• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
Kaly

Obsessão de encarnado para encarnado

Recommended Posts

19 horas atrás, Iogui disse:

@lgomes e @sandrofabres, em relação aos sacrifícios no Candomblé tenho algumas observações a fazer, já que entramos no mérito da questão. A primeira coisa é que não se trata apenas do sangue, não é só ele que é utilizado. A coisa do sacrifício no Candomblé tem mais a ver com "compartilhar" e com "refeição", você está compartilhando uma refeição com o orixá. Tudo é aproveitado de uma forma ou de outra, o sangue, os axés, a carne e são feitas comidas que, no decorrer do ritual serão consumidas pela comunidade do terreiro. Portanto, pelo menos pra mim, eu considerava grande hipocrisia a pessoa que come carne, criticar os sacrifícios. Um dos grandes motivos pelos quais eu deixei o Candomblé foi justamente porque eu não queria mais concorrer para a matança de animais de nenhuma forma, assim, eu não só deixei o Candomblé mas também parei de comer carne.

Sim sim, eu sei que não é apenas o sangue que é consumido, sei que a carne é reutilizada. Quando comentei com um amigo que não encarava com naturalidade essa história de matança ele foi certeiro: Ué, mas vc não come carne? respondi: Sim, AINDA como, (meio constrangida) mas mesmo assim, me parece que a idéia de matar para comer me soa mais natural do que matar para utilizar para fins religiosos...mas enfim, é apenas um ponto de vista. Cada um encara de um jeito, eu pessoalmente pretendo deixar de consumir carne em breve.

19 horas atrás, Iogui disse:

Quanto à sua pergunta @lgomes, o jogo de búzios é tarefa mediúnica e, portanto, depende de mais coisas do que somente interpretação. É claro que tem interpretação e, como toda tarefa mediúnica, a comunicação possui um percentual que é do médium. Nenhuma comunicação mediúnica é isenta. Uma curiosidade a este respeito, dizem que a famosa Mãe Menininha jogava búzios e, no meio do jogo, complementava as informações que via nos búzios com coisas que ela dizia enxergar olhando para o aparelho de tv que tinha no aposento, ou seja, ela era clarividente.

De qualquer forma, @lgomes, nunca confie em nada sem questionar. Eu acho que, se temos a razão, devemo utilizar.

Por isso pedi sua opinião, pq você fez parte, mas saiu. Tenho amigos do Candomblé que aceitam tudo como verdade absoluta, nem cogitam a possibilidade de questionar...para eles é até desrespeitoso, entende?

Eu fico aqui pensando com meus botões, vou lá consultar os búzios, mas de fato...quem está me dando aquelas respostas? Um orixá mesmo? Um guia cego? Sei lá...de repente o médium captou a mensagem de algum espírito que estava na espreita...até do meu obsessor digamos...mas Deus o livre questionar isso, pareceria ofensa...e nós sabemos que a consulta à um oráculo, seja ele qual for, pode criar um poder muito grande de sugestão...eu até hoje estou intrigada com algumas coisas que foram ditas, coisas que de repente nem estejam tão corretas assim...

17 horas atrás, Iogui disse:

Realmente, Sandro, quanto a isso você tem razão. Se são feitos sacrifícios, isso tende a atrair uma classe de espíritos que tenham gosto por isso. É claro também que dependendo dos cuidados dispensados pela equipe espiritual relacionada aos trabalhos de candomblé, essa classe de espíritos menos evoluídos não terão acesso livre ao menos ao ritual. 

De qualquer forma eu tendo a concordar com o Professor Agenor Miranda Rocha e acho que os sacrifícios deveriam ser deixados no passado. A sabedoria das ervas pode trazer muito mais benefícios e, por si só, já representaria com magnanimidade a beleza que ainda existe no Candomblé. 

Pois é, daí pra quem não tem clarividência, fica complicado identificar o que de fato ocorre...

É, quem sabe um dia as coisas mudem...para melhor lógico.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 18/05/2016 at 15:35, sandrofabres disse:

Ah não mas eu parei nesse que escaneei. Os melhores para mim vieram antes. Legião ainda achei o melhor, o que veio depois minguou, parece que ficou enchendo linguiça.

Eu acho que ele enfeita e aumenta, para dar sentido, porque pelo que convivi com médiuns, ninguém nunca tem uma estorinha pronta assim, com início meio e fim, sobre algo. São sempre fragmentos, só que aí não dá para colocar em livro. Então acho que ele pode costurar fragmentos reais  para conseguir dar sentido, sei lá.

Mas como eu já relatei aqui, as coisas que tem no legião mesmo são tão parecidas com coisas que aconteciam no nosso grupo, que achei que o Robson poderia ter participado dos nosso trabalhos, em astral, sem sabermos, eueueue. Por isso levei a sério quando li o Legião. Depois foi minguando de conteúdo.

O Brasil não é para amadores mesmo, kkkk...

(entendam como quiserem, mas independente do lado que a pessoa esteja, acho que todos concordaremos que ' Não tá fácil pra ninguém', kkkkk )

http://www.livrariacultura.com.br/p/a-quadrilha-46348028

http://www.livrariacultura.com.br/p/partido-o-projeto-criminoso-de-poder-46288188

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eita. Já leu Sandro? Pelo pouco que li do Robson ele realmente parece romantizar em cima de fatos reais. Já esses livros novos me parecem uma interessante leitura para pelo menos conferir. Aqui algumas partes selecionadas do "O Partido: Projeto criminoso de poder":

Citar

O Partido: Projeto criminoso de poder

 

Este é o título do livro de Robson Pinheiro, ditado pelo espírito Ângelo Inácio [1], que permite entender as causas da situação caótica em que vive o Brasil no momento. Alguns trechos que selecionei deste livro:

 

1. Faz parte do ministério divino que o homem seja o instrumento de limpeza e progresso do ambiente que ele próprio contaminou ou degradou. Ou seja, sem a participação dos atores encarnados no palco da vida, não há como o auxílio (de cima) ser eficaz.

