• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
sandrofabres

COMPROVAÇÃO DA PROJEÇÃO ASTRAL

Recommended Posts

Bom pessoal, muita gente pergunta isso por chat ou em particular, é uma questão bem velha na verdade, e que sempre foi respondida afirmativamente pelas pessoas que conseguiram comprovar suas projeções .

Mas todo dia nasce gente nova, e as pessoas de hoje em dia estão muito idiotizadas, ninguém procura profundamente mais nada, achando que se não tem nada na internet ou na TV, então não existe, tornando-se vítimas dos oportunistas céticos, sempre procurando manipular a mente das pessoas com todo o tipo de “dúvida razoável” e certezas baseadas na ignorância dos fatos, despejando suas teorias vazias de “poderia ser isso"..."poderia ser aquilo”, para todo FATO apresentado.

Na verdade o trabalho deles é muito fácil, basta levantar uma possibilidade vaga qualquer, por mais absurda e irracional que seja, e acham que anulam os fatos.

Quem não tem experiência em lidar com argumentos vazios se deixa levar por esse pessoal.

Diante disso achei melhor concentrar aqui algumas coisas relacionadas a comprovação da projeção astral, e seria legal que os outros membros QUE CONSEGUIRAM COMPROVAR alguma projeção postassem seus relatos aqui, assim, quando essa pergunta for feita de novo e de novo, a gente só manda o link para a pessoa ler.

Só um alerta, vamos falar claramente: opiniões de quem não conseguiu comprovar não ajudam em nada, apenas atestam A SUA DIFICULDADE em comprovar .Enquanto nao consegue, leia sobre as comprovacoes de outros aqui.

Mas se voce se acha o centro do mundo, de modo que o que VOCE AINDA NAO COMPROVOU E PORQUE NAO EXISTE E OS OUTROS ESTAO MISTIFICANDO.....E MELHOR NEM LER O QUE VEM NOS POSTS SEGUINTES.

O ceticismo e otimo quando nos estimula a buscar respostas, mas e' uma MASMORRA quando voce acha que sabe de tudo. Se seu "tudo" for muito pouco, como e o caso dos ceticos, vai concluir rapidamente que se nunca soube de algo, esse algo e' obviamente impossivel, ilogico, e nao existe, e nao vai atras para descobrir.

Azar o seu, ficara trancado na sua masmorra enquanto outros saem a explorar possibilidades.

Primeiro vou relatar as minhas comprovações, depois eu vou citar de outras pessoas e de livros de projeção.

Alguma coisa disso eu já postei em outros lugares do GVA

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

1- Durante um curso de projeção do IIPC combinamos de nos projetar a noite para a própria sala de aula do curso, vendo se conseguiríamos nos encontrar e nos lembrar depois. Consegui me projetar para a sala, mas não encontrei ninguém conhecido. Vi a instrutora escrevendo o titulo da conferencia no quadro, mas ao tentar ler, as letras se multiplicavam. Parecia ser LiMA...mas eu focar nas silabas elas iam se mutiplicando LILILIMAMAMA....a instrutora me olhou e disse; Você está enxergando isso porque esta associando essa palavra com aquela sua colega de trabalho que se aposentou. (Minha colega se chamava Linamara, mas qual seria o nome da aula que ela escrevia no quadro?)

Logo depois vejo uma outra instrutora do IIPC (a julgar pelo uniforme de enfermeira, ehehehhe) entrando pela janela. Era gordinha, de cabelos crespos na altura dso ombros e olhos e cabelos “cor de mel”

Então o que eu tinha em mãos?

- uma turma de alunos que eu não conhecia

- o titulo de uma aula que eu não sabia qual era

- duas instrutoras, sendo que uma chegou atrasada, entrando pela janela durante a aula.

