendo o esforço dos médiuns fiéis ao mandato espiritual recebido antes da reencarnação e adverte sobre os riscos do intercâmbio mal-conduzido entre os dois mundos. Trata da psicofonia, do sonambulismo, da possessão, da clarividência, da clariaudiência, do desdobramento, da fascinação, da psicometria e da mediunidade de efeitos físicos, entre outros temas. Trata-se de um estudo técnico de grande relevância, que revela como agem os Espíritos nos intrincados processos da comunicação com os encarnados. Retransmite conceituações de elevados mentores da espiritualidade, contidas em exposições de temática filosófica, científica e evangélica, indispensáveis aos que se dedicam ao estudo do assunto.

:DPAZ :D

Share this post


Link to post
Share on other sites
Não se pode confundir mediunidade com sencibilidade espíritual, que pode ser desenvolvida, ao contrario da mediunidade.

Perfeito Erivelto, tá certinho! Acho que agora sim nossos entendimentos se acertaram! :D

Concordo totalmente. ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites
oi pessoal, queria saber um coisa existe possibilidade de uma pessoa ser medium mais nao naascer com esse dom, ja pesquisei e falou q tem.a, mais nao tem falando oque fazer para ser um.entao se vcs pudesem me ajuda eu agradeço.

quero ser um medium :)

Olá Thays, dá sim!!!

O que acontece é que as pessoas que desenvolvem a multimensionalidade com mais facilidade nesta vida, deram um DURO danado nas passadas... é prática.

Se você praticar muito e com uma vontade inquebrantável você consegue sim... Este fórum é um exemplo disto num é??? Num é sobre Projeção astral??? ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites
Pois é. O problema é que o pessoal usa o termo médium para tudo então numa pergutna dessas a que exatamente a pessoa se refere? A um "telefone humano" que faz a intermediação entre seres de dois planso diferentes, ou a uma pessoa que tem várias habilidades psíquicas?

Qualquer um pode desenvolver quaisquer habilidades paranormais, que são habilidades naturais, mediante treino.

-Mas "fazer" é uma coisa....

-Fazer bem feito é outra...

-Nascer pra fazer isso porque desenvolveu tudo antes, por treino em várias encarnações e sabe que tem competência para executar essa tarefa voluntariamente,OU nascer para fazer isso porque você aceitou essa bronca apenas para tentar aliviar seus débitos, ESTÃO EM OUTRO NÍVEL DE COMPETENCIA.

Creio que a explicação do Erivelto se enquadraria apenas no último caso. Os demais estão ao alcance de qualquer um, mas assim como qualquer um pode jogar futebol, não pode esperar jogar como o Neymar. Para ser mais do que "médio" em qualquer coisa na vida você em geral já deve ter algo definido antes de nascer, uma preparação prévia ou uma equipe de suporte do outro lado (essencial para quem quer desenvover o "aspecto telefonico" da coisa) . Aí a coisa rende, não se compara com simples iniciativa de treino EM UMA VIDA, eu diria.

Mas não sou espírita,o que estou falando pode ser uma tremenda bobagem do ponto de vista do kardecismo, e que eles não se acanhem de apontar isso, se eu estiver errado.

tá certinho...Adicionando ainda que o grande problema é a complicação das nomenclaturas ( falo das religiões ). Se o Umbandista, kardecista,etc usam a palavra "Médium" já complica tudo ( começou a privatização daquilo que é dado de graça para todos )!!!!

Agora se o Pastor da Igreja Expulsa o Demônio ( talvez usando a imposição de mãos/ exteriorização de energia ou sei lá), daí ele diz que tem o Poder do Espírito Santo,etc.

Pergunto: Num é tudo a mesma coisa?? Tenho que concordar que a resposta da Claudia Freitas, foi a mais coerente à respeito do assunto. :S

Share this post


Link to post
Share on other sites

O QUE É MEDIUNIDADE

Faculdade que dota o homem de sensibilidade permitindo a percepção e interação com o mundo espiritual. Conforme sua intensidade viabiliza a plena comunicação entre os dois ambientes.

Faculdade natural inerente do corpo orgânico considerada como outro sentido psíquico.

O MEDIUM

Ser dotado de faculdade que o permite interagir entre os ambientes espirituais e materiais possibilitando agir como intermediário entre as comunicações.

