• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
amanda lovatt

Suicídio para ajudar familiar

Recommended Posts

Olá. Alguns sabem que meu avô não estava bem, foi internado na UTI e passou por processos de cura do pulmão. Voltou pra casa e ficou mal novamente, voltou pro hospital e foram retirados 1L de água de cada pulmão, ele tava quase morrendo. Fizem uma biopsia e constataram fibrose pulmonar, logo ele morre. Fato é que ele só vai sobreviver com um transplante de pulmão.

Quero doar um meu, mas me disseram que não é feito de vivo para vivo, é preciso a pessoa doadora morrer para doar. E se for verdade? Ai que entra minha questão.

Se o médico se recusar a fazer a operação eu-meu avô, estive pensando em "morrer" para doar os 2 pulmões e o que ele precisar de uma vez.

Por favor respondam rápido o relógio está correndo.

Grata

Share this post


Link to post
Share on other sites

Desse jeito ninguém entende mais nada! Tava lendo o post do outro rapaz e todo mundo mandando mensagem. Até teve um que disse : veja esse vídeo aqui que é muito bom, blá, blá...! E não morra! Eu vi o vídeo e assisti o outro que era mais interessante! E você deu a maior moral contanto sua história. Agora ta fraquejando nas pernas! Era tudo mentira?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Toquinha, sinto pelo seu avô!

Quando o fluido universal de alguém se acaba...é hora de partir. Se for a hora dele, acredite, nada o salvará! Já lutamos muito no hospital para salvar vidas e nada é maior do que a vontade de Deus.

Primeiro, para a doação, tem que haver morte cerebral, mas não a cessação cardíaca, por isso, eles retiram o órgão depressa para que este continue recebendo aporte sanguíneo, ou as células morrem. Então, dependendo de como morrer, não há tempo hábil para transplantar o órgão.

Seundo, se for a hora dele, ele vai ter uma rejeição do órgão trnasplantando e vai morrer do mesmo jeito e vc. não o terá salvado e ainda será uma suicída.

Não faça isso, amiga. Se não for para ele partir, eles podem ter no mesmo hospital, alguém com morte cerebral que fará a doação. Mas, se for a vontade de Deus, então ele partirá. E você como projetora sabe que ele não estará muito longe.

Força para ti e para tua família.

Um abraço apertado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não faça isso toquinha, não abandone a gente. :(

Alem do mais, a morte não é uma coisa tão dramática, para poder começar uma nova vida é necessário que essa termine primeiro.

Se ele partir vc poderá ajuda-lo daqui mesmo e continuar sua programação existencial, e ele certamente terá amigos lá para recebe-lo e ajuda-lo.

Nós também podemos ajudar ^^

Mas não precisa pensar negativo, talvez dê tudo certo e ele viva mais um pouco, ou tbm pode dar tudo certo e ele iniciar outra jornada, no final das contas vai dar tudo certo de qualquer forma. ^^

Share this post


Link to post
Share on other sites

logo vc q sabe entende tanto de morte, pq isso tudo?

seu avo ta vivendo a vida dele, vc vai ter q viver a sua tb...

tb queria arranjar uma desculpa pra ir pro mundo espiritual logo, mas vou com essa até o fim. :drinks

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pois é gente, não to deprimida nem nada, só acho que se algum dia eu puder fazer algo de útil com essa vida minha que não vale porra nenhuma eu tenho que fazer. Não me importo de morrer pra ajudar quem precisa, mesmo que eu não goste dessa pessoa (lembrando que eu AMO meu avô). Só tem um problema, já na biopsia ele corria o risco de morrer, magina com uma cirurgia de grande escala como essa. Acho que não posso fazer nada além de esperar ele morrer mesmo. Pena que ele vai ser tratado como suicida (fuma desde os 9 anos de idade). Queria mudar tudo isso :cry:

Share this post


Link to post
Share on other sites

eu poderia dar uma resposta complexa cheia de cores e artifícios, cientificos religiosos e etc, mais vou simplismente dizer uma coisa...

