• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Sorcerer

Movimento Nova Era seria o sistema adotado pelo Anti-Cristo?

Recommended Posts

Acredito que tudo que fazemos aqui é para evoluir pra chegada da Nova Era ou evoluirmos nosso espirito, por mais que tudo que se passa aqui seja bom e nos tornamos pessoas melhores, ou não.

Na Bibilia está escrito que Lucifer, Satanas ou Anti-Cristo seja quem for, seria lobo vestido em pele de cordeiro.

Procurando encontrei essa frase no Wikipédia, seria uma boa se desligar do cristianismo para entrar na Nova Era?

"Essa nova Era é assim denominada, porque pretende suplantar a "Velha Era", a Era de Peixes, uma referencia ao cristianismo, uma vez que o peixe é simbolo do Cristão. Esta “nova mentalidade” provocará nos seres humanos uma expressão (ou "despertar") de consciência, desligando as pessoas do cristianismo."

Aqui temos um texto que achei no Google quem tiver paciencia pra ler acho que vai pensar bem antes de prosseguir com essas evoluções que podem estar nos enganando, lembrando que não sigo religião, já fiz diversas projeções mas andei pensando bem e tentei procurar saber se eu não estava sendo enganado.

"“A Nova Era” é um termo usado para descrever um coquetel de práticas, filosofias e crenças fundamentadas no espiritualismo moderno, no humanismo secular e nas religiões místicas, vindas do Oriente.

Embora entrelaçada em todos os campos da atividade humana – literatura, música, teatro, filmes, novelas, terapias alternativas, educação, história em quadrinhos, horóscopos, cristais, pirâmides, ecologia e alimentação – a Nova Era é um movimento difícil de ser identificado. Isso porque não tem um corpo organizado, nem uma estrutura religiosa, nem princípios doutrinários escritos e nem segue um líder visível. No entanto, está em todas as partes, conquistando homens, mulheres, crianças, ateus, racionalistas, religiosos, donas de casa, empresários e profissionais liberais. A Nova Era tem atividades para todos os gostos e preferências. Cativa as crianças que ficam grudadas diante dos jogos eletrônicos ou diante da TV para assistir desenhos orientais. Fascina os empresários com os seminários de auto-ajuda para seus empregados. E atrai a atenção da juventude com a meditação transcendental, as disciplinas orientais ou uma literatura aparentemente inofensiva como “Fernão Capelo Gaivota”.

A humanidade vive com medo, e essa é a razão do crescimento surpreendente que a Nova Era teve nos últimos anos. Há muita violência, sofrimento, exploração do ser humano por seu próprio semelhante. Há um vazio existencial cuja origem é ignorada conscientemente.

Há ocasiões em que você se sente tão deprimido, tão oco, tão rodeado de circunstâncias difíceis que não sabe para onde correr, nem onde se esconder. É aí que aparece a Nova Era, com a idéia maravilhosa de que você pode ser o Deus de seu próprio destino, porque existe uma energia ilimitada dentro de você. Você precisa descobrir o “Eu Superior” que dorme no seu interior. Se souber fazê-lo – afirmam os adeptos da Nova Era – não precisará mais do Deus apresentado pela Bíblia, já que Deus não passa de uma “Energia Superior” que pode estar em você, ou, na melhor das hipóteses, nos recursos da Natureza: no Sol, na Lua, nas estrelas ou nos cristais, nas pirâmides, ou simplesmente na terra, nas árvores e na água.

Mas o que tem tudo isto a ver com as profecias do Apocalipse? Voltemos novamente os olhos ao Jardim do Éden. Especificamente ao diálogo entre Eva e o demônio, disfarçado de serpente. Deus tinha advertido ao primeiro casal de que a vida deles dependeria da observância e obediência aos princípios de vida estabelecidos pelo Criador.

Leiamos em Gênesis 2, 16 e 17: “…De toda árvore do jardim comerás livremente, – tinha advertido o Criador – mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás”.

Mas ali aparece a serpente e contradiz a advertência divina: Veja o que diz Gênesis 3, versos 4 e 5: “…É certo que não morrereis. – afirma – Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal”.

