Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Desabafo (Cursos de Conscienciologia)


Thomas_Blum
 Share

Recommended Posts

Bom. Estou bastante aborrecido com o modo como as coisas são.

Não existe desejo mais sincero em mim e mais urgente do que o de me tornar alguém melhor. Tenho um anseio por chegar no patamar que a conscienciologia chama da "Desperto", ou seja:

Dessassediado Permantente Total. Em outras palavras, uma consciência livre de assédios energéticos, dominando sua própria energia, uma liberdade lúcida de projeção quando bem entender e assim por diante.

Porém vejo um bloqueio muito sério nisso, dado que a tal força de vontade que consigo apresentar não é nem mesmo semi-suficiente para chegar a um grau elevado de energia. Mesmo estudando o tema, me sinto bloqueado e preso em pequenas experiências, apenas algumas sinaléticas para cá e para lá...

E agora entra a questão. Qual é o método mais eficaz de se crescer consciencialmente e energéticamente? Fazendo cursos, com técnicas, professores especializados e um ambiente aprimorado. Porém. Um curso de conscienciologia.

Usarei o exemplo atual. AMI (Auto-pesquisa Multidimensional Interassistencial) é um curso bastante profundo que vai acontecer no IIPC de Curitiba. Envolvendo um campo energético intenso com 11 professores além de um Epicon (Epicentro Energético. Ou seja, um ser humano além do básico pré-serenão. Domina suas energias, entra em semi-possessão benigna (amparador se comunica através do epicon), faz técnicas de arco-voltáico e outras energizações). Enfim. Um curso de três dias visando uma bruta limpeza na consciência e nas energias dos alunos com meta de despertar o domínio de cada um.

3 dias.

900,00 Reais (os primeiros cadastrados, depois aumenta).

Isso é extremamente desanimador. Penso que esse tipo de situação acaba limitando demais a assistência que o IIPC diz incentivar.

Como uma pessoa de média renda poderia gastar tanto assim do nada? Existem argumentos é claro. Priorização de metas, organização financeira visando esse tipo de situação, enfim.

Só fico muito puto com isso. Por que ou preciso ser rico ou serei um ser humano mediano que precisa se contentar com as angustias repentinas, as intruções pensênicas, as perdas energéticas aparentemente sem sentido, a aleatoriedade das projeções raras, a inconsciência multidimensional???

Não consigo sem um suporte de gente já vivida e profunda crescer consciencialmente!

O que pode ser feito?

Lamentável.

Link to comment
Share on other sites

Amigo vc ja viu quanto cruso de conscienciologia tem aqui:

http://www.youtube.com/tvcomplexis

O IIPC tem em vários estados do Brasil:

http://www.iipc.org.br/centros/index.php

Ja facilita não ter que ir a foz do iguaçu. Mas fui na filial copacabana aqui no RJ me inscrever num curso básico acho que o CPC e tomei um susto: R$1.100,00.

Acontece que eles precisam ganhar o sustento de algum lugar pra manter a instituição. Se eles aceitassem verba pública, como o Waldo Vieira falou a instituição começaria a receber influencias politicas, o que iria tirar a independência das suas ideias, penso eu.

Começariam a sofrer influencias la de Brasilia.

Link to comment
Share on other sites

É complicado. Acho que todos passamos pela limitação quando o assunto é espiritualidade. Raramente teremos um grupo centrado por perto. Porém, temos a sorte desse tipo de fórum para unir os loucos e entusiastas da evolução :)

---

Quanto ao Klayser, pois é amigo, eu utilizo os videos da tv complexis mas ainda assim não é a mesma coisa que estar participando pessoalmente de um curso com o campo assitencial energético profundamente ativo, sendo amparado por consciências evoluidas. Mas tudo bem. Aceito as limitações..