não faça isso. rsr

Share this post


Link to post
Share on other sites

você uma uma menina bonita, eu entendo acho eu, que de certa forma você acha que não sabe viver, pois é dessa forma que eu me sinto, mas tento não pensar muito e deixar que o fluxo percorra o seu caminho, posso estar enganado e seja apenas a questão do seu avô. No entanto eu não acho certo de maneira alguma uma jovem como você dar a vida para salvar outra que por doença vai eventualmente morrer, se acredita em todo isto sabe que ira ver seu ente querido do outro lado. Seu avô com certeza também não iria achar certo você fazer isso apenas para prolongar mais sua temporada aqui, apenas de-lhe carinho e esteja presente nos seus últimos fôlegos, seria o melhor que pode fazer. Já agora suicidas são considerados fracos, e pelo que eu ouvi têm lugar vip no "umbral", você apenas esta arranjando uma razão para cometer o acto, lá no fundo sabe disso. Espero do fundo do coração que esqueça tal ideia, e afaste tais pensamentos de sua cabeça.

Share this post


Link to post
Share on other sites

sinceramente, nao acho que adiar a morte de alguem, seja em meses, seja em decadas, seja "ajudar". Ajudar seria preparar a pessoa para os fatos da vida, e a morte e apenas um deles. O que falta nesta sociedade, eh uma "educaçao para a morte", mas isso implicaria a discussao sobre o que acontece depois, e como viver uma vida adequada para uma pos-morte adequada, mas ai ja viu ne? Ninguem ia se entender sobre isso e iam bancar os rebeldes, achando que estavam lhes ditando regras...eheheh.

E se ele fumou desde os 9, plantou...uma criança nao aprende so com explicaçoes, algumas delas precisam sofrer as consequencias para entender o erro. Privallas das consequencias e sim fazer-lhes mal, ao invez de ajudar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tudo tem o seu tempo, e o seu ainda não chegou, mas o do seu avô deve estar a chegar.

A morte não é o fim, mas o início.

Com essa intenção, deve ter um bom coração, pessoas como você fazem falta, por isso, não fuja!

Acho que já aqui apareceram argumentos suficientes para contra argumentar e apenas estou aqui a reforçar essas ideias.

Tudo tem o seu tempo, tudo tem o seu fim, mas não o apresse :-)

Paz e tranquilidade

Daniel

Share this post


Link to post
Share on other sites

Oi, Toquinha.

Bem, espero que ainda dê tempo para o relógio e possa ler o que estou escrevendo.

Teu avô passou pela vida e fez o certo e o errado de acordo com a consciência dele. De nada adianta você tentar "salvar" ele agora.

Primeiro que cada ser tem o seu momento nesse planeta e nessa passagem faz o que é possível.

Você tirar a sua própria vida além de um contra-senso e sim, suicídio (pois é um ato de tirar sua vida), mesmo que seja para salvar uma outra que no caso, está mesmo no fim(mesmo sendo seu querido avô).

Sobre ele ir ou não para algum lugar ruim, se tem um jeito de ajudar é enviando as melhores vibrações.

O que não adiantaria nada é alongar a vida dele e terminar a tua.

Sem contar que ele chegando do lado de lá(pois mesmo com o teu pulmão, ele teria tempo menor aqui), ele não acharia nem um pouco sensato e nem concordaria em ver a neta dando a vida para salvar a dele.

Teus mentores, tua família (tanto aqui como espiritual) e você mesma em estado mais lúcido(pois o emocional meio que nos controla nessas horas), concordariam com a atitude que no momento lhe passa pela mente.

A morte é um seguimento natural da vida.

Manda o nome dele completo e hospital que está que podemos tentar ajudar.

Ajudar não significa necessariamente que ele vai ficar aqui, mas ajudar a ficar melhor (seja lá em qual dimensão estiver).

