Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Sobre a Conscienciologia


Recommended Posts

Queria saber a opinião de todos vós, estudiosos dos fenômenos extracorpóreos de viagem astral, sobre a neociência da Conscienciologia. Tenho uma admiração imensa pelos estudos conscienciológicos e pelo Prof. Waldo Vieira, precursor da ciência, entretanto tenho algumas ressalvas em relação a alguns posicionamentos e opiniões depreciativas dos estudantes de Conscienciologia como, por exemplo, a visão que eles têm sobre Jesus Cristo, sobre a TACON (tarefa da consolação), sobre as preces em geral e sobre Deus. Tais posicionamentos me fazem hesitar quanto a Conscienciologia. Então, queria saber de vós, estudantes de projeção e espiritualidade, pessoas universalistas e sem preconceitos. Gostaria muito de saber as vossas opiniões e, quem sabe assim, arraigarmos uma salutar discussão sobre o tema.

Abraços a todos.

Link to comment
Share on other sites

Tamberg, eu acho importante ressaltar o seguinte: como vc mesmo disse, a Conscienciologia é uma ciência. Claro que não uma ciência como a conhecemos hoje, mas pelo menos ela tenta chegar bem perto. Se é uma ciência, então todas as suas teorias e preceitos são relativos e podem ser refutados. Se podem ser refutados, então DEVE haver questionamentos. Ou seja, é completamente normal vc discordar de algumas coisas q são ditas lá, e se vc discorda, vc pode pesquisar sobre isso e refutar as ideias q já estão formadas. Ser obrigado a concordar com tudo se chama religião, e não ciência.

Link to comment
Share on other sites

Olá Tamberg. Da uma pesquisada na busca aqui do fórum. Tem bastante material espalhado sobre Conscienciologia.

Também sou um estudioso do assunto e cheio de paradoxos quanto a esse, que é até hoje o mais profundo e completo estuda da Conscienciologia. Aconselho o estudo desapaixonado dos possíveis pontos negativos do Waldo e da Conscienciologia em geral (ver tópico síndrome de Waldo Vieira).

Não vejo hoje, outro método de mergulhar tão profundamente, com tantos detalhes na consciência e na multidimensionalidade se não os dos estudos do IIPC. Porém essa falta de espiritualidade positiva e essa visão fria também me incomodam. De forma que hoje, agora, atualmente, estou levando muito mais em conta a questão Deus e a importância dessa abertura não mística, mas com uma certa religiosidade emocional para com os irmãos amparadores. Não apenas tratando-os como seres assépticos e laboratoriais. Não quero entender a projeção como uma pesquisa de laboratório. Meu interesse é a mão na massa e a ajuda energética noite pós noite.

sigamos intercalando os estudos, entre o espiritualista e o científico.

Link to comment
Share on other sites

Muito obrigado Thomas pela indicação de pesquisa aqui no fórum, vou fazê-la. Concordo contigo nesse sentido, também sinto certa cautela em relação à frieza científica da Conscienciologia em tratar assunto da espiritualidade, inclusive a questão sobre Deus (o Ser de suprema inteligência e causa primário do Universo), também acho que devemos somar os conhecimentos científicos e profundos da Conscienciologia juntamente com o sentimentalismo religioso, pois este torna mais cálida a frieza objetiva em tratar de espiritualidade.

Abraço e obrigado.

Link to comment
Share on other sites

Acho que a questão esbarra no problema íntimo do “Ser” em aprendizado!

Quando estudamos uma coisa na Terra, estudamos em “Ser” e não em espírito no corpo astral ou mental! Daí, estudar a Concienciologia e os preceitos de Jesus e as preces, algo se torna bilateral! Seria necessário doutrinar o homem estudante de Concienciologia a dirigir sua atenção do “Ser” para o humano! Assim, o homem poderia usufruir algo !

Link to comment
Share on other sites

Acredito a concenciologia muito importante, inclusive a abordagem fria e não mística. já temos muito conhecimento místico disponível por aí, então não podemos descartar o conhecimento acumulado da concienciologia.

So temos que ter em mente o fato de não misturar (muito difícil) concenciologia com as opniões do Waldo Vieira...

Na minha opnião quando Waldo Aposentar a Concenciologia vai dar uma boa melhorada nessa questão....

Link to comment
Share on other sites

Ressalto que não sou antipatizante da Conscienciologia, muito pelo contrário, sou um simpatizante, acho muito interessante a abordagem dos estudos conscienciológicos em certos aspectos do parapsiquismo e outros assuntos, todavia não consigo concordar da visão de Waldo Vieira e da Conscienciologia sim, pois quase sempre as opiniões de Waldo são a visão geral dos conscienciólogos, em relação à Jesus Cristo, à Deus, à prece, e a todo tipo de sentimentalismo em relação aos assuntos da espiritualidade. É óbvio que Jesus não é Deus e nem devemos tratá-lo como tal, porém dizer que Jesus é um "boboca", "um menino cheio de surto e que não sabia dominar as energias" isso é um absurdo. Acredito piamente que Jesus é um avatar, um mestre, é só olhar para sua conduta moral e para seus ensinamentos que rapidamente se chega à essa conclusão, além do fato deste ter operado verdadeiros prodígios com suas energias e com sua "mediunidade de cura". Enfim, coloco cá minha opinião, mas obviamente aceito discordância, conquanto que sejam bem argumentadas e coerentes. Deixo claro que não quero com isso promover um debate, quero apenas averiguar as vossas opiniões ( concordantes ou discordantes) para que assim possamos enriquecer nossa cabedal de conhecimentos.

Abraços fraternos a todos.

Link to comment
Share on other sites

Concordo com o Dimitrius, a opinião do Waldo não é a o que a conscienciologia pensa e estuda, apesar do waldo ser o fundador da conscienciologia, apenas o que está escrito, pesquisado e documentado em artigos científicos ou livros é que pertence ao conjunto de teorias da conscienciologia, e não o que o Waldo fala em suas entrevistas ou tertúlias. O que ele fala é sua opinião pessoal, principalmente com relação aos "ídolos", em geral.

Link to comment
Share on other sites

Pra mim, o papel de Jesus na história esta fora de contestação. Não há muito o que duvidar e o ensinamento foi aceito!

Já a parte da Concienciologia tem lá as suas alfinetadas! Não me interesso pela concienciologia em si. Acho mais importante o projetor voltar a si mesmo! E creio que estudar concienciologia sem estudar-se em “Ser” torna o estudo incompleto. Daí a vírgula da questão pois eles tentariam estudar o “Ser” , a Concienciologia no mundo ao mesmo tempo tentar debater sobre alguma religião da Terra!

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...