Nessa declaração histórica da serpente estão as verdadeiras raízes da Nova Era, que pode hoje se apresentar revestida de “solução” para o mundo desumano e violento em que vivemos, mas que, na realidade, só mudou de roupagem.

A resposta da serpente a Eva apresenta quatro dos vários fundamentos da Nova Era:

1. Não morrereis.

2. Se comerdes da árvore recebereis uma energia sem limite, e vossos olhos se abrirão.

3. Sereis como Deus.

4. Decidireis o que é certo e errado.

Deixaremos o primeiro fundamento – “Não morrereis” – para ser tratado num outro programa desta série.

Consideremos aqui os três últimos:

Sereis como Deus – A grande acusação de Satanás foi que Deus era injusto e, portanto, não merecia mais adoração nem obediência. “Eu posso ser Deus”, era a idéia de fundo. “Vote em mim. Eu posso liberá-lo de todas as imposições divinas”. E com esse tipo de campanha eleitoral, Lúcifer conseguiu enganar uma terça parte dos anjos. O profeta Isaías no capítulo 14, versos 13 e 14, dirige-se a Lúcifer com as seguintes palavras:

“Tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono… subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo”.

Você percebe que a tese de Lúcifer era: “Não preciso de Deus porque eu posso ser Deus”? Ele começou assim, depois continuou tentando o ser humano com a fascinante idéia: “sereis como Deus”. Por algum motivo essa idéia foi muito desenvolvida no Oriente. Mas hoje chega com força ao Ocidente através de algo aparentemente inocente como a yoga. Os místicos orientais, entre eles os hindus e budistas, praticaram a yoga ou meditação transcendental durante séculos. O propósito da meditação é alcançar a “perfeição espiritual”, aquele estado espiritual “maravilhoso” denominado nirvana, “a suprema realidade”. Para alcançar o nirvana, a yoga ensina a alterar o estado mental, fugindo do mundo físico e juntando-se a Brahma (deus) com a possibilidade de tornar-se, por sua vez, um deus.

Eles ensinam que Deus é uma energia que pode estar em tudo. E, no momento em que você, através da meditação, consegue alcançar essa energia, passa a ser o deus de seu próprio destino.

Junto à meditação, a yoga usa muito os mantras, que são repetições constantes de sons que ajudam a entrar no estado do nirvana. A famosa atriz Shirley Maclaine, escreveu um livro onde afirma que o mantra que ela usa no seu hatha yoga é: “Eu sou o deus da luz”.

A yoga hoje está se tornando tão comum, que quase virou moda. Não é uma nova religião, é uma filosofia de vida. Você pode continuar com a sua religião e crendo no deus que quiser. Afinal de contas, se Deus é apenas uma energia superior e não um Deus pessoal, Ele pode estar em todas as partes do Universo e em forma de qualquer deus. E mais ainda: você pode alcançar esse estado superior ao longo dos anos e da prática da meditação.

Mas o anjo de Apocalipse disse em voz alta: Veja o capítulo 14, verso 7: “…Temei a Deus e dai-lhe glória… e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas”.

Este Deus não é apenas um deus energia; é um Deus pessoal; e a criatura nunca poderá tornar-se igual ao Deus. A Bíblia é contundente ao mencionar, em Isaías capítulo 55, verso 9, o seguinte: “Porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos”.

O segundo argumento da Nova Era, apresentado por Lúcifer no Jardim do Éden, tinha como propósito tirar a atenção humana de Deus e direcioná-la para as coisas criadas. “Se comerdes” – disse a serpente – “vossos olhos se abrirão”. Em outras palavras Satanás estava querendo dizer que existia algo de mágico naquela árvore. Que ela teria uma energia especial e poderia ser a porta que conduziria o ser humano a uma esfera superior. “Esta é a chave de vosso desenvolvimento. Vossos olhos se abrirão”.

