• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Recommended Posts

O que acontece com essa faculdade é que, em alguns a mediunidade é manifestada em um grau maior e em outros ela fica ali, digamos que latente.

A mediunidade é uma forma de "expiação", ou seja, médiuns nascem assim para na maioria da vezes resgatar erros do passado, ajudando quem precisa e sendo um instrumento de Deus aliviando seu "karma".

Você quer desenvolver a mediunidade com que intuito? Curiosidade? Os espíritos de luz no livro dos médiuns de Allan Kardec, instruem aos que desejam desenvolver este dom, que a curiosidade representa um risco, sim, pois abre as portas para obsessões.

O livro dos médiuns é um bom livro pra você consultar. Lá você vai obter as informações que precisa sobre essa sua questão de forma precisa e confiável.

Espero ter ajudado*

abraço :)

Realmente como a nossa amiga disse, o livro dos médiuns é uma leitura indispensável para poder intender a mediunidade e seus mecanismos.

O Livro do Médiuns

O-livro-do-mediuns__g59712.jpg

Autor: Allan Kardec

Tradutor: Guillon Ribeiro

Editora: FEB

“O Livro dos Médiuns” é uma das cinco obras que constituem a Codificação da Doutrina Espírita. Reúne “o ensino especial dos Espíritos sobre a teoria de todos os gêneros de manifestações, os meios de comunicação com o mundo invisível, o desenvolvimento da mediunidade, as dificuldades e os tropeços que se podem encontrar na prática do Espiritismo”. Apresenta ainda, na parte final, precioso vocabulário básico espírita. De leitura e consulta indispensável para os espíritas, será sempre uma preciosa fonte de conhecimento também para qualquer pessoa indagadora e atenta ao fenômeno mediúnico, que se manifesta crescentemente no mundo inteiro, dentro ou fora das atividades espíritas. Sendo os homens parte integrante do intercâmbio entre os dois planos da vida o material e o espiritual, o melhor é que conheçamos, e bem, os mecanismos desse relacionamento. “O Livro dos Médiuns” é o manual mais seguro para todos os que se dedicam às atividades de comunicação com o Mundo Espiritual.

:DPAZ :D

Share this post


Link to post
Share on other sites

@Erivelto

Erivelto se me permite comentar, eu penso que existem infinitos caminhos confiáveis, ao contrário do que você afirmou aqui:

O livro dos médiuns é um bom livro pra você consultar. Lá você vai obter as informações que precisa sobre essa sua questão de forma precisa e confiável.

Entendo que você deve der Kardecista por isso defende as obras de Kardek.

O macubeiro que mora na rua da minha casa pode descrever a mediunidade de maneira muito diferente e com muita coerência e convencimento...

Pense por exemplo: O que foi escrito já foi escrito!!! Num dá mais para acrescentar nada no livro... Os conceitos devem ser revistos a cada segundo... As verdades de agora já não valem mais amanhã...Tudo evolui... Portanto ler o mesmo livro não é evolução..

Acredito que a melhor ferramenta para se entender a "Mediunidade" é a projeção astral, pois aí é você com você mesmo, não há ninguém influenciando no seu senso crítico.

Mas eu concordo que para quem está iniciando ( leigos, simples e ignorantes ) esses sim devem ler toda a obra...

Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

@junior

Erivelto se me permite comentar, eu penso que existem infinitos caminhos confiáveis, ao contrário do que você afirmou aqui:

O livro dos médiuns é um bom livro pra você consultar. Lá você vai obter as informações que precisa sobre essa sua questão de forma precisa e confiável.

Na verdade, inicialmente a sugestão foi minha. Eu e Erivelto realmente compartilhamos da mesma opinião neste momento. Eu acredito que nesse seu último comentário você foi meio absoluto, se você observar melhor, é bem óbvio que não existem infinitos caminhos confiáveis para se obter qualquer tipo de informação que seja, não só sobre mediunidade.

Eu acho assim, que já que você discorda deveria então sugerir alguma outra literatura que na sua opinião seja uma boa fonte de pesquisa. O meu conhecimento a respeito do assunto ressalta acima de qualquer coisa, a importância de uma base teórica para quem está interessado a desenvolver a mediunidade.

De fato se trata de uma predisposição orgânica e sim, é uma faculdade psíquica e como queira acreditar pode não ter nada a ver com sobrenatural.

Mas é bem aí que mora o detalhe que na minha opinião é um risco. Abrir portas que se encontram fechadas (por algum motivo) pode representar surpresas desagradáveis. A mediunidade não é "Alice no país das maravilhas" como muitos acreditam.

