• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Recommended Posts

bom pessoal, a minha duvida é o seguinte; tenho vício em cafeína, não consigo ficar sem café que sinto dores muito fortes na cabeça, será que isso influencia negativamente na projeção ou espiritualidade em geral?...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Copiei este texto do livro "Viagem Espiritual" do Wagner Borges.
 

Citar

 

"- café: é um estimulante físico dos mais potentes. Seu consumo excessivo pode embotar as percepções psíquicas e enredar demasiadamente o psicossoma no seu envoltório de carne e ossos.

Ao observar a aura de um bebedor contumaz de café, podemos constatar que, na altura do tórax, plexo solar e costas, há uma grande concentração de energia marrom, de aspecto denso e desagradável, que circula de maneira agitada, irritando todo o psiquismo dessas regiões assinaladas.

Nos próprios meios humanos, costuma-se dizer que os bebedores de café são "pessoas irritadiças e tensas".

Por isso, visando um melhor equilíbrio energético, é bom não consumir mais do que duas xícaras de café por dia; "

 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não conheço qualquer informação que afirme que o café,  seja nocivo para alguma coisa.

Agora, nenhum vício deveria ser permitido, ainda mais quando se trata de dependência química, coisa que a cafeína pode sim gerar, pois seu corpo fica preso naquilo passa a precisar daquela substância para funcionar. Mas claro, por tras disso me geral tem algum tipo de depend~encia psicológica, e é essa que pode atrair más influências esprituais.

Já tentou parar, reduzidno gradativaemente?

 

Por exemplo, quando eu tinha 13 anos descobri que eu era viciado em café. Era um hábito meio que "de relógio", digamos assim, que eu compartilhava com minha mãe. Tínhamso o hábito de :

 

- tomar café ao levantar,

- cafezinho (que não era tão "inho") no meio da manhã

- cafezinho antes do almoço

- cafezinho após o almoço

- cafezinho no início da tarde

- café da tarde

- cafezinho a tardinha

- cafezinho antes da janta

- cafezinho depois da janta

- cafezinho antes de dormir

 

Para mim era um hábito inócuo, até que um dia, num domingo logo após o almoço, acabou o pó de café. Fui no armazém e estava fechado. Não tinha nenhum armazém aberto no bairro. Passamso aquel resto do dai sem cafe´, e eu tinha uma sede louca, tomava água e mais água, e a garganta sempre seca, e minha mãe também.

Então percebemos que era algum tipo de síndrome de abstinência, e nos recusamos a continuar mantendo aquele hábito. Passamos a nos limitar ao uso normal, café da manhã, café da tarde e talvez mais um, em alguma hora do dia. Hoje em dia eu uso café descafeinado. Só tomo café com cafeína duas vezes ao dia, no trabalho meso só uso descafeinado, assim não preciso me preocupar com isso.

Se você tem o hábito de tomar diversos café por dia, experimente alguma estratégia de redução gradual ,se um corte radical como eu fiz for demais para você, Por exemplo, substitua uma dessas doses do meio do dia, por café descafeinado.

Quando estiver habituado a isso, substitua outra, de modo que fiquem duas doses seguidas de descafeinado, asism aumentando o te3mpo que voce passa sem cafeína. Quando isso não for mis problema, substitua a terceira...e assim sucessivamente até chegar num nível de consumo normal.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Adoro café e também já fui viciado, mas atualmente, só mesmo o da manha é que não dispenso, que é para ficar acordado. :)

Realmente deixar repentinamente de beber café pode dar muitas dores de cabeça. Comigo foi uma semana inteira. Portanto uma redução gradual como o Sandro indicou é o mais indicado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

entendi, vou tentar diminuir a principio, também descobri por acaso esse  vício, rsrsr.. e por mais inofensivo que pareça, não me agrada a idéia de depender de alguma substancia  para me sentir bem...     obrigado ,,,,