Na aula em que íamos comentar os resultados, havia uma instrutora visitante, (não era igual a da projeção ), o titulo da aula era HOLOMATURIDADE, e quem já tentou ler em astral vai ver que ate passei perto com meu LIMA..... que se propagava pelo quadro. E na ultima aula também tivemos uma instrutora visitante, e essa sim era igual a que vi entrando pela janela durante a projeção. Era a ultima aula. Estava vestida como eu vi, era meio gordinha mesmo, olhos e cabelos “cor de mel”, porém os cabelos estavam um pouco mais curtos ( mas isso foi 10 dias após a projeção, logo, ela poderia ter cortado as pontas).

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

2- Sai de casa em astral e tentei entrar numa igreja que tem aqui perto, pois como eu nunca entrei la no físico, não teria risco de ver algo de minha memória, e bastaria i la depois, no físico e conferir. Quando me dirigi para ela vi um monte de gente indo naquela direção e acompanhei a turba, porem quando me dei conta eu estava olhando para uma quadra de basquete....Pensei “não pode ser, isso deve ser delírio da minha mente, não pode ter uma quadra de basquete dentro de uma igreja! Estou sonhando!” Mas entao percebi que eu tinha seguido o grupo e tínhamos seguido um muro. Eu podia ver as torres da igreja do outro lado do muro. Voltei pelo caminho percorrido e percebi que tinha entrado numa abertura lateral, daí o erro. Então deixei o grupo la, e me dirigi para a igreja. Entrei lá, mas andei por tudo,, subi escadas, entrei nas salas...não tem como eu fazer isso no físico...

Depois, comentando com um colega sobre esse meu “davaneio” durante uma projeção ele me lembrou que naquela posição, a direita da igreja, onde eu tinha achado a tal quadra de basquete, era pátio do colégio de segundo grau que tinha colado na igreja. Aquela entrada por onde eu fui era o portão do colégio e de fato dava no pátio, onde havia realmente a tal quadra de basquete. Passei ali na frnete um dia em que o portão estava aberto e de fato havia a tal quadra na posição que eu tinha visto.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

3 – Logo que sai em astral fui andando pela cidade e fui parar num ponto onde há muitas casas abandonadas, praticamente inabitáveis. Entrei dentro de uma por um enorme buraco na parede. Havia um monte de gente ali. Sai pelo outro buraco e vi uma estação de trem. Também vi um casarão que sempre achei lindo, mas todo destruído, já sem telhado. Pensei: Puxa, não devo estar bem consciente, porque a antiga estação de trem fica a 20km deste ponto da cidade, e aquele casarão não está tão destruído, tem apenas as paredes rachadas”. Quando volte ida projeção e fui trabalhar, passei por aquela zona de ônibus, e toda aquela área é fechada por um muro alto. Fiquei em pe no ônibus para poder espiar dentro da área murada. Tinha uma estação de trem abandonada entre aqueles muros, e o tal sobrado estava sim sem telhado, eu é que não sabia. Quanto ao sobrado poderia ter sido alguma imagem residual da memória, pois é um ponto de fácil visibilidade, mas quanto a estação eu de fato nunca soube que havia uma estação de trem abandonada entre aqueles muros, que devem ter 2,50m de altura. Tive que perguntar sobre isso para as pessoas que são naturais desta cidade mesmo. Ao passar ali a pé outro dia pude identificar a casa onde entrei, com os enormes buracos de entrada e saída pelos quais passei.

Share this post


Link to post
Share on other sites

4- Há tempo eu tento entrar num prédio de apartamentos aqui perto, mas ele sempre some, ou a rua se altera....minha idéia era entrar me cada apartamento (são só 3, 1 por andar) para ver em qual deles mora uma pessoa que eu conheço de vista apenas, de modo que depois poderia puxar papo para ver se conseguia confirmar a informação. Mas a rua muda, ou tem outro prédio no lugar, ou erro e entro no prédio ao lado, ehehehe. Esses dias eu consegui, fui flutuando até lá parei em frente ao prédio entrei em cada andar e achei a pessoa dormindo na cama, me assustei pela questão de invasão de privacidade, pois me senti um ladraoentrando numa casa a noite (estava tão focado nisso que não tinha parado para pensar nesse detalhe) sai rapidamente, me virando na saída para gravar bem em qual andar eu vi aquilo. Desci flutando ate o chão e tentei gravar o numero do prédio, e vi 3?3. Não consegui saber qual era o número do meio. Quando fui la no físico conferir, vi que o prédio era numero 400, logo ao lado tem o numero do prédio ao lado, que e colado nele e da mesma cor ( por isso eu já entrei errado outras vezes) , e cujo numero e 398. É provável que eu tenha percebido o 8 como o 3, considerando a dificuldade de gravar essas coisas, como letras e números.

