• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
sandrofabres

ENTÃO VOCÊ PENSA QUE É HUMANO?

Recommended Posts

Eu estava lendo um livro neste exato momento e, quando li o trecho abaixo, tive que parar e vim aqui postar:

..........................................

Durante a segunda guerra mundial um relojoeiro que vivia próximo a Hamburgo teve seu cão pastor-alemão confiscado para o esforço de guerra, para ser usado como cão de vigilância .

Um ano e meio depois esse homem foi levado aos campos de concentração quando foi descoberto que ele era ¼ judeu. Uma noite ele tentou fugir com outros três prisioneiros, mas foram descobertos 3º minutos depois e os guardas soltaram os cães na sua perseguição.

Numa daquelas estranhas coincidências da vida, justamente o cão que primeiro alcançou os prisioneiros foi justamente o pastor-alemão do relojoeiro. Após todo o treinamento para perseguir e atacar prisioneiros o que o cão poderia fazer? Ele reconheceria seu antigo dono, que estava fisicamente depletado e parecendo uma outra pessoa?

Mais tarde, quando o relojoeiro alcançou o exercito dos aliados, ele contou o que tinha ocorrido: ele disse que quando seus olhos se cruzaram com os do seu antigo cão, sentiu uma acolhida calorosa no olhar do cachorro, que repentinamente se virou e atacou os outros cães que vinham em perseguição, o que permitiu sua fuga. Ele nunca mais teve notícias do seu cão.

......................

O autor não cita sua fonte, logo não sabemos se isso é real ou alguma “lenda urbana”, mas ao ler essa estória, lembrei de um OUTRO LIVRO, que, este sim, gostaria de recomendar aqui. O título é ENTÃO VOCÊ PENSA QUE É HUMANO? , de Felipe Fernández-Armesto. O subtítulo é UMA BREVE HISTORIA DA HUMANIDADE.

O autor é historiador e o subtítulo pode soar um tanto enganador: ele ocnta a história do CONCEITO DE HUMANIDADE, ou seja: em diferentes épocas da história o ser humano tem sido DEFINIDO de diferentes formas, e em cada épocas as pessoas usaram critérios diferentes para nos diferenciar dos animais. O autor demonstra como TODOS ESSES CRITÉRIOS JAMAIS RESISTIRAM A UMA ANÁLISE ATENTA, sendo, no geral, mero preconceito. Critérios como: o ser humanos é o único ser pensante, ou é o único animal a produzir arte, ou o único a possuir auto-consciência, etc. Vale a pena ler, principalmente para aquelas pessoas que acreditam numa divisão nítida entre animais e seres humanos.

Mas um exemplo que ele cita jamais em saiu da memória, que é a análise do critério da empatia, ou seja, que o homem seria o único animal capaz de se colocar no lugar dos outros, e então ele conta uma estória que aconteceu num zoológico:

Um chimpanzé estava na sua jaula quando um pássaro caiu no chão, aparentemente machucado. O chimpanzé observou e esperou, mas como o pássaro não saía do chão, ele deu-lhe um cutucão. Nada..o bichinho não voava....

Então ele pegou o pássaro e o jogou de pequena altura, e nada...

Por fim o chimpanzé pegou o pássaro, subiu no topo de uma árvore, abriu delicadamente com as mãos as asas do pássaro e o jogou da árvore em direção a fronteira da jaula. O pássaro então com mais espaço e impulso conseguiu manter-se em vôo e seguiu seu caminho. Então vejam: o chimpanzé foi capaz não só de preocupar-se com o estado do pássaro, como de IDENTIFICAR seu comportamento e necessidades, muito diferentes das do próprio chimpanzé, procurando satisfaze-las para poder ajudá-lo.

Quando li esse relato fiquei pensando: “Nossa! A gente considera as virtudes cristãs como a referência ao mesmo tempo mais básica e mais avançada para a evolução espiritual do ser humano, mas uma verdade tão simples quanto “fazei aos outros o que gostaríeis que te fizessem” nem chega a ser uma “verdade espiritual”, é algo que “até os animais já vem emocionalmente equipados para fazer”, sem sequer precisarem de doutrinação ou tratado filosóficos para convencê-los! Ou seja, a maioria da humanidade não está qualificada nem como animal, o que dirá como SER HUMANO, visto por muitos como superior aos animais.