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nunca cheguei a ficar viciado dependente (no máximo uma xícara por dia, ou quando queria três), mas decidi que deveria parar quando percebi que no dia que eu não tomava tinha uma enxaqueca brutal! De fato as dores de cabeça são fortes, mas nada que você não consiga superar Ricardo. Em três dias você estará sem as dores de cabeça, se aguentar sem tomar nenhum gole. Eu particularmente fiz diferente, por que sinto que a cafeína tem suas vantagens. Troquei o café pelo chá verde. Tomo todo dia, uma xícara por manhã de chá verde. Ele tem cafeína, ajuda a despertar e é muito mais saudável que o café. Extremamente desintoxicante para o corpo. Vale a pena a troca, e logo, como a cafeína está num nível mais baixo, nos dias que você não tomar, não irá ter dor de cabeça tão severa, no meu caso, eu nem tenho. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Com café eu nunca tive problemas pq nunca gostei. Tomava pq entre leite e ele, preferia café (detesto leite). 

Mas ano passado em dado momento percebi q estava ficando viciada em refrigerante. Eu bebia mt coca cola, mas acho q não era vício na cafeina da coca e sim no açucar mesmo. Qd percebi e me toquei do mal q me estava fazendo, parei d vez. A primeira semana foi horrível, mas dps dela foi tranquilo. Hj voltei a tomar refrigerante, mas bem pouco comparado a akela época.

No teu caso eu não sei o q faria pq parando d vez, aparecem dores físicas. Mas sei lá, ir diminuindo, se vc tiver um bom controle da mente, pode funcionar. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

eu tinha lido isso no livro do wagner e por um tempo tentei parar para melhorar na projeção... mas tive uma recaída kkkkkk

sou muito viciado em café, acho que é uma desculpa para levantar da mesa de vez em quando ...    já tentei substitui por chá mas ainda não consegui mas vou tentar ir diminuindo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olhem a situaçao.

Eu já usei cafeína "pré-treino", para o treino de musculação, mas como eu sei que CAFEINA NAO TEM SABOR, basta olhar as recomendaçoes de uso em mg, descobrir quanto tem de cafeína no café, e tomar café na quabtidade desejada. É MUITO MAIS GOSTOSO, e pode ser igualmente util no treino. E claro, nao tem risco de overdose, porque nao esta tao concentrado num produto natural. Teria que tomar muito café para atingir uma dose letal. Ao mesmo tempo, para quem tem vício de café, pelo sabor, basta substituur pelo café descafeinado, exatamente porque CAFEÍNA NAO TEM SABOR, qualquer diferença que voce note, não é por ser descafeinado, é porque cafés diferentes tem sabores diferentes.

Mas a garotada tem mania de usar DROGAS, entao acham natural comprar cafeina refinada, ao invés de curtirem o sabir do café, e aí, dá nisto:http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2014/07/02/adolescente-morre-apos-overdose-de-cafeina-nos-eua.htm

 

 

 

 

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tomo café por habito, quando estou trabalhando em frente ao computador, lendo, estudando e, claro o padrão, quando acordo e depois do almoço acho que esses são praxe para todo tomador de café. 
Porém quando minha gastrite estava bem evoluída decidi corta total e foi de um dia pro outro, logo quando o habito batia a sineta eu tomava um copo de água cheio. Fiquei tomando só água por um longo período e quando a gastrite diminuiu eu voltei a tomar em doses menores e apenas após de realizar uma refeição ou comer algo, para não agredir tanto. Mas logo cortei o açúcar, total de um dia pro outro e o café foi o primeiro a ser cortado. Passei para o chá sem açúcar, tomava de 2 a 3 xícaras por dia e logo que me acostumei voltei pro café agora sem açúcar, devo tomar em média 500 ml por dia no trabalho, mas não tenho sintomas físicos de dependência, tipo ficar ansioso ou sentir falta ou até como falaram dores de cabeça, se não tiver tudo bem, não saio correndo para comprar. Pra mim é mais a necessidade de está tomando algo naquele momento que estou lendo, estudando ou produzindo algo que eu tenha que pensar. 
Já conheço pessoas que não podem tomar uma xícara após o almoço que não consegue dormir. a noite e tem uma péssima noite de sono. Já eu tomo antes de dormir estudando e durmo em 5 mint hahahaha.
Acredito que toda dependência se da a importância que você atribui aquela substância, se você deixar de pensar que aquilo é parte do seu dia a dia, aquilo deixará de ser importante e deixará de fazer falta. 
 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest

