• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
sandrofabres

O que devo fazer? (autor: jotagui)

Recommended Posts

O que devo fazer?

 
Olá, faz anos que eu leio sobre o tema e eu gostaria de uma direção a seguir. Já tive acredito que centenas de experiências de "paralisia do sono", cada uma mais bizarra que a outra, já escutei zumbidos, respiração ofegante, gritos, risadas, turbina de avião, disco arranhado e outras coisas. Junto com isso, a sensação de choque elétrico no corpo, flashes de luz e cores com os olhos fechados, é claro, a paralisia. Geralmente dura alguns segundos, e algumas vezes eu sentia meus braços ou pernas subindo, como se não tivesse gravidade, era uma sensação esquisita. Teve uma única vez, na manhã de natal de 2013, que eu acredito que tive uma experiência fora do corpo. Eu acordei com uma sensação estranha, um pequeno "choque" na espinha. Era bem sutil, não era como aquele choque da paralisia. Ficou assim por quase 1 minuto, até que eu escutei um barulhinho muito agudo, como se fosse um sino, mas muito agudo mesmo vindo de dentro da minha cabeça: "pimmmm". Comecei a sentir meu tronco subir, e nisso eu não enxergava nada. De repente eu estava em pé no quarto e me vi deitado na cama. Nessa hora eu entendi o que tinha acontecido, e comecei a escutar a voz da minha mãe vindo lá da sala (era umas 9 da manhã e ela já estava acordada). A porta tava fechada e eu só via a luz do dia entrando por debaixo dela. Fui em direção a porta e de do nada eu acordei, e eu lembrava de tudo isso como se fosse um sonho.
Enfim, eu nunca consegui induzir esses estados, eles sempre me pegam de surpresa, e eu gostaria de ter maior controle sobre eles. Eu notei que quando eu acordo muito cedo, fico um tempo acordado e volto a dormir, é quase certo de que eu vou entrar em paralisia, mas quando ela começa (e eu sei segundos antes que vai começar) eu simplesmente não sei o que fazer, as vezes fico com medo porcausa dos barulhos estranhos e luto pra poder acabar logo. As vezes eu sinto uma coisa diferente como braços e pernas subindo, tento focar minha intenção nisso mas nada acontece. Uma coisa que eu queria dizer é que eu tenho MUITA dificuldade em manter atividades que só dão algum resultado a longo prazo. Se vc me pedir pra fazer alguma meditação de imaginar bolas de luz não sei aonde e eu ficar 15 minutos tentando fazer e não acontecer nada, eu provavelmente vou desistir e nunca mais vou fazer... rsrs o que me dá esperanças são os episódios de paralisia, em que claramente acontece "alguma coisa" pq é uma sensação muuuuuito intensa. Algum conselho?
Obrigado!

Share this post


Link to post
Share on other sites
  •  
    • guuiiza
    guuiiza
    também tenho esse problema com essas atividades que dão resultado a longo prazo, Mas oque vão falar pra nos é pra ter paciência e força de vontade kkk :/
    estou a espera de alguém te responder
  • Quanto a paralisia, é um problema. Deixo para quem sofre deparalisia palpiatr sobre o que funcionou para eles, porque eu nunca tive paralisia.

    Quanto aos resto, na verdade "induzir" essas experincias é complicado. Ao que parece é seu subconsciente que criar essas situações. Você mostra para ele que está interessad nisso ,dedicando-se as técnicas projetivas, mas por issos a projeção depende de amtnr o foco constante, pensar o dia todo no assunto, manter-se lendo, praticando alguma técnica auxiliar por 5 minutinhos em algum momento durante o dia. É todo esse foco, não apenas a técnica no final da noite, que vai fazer a diferença.

    ENQUANTO você aprende o resto, SEMPRE que sentir qualquer sensação estranha PRESTE ATENÇÃO NELA:

    - se estiver deitado e ouvir ruídos, preste atenção nos ruídos
    - se forem vozes, preste atenção nas vozes
    - se forem imagens, preste atenção nas imagens
    - se forem sensações energéticas, preste atenção nas sensações
    - se sentir peso no corpo, prste atenção no peso, apra que ele aumente
    - se sentir flutuação , preste atenção na levez,a para que ela aumente

    Porque essas coisas estranhas são sinais de ENTRADA no estado alterado necessário para se projetar.
    Dabdo atenção a elas, os siansi aumentam, seu estado se aprofunda, e quando tudo está nítido (quando o que pareciam vozes na sala agora "com certeza" tem pessoas conversando na sala, quandoo que pareciam vultos agora é uma pessao sóida ao seu lado, quando o que parecia uma paisagem borrada agora é um cenário definido...LEVANTE DA CAMA EXATAMENTE COMO FARIA NO FÍSICO, e estará levantando em astral mesmo que, ao olhar para tras, veja a cama vazia.