Quando apresenta-se marcante e forte diz-se que o médium é ostensivo. Quando sutil e rudimentar, de fenômenos esparços e esporádicos de pouca intensidade, diz-se que o médium tem mediunidade oculta. Este último tipo corresponde a todos os homens.

O primeiro tipo refere-se aquelas pessoas que têm a capacidade de utilizar a mediunidade para trabalhar em mesas mediúnicas e utilizar seu potencial para ajudar e beneficiar a todos os que necessitem.

FENÔMENOS MEDIUNICOS – INTELIGENTES

Classificação Básica

Os fenômenos mediúnicos são marcantes quanto ao efeito que produzem. Podem ser classificados em categorias de acordo com o tipo de efeito (resultado) provocado pelo fenômeno. De modo geral, duas são as categorias quanto ao efeito: Efeitos Inteligentes e Efeitos Físicos

Efeitos Inteligentes

Os fenômenos de Efeitos Inteligentes são aqueles que têm sua atuação diretamente sobre o intelecto do médium ou são percebidos pelo cérebro por vias das sensações. Os efeitos são sentidos pelo médium.

Por esta razão também são classificados em: Intelectuais e Sensitivos, conforme a ação do efeito.

Intelectuais

Intuição

Psicofonia

Psicografia

Desdobramento

Sensitivos

Vidência

Audiência

Sensitividade

Efeitos Físicos

Os fenômenos classificados como de Efeitos Físicos são aqueles cujas ações são dirigidas para o ambiente material ou as coisas materiais. Os efeitos dessa mediunidade são percebidos por qualquer pessoa que os possa presenciar. Podem ser efetivadas por movimento de objetos, pancadas, sons, materializações, curas e etc.

Exemplos:

Sons

Luzes

Odores

Movimentos de objetos

Curas

Materializações

Transfigurações

Psicofonia

A psicofonia está presente na grande maioria dos médiuns sendo identificada em 80% dos casos.

Informalmente é denominada de Mediunidade de "Incorporação".

- Essa denominação foi adotada devido à impressão provocada pelo comportamento dos médiuns quando em transe mediúnico de psicofonia.

- Como muitas vezes o Espírito comunicante assume sua personalidade por fala e gestos, se tem a impressão que o Espírito comunicante "entrou" no corpo do médium e, por isso, surgiu naturalmente o termo incorporação.

Sua ocorrência se dá através da exteriorização do perispírito do médium. Permite que o Espírito comunicante tenha acesso(via perispírito) aos centros nervosos de controle de algumas funções orgânicas do médium, tais como: a fala, o movimento de membros e outros mecanismos motores do corpo. Conforme o grau de exteriorização do perispírito, ocorrerá o maior ou menor controle dos centros nervosos do corpo do médium.

Graus

Consciente

- Ocorre em 50% dos casos

- Médium tem consciência do que será dito antes de falar

- Após o transe, o médium recorda tudo o que disse

- Há fraca exteriorização do perispírito

Semi-consciente

- Ocorre em 28% dos casos

- Médium tem consciência do que será dito durante a fala

- Após o transe, o médium recorda parte do que disse

- Há exteriorização parcial do perispírito

Inconsciente

- Ocorre em 2% dos casos

- Médium não tem consciência do que ocorre

- Após o transe, o médium raramente recorda de algo que disse ou fez

- Há grande exteriorização do perispírito

- O Espírito Comunicante atua diretamente sobre os centros nervosos de controle do corpo do médium

Psicografia

Mediunidade na qual os Espíritos Comunicantes atuam sobre os médiuns levando-os a escrever. Estes médiuns também são denominados de Médiuns Escreventes

É um fenômeno importante porque as mensagens ficam permanentes e escritas originalmente como foram transmitidas. No caso da Psicofonia, a recuperação das mensagens dependerá da memória e da interpretação daqueles que escutaram a mensagem falada pelo Espírito. Já na Psicografia, o Espírito escreve a sua mensagem deixando-a na forma original como foi concebida.

