• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Joao Paulo

Qual o sentido da vida?

Recommended Posts

Para a atualidade e curto prazo:

-É sairmos do grupo carma.

Objetivo a longo Prazo:

-Seria "pagar" um Poli-carma.

Ou simplesmente:

-EVOLUIR, EVOLUIR E EVOLUIR.

Acredito que sua pergunta na verdade é:

O Porque de tudo isso?

R.: Somos uma experiência.

Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom existem 3 maneiras de responder essa pergunta:

Com teorias,conceitos,experiencias ou com a realidade.

Na teoria cientifica podemos dizer,que o mais provavel que vivemos em uma experiencia,e que o padrão mais evidente é que o proposito de cada molecula,celula,atomo,ser vivo é estar em movimento de forma equilibrada,e de forma que possa causar evolução.

Na realidade é que,existem 999999 bilhoes de planetas,somos apenas formigas em relação a escala universal,entaum qualquer conclusão que façamos sobre o universo,seria o mesmo de uma formiga falar sobre a sociedade humana.

E na teoria do espiritismo,estamos dentro de um grupo "karmico" que não é algo ruim,é apenas um sistema de evolução,que tem suas proprias regras,para ultrapassar esse sistema voce precisa estudar e compreender essas leis.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bem, todos nós temos uma "missão específica", para a qual viemos para cá. Por outro lado, aproveitando a dualidade criada, viemos experienciar. (assim cada um tem a sua verdade, adjacente à lei universal - como é em cima é em baixo - da mesma forma que diferentes mestres apresentam maneiras diferentes na sua realização (podem ser parecidos, mas são sempre diferentes - somos todos especiais, não há ninguem no mundo igual a si) cada um de nós tem verdades diferentes

Tudo bem inicialmente...

Agora vem um texto longo...

Existem muitas "raças" de humanos. Inicialmente vinhamos, cumpríamos a nossa missão e saíamos, o que aconteceu com a 1,2 e 3 geração - duravam para fazer tudo mais ou menos 14 mil anos. Na quarta, ouve a "queda" do Homem, explicada de um modo muito simbólico no Génesis da Biblia (a história do Adão e Eva).

Explicação de "Autobiografia de um Iogue": se alguém pedir muito, poderei postá-la... é longa...

O que isto tem haver? Bem, "nós" "fugímos" da missão original, ao esquecermos que éramos como Deus e ao entrar profundamente na dualidade... assim a 4 e 5 geração estão cá à MILHOES DE ANOS... omg... agora começam a nascer almas da 6 geração (ainda falta a sétima)... resumindo a história e concluido: o Karma foi criado depois, não faz parte do plano original, logo não o considero como objecto do "sentido da vida".

Dúvidas, perguntem, espero saber responder :-)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Gostaria de discorrer sobre esse assunto com uma frase bem simples, porém bastante significativa a qual meu pai sempre costuma citar para que reflitamos acerca do tema: "a vida é bela o pevo é quem a complica."

Pois bem, se observarmos a natureza e todos os ciclos que a compõe, perceberemos que a mesma está em constante revoção e mudança. A vida pulsa em todo o universo, em suas mais variadas formas com o intuito de evolução. Tanto nossa vida quanto a vida do universo, são parte integrante de uma lei maior; de uma força maior que transecede todos os seres animados e inanimados.

Considerando-se a frase citada anteriormente ( a vida é bela, o povo quem a complica), é possível concluirmos que tudo o quanto acontece ao nosso favor é de pura responsabilidade nossa, não devemos culpar ninguém, pois temos o livre arbítrio e somos donos de nosso destino. Na mesma proporção, todas nossas dádivas são frutos de e nossos esforços, pois o mesmo potencial que temos para edificar nossa vida, o temos também para destrui-la.