Parece-lhe estranho que hoje as pessoas busquem a solução de seus problemas nas pirâmides, nos cristais, nas pedras preciosas ou nos astros? Essa atitude se baseia na idéia de que “tudo” – pessoas, animais, plantas, objetos, estrelas ou planetas – enfim, tudo é apenas parte de uma unidade abrangente, impessoal e absoluta. Ninguém existe ou vive por si só. Tanto nós, quanto os cosmos, fazemos parte de uma “unidade absoluta”, denominada “consciência universal”, “energia vital universal”, “a força” ou, inclusive, “deus”. Dentro desse conceito, o bem-estar de todos depende de sua interligação com esse total energético absoluto, concentrado em algum elemento ou num peculiar centro de energia pessoal.

Mas a experiência mostra que, quando o ser humano tira os olhos de Deus e começa a concentrá-los nas coisas criadas, o resultado quase natural é o ocultismo, nas suas mais variadas formas.

Analise por exemplo o filmes e programaa de TV que seus filhos assistem ou assistiam todo dia . Os desenhos apresentam seres sobrenaturais, com características humanas. Esses seres se dividem em dois bandos: os maus e os bons. Cada episódio é um desfile de feitiçaria, magia e encantamentos.

Antigamente um adulto se assustava apenas com o ouvir a palavra magia ou feitiçaria. Mas a geração atual aceita tudo isso como parte de seu cotidiano. Em nenhum episódio aparece Deus. Tudo que é preciso para resolver problemas é um pouco de energia cósmica ou alguns trabalhos de feitiçaria. As crianças crescem aceitando a feitiçaria, a vidência, e o ocultismo com a maior naturalidade. Em 1996, o garoto norte-americano Keith Flaig, de 14 anos, brincava no computador com o melhor amigo, Nicholas Watts, na cidade de Portland, quando, de repente, sem motivo nenhum, Keith rasgou com uma faca a garganta do amigo. Depois, o garoto pegou uma pistola calibre 20 e atirou contra a irmã e a mãe de Nicholas, e finalmente, suicidou-se.

Um jornalista disse que: “Antes de cometer toda esta barbaridade, Keith jogava ‘Hell’, game de ação com cenários assustadores. Um exemplo é o campo de punição, onde há pessoas queimadas e amarradas em estacas de madeira. A sala do dentista é pior. Em vez de aparelhos odontológicos, vêem-se serrotes, limas e uma cadeira de tortura. Na história, o jogador assume o papel de um casal que procura pistas para desvendar segredos de um ditador. É macabro. Foi depois de mergulhar nessa história perturbadora que o garoto Keith cometeu os terríveis homicídios.”

O terceiro argumento apresentado pela serpente foi que, ao abrir-se os olhos de Eva, ela passaria a ser quem determinaria o que é bom e o que é mau. E esta, talvez, seja uma das principais razões porque a Nova Era é tão fascinante. Ela dá ao indivíduo um sentido de autocontrole e de poder. Promete crescimento espiritual descobrindo o “eu superior”, e você passa a ser seu próprio deus. Ninguém tem o direito de impor qualquer tipo de moral a você. O que você decidir está certo.

Em março de 1989 por exemplo, descobriu-se que Ozel Tendzin, líder espiritual do ramo mais numeroso dos budistas tibetanos nos Estados Unidos, estava com AIDS. Foi um golpe tremendo para seus seguidores. Tendzin, cujas atividades homossexuais não eram segredo para ninguém, tinha sido contaminado, mas nunca o reconheceu, até que foi confrontado com seus parceiros -homens e mulheres – todos contaminados.

O que impressiona é que quando John Dart, editor da coluna de religião de “Los Angeles Times”, falou com Martin Janowitz, um dos líderes da organização de Tendzin, este respondeu: “Nós não temos dentro de nossa religião um conceito acerca de práticas sexuais, morais ou imorais. Nós não consideramos, como o fazem outras religiões, que as práticas homossexuais sejam pecado”.

Isto é “fascinante” para o ser humano. Você é “livre” para chamar ao mal, bem e ao bem, mal. Você determina o que é certo e errado. Não é extraordinário do ponto de vista humano?

Você percebe que o inimigo de Deus continua com a velha tese: “Não busque a solução de seus problemas em Deus. Busque-os dentro de você mesmo ou da Natureza”. E está conseguindo seu objetivo. Por incrível que pareça, está. Se você duvida, entre numa livraria e observe a enorme quantidade de livros esotéricos, de yoga, meditação transcendental, horóscopos e afins. Sente-se diante da TV e perceba a inúmera quantidade de filmes, novelas e programas que tem como tema central a reencarnação, o espiritismo e filosofias orientais.

