• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Saulo

O Mágico Mundo Interior

Recommended Posts

Childrens-happiness.jpg.fd4ee5d6a359cae7

O MUNDO MÁGICO INTERIOR

Falarei hoje sobre a mágica interior da boa companhia, da alegria, vou também comparar com o que sentia quando era criança e sinto hoje.

Hoje de manhã vindo para o trabalho senti aquela sensação de paz que nos pega por dois segundos e muda a gente completamente. Não sei bem se conseguirei transmitir a ideia desse texto, mas, é como uma mágica, uma alegria, uma visão cheia de boas sensações, como se tivesse vendo algo por um ângulo lindo por alguns segundos, me conectasse fortemente com uma coisa que está guardada em mim e que dificilmente consigo acessar por causa da densidade das energias dessa dimensão que estamos.
Eu não tenho controle direito de quando isso vai acontecer e do tempo que fica, é algo que quando chega eu tento entender e quando faço, vai embora, como se meu cérebro não tivesse a capacidade de processar de onde vem essa sensação. Se é uma coisa minha agora, de outra vida, de algum amigo espiritual por perto ou de algum lugar que já passei e me conecto, não sei, mas é uma sensação avassaladora, chega e muda tudo, como um TSUNAMI de boas energias.
Algumas canções me ajudam a sentir isso, e a canção JUNTOS do Balão Mágico(coloquei um link para ouvir, caso alguém queira, mas não espero que sintam exatamente a mesma coisa, pois sou ligado a canção devido a infância), me ajuda muito.

*Caso queira ouvir a canção, clique no link e abra em outra janela, senão vai fechar o facebook: http://viagemastral.com/iva/juntos.mp3

Coloquei ela alto no carro já querendo sentir a sensação que dificilmente consigo e normalmente só é possível quando estou sozinho. Olhando tudo ao redor me lembrei de quando era criança.
Era quase como sou agora, via cada pessoa passando na rua como algo mágico. Um varredor de rua era incrível, eu pensava: QUERO UM DIA FAZER ISSO!
Vi um senhor atravessando a rua e sorrindo ao conversar com a neta e naqueles segundos não cabia de tanta alegria em mim mesmo. Por alguns momentos vi-me como criança de novo, vendo tudo maravilhoso, olhando o trânsito, olhando o mundo... Uma senhora bem velhinha na janela de um prédio olhando o movimento, vi-me envolvido naquela visão, senti a individualidade dela, senti alegria em olhar para ela e ver que passou a vida toda e ali estava, provavelmente aposentada, e quase ninguém a percebia, mas eu vi!
Olhei para o lado e vi um senhor e uma senhora sentados no carro. O senhor dirigia e conversava com ela, achei aquilo lindo, mágico e então esse mesmo senhor acelerou e me deu uma fechada e parou de vez o carro na rua com o pisca alerta. Por alguns segundos senti raiva e quase que aquela sensação mágica sumiu. Conversei comigo falando:"
"Calma, Saulo, o mundo é assim, você só não via na infância. Mas você pode continuar sendo a mesma criança, com a diferença que se tornou mais madura, entendeu que as pessoas tem o seu jeito de ser e você só pode controlar a si mesmo!"
E me acalmei e a sensação foi voltando aos poucos.
Então algo despertou em mim e passei a olhar para o lado com os olhos da criança adulta.
Continuava sentindo grande alegria, porém com maturidade.
Carro parado e eu olhando para todo lado, lucidez aberta num nível alto, sim, eu estava projetado no corpo com lucidez naquele momento, estava DESPERTO, entendendo e deixando as coisas serem como são e sem perder a magia interior!
Olhei para o Ônibus ao meu lado, os passageiros sentados olhando pela janela! Vi uma dessas pessoas jogar um saquinho verde de amendoim para fora da janela do ônibus e o mesmo ir voando pelo suave vento que ali batia. Olhei e percebi que o nível de consciência de cada um pode mudar e que aquilo sempre aconteceu, eu que não via na imaturidade, mas que não era motivo para eu sentir raiva ou desprezo, mas, compreender e fazer a minha parte e sentir a mágica de estar ali naquele momento!
E assim fui até chegar no trabalho.
Subi, sentei no meu cantinho e agora escrevo esse simples texto e questiono:
E você, como tem visto o mundo?
Não é fácil, a coisa é meio difícil quando abrimos a lucidez, e quanto maior a percepção maior a dor que vemos ao redor, a ilusão e o sofrimento...
Mas ainda assim é possível fazer feliz a sua parte, levando seu interior para onde for e compreendendo o mundo que vivemos!
O mundo que vivemos é assim, difícil, mas MÁGICO!
É uma grande oportunidade estar lúcido aqui agora, num lugar onde tantos andam inconscientes, abrir a lucidez é como acordar num mundo de Zumbis e poder entender o momento de cada um.
E você, tá consciente?
Como está sua magia interior?
Como está o seu contato consigo mesmo?
O meu dura alguns segundos e nem sempre consigo, mas me esforço para sempre entrar em contato com esse lado.
Com o meu MUNDO MÁGICO INTERIOR!

Boa viagem aí também!

PS: Falta corrigir!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Belíssimo relato, Saulo!

De fato é um desafio diário a manutenção de uma boa sintonia, e quando nos flagramos arrebatados por essa ''mágica'', o sentimento que se tem é meio que querermos que o tempo se congele para vivermos nesse estado de graça. Realmente, são momentos em que, embora fugazes, gostaríamos que se instalassem permanentemente.

Sua dica de música me levou a aproveitar para reescutar, ao invés de ''Juntos'', a música ''Superfantástico'', essa sim, uma canção que, particularmente, toca a alma, trazendo à tona boas memórias de infância! Eu literalmente tive um EV aqui durante o refão!!! hahahha

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.