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Bom, se vc não tem condições financeiras e tem realmente muita vontade de participar desse curso, e tem feito bastante esforço, praticado bem as técnicas, vai lá e conversa com eles, conta suas dificuldades, seus esforços, seu empenho em crescer, o pessoal do IIPC é muito bacana, conversa com eles que se eles verem seu esforço vão te ajudar com certeza.

Vc trabalha as energias todo dia?

Já consegue chegar ao estado vibracional?

Link to comment
Share on other sites

Caras, queria ter amigos malucos assim perto de mim, pena que nunca conheci ninguém parecido, que buscasse essas informações, hehehehe.

Cada um nasce onde deveria nascer não é mesmo?

Paz e Luz a todos!

Pensando a respeito, cheguei à conclusão de que podemos evoluir melhor com as dificuldades apresentadas por um mundo ( e família ) sem espiritualidade, além de ajudar os outros com nossa presença.

Mas no período entre-vidas devemos ter uma turminha muito boa lá no astral.

Tem sido difícil viver neste mundo cheio de futilidades.

  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

Amigos, o real é mais fantástico que a maior das ficções, dá para entender porque a maioria não está ligada nisso. As vezes fico até pensando se não seria uma grande viagem minha, mas já tive muitas comprovações interessantes, e ouvindo os áudios do Saulo percebi coisas que aconteceram comigo que na época não percebi.

Grande abraço amigos!

Link to comment
Share on other sites

Sim Thomas_Blum

sem contar os 900 reais para mim teria viagem, hotel, comida, pedagio rs

entendo vc

estou em Ponta Grossa e não encontro um grupo onde possamos nos reunir e discutir sobre "ser" sobre evolução

Pelo menos temos muita coisa na net, que com certeza ajuda muito

Mas tudo tem seu motivo e sua hora.

felicidades

Edson Fernando

Link to comment
Share on other sites

Só vou escrever umas coisinhas para você pensar, não há necessariamente coerência entre as varias idéias que vou listar abaixo, e só para você pensar sobre elas mesmo, talvez te ajude a concluir alguma coisa, sei lá:

1) 900 reais por esse curso. Ainda bem que não é um curso teórico, em que só te dão conceitos velhos redigeridos num novo vocabulário. Tendo esse aspecto pratico que você cita, seira uma ótima oportunidade de você avaliar com quem você esta lidando, afinal, dee gerar algum resultado perceptível ne? E se o PC que você usa para escrever aqui no GVA pifar (a menos que seja no trabalho ou em lan-house) , e provável que você se vire nos 30 para arranjar outro, que não deve custar menos de 900 reais. O pessoal do IIPC é muiot acessível , como o pessoal disse, é provável que eles possam parcelar isso bastante, ou , por outro lado, voce pode descobrir se isso ‘e uma oportunidade regular, que acontece de novo uma vez por ano, por exemplo, e se programar financeiramente, ir juntando uma grana e fazer isso no ano que vem. Lembro que o curso que fiz, o ECP1, que e o primeiro, custou 380 (e olha que tiveram que alugar um lugar, não era sede própria como nesse seu caso. E teve gente que parcelou em 6 vezes!

2) Sobre precisar cobrar para se sustentar: o movimento gnóstico do qual eu fui instrutor, a chamada “Nova ordem”, existia em mais de 50 países, há mais de 50 anos, e nunca cobrou nada. Inclusive era proibido aceitar doações dos alunos, que de fato tentavam fazer doações. Ela era toda mantida (gastos com aluguel, luz, e água dos prédios ) pelo membros efetivos (pessoas com mais de 3 anos no movimento), que faziam vaquinha para pagar essas contas. E num determinado momento, para oferecer livros de melhor qualidade a preços menores, fez-se uma vaquinha em todo o Brasil durante uns 2 anos, e se construiu uma gráfica própria. Os livros passaram a ter qualidade editorial iguais aos do mercado e eram vendidos a preço de custo, cinco vezes mais baratos que os mesmos títulos encontrados nas livrarias. Mas não me incomodo de pagar por cursos como os do IIPC porque entendo que nem todos os grupos tem o pique para trabalho e a ética da gnose, e seria perda de tempo convence-los disso. Cada grupo com suas metas, a gente aproveita de cada um o que eles tem a oferecer, não da para exigir mais.

