• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Wood Woman

Decolagem e técnica do Raduga.

Recommended Posts

Faz algum tempo que conheço e pratico as técnicas indiretas do Raduga e devo admitir que o pequeno progresso que venho tendo se deve a grande eficácia e simplicidade das técnicas, porém tenho uma dúvida que me deixa com a pulga atrás da orelha: Por que nunca tive a tal da decolagem?

Toda vez acordo após 4 ou 5 horas de sono, fico imóvel e começo o ciclo de 3 técnicas, rapidamente meus para-braços desprenderem do corpo físico, depois com grande dificuldade me levanto e saio pela casa tonta e com sensação de bêbada, até aí tudo bem, todo iniciante passa por isso mesmo, mas por que não sinto os clássicos sintomas pré-projetivos, como catalepsia, E.V.?

Será que por não sentir os clássicos sintomas da decolagem todas essas minhas "projeções" e sensações do corpo desprendendo não passaram de delírios?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Me ensina essa tecnica ate hj eu treino com 1 tecnica e so consegui o ev e olha que eu treino a tal tecnica a 4 meses por favor me passa essa tecnica

Share this post


Link to post
Share on other sites

Marlon, nas páginas 8 a 12 você encontrará exatamente as técnicas que uso. Se isso te servir de incentivo te digo que logo na 1ª tentativa eu consegui(tá não sei se aquilo foi projeção, mas já foi um avanço um tanto significativo, rsrs), é impressionante a eficácia dessas técnicas.

Escola de viagens fora do corpo - Michael Raduga:

http://obe4u.com/files/Escola_de_Viagen ... _Corpo.pdf

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bela pergunta. Na verdade e' um milagre que essa pergtuna ainda nao tivesse surgido.

Sua duvida, e sua suspeita, tem toda logica do mundo, mesmo sendo incorreta. Acho que NAO QUESTIONAR ESSE DETALHE seria uma tremenda credulidade, mas como te disse, e' uma conclusao incorreta.

Por que eu te digo isso?

Primeiro: nao ha apenas um so tipo de proejcao, ha varios. Dependemos de conhecer as experiencias dos outros para concluir isso, e se a pessoa ficar limitada a poucas fontes, vai concluir apresadamente que o que nao se encaixa no pouco que conhece e' ilusao ou tem algo errado.

Certamente deve haver um motivo para essas diferecnas, mas eu desconheco O MOTIVO, SO CONHECO AS DIFERENCAS.

A primeria vez que senti um EV ou uma decolagem, eu ESTAVA PROCURANDO POR ESSE TIPO ESPECIFICO DE PROJECAO, POIS JA TINHA TIDO OUTRAS E NUNCA SENTI NADA DISSO.

Mas como tinha tido muito poucas poejcoes ainda, e nenhuma do tipo que pudesse confirmar, ficava com uma pulga atras da orelha, pois eu nunca tinhas sentido as tais "vibracoes" que o Robert Monroe fala.

Com os anos descobri que essas vibraoces sao de fato "AS TAIS VIBRACOES", OU SEJA, muita gente que se projeta nunca sentiu "ESSE TAL TROCO".

Mas como eu vivo diznedo; som procurar comprovacoes voce so tera sua "fe'" ou seu ceticismo, nada mais.

No meu topico osbre comprovacao, que voce pode ler aqui:

http://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/16071-comprovação-da-projeção-astral/&do=findComment&comment=67348

as minhas 1, 4 e 5 foram obtidas sem nenhuma vibracao ou porcesso de 'decolagem'.

A 6 e a 7 sao do lider do grupo de desobsessao no qual eu trabalhei por mais de um ano. Esse cara e' praticamente um Dr. Xavier, dos X-man, so falta a caderia de rodas. Tem uns 50 anos agora, se projeta desde crianca, e' do tipo que vem na sau casa em astral e ve com oela e' e o que voce estaav fazendo na hora, e acerta. Ele nunca sentiu as tais vibracoes. Ate passei para ele as tecnicas de EV porque ele tem curiosidade em sentir e ver como esse tipo de proejcao se diferencia das que ele faz, mas isso foi ha uns 4 meses, acho que ate agora nao teve resultado.