 

2. Instruções de um trevoso de alta hierarquia aos seus subordinados: "Entre os encarnados, a técnica para dominá-los sem que o saibam consistirá em falar aquilo que eles querem ouvir, dando-lhes apenas migalhas, porém, prometendo sempre mais... A verdade não importa! Gravem bem em sua memória: é a mentira que querem ouvir. Portanto, mintam! Mintam com convicção e descaradamente, mas sem perderem o ar piedoso e a aura de virtude... Acusem os inimigos de tudo o que fazemos e negamos peremptoriamente. Sejam impiedosos que eles se vergarão à humilhação pública... Nossas técnicas de persuasão em massa continuam as mesmas: pressionar, intimidar, difamar, aniquilar a imagem e a reputação de nossos opositores perante toda a gente... eis o cerne da nossa estratégia de guerrilha: negar sempre, não assumir jamais os ardis a que recorremos; tal deve ser a regra observada rigorosamente por nossos comparsas no mundo físico... Nossas marionetes, recrutaremos entre os mais instruídos - pois, como já foi dito, escolas, universidades e imprensa serão alvos prioritários da estratégia traçada - , como também em meio aos que propagam ideias espiritualizantes... Mesmo homens de bem precisam ser enganados; aliás, eles precisam se converter em nossos maiores aliados!... Dominem o que lhes apraz; a nós não interessa este mundo, a não ser sua aniquilação."

 

3. Torres espalhadas pelo país irradiam ondas hipnóticas. Magos das sombras e seus asseclas instalaram, nas maiores cidades do país, equipamentos que propagam ondas hipnóticas.

 

4. A fim de enfrentar seres tão medonhos e pérfidos como os que conspiram contra a nação (Brasil), não se elegem os "bomzinhos", não. O mal deve ser combatido por quem lhe guarde alguma semelhança, dotado de tal força e tal intensidade que o obrigue a recuar.

 

5. Os dominadores, partícipes das hostes da maldade, querem se manter no poder a todo custo, em detrimento do país e do bem-estar de seus habitantes. Nenhum deles tem a mais remota preocupação com o bem do povo e da nação. Manter-se no poder é sua única meta.

 

6. "Uma vez que não dispomos de pessoas santas e incorruptíveis, devemos buscar o mal menor ou aquele que menos estrago cause à família brasileira".

 

7. As energias colhidas e armazenadas nas manifestações pacíficas ocorridas na Avenida Paulista, no dia 13 de março de 2016, e em outros locais do país foram empregadas pelos guardiões em tarefas últimas junto ao povo brasileiro... Naquele dia memorável, a nave dos guardiões sobrevoou a Avenida Paulista, absorvendo as energias emanadas da multidão e as armezenando em seu bojo para as usarem oportunamente. Torres de captação das irradiações mentais e emocionais foram erguidas pelos especialistas e pelos técnicos do astral... era possível captar e reter emanações que seriam essenciais, mais tarde, para enfrentarem as milícias das sombras aquarteladas no Congresso Nacional.

 

8. E bastante informações sobre um tal de "homem forte" e sua protegida "Ella"...

Fonte: http://saudeperfeitarfs.blogspot.com.br/2016/06/o-partido-projeto-criminoso-de-poder.html 

Que por trás dessas pessoas poderosas existem entidades negativas é óbvio. O problema é saber quem NÃO é patrocinado por essa corja. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não li, cruzei com o link e postei aqui, e logo após fechei a compra. Pelos títulos e sinopses acho que já sei o que esperar e por isso mesmo...KKKK.tenho que arquivar isso, kkkkk. Assim como já arquivei alguns vídeos do "históricos" do Waldo ,kkkk.

É um bom exemplo de certas coisas que acontecem na vida com as pessoas...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sem entrar no mérito sobre a legitimidade do impeachment e afins: como pode alguém com acesso a habilidades extrafísicas e não perceber a verdade? Digo isso porque pessoas espiritualistas divergem em suas opiniões políticas. Ora, quem trabalha para ser bom e positivo sabe que espiritualidade positiva tem a ver com ajudar os outros e respeitar o livre-arbítrio alheio. Se colocar no lugar da pessoa. É um conceito UNIVERSAL. Teosofia, Gnose, etc., embora possuam seus aspectos "técnicos" divergentes vão em caminhos semelhantes. Ai chega em política eu vejo uma pessoa que se diz espiritualista (não vou citar nomes, mas tenho livros dessa pessoa e pude sentir um conteúdo positivo neles sim) insinuar que ditadura militar seria bom para nosso momento. Como eu posso entender uma coisa dessa? Que espiritualista em sã consciência pensaria em um absurdo desses? Me desculpe se alguém aqui pensa assim mas uma pessoa assim precisar urgentemente estudar. É como se o cara tivesse um telescópio nos olhos. Ele enxerga longe, muitas dimensões espirituais mas não consegue ver o que está debaixo do próprio nariz. Que a mídia é muito manipuladora. Seria essa pessoa um falso espiritualista ou apenas alguém que apesar de ver muito além ainda é manipulado?