3) Limpezas energéticas em geral não te levam a nada. Tiram um certo lixo básico, você sente algumas coisinhas , as vezes ate forte alteracoes emocionais, mas seu corpo em geral vai reagir e recriar bloqueios, porque ele depende deles para funcionar direito. Só quando você supera sua condição psicológica e que eles se tornam supérfluos e se soltam sozinhos ou com alguma prática energética.

4) Se você dissesse que ia passar por isso em outra organização, ou seja, uma “iniciação” em alguma escola esotérica, tenho certeza que surgiriam aqui vários posts criticando, usando aquelas frases prontas: “ isso é muleta!”, “ não devemos depender de ninguém para isso”, “ quem faz isso é tudo guia cego”.

5) Você confia nesse pessoal? Digo isso porque está falando em alguém estabelecer uma ligação realmente íntima com seu campo energético. É assim que se colocam “implantes” astrais, já ouviu falar nisso? Geralmente esse tema esta associado com extraterrestres se voce procurar na internet, mas tanto faz quem coloca. Com um acesso desse tipo, pode-se, por exemplo, fazer você sair por ai repetindo: “A conscienciologia foi a maior descoberta da minha vida, nunca encontrei nada tão evoluído” (mesmo que ANTES nunca tenham conhecido nada para poder comparar, e DEPOIS sua vida continue exatamente igual). Você deveria confiar nas pessoas as quais permite que façam isso, ou estar disposto e chutar o balde mesmo. Quando você está bem tem que ser cuidadoso para nao mexer em time que esta ganhando, mas se está mal, se sentindo estagnado, as vezes vale a pena chutar o balde para ver o que acontece.

6) “Dessassediado Permantente Total: uma consciência livre de assédios energéticos, dominando sua própria energia, uma liberdade lúcida de projeção quando bem entender e assim por diante”. Bom, antes da waldolologia inventar esse termo, essas habilidades definiriam um “iluminado”, e isso sempre foi difícil, levando, em geral, muitas vidas. Budha, Jesus,.....ahhhhhhh esqueci....Para o Waldo Budha era materialista, e Jesus era assediado. Já o Waldo foi o Zéfiro, que ajudou o Kardec, depois encarnou por aqui, pelo jeito com uma memória desperta de encarnações passadas e do período entre vidas, porque achou o Chico, de quem foi filho, lembrava de ter prometido encontra-lo e tal....e mesmo assim, no livro Projecoes da consciência o que você vê? Na maioria esmagadora das vezes alguém sendo retirado do corpo pelos amparadores, alguém que quando obtém a consciência depois de sair do corpo e nem sabe como foi parar lá, não sabe onde está,sabe a cidade apenas, na maioria das vezes. A media geral foi de 1 projecao a cada 3 dias durante os 6 meses usados para servir de base ao livro, as vezes diárias, as vezes espaçando-se por vários dias. Então, se você leva o Waldo a sério quando ele fala de outros instrutores espirituais, conclui-se que mesmo estando aparentemente acima do nível de Jesus e Budha, o cara ainda não chegou no nível que você quer chegar. E isso julgando pelo livro, que é do fim dos anos 70, quando o Waldo era visivelmente mais equilibrado emocionalmente. Mas o Waldo é bem velho, quando ele escreveu esse livro ele já tinha muita estrada nessa área, bota muita estrada nisso! Entao, com muita estrada...uma porjecao a cada 3 dias...nao sabe como foi parar la....so desperta quando ja saiu do corpo....tem que ser retirado pelos amparadores...

Eu diria que esse e' o perfil de um projetor iniciante.