O Robert Bruce supoe que as pessoas que nunca sentem essas vibracoes sao porque fazem um tipo de projecao qu costuma resltar de uma atividade maior dos chakras superiores (garganta, pineal e coroa), porque as pessoas que se queixam de nunca sentir isso costumam ter algum grau de clarividencia. Isso bate com o meu caso e desse amigo meu. Em geral essas projecoes mais "agitadas' energeticamente tem mais a ver com uma maior atividade do chakra umbilical.

Tambem nesta tecnica que postei aqui, do Draja Mickaharic, voce nunca sente nada disso. E como voce podera ler, ela e' totalmente focada em evitar delirios:

http://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/16795-evocação-de-phul-técnica-para-viagem-da-alma/&do=findComment&comment=72061

Entao fique tranquila, nao e' o COMO VOCE DEIXA O CORPO que definira o que e' uma experiencia ilusoria e o que 'e real. Quem dera fosse assim! Poderiamos nos focar somente nas tecnicas que nao permtissem delirios, mas a vida e' dura! ehehehe

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meu amigo eu vo consegui de 1° pq eu ja so meio que velho no assunto treino faz a 4 meses ou mais obrigado pela resposta e desculpe pelo meu defeito

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigada pela resposta, Sandro!

Já faz um tempão que me questiono sobre isso e nunca tinha achado nada... sempre me fartei de ler relatos onde as pessoas sentem as mais variadas energias e sensações enquanto eu nunca sentia nada, só sentia os meus membros espirituais flutuarem e eu aproveitava e forçava uma saída sem sentir essas vibrações que antecedem a saída da maioria das pessoas. Na verdade eu achava que o E.V. era uma sensação obrigatória que todo mundo que deixava o corpo tinha que sentir.

Li o seu post sobre a técnica do Draja Mickaharic, realmente tem que ter muita paciência ao tentar por em prática. Eu vou passar um tempo praticando a técnica do Raduga, porque sinto que tenho mais facilidade para desprender com ela, e junto a isso vou aplicar esses exercícios de observar o quarto, cômodos da casa, rua e comparar com a realidade. Acho esse exercício de observação extremamente válido e acho que todos os projetores deveriam se submeter a técnicas como essas. Acho que observações como essas vão facilitar as comprovações que busco.

Qual o título desse livro do Robert Bruce que você mencionou?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Astral Dynamics:

http://www.2shared.com/document/ISyxTPk ... amics.html

"With certain types of projection, exit symptoms can be extremely mild, often not noticed at all. This is most common with projections involving the brow or crown centers. This indicates natural clairvoyant potential, often unsuspected. It also means the projector has the potential for high-level projections, because clairvoyance and high-level projection are intimately related. It is possible, therefore, that some types of waking paralysis are caused by brow- or crown-center projections in progress, where the exit has been missed."

p.36 do pdf.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bem eu não sinto a catalepsia projetiva , porém sinto o EV , o Estado Vibracional que entro é tão intenso que sinto meu corpo gerando uma energia infinita , peço logo pra sair pq eu normalmente não gosto de sentir essa sensação.Saio com extrema lucidez sempre. normalmente as técnicas energéticas não funcionam muito comigo. Mas tente algo como exteriorizar energias dos chacras , eu exteriorizo no banho , embaixo das arvores ou antes de dormir. Quando estou no astral para ganhar mais lucidez exteriorizo pro ambiente ou em cima de alguma planta isso ajuda muito! : )

Share this post


Link to post
Share on other sites

Texto do Waldo Vieira, sobre tipos de projecao:

373. TIPOS BÁSICOS DE PROJEÇÃO CONSCIENTE

Opções. A consciência encarnada se projeta para fora do corpo humano seguindo ações diferentes e bem definidas, conforme o seu veículo de manifestação, a condição de lucidez, e o plano existencial aonde atua. Eis, resumidamente, as seis opções básicas possíveis:

377.1. Etérico. A consciência pode projetar o duplo etérico sozinho, no plano extrafísico comum. Como se sabe, o duplo etérico não é sede da consciência.