Abração, fora e maturidade nas atitudes.

Luz para vocês,

Saulo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigada a todos. Estive pensando e me dá raiva, pois quero que ele fique mais tempo vivo, sei que ele fez a escolha errada em fumar e isso me entristece muito. Entendo das consequências se eu me matar, mesmo pra salvar ele e dar uns meses ou anos a mais, mas é um risco que não pensaria 2x em fazer por outra pessoa, eu pelo menos, acho nobre se sacrificar por outros, mesmo que seja pra dar uma última chance dessa pessoa fazer o certo. É engraçado isso vindo de uma pessoa como eu, mas entendam que vocês não estão na situação que eu me encontro, a última coisa que quero é ver a família toda chorando por ele (coisa que certamente não teria tal efeito caso eu morresse). Sempre fui a "ovelha negra" da família. Sinceramente não vejo razão pra eu continuar viva, nunca fiz nada certo da vida, perdi todos os amigos que tinha e agora tô com isso na cabeça. O problema é ele suportar tal cirurgia, o que eu fortemente duvido. Mas se o médico falar que é possível eu faço sem pensar duas vezes. Enfim é bem provável que ele não suporte a cirurgia, fiquem calmos ele já tá quase indo :cry:

Grande abraço a todos

Share this post


Link to post
Share on other sites

:lol:

eu poderia dar uma resposta complexa cheia de cores e artifícios, cientificos religiosos e etc, mais vou simplismente dizer uma coisa...

não faça isso. rsr

Não ajudou em nada :lol:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sem conhecer a historia e os motivos que voce tem,não da pra ter nenhuma opinião,e mesmo se eu tivesse ainda seria apenas minha visão sobre o assunto.

Na boa,eu não acho que exista escolhas "erradas ou certas" cada um deve fazer suas escolhas com base em seus conhecimentos. Porem uma coisa é fato,se voce não tiver a humildade de procurar a opinião de pessoas imparciais que não estão tendenciadas por motivos emocionais,a chance de voce ter uma atitude não equilibrada é maior.

Todas nossas atitudes são baseadas em nossos valores,analise seus valores de vida,veja como outras pessoas percebem esse valores,e entaum tome sua decisão.

Isso serve para qualquer situação na minha opinião,cada um deve ter seu livre arbitrio pra escolher seu destino,apenas eu acho que sempre devemos analisar outras opiniões pois a maioria das vezes nossa visão do mundo está muito fora da realidade e tendenciada a nossas limitadas experiencias sobre a vida.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tive uma amiga que esteve numa situação parecida com a sua, é curioso porque inclusive ela usava os mesmos argumentos que você, não via razão para estar viva, pensava que tudo que fazia dava errado, não via perspectivas de futuro (mesmo sendo bem nova) e assim por diante, e ela imaginava que o suicídio seria uma solução para isso tudo.

Só que ela não sabia nada de espiritualidade apesar dos meus esforços neste sentido. Eu tentava argumentar com ela que todos os problemas que ela estava passando, por mais dolorosos que sejam, não eram aleatórios, eram resgates de algum carma passado ou processo de aprendizado ( que provavelmente ela ajudou a programar para esta vida), se ela realmente se suicidasse isto não iria interromper este processo, ou seja, em uma próxima encarnação ela iria estar exatamente no mesmo ponto que estava naquele momento, sem falar o sofrimento depois do desencarne, presa no corpo por um longo período ate poder realmente chegar a uma outra encarnação.

Infelizmente isto não entrava na cabeça dela, ela não acreditava nestas coisas e achava que nada podia ser mais doloroso que a situação que ela estava, foi muito complicado vencer esta ideia fixa dela, mas com o tempo e apoio dos amigos ela acabou desistindo disso.

Mas você querida, sabe como as coisas funcionam, sabe onde buscar os recursos para melhorar a sua situação nesta encarnação, será que este desanimo todo e esta ideia de desistir é sua mesmo? Dê uma investigada, quanto pior as provas nesta encarnação melhor a nossa situação ao sair, sei que é fácil falar não estando na sua pele e passando o que vc passa.

