• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Recommended Posts

LUCIDEZ – WALDO VIEIRA

Retirei os extratos abaixo da obra PROJECIOLOGIA. Os números entre parênteses são as paginas nas quais os textos podem ser encontrados, para o caso de alguem querer ler mais, embora o Waldo nao escreva "textos", ele apenas enfileira os paragrafos ate preencher a folha. Ou seja, dificilmente alguma ideia continuara a ser desenvolvida apos cruzar com um ponto, mas para quem quiser checar, os numeros das paginas estao ai. O primeiro número refere-se à página da primeira edição e o segundo, à pagina da décima edição

..........................

Provavelmente 90% de todas as projeções lúcidas da consciência, mesmo quando prolongadas e importante, de todos os projetores encarnados, não passam de projeções semiconscientes ou de meros sonhos lúcidos. Daí porque torna-se necessário insistir que o ato de obter-se a auto-consciência extrafísica avançada é a maior conquista, básica, para qualquer projetor consciente. Somente com um grau elevado de autoconsciência extrafísica a consciência pode se libertar dos erros de interpretação em suas vivências fora do corpo humano.(354 /531)

....................................................

A criação do hábito do pensamento mantido e concentrado durante a vida cotidiana, no estado de vigília ordinária, traz como conseqüência o controle absoluto dos pensamentos da consciência projetada no plano extrafísico.(353/529)

....................................................

(...) A consciência humana, na vida comum, varia em camadas, patamares, percentuais, graus, ou níveis, conforme as condições individuais e circunstancia, na oportunidade, que provocam lampejos de exacerbação ou quedas por ofuscamento na sua lucidez.

Quem se projetar com alguma freqüência, ou seja, depois de praticar umas 10 projeções sucessivas, sem grandes intervalos, acaba constatando facilmente, que também o grau de lucidez de sua consciência, no plano extrafísico, varia de experiência para experiência, ao modo das ocorrências da vigília física ordinária.

A lucidez completa da consciência projetada para funcionar perfeitamente precisa apresentar percepções sensoriais, ou parafisiológicas e habilidades intelectuais ao mesmo tempo. Para isso será necessário que, no caso do psicossoma por exemplo, este veículo esteja completamente projetado, ou pelo menos com todos os seus atributos essenciais para que sua consciência atue com eficiência. Além disso, a lucidez há de ser acompanhada pela rememoração posterior às experiências extrafísicas a fim de que as mesmas sejam eficientemente registradas.(355/532)

Share this post


Link to post
Share on other sites
LUCIDEZ – WALDO VIEIRA

Retirei os extratos abaixo da obra PROJECIOLOGIA. Os números entre parênteses são as paginas nas quais os textos podem ser encontrados, para o caso de alguem querer ler mais, embora o Waldo nao escreva "textos", ele apenas enfileira os paragrafos ate preencher a folha. Ou seja, dificilmente alguma ideia continuara a ser desenvolvida apos cruzar com um ponto, mas para quem quiser checar, os numeros das paginas estao ai. O primeiro número refere-se à página da primeira edição e o segundo, à pagina da décima edição

..........................

Provavelmente 90% de todas as projeções lúcidas da consciência, mesmo quando prolongadas e importante, de todos os projetores encarnados, não passam de projeções semiconscientes ou de meros sonhos lúcidos. Daí porque torna-se necessário insistir que o ato de obter-se a auto-consciência extrafísica avançada é a maior conquista, básica, para qualquer projetor consciente. Somente com um grau elevado de autoconsciência extrafísica a consciência pode se libertar dos erros de interpretação em suas vivências fora do corpo humano.(354 /531)

....................................................

A criação do hábito do pensamento mantido e concentrado durante a vida cotidiana, no estado de vigília ordinária, traz como conseqüência o controle absoluto dos pensamentos da consciência projetada no plano extrafísico.(353/529)

....................................................