-para os que acreditam em espíritos: Não é sendo médium que estarão sempre olhando coisas lindas, espíritos evoluídos, seres iluminados, entes queridos que já partiram. NÃO MESMO! O que veremos, sentiremos, ouviremos e etc vai depender do que deve acontecer e não da nossa simples vontade, pq "o telefone toca de lá pra cá e não o contrário"

Sem falar que uma mediunidade descontrolada, onde não há trabalho e muito menos serventia ao próximo, gera a famosa obsessão que meu amigo, não queira saber o que é.

-para os que acreditam que a mediunidade seja apenas mais um dos prodígios que o cérebro humano pode manifestar na base do treinamento: é uma experiência arriscada viu? Não aconselho. E não vai ser a simples vontade (e treinamento) de mexer uma cadeira com o poder da mente, ou fazer um copo de materializar na sua frente ou simplesmente, ter seu corpo no Brasil e o duplo manifestado na França ao mesmo tempo que vá fazer com que isso de fato aconteça. Não!

Mediunidade é uma predisposição orgânica, se você não tiver a faísca dentro de si, nem o mais habilidoso ateador de fogo conseguirá despertar se quer uma única chama.

E mais importante ainda (pra mim, claro) se não for a vontade de Deus, sinto muito ;)

Bom essa é minha opinião, sugiro que sejamos mais cuidadosos com essa questão de indicar fontes para pessoas que não tem conhecimento sobre qualquer assunto que seja.

Abraço irmão

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sim, a mediunidade pode ser desenvolvida. Mediunidade são habilidades energético-biológicas, ligadas ao corpo físico e ao duplo etérico. Com exercícios específicos e dedicação é possível, sim, desenvolver essas habilidades.

Também é necessário que se faça uma clara distinção entre mediunidade e animismo/paranormalidade. Projeção astral não é uma habilidade mediúnica, é uma habilidade anímica. Mediunidade, por definição, é a capacidade de um indivíduo encarnado servir como meio de comunicação entre o plano espiritual e o plano físico, como a psicofonia, psicografia, etc, já no caso da Viagem Astral, da clarividência, da clariaudiência, entre outros, a habilidade não depende da ação de nenhum espírito desencarnado para ser usada, é uma habilidade anímica.

Considero a visão espírita bastante dogmática no tocante a esse tema. Os espíritas tratam a mediunidade como algo que só pode vir de forma "natural", e que, quando desperta, PRECISA SER USADA, dentro de um centro espírita, para trabalhos voluntários, caso contrário a pessoas estará se recusando a cumprir uma missão encarnatória, e em alguns casos, segundo dizem, poderá até mesmo ficar doente. Além disso, cansei de ser "advertido" por espíritas quanto ao "grande risco" que representaria o fato de estar "forçando" as projeções. Entre outras coisas, me disseram que eu poderia até ficar louco.

Enfim, gosto muito do Espiritismo em muitos aspectos, mas no tocante à mediunidade, acho que a questão ficou parada no tempo. Há formas mais modernas de se lidar com o assunto.

Share this post


Link to post
Share on other sites

@ Renata..

Olá Renata como vai??? Devagar..rsss eu só dei meu ponto de vista só isso!!!!

Quanto ao seu comentário:

"...já que você discorda deveria então sugerir alguma outra literatura que na sua opinião seja uma boa fonte de pesquisa..."

Na verdade eu acredito ter feito isso já! quando eu disse:

Acredito que a melhor ferramenta para se entender a "Mediunidade" é a projeção astral, pois aí é você com você mesmo, não há ninguém influenciando no seu senso crítico.

Mas eu concordo que para quem está iniciando ( leigos, simples e ignorantes ) esses sim devem ler toda a obra...

Eu consegui enxergar que a sua opinião também foi absoluta.

Eu não estou mais no "romantismo" e "consolação". Quando você mencionou Deus... Eu acredito que Ele ( essa energia Universal que permeia tudo, ou sei lá o que) nem ouve você...

Essa é minha opinião cabe aos demais aceitar ou não, só isso...

Mas o que você disse no final eu realmente concordo:

Bom essa é minha opinião, sugiro que sejamos mais cuidadosos com essa questão de indicar fontes para pessoas que não tem conhecimento sobre qualquer assunto que seja.

Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eriveldo e Arops!amigões.Parabens pela resposta.Foi isso que mesmo que aprendi no Kardecismo.Todos nós somos mediuns.Uns com o dom da clarevidencia,desdobramento{projeção}intuição e assim por diante.nenhum está excluço da situação. :drinks Todos temos um tipo de mediunidade.

Share this post


Link to post
Share on other sites
nao confudi nao... a pessoa virou medium mesmo e nao apenas um sensitivo!

Se ela virou médiumé por que ela nasceu com médiunidade adormecida e no momento programado ela aclodiu, mais não por que ela queria ser e se tornou, mais sim por que ela ja era.

Então qualquer pessoa pode "descobrir que é médium".

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.