Em vez de postar em Facebook, se projeta até la em Brasília e veja quem está lá comando os fios. Visite o Lula ou a Dilma em astral e veja com quem eles "andam". Não entendo como um assunto desses pode render tanta polaridade até mesmo entre as pessoas que deveriam ser mais esclarecidas. Como alguém que consegue enxergar além dessa ilusão tridimensional pode cair em alienação de meios de comunicação? Desculpem o desabafo mas é que já passou da hora dessa baboseira política deixar de ser tabu. Por isso que minha opinião pessoal é que uma falsa dicotomia é estimulada. Mas é claro que isso não excluí que existe sim a melhor forma de se governa um povo ou sociedade: governo para todos e respeito mútuo. E isso infelizmente isso ainda está longe de se tornar realidade.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pois é, mas foi por isso que eu postei. Não interessa quem está de qual lado, essas divergências só mostram que ninguém está isento de estar completamente cego nessas questões. Um dos lados está com a razão, o outro está redondamente enganado, não tem meio termo. E  a questão "vai lá se projeta e veja como é" ...NÃO RESOLVE não, eheheh.

Até porque esse tipo de experiência, desse nível ,é patrocinada, e aí é aquilo,  o projetor come pela mão de quem patrocinou. E quais as intenções de quem patrocinou aquilo?

Já relatei aqui, acho que na parte que se perdeu, conheci de perto o caso de um grupo grande de gnosticos que caiu no papo de um falso lider, mas não era só papo: os mais experientes, meia dúzia, deles  tiveram experieiicas astrais em grupo, foram levados a uma suposta reunião da loja branca, com Jesus e e tudo, para decidir os rumos daquela instituição, e foi nomeado um sucessor, o sujeito encarnado fulano de tal. O grupo então voltou a seus corpos, divulgaram para o resto, o sujeito virou o Novo Mestre daquele grupo...e para encurtar..tudo terminou quando se descobriu que o sujeito estava assediando mulheres casadas (aquele lance de alegar que sexo oral no mestre conta como iniciação, sabe como é, essa golpe é veeeelho, kkk) alem de agressões físicas a outros membros, etc. Foi rolo bem chinelão mesmo.

Mas....havia experiências astrais em grupo para respaldar o cara, ehehe.

Então não adianta, lucidez a gente pratica aqui, na vida física. Práticas místicas são a cereja do bolo, não o motor do carro. Todo mundo tem que dormir com um dos olhos abertos, eheeh

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 minutos atrás, sandrofabres disse:

E  a questão "vai lá se projeta e veja como é" ...NÃO RESOLVE não, eheheh.

Até porque esse tipo de experiência, desse nível ,é patrocinada, e aí é aquilo,  o projetor come pela mão de quem patrocinou. E quais as intenções de quem patrocinou aquilo?

Você acha impossível se projetar dessa forma sem ser ajudado? E que tipo de "mentor" iria querer atrapalhar alguém? OU estão devemos chegar a conclusão de que mentor algum iria ajudar nesse tipo de investigação. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

 O que estou dizendo é que você pode ver muitas coisas, dependendo da faixa em que vai.  Indo numa faixa de um mesmo local e pessoas, percebe algumas coisas, indo noutra, percebe outras coisas. N~çao tenho quase xprinci com essa variação voluntaria de faixas, só umas poucas que testei e pude  testemunhar a mudança, em um memso local,  de de luminoso, "ensolarado",  para trevoso, em estilo de noite com tempestade. Nenhum detalhe arquitetonico se alterou. Mas aqui o Roger relata um caso mais grave:

E aí fica a dúvida: qual desses lugares era o verdadeiro???? Provavelmente os dois, dependendo da sintonia do cara. Então o sujeito está numa certa vibe, vai lá querer investigar e vai ver algo que corresponde em muito ao que ele talvez espere, ou não,  a coisa stá ruim mesmo el está em boa vibe, não consegue acessar a zona pesada. Então se não tem um mentor ali para colocar ele na faixa que ele quer, complica.

E aí entramos no lance do "mentor". Convenhamos,  usamos um termo genérico para designar "alguém mais experiente que nos ajuda".

Mas e se você não anda muito legal, mas acha que está legal, e acaba sintonizando com um grupo de guia cegos, cheios de segundas intenções? Os caras vão e te mostram exatamente aquilo que eles querem, te mostram "a verdade" que eles plasmaram para você sair depois repetindo em livros, fóruns, vídeos.

O próprio Roger tem um livro chamado "A História de um Anjo", que conta a vida de um sujeito que iria encarnar na terra e fazer assim assim..até morrer. Parece, não tenho certeza agora, que essa historia do sujeito foi mostrada para o Roger ainda em astral antes de ele, Roger, encarnar.

Lá pelas tantas, em outro livro, ele pergunta para o Hermes, o mentor, se o tal sujeito já tinha nascido e tal, porque já estava na época de ele estar adulto e atuando. E o Hermes respondeu que não era bem assim, que o que mostraram para ele era mais uma representaçao aproximada do que aconteceria e que o trabalho do cara poderia acontecer todo sem ninguém jamais notar, sem gerar a fama que ele viu na historia que lhe mostraram ( ou seja, plasmagem fictícia porem com alta probabilidade, mas sem nenhuma garantia de exatidão)

Então é complicado isso. não dá para botar a mão no fogo nessas coisas do astral  não. Tem que ficar só na atitude genérica.