MUITA ESTRADA----> INICIANTE

Mas se voce não leva o Waldo a sério quando ele se refere a outros instrutores espirituais, aí a coisa fica ainda pior, porque você esta se queixando de ser difícil chegar no nível de Budha ou Cristo, que são referencias da humanidade há 2500 e 2000 anos respectivamente. Não há surpresa que seja difícil né?

MUITA...MUITA....MUITA....MUITAS ESTRADAS.....---> DESASSEDIADO COMPLETO

Até não acho que a coisa em si seja difícil, o problema é que a maioria de nós não quer isso REALMENTE, tanto é que boa parte do tempo ficamos mimando nossos defeitos, ao invés de corrigi-los de minuto a minuto, dia após dia, sem falar em disciplina para se projetar diariamente, para trabalhar as energias, e tudo mais que alegam que a pessoa “deveria” fazer. Então um progresso que poderia levar um tempo X acaba demorando muitas vidas.

Como se diz: para subir uma escada temos que subir um degrau de cada vez. Acho que o melhor é se focar em objetivos pequenos e ir avançando após atingir cada um. Não fique olhando para o topo da escada, ou vai se deprimir. E de vez em quando arrisque ( ou não ) uma turbinada dessas como esse curso oferece, só para ver se justifica o investimento.

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

Olha cara, so recomendo arriscar envolver-se com as coisas. Eu citei a questao dos implantes, e' um problema real e bem conhecido por algumas pessoas que lidam com isso, o que faz com que muita gente que conhece esse problema tenha medo de fazer qualqeur coisa. Meu objetivo nao era desestimular, apenas alertar para um fenomeno que acontece, e' QUASE REGRA GERAL.

Mas eu acho que ficar em casa, desconfiando de tudo, e um caminho certo para nao chegar a nada. Acho que a gente tem que definir o que quer, e entao descobrir quem esta supostamente oferecendo isso. E ai voce entra, estuda com os caras, pratica o que eles ensinam, e ve se valeu a pena. Nao acredito num caminho ou numa escola especificamente, acho que cada uma delas pode te proprocionar algum crescimento durante algum tempo, quando entao deixara de ser util para voce, sem deixar de ser util para outros.

Eu nao sou um animal social, entao tao logo eu ache que ja aprendi o que havia para aprender, eu caio fora, porque a gente chega num momento em que aquele grupo que no inicio proporcionou novas descobertas para nos, agora ja e apenas um grupo social, a gente se acostuma a se reunir com eles, e ao se satisfazer com isso, acha que esta satisfeito com o que esta fazendo, mas muitas vezes voce ja nao esta FAZENDO nada, esta apenas curtindo a satisfacao de pertencer a algo. Algumas pessoas parecem sentir muita necessidade desse "pertencer a". Entao usam uniformes, linguagem especifica, e ficam la todos juntos, se ajudando no ato de nao fazer nada, ou vomitando verdades prontas uns para os outros, num circulo fechado que nao desafia suas proprias crencas. Para mim isso e' MORTE EM VIDA.

Entao, como as pessoas possuem niveis diferentes, a escola que pode ser a revelacao divina para uns, sera uma bobagem fantasiosa para outros, depende da fechadura que voce tem, e da chave que cada escola oferece. Acho que o que e melhor para voce e o que TE ESTIMULA, aquilo que voce olha e diz: "nossa, eu tenho vontade de aprender isto". E as vezes voce so consegue aprneder um pouco e fica estagnado, por limitacoes suas, enquanto outros avancam milagrosamente. Nao culpe a escola por isso, a chave nao pode fazer milagres numa fechadura inadequada, so lhe restara buscar outra chave para continuar seu processo.

Acho que todos sabemos do que temos necessitamos, o dificil e' cruzar com as solucoes na nossa cidade, acessivel em preco ou em epoca, horarios.