(...) A consciência humana, na vida comum, varia em camadas, patamares, percentuais, graus, ou níveis, conforme as condições individuais e circunstancia, na oportunidade, que provocam lampejos de exacerbação ou quedas por ofuscamento na sua lucidez.

Quem se projetar com alguma freqüência, ou seja, depois de praticar umas 10 projeções sucessivas, sem grandes intervalos, acaba constatando facilmente, que também o grau de lucidez de sua consciência, no plano extrafísico, varia de experiência para experiência, ao modo das ocorrências da vigília física ordinária.

A lucidez completa da consciência projetada para funcionar perfeitamente precisa apresentar percepções sensoriais, ou parafisiológicas e habilidades intelectuais ao mesmo tempo. Para isso será necessário que, no caso do psicossoma por exemplo, este veículo esteja completamente projetado, ou pelo menos com todos os seus atributos essenciais para que sua consciência atue com eficiência. Além disso, a lucidez há de ser acompanhada pela rememoração posterior às experiências extrafísicas a fim de que as mesmas sejam eficientemente registradas.(355/532)

...Acredito que já estamos saindo do foco!!!! ( eu particularmente acho a linguagem do Waldo muito complicada)

Acredito que a contribuição que você deu antes já ajuda o Maxleo :

- se focar no alvo apos o obstaculo vai ate ele mais facil

- se foca na travessia do obstaculo, ela demora mais e voce pode ficar preso nele.

Esse relato dele me lembra muito um relato de uma projeção da minha esposa, onde ela saiu do corpo de manhã e no relato dela ela manteve os olhos fechados o tempo todo.

:o Daí já estando na sala ela abriu o olho e voltou direto para a cama. Daí ela tentou novamente e decidiu não abrir mais os olhos, assim sendo ela andou por toda a casa andando como um cego ( tocando nos móveis, sofá e parede ).

Ela não atravessou a porta que dá acesso ao deck, ela apenas abriu....Segundo ela durou uns 5 minutos... ( tem muito mais detalhes nesse relato dela ).

O que me chamou a atenção foi ela tocar no plano físico mesmo estando em corpo astral...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sim a gente pode tocar no físico, mas mexer o objeto já ‘e outra estória, bem mais difícil. E quanto a abrir os olhos, a gente tende a abrir os do físico também. O ideal é só pedir “mais clareza” várias vezes até ficar tudo nítido. E quanto a atravessar a porta, toda vez que atravessamos um obstáculo sofremos uma mudança de freqüência que, se for forte, nos desloca para outro ambiente ou mesmo reativa a dificuldade de visão, que precisa ser reestabelecida de novo. Por isso eu também prefiro abrir a porta, mesmo sabendo que ela não esta sendo aberta no físico.

Agora, quanto a estarmos saindo do foco, acho que não Junior, porque se você reler o post do maxleo que gerou este tópico, a preocupação dele e justamente com lucidez, ou seja, será que aquilo que ele (e todos nos) estamos experimentando e de fato a REALIDADE da projeção ?

A gente discute dicas, métodos de contornar ou controlar isso, mas de qualquer forma podemos estar APENAS discutindo técnicas de CONTROLAR E MANIPULAR A ILUSÃO. Porque, convenhamos, se não houvesse nenhum grau de ilusão nisso, não poderia haver problema algum em um corpo que esta numa dimensão atravessar um obstáculo que esta na terceira. Então, QUALQUER dificuldade que tivermos pode ser, em tese, atribuída ao nível de lucidez.

Só que tem gente que adora citar “tem que desenvolver a lucidez, tem que despertar a consciência”, nem definem isso, nem explicam, e pelo que eu conheço desses “pregadores de soluçoes gerais”, provavelmente eles tem ainda muito menos lucidez do que as pessoas que estão aqui tentando destrinchar esse quebra cabeças. Mas isso não signifca que elas não tenham razão quando repetem isso como resposta para cada pergunta que surge.

