• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Recommended Posts

Saudações Gvanianos! :cool:

Não sei se é algo comum tal coisa, mas quando vocês se projetam pra praticar a tenepes vocês conseguem enxergar os desencarnados que estão recebendo as energias?

Pois essa semana fui fazer a doação de "energia" para os "necessitados", não conseguia enxergar nada só o comodo vazio, mas sentia a presença das entidades. O engraçado é que senti eles "tocando" no meu corpo. Na verdade parecia umas mulas estupidas, uma hora eu tava lá jogado na cama e sentia dois pés no meu peito e corpo paralisado e minhas energias sendo drenadas.  Parece que foi alguma descoincidências entre os corpos, senti o corpo físico sendo drenado e o astral de boa sem ver nenhum ser.  O interessante é que um amigo parapsicólogo fala que geralmente tem 5 a 6 entidade por casa e só uma é benevolente. Pelo menos matou minhas dúvidas de entidades presente na casa.

Acontece direto tal coisa de sentir a presença mas não enxergar os seres só o ambiente. Seria um tipo de cegueira ou poder de invisibilidade das entidades? Ou cada corpo possuir vibrações muito diferentes o corpo muito mais denso e astral mais leve e acontecer essa diferença de percepção?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nao tenho certeza se entendi sua duvida. 

Em primeiro ligar, tenepes é "passe para o escuro", e feita em vigília, nao em astral. Logo, ninguém nunca verá nada  a menos que seja médium.

O próprio waldo diz que tenepes é para o médium maduro, e que ninguém tem dúvidas do que esta acontecendo, se tem dúvidas, nao é tenepes.

Papo de medium portanto, nomguem que nao seja médium pode ter certeza de algo nessa área, tudo sao sensaçoes sutis, vagas. Suponho que o tal medium maduro sinta as coisaa bem mais fortes. E aí se entende porque ele diz que se voce escolhe isso, nao pode parar depois. Uma pessoa que tem percepçao clara do qie faz ppde fazer essa escolha. Mas alguem que nao tem ,e isso. Sente algo esquisito  , desconfia. Nao vao seguir sem ter certeza ou muita fé né?

Ja projetados a gente ve o sujeito para quem damos energia, porqie nao e tenepes ,  açao em quem voce julga que precisa, portanto enxerga ele. No entanto a visibilidafe no astral e complicada, voce pode estar numa frequencia que os puteos mao te enxergam, ou muma que eles te enxergsm mas nao te tocam, ou nima que eles te tocam tambem, e tudo isso sem voce deixar de enxerga-los. Vocecpode subir ou descer a vontade, desde que saiba como fazer, claro.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ou melhor, sobe e desce de acordo com sua vontade, mas dentro da faixa que te é possivel.

E obviamente, se alguém precisa doação energética, está meio ferrado, portanto " capenetes" é um termo que deve se aplicar a todos que estão ali precisando de algo, ehee

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Na verdade foi depois de assistir uns vídeos do Waldo senti vontade de praticar e testei aí. Primeira e última vez! Vou é exorcizar os vizinhos dimensionais!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa tarde Jonathas. Primeiramente queria perguntar o que é esse termo "capenetes", seria uma piadinha envolvendo a capeta e a tenepes?
Agora, quanto a Tenepes, o Sandro já falou bastante. Só gostaria de expor minha visão quanto essa questão de "só o médium vê". Na verdade nem gosto de usar muito o termo médium por que limita a realidade. Ao meu ver (e de uma porção de gente) o que existem são inúmeros níveis de parapsiquismo. A pessoa pode ser extremamente "cega" para a multidimensionalidade ou extremamente lúcida. Mas dentro dessa linha, existem muitas camadas de percepção. Você pode se limitar a perceber o ambiente (como você explicou), uma sensação de presença sem ver alguém de fato. Ou, pode sentir arrepios, formigamentos, banhos energéticos, drenagem energética. A questão visual mesmo é um pouco mais complexa e exige mais prática. No caso, não é questão de nascer com o dom da mediunidade ou não. É prática mesmo. Existem muitos livros de várias linhas de pesquisa para desenvolver o parapsiquismo de forma eficaz. Eu mesmo, que no dia a dia tenho um baixo nível de parapsiquismo, já tive experiências extremamente lúcidas e claras com a percepção da dimensão energética, observação de aura, percepção de consciências extrafísicas, entre outras coisas. Claro, nesses casos normalmente estava em grupo, em cursos, onde o campo de amparo e de energia é bem maior. Sozinho, tendemos a sentir menos, isso é meio padrão.
Se você tem interesse no tema, o exercício básico que pode fazer é da visualização no espelho, na penumbra. Pouca luz no quarto (uma vela ou luminária de canto), observe-se de frente à poucos metros do espelho, relaxado e focado, sem divagar ou observar o ambiente. Apenas foco no queixo ou na testa, pode piscar e tudo, mas evite arregalar os olhos. Com o passar do tempo você pode começar a ver algumas coisas interessantes, a começar pela sua aura, quem sabe alguma transfiguração e tudo mais. Importante também é o trabalho intenso de exteriorização de energias através do frontochacra (terceiro olho). Ajuda muito.