Coincidência? Não. Tudo estava na profecia. Pouco antes da volta de Cristo, exatamente esse seria o pensamento da moda.

E você precisa estar avisado para fundamentar sua fé unicamente na Palavra de Deus.

Que Deus o abençoe."

MATEUS 10:

16 Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas.

As profecias das escrituras da Biblia ou Apocalipse muitas já aconteceram, então é isso ai pessoal que pensem bem antes de continuarem, e fiquem com Deus.

Finalizando de hoje em diante estou me afastando dessas praticas...

Deixo aqui então uma Oração:

Oh Pai querido, o inimigo tenta destruir os teus filhos. Ás vezes o faz atacando abertamente e outras vezes o faz disfarçado, mas a Tua Palavra é a luz que ilumina o caminho dos Teus seguidores. O Teu espírito abre os olhos para entender e para compreender que por trás de idéias e filosofias aparentemente maravilhosas pode estar o inimigo tentando destruir as vidas.

Neste momento, que os olhos de muitos filhos sinceros Teus sejam abertos para compreender que a única guia é a Tua Palavra Sagrada. Que Tua mão poderosa toque vidas angustiadas neste momento, que toque corpos enfermos, que faça milagres se alguém estiver precisando de milagres em sua vida. Em nome de Jesus, amém.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Li, achei interesente, mais não vou me posicionar sobre nada, minha busca nesse site, nesse grupo e puramente uma pesquisa, me apego mais ao lado cientifista da projeção, mais sempre com a mente aberta, entretando nao deixar de ser interesante. Abrç

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá amigo. Boa questão. Compartilho de suas dúvidas também, gosto de pensar, pensar muito, sobre os mistérios da vida. O primeiro ponto que grifo para desenvolver o assunto é: crer/ seguir a bíblia; isso muda muita coisa. Como você, já identifiquei que, pelo ponto de vista bíblico, realmente por melhor e com ótimas intenções que as correntes místicas e espiritualista tenham, estão jogando "contra o bem" e em prol do "mal". Isso para quem crê nos escritos e suas interpretações. Para quem não crê, acha que apenas foi uma das muitas formas de controle social através da crença, e então fortalece que o lado do "bem" é este lado espiritual e libertário. Também pode se pensar que as escrituras possam ter sido alteradas conforme interesses, contendo então meias verdades. Ou uma outra forma de pensar, de que tudo foi pensado e manipulado desde o início, como uma verdadeira matrix, e que no fim das contas quando o "salvador real" retornar depois do "anti-cristo", na verdade este salvador final ensinado, seja o mal, enganando a quem acreditou, etc. Enfim, inúmeras suposições e certeza de nada. Não sigo religião, busco tentar entender um pouco mais a vida de acordo com minhas experiências e conclusões, que são mutáveis, sempre, vivendo e aprendendo... para não ficar obcecado com estas dúvidas, gosto de pensar o seguinte: sentir e conhecer o potencial interno que todos possuímos, e como somos capazes de evoluir, com intuito de melhorar a nós e a nossa volta, e, caso isso realmente seja contra o criador, me desculpe, mas então é bem injusto não podermos desenvolver algo que possúimos em nós. A idéia é essa. Valeu.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Olá amigo. Boa questão. Compartilho de suas dúvidas também, gosto de pensar, pensar muito, sobre os mistérios da vida. O primeiro ponto que grifo para desenvolver o assunto é: crer/ seguir a bíblia; isso muda muita coisa

Pois é, também faço parte deste grupo, por ter nascido em um lar catolico (que depois virou evangélico) tenho tendencia em crer na biblia, mas minha logica espiritualista sempre bate de frente, é quase uma guerra interna. 28 anos, já fui catolico, crente, espirita e até hoje não consegui ter opinião formada sobre a bíblia ? Algum mentor já falou sobre isso com vocês ??