Com o universo a contece a mesma coisa. Os planetas girando em torno do sol na mais perfeita sintonia, o desabrochar das flores, a influência energética que a lua exerce sobre os ritmos marítimos, as florestas, o ar que respiramos (...) tudo bem harmonizado e sintonizado. Porém com as constantes intervenções do homem que age com desrespeito à natureza, naturalmente tudo isso pode se transformar numa avalanche, tendo como resultado catástrofes naturais, desequilíbrios ambientais, enchentes, seca (...)

É por isso que nosso corpo individual, ou seja, nossa vida (microcosmo)pode ser comparada com o grande corpo vivo universal (macrocosmo), sendo um parte integrante do outro.

Pois bem, por que falei sobre tudo isso? Porque para responder a questão anterior, que por ser tão ampla caberia a nós ensaiarmos acerca de várias respostas, quero porém levar todos nós a refletir sobre uma lei fundamental: a lei de causa e efeito. Para toda ação, uma reação, e se não considerarmos esse ponto fundamental em tudo o quanto fazemos, pensamos e agimos, nossa vida e nosso mundo, individual e coletivo se desequilibra, então vivemos num mundo obscuro não enxergando a realidade a nossa volta, em outras palavras, vivemos no mundo da ignorância.

Na verdade, o propósito da vida, independente de linhas religiosas ou filosóficas a que se siga,é EVOLUÇÃO, e essa evolução requer que nos tornemos seres humanos cada vez melhores, que independente de nossas dificuldades ou desiquilíbrios, que nos mantenhamos firmes, lutando constantemente contra as funções destrutivas que nos acerca e por fim que sejamos seres iluminados.Porém, para que alcancemos isso, que não é nada longe de nossa realidade, mas sim algo intrinseco a todo ser humano, é necessário um constante exercício de humanismo e autoaprimoramento.

Logo, se analizarmos a vida pela ótica da reencarnação, isso fica muito claro, pois temos essa grande oportunidade de regressar ao mundo terreno afim de que transformemos nosso mal carma, aprendamos uns com os outros e estejamos sempre dispostos a ajudar, de forma altruística e corajosa.

Para mim, esse é o sentido maior da vida. O Progresso. Pois a humanidade ainda está caminhando no que diz respeito a evolução espiritual; mental, o que se conflitua com o progresso científico-tecnológico. As pessoas, em sua maioria, ainda não despertaram para verdade de que toda a capacidade encontra-se dentro dela mesma, mas isso é questão de tempo, e o importante em tudo é que sempre vivamos de modo a possibilitar a todos a nossa volta compreender que são capazes de fazer muito mais do que aquilo que julgam ou pensam que podem, isso, é sabedoria.

Grato, Andy.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa noite pessoal!

Expondo opinião..

Qual o sentido da vida?

Acho que podemos usar conceitos multifocais para criarmos novos conceitos. Mas, o que isso significaria?

Um novo conceito.

A todo momento procuramos dar sentido as coisas que fazemos, modificamos nossa base conceitual a todo momento. É inevitavel?!destruimos um conceito e criamos outro convincente,no entanto qual o sentido da vida?

O que se entende disso?

Uma reflexão?

O ente questiona o proprio ente, adentra a facticidade

infactivel..

A procura do que?

De uma resposta?

Pra que? o que fariamos com essa resposta?

Ao pensar na resposta fazemos uma auto analíse do sentido da propria vida!? Criamos uma idealização conceitual baseada em experiências e conceitos compativeis com a nossa realidade individual!? e coletiva!?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Historia interessante:

" Um pai e seu pequeno filho de apenas nove anos acompanhados de um burrinho caminham no sol quente de uma estrada.

Eles resolvem ir para um vilarejo próximo, pois estão com muita sede e cansados. Estavam a PROCURA DE ÁGUA.

No decorrer do caminho o pai coloca o filho em cima do burinho, pois ele está cansado. De repente um homem passa ao lado deles indo em sentido contrario e fala:

- Ei criança! Deixe seu pai ir mundado no burrinho, orás, teu pai já velho não aquenta muito nesse sol.