    Vai ter que testar se está no físico ou em astral aidna mais se as vozes ou ruídos ou essoas ao lado da cama sumirem, o que é o mais comum, ehehehhe.

    Se sentir suas mãos flutuando, veja se consegue move-las, bater plamas com elas.
    Se consegue, use essas ma~so fantasmas para agarrar algum móvel perto (seu braço astral vai esticar) e agarrando nele, puxe-se por ele, para arrancar seu cor poastral de dentro do corpo físico.
    Na marra mesmo, não se deixe levar pelsa sensação de sono, interpretada como "peso enorme".


    Essas são coisas que você pode fazer AGORA, com as sensações que tem.

    ENQUANTO ISSO, faça diversas estratégias combinadas:

    1- durante o dia procure, várias vezes por dia parar o que está fazendo, olhar tudo ao su redor, e pergtunar-se COM SINCERIDADE: será que estou sonhando ou estou no físico? Teste: feche o nariz com os dedos e tente respirar para ver se sai ar pelo nariz. Tente esticar o dedo, puxando para ver se estica, mas não foque no meio do dedo, foque atenção na ponta, para onde voce quer que ele estique. dê um pulinho tentando alcançar o teto (pode ter que ir para o banheiro para fazer esse teste né?)

    2- a noite faça a técnica completa 3
    http://www.viagemastral.com/site/2011/01/13/tecnica-projetiva-completa-3/

    3- deite cedo, lá pelas 22-23h, e bote o despertador para as 4 da manha. Levante, vá no banheiro, ficando uns 10 minutos acordado, e então deite novamente, para então tentar se projetar usando as tecnicas tradicionais, ou então a abordagem do raduga. Em geral basta deitar de novo, e ficar prestando atenção apenas na respiraçao e mais nada, Evite ter outros pensamentos. Foque apenas na respiraçao...quando começar a ratear, a ver imagens hipnagócias, que indicam a entrada numa fase de sonho, comece a aplicar a técnica da corda: Imagine uma corda pendendo do teto e tocando seu peito. Com seus braços imaginários imagine que está tentando subir por ela, e imagine isso com todo realsimo possível, com todo o esforço que isso poderia de fato te gerar. Quando funciona você snete que de fato agarrou uma corda, e aí é só puxar e sair, Quando não funciona, você se sente um idiota que está so imaginando coisas. Alterne uns 5 minutos de atençao na respiração com uns 5 minutos de técnica da corda, e assim vá fazendo até a hora de levantar da cama.

    Se nesse meio tempo cochilar e acordar sentindo as coisas estranhas que você decreve, preste atenção nelas, como eu falei antes, ou aplique a técnica da corda.

    Mas isso é um resumo para ação imediata. Pode ter sorte e conseguir uma experiencia em uma semana, mas para continuar usufruindo de projeções, tem que entender melhor como isso funciona.
    Aqui eu tenho um pdf rápido de 10 páginas:
    http://viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17031-apresenta%C3%A7%C3%A3o-de-sandrofabres/

    Mas vai lendo o livro do Raduga enquanto isso, e naqueles 10 minutos que você ficará em pé quando levantar de madrugada:
    https://drive.google.com/file/d/0ByXGi2vq5-wsX3FYSUJRWVZlUWc/view?usp=sharing