Força e paz

Share this post


Link to post
Share on other sites
Obrigada a todos. Estive pensando e me dá raiva, pois quero que ele fique mais tempo vivo, sei que ele fez a escolha errada em fumar e isso me entristece muito. Entendo das consequências se eu me matar, mesmo pra salvar ele e dar uns meses ou anos a mais, mas é um risco que não pensaria 2x em fazer por outra pessoa, eu pelo menos, acho nobre se sacrificar por outros, mesmo que seja pra dar uma última chance dessa pessoa fazer o certo. É engraçado isso vindo de uma pessoa como eu, mas entendam que vocês não estão na situação que eu me encontro, a última coisa que quero é ver a família toda chorando por ele (coisa que certamente não teria tal efeito caso eu morresse). Sempre fui a "ovelha negra" da família. Sinceramente não vejo razão pra eu continuar viva, nunca fiz nada certo da vida, perdi todos os amigos que tinha e agora tô com isso na cabeça. O problema é ele suportar tal cirurgia, o que eu fortemente duvido. Mas se o médico falar que é possível eu faço sem pensar duas vezes. Enfim é bem provável que ele não suporte a cirurgia, fiquem calmos ele já tá quase indo :cry:

Grande abraço a todos

Eu não conheço os factos da sua vida, mas não pode ser assim tão mau, tente pensar assim existem pessoas pelo mundo que passam fome, que literalmente têm de lutar todos os dias para comer, que morrem a fome, agora pense o que seus problemas são comparados aos problemas das pessoas que referi, insignificantes não é? Amigos é o que não falta todos aqui no forum são seus amigos, virtuais mas não interessa. Para lhe ser sincero eu também foi perdendo os meus verdadeiros amigos porque eu simplesmente nunca lhes liguei nenhuma, eu não sei porque sou assim sinceramente, mas é me indiferente não ter amigos, neste momento estou a tirar um curso e é nisso que quero focar, porque apesar de eu não gostar da ***** da sociedade em que vivo, tenho que adaptar-me a mesma. Vai ver que daqui a uns anos vai a olhar para trás e vai pensar que ridículo.

Quanto ao seu avo, infelizmente/felizmente vamos todos morrer, se chegou a sua hora não a nada a fazer a não ser estar presente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Toquinha, antes de mais nada... Sua vida não vale porra nenhuma? Lógico que vale e pode valer ainda mais se quiser.

Sendo realista, você é jovem e seu avô não. Você dando continuidade com sua vida, sendo uma pessoa produtiva para o mundo (não para o sistema), nem que seja apenas com idéias, será tão honroso quanto se você der sua vida por seu avô.

Porém, acha que ele ficaria feliz com isso? Não seria egoísmo de sua parte? No fundo, é a vontade de quem, a dele ou a sua?

Você simplesmente deixaria o fardo de uma vida humana com seu avô, e iria embora?

Por mais que você ame ele, é seu sentimento, seria um ato egoísta. No fundo, você faria isso para satisfazer algum desejo/objetivo pessoal... Ou não?

Ressaltando aquelas palavras: Você é jovem, bonita, e provavelmente está saudável o suficiente para estar lúcida; Antes de simplesmente abandonar essa vida na Terra, tente com todo seu potencial melhorar o mundo que está precisando de pessoas assim.

Talvez, alguém pode precisar de seu apoio amanha, será que você estará lá para ajudar? Deixando suas vontades de lado?

"O homem honesto procura tornar-se útil, o intrigante tenta ser necessário." (Victor Hugo)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu poderia muito bem fazer um post cheio de mensagens bonitas, mas... Na real, quem deve decidir o valor de sua vida é você.

Mas lembre-se, que quem te deu a oportunidade de viver não foi somente você.

