• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
MichelleA

Quais são os perigos de se iniciar no Reiki?

Recommended Posts

É, esqueci de comentar isso, mas o Cristaldo me poupou. Penso igual ao Cristaldo, mete o pé. Não podemos nos deixar paralisar por essas coisas, elas são a regra neste mundinho cão. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Meus caros, entendo o pensamento de vocês. Mas acredito que os caminhos são muitos, os aprendizados também. Não será a falta de uma iniciação em reiki que irá frear meu desenvolvimento e estudos. Existem infinitos caminhos a serem explorados. E tudo tem seu tempo também, na hora certa as coisas acontecem.

 

enquanto procuro por grupos que possam trabalhar com seriedade nos implantes, sigo estudando outras coisas.

Obrigada novamente.

 

ahhh, e não é medo. É responsabilidade com as escolhas que estou tomando :)

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Claro Iracema. Eu mesmo só falo certas coisas aqui porque são perguntadas diretamente, e não me sentiria bem em silenciar. Porém, não falo voluntariamente tudo, porque poderia paralisar as pessoas de darem qualquer passo no sentido de buscar algo, e aí o tiro sairia pela culatra, porque se trazemso informações para incentivar as pessoas a buscar mais, não convém paralisá-las na busca. No entanto, vivemos num planeta complicado, há milênios há uma guerra espiritual aqui, e quando Jesus passou por aqui, entre a sexta-feira santa e o domingo, desceu e "deu a real" para a turma lá de baixo.

Desde então eles tentam se associar com tudo, gerar coalizões, para que no dia anunciado o exército deles seja o maior possível. Então vão se infiltrando por onde deixam, e o que abre brecha para isso são os defeitos humanos, por isso a integridade ética é a primeira caracteristica a ser buscada, porque não importa o quanto um grupo ou líder conhece, se tem furos graves na parte humana atrairá parcerias astrais negativas, que contaminarão, em algum grau,  seus iniciados. O Reiki tem um calcanhar de aquiles grande, pela questão da cobrança, e os grupos mais visados por essas parcerias são justamente aqueels que fazem disso uma profissão, tem um copyright, se intitulam os únicos autênticos, da linhagem direta de fulano.... mas já conheicu mcaso, que narrei aqui, nos posts antigos, de uma pessoa que cobrava mixaria pela iniciação, na época 20 reais, se fosse hoje seria uns 80 eu creio. E ela própria, quando perguntada sobre a parceria com os Ets que colocam chips, admitiu. E mais tarde criou um grupinho de reiki muiot similar a uma seita, com regras, uniformes, que é um dos sintomas desse tipo de grupo que tem as consciencias dominadas por outros.

Então mesmo que seja quase grátis, as vezes tem boi na linha, é muito difícil, talvez impossível determinar um critério para separar joio do trigo. Você vai ter que de fato tentar "ouvir seu coração", seja lá o que isso signifique pra você, não só em relação ao Reiki, mas a todo tipo de grupo com que pensar em se envolver.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pessoal, dei uma lida geral no tópico, mas não li tuudo por falta de tempo. Perdoem-me se for um questionamento repetido. Mas gostaria de expressar algumas dúvidas.

No meu atual nível evolutivo (que está longe de ser grande coisa), é extremamente surreal imaginar que algumas pessoas tem um nível tão alto de parapsiquismo que conseguem localizar visualmente (ou de outra forma) os implantes de para-microchip e retira-los conscientemente, como alguém querendo pegar com uma pinça um pequeno parafuso caído no meio de uma enorme máquina. Imagino que seja necessário um grau de lucidez extremo para isso. De forma alguma duvido desse tipo de acontecimento, e acho incrível. Só, não tenho vivência nenhuma para poder usar como base. Gostaria de compreender mais sobre como funciona essa lucidez referente a bloqueios e cirurgias de remoção. :)

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 10/04/2016 at 08:33, sandrofabres disse:

Não! É prana universal, não é energia sua não, muito menos a sexual. Quem tiver dúvidas, escolha um paciente sensível, capaz de perceber as energias, aplique Reiki enle por um tempo, e então mude, puxe energias do chackra sexual e faça sair pelas mãos, como se fosse Reiki. Vai ver logo logo o paciente sentindo a DIFERENÇA E reclamando! A energia sexual é hiper-densa, a energia do Reiki é hiper sutil, tanto é que ela entra pelo chackra da coroa ora! eheheh. Essa é uma das críticias que o pessoal da cura prânica faz ao Reiki, porque se o cara não tem um chackra a coroa bem desenvolvido só consegue puxar pouco Reiki. Por isso eles usam pranas do ambiente, porque esses eles conseguem puxar com os chackras mais baixos. É só na iniciação que se usa uma energia mais densa, porque precisa desentupir os canais do paciente, por isso aquela estorinha do cisto ali perto do chackra básico, que me referi no primeiro post.