Vale a pena a leitura desse livro, dá muito o que pensar. Aqui vai o link do livro novo:

http://www.livrariacultura.com.br/scrip ... 8586707446

E do usado, na estantevitual:

http://www.estantevirtual.com.br/q/entao-pensa-humano

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sandro, seus posts são na maioria das vezes engordurados de conteúdo, obrigado... Este livro que você recomendou parece ser muito bom, parece que aborda Sociologia também. E sobre a história do chimpanzé, será verdadeira?

Gostaria de ler este livro, e em breve irei lê-lo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se nao fosse, todo o argumento do livro cairia por agua abaixo, porque o livro baseia 90% dos seus argumentos nos exemplos de comportamento dos chimpanzes.

Tanto que pessoal que nao quer dar o braco a torcer, apos le-lo sempre sai com a frase: "MAS OS CHIMPANZES SAO DIFERENTES MESMO"

Ora, como s chimpanzes sao considedados animais, e exibem boa parte das caracteristicas consideradas exclusivas dos humanos, esse fato por si so mostra que essa alegada exclusividade e uma farsa. Se um dia os chimpanzes forem consiedrados humanos, entao o livro perdera todo o valor, ehehehhe.

O livro desenvolve essa discussao porque de fato nossa sociedade depende muito da definicao do que e humanos, para poder estabelecer direitos e legislacao. Proximo do fim ele comenta como essa definicao se relaciona com a clonagem ( um sujeito clonado e humano?) e ate a questao da inteligencia artificial (porque se pensar e tomar decisoes racionais for considerado um atributo exclusivamente humano, como ficara isso num caso como o mostrado no 2001- uma odisseia no espaco, em que a inteligencia artificla se rebela contra ser desligada?

E entra nisso a questao do aborto tambem: e' assassinato ou nao de um ser humano? afinal...o que define um "ser humano" ?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Outro livro muito curioso, que nos faz pensar sobre o que nos motiva, como sociedade regida por habitos, normas e leis, e POR QUE HOMENS JOGAM E MULHERES COMPRAM SAPATOS,

http://www.livrariacultura.com.br/scrip ... 8059188867

que aplica os pressuposto de uma area nova, uma tal psicologia evolucionaria, para demonstrar como boa parte de nosso valores e regras sao apenas uma verbalizacao de principios bem animais, cujo fundamento reside em boa parte na questao da subsistnecia e competicao por parceiros sexuais. Ele comenta ate o caso do Clinton com a Monica Levinsky, argumentando que como boa parte dos homens busca poder real ou simbolico apenas para poder ter acesso a mais femeas ( e ja comecam cedo, na infancia, com disputas entre si, depois na adolescencia, achando que PRECISAM TER UM CARRO, ehehehh), o que teria de ilogico ou absurdo o presidente da maior superpotencia do mundo usar do seu poder para usufruir das facilidades com as mulheres?

Independente do que cada um de nos queira fazer da sua vida,o autor nao defende esse comportamento, apenas aponta, explicita, e acho que a analise desse autor e muito realista sim, explica boa parte do comportamento de homens e mulheres na sociedade. Ele quase nao conseguiu publica-lo, por ser considerado politicamente incorreto ou parecer sexista, justamente porque ele fala abertamente de coisas que todos nos, homens e mulheres, sabemos que ocorrem no dia a dia, e os interesses por tras dessas atitudes, embora ninguem fale nisso abertamente .

Ele escancarou e quase nao conseguiu publicar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Engraçado isso, pois faz pouco tempo em que havia pensado no assunto... Afinal, a única coisa que coloca o homem como superior as demais criações da natureza, e se acha diferente dos animais é ele próprio... Biologicamente somos animais, com certeza temos características cravadas em nosso DNA. Assim como o cachorro fareja, nós buscamos o seio da mãe quando nascemos.

Obrigado pela outra dica de leitura, e acredite ou não, eu estava pensando em te enviar uma PM pedindo umas outras dicas de leitura relacionadas...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Gostei da reflexão... só sei que já fomos simples e ignorantes, como dizia Kardec, na medida que vamos adquirindo experiência boas e ruins, vamos ficando menos simples e mais intelectualizados, e daí vamos perdendo aquela simplicidade do início de nossas encarnações. O Chimpazé ou o cachorro é tanto capaz de fazer belas ações na medida do seu grau de adiantamento, como tb é capaz de fazer coisas ruins, mas não tem o dicernimento que o humando tem, de prever todas as consequência de seus atos bons e ruins. Penso que o objetivo das almas é voltar a ser simples, mas com a bagagem da sabedoria.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sim, concordo. Mas convem perceber que as massas em geral tem uma visao muito romantizada do que e ser evoluido espiritualmente. Somos tao bombardeados pela midia e cinema, que as vezes a imagem que temso de algume evoluido e' alguem emocional, quando na verdade, se voce reparar nos relatos de mediuns em ocntatos com mentores, vai ver que eles estao mais para Dr. Spock do que para "poetas sensiveis".