377.2. Densidade. A consciência pode se projetar pelo psicossoma com o duplo etérico, no plano extrafísico comum, transportada no e pelo corpo mental.

377.3. Rarefação. A consciência pode se projetar pelo psicossoma sem o duplo etérico, no plano extrafísico comum, transportada no e pelo corpo mental.

377.4. Coincidência. A consciência pode se projetar pelo corpo mental, deixando o psicossoma coincidente no corpo humano, deslocando-se apenas pelo corpo mental, no plano mental.

377.5. Descoincidência. A consciência pode se projetar pelo psicossoma e, logo depois, deixá-lo descoincidente do corpo humano, no plano extrafísico comum, deslocando-se apenas pelo corpo mental, no plano mental.

377.6. Intercalações. A consciência pode se projetar conjugando tipos diferentes de veículos, em diversos níveis de planos existenciais, intercaladamente, seja de modo voluntário, espontâ¬neo sem trauma, espontâneo com trauma, sozinha, assistida por amparador, de modo integral, de modo parcial, variando as condições ainda conforme a influência de outros múltiplos fatores como grau de lucidez, descontinuidade, blecaute, duração, equilíbrio, etc. Por aí pode-se compreender diversos tipos de fenômenos da Projeciologia: projeção em geral, clarividência viajora, bilocação física, etc.

Fonte: Projeciologia. Waldo Vieira. 1a. Ed. p. 550

..............

Provavelmente as tecnicas nas quais voce sente mais as vibracoes sao aquelas que se trabalham mais com o duplo eterico, ja que as energias manipuladas nas tecnicas do EV sao etericas, semi-fisicas, por isso tao fortes.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá Karolyn, obrigada pela resposta :D

Bom, houve um erro em minha fala acima, eu apenas sinto a catalepsia, só não sinto E.V. e nenhuma outra energia, o máximo que chegou a acontecer foi uma dor muito forte no chakra laríngeo, como se fosse um choque localizado, foi tão forte que tive que interromper o processo, mas normalmente eu sinto a catalepsia e depois começo a me desprender sem nenhuma repercussão energética e sem os clássicos sintomas da decolagem. Começei a praticar novamente os exercícios energéticos, embora eu já tivesse tentado antes só que não vi nenhuma diferença nas projeções. Resolvi dar mais uma chance e ver se algo muda...

Sandro, muito obrigada pelas respostas, achei interessante a opinião do Robert Bruce, só não sei se possuo algum grau de clarividência, mesmo que inativo, e não sei como faço para descobrir e confirmar o que ele diz. Como agora sei que não é delírio meu vou continuar prosseguindo com as técnicas do Raduga e vou sair do jeito que saio mesmo, o que vou tentar evitar de agora em diante são as sensações de tontura, vou fazer o que a Karolyn disse, tentar exteriorizar no ambiente e ver se melhoro.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sandro, muito bom ter contato com voce !!

Se possivel, teria como traduzir a tecnica que o Draja Mickaharic, cita que deveriamos já ter dominado sobre a questão da mentalização/visualização ?(acho que é isso).

Achei a tecnica do Draja muito bem concreta e firme.

Quando a base é solida, o edificio consegue ir mais alto !!

Pareceu muito com o que kardec fez quando codificou a doutrina.

Se possivel, tambem comente algo sobre a questão de "testar" a clarividencia ou a sensibilidade de cada um :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sobre "testar", só conheço o método da Cabala, porque testar envolve COMPROVAR, CHECAR CONTRA UM PADRAO OBJETIVO, para ver se voce não está dando vazão a fantasias.