Alguem se arrisca a tomar posição quanto a Biblia:

palavra de Deus a ser seguida a risca,

Manual para uma vida melhor / melhor convivencia

só aplicado àquela epoca

Manipulação para controle da população

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que ninguém recebe revelações como essa, e se receber como saber se é real, manipulada ou criada? Pelo visto, talvez, só saberemos a real num futuro e acho que desencarnado fica mais fácil de ver e vivenciar o que é a real da coisa. Ou projetado e consciente...

Share this post


Link to post
Share on other sites

bom, sou novo no grupo. esse topico pode se tornar realmente polemico, quando exposto o conhecimento de cada um. entretanto é bem valido, pois leva a reflexão, do bem e mal, quem é lucifer, até que ponto as verdades de outras pessoas , podem ser incorporadas as nossas e etc... minha primeira reflexao é como posso compreender o pai se ainda sou tao imaturo? como uma luz angelical de puro amor ser mal(do nosso ponto de vista)? bom, acredito que poucos que estao nessa doce ilusao, compreendem uma parte da obra do pai, mas prefiro acreditar que minhas verdades estejam ligadas a essencia divina, onde que por mais que eu n compreenda a obra de meu pai, posso confiar fielmente no que ele me guia. bom, antes de desistir reflita o maximo possivel, ate se esgotar as possibilidades, so sei que existe um unico cami : nho, o pai. abraço a todos e muita paz.

Share this post


Link to post
Share on other sites
so sei que existe um unico cami : nho, o pai. abraço a todos e muita paz.

Cistiano, poderia explicar melhor, pois me parece que a duvida da vida é essa, os vários caminhos... como seria esse caminho do pai.....

Abraços

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na minha opinião essa é uma leitura estritamente evangélica bitolada...

Fui criado numa família católica totalmente práticante, estudando um pouco vi q a igreja católica aprontou muita coisa ruim no passado (Inquisição, venda de terrenos no céu, intervenção no governo e na economia a seu favor etc etc...) Que me fez tornar Ateu, mas novamente estudando vi q Deus sem nós continua Deus e Nós sem Deus não somos nada e conheci a doutrina espirita, entendendo realmente sobre oq somos e pra q servimos.

A Biblia em questão é um livro dito sagrado, onde as informações contidas nele foram escolhidas e peneiradas a favor da visão q a igreja qria implantar no homem da época do concilio vaticano, por isso devemos saber interpretar oq lá está escrito e não acreditar cegamente q é uma leitura sagrada, mesmo assim tem muita coisa lá q podemos tirar proveito para a vida.

Agora como assim Anti-Cristo?! Vamos acreditar no capeta?! Quem já saiu realmente do corpo sabe q não existe Anjos, Arcanjos, Querubins, Satanas, Demonios e Lucifer. Mas sim Espiritos de Trevas e de Luz, Amparadores e Obsessores. Espero ter deixado claro minha opinião...

Força, Vida e Luz para todos!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sobre a inquisição, intervenção no gorverno e na economia etc...

Acredito que vai depender do tipo da pessoa que administrava o Catolicismo naqueles tempos, tudo bem que pode ter sido alterado muito das escrituras na Biblia, mas tem que por em mente que se há um inimigo existente denominado Lucifer, com a inteligencia e sabedoria que tem acredito que de forma alguma ele utilizaria de coisas que acontecem em igrejas como aquela Universal que os pastores ficam expulsando demonios encenados (pessoal fengindo pra ganhar dinheiro), acredito que se ele utiliza da invasão de corpos fisicos (o que eu não acho possivel) ele faz de forma para enganar as pessoas e não virar um animal gritando ou se batendo, da mesma forma ele pode ser o propritario de todo esse universo que tá em nossas mentes que proporciona esse tipo de sobrenaturalismo pra poder ludibriar.

Por tanto pode ser uma coisa que está dentro de nós mas podemos estar comendo da maçã que a serpente ofereceu.

Como eu não tenho toda a certeza estou dando um tempo ou parei definitivamente as praticas de projeção, meditação e outros, mas continuo aprimorando minha serenidade pra conviver melhor com as pessoas sem muito preconceito e me dar melhor na vida, tentando seguir algumas exigências que foram escritos na Biblia.