Eu mesmo quando em 2012 acho, cruzei com o Hitler numa projeção..não acho que necessariamente seja o espírito do Hitler, pode ser apenas as tendências de extrema direita que tem se espalhado pelo mundo desde então, não dá para pegar ao pé da letra. Mas serve como alerta de tendências gerais.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Saulo ten uns vídeos no youtube de quando esteve lá na Boca do Inferno, Brasília, ehehehe. Não vou botar aqui para a gente não se estender nisso, não convém trazer esses assuntos para cá. É mais para mostrar como isso pode depender da faixa que o cara está acessando mesmo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom... eu já disse isso antes, mas vou reforçar novamente: os livros do Robson Pinheiro, em geral, não me inspiram muita confiança não.

Sinceramente, escrever uma trilogia sobre espíritos trevosos e regiões das sombras pode até ser algo útil mas ficar se extendendo muito nesse tipo de assunto e ainda meter política no meio num momento como esse me parece que a coisa está meio que descambando pra um sensasionalismo/oportunismo.

Qual é a sintonia que esse cara tem afinal?

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 horas atrás, Iogui disse:

me parece que a coisa está meio que descambando pra um sensasionalismo/oportunismo. Qual é a sintonia que esse cara tem afinal?

Pois é, essa afinidade com assuntos quentes é que acho preocupante. Porque quem fica escrevendo livros sobre assuntos do momento está é focado nas vendas, em satisfazer demanda de mercado. O cara vai lá e escreve m livro baseado em investigações astrais sobre a vida em marte, ok. Pode ser, pode não ser, e menos que voce ache que o cara está mentindo, se você pensar "o melhor do pior", que o cara está se deixando levar por ilusões, convém saber como essas ilusões teriam enganado um projetor,um médium, etc. Se a gente escolheu essa área de interesse, nos interessa aprender não só com os acertos, mas com os erros dos outros também, tudo se aproveita. Mas se o cara lança um livro sobre a vida em marte bem no ano que marte está muito na mídia, aí complica, a credibiidade cai lá embaixo, pela suspeita de que a motivação do livro seja apenas lucro.

Mas supondo que não seja o oportunismo, o caso do Robson acho que é o tipo de situação previsível. A maioria dos espiritualistas "famosos" parece nunca terem se interessado  por política, numa atitude similar à dos religiosos. "Chegaram agora" nesse assunto, devido ao clima político recente, essa "onda" que atingiu TAMBÉM o Brasil  a partir dos eventos da  "Primavera Árabe", eu diria . E aí, em qualquer área do conhecimento, quando você não se interessava por algo e passa a se interessar, a regra geral é que você vira "pato", cai na versão mais vulgar daquela área: O garoto vai aprender violão e vai começar querendo tocar o que? sertanejo universitário, kkkkk. Não lê nada nunca, um dia  resolve começar a ler livro...e vai cair em Paulo Coelho...kkkk. Quando resolve sentar e prestar atenção em política...cai na Rede Globo e Grupo Abril....não sabe nada de filosofia? Acaba no youtube tendo "aulas" com o Olavão. Então o resultado é bem previsível, e a partir disso o que vem depois, em termos de experiências astrais,mediúnicas, PODE ser afetado se o cara não tiver desconfiômetro.

Por sorte eu não tive nenhuma experiencia projetiva relacionada à política, nem mesmo sonhos, porque como tenho uma posição bem definida (construída por princípios mais gerais ( e por isso não estão ao sabor de "revelações bombásticas") eu teria que descartar qualquer experiência que tivesse nessa área, porque nem eu mesmo confiaria nela, por mais lucidez que pudesse ter na hora, kkkk.

Aqui no GVA por exemplo, tem gente que sonhou comigo, ou se projetou e viu alguém pretensamente sendo eu, usando essa foto do avatar, que é a foto de uma mulher, a Dion Fortune! ehehehh. E já relataram diversas outras aparências também, nenhuma correspondendo à minha aparência física. O bom é que isso torna óbvio que a experiência sofre forte influência das expectativas. Já com o Saulo, como o principal mecanismo de divulgação de idéias dele´são os vídeos, as pessoas sonham com a aparência correta dele, e aí concluem que sonharam com ele mesmo. Nem desconfiam que a aparência "errada" na experiência comigo e a aparência "certa" na experiência com ele indicam ambas o mesmo problema: experiências astrais podem ser seriamente afetadas pela expectativa do projetor. E aí....se o cara aqui no plano físico já tem uma posição bem definida sobre algo, não é muito esperto usar a projeção para "investigar mais". O melhor de investigar seriam coisas sobre as quais você não tem a menor idéia do que esperar, não tem opinião, não está motivado por curiosidade emocional, etc. Claro que aí também é mais difícil porque projeção depende muito do foco, e se um assunto é importante para você, se você já tem posição, expectativas, emoções em relação aquilo, isso te dá "foco automático". Só que também dá esse maior risco de erro.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Os livros chegaram ontem a tarde. Terminei ao meio dia de hoje.

Resuminho:

São livros que repetem todos aqueles clichês que a direita mais vulgar dissemina nas redes, mas apresenta isso numa narrativa “astralizada”, dentro do padrão dos livros do Robson, com magos negros, guardiões, espectros, etc.

Sempre é impossível julgar esse tipo de material, porque a experiência astral do sujeito é única, normalmente, a menos que você faça parte o mesmo grupo. Ou se o cara escreve sobre tempos antiquíssimos, como o Roger Paranhos faz, sobre Egito, Atlântida.... não temos como julgar. Mas se um médium escreve revelações astrais sobre ciência, e um cientista lê, pelas falhas ou acertos nos assuntos que ele conhece, ele pode julgar o tipo de experiência astral que o sujeito teve ( ou se foi tudo criação literária).

Já que ele faz toda uma leitura do governo do PT a partir de certos clichês, quem tem informações sobre o que aconteceu no Brasil nos últimos anos consegue formar uma opinião sobre o resto, que é a parte astral narrada.