Você pega um livro que liste os simbolos, nomes escritos em hebraico (cujo significado voca nao conheça, obviamente), e imagens especificas para cada Sephira (como o livro A CABALA MISTICA, da Dion Fortune) e se concentra neles, ou seja, mantém eles imaginariamente em frente a sua tela mental ( o escuro que voce ve quando fecha os olhos) e espera para ver o que surge.

Para algumas pessoas surgem ideias apenas, para outras surgem imagens.

Não pode estar tão concentrado que não pemita outras imagens surgirem na sua mente, nem tão desconcentrado que sua mente vague a esmo.

Então depois voce REGISTRA e INTERPRETA o que viu (é como sonhos ou projeção, essas imagens e ideias vão apagar rapido se você não registrar) , para tentar deduzir o SIGNIFICADO disso, porque são imagens SIMBOLICAS, não são literais (porque isso é clarividencia astral, diferente da clarividencia eterica, que vê aura e chakras e espíritos na sua sala de estar) .

E por fim le sobre o conteúdo de cada Sephira no capitulo correspondente e vê se as AS IDÉIAS relativas a cada sephira batem com as IDEIAS que te surgiram ATRAVÉS DAS IMAGENS SIMBOLICAS quando voce estava concentrado nos simbolos ou nomes hebraicos relativos a cada sephira.

Voce pode, por exemplo, ver imagens de animais tendo seus filhotes, sementes brotando, flores desabrochando, um cientista tendo uma grande ideia.....e todas essas imagens surgirem quando voce se concentrou num simbolo relacionado a uma Sephira cuja idéia central é fertilidade, criatividade, forças da vida atuando... e você saberia que divagou se obtivesse imagens de guerra, prédios de grandes cidades, um banco de praça, um mendigo andando na rua...pois nessas imagens não há nada que se relacione a idéia de forças da vida, fertilidade, criatividade.

É um jeito de testar/treinar por mais exatidão.

Para quem acha que ocultistas gostam de complicar "desnecessariamente" as coisas, compare isso com os métodos do tipo:

"sente aí e tente ver se percebe alguma coisa".

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 07/01/2013 at 01:06, EmPaz disse:

Sandro, muito bom ter contato com voce !!

Se possivel, teria como traduzir a tecnica que o Draja Mickaharic, cita que deveriamos já ter dominado sobre a questão da mentalização/visualização ?(acho que é isso).

Achei a tecnica do Draja muito bem concreta e firme.

Quando a base é solida, o edificio consegue ir mais alto !!

Pareceu muito com o que kardec fez quando codificou a doutrina.

Se possivel, tambem comente algo sobre a questão de "testar" a clarividencia ou a sensibilidade de cada um :)

Pelo jeito a continuação disso se perdeu, vou postar de novo aqui:

https://drive.google.com/file/d/0ByXGi2vq5-wsVDhDV3NsVjNUM0k/view?usp=sharing

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Buenas!

Sandro, há tempos já tinha visto esse teu material da técnica do Draja (https://drive.google.com/file/d/0ByXGi2vq5-wsVDhDV3NsVjNUM0k/view), achei muito bom e fez muito sentido como técnica para domínio dos pensamentos e da projeção consciente.

Vi que o material parte de um capítulo específico, falando do domínio do pensamento, da "mente livre" ou "vazia", e que existem dois ensinamentos anteriores, que parecem ser o relaxamento do corpo físico e o domínio da atenção.

Tem alguma técnica específica ou o ideal é mesclar as ideias no domínio destas duas etapas? O que eu quero dizer é se técnicas comuns de relaxamento do corpo físico (relaxamento induzido, com atenção, por exemplo) e a auto-percepção (lembrança de si) defendida pelo Gurdjieff (ou a técnica da Morte do Ego, da Gnose) podem ser os excercícios pré-Draja?