O que eu quero e servir ao justo e criador de tudo, por tanto se a um Pai de todos eu não quero ser um filho ingrato e querer ser o meu proprio Deus.

Mas ai fica a duvida né, será mesmo que e dessa forma ou foi alteração pra manipular a humanidade?

Um abraço a todos...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Oi, Dimitrius! você perguntou como seria esse caminho do pai? Primeiramente gostaria de informar, que vou responder com a minha percepção e reflexão, ignorando todo o processo que é esse caminho, de forma a tentar passar sua essência, como vejo essa questão.

Quando eu disse que todos os caminhos levam ao pai, é como se tudo se encaixa-se perfeitamente no universo do criador, pois tudo faz parte da obra do criador(obs: não vejo o criador como uma pessoa ou entidade). Eu acredito muito que somos uma única energia, fazendo parte do todo, mas de forma a cada um ter sua necessidade de existência, onde somos a própria vontade da essência divina. De forma mais objetiva, acredito que fazemos parte desde o espírito menos elevado ao próprio criador, assim como toda a existência e não existência no universo divino. Bom quanto ao caminho...rsrss, será que algum espirito ou criação, que esteja no umbral ou nas trevas( como vocês acharem melhor interpretar), um dia não retornará a sua essência divina, ou que a própria luz já não tenha visto a escuridão? Se a própria escuridão é uma divindade, afinal nada existe sem o próprio criador telo criado, como podemos enxergar imperfeições nesse processo, se tudo é perfeito. Não importa em qual grau de elevação está, se está desde a mais baixa a mais alta, essa força paterna nos chama fortemente a voltar a sua essência e assim, no final de nossa jornada, poderemos contemplar essa grande obra.

Assim, não sou bom em escrever, e também foi simples a resposta, afinal o assunto é muito mais complexo...Espero ter colocado bem meus pontos de reflexão.

Um abraço a todos e vamos juntos nessa caminhada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isso e uma coisa que voce vai ter que resolver sozinho realmente.

Todo argumento levantado a favor ou contra a nova era ou a Bíblia sempre poderá ser desmontado, porque voce vai achar um argumento razoável ou não, de acordo com o que você compreende do assunto, e o que compreende depende DO QUE JÁ ENTROU na sua mente ANTES de voce começar a questionar essas coisas.

O que posso dizer é que Nova Era é só uma atitude, não um conjunto de conhecimentos. Essa atitude se caracteriza por romper com as antigas autoridades, segredos, limitações, e jogar tudo as claras, trazer a luz o que antes era reservado a poucos, reavaliar, jogar fora o que não presta, reapresentar o antigo e útil sob nova roupagem.

É por isso que voce vê tanto conhecimento esotérico circulando. Tudo isso tem milhares de anos, mas circulava de forma fechada, apenas dentro das escolas esotéricas, já que os cristãos externos, aqueles que seguiam a religião para as massas, optaram por expulsar, torturar e queimar todos aqueles que divergiam deles ( o que incluía os cristão internos que sabiam coisas que os externos não sabiam, como era o caso de Orígenes e Clemente de Alexandria).

Não vamos esquecer que quando disseram; “estes livros farão parte da Bíblia, mas este outros não” isso foi dito pelo Império Romano, o velho e maior inimigo, mas que agora havia se apossado do cristianismo e definia o que era e o que não era cristianismo. Isso tinha como dar certo????

Então esses velhos conhecimentos foram mantidos vivos secretamente, não porque fossem suspeitos, mas porque os loucos haviam tomado o poder. Todo esse período esteve regido por uma atitude característica da era de peixes, mas esse peixe nada tem a ver com cristianismo na sua origem.