 

Sobre os clichês, acho que aparece a lista toda que os direitistas repetem por aí, nos canais de comunicação de massa :

-que socialismo é a doutrina do anti-cristo, que é uma política contrária ao cristianismo,

- que é uma política da inveja, dos pobres contra os bem sucedidos

- que tem doutrinação marxista nas universidades, e que a mídia glamourizou a favela, o jeito de falar e o estilo de música das camadas populares (é um papagaiar tão intenso que me admirei de ele não se referir ao “conceito de Hegemonia de Gramsci”, como sempre fazem aqueles de quem ele aprendeu o que repete no livro, ehehe)

-que o Foro de SP é um “projeto maligno”,

-que vitórias sucessivas nas urnas são “escravidão” da qual precisávamos ser libertos, eheh. Estranho, numa democracia, reeleições sucessivas significam apoio do povo... Tem alguém reivindicando libertar São Paulo dos tucanos, que governarão por 24 anos aquele estado? Eu não ouvi nada sobre isso. Respeitemos as urnas!  Ou será que tem alguém defendendo o fim da democracia??

-que a América latina vive “sob o perigo do comunismo” (o mesmo velho discurso americano na época da guerra fria)  aí o livro cita Cuba, Argentina, Brasil, Venezuela...,  mas procurando esquecer estrategicamente as ditaduras capitalistas estimuladas pelos EUA aqui na América latina e oriente médio, por décadas. Se fosse um livro com um mínimo de discernimento destacaria como todas as doutrinas políticas são sim usadas por seres inescrupulosos para impor sua dominação sobre o povo, e aí bastaria igualar a quantidade na hora de citar exemplos ,ditaduras de ambos os lados, genocídios de ambos os lados. Mas o lado capitalista é cuidadosamente poupado de críticas nesse livro... Continuando...

-sobre como é importante “ensinar a pescar”, e não apenas “dar o peixe” (esquecendo que o Brasil nunca teve tanta bolsa de ensino, maior muito maior participação das camadas populares na universidade), e que nada ensina mais um povo a pescar, do que o acesso ao ensino superior (essa é a estratégia mundial para combater desigualdades sociais, porque eleva o salário médio da população e as elites perdem um pouco com isso, devido à maior competição.)

-que tem que focar na educação (idem ao anterior, lembrando que  governo federal só é responsável pelo ensino universitário, cabendo aos estados e municípios cuidar do ensino médio e fundamental)

-que dar migalhas aos miseráveis acostuma as pessoas a não trabalharem mantendo-as dependentes, para assim garantir votos.  (como se o tamanho das migalhas dadas conseguisse sustentar alguém, a ponto de a pessoa ter essa “dúvida cruel”se prefere trabalhar ou viver de bolsa-família, ehehe. Além disso ignora dados que  mostram que o Brasil teve a MAIOR redução de miséria DO MUNDO, no período 2002-2014. O Brasil reduzindo em 82% o número de pessoas subalimentadas, saindo do Mapa da Fome, da ONU e tendo a maior queda nos níveis de miséria ente as seis nações mais populosas do mundo, mesmo quando comparado com outros países beneficiados pela alta das commodities. )

- que o trabalho liberta ( ???? é a educação que liberta, o trabalho até IMPEDE a pessoa ter educação, se as condições não forem adequadas, se for excessivo, enfim, se não for muito bem regulado pela legislação)

- que quem não sai da miséria é porque não se esforça.

- e claro para culminar, quando o personagem médium Raul fala que tinha uma idéia de criar um grupo pela internet, de projetores, para trabalhar com os “guardiões” ( o curso custava 700 reais em 2014)  e dizem para ele não procurar entre os espíritas, porque entre eles está cheio de pessoas...

“mal resolvidas em questões de dinheiro, além daquelas que só querem se aproveitar do conhecimento alheio, de graça, pois não tem o hábito de investir em nada que se assemelhe a cultura e capacitação”.

house 5.gif

 

 

Então por isso aí uma pessoa já consegue julgar o livro. Se a pessoa compartilha esse tipo de opinião , então o livro  expressa tudo que ela pensa, e dá um "astralização" ao conflito político que o Brasil viveu recentemente. Deve gostar da leitura. Se não concorda, não vai gostar.

Agora, se a pessoa está bem informada sobre o assunto, aí já não se trata de gostar ou não gostar, mas de saber melhor quem é quem no campo da espiritualidade, pois sendo um assunto do físico, dá para julgar o autor e seus contatos  espirituais a partir de critérios bem mais sólidos.

Acho um bom livro para nos lembrar, a todos, dos riscos a que os espiritualistas se expõem, ao trabalharem associados sabe-se lá a quais forças.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Valeu pelo seu review Sandro! Comentando alguns pontos: 

2 horas atrás, sandrofabres disse:

Os livros chegaram ontem a tarde. Terminei ao meio dia de hoje.

tumblr_npnr8nNoLr1tc05ego9_400.gif

Wat? Como assim cara? Tu faz igual o Dr. Estranho e lê projetado enquanto dorme? Tem alguma técnica de dilatação temporal? Brincadeiras à parte, qual a velocidade que você lê? Ficou por conta de ler esses livros? Dormiu? kkkk

2 horas atrás, sandrofabres disse:

Resuminho:

São livros que repetem todos aqueles clichês que a direita mais vulgar dissemina nas redes, mas apresenta isso numa narrativa “astralizada”, dentro do padrão dos livros do Robson, com magos negros, guardiões, espectros, etc.