Share this post


Link to post
Share on other sites
  • xero
    xero 
     
    já depois de ter me projetado muitas vezes a partir de um tempo tive paralisia, lutava para me levantar ou sequer mexer a cabeça, mas não conseguia ou tão pouco abrir os olhos, como não sabia o que fazer lutava, colocava força, era uma peleja grande, não tinha a quem perguntar sobre o que fazer, então passei a observar-me e acabei descobrindo que além da curiosidade sobre o mundo além matéria eu também tinha muito medo, estava em conflito, mas do que eu tenho medo? me perguntava. aí um dia orando veio o estado vibracional e logo em seguida a paralisia, disse para mim mesmo, seja lá o que for que seja... relaxei, não lutei, deixei rolar, veio uma escuridão sem fim, algo me colocou de pé, estava em um ambiente muito escuro, aí um ser não muito agradável partiu para cima de mim tive medo, mas não estava ali preocupado com o que seria, partir para cima dele, lutamos como feras, outros seres não muito agradáveis apareceram, foi uma carnificina geral, no fim estava exausto, pedaço de corpos para todo lado, muito sangue, gosto de sangue na boca. caminhei para sair daquele lugar e atravessei algo parecido como uma parede papel, fui parar em minha sala, a dia clareava, ali com aquela luz entrado pela janela rememorei todo o ocorrido, ainda sentia o cheiro e o gosto, caminhei até o meu corpo, olhei para ele, me deitei sobre ele, fechei os olhos e esperei cair no sono, nessa manhã perdi a hora, acordei atrasado, um pouco cansado, ou muito pensativo. até hoje não entendi o que aconteceu ou tão pouco quis entender, a vida segue.
  •  
    O Robert Bruce cita, de passagem, a questão do Guardião do Umbral.
    Ele acha que quanto menos se fala nisso melhor, porque é algo ligado ao medo. Ou seja, em algum momento o projetor terá que enfrentar um opositor, que PERSONIFICA seus medos. Vencendo, ele está livre par seguir, mas se fugir, esse personagem sempre volta para atacá-lo.
    É uma interpretação meio psicológica demais para o meu gosto, mas de fato eu tenho livro um ou outro relato nesse sentido, que o cara olha de frente a coisa que o ameaça, e a coisa vira um personagem de papelão, ou um balão que esvazia, e tal. e nunca mais enche o saco.

    Mas essa sua descrição aí parece de obsessores mesmo ,porque é isso que você descreveu ter feito que as vezes é necessário fazer para eliminar de vez o problema. Tem um pessoal que acha que não dá nada, não adianta bater que eles voltam e tal...
    Mas só voltam se ficarem inteiros após o combate, ehehehe.
     
  • xero
    xero 
    nunca mais vi figuras daquele tipo ou fui parar em locais ruins. passei uns dias contemplativo devido a violência que praticara, quase um sentimento de culpa por ter sido extremamente violento, mas cheguei a conclusão que eu não tinha outros meios de ação e não devia me sentir culpado por aquela violência toda, nem pelo fim daquelas criaturas, tudo chega a um fim e sempre há um agente.
  •  
    jotagui
     
    Obrigado pessoal! na verdade eu até esqueci de mencionar, eu tenho MUITO MEDO. Eu tenho hoje 19 anos, mas até os 14, 15 ia pra cama dos meus pais pq não conseguia dormir. Quando era criança, eu acordei uma madrugada, olhei pra porta e tinha uma menina parada olhando pra mim, ela era meio azul brilhante tipo assim: image
    não era assustadora, mas eu fiquei com muito medo. Me lembro de esconder embaixo do edredom, depois olhei denovo ela ainda tava lá, e do nada foi flutuando de lado pro corredor. Eu tenho medo principalmente de VER alguma coisa. Por isso durante os episódios de paralisia eu raramente vi algo. Eu ouço muitos sons estranhos e as vezes aparece uns flashes de luz com formatos estranhos. Teve uma vez que eu escutei uma respiração ofegante no meu ouvido esquerdo, entrei em pânico. Eu tenho medo de deitar na cama a noite sozinho e fazer essas práticas. Só consigo se tiver alguém comigo no quarto. Eu sempre tive uma dúvida em relação as imagens hipnagogicas... é como se fosse um sonho? quando vc ta deitado quase dormindo e começa a perder o controle dos pensamentos e do nada desperta e pensa "meu deus q q isso"? ou são essas cores q vc "enxerga" no preto quando ta com o olho fechado? tipo isso: image
  •  
     