Agora, essa questão de iniciar para ver como é a tenepes e resolver parar é normal. Também já fiz dessa. A questão de não parar mais quando você começa de verdade é por um simples fato. Demanda/Necessidade. Um professor explicou muito bem.
Se você chega numa praça com uma sacola de pão e começa a doar pães diariamente ali, no primeiro dia vai ter um ou dois sem-teto que irão pegar os pães e certamente voltarão. Percebendo que você sempre está ali doando, vão avisar os amigos, e estes irão diariamente (inclusive com hora marcada, por que a tenepes é de hora marcada), logo, haverá uma fila imensa de sem teto famintos. Se você parar de ir de um dia para o outro, e não ir mais, ou ir só de vez em quando, provavelmente vão atrás de você, por que parou de doar? Nós estamos precisando tanto! Por favor não pare! E daí são dois toques para você acabar intensamente assediado.
Isso é, depois de iniciar e manter-se ativo por um bom tempo e depois o contrafluxo da vida e das dificuldades lhe fazem parar. Esses pré-testes e experimentos de doação não tem mal algum. A não ser os fatos de você não estar lucido para o fato de estar trazendo algumas consciências para dentro do seu quarto e doando energia sem muito controle.

Quer ser um doador diário de energia, da forma correta e positiva? Estude muito a espiritualidade e a multidimensionalidade, leia o livro TENEPES (assistência interdimensional Lúcida). É um novo, não é aquele antigo manual da tenepes. Pratique energia diariamente com lucidez e força, tenho ao menos um leve domínio da instalação do EV e das desassimilações de energia (pode ser até na hora do banho). E logo você pode estar doando.

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu tinha o tenepes acho que o antigo mesmo. Nos vídeos do Waldo ele falava já pra quem entende fui tentar fazer sem saber deu nisso. Comecei a ler o Clarividência do Rodrigo Medeiros tem umas técnicas parecidas com as que tu mostrou. Sou bem iniciantes tava aprendendo os termos da PJ pra poder entender os vídeos. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Qualqer coisa eu tenho o novo, posso escanear algumas paginas, para  veres se vale a pena. Mas achei perda de tempo, como livros, como QUASE tudo que eles publicam.

Não parece ter muito o que falar, é deitar no formigueiro para alimentar as formigas, a versão energética da "sopa para os mendigos".

Mas não é você quem dá, nem quem escolhe os mendigos, tem que confiar nos amparadores, o que pode ser bom ou ruim, depnedendo de como você enxrga a coisa.

Para quem não tem percepção psíquica decente, é sempre algo muito exigente fazer as coisas assim as cegas, é um cheque em branco.

Melhor se informar bem para fazer com consciencia. Apesar do meu tom crítico, os dois livros que tenho aqui estão bem guardadinhos, ao contrário de vários outros do Waldo que joguei no container de lixo da rua.

Acho que é o tipo de coisa que se você se sente atraído e pode ter segurança do que está fazendo, vale a pena. Eu me sinto atraído, mas não me sinto seguro para fazer, AINDA. Por enquanto prefiro em astral, que eu posso decidir para onde vai minha energia. Em vigília, quando sinto um desejo intenro de fazer alog nesse estilo, mando Reiki para o planeta, ou para o umbral direto mesmo.

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

(Nunca vi falar do que to planejando)Acho melhor usar outros métodos como radiestesia e radionica que emitem as energias desejadas sem precisar de interferência humana, no processo. Comecei a estudar o livro pranayama e matou umas dúvidas sobre as energias comuns em alguns elementos iônicos e o tipo de prana deles. Geradores de orgônio, ondas de formas etc. Acho que da pra trabalhar bastante sabendo usar esse tipo de paraciencia.  Não to muito afim de perder minhas energias ganhadas com meu suor. :D  A não ser que seja algum parente ou conhecido ou alguém que eu tenha algum tipo de ligação ou motivo pra ajudar. Agora o infeliz vive uma vida de shit, só faz shit e eu vou lá dar minhas energias? Vou ver o antigo livro da tenepes mesmo. Se for scanear algum livro escaneia algum de radiestesia ou yoga, sei lá :cool: to com alguns do waldo parado aqui ainda...

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 minutos atrás, jonathasmoraes disse:

Não to muito afim de perder minhas energias ganhadas com meu suor. :D  A não ser que seja algum parente ou conhecido ou alguém que eu tenha algum tipo de ligação ou motivo pra ajudar

É, mas isso muda quando você cruza com um sujeito estropiado no astral, ehehehe.  Claor que tem sujeio que voce olha e bem.... não dá vontade de consertar aqueles chifres e cauda não, eheheehhe.

 

Mas quando a gente vê alguem meio mal, sei lá, acho que não curto feiura, se passar por mim e estiver estropiado, eu chamo o neguinho e conserto, eheheh não espero me pedir não.