Então achei melhor trazer a questão aqui, porque ela se relaciona sim com o tópico, porém não sei em que grau, e por isso CITO. Se eu tivesse experiência suficiente para dizer “olha, quando comecei a me projetar e 20 anos atrás minhas experiências e meus problemas eram iguaizinhos aos de vocês, mas depois, de tanto trabalhar minha lucidez NO CORPO e FORA DELE vi que isso MELHOROU SIGNIFICATIVAMENTE minhas projeções, logo, SEI, que a raiz do problema e LUCIDEZ” , SE EU PUDESSE DIZER ISSO, aí eu não citaria o Waldo, apenas afirmaria isso direto. MAS COMO NÃO TENHO ESSA EXPERIÊNCIA, eu cito, por considerar VALIDO, E PORQUE VEM DE ALGUÉM QUE TEM EXPERIÊNCIA. Se eu simplesmente afirmo isso, do nada, como muita gente faz, vai ter gente achando que eu SEI DO QUE ESTOU FALANDO, QUE EU TENHO ESSA LUCIDEZ, o que não é verdade.

Particularmente não acho que LUCIDEZ é toda essa panacéia que explica tudo. Alguém aqui no fórum, não lembro em qual post, citou algo como “continuo vendo elefantes “cor-de-rosa” , mas convenhamos, estamos viajando por outra dimensão, usando um outro veículo, quem disse que não pode haver elefantes cor-de-rosa flutuando por ai? O cara vai deduzir que caiu vítima do onirismo QUANDO NA VERDADE PODE ter percebido corretamente alguém, uma criança por exemplo, que resolveu se metamorfosear de elefante, assim com outros preferem lobos ou águias. E quanto a cor....pode ser desvio de percepção ou o cara gosta do rosa mesmo... já viram desenhos de crianças nas primeiras series, eles pintam folhas de arvores de roxo, ou gatos de vermelho, e acham lindo. Mas o cara que acha que lucidez se define por cópia do físico vai brada: “Isso é onirismo! Você não estava lúcido”

Essas anomalias todas são o que nos confundem, tanto os problemas simples como o maxleo citou, quanto essas maluquices acima. A gente tenta solucionar de forma prática, mas a lucidez PODE SIM ser o fator determinante, não convém esquecer isso. E os parágrafos doWaldo que citei acima são bem simples, pois deletei as definições em negrito. Aliás, aqui vai uma dica para quem quiser tentar ler o que o Waldo escreve: pule todas as palavras que estiverem em negrito, isso torna a leitura mais fácil.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um detalhe pratico a mais que pode interessar: eu disse que toda vez que atravessamos um obstaculo isso gera uma alteracao de frequencia em nos.Isso pode nos levar a

- acordar

- mudar de faixa ou lugar

- ter problemas de visao

Entao, quem tiver dificuldade por controlar isso, escolha o obstaculo menos denso; se isso ocorre ao atravessar paredes, atravesse a janela ou a porta, que sao menso densas e nos afetam menos. Foi o jeito que consegui para solucionar essa sitaucao em dias em que nada resolvia.

Share this post


Link to post
Share on other sites

No livro violetas na janela, o espirito de uma mulher (nao sei o nome) retrata que ao desencarnar ela nao conseguia atravessar paredes nem objetos como pensou que conseguiria. Mesmo estando desencarnada.

Ja fui impossibilitado de atravessar paredes no astral, e nao era sonho Lucido, era tao real quanto agora. talvez porque eu só tenha tantado a parede do meu quarto, que fica dentro da faixa de atividade do cordao de prata.

em algum audio, o saulo fala que nas dimensões mais densas há uma maior dificuldade de locomoção (em relação a voar), atravessar paredes...

a teoria que defendo é que NIVEL DE LUCIDES+ENERGIAS LIMPAS

+NIVEL DE DIMENÇÃO= FACILIDADE DE LOCOMOÇÃO.

eu me acostumei a sair pela porta, mas vou começar a tentar sempre atravessar a parede por pesquisa mesmo :drinks