Uma coisa que PODE FUNCIONAR, se voce tiver empenho suficiente, e' decidir o que voce quer, e manter isso na mente 24h por dia. Sair pela rua com isso na mente, com aquela atitude mental de quem esta procurando uma chave perdida e SABE QUE ELA ESTA LA CAIDA EM ALGUM LUGAR NAS RUAS POR ONDE VOCE ANDOU. Se esse processo for continuado por tempo suficiente, PODE atrair situacoes ou pessoas que tem a resposta para aquilo que voce procura. Comigo isso sempre funcionou, inclusive para encontrar livros que tinham a resposta do que eu estava procurando saber.

So tenha cuidado em ter certeza do que e porque voce quer. Voce nao vai obter uma resposta "justa e adequada espiritualmente" para voce, voce vai obter A RESPOSTA AO QUE PEDIU. Se o que esta procurando tiver motivacoes internas meio anti-eticas, vai encontrar pessoas e situacoes que te proporcionarao botar em pratica essas motivacoes anti-eticas, e ai o que era apenas uma tentacao interna inocua vai virar realizacao pratica com consequencias carmicas.

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

Uma coisa que PODE FUNCIONAR, se voce tiver empenho suficiente, e' decidir o que voce quer, e manter isso na mente 24h por dia. Sair pela rua com isso na mente, com aquela atitude mental de quem esta procurando uma chave perdida e SABE QUE ELA ESTA LA CAIDA EM ALGUM LUGAR NAS RUAS POR ONDE VOCE ANDOU. Se esse processo for continuado por tempo suficiente, PODE atrair situacoes ou pessoas que tem a resposta para aquilo que voce procura. Comigo isso sempre funcionou, inclusive para encontrar livros que tinham a resposta do que eu estava procurando saber.

So tenha cuidado em ter certeza do que e porque voce quer. Voce nao vai obter uma resposta "justa e adequada espiritualmente" para voce, voce vai obter A RESPOSTA AO QUE PEDIU. Se o que esta procurando tiver motivacoes internas meio anti-eticas, vai encontrar pessoas e situacoes que te proporcionarao botar em pratica essas motivacoes anti-eticas, e ai o que era apenas uma tentacao interna inocua vai virar realizacao pratica com consequencias carmicas.

Essa técnica é muito boa de fato. Praticamos isso diariamente da forma errada. Está aí uma coisa para se treinar muito mais!

No restante do que disse Sandro, concordo em 95% das coisas. É bem por aí mesmo. Obrigado pelas palavras, ajudaram a organizar um pouco os pensamentos.

No mais faltou dizer algo que acredito que não é novidade e que você deva concordar.

Sermos nossa própria escola. Sei por mim, pelo menos o quanto olhamos pouco e com olhos maduros e observadores para si mesmo. Vendo de fora a situação interna. Damos sinais e resultados claros que se, vistos com atenção nos levariam para soluções. Seja em questão espiritual, psicológica, emocional, sexual, etc. Claro que ter uma imensa bagagem (literatura, cursos, teorias, conteúdo variado) ajuda muito nessas situações. Pois enfim, veremos de forma menos limitante quem de fato somos. Saimos do ego centralizado. O fato é que esse manual de instruções pessoal parece-me que se atualiza muito de vagar, e que só depois de tempos é que se nota erros tão estúpidos. Mas aí já caímos no que você já citou ali em cima, que de fato apenas dizemos que estamos evoluindo e filosofando, mas no final estamos apenas vagando na mesma ideia e massageando nosso intelecto como se de fato estivéssemos crescendo. Crescer é desconforto, é dolorido e irrita a derme a vida (nem sempre é claro, mas o que mais dói é o que mais precisa ser mexido, geralmente.

Enfim. É uma longa jornada onde cada dia parado descansando é mais tempo que se levará para tornar-se forte e não cansar-se fácil na subida íngreme.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Gente, vou dar meu testemunho aqui, me acho um cara inteligente e esforçado (EGO). Mas quando entro neste fórum tenho a grata satisfação de ver pessoas que vão bem alem de mim. Que bom que cheguei aqui pois posso aprender muito com vcs. Cada um doa um pouco do que sabe, e todos ganham muito.