Depois do ocorrido eles trocaram de lugar o filho foi andando e o pai foi muntado no burrinho.

Logo a frente depois de uns metros, uma mulher com seu filho passa e fala:

- Vocês são de grande sorte! Vocês tem um burrinho para andar e aminizar o cansaço nesse sol, só não entendo o porque os dois não mutam juntos?

Não deu outra os dois muntaram no burrinho.

Depois de um tempo um velho barbudo passa e fala:

- Eu vocês não tem dó desse pobre animal? caregando vocês dois nesse sol!

O pai e filho se sentiram arependidos diante da advertencia.

O pai disse para o filho:

- Vamos andar nós três um do lado do outro, assim não teremos problemas.

- Pai será que alguém irá palpitar a gente de novo? Disse o filho.

- Não sei filho.

E assim eles continuaram... Quando de repende dois forasteiros passam e palpitam risonhos:

- Olha isso! três burros!

Passando isso o pai e o filho param e discutem um geito de estar certos."

[Eles esqueceram de que tinham que beber água, e o burrinho morreu de cede.]

Ficamos preocupados com os significados e esquemos o principal:

O VERDADEIRO SENTIDO.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bom existem 3 maneiras de responder essa pergunta:

Com teorias,conceitos,experiencias ou com a realidade.

Na teoria cientifica podemos dizer,que o mais provavel que vivemos em uma experiencia,e que o padrão mais evidente é que o proposito de cada molecula,celula,atomo,ser vivo é estar em movimento de forma equilibrada,e de forma que possa causar evolução.

Na realidade é que,existem 999999 bilhoes de planetas,somos apenas formigas em relação a escala universal,entaum qualquer conclusão que façamos sobre o universo,seria o mesmo de uma formiga falar sobre a sociedade humana.

E na teoria do espiritismo,estamos dentro de um grupo "karmico" que não é algo ruim,é apenas um sistema de evolução,que tem suas proprias regras,para ultrapassar esse sistema voce precisa estudar e compreender essas leis.

Lembrando que essa resposta foi baseada numa VERDADE ABSOLUTA INVERIFICÄVEL

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tem certas perguntas que são sem proposito mesmo,sem noção.

"-qual o sentido da vida? Achar uma resposta? pra que?

-pra responder a pergunta, ora!"

"-porque estamos aqui?

-ué, tem outro lugar pra gente estar?

-não.

-então pronto. estamos aqui pq não temos outro lugar pra estar..."

O sentido da vida é dar um sentido pra vida. Essa é a resposta que se deve dar pra quem não encontrou o sentido da vida.

Quem já encontrou o sentido da vida, quem tem um objetivo não faz essa pergunta.

A vida é pra viver,o sentido da vida é viver, o significado da vida é viver.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Olá pessoal! Gostaria de Compartilhar opiniões diante desta pergunta:

QUAL O SENTIDO DA VIDA?

Pra mim, o sentido da vida é morrer melhor do que você nasceu. Digo isso baseado na hipótese das vidas sucessivas.

O que é viver?

Seguindo a mesma linha acima, viver pra mim é uma sucessão de erros até o acerto, para novamente errar em outro campo e continuar errando até obter êxito em muitas áreas e assim ir completando nossas lacunas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tem certas perguntas que são sem proposito mesmo,sem noção.

"-qual o sentido da vida? Achar uma resposta? pra que?

-pra responder a pergunta, ora!"

"-porque estamos aqui?

-ué, tem outro lugar pra gente estar?

-não.

-então pronto. estamos aqui pq não temos outro lugar pra estar..."

O sentido da vida é dar um sentido pra vida. Essa é a resposta que se deve dar pra quem não encontrou o sentido da vida.

Quem já encontrou o sentido da vida, quem tem um objetivo não faz essa pergunta.

A vida é pra viver,o sentido da vida é viver, o significado da vida é viver.