Mas uma vez me sacanearam, mas tudo bem.

Saí de casa, atravessei a porta da rua e passou uma mulher com o rosto todo derretido, parecia queimadura.

Chamei, ela voltou e chegou perto,. Cara, que quer ver uma mulehr com o rosto derretido? Não dá né?

Emiti energia e foi curando, fiou normal. Então vi que tinha mais gente na rua, pedi para se posicionarem todos  num canto, como se eu fosse tirar a foto do grupo, tinha uns 30 ali. Mas enquanto eu me preparava e eles se agrupavam num canto, saindo da minha volta, aquela mulher (que estava com outra conversando, chegou perto de mim e encostou a pelvis dela na minha. Senti um certo carlozinho e tal, mas sabe comp é, a gente que é homem e anda de ônibus sabe que não é só homem que "abusa", apesar do que a TV prpaga, então não liguei não, eu estava focado no grupo, considerei que meu trabalho ocm ela já tinha terminado e ignorei , não me liguei do óbvio.

Então num certo momento ela saiu dali caminhando com a outra, e rindo, e qundo todos do grupo estavam na posição, eu fui emitir emitir em direçao a eles e não saiu nada, ohei par mihas mãos como quem diz "quem tirou as pilhas do controle remoto??". Então o grupo de disispou e segiu caminhando pela rua, que era o que eles estavam faznedo antes de eu apareceu, e um deles chegou perto de mim e disse:

- Foi aquela moça, ela encotou em você e pegou tudo

Então olhei para onde ele apontou, e ela estava a uns 20 m de mim, e vi  que era a mesma que eu tinha ajietado o rosto.

Tá, ok, pilantrinha né? Mas só para esclarecer, não se acorda fraco disso, o que acontece as vezes é voce acordar, por isso não convém deixar eles pegarem o quanto querem, melhor é a gente dar, e no início, se não regulamos o quanto damos, acordamos também.

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já aconteceu algumas coisas parecidas aqui em casa. Uma certa vez a casa tava meia assombrada por aqui, principalmente por causa de parentes. Acendi um defumador pra ver se limpava a energia ambiente e tal. Acordado mesmo com aquela sensação ruim torpor e cansaço sem motivo meio que encostei onde tava sentado, tava pegando no sono, de repente abri os olhos uma explosão pequena de fogo perto do defumador saiu uma mulher com roupa de cigana, pomba gira, etc igual ninja como aquelas fumaças apareceu do nada tipo tele transporte do mortal kombat. Outro tempo depois te der lido um livro bem new age do joshua d stone fui fazer uns exercícios tipo o tenepes, na verdade meio que seria ajudar os amparadores. Tava meio que sonhando vívido não sei porque entrei pela janela, aí do nada pensei porque to fazendo algo ridículo assim? Caiu a ficha que era uma projeção, fiquei lúcido... achei estranho a claridade da minha casa estava bem escura com uma luminosidade semelhante a de velas durante apagão. Nisso vi uma mulher sentada no chão de cócoras, meio que abraçando a si mesma pelo joelhos, igual feto. Senti a tristeza dela e falei umas palavras pra ver se ela ficava melhor ela olhou pra mim com rosto triste mais sorrindo e chorando pus. Foi engraçado que falei umas baitolagens bem gays do livro de new pra ver se a moça ficava mais feliz.  Ela pelo menos sorriu. Tinha o mesmo tipo de roupa da entidade que vi perto do defumador. Aquelas roupas meia vitorianas ou ciganas e tal. Só intui que ela era usada pra fazer trabalho contra os outros e tava na minha casa assombrando... Acho que ela pode ta por aqui ainda, enquanto escrevia zumbiu meu ouvido senti uma pressão estranha na cabeça como se tivesse de baixo de uma piscina :sad: ... Eu também acredito que ela poderia ta ajudando, aqui na minha casa também penso isso! Se ela tiver por aqui desculpe se tu não fez assombrações por aqui. :-?

 

Esse negocio de encochada aconteceu parecido comigo, na verdade as pessoas estavam um metro distante de mim mas senti aquela aura me envolvendo com uma quentura na região das pernas, pélvis e abdômen,  Na realidade eles eram tipo uns MIBs, CIA, FBI trabalhando no astral procurando inimigos. Ai me achou... Quando me descobriu aquele jeitão malvados deles deu lugar a vera verão com aquelas gritarias escandalosa de maricas. Tipo eles eram magos negros sodomitas que pululam essas ordem sodomitas. Já vi muito coisa estranha e assustadora mas ser descoberto por os inimigos é realmente terrorífico, como se eles pudessem me fagocitar  para não arruinar os planos deles. Como eles são sodomitas jogou aquela energia quente tentando me seduzir, mas como eles usaram de tática de seduzir os instintos animais pelos chacras baixos não surtiu efeito já que eu tava super mental.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bahhhhh! Eu não conhecia esse vídeo da Nanci !  Acabei de ver agora. Nunca canso de me espantar com o oásis de bom senso e clareza que ela representa para a Conscienciologia! 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.