A intelectualidade esclarecida, na medida certa, e' uma tremenda ferramenta nas maos de um espirito equilibrado.

O problema e' que nossa sociedade materialista propoe um modelo de intelectualidade totalmente desequilibrado, em que os maiores cientistas sao verdadeiros aleijados emocionais. Muitos genios da ciencia tem alguma disfuncao mental,desde dislexia, como Eisntein, ou sindrome de Asperger, como Bill Gates, que e' um tipo de autismo.

Associamos genialidade com excentricidade, mas isso e; apenas desenvolvimento desequilibrado, hipertrofia de um aspecto as custas da atrofia de outros.

Assim como o medium santarrao chorao nao deveria ser o modelo para ninguem, o cientista cheio de tiques nervosos tambe'm nao o e'. Apesar da alergia que muita gente aqui tem a Jesus, para mim ainda e um modelo de equilibrio: ao mesmo tempo em que era um Rabi (especialista na lei judaica e portanto um intelectual, assim como Paulo), tinha sensibilidade para perceber as fragilidades de quem encontrava, sem se deixar dominar por elas a ponto de chorar abracado...

Mesmo aqueles que o consideram apenas um personagem, ainda assim serve como referencia.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concordo. Intelectualidade sem sabedoria vira ferramenta somente de evolução física. Podendo se tornar um instrumento utilíssimo para o progresso material. Ao meu ver, o cara pra ser evoluído de maneira integral tem que ter inteligência unida à sabedoria. Descarregar o degetos de sua personalidade, adquiridos nas experiências milenares quando deixou o seu ego infectar-se. Daí chamo este caminho como o caminho de volta a simplicidade.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Obrigado pela outra dica de leitura, e acredite ou não, eu estava pensando em te enviar uma PM pedindo umas outras dicas de leitura relacionadas...

Mexendo agora nas minhas estantes encontrie outros livros agrupados juntos com esses que citei, exatamente porque, pelo menso para mim, estao relacionados, no sentido de permitir compreender como as sociedades humanas funcionam.

Cotninuando a linha da comparacao Homens e macacos, ha:

O MACACO NU. de desmond Morris- esse e um livro antiog ,dos anso 60. Creio que o primieor e estabelecer essas comparacaoes, mas forca um pouco a barra, tanto que e bastante criticado no ENTAO VOCE PENSA QUE E HUMANO?

- EU PRIMATA, de Frans Waal que analisa em capitulos difeentes, familia, sexo, poder, violencia, bondade e loucura em sociedades de primatas, sempre, claro, tentando estebelecer uma comparacao com a nossa.

- VERDADE; UMA HISTORIA- do memso autor do ENTAO VOCE PENSA QUE E HUMANO? Nesse livro ele conta como o conceito de Verdade foi mudando sua importancia na historia de humanidade, as vezes sendo considerada absoluta, outras vezes relativizada quando interessava. Evidentemente isso tem implicacoes na relgioa, politica, ciencia, etica.

- SEXO E PODER: a Familia no mundo 1900-2000- de Goran Therbon. Comenta as relacoes de homesn e mulheres virigndade, dotes, patrimonio e poder, com todo o seu jogo de interessar por tras dessas coisas, em diferentes grupos.

- O HEROI DAS MIL FACES- Jseph Campbell- Analisa as diferentes religioes e mitos para deliniar as semelahncas gerais entre seus fundadores e os trajetos de cada um, chegando no perfil de um personagem central, o "heroi", e identificando que todas religieos e grandes estorias folcloricas na verdade contam apenas uma mesma estoria de um mesmo personagem e sua viagem pelo mundo, que o leva da inocencia ao amadurecimento, isso intepretado como uma viagem simbolica de que a figura humana deve fazer para atingir sua "integracoa psicologica". E' no minimo curioso.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.