Sempre é impossível julgar esse tipo de material, porque a experiência astral do sujeito é única, normalmente, a menos que você faça parte o mesmo grupo. Ou se o cara escreve sobre tempos antiquíssemo, com o Roger Paranhos faz, sobre Egito, Atlântida.... não temos como julgar. Mas se um médium escreve revelações astrais sobre ciência, e um cientista lê, pelas falhas ou acertos nos assuntos que ele conhece, ele pode julgar o tipo de experiência astral que o sujeito teve ( ou se foi tudo criação literária). Como ele faz toda uma leitura do governo do PT a partir de certos clichês, quem tem informações sobre o que aconteceu no Brasil nos últimos anos consegue formar uma opinião sobre o resto, a parte astral narrada.

Ainda bem que você me poupou de ter que comprar isso. Mas isso meio que me desanima um pouco. Só a Trilogia das Sombras que é recomendável dele então? Muito estranho visualizar um esquema astral dessa forma e que é falso. Ai me pergunto: ele está vendo o que acredita ou será que não viu nada?

2 horas atrás, sandrofabres disse:

-que socialismo é a doutrina do anti-cristo, que é uma política contrária ao cristianismo,

Alguns pontos do discurso de Jesus podem parecer socialismo. Como eu já disse, creio que precisaria possuir um sistema utópico além do comunismo para que uma sociedade superior nascesse. Aliás, a tempos estou querendo criar um tópico onde possamos (sem citar sistemas políticos ou partidos) determinar como seria organizada politicamente uma sociedade espiritualizada. 

2 horas atrás, sandrofabres disse:

- que tem doutrinação marxista nas universidades, e que a mídia glamourizou a favela, o jeito de falar e o estilo de música das camadas populares

Cara, não quero sair do cerne espiritualista da questão mas vejo um pouco sim de propagação de uma falsa ideia de que tudo lá é perfeito e isso me faz pensar que esse tipo de pensamento pode barrar o progresso. O preconceito claro tem que acabar mas para isso políticas de inclusão e que mudem esse cenário precisam nascer. Sobre música, conheço boas músicas. Como não considero um certo estilo espalhafatoso como música... hehe

2 horas atrás, sandrofabres disse:

-que vitórias sucessivas nas urnas são “escravidão” da qual precisávamos ser libertos, eheh. Estranho, numa democracia, reeleições sucessivas significam apoio do povo...

Pois é cara. Essa é uma coisa óbvia. 

2 horas atrás, sandrofabres disse:

-que a América latina vive “sob o perigo do comunismo” (o mesmo velho discurso americano na época da guerra fria)  aí o livro cita Cuba, Argentina, Brasil, Venezuela...,  mas procurando esquecer estrategicamente as ditaduras capitalistas estimuladas pelos EUA aqui na América latina e oriente médio, por décadas. Se fosse um livro com um mínimo de discernimento destacaria como todas as doutrinas políticas são sim usadas por seres inescrupulosos para impor sua dominação sobre o povo, e aí bastaria igualar a quantidade na hora de citar exemplos ,ditaduras de ambos os lados, genocídios de ambos os lados. Mas o lado capitalista é cuidadosamente poupado de críticas nesse livro... Continuando...

Ando lendo bastante esse "mantra". Pobres capitalistas bonzinhos sob ameaça. Parece até paranoia. Comunistofobia. 

2 horas atrás, sandrofabres disse:

-que dar migalhas aos miseráveis acostuma as pessoas a não trabalharem mantendo-as dependentes, para assim garantir votos.  

Queria saber também quem sobrevive com bolsa família. Aqui em casa nós recebíamos bolsa família (isso faz mais de 10 anos já, quando eu era criança ainda e meu pai foi embora de casa) e mal dava para comprar comida. E sobre garantir voto, tem raposas por ai que não largam o osso de forma alguma e sempre se reelegem. Ta aí o gângster internacional Paulo Maluf (http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/04/160405_maluf_entrevista_rs) que não me deixa mentir. 

2 horas atrás, sandrofabres disse:

- que o trabalho liberta ( ???? é a educação que liberta, o trabalho até IMPEDE a pessoa ter educação, se as condições não forem adequadas, se for excessivo, enfim, se não for muito bem regulado pela legislação)

Em minha opinião o trabalho é uma das maiores ferramentas de escravidão do planeta. É claro que a sociedade precisa das profissões para funcionar mas como sempre o problema é a execução. As coisas deveriam ser bem diferentes. Principalmente no que tende ao tempo empregado no trabalho (em grandes centros a pessoa perde 10-11 h diárias por causa de transito e afins). Por isso minha opinião é contrária: trabalho (o padrão) aprisiona porque como a pessoa vai aprender algo se grande parte do dia é trabalhando? Aliás, recomendo esse documentário: 

2 horas atrás, sandrofabres disse:

- que quem não sai da miséria é porque não se esforça.

Eu queria que a meritocracia se estendesse a todos (inclusive aos herdeiros mimados). Ai talvez eu concordasse com ela. Claro que existem n fatores para esse "sair" da miséria mas a partir do momento que as chances não são iguais exigir os mesmo resultados é leviano e injusto. 

2 horas atrás, sandrofabres disse:

- e claro para culminar, quando o personagem médium Raul fala que tinha uma idéia de criar um grupo pela internet, de projetores, para trabalhar com os “guardiões” ( o curso custava 700 reais em 2014)  e dizem para ele não procurar entre os espíritas, porque entre eles está cheio de pessoas...

“mal resolvidas em questões de dinheiro, além daquelas que só querem se aproveitar do conhecimento alheio, de graça, pois não tem o hábito de investir em nada que se assemelhe a cultura e capacitação”.

