• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
sandrofabres

Jogar Energia no Ambiente ao Exteriorizar ? (autor: henriquearaujo )

Recommended Posts

Jogar Energia no Ambiente ao Exteriorizar ?

 
Não tenho muita certeza mas se não me engano ouvi isso em uma das técnicas completas, pedia pra direcionar energia pra uma pessoa ou um ambiente ao exteriorizar, mas essa energia não é densa? Porque eu a deixaria no meu quarto ou direcionaria a uma pessoa ?
 
 
  •  
  •  
    Exteriorizar já é o ato de "jogar para fora" ( no ambiente ou pessoas) sua energia.

    Mas sua INTENÇÃO regula como ela será emitida.

    Exemplos:

    - na técnica do Saulo você está exteriorizando com INTENÇÃO de se livrar de energias-lixo, energias que aderiram a você durante o dia, e que você não quer que fiquem grudadas em você. ( por exemplo, se uma menina te olha com interesse sexual, em geral ela vai jogar sobre sua aura uma emissão de energia, que ficará grudada em você e te fazendo lembrar ela a toda hora, ou no caso de você ter irritado alguém sem perceber, ou no convívio diário)

    - para curar você emite energia com INTENÇÃO de curar, elas são densas, mas denso não é sinônimo de negativo, denso apenas significa a frequência vibratória. Eenergias densas são boas para cura, porque curam mais rapidamente do que energias mais sutis, que são mais rarefeitas. É isso, por exemplo, que diferencia o sistema CURA PRANICA do Reiki, porque a CURA PRANICA usa energias densas, dos pranas do ambiente (água, ar, terra e fogo), embora pudesse também usar o prana do espírito, que é o Reiki. Só que o prana do espírito exige que voc~e tenha uma sintonia mais elevada, para poer captá-lo em quantidade suficiente para efetuar uma cura rápida, enquanto que os pranas dos elementos não exigem isso.
    Por isso o Reiki usa as iniciações, para aumentar sua sintonia com esse tipo específico de prana. Já a Cura Prãnica não necessita iniciações, basta um curso ou livro para saber como usar. Já o Reiki, sem a iniciação de sintonia, é inútil, a única coisa que você vai emitir se não tem as iniciações é sua própria energia vital, até ficar fraco e começar a sugar do paciente quando acredita estar doando.

    - você pode emitir suas energias com INTENÇÃO de entidades negativas presentes no local.

    - pode emitir suas energias com INTENÇÃO de limpar o ambiente, eliminar coágulos de energias tóxicas que podem ter no seu quarto ou casa.

    Entendeu agora? Só falar em exteriorizar não significa nada, por isso as vezes você vê uma explicação , depois vê outra, que parececontrária, e fica confuso.
    Se você apenas exteriorizar sem ter intenção alguma tudo que conseguirá é sentir-se fraco, porque exteriorizou energia pura, não estabeleceu um filtro seletivo através da intenção.

     
  •  
    Entendi! Obrigado Sandro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 minutos atrás, MaryQS disse:

Então se eu quero limpar meu quarto de larvas astrais, formas pensamento negativas, entidades negativas, miasmas, a forma correta de exteriorizar energias para isso é dizer algo como: "Agora eu estou exteriorizando energias para limpeza do meu quarto"? Como exatamente eu intenciono para limpar o ambiente?

Não precisa dizer nada. O que conta é a sua intenção. Basta exteriorizar mentalizando seu objetivo. Use o poder do seu pensamento (talvez uma das coisas mais poderosas que existem).

 

19 minutos atrás, MaryQS disse:

Outra coisa, se eu exteriorizar energias densas para limpar o meu corpo, elas não ficarão no ambiente flutuando ao meu redor, no caso de eu não limpar o ambiente depois?

Segundo explicações do Saulo a energia densa tende a descer e escoar pelo chão. Eu gostaria de encontrar o vídeo onde ele fala isso (é em um dos faqs) mas aquele cabeçudo não indexa nada e ele tem uma cacetada de vídeos com assuntos aleatórios. Portanto, me perdoe por não postar esse vídeo na resposta, se algum dia eu, por um acaso, encontrar, eu volto e posto aqui.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tem outra coisa que pode não estar diretamente relacionado com o objetivo desse tópico mas... quando se fala em exteriorizar energia para o ambiente, pode-se estar referindo à técnica de alcova blindada:

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nunca vi necessidade de jogar energia no ambiente. Antigamente pensava mais em criar um campo áurico poderoso que não sofresse com energias negativas externas. 

Mas bastante tempo depois fui ler mais sobre consciensiologia e os livros do Waldo, sintonizei com eles e resolvi exteriorizar já que o método de ativação dos chakras que eles ensinam é exteriorizar, absorver alternadamente para pegar feelings dos chacras. 

 

Tive muitos problemas no ambiente, é como se eu pertubasse a comunidade extrafísicas da minha casa. As consciexs furiosas resolveram dá o troco gerando problemas anormais no dia dia.

 

Fiz esse tipo de coisa algumas vezes mas com distância de meses entre elas.

 

Recentemente fui fazer de novo mas com pouco mais de leitura e pesquisa em consciensiologia.  Sofri assédios novamente... Pesquisei mais sobre tenepes e vi o problema... Tem muitas regras para a prática da tenepes... É bem complicado....

Mas no meu caso desejava o trabalho sobre o energosoma. Continuei exteriorizar com algumas ressalvas. O segredo que encontrei foi criar um tubo de energia no chacra coronário fazer energia da cabeça subir pelo teto, subir atmosfera, nuvens, sair do planeta, sistema solar,  galáxia, universo... Atingir o infinito de energia pura, energia da essência espiritual... E daí começar a puxar energia para baixo, fazer a coroa ser ponto principal de absorção de energias enchendo todo corpo... Ou seja exteriorizei ao infinito para criar um tubo e puxar energia. Depois fui exteriorizando pro ambiente. Sempre mantendo uma saciedade energética e somente com intensão de limpeza ambiente.

Sofri uns assédios estranhos e engraçados. Seres que não tinha feelings humanos, esquisitos mesmo. Geralmente era intrusão de pensamentos negativos e esquisitos, vi que a consciex não era humana... Provavelmente um exilado extraterrestre. Vi três vezes essa consciex no estado de vigília. Notei o interesse dela justamente depois das exteriorizaçoes... Como meu objetivo era trabalho sobre corpo energético... Foquei no Estado Vibracional. Como tive pouco sucesso fazendo a varredura estilo para cima e para baixo, fazia outras manobras energéticas. Resolvi ativar o EV através da vontade e funcionou! O feelings era muito familiar pois quando era criança conseguia sentir a vibração e aceleração enérgica a vontade. Como se fosse um membro extra ativado pela volição.

Nisso foquei mais na vibração pessoal. Aprendi com um cientista italiano que casa espírito possui sua própria assinatura espitual, que faz cada consciência ser única. Então através de afirmações, vontade, EV busco essa vibração pessoal única da minha essência. 

 

Depois de absorver energias pelo coronário os pensamentos melhoraram, assédios sumiram ou diminuíram, cansaço sumiu mesmo dormindo pouco.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.