 

Sandro, qual seria a diferença entre o Reiki e a imposição de mão e exteriorização de energia? Sei superficialmente que o Reiki trabalha com uma egrégora e símbolos plasmados no astral e que a imposição de mãos é uma exteriorização de energia que dependendo do chakra utilizado vai ser maios ou menos denso, mas essa energia é universal ou do ambiente como você citou? Gostaria muito de compreender essas diferenças, pois eu pratico imposição de mão, estudo o assunto e busco todo o material seguro sobre o assunto. Mas também tenho interesse no Reiki. 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vou postar aqui uma parte da consulta apometrica que fiz a algum tempo e colocar algumas observações após ela. 

......... Em seguida me foi mostrado uma massa escura nas suas costas, entre os ombros e o pescoço, quando peguei era um tipo de morcego gigantesco sugando sua energia, era um parasita, eu o removi e tirei a energia densa que estava no local. Em seguida me foi mostrado barras eletricas circulando sua cabeça, perguntei quem tinha colocado e apareceu um grey, ele disse que você havia atacado eles e aprisionado alguns, alem de roubado coisas dele, pedi que removesse os implantes e libertei os seres que voce aprisionou dessa raça e devolvi as coisas. Em seguida havia um tipo de ferro circular sobre sua cabeça com varias larvas sugando sua energia psiquica, perguntei quem havia posto e vi outro ser, mas não sei especificar que especie era pois era trevoso com deformas, o mesmo do grey foi feito e ele tirou, em seguida havia um mecanismo na sua cabeça, que circulava mas por dentro do cranio, fui ver quyem colocou e era outro tipo de entidade so que meio lagarto, não era reptiliano, era outra especie, apos fazer o mesmo procedimento do grey, ele removeu e tambem um mecanismo que estava na sua coluna. Em seguida vi fios saindo da sua coluna e fui levado a um laboratorio, com seres e voce deitado em uma especie de maca, perguntei porque faziam isso e o s mesmo falaram que voce aprontou com eles, aprisionou e rtoubou coisas deles, pedi que libertassem voce após libertar e devolver as coisas deles. E essa sua frequencia foi levada para um hospital no astral para ser reparada, apos vi seu estomago, parecia um tipo de esfera soltado ondas escuras, fui ver quem tnha colocado, outra entidade que voce fez o mesmo, aprisionou e roubou coisas, pedi que removesse apos libverta o pessoal dela, após fui ver sua perna e la havia varios tipos de parasitas tipo larvas, e um animal parecido com uma fuinha agarrado e mordendo sua perna, e em outra camada alguns implantes, fui ver quem os colocou e apareceu um mago, relatado o mesmo que os outros, apos resolver com ele foi retirado. Apos vi um tipo de implante tipo placa no seu torax, e havia outra entidade com os mesmos problemas da outra apos resolver elas removeram.
A limpeza foi apenas isso, mas deve existir muito mais .......

Obs: Nunca fiz iniciação em nada e nem frequentei nada antes de fazer essa consulta e até hoje não fiz nenhuma. 

Postei apenas para mostrar que não é necessário fazer qualquer iniciação para supostamente ter esses implantes. Na época fiquei bolado? Talvez assustado por que era algo novo, diferente de tudo que eu tinha conhecimento, porém desencanei na mesma semana com o pensamento que eu tinha que melhorar e melhorar continuamente para se livrar de tudo e não usar isso como bengala para culpar situações, acontecimentos e etc... 

Há 1 ou 2 meses atrás no TeamSpeack fiz uma pergunta pro Saulo sobre os chips e etc..  ele categoricamente afirmou o que eu já pensava, falou para não dar demasiada atenção e focar em evoluir, em se equilibrar para que gradativamente esses implantes se desfazerem pela mudança de frequência. Salientou também que em casos muitos específicos onde o trem é muito sério é por que a pessoa vez muita mas muita merda no astral.  heheheh  Agora como mensurar essas coisas não faço ideia. 

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

"Sandro, qual seria a diferença entre o Reiki e a imposição de mão e exteriorização de energia? Sei superficialmente que o Reiki trabalha com uma egrégora e símbolos plasmados no astral e que a imposição de mãos é uma exteriorização de energia que dependendo do chakra utilizado vai ser maios ou menos denso, mas essa energia é universal ou do ambiente como você citou? Gostaria muito de compreender essas diferenças, pois eu pratico imposição de mão, estudo o assunto e busco todo o material seguro sobre o assunto. Mas também tenho interesse no Reiki."

..............................................................

 

 

Cada coisas dessas e um processo diferente. Mera imposiçao de maos em geral apenas emite a SUA energia para o paciente. "Exteriorização" ã um termo usado para descrever emitir pela aura toda, não pelas mãos. Ainda é a SUA energua nesse caso. O resto é definido assim, pela cura pranica:

-prana da agua

- prana do ar,

- prana da terra,

- prana do fogo,

- prana do espírito.