Eu agora só quero ver o que o copo de suco de limão, pepino e salsinha faz comigo :-) Era prá atacar a gordura no fígado mas já me deu um bafo terrível, pelo menos encosto nenhum vai querer me beijar na boca 8-)

Share this post


Link to post
Share on other sites
51 minutos atrás, Caroline disse:

Eu agora só quero ver o que o copo de suco de limão, pepino e salsinha faz comigo :-) Era prá atacar a gordura no fígado mas já me deu um bafo terrível, pelo menos encosto nenhum vai querer me beijar na boca 8-)

Encosto bonitinho vai fugir mas o shrek vai gostar. :lol:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest

Nunca vi encosto bonitinho não, mas shrek tá cheio. Ah e eu mudei de tática, agora só chás ao invés desse suco.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu vou deixar aqui uma observação, sobre algo que me aconteceu na semana passada, e talvez alguém queira testar.

Chego em casa, do trabalho lá pelas 18h. Em geral na vinda compor uma coca-zero e começo a tomar logo que chego em casa. As vezes tomo chimarrão tambem. Mas não sei que bagunça deu nas minhas rotinas, que mais tarde da noite, umas 20h, foi que resolvi comprar a coca. Ai tambem estava com vontade de chimarrão, e como estava frio, preparei mais café que o usual e botei na garrafa térmica, para ficar toando enquanto lia um livro que é minha atividade rotineira a noite.

Resultado: sem perceber fui tomando fontes de cafeína até a hora de deitar, lá pelas 23:30. Fazendo os cálculos descobri que ingeri 1200mg de cafeína em 3-4horas,  o que obviamente me produziu uma bela insônia.

Ou pelo menso era o que me parecia....

Eu não conseguia desligar ficava ali deitado mas muito alerta. E iam passando as horas...e vira e mexe surgiam EVs, eu aprvietava, acelerava ocm a OLVE, e levantava do corpo. Tive umas 8 projeções nessa noite em que "não preguei o olho". 

Tá, achei que fosse coincidência, mas uns cinco dias depois, novamente cometi o mesmo erro, e pimba de novo:  insônia+ EVs+Várias projeções.

O detalhe é que pela manhã, não estava cansado, como seria o caso se tivesse passado a noite em claro, que foi o que me pareceu. Nas duas vezes foi assim, sem nenhum cansaço no dia seguinte. 

ORA, SE HOUVE EV, E SE NAO HOUVE CANSAÇO POSTERIOR, SÓ POSSO CONCLUIR QUE MEU CORPO DORMIU, APESAR DAS ALTAS DOSES DE CAFEÍNA. A MENTE É QUE PARECE TER FICADO LIGADA O TEMPO TODO, O QUE ME PERMITIU PERCEBER OS DIVERSOS EVS.

Conversando com outro projetor daqui pensamos que TALVEZ o café em altas doses possa ser usado como um simulador do "efeito raduga" sabe? 

Quando a gente deita a noite, a tendência é apagar mais rápido, porque o corpo e a mente estão cansados. Já quando a gente levanta de madrugada, após 4-6horas de sono, para fazer as tentativas de projeção, o sono é leve, acordamos várias vezes, e é isso que permite mais oportunidades projetivas. 

Parece que a cafeína gera um efeito similar, mas na fase inicial do sono. Só que FISICAMENTE é desagradável, porque pelo menso na dose que acabei tomando, era como se meu corpo estivesse com febre, havia um tipo de "mal estar" indefinido, que me gerava um desconforto  generalizado, algo meio estranho.