Literalmente a maturidade é algo muito honroso para ser adotada para os humanos atuais, no fundo, nas ações humanas, à resquícios de egoísmo... Pois para isso, teria que se por como um juiz de suas ações. Mas até agora, não apresentou-se ninguém com entendimento necessário para tal cargo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Como havia dito antes, não estou deprimida nem nada, só acho que seria uma honra eu morrer por quem quer que precisasse. Ele fez muito em vida, vocês não tem ideia. Exemplo (isso só da minha família), quando meu pai ficou desempregado ele comprava comida pra nós para vocês terem ideia, ele ia 3x ao dia, após o meio dia e no final da tarde, sempre trazendo comida (meu estava endividado) e isso foi o que ajudou minha família subir na questão das dívidas. Ele fez muito sozinho, pagou a faculdade de 2 das filhas, sempre levou todo mundo que não tinha carro onde esses quisessem, sempre fez festas de comemoração na casa dele, sempre abusando em presentes para todos os mais de 18 netos, sempre levou minha família pro hospital quando ficávamos doentes, sempre fez tudo pra todos sem pedir nada em troca. Comparando a minha vida com a dele, não tenho nem chances, ele é um homem muito bom, todos da família e ex colegas de trabalho estão aflitos com a situação, ele é muito conhecido aqui na cidade, sempre fez amigos e nunca fez nada de errado com ninguém. Enfim, só acho que a minha vida valeria a pena ser jogada fora em troca da dele.

Podia falar da M que minha vida sempre foi, mas claro, além de ser pessoal não resolveria de nada. Só não dou TAAAANTO valor à vida. Sempre fui mais preocupada com os outros que comigo mesma. E repito, não pensaria 2x antes de morrer por alguém. E repito novamente: NÃO ESTOU DEPRIMIDA, NÃO ESTOU "SUICIDA", o fato de eu querer morrer pra salvar meu avô é apenas uma contribuição com tudo que ele fez por toda a família. Novamente, não dou o menor valor à minha vida, prezo mais pela dele, e repito novamente, 99% das chances são dele não ser capacitado à receber meus pulmões, então só me resta esperar e torcer que nada grave aconteça com ele do outro lado.

Na questão de eu saber das consequências, sim EU SEI. Por mais que eu tivesse me matado por uma vontade MINHA de ajudar quem já está quase morrendo e ajudar a família um pouco, não deixa de ser um suicídio e não se compara com quem se atira por exemplo na frente de um trem para salvar outra pessoa..... ou se compara? Fica muito confuso pois nos dois casos uma morre pra salvar a outra, e como nada é perfeito nos ensinos espirituais uns dirão que eu não serei considerada uma suicida, outros dirão que sim (acredito mais fortemente nesses últimos pois alongar o fim de quem já está quase fechando o paletó não é a coisa mais esperta de se fazer).

Enfim, acho que pra mim essa questão está praticamente terminada, se tiver que fazer farei, se não der eu aceito. Só queria saber a opinião de como seria o carma de tal ato, mesmo pra salvar quem amamos.

Obg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Toquinha, eu te entendo perfeitamente e, acredite, existem outros que pensam como você... Mas quero que reflita bem sobre algo muito importante que me foi passado certa vez: Por mais generoso que seja seu pensamento, ele pode não deixar de ser algo egoísta, o seu ponto de vista é diferente do ponto de vista do seu próximo. Dar sua vida pela do outro, sem ao menos consulta-lo, é um ato egoísta. Como uma pessoa poderia viver bem, sabendo que está viva devido a um sacrifício? Ela viveria atormentada querida.

Pense realmente no próximo, ainda mais se você o ama, e não artificialmente. Talvez seja isso que falte para alavancarmos o mundo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fazendo isso,você vai matar seu avô de culpa.