MELHOR RESPOSTA PRA ESSA PERGUNTA "BESTA"!!! SIMPLES E OBJETIVA..

Essa pergunta me lembra àquelas pessoas que querem fazer regressões de vidas passadas... Aliás, num tem problema nenhum a pessoa querer saber mais sobre si. Mas num seria uma boa idéia ela começar a rever sua reencarnação atual??? tá ali na cara dela...REGREDIDINHA...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá Olympio!

Obrigado por compartilhar conosco sua opinião!

Reflexão:

Será que não teria um limite de tempo ou de chances, para esse "aperfeiçoamento". Ou seja, temos tempo e chances infinitas para "completar" essas lacunas?

Ou não, teriamos uma cota?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Cara, você tem TODO o tempo do mundo... Mas... quanto mais tempo você aguenta sempre na rotina: Encarnar, desencarnar, encarnar, desencarnar, encarnar, desencarnar,...

Tudo depende de si...

O que é viver? Tudo vive... olhe: você para conhecer a luz, precisa de saber o que é a escuridão, para saber o que é o dia tem de ver a noite, ou seja, tem de conhecer o oposto. Quando não viver, terá a oportunidade de saber o que é viver.

Que importa saber o que é? Viva!

Paz, amor e tranquilidade ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá DarkMaster06 !

Obrigado por compartilhar sua opinião!

Reflexão:

Cara, você tem TODO o tempo do mundo... Mas... quanto mais tempo você aguenta sempre na rotina: Encarnar, desencarnar, encarnar, desencarnar, encarnar, desencarnar,...

E o mundo quanto tempo me aguenta? Ele também evolui?

O que é viver? Tudo vive... olhe: você para conhecer a luz, precisa de saber o que é a escuridão, para saber o que é o dia tem de ver a noite, ou seja, tem de conhecer o oposto. Quando não viver, terá a oportunidade de saber o que é viver.

Que importa saber o que é? Viva!

Como viver? Existe um Caminho? Ou o percurso é livre?

Enquando as leis, onde estão?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito interessante essa pergunta! :D

Mas qual é o sentido dessa pergunta?

Seria "como viver?".Para aprendermos viver melhor e de forma correta.

Há pouco tempo escrevi o pequeno texto abaixo para mim mesmo, talvez combine com essa pergunta.

Se nessa sociedade por exemplo não conhecemos suas leis, como podemos medir nosso comportamento para não sermos punidos?Da mesma forma existe a lei de nosso coração, essa Lei não pode ser mudada, ela é nossa consciência.

(Ex: quando sentimos remorsso de termos feito algo "errado")

Por não conhecer as Leis naturais de nosso coração, agimos sem consciência das consequências,e por quase sempre aprendemos depois da experiência do erro e do sofrimento.As vezes repetimos o “erro” tantas e tantas vezes que vira hábito sofrer. E para cessar esse sofrimento, essa ilusão, precisamos conhecer a Verdade sobre si mesmos.

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.”

João 8:32

As Leis do coração vem sendo descobertas desde os tempos mais remotos da humanidade. Nas culturas mais antigas podemos encontrar seus ensinamentos, e também, em diversos livros sagrados de diversas religiões.

“A Verdade é uma só, ela é imutável, abrange todas as coisas, em qualquer lugar que se vá ela é a mesma.”

“Eu sou o Alfa e o Ómega, o princípio e o fim, o primeiro e o derradeiro.”

Apocalipse 22:13

Concluido o post,

acredito que uma boa maneira de entender essa pergunta seria ver como ela pode nos ajudar a refletir se estamos agindo de acordo com nossa própria consciencia, ou se estamos ferindo nós mesmos e os outros.