E certo que uns doam bem mais que os outros, mas que bom poder receber sabedoria.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

  • 3 years later...

Hmmm...sei lá, mas eu fico pensando uma coisa: pra que tanto curso disso e daquilo se já sabemos o que todos temos que fazer? A palavra chave para a evolução espiritual não é "AMOR"? Ou seja, a evolução do ser, a evolução espiritual se dá a partir de quanto AMOR você vai adquirindo, então...eu penso que o curso todos nós já fizemos, e quem deu esse curso foram alguns mestres que estiveram neste planeta, todos falaram sobre a mesma coisa, de formas diferentes, mas o recado foi o mesmo, não foi? Então, já fizemos o curso, já sabemos o que temos que fazer, certo? 

TUDO o que temos que fazer é AMAR, mais nada. Tudo o que vier será consequência, ou seja, AME e tudo fluirá!!

Então, meus lindos, se já sabemos que TUDO o que precisamos é apenas AMAR, agora é destrinchar isso, ou seja, como é essa coisa de AMAR?

O que acham?

;-)

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Olá Luara. Primeiro gostaria de dizer que esse tópico é bastante antigo, e que já vivenciei muita coisa dentro da Conscienciologia depois disso, inclusive pagando, haha, mas também não posso deixar de dizer que de fato eles são muito competentes em auxiliar os interessados, já consegui descontos enormes (tipo 60%). Tudo é questão de conversar e demonstrar interesse. E de fato ter interesse e dedicação.

Compreendo muito bem o que você quer dizer quanto ao amor, e de fato, ele é uma peça chave na nossa evolução e no nosso sistema de inter-relações. Porém, acho que é bastante vago você viver achando que só o Amor vai suprir todas as necessidades suas e do próximo na terra. Creio que ele é mais como um pano de fundo que deve permanecer sempre presente, ou melhor, como a liga que une as peças, mas, discordo quanto a questão de cursos. Podemos sim ter feitos cursos intermissivos (nas entre vidas e nas vidas passadas), mas a evolução é sempre atualizada, o rumo é sempre aprimorado. Nós praticamente não sabemos de nada! Direto eu me pego pensando no quanto estou fazendo pouco pelos outros e até mesmo por mim. Vamos dar uma checagem básica numa lista de itens e conferir se estamos mesmo fazendo tudo que podemos e se, só o amor é suficiente para suprir essas necessidades:
 

  • Domínio pelo menos mediano da bioenergia (autodefesa, encapsulamento, assimilação com pessoas que precisam de você, checagem energética dos outros, estado vibracional, exteriorização energética para curar e auxiliar consciex e o povo vestido de carne ainda, absorção de energia da natureza de forma consciente e por quanto tempo precisar, percepção energética de ambientes, desassimilação depois de entrar numa psicosfera não tão saudável)
  • Percepção lúcida da multidimensionalidade (observação dos campos energéticos, percepção de consciex no ambiente, visões retrocognitivas do seu passado, visões premonitórias, percepção do seu amparador, percepção da própria aura, etc)
  • Organização quanto a sua programação existencial
  • Domínio da intelectualidade (afinal, é necessário expandir o conhecimento e aumentar a quantidade de sinapses para seguir em frente)

    Enfim, existe muita coisa ainda pela frente. Como disse, o amor é parte disso, mas não é só através dele que evoluímos.
Link to comment
Share on other sites

Bem, não existe caminho fácil - se fosse assim, todos seríamos iluminados... Embora simples, exige esforço.

Minha experiência mostra que a meditação (pois é, ela de novo) abre muitas fronteiras da consciência. Ou seja: é uma mão na roda.

A questão também é disciplina: vamos praticar todo dia ou esperar que "algo" um dia aconteça?

Algo que a espiritualidade me orienta sempre: "quer despertar, aprenda a se observar" - ou seja, simples (novamente) e altamente funcional...

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...