Imagina como ele viveria esse resto de vida?Sabendo que a neta dele que é jovem,que tem a vida toda pela frente,morreu por causa dele...................Depressão no seu avó à vista.............Isso sem falar nos seus pais.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Pois é gente, não to deprimida nem nada, só acho que se algum dia eu puder fazer algo de útil com essa vida minha que não vale porra nenhuma eu tenho que fazer. Não me importo de morrer pra ajudar quem precisa, mesmo que eu não goste dessa pessoa (lembrando que eu AMO meu avô). Só tem um problema, já na biopsia ele corria o risco de morrer, magina com uma cirurgia de grande escala como essa. Acho que não posso fazer nada além de esperar ele morrer mesmo. Pena que ele vai ser tratado como suicida (fuma desde os 9 anos de idade). Queria mudar tudo isso :cry:

Já assistiu Seven Pounds??? Assista primeiro. Baseado no que vc disse:

Não me importo de morrer pra ajudar quem precisa

Você pode fazer melhor e salvar várias vidas... Faça uma lista de todos os seus órgãos que podem ser doados...Daí em vez de salvar seu avô, você acaba salvando muito mais pessoas...

Vale lembrar que você "é uma consciência em evolução e ignorante" não possui conhecimento suficiente para interferir no Karma de outra pessoa...

Quero dizer que para isso você precisa ser um AMPARADOR DE PROGRAMAÇÃO EXISTENCIAL ( se vc não acredita em mim acredite no Waldo Vieira, acho que ele usa o nome PROEX ).

Resumindo: Você deve fazer o que você quizer da sua experiência aqui na Terra. Se não der certo você tenta novamente, novamente, novamente, novamente novamente, novamente, novamente, novamente, novamente, novamente.

Olha o que eu to buscando pra mim:

Controlar as energias e chegar a um ponto de reconstituir um órgão humano danificado, mas isso sou eu! Não quero interferir na suas escolhas....

Boa sorte nas suas escolhas!!! ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não vou me matar pensando em doar meus órgãos, isso pode ser feito quando eu morrer. SIM, eu quero doar o que tiver e for útil. Mas o caso do meu avô é a ligação pessoal que temos com nossa família, eu não pensaria em fazer isso se não houvesse a "necessidade" de alguém viver. SEI que tem muita gente por aí precisando de um fígado ou outro órgão que em mim estão em perfeito funcionamento, mas isso não vem ao caso, talvez seja a hora delas bem como pode ser a do meu avô, mas tem um muro bem alto ali que esconde quem são essas pessoas. E mesmo se eu pudesse me matar e doar meus órgãos, quem garante que o sistema vai entregar diretamente ao que mais precisa e não o que pagar mais?

Pensando bem acho meio egoísta mesmo fazer isso, obrigada a todos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Não vou me matar pensando em doar meus órgãos, isso pode ser feito quando eu morrer. SIM, eu quero doar o que tiver e for útil. Mas o caso do meu avô é a ligação pessoal que temos com nossa família, eu não pensaria em fazer isso se não houvesse a "necessidade" de alguém viver. SEI que tem muita gente por aí precisando de um fígado ou outro órgão que em mim estão em perfeito funcionamento, mas isso não vem ao caso, talvez seja a hora delas bem como pode ser a do meu avô, mas tem um muro bem alto ali que esconde quem são essas pessoas. E mesmo se eu pudesse me matar e doar meus órgãos, quem garante que o sistema vai entregar diretamente ao que mais precisa e não o que pagar mais?

Pensando bem acho meio egoísta mesmo fazer isso, obrigada a todos.

Na minha opinião, se apegar a personalidade enveis de se apegar as atitudes é coisa de imaturidade.

Pessoas morrem,atitudes servem como exemplos a serem seguidos pelas proximas gerações. Se voce realmente se importa com seu familiar,demonstre seu amor seguindo sua filosofia de vida e ajudando os outros.

O maior valor de uma pessoa são seus exemplos e atitudes,e não seus anos de vida. E isso inclui a atitude de lutar pela vida enveis de fugir e deixar seus problemas na responsabilidade de outros.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.