Pesso perdão se falei algo de errado pois também sou falho, e espero que possamos aprender cada vez mais sobre quem realmente somos e qual é o verdadeiro sentido da vida. rsrs

Sabedoria e Amor a todos! :)

Share this post


Link to post
Share on other sites
Bem, todos nós temos uma "missão específica", para a qual viemos para cá. Por outro lado, aproveitando a dualidade criada, viemos experienciar. (assim cada um tem a sua verdade, adjacente à lei universal - como é em cima é em baixo - da mesma forma que diferentes mestres apresentam maneiras diferentes na sua realização (podem ser parecidos, mas são sempre diferentes - somos todos especiais, não há ninguem no mundo igual a si) cada um de nós tem verdades diferentes

Tudo bem inicialmente...

Agora vem um texto longo...

Existem muitas "raças" de humanos. Inicialmente vinhamos, cumpríamos a nossa missão e saíamos, o que aconteceu com a 1,2 e 3 geração - duravam para fazer tudo mais ou menos 14 mil anos. Na quarta, ouve a "queda" do Homem, explicada de um modo muito simbólico no Génesis da Biblia (a história do Adão e Eva).

Explicação de "Autobiografia de um Iogue": se alguém pedir muito, poderei postá-la... é longa...

O que isto tem haver? Bem, "nós" "fugímos" da missão original, ao esquecermos que éramos como Deus e ao entrar profundamente na dualidade... assim a 4 e 5 geração estão cá à MILHOES DE ANOS... omg... agora começam a nascer almas da 6 geração (ainda falta a sétima)... resumindo a história e concluido: o Karma foi criado depois, não faz parte do plano original, logo não o considero como objecto do "sentido da vida".

Dúvidas, perguntem, espero saber responder :-)

Muito Interessante essa forma de encarar essa pergunta!!! :D

Vejo que falas que temos uma essência pura mas que com o tempo ela se ocultou.

Como o Sol que sempre brilha e ilumina a Terra, assim quando existe nuvens sua intenssa luz não penetra.

E a unica maneira de voltar ao estado original e natural, seria eliminando aquilo que é artificial, como a cobiça a raiva e a ignorancia. Transformando-se atravez do arrependimento e do amor de Deus.

Muitas vezez iludidos pelas aparencias(karma, ação e reação) esquecemos o verdadeiro sentido da vida.Ou seja como devo viver?

Sera que penssar só em mim mesmo basta. Nascer, envelhecer, adoecer e morrer. Nossa vida se baseia apenas nisso?

Também acredito que temos uma missão um sentido natural, para viver com Harmonia.

E se Harmonia quer dizer União, e União quer dizer Amor então resumo essas palavras em:

"Ame seu próximo como a te mesmo."

(Mas como? se ainda tenho cobiça raiva ignorancia? Preciso Mudar!)

Desculpe se eu falei algo de errado pois sou falho.

Minha intenção é que possamos descobrir a melhor maneira de sermos aquilo que Deus qué que agente seja.

Sabedoria e Amor a Todos! :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá Giovani Henrique!

Obrigado por compartilhar conosco sua opinião!

Reflexão:

Vejo que falas que temos uma essência pura mas que com o tempo ela se ocultou.

Como o Sol que sempre brilha e ilumina a Terra, assim quando existe nuvens sua intenssa luz não penetra.

E a unica maneira de voltar ao estado original e natural, seria eliminando aquilo que é artificial, como a cobiça a raiva e a ignorancia. Transformando-se atravez do arrependimento e do amor de Deus.

Você tem algum exemplo?

Desculpe se eu falei algo de errado pois sou falho.

Muito difícil ver esse reconhecimento! Se todos reconhecem suas limitações como limitações, não como verdades absolutas imutáveis,acho que não teríamos "deuses em guerra!"

"Desculpe se eu falei algo de errado pois sou falho"

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá sandrofabres!

Obrigado por compartilhar conosco sua opinião!

Reflexão

gpcosta escreveu:

O sentido da vida é dar um sentido pra vida.

A vida é pra viver,o sentido da vida é viver, o significado da vida é viver.

Assino embaixo.

Como dar um sentido para vida?

"Desculpe se eu falei algo de errado pois sou falho"

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.