Share this post


Link to post
Share on other sites

5 -Uma vez, para auxiliar uma amiga minha, que estava sendo importunada por uma mago negro, decidi dar um “pára-te-quieto” nele em astral. Meia hora depois de eu ter encerrado a tarefa a esposa do cara liga para essa minha amiga, cancelando todos os pedidos de dinheiro que tinha feito para ela; o marido tinha passado mal durante um “trabalho” e ela estava ligando do pronto-socorro. Coincidência? Sexta-feira, 2 da madrugada, a pessoa faz uma ligação intermunicipal de celular para celular, dizendo que não ia mais fazer certas coisas.....justamente com aquela cliente que por acaso tinha um amigo (eu) que se meteu na historia exatamente meia hora antes? É muita coincidência....

  • Like 3
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

6 – Um amigo meu estava com a esposa sendo atacada em astral por um encarnado. Ele saiu do corpo, foi ate o atacante, deu um “pára-te-quieto” nela, uma garota, e o namorado estava com ela na hora, no físico, e testemunhou ela cair na mesma hora e ter “convulsões”, na verdade apenas uma repercussão da luta em astral, nada de mais. Ligou para nós para contar, e até o meu amigo se espantou com isso, porque não achou que seu ataque pudesse ter um impacto físico, mas apenas energetico.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

7 – certa vez fui num workshop de uma palestrante esotérica e minha amiga, que é médium, percebeu que tinha um sujeito sentado na outra metade do auditório, no meio do pessoal, fazendo algumas atividades energéticas bem negativas, para afetar o trabalho da palestrante. Essa minha amiga então usou uma técnica apométrica para imobilizar o sujeito, de modo que ele não pudesse fazer mas nada. O líder do nosso grupo não tinha vindo no workshop, que era numa cidade a 400km, mas nos prometeu tentar observar as coisas em astral e nos contar depois. O workshop foi sexta a noite, sábado e domingo o dia todo. Esse evento do sujeito que quis atrapalhar energeticamente a palestrante aconteceu na sexta a noite. No sábado eu e minha amiga fomos numa lan-house no shopping e nosso amigo tinha mandado um e-mail relatando o que ele percebeu em astral, Alem de muitas coisas que a gente nem tinha como ver ou saber se era real, ele foi capa de dizer exatamente onde no auditório nos estávamos sentados, assim como identificou a presença e localização do cara que quis perturbar, e descreveu exatamente o que a minha colega tinha feito para neutralizar o cara.

Mesmo que alguém tivesse filmado o workshop e nos tivéssemos aparecido na TV, o que permitira a ele dizer onde estávamos, o sujeito que quis atrapalhar a palestrante não usava uma carapuça vermelha, não tinha como ser identificado visualmente no meio de 100 pessoas sentadas num auditório . E a técnica que minha amiga usou foi toda mental, o único jeito de ele ter descrito corretamente o que ela fez mentalmente era estar lá observando em astral o que foi feito.

Share this post


Link to post
Share on other sites

8 – Eu e esses meu colegas trabalhávamos num grupo de desobsessão, mas eu era apenas o aprendiz. Isso foi há uns 10 anos, e tive um “sonho” confirmado por outras pessoas. Não foi uma projeção consciente nem da minha parte nem das demais pessoas envolvidas, todos julgamos que fosse apenas um sonho, mas quando nos reunimos a pessoa relatou exatamente o mesmo que eu sonhei. Foi assim:

A pessoa que contou o sonho dela disse que ela estava, no sonho, visitando a nova casa, na qual iria morar (tinha apenas assinado o contrato de aluguel, não tinha ainda se mudado). Junto com ela estavam a pessoa A e a pessoa B. Eles olharam para o chão e num canto da sala vazia encontraram um grupo de objetos, e pensaram: “O que diabos poderia ser isso?”. Ao pensarem nisso eu entrei por uma porta, olhei e disse: “Isso é tal e tal coisa”.