Classifica-se quanto ao modo de execução em:

Mecânica

- Tipo muito raro

- O Espírito Comunicante atua diretamente sobre a mão do médium

- Muito rápida e mantém a forma e a caligrafia personalizadas

- Médium não sabe o que se escreve, somente após ler o que está escrito é que toma conhecimento do teor da mensagem

Semi-mecânica

- Mais comum

- Espírito comunicante tem domínio parcial do braço e mão do médium

- Médium tem consciência do que escreve a medida que as palavras vão sendo escritas

Intuitiva

- Tipo de mediunidade escrevente muito comum

- O Espírito interage com a alma do médium transmitindo mentalmente as suas idéias

- O médium capta as idéias e serve como um intérprete

- Tem conhecimento do que será transmitido antes de escrever

Vidência e Clarividência

Vidência

Refere-se a mediunidade que possibilita a visualização das coisas e ambientes do mundo espiritual. O méduim vidente vê os Espíritos, os ambientes e, às vezes, cenas de momentos futuros ou passados.

A visão se dá através do Espírito e não com os olhos, daí a compreensão do fato que os videntes "enxergam" o mundo espiritual mesmo com os olhos fechados.

Clarividência

Capacidade Anímica(não é mediunidade) que permite enxergar coisas, cenas, pessoas e etc, do mundo material que estão distantes ou através de objetos opacos. Essa visão abrange cenas e objetos que os olhos físicos não podem alcançar.

É uma faculdade do próprio Espírito encarnado (Anímica) que não depende de influência mediúnica. Ocorre pela emancipação da alma (desdobramento ou expansão do perispírito encarnado).

É também denomindao de "segunda visão".

Audiência e Clariaudiência

Audiência

Faculdade que permite ao médium escutar no campo fluídico os sons produzidos no ambiente espiritual.

Interna

O Espírito transmite ao médium por telepatia. Tem-se a impressão de estar escutando "dentro do cérebro".

Externa

O Espírito atua sobre a atmosfera fluídica produzindo o efeito de som que será percebido pelo aparelho auditivo do méduim.

Clariaudiência

Faculdade anímica (não é mediunidade) que possibilita ouvir sons materiais que ocorrem fora do alcance da audição biológica.

Pode-se escutar a grandes distâncias ou através de obstáculos.

É uma capacidade do espírito encarnado (Anímica). Ocorre pela emancipação da alma alcançando até aonde o campo fluídico do perispírito encarnado possa atingir.

Sensitividade

Faculdade mediúnica da parcepção do nível vibratório do campo fluídico.

Através dessa faculdade o médiun "sente" o tipo de vibração existente em um ambiente ou presente em pessoas ou coisas.

A sensibilidade do médium ultrapassa a capacidade física e passa a perceber também o campo fluídico do ambiente e interpretar as sensações classificando-as.

FENÔMENOS MEDIUNICOS – FÍSICOS

Os fenômenos classificados como de Efeitos Físicos são aqueles cujas ações são dirigidas para o ambiente material ou as coisas materiais.

Os efeitos dessa mediunidade são percebidos por qualquer pessoa que os possa presenciar. As ações desenvovidas pelos efeitos dessa mediunidade afetam o ambiente material e, por isso, são denominados de Efeitos Físicos.

Fluidos

Os Espíritos agem sobre os fluidos, intencionalmente ou não, conforme o esclarecimento e a evolução.

Podem aglomerar, dirigir, modificar e até combinar entre sí para obter resultados ou conferir-lhes propriedades.

É assim que no campo espiritual as "coisas" são plasmadas (formadas).

As formações fluídicas são geradas pelo pensamento e dependem da capacidade de cada um ter mais ou menos potencialidade de criar formas através da manipulação de fluidos.

Efeitos Físicos

Os fenômenos de efeitos físicos resultam da ação dos Espíritos sobre os fluidos até chegar a produzir resultados perceptíveis no mundo material

Para que isso ocorra é necessária a presença de um componente especial denominado de ECTOPLASMA.

O Ectoplasma é uma substância que se acredita que seja força nervosa e tem propriedades de interagir com o mundo físico.

Chama-se de Médium de Efeito Físico aquele que tem a faculdade que permite ceder Ectoplasma em quantidade suficiente para possibilitar aos Espíritos o seu uso em combinação com outros fluidos (os do Espírito e do ambiente) visando produzir ações e resultados sobre o mundo material.

O Ectoplasma flui para fora do corpo pelos orifícios naturais do organismo humano (nariz, ouvidos, boca, etc...).

O Efeito físico é o resultado da combinação dos fluidos do Espírito, com o Ectoplasma do Méduim e os fluidos do ambiente. Com esses três elementos o Espírito gera o fenômeno e o anima e controla pelo pensamento.