Esses termos são divisões que seguem o diagrama astrológico, de modo que a era anterior a de Cristo foi a era de Marte, das guerras e grandes conquistas, em que tudo era regido com mão de ferro. Cristo chega na entrada da era de Peixes, e usa o símbolo do peixe para identificar-se com um novo tempo, uma nova forma de pensar. Por isso o velho testamento e mais focado na lei e na ameaça de punição ( influência bélica da era de Marte) enquanto que o novo testamento mais focado na compaixão, altruísmo e emocionalismo. São traços dos signos astrológicos influindo no comportamento das massas, de sua cultura e sociedade como um todo.

http://www.brazilsite.com.br/mistiscism ... o03_01.htm

No entanto, peixes não é revolucionário, ele tenta agradar a todo mundo, não joga o lixo fora, porque piscianos não gostam de conflitos. Ja a nova era, chamada era de aquário, tem característica diferentes, mais racional, com mais combate de idéias, mais espalhafato, mais contradiçoes internas, e isso afeta todo o equilíbrio da sociedade.

Por exemplo, a ciência, que usa a razão como ferramenta básica, cresceu tanto em aceitação e destaque, porque ela esta alinhada com a influência do nosso tempo, enquanto a fé na letra morta (velho testamento, era de Marte) é vista como algo ridículo hoje em dia.

Mas entre esses dois extremos,a obediencia cega de Marte e a atitude de rebeldia exagerada de Aquario, nesse meio tempo Jesus destacou a maior importância do “espírito da lei”, que é a compreensão da finalidade da coisa, e não a letra, e a ouvir a “vontade do Pai”, que é uma atitude de busca interna, não de leitura da Lei.

Ou seja, ele já trouxe um pouco de racionalidade esclarecida para aquela época. Não a racionalidade seca dos fariseus, que ficam opondo minúcias da lei a outras minúcias da lei, mas uma racionalidade que procura identificar o objetivo de determinado aspecto da lei, para adapta-lo ao uso. Se você checar na Bíblia os debates entre fariseus e Jesus vai ver que o dilema é sempre esse: seguir cegamente ou compreender a essência?

Ja na nossa epoca e' uma atitude mais adolescente:

"vamos queimar tudo e sair correndo peldos pela rua porque somos livres!", que e o que fazem os ceticos, por exemplo.

Então você percebe uma seqüência evolutiva ao analisar essas três eras:

- Marte: obedecer ou ser punido

- Peixes: compreender para adaptar a novos contextos

- Aquário: questionar mais profundamente para se livrar do que não serve mais

Mas ha um movimento pendular nessas tendencias: se marte ordena as coisas pondo tudo em seu lugar, tambem tem excessos e tiraniza, escraviza. Se peixes suaviza a mao para compensar a severidade de marte com amor e compaixao, mais tarde nao tem forca suficente para extirpar o mal quando ele se instala, submetendo-se as pressoes sociais sem reclamar. Ja aquario analisa e duvida de tudo, para filtrar e escolher o adequado, tambem fica radicalmente cetico e rebelde, para se contrapor a dominacao do passado.

Mas com o tempo o pendulo ficara oscilando mais perto do centro.

Alguns dizem que já entramos na era de aquário, outros que entraremos, mas analisando o século XX, principalmente após os anos, quando surgiram impulsos de rebeldia em todos os campos do conhecimento, é muito óbvio que já estamos sofrendo influência da era de aquário, ou seja, a Nova Era.

E se pensarmos que essas influências começam muito antes de um dia e ano marcado (porque afinal isso é como raio de ação de campo gravitacional, você não tem uma fronteira exata demarcando início e fim, você tem influência fraca que vai se aproximando e se tornando mais forte.), o cara que talvez primeiro tenha demonstrado esses traços de Era de Aquário foi justamente Martin Lutero, ao desafiar a estrutura católica, traduzir a bíblia para que o povão pudesse ler e compreender por si, ao invés de depender de intermediários terrenos. Por isso mesmo, Lutero também foi visto como um anticristo na época, irônico não?

O fato é: crença e obediência é o que se usa com animais ou crianças, porque são seres incapazes de julgar as coisas por si. Com o amadurecimneto vem a necessidade de julgar por si todas as coisas, e isso tem seus riscos, claro, mas não existe crescimento sem esse amadurecimento.