(desculpa desenterrar o tópico, mas como vim parar nele por direcionamento à técnica do Draja, achei pertinente iniciar essa discussão por aqui)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pleo que me lembro traduzi todos os capítulos necessários para a parte de projeção. Esse pdf não é de um só capítulo, cada item ali é um capítulo separado, começando pelo controle da mente. A parte da visualização é outro capítulo, a parte de projeção são dois capítulos. Reuni tudo num só pdf.

O relaxamento não está incluído porque seria chover no molhado, qualquer técnica de relaxamento  serve. No tópico Por onde começar incluí duas. , mas a pessoa pode pegar alguma outra que gostar mais. 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

A parte de "prestar atenção" é aquela prática de "estar presente" no que você está fazendo. Como ela é menos um "exercício específico" que a pessoa possa treinar de forma organizada, como os outro me incluí. Mas o pdf completo está aqui, se quiser olhar:

https://drive.google.com/open?id=1-FEyAMoDlmg77AkNCo_YVZqQ8MQW1Xlk

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, sandrofabres disse:

Pleo que me lembro traduzi todos os capítulos necessários para a parte de projeção. Esse pdf não é de um só capítulo, cada item ali é um capítulo separado, começando pelo controle da mente. A parte da visualização é outro capítulo, a parte de projeção são dois capítulos. Reuni tudo num só pdf.

Sim, esse entendimento de que poderia ter algum material anterior era a respeito desse trecho, que está no início do pdf:

"Até que se domine a arte de relaxar completamente nossos corpos físicos, e ter feito algum progresso na arte de prestar atenção, todos os esforços que fazemos em aprender a controlar nossas mentes geralmente serão um desperdício de esforço. É por isso que eu recomendo que você domine os dois primeiros exercícios antes de seguir em frente com os exercícios deste capítulo."

1 hora atrás, sandrofabres disse:

O relaxamento não está incluído porque seria chover no molhado, qualquer técnica de relaxamento  serve. No tópico Por onde começar incluí duas. , mas a pessoa pode pegar alguma outra que gostar mais. 

Beleza!

1 hora atrás, sandrofabres disse:

A parte de "prestar atenção" é aquela prática de "estar presente" no que você está fazendo. Como ela é menos um "exercício específico" que a pessoa possa treinar de forma organizada, como os outros nem incluí. Mas o pdf completo está aqui, se quiser olhar:

https://drive.google.com/open?id=1-FEyAMoDlmg77AkNCo_YVZqQ8MQW1Xlk

 

é o desenvolvimento da "vontade", sair do automático, "lembrar-se de si", vigiar, enfim... Beleza...

Obrigado pelo PDF original!

Share this post


Link to post
Share on other sites

É que esse exercício é útil para isso especificamente ,para o "estar consciente". Mas as vezes o pessoal quer transformar em panacéia. O leadbeater mesmo, no seu livro sobre clarividência, quando chega na parte de como desenvolver, ele só recomenda isso esse exercício de procurar estar atento ao momento sempre.

Ora, isso não vai gerar clarividência não, eheeh.

http://www.teosofico.com/livros/c-w-leadbeater/clarividência/métodos-de-desenvolvimento

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, sandrofabres disse:

O leadbeater mesmo, no seu livro sobre clarividência, quando chega na parte de como desenvolver, ele só recomenda isso esse exercício de procurar estar atento ao momento sempre.

Ora, isso não vai gerar clarividência não, eheeh.

Leadbeater foi um excelente pesquisador, mas isso foi a mais de 100 anos, e suas pesquisas já foram a um bom tempo superadas. Um excelente livro sobre Clarividencia, com teoria e pratica, escrito por Rodrigo Medeiros. 

O título é Clarividencia - teoria e prática Rodrigo Medeiros, um livro criado com base em anos de experiências e com resultados em centenas de alunos e suas experiência também.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.