E o que eu lembrava do sonho era apenas eu passando por uma porta, as mesmas pessoas A e B presentes numa sala vazia, que me era desconhecida, e olhando para mim com um olhar inquisitivo, como se tivessem feito uma pergunta. Ao passar pela porta eu me dirigi ao canto da sala, olhei os objetos que ali estavam e disse para elas “isto é tal e tal coisa”. Eu lembro de ter dito a mesma coisa que a pessoa lembrava que eu tinha dito no sonho dela. Logo, não podia de fato ser sonho, porque por definição sonho e uma cricao da sua mente, outro não pode participar, mas quando duas ou mais pessoas confirmam as mesmas lembranças, isso indica que os eventos era reais, embora acntecendo no plano astral.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

9 – O Robert Monroe descreve no seu capitulo 3 do livro Viagens fora do corpo um experimento em que ele, projetado na casa de uma amiga que estava acordada, deu-lhe um beliscão, para certificar-se que ela se lembraria dele. O beliscão deixou marca visível na pela da amiga, não “levemente visível” , como algum cético que não leu nem nunca lerá poderia querer alegar:

“Levantou a borda do suéter (...): havia duas marcas, castanha e azul, exatamente no ponto onde eu a tocara.

- Lá estava eu sentada, falando com as meninas (...) quando de repente senti esse terrível beliscão. Acho que dei um pulo de meio metro.Pensei que meu cunhado tinha regressado e se escondido atrás de mim.Girei o corpo, mas não havia ninguém lá Nem podia imaginar que fosse você! Doeu!.”. pg. 50 da 10ª. Edição.

Share this post


Link to post
Share on other sites

10- O Robert Bruce conta no seu livro, Astral Dynamics, que ensinou o sobrinho a se projetar. Depois de algumas tentativas frustradas, uma vez ele, o Bruce estava meditando quando viu seu sobrinho atravessar a parede em corpo astral e vir flutuando para a sala em que ele estava. O sobrinho acenou para ele, ele acenou de volta. Na manha seguinte o sobrinho se lembrou de tudo, atravessar a parede, ver o tio, e a troca de acenos. P.29 da edição antiga de Astral Dynamics.

Share this post


Link to post
Share on other sites

10- O Robert Bruce conta no seu livro, Astral Dynamics, que ensinou o sobrinho a se projetar. Depois de algumas tentativas frustradas, uma vez ele, o Bruce estava meditando quando viu seu sobrinho atravessar a parede em corpo astral e vir flutuando para a sala em que ele estava. O sobrinho acenou para ele, ele acenou de volta. Na manha seguinte o sobrinho se lembrou de tudo, atravessar a parede, ver o tio, e a troca de acenos. P.29 da edição antiga de Astral Dynamics.

Share this post


Link to post
Share on other sites

11- Moises Esagui conta no seu livro, projeção da consciência, uma ferramenta evolutiva, que estava em astral numa certa rua quando viu passar seu amigo, vindo de um curso noturno, caminhando na direção de sua casa, acompanhado por um amigo. Ele acompanhou em astral os dois até pararem em frente a casa em que o amigo morava, que conversou mais um pouco e entrou em casa. O Moises checou o horário e alguns dias depois falou com o amigo, que confirmou os detalhes e inclusive o horário do ocorrido. p.116-117

Share this post


Link to post
Share on other sites

14- Dr Karlis Osis , diretor da ASPR (Sociedade Americana de Pesquisas Psiquicas) demonstra um teste laboratorial, no qual Alex Tanous, o famoso projetor astral, consegue ver um simbolo dentro de uma maquina, colocado em diversas posições, dispostas em seqüência aleatória, decidida por computador, e com algumas salas de distancia entre Tanous e a máquina .