Curas

As doenças do corpo físico tem origem e reflexos também no corpo perispíritico. Muitas vezes os excessos configuram desequilíbrio do perispírito e, por conseqüência, desajustam o corpo físico e favorecem o aparecimento de males e doenças.

Um períspírito saudável redundara’ num corpo físico saudável.

A cura pela ação fluídica se dá pela ação da conjugação de fluidos agindo sobre o períspírito e refletindo no equilíbrio do corpo físico.

O poder da cura está na razão direta:

Da pureza dos fluidos produzido

Fé e vontade de fazer o bem e desejar a cura

Ação do pensamento, direcionando os fluidos para o fim desejado

Porém a mediunidade de cura se dá pela energia e instantaneidade da ação curadora. O médium de cura age pelo contato com o enfermo.

Os Espíritos combinam os fluidos e por ação magnética atuam diretamente sobre a parte do corpo perispiritual e físico que encontra-se desequilibrada.

Levitação

Configura-se pelo levantamento de pessoas ou coisas no ar sem uma ação direta.

O fenômeno se dá pela combinação do ectoplasma do médium com os fluidos do Espírito através da saturação fluídica do objeto consegue pela ação do pensamento comandar magneticamente os movimentos.

Transporte

Deslocamento físico de objetos de outra região para outra. Ocorre por força de intensa combinação fluídica dos Espíritos e do médium.

Pneumatofonia

Também chamado de VOZ DIRETA. O Espírito comunicante utiliza o Ectoplasma do Médium em combinação com os fluidos ambientais para moldar (Plasmar) um aparelho fonador humano("gargantas fluídicas") e através da ação do pensamento sobre a matéria plasmada movimentar o aparelho e produzir sons audíveis por todos os presentes. O fenômeno é físico e a voz gerada é efetivamente onda sonora audível por qualquer ouvido material perfeito.

Pneumatografia

Também denominado de ESCRITA DIRETA. É a escrita produzida pelo Espírito diretamente no plano material, não deve ser confundida com a Psicografia. A escrita direta é feita através do efeito físico do Espírito que utilizando ectoplasma do médium em combinação com os fluidos ambientais passa a animar canetas, lápis, giz, etc.. e escrever com esses objetos utilizando o pensamento para comnandá-los.

Transfiguração

Mudança do aspecto de um corpo vivo. Ocorre pela manipulação de fluidos e combinados com os perispírito em exteriorização produzindo formas divergentes das originais do corpo.

Materialização

Fenômeno pelo qual os Espíritos constroem algo material (objeto ou corpo) a partir da manipulação do ectoplasma em combinação com os fluidos do ambiente e do Espírito.

O Médium em transe fornece o Ectoplasma necessário para o fenômeno. Os Espíritos combinam este ectoplasma com os fluidos do ambiente e moldam as formas e os corpos desejados.

Durante o fenômeno o médium apresenta sensível perda de peso(matéria) e sensações de frio.

Ao final da manifestação o corpo materializado se disssolve e os seus elementos retornam aos corpos de origem.

MENSAGENS PARA REFLEXÃO

"O intercâmbio mediúnico é um acontecimento natural e o médium é um ser humano como qualquer outro.Todo o bem puro e nobre procede de Jesus-Cristo, nosso Mestre e Senhor.

A mediunidade nunca será talento para ser enterrado no solo do comodismo.

Prosseguir sem vacilações no consolo e no esclarecimento das almas, esquecendo espinheiros e pedras do vale humano, para conquistar a luz da imortalidade que fulgura nos cimos da vida."

Conduta Espírita, Lição 27 – Perante a Mediunidade. André Luiz

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que acontece com essa faculdade é que, em alguns a mediunidade é manifestada em um grau maior e em outros ela fica ali, digamos que latente.

A mediunidade é uma forma de "expiação", ou seja, médiuns nascem assim para na maioria da vezes resgatar erros do passado, ajudando quem precisa e sendo um instrumento de Deus aliviando seu "karma".

Você quer desenvolver a mediunidade com que intuito? Curiosidade? Os espíritos de luz no livro dos médiuns de Allan Kardec, instruem aos que desejam desenvolver este dom, que a curiosidade representa um risco, sim, pois abre as portas para obsessões.

O livro dos médiuns é um bom livro pra você consultar. Lá você vai obter as informações que precisa sobre essa sua questão de forma precisa e confiável.

Espero ter ajudado*

abraço :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.