Aqueles que ainda se sentem muito imaturos para isso sempre verão o mundo como um lugar arriscado, cheio de armadilhas, dominado por influencias perniciosas, demoníacas, e nessa visão de mundo o Anticristo é o Superstar, a maior preocupação. Esse mundo é arriscado para essa pessoas porque elas não se sentem capazes de julgar as coisas por si, exatamente como as pessoas da época bíblica, mas o mundo naquela época era menos complexo. O tempo passou, o mundo está cada vez mais complexo, os desafios aumentam, e o ser humano precisa amadurecer para fazer frente aos novos e mais numerosos desafios, quem não desenvolver a capacidade de compreender as coisas para julgar pelo melhor nas mais vaiadas condições , que é algo que Jesus já estava tentando ensinar há 2 mil anos atrás, vai ficar para trás, serão como adultos presos nos “chiquerinhos” de crianças, que são as religiões da antiguidade.

Os chiqueirinhos impedem que a criança se machuque andando pelo mundo, mas também impedem que ela se torne um adulto, e quando uma criança amadurece o suficiente, ela mesmo pula fora sem precisar ser convidada, porque percebe que aquilo só a limita, mesmo que de vez em quando ela rale os joelhos.

E sobre aquele seu texto em que o autor cita um dos fundamentos da nova era como a expressão “Sois deuses” e relaciona isso a Lúcifer, aqui vai uma citaçãozinha também, só para ilustrar:

João 10: 33-36

....................................

Disse-lhes Jesus: Muitas obras boas da parte de meu Pai vos tenho mostrado; por qual destas obras ides apedrejar-me?

Responderam-lhe os judeus: Não é por nenhuma obra boa que vamos apedrejar-te, mas por blasfêmia; e porque, sendo tu homem, te fazes Deus.

Tornou-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: Vós sois deuses? (referencia ao salmo 82 )

SE A LEI CHAMOU DEUSES ÀQUELES A QUEM A PALAVRA DE DEUS FOI DIRIGIDA (e a Escritura não pode ser anulada), àquele a quem o Pai santificou, e enviou ao mundo, dizeis vós: Blasfemas; porque eu disse: Sou Filho de Deus?

...............................

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse temor que algumas pessoas sentem é puro resultado dos condicionamentos a que somos submetidos desde que nascemos, que enfia na nossa cabeça que o cristianismo, ou que o catolicismo, são as religiões "corretas", e que qualquer coisa que a negue é obra do demônio, do anti-cristo, etc, etc, etc.

Ora, onde está a certeza que o cristianismo é a religião verdadeira? Aliás, onde está a certeza de que existe UMA religião verdadeira? Onde está a certeza de que existe um Deus? E, se ele existe, como podemos saber se ele quer que nós o "sirvamos"?

Isso tudo é condicionamento católico. Esse é um blá-blá-blá que a gente ouve desde sempre e, por isso, quando tentamos nos livrar disso, vem a voz do nosso inconsciente (totalmente condicionado) nos questionar se não estamos servindo ao diabo, ao "anticristo", etc.

É justamente na base dessas ameaças e lavagens cerebrais que funcionam as religiões cristãs. Se libertar disso é uma dádiva.

Não sou cristão, embora eu ache que Jesus tenha sido um puta de um cara PHODA. E acho que sou um privilegiado, por ter conseguido me desvencilhar da lavagem cerebral praticada no mundo ocidental pelas religiões cristãs. Se é que existe um demônio, é muito mais fácil encontrá-lo dentro do cristianismo, do que fora de lá.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigado pela explicação interessante sobre as eras astrológicas e suas influências na humanidade, não havia ainda olhado por este prisma, Sandro.

Isso me fez ligar os pontos entre a parte "punho de ferro" bíblica e a parte amorosa, como explicou, e que acabava, logicamente, colocando dúvida na credibilidade do livro, para mim.

É uma nova opção de interpretação e entendimento da coisa toda. Valeu.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Talvez voce se interesse em dar uma olhada nisto, nas abas "apresentacao" e na de "livros". Mantenho contato com o Roger ja ha alguns anos, assim como acompanho seus livros. Se validacao de outro vale alguma coisa, eu recomendo muito a abordagem e os livros dele:

http://www.universalismocristico.com.br/

Share this post


Link to post
Share on other sites

É complicado mas com os esclarecimentos do Sandro já estou pensando bem no que fazer.

Vlw Sandro.

Realmente não á como ter total certeza de tudo.

Um abraço...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.