• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Carluz Sol Silva

"...volta, Carluz, volta..."

Recommended Posts

Olá, semideuses, e, ah, elementais também.

Esta noite despertei o que venho chamando de estado de observação fora do corpo. Acho que este estado pode ser chamado também de lucidez. Percebi que estava em uma sala fora do corpo com um grupo de pessoas de branco. Não sei se todos eram amparadores ou mentores.

Estranhei o lugar e as pessoas, a não ser uma, que sempre aparece nas minhas VAs.

Estava com um nível de observação relativa, queria ver tudo o que estava ao redor, olhar no rosto das pessoas, mas sentia que precisava vivenciar a ausência do controle da situação ali.

Não havia ninguém para ser amparado. Perguntei ao figura conhecida o que iria acontecer ali, e ele me avisou que eu sofreria uma regressão. Fiquei meio preocupado, mas, sob aquela intuição que não governamos, topei sem relutar.

Sentei-me em uma cadeira e "fechei os olhos" (devo ter diminuído a concentração do frontal). Senti um pequeno vórtice na frente do frontal, qual uma geléia magnética.

Ao sentir o vórtice tentei governar a situação, mas o figura conhecida se aproximou e pediu para que eu relaxasse.

Entrei em estado de meditação e, consegui, manter uma observação relativa do que acontecia ao redor. Agora, sabia que estava fora do corpo, sabia que estava com pouca lucidez, e decidi seguir em frente e ver no que ía dar.

Comecei a receber passes do tal senhor que aparece frequentemente nas minhas VAs (mentor?, sei lá).

Senti o meu corpo astral inflar (?!) e se desconectar de um terceiro corpo. Já postei um relato parecido aqui (saindo do corpo astral). Após um tempo de passes, me soltei do terceiro corpo.

Entrei numa espécie de apagão. ficou tudo escuro. Eu estava ali no escuro. Concentrado em ficar ali, no escuro. E fui aos poucos aceitando ficar naquele estado de ausência de mim mesmo. Parecia com o estado de meditação profunda.

Depois de um tempo, comecei a ouvir alguém me chamar. Eu ouvia, mas observava e não saía do estado de ausência, ou não queria sair dali.

Passei a registrar uma movimentação mais "tensa" das pessoas que fizeram a tal regressão, da qual não recordei nada, apenas uma sensação mental mais leve hoje de manhã e uma tendência agora, quase compulsiva a entrar em estado de observação.

"Carluz, por favor, volta. Volta. Pode voltar, vamos, acorda, por favor..."

Continuava a ouvir os apelos, mas ignorava, queria ficar

como estava, inerte. Estranho, não?

Comecei a ouvir uma prece daquele Sr. conhecido. Ouvia frase a frase. Senti que uma hora ele se comoveu e acho que ele pediu ajuda de alguém.

De repente, me vi despertando do escuro, observando um Ancião do meu lado, uma entidade, acredito, se manifestou ali, pois não a tinha visto antes.

Plasmei-lhe roupas medievais de um monge. Ele segurava um cajado em uma das mãos. A outra mão estava sobre os meus ombros como um abraço. Me falou alguma coisa. Um pouco confuso, falei que o conhecia desde a idade média.

Depois disso, passei a acreditar que havia despertado no mundo físico, como se tivesse acordado/voltado para o corpo.

Ainda ouvi o final da oração de agradecimento do tal sr. conhecido. Acho que ninguém esperava o que havia acontecido comigo.

Por alguma razão, quase decidi não querer mais voltar ao mundo astral e dele para o mundo físico.

Bom saber que existem amigos em todos os pontos deste universo e que eles, tendo uma visão mais dilatada das nossas necessidades evolutivas, interferem quando preciso.

Viva os violadores conscientes do livre-arbítrio!

Paz e luz,

__/\__,

Carluz

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.