Share this post


Link to post
Share on other sites
A criação do hábito do pensamento mantido e concentrado durante a vida cotidiana, no estado de vigília ordinária, traz como conseqüência o controle absoluto dos pensamentos da consciência projetada no plano extrafísico.(353/529)
A gente discute dicas, métodos de contornar ou controlar isso, mas de qualquer forma podemos estar APENAS discutindo técnicas de CONTROLAR E MANIPULAR A ILUSÃO. Porque, convenhamos, se não houvesse nenhum grau de ilusão nisso, não poderia haver problema algum em um corpo que esta numa dimensão atravessar um obstáculo que esta na terceira. Então, QUALQUER dificuldade que tivermos pode ser, em tese, atribuída ao nível de lucidez.
Um detalhe pratico a mais que pode interessar: eu disse que toda vez que atravessamos um obstaculo isso gera uma alteracao de frequencia em nos.Isso pode nos levar a

- acordar

- mudar de faixa ou lugar

- ter problemas de visao

muito interessante, estou aprendendo muito com seus posts. :)

quem não gosta de ler posts grandes, faça uma forcinha para ler os do sandrofabres, são muito interessantes. :)

Share this post


Link to post
Share on other sites
e depois subir em algum lugar alto e cair de costa propositalmente ?

O que descrevo e deixar-se cair no chao DE COSTAS a partir da posicao em pe, normal, como se estivesse deixando-se cair num cochao no chao. Porque assim sua mente nao vai criar uma enorme fantasia realista de uma queda, como a minha, que pode ser muito convincente e apavorante.Se voce fizer isso no fisico nao iria se machucar quase nada, logo, ao fazer em astral sua mente criativa nao deve ser hiperativada pelo medo da queda.

Outra coisa, isso de enfiar o dedo eu acho dificil de funcionar, porque voce esta observando o dedo, e sua mente vai repetir aquilo que voce espera. nao deixe ela ficar observando e assistindo, ENFIE ELA NA PAREDE E DEIXE QUE ELA SE VIRE!

Eu vou de cabeca, nao em mergulho, claro, que nao sou besta nem nada, afinal, posso estar no fisico! Eu penetro a parede primeiro com a cabeca, as vezes ela simula solidez, eu bato e volto, entao eu encosto, para nao sentir aquele "toc" imaginario do cranio na parede, e empurro, e entao ela penetra, como se penetrasse num colchao de espuma, e quando sai eu ja consigo ver a rua.

As vezes trago de volta a cabeca e enfio de novo, para ver se o que vejo do lado de fora e semrpe igual, para ter uma ideia se a expereicnai esta estabilizada o suficiente. Depois de enfiar a cabeca o resto passa facil.

Veja, o que estou me referindo aqui e um jeito que achei de contornar as ilusoes da mente que vao querer te manter preso a fantasia da materia. A gente passa o dia inteiro no fisico, e dificl se convencer de que podemos atravessar paredes ou esticar dedos, etc. Faco dessa maneira para evitar que a parte que observa tenha chance de criar uma fantasia de dificuldade sobre a parte observada. Ela entrando primeiro, ela nao complica com o resto.

Mas essa travessia as vezes e meio lenta, demora uns 2 segundos. Se quiser fazer algo mais rapido ja fixe na mente o que voce sabe que vera do lado de fora, e vai atravessae a parede sem sentir quase, como se fosse apenas uma miragem, voc QUASE nao sente a textura da parede. E se ficar prestand oatencao na textura, pode ficar preso nela, porque voce fica onde esta a sua atencao:

- se focar no alvo apos o obstaculo vai ate ele mais facil

- se foca na travessia do obstaculo, ela demora mais e voce pode ficar preso nele.

A Resposta sobre o que está em negrito, pode ser encontrada neste tópico, com o pequeno relato e o sucesso feito por mim.

viewtopic.php?f=2&t=17108

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.