Polêmico esse ponto. Primeiro, que eu sempre torço o nariz para quem ganha dinheiro com espiritualidade. Claro que temos exemplos de pessoas sinceras e que cobram mas particularmente eu não cobraria de ninguém não. Em caso de livro eu até entendo porque tem toda a questão do custo para impressão junto à editora. Mas tem muito curso por ai que custam um absurdo. Nesse momento sempre me pergunto: o cara é autêntico ou tá querendo ganhar grana com a popularização do "New Age" e com o despertar das pessoas que vem aumentando? Segundo, que além de ter julgado mal as pessoas mais humildes me parece que o problema passou de autoengano para "Guardiões" de araque. Que eu esteja errado. Enfim, valeu Sandro!

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Citar

Wat? Como assim cara? Tu faz igual o Dr. Estranho e lê projetado enquanto dorme? Tem alguma técnica de dilatação temporal? Brincadeiras à parte, qual a velocidade que você lê? Ficou por conta de ler esses livros? Dormiu? kkkk

Não fui trabalhar hoje. Então das 18h de ontem ate as 23h, e hoje das 7 ao meio dia já deu para matar as 520 paginas dos dois volumes. Tá na média, para esse tipo de livro que é só estorinha, só narrativa, em geral leio 400-450paginas em 10h de leitura. Esse foi mais ´rapido ainda porque o Robson escreve de um jeito muito simplesinho mesmo, ehehe.

Citar

Ainda bem que você me poupou de ter que comprar isso. Mas isso meio que me desanima um pouco. Só a Trilogia das Sombras que é recomendável dele então? Muito estranho visualizar um esquema astral dessa forma e que é falso. Ai me pergunto: ele está vendo o que acredita ou será que não viu nada?

Cara, o mecanismo como as experiencias acontecem ele descreve legal sim.

Por exemplo, nesses livros aí ele narra que os encarnados projetados ficavam participando das reuniões astrais do grupos malignos (que nesse caso são da turma da esquerda) sem serem vistos, porque estavam em outra frequencia. Ficavam ali, andando junto aos pequenos grupos reunidos, que discutiam seus planos, e registrando tudo, num serviço de espionagem astral. Eu mesmo já fiz isso algumas vezes, então eu sei que o que ele descreve ali, o TIPO DE COISA, é de fato uma operação que se faz mesmo. E para quem não se projeta, ou nunca passou por isso, tem valor educativo. Agora, mesmo quando eu fiz isso, exceto em um caso, que acho que foi lembranaç de projeção de vida passada ainda,  nunca voltei com informaçao suficiente para saber em que país eu estava, ou que grupos específicos eram aqueles. A gente não sabe o plano maior, ate porque, se você souber, aqueles a quem você espiona também saberão, porque sao entidades perigosas, podem ler sua mente. Você tem inclusive que lembrar de ocultar pensamentos, para não ser detectado nesse tipo de situação. Mas esses livros não trazem novidade nesse aspecto. se voce leu trilogia das sombras não precisa ler nada mais., porque o que veio depois é repeteco do que circula por aí na internet.

Quanto a ver o que acredita, olha, pelo menos na Gnose, de onde eu vim, a gente era avisado sobre isso bem claramente. O Samael mesmo já dizia nos seus livros que se o cara desconfia que a esposa o está traindo com fulano, ao se projetar ele pode ver a cena da traição, voltar a fazer uma loucura, portanto o astral tem que ser tratado com muito cuidado.

Mas quando o cara nao tem uma profissão,  talvez porque não teve o "hábito de investir em  cultura e capacitação”,pode depender de vender livros para se manter, aí complica um pouco, porque pode ter que escrever algo novo todo ano, coisas que ele note que é um assunto que está na mente das pessoas e tal. Sei lá...onde entra grana, complica. Não necessariamente condena, mas complica...

Eu também sou mais tolerante com livros, livro é um objeto, que tem um custo para ser fabricado. O cara pode fazer em pdf, aí não tem custo, mas eu mesmo, se tiver a opção de baixar de graça em pdf ou comprar me papel, primeiro pagar e ter em papel.  Então eu não esquento em pagar por livros, e as vezes o cara sustenta muitas outras coisas com isso, o Divaldo sustenta uma estrutura inteira, uma escola de primeiro grau, se não me engano, que ainda ensina uma profissão simples, para mais de 3 mil crianças parece, com a venda de seus livros. E faz isso a sei lá, 50 anos!!!! Então tem casos e casos...

O resto não vou comentar, para manter nosso foco na questão das experiencias astrais e não levar para a politica. Eu mesmo só "me passei" aqui, tocando nesse tema, porque os livros do  Robson são de projeções, então se ele usou isso para tocar no assunto político, não tem como a gente não considerar algumas questões né?

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Realmente Sandro, dois livros de um dia para o outro, foi uma leitura rápida. Usa técnicas de leitura dinâmica?... rs

Agradeço também pela breve resenha para confirmar o que eu já esperava, em linhas gerais, desses livros. Ao contrário do nosso amigo Lucas entretanto, eu não tinha a mínima intenção de adquri-los pois conforme já afirmei aqui, existe algo que não me inspira confiança em nada do que o Robson escreve. Li apenas o primeiro da trilogia das Sombras e mesmo esse não me inspirou muita confiança apesar de o pessoal daqui ter gostado dele (ainda pretendo ler os outros dois já que a trilogia foi tão bem recomendada) mas tem alguns outros livros dele que achei realmente ruins (um deles eu cito ai pra trás neste mesmo tópico).