Descrição detalhada do experimento: ASPR remoteviewing.pdf

O equipamento foi projetado de modo que você precisa espiar exatamente da posição correta para ver o símbolo dentro da máquina , não é possível vê-lo de outra posição. Isso é para evitar que ele pudesse saber qual era o símbolo apenas por alguma faculdade da consciência, como clarividência. Ele precisa se colocar diretamente em frente ao orifício e espiar por ele, como um olho mágico, ou não verá nada. Além disso, havia um detector de campo eletromagnético para tentar apontar alguma variação de campo no momento da observação, para que se tivesse certeza que algo ali estava presente em frente ao equipamento, e não uma simples transferência de informação entre a mente de Tanous e alguma “mente universal”. O equipamento detectou essa alteração de campo, indicando a presenca de algo em frente ao orifício de observação no momento em que Tanous estava projetado. Esta cena aparece a 1h 17min do clássico documentário de Rolf Olsen "Journey into to the Beyond".

É bom conhecer essas coisas antes de sair por aí acreditando em livros que afirmam a tremenda bobagem de que projeção astral é só um tipo de sonho.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá Sandro,

Achei muito inteligente sua postagem!

A projeção astral é um fato, e pra quem está acostumado a vivenciá-la todos os dias, fica até difícil entrar no mérito de que se existe ou não existe; de que é criação da mente ou não! Uma pessoa que tem esse tipo de pensamento, o que é válido pois não deixa de ser um questionamento, com certeza nunca teve uma experiência significativa de projeção astral.

Acho que se alguém tem dúvidas sobre isso, que são válidas, devem primeiro resolver isso dentro delas com elas mesmas; buscar comprovar por si mesmos, pra depois entrar em discussões mais profundas com quem já faz isso a séculos!

Não dá pra um aluno da primeira série querer debater coisas do colegial, e a mesma coisa vale pra viagem astral!

Pra quem quiser ler, tenho postado aqui no fórum do GVA mais de 40 relatos pessoais com inúmeras comprovações!

Um abraço

Eder

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Entao da umamaozinha Eder. Localiza seus topicos e bota todos os links que tratam de comprovaço nom post. Vamos acumular isso aqui, fica mais facil para todo mundo. Eu as vezes quero localizar algum post meu mesmo e nao consigo, o sistema de busca nem sempre funciona. Se juntar num topico contendo a palavra COMPROVAÇAO fica mais facil do pessoal novo se localizar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tive umas 5 projeções conscientes e alguns sonhos lúcidos, porém não apresentam fatos suficientes para que seja uma comprovação literal acerca das minhas experiências, no entanto tenho absoluta certeza de que foram REAIS, uma vez que foi por meio delas que comecei minha busca em buscar respostas e explicações sobre tais fenômenos. Mas algo que posso dizer que foi uma comprovação aconteceu comigo há mais ou menos dois meses.

Eu durmo em um quarto separado do quarto de meu pai, e paralelo aos dois quartos há um corredor. Pois bem, sempre que acordava em catalepsia, eu tentava chamar pelo meu pai para que ele viesse me ajudar, e muitas das vezes ouvindo meus murmúrios ele acorda e vem ver o que está acontecendo. Da última vez, eu tive um catalepsia fortíssima e amedrontadora, pois eu estava sendo assediado. Estava fora e dentro do corpo ao mesmo tempo, mas meu pai não ouvia minha voz. De repente eu o vi fora do corpo com uma bemuda bege camisa marrom, pedi que ele viesse me ajudar e ele disse que não poderia naquela hora porque estava indo ajudar meu irmão mais velho que estava na cozinha. Ele virou as costas e se foi.