     
    xero
    xero 
    J, dar conselhos não tá com nada, é uma coisa muito arrisca para quem o dar, pois podemos estar interferindo no processo de outra pessoa que talvez tenha seu tempo natural, o conselheiro toma para si uma responsabilidade que talvez nem esteja nos planos gerais, mas já que me meti no seu assunto vamos lá, e que aquele que está acima de tudo e de todos nos guie.
    primeiramente eu fecharia as portas, evitaria qualquer técnica que levasse a este fim, se não a fechasse deixaria bem claro para quem tentasse atravessa-la de lá para cá que não, que não via meus sentidos, assim se restauraria a ordem natural, este recado você o manda via sua decisão interior que é aquela mesma que vc usa para movimentar as energia.
    primeiro se restaura a ordem natural do mundo, nós aqui eles lá, depois visões somente em astral com corpo adormecido, entende. isso você pode fazer com sua decisão interior, seja lá o que for que te coloca medo um dia ficará diante de você e certamente se isso acontecer é porque estará pronto para encara-lo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
  • Jotagui,
    primeiro: voce nao vai morrer com a paralisia do sono.

    Segundo: se a sensacao for muito ruim, desenvolva uma tecnica para "acordar".

    Eu tento respirar o mais profundo possivel. Eh muito dificil pq durante a paralisia, vc nao tem o controle da sua respiracao (ela esta autonoma), mas se vc assumir o controle, voce acorda. Se acordar, nao fique na cama. Levante-se por alguns minutos, caso contrario, entrara em paralisia novamente.

    Tive e tenho paralisia do sono desde minha infancia. Desenvolvi um medo absurdo de dormir. Tenho o pacote completo: "alucinacoes" auditivas e visuais, presenca de alguem no quarto, e vibracoes.
    Com o tempo, percebi que a paralisia nao era uma ameaca aa minha vida e comecei a relaxar. Nessa epoca, nao sabia nada sobre isso q estamos discutindo nesse forum (pra ser sincero, ainda tenho duvidas sobre o nome do fenomeno, mas vamos chama-lo aqui de projecao).

    Depois que perdi o medo, todo o lado negativo se foi. Nao tenho mais visoes assustadoras e vozes "malignas". Hoje em dia sinto e ouco apenas vibracoes (zumbidos) por todo o meu corpo. quando estou nesse estagio, posso fazer a projecao.

    A tecnica que eu desenvolvi depende muito do conhecimento do ambiente (quarto). Quando estou no estado de vibracao, eu me imagino levantando. Imagino o meu campo visual de quando me levanto. Imagino minhas pernas saido da cama e meus pes tocando no chao (a imagem, meu campo visual) e entao, logo estou de pe (em projecao). Na casa onde eu creci, isso funcionava imaginando os meus pes descendo as escadas (meu quarto era no segundo piso) e logo eu estava descendo as escadas 100% lucido.

    Em 2013 me mudei pra uma casa em outro pais, fiquei mais de um ano sem conseguir a projecao. Como eu disse, dependo muito do conhecimento intimo do contexto espacial e no caso, a casa era estranha e o pais era estranho... depois um ano e uns 3 meses, comecei a conseguir la tambem. Quando voltei, demorei uns 3 meses para fazer aqui na casa onde moro aqui no Brasil (e morava antes).

    Eu tenho como principio basico, nunca olhar pra cama e saio imediatamente do quarto.
    No comeco, as projecoes duram muito pouco. Quando vc der conta que esta "projetado" vc logo voltara pro seu corpo e despertara, ou continuara em paralisia... se vc continuar em paralisia, pode tentar novamente. mas o processo eh muito cansativo. Ate hoje, sinto que desenvolvi muito pouco. So consigo ficar dentro de casa. Quando eu saio, me sinto perdido e perturbado/confuso e sou puxado pro corpo.

    Nao consigo subverter as leis da fisica (atravessar paredes ou voar)... mas abro as portas de casa que sei q estao trancadas...

    O segredo pra mim foi: controlar o medo e usar a imaginacao para induzir a projecao.
    Nunca encontrei ninguem em projecao.

    Na epoca do terror das paralisias, meu quarto era cheio de vultos negros e maos que me agarravam. Ou pessoas desconhecidas: um dia uma senhora, outro dia uma menina... ou moveis que nao existem.
    Um unico dia, uma presenca boa estava la: um homem formado de luz branca. ele se ajoelhou e falou muitas coisas para mim com voz autoridade. Era uma presenca de paz, mas nao sei o que ele falou.

    Hj, aos 33, as vezes tenho terror durante a paralisia. Mas eh muito raro. E sempre acontece (o terror) se eu estiver dormindo com alguem...

    desculpe a falta de acentos...

    abracos,

    mario.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.