Enfim, au até acredito que possa ter coisas verdadeiras e mesmo coisas boas nos livros dele, de fontes fidedignas e tal mas desconfio que não dê pra confiar mesmo por conta do meio. Sabe como é né? Água é algo maravilhoso e que pode trazer muitos benefícios mas, dependendo do filtro, ela pode até sair mais suja do que entrou. E esse filtro, eu não consegui aprovar. Não que isso faça alguma diferença.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom, vou deixar aqui umas páginas escaneadas de amostra, DOS DOIS  livros.

https://drive.google.com/file/d/0ByXGi2vq5-wsZ0FnR1MxZnBhVlk/view?usp=sharing

Como é uma só estorinha, não separei um do outro ao escanear.  Fui pulando as páginas, o que não ajuda a entender cada cena, mas em geral são reuniões astrais de seres trevosos, discursando para seu grupinho, as vezes sequestrando o Lula e a Dilma em astral para dar instruções para eles ( kkkkkk) ou então guardiões conversando sobre o Brasil, o socialismo, eheheh. É fácil de entender o que rola, mesmo sem ter toda a situação escaneada.

Mas se não achar suficiente para ter uma opinião própria ...

outdoor_campo_grande_01.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 2016-12-23 at 00:34, Iogui disse:

Bom... eu já disse isso antes, mas vou reforçar novamente: os livros do Robson Pinheiro, em geral, não me inspiram muita confiança não.

 

Em 2016-12-23 at 00:34, Iogui disse:

Qual é a sintonia que esse cara tem afinal?

Só reforçando minha opinião aqui.

De resto, de forma geral, não acho saudável um médium sério se envolver com política. Mediunidade séria se presta apenas a caridade e informação de cunho espiritualista. Se o cara começa a entrar nessas de emitir opinião política, começa a desvirtuar o próprio trabalho e abrir campo para influências não tão boas.

Mas no caso desse médium em específico, sempre tive lá minhas dúvidas, mesmo antes dele começar a dar pitacos políticos tendenciosos e muito questionáveis.

Share this post


Link to post
Share on other sites
53 minutos atrás, Iogui disse:

1)Mediunidade séria se presta apenas a caridade e informação de cunho espiritualista.

2)Se o cara começa a entrar nessas de emitir opinião política, começa a desvirtuar o próprio trabalho

Me parece que o problema é misturar 1 com 2.

Ou seja, o cara é cidadão do mundo também, como todos nós. Tem, e precisa ter opinião política, afinal o voto é obrigatório mesmo, e afeta a vida de todos.

Mas a opinião tem que ser baseada no mesmo que a minha opinião, que a sua, que a de todos os cidadãoa: em informações do mundo material, fundamentos que podem ser debatidos, questionadas por todos em pé de igualdade de "recursos".

Quando o cara apela para usar a mediunidade para justificar sua posição política ele se coloca além de qualquer debate, é uma espécie de  "abuso de autoridade", digamos assim, porque usa um recurso especial, um tipo de "vantagem cognitiva", que tem uma finalidade específica, para outras finalidades. É o mesmo que usá-la para adivinhar números de loteria.

E o pior é que, como o próprio pessoal questiona ali, essa vantagem cognitiva parece que não era real (ou era muito vulnerável à fascinação, animismo etc), visto que não o ajudou a enxergar melhor a realidade que o cerca, ou não teria dado o estouro que deu, recentemente, com a turma que ele apoiou né?

Não tivesse metidos "guardiões" e "projeção astral" nisso, tivesse ficado apenas nos argumentos políticos, que certamente os dois lados possuem em quantidade razoável para embasar suas posições, não teria colocado seu trabalho e seus "contatos espirituais" sob suspeita.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, sandrofabres disse:

Me parece que o problema é misturar 1 com 2.

Ou seja, o cara é cidadão do mundo também, como todos nós. Tem, e precisa ter opinião política, afinal o voto é obrigatório mesmo, e afeta a vida de todos.

Mas a opinião tem que ser baseada no mesmo que a minha opinião, que a sua, que a de todos os cidadãoa: em informações do mundo material, fundamentos que podem ser debatidos, questionadas por todos em pé de igualdade de "recursos".

Quando o cara apela para usar a mediunidade para justificar sua posição política ele se coloca além de qualquer debate, é uma espécie de  "abuso de autoridade", digamos assim, porque usa um recurso especial, um tipo de "vantagem cognitiva", que tem uma finalidade específica, para outras finalidades. É o mesmo que usá-la para adivinhar números de loteria.

E o pior é que, como o próprio pessoal questiona ali, essa vantagem cognitiva parece que não era real (ou era muito vulnerável à fascinação, animismo etc), visto que não o ajudou a enxergar melhor a realidade que o cerca, ou não teria dado o estouro que deu, recentemente, com a turma que ele apoiou né?

Não tivesse metidos "guardiões" e "projeção astral" nisso, tivesse ficado apenas nos argumentos políticos, que certamente os dois lados possuem em quantidade razoável para embasar suas posições, não teria colocado seu trabalho e seus "contatos espirituais" sob suspeita.

 

Sim, sim, é a esse contexto mesmo que me refiro.

Agora, acontece que no trabalho desses médiuns ostensivos de maior projeção como o caso do Robson, a sua vida particular acaba meio que se misturando com a sua atuação mediúnica. Nestes casos, eu acho mais sábio se abster de dar opinião política mesmo que sem envolver a mediunidade nisso. Ao envolver, a coisa piora mais. Demonstra falta de maturidade e compreensão do papel e dos perigos envolvidos na prática de mediunismo, ou até mesmo má fé... E convenhamos, né?... A mistura de atuação mediúnica com política é um negócio meio bizzarro.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.