Ainda vou fazer outros testes, mas não tão cedo. Mas caso alguém queira arriscar testar, já tem uma idéia de uma dose e procedimento aproximado.

Talvez seja uma ajudinha rápida para conseguir sua primeira projeção.

Caso não infarte na tentativa, claro. 

Kkkkk!

 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 31/05/2018 at 19:07, sandrofabres disse:

Eu vou deixar aqui uma observação, sobre algo que me aconteceu na semana passada, e talvez alguém queira testar.

Chego em casa, do trabalho lá pelas 18h. Em geral na vinda compor uma coca-zero e começo a tomar logo que chego em casa. As vezes tomo chimarrão tambem. Mas não sei que bagunça deu nas minhas rotinas, que mais tarde da noite, umas 20h, foi que resolvi comprar a coca. Ai tambem estava com vontade de chimarrão, e como estava frio, preparei mais café que o usual e botei na garrafa térmica, para ficar toando enquanto lia um livro que é minha atividade rotineira a noite.

Resultado: sem perceber fui tomando fontes de cafeína até a hora de deitar, lá pelas 23:30. Fazendo os cálculos descobri que ingeri 1200mg de cafeína em 3-4horas,  o que obviamente me produziu uma bela insônia.

Ou pelo menso era o que me parecia....

Eu não conseguia desligar ficava ali deitado mas muito alerta. E iam passando as horas...e vira e mexe surgiam EVs, eu aprvietava, acelerava ocm a OLVE, e levantava do corpo. Tive umas 8 projeções nessa noite em que "não preguei o olho". 

Tá, achei que fosse coincidência, mas uns cinco dias depois, novamente cometi o mesmo erro, e pimba de novo:  insônia+ EVs+Várias projeções.

O detalhe é que pela manhã, não estava cansado, como seria o caso se tivesse passado a noite em claro, que foi o que me pareceu. Nas duas vezes foi assim, sem nenhum cansaço no dia seguinte. 

ORA, SE HOUVE EV, E SE NAO HOUVE CANSAÇO POSTERIOR, SÓ POSSO CONCLUIR QUE MEU CORPO DORMIU, APESAR DAS ALTAS DOSES DE CAFEÍNA. A MENTE É QUE PARECE TER FICADO LIGADA O TEMPO TODO, O QUE ME PERMITIU PERCEBER OS DIVERSOS EVS.

Conversando com outro projetor daqui pensamos que TALVEZ o café em altas doses possa ser usado como um simulador do "efeito raduga" sabe? 

Quando a gente deita a noite, a tendência é apagar mais rápido, porque o corpo e a mente estão cansados. Já quando a gente levanta de madrugada, após 4-6horas de sono, para fazer as tentativas de projeção, o sono é leve, acordamos várias vezes, e é isso que permite mais oportunidades projetivas. 

Parece que a cafeína gera um efeito similar, mas na fase inicial do sono. Só que FISICAMENTE é desagradável, porque pelo menso na dose que acabei tomando, era como se meu corpo estivesse com febre, havia um tipo de "mal estar" indefinido, que me gerava um desconforto  generalizado, algo meio estranho.

Ainda vou fazer outros testes, mas não tão cedo. Mas caso alguém queira arriscar testar, já tem uma idéia de uma dose e procedimento aproximado.

Talvez seja uma ajudinha rápida para conseguir sua primeira projeção.

Caso não infarte na tentativa, claro. 

Kkkkk!

 

 

E ai Sandro tentou outras experiências?

Estimo que a tendência é o corpo desenvolver tolerância e consequentemente o que foi uma experiência ao novo se tornará normal.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tinha até esquecido,, ainda bem que me.lembrou. Tambem acho que se for frequente perde a utilidade pela tolerancia mesmo. Mas agora ja bai dar para arriscar oiutro teste.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.