No auge de minha catalepsia, estava praticamente fora do corpo, quando me deparei cm uma sobra enorme em forma de cachorro vindo em minha direção. Fiquei atemorizado, voltei pro corpo imediatamente e acordei gritando pelo meu pai (rsrs). Ele acordou, veio no meu quarto e aendeu a luz. Para minha surpresa estava fielmente vestido com a bermuda bege e a camisa marrom.

Eu, meio ambaraçado, sem conseguir discernir os fatos do fiico e do astral, olhei pro meu pai e indaguei:

- Por que você não veio logo me ajudar heim?

Ele:

- Mas eu acordei agora! (rsrs)

Depois me virei de bruço e adormeci com o coração descompassado.

Obs: essa acho que oi a catalespsia mais amedrontadora que já tive

Share this post


Link to post
Share on other sites

A projeção de consciência, é antes de tudo, íntima!

Vi um amigo do GVA “em viagem astral” de dia, da minha casa! Ele estava, como quem diz:

“Meu povo! Estou consciente!” Isso porque ele tentava me contar que estava em projeção!

E eu via uma pessoa que havia despertado a consciência e me imaginava como alvo mental para conseguir o êxito; só que parecia um "projetor" sobre a minha Vila contando sobre sua consciência!

Repetindo: A projeção é antes de tudo íntima!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nooooosssa! E isso tudo estava espalhado pelo forum? Que bom que voce os trouxe aqui Eder! Sao relatos muito bons em aspectos bem mais importantes do que apenas comprovacao.

Acho que o pessoal que pergunta isso nao tinha mesmo lido seus relatos, ate porque, lendo eles a gente ate esquece essa questao menor. E' realmente interesante que voce tenha tido experincias tao legais E AO MESMO TEMPO tenha ido atras de alguma comprovacao para aquela experiencia. As vezes as melhores experiencias nao deixam nada que a gente possa comprovar, e as "experiencias de comprovacao" as vezes sao apenas isso, sem algo maior presente. Parabesn por ter unido as duas coisas tao bem! E que bom para no's, que podemos ler seus relatos aqui no GVA!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sandro,

No meu caso, não houve tempo pra gerar dúvidas quanto a realidade da projeção astral, porque logo na primeira experiência, saí com um grau de lucidez muito alto e encontrei um amigo encarnado que também saía do corpo, e depois conversamos no físico sobre aquilo.

Logo nas primeiras experiências eu via coisas que aconteciam alguns dias depois no mundo físico com uma precisão muito alta, como partidas de futebol inteiras com cada detalhe que depois comprovava no físico.

Também tem o fato da minha amparadora ser alguém tão importante na minha vida e eu não perdi as recordações de vidas passadas, por isso já buscava e questionava desde muito novinho.

No meu caso eu tento aprimorar isso e levar pras pessoas que buscam, uma forma de conseguirem encontrar suas respostas e seus caminhos de forma mais rápida e direta.

A viagem astral é muito mais importante do que dizem. Existem coisas que nunca são mencionadas em lugar nenhum.

Eu vejo que é um caminho de esperança que pode transformar nossas vidas pra muito melhor do que imaginamos.

  • Like 1
  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Entendo, circunstancias incomuns...

Eu acho importante o pessoal que tem essas experiencias mais concretas postarem, porque e' exatamente por isso ser raro que muitas pessoas concluem que se trata de algum tipo de ilusao, ja que muito relatos sao vagos.

Evidentemente a questao da comprovacao e' pessoal, nao haveria porque expor essas coisas, mas eu realmente tenho pena das pessoas que, acreditando erroneamente que ceticismo e' sinonimo de mente critica, acabam por aceitar com MAXIMA CREDULIDADE qualquer argumento que negue a realidade desse e outros fenomenos.

Ser exposto a relatos mais concretos como os seus, ajuda as pessoas a verem que nem todo mundo tem experiencias tao vagas quanto os ceticos gostariam.

A escapatoria cetica para relatos concretos assim e' a pessoa ser taxada de mentirosa, mas nesse caso a gente ja fica conhecendo o carater de quem levantar essa suspeita ne?

E sempre bom saber com quem partilhamos nosso espaco...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.