A cura pramica trbalha com absroçao e repasse dos quatro pranas elementais, que estão, portanto, sob xontrole do curador. O quinto prana, o chamado prana do espírito, contém inteligência própria, ovxê não controla quantidade, duraçao ou direçao em que ele fluirá. O Reiki trabalha só com esse quinto prana. Por isso quem trabalha com cura pranica tem que saber exatamente o que esta fazendo, enquanto que quem trabalha com Reiki não, porque você só foca na pessoa e a energia flui para o órgão necessário, sem que você sequer precuse saber qual o órgão. E ela para de fluir  sozinha também, assim como, no início, flui sozinha em direçao a pessoas doentes que estejam próximas, você identifica atê a direçao para onde ela vai, mesmo sem você impor as mãos. Pode estar em pé, com os braços caidos ao lado do corpo, e você sente a energua fluindo forte das suas maos em direçao a alguma pessoa próxima ao seu redor. Ou voce entra num ambinete com gente fumando, e de suas mãos começa a brotar em grande quantidade energia para o ambiente. Mas em geral isso só acontece no inicio, nos primeiros dias após a iniciaçao. Isso serve para mostrar como esse energia tem inteligência própria. Para saber mais sobre esse tipo de coisa, acho que você precisa ler  pelo menos 3 livros:

-Mãos de Luz, da Barbara Ann Brennan, direcionado para cura por imposiçao de maos

- Milagres da Cura Pranica, do Choa Kok Sui ( em cada ediçao o titulo muda um pouco. Pode ser apenas Cura Pranica, ou A amtiga ciência e arte da cura prânica), que expluca teoria e técnicas da cura pranica, os diversos pranas, chackras, etc

- Reiki Essencial, da Diane Stein, que é um livro bem mais informativo que a maiotia dos livros sobre Reiki, que em geral repetem muita coisa só de ouvir de outros. Agora, essas são fontes especificas de cada ramo.  Se você ouvir opinioes de alguém que veio de grupos espíritas eles em geral vão alegar que tudo isso é a mesma coisa. Você terá que se decidir sozinha sobre isso. Lá no fórum Outros Pesquisadores, no tópico sobre o Wagner Borges, tem um vídeo dele sobre chackras, em que ele comenta a visão dele sobre o que o pessoal do Reiki alega.

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, sandrofabres disse:

Mãos de Luz, da Barbara Ann Brennan, direcionado para cura por imposiçao de maos

Sandro, gratidão pela explicação. O "mãos de luz" é o que estou estudando e é bem esclarecedor. Vou estudar os temas separadamente para entender as diferenças. Eu sei que na imposição utilizamos os chakras das mãos e sinto bem nitidamente, mas é somente a minha energia na imposição? Pensei que poderia canalizar por meio dos chakras.

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olha, eu só lidei com Reiki, nunca fiz imposiçao de maos, mas ja tinha lido alguns livros sobre isso, que inclusive alertavam para não tratar muitos pacientes num mesmo dia, ou o curador se desgastabe acaba sugando do paciente, por "vasos comunicantes".

Portanto me parece que  a imposição de mãos e apenas a sua propria energia que você doa. Mas como no Reiki a conversa é a OPOSTA, de que não é a SUA ENERGIA, e é destacado que esse problema conhecido de ficar cansado apos tratar varios pacinetes não existe com o Reiki, a menos que o curador adota a atitude de pensar que é ele quem cura, e nesse caso ele até absorve os sintomas do paciente.

Ou seja, a experiência prática que parece negar as afirmaçoes do Reiki seriam fruto de uma atitude equivocada que o curador adota em relaçao ao Reiki, exatamente por teimar em confundi-lo com outras formas de tratamento energético, então ele acaba confirmando a SUA CRENÇA.

Confesso que nunca me detive em esmiuçar o que acontece nessa modalidade mais simples, de pura imposiçao mas na cura prânica voce inclusive capta com uma mão e irradia com a outra, portanto acho que os chackras ( aqueles 7) nãp participam do processo durante o ato da cura.

É provável que se recomende cuidar dos chakcras porque assim eles estao sempre trabalhando bem e absorvendo firmes, mas durante o dia todo, para manter seu estoque alto, ou seja, PELO QUE ENTENDO não acontece absorçao pelos 7 chackras e retransmissao pelos chackras das maos durante o ato da cura, ou a ponte que se faz na cura pranica, com uma das mãos, seria desnecessária. Porém, não quer dizer que não sejam adicionadas técnicas. Das poucas vezes que tratei pessoas fisicamente presentes sempre adicionei visualizaçao em que me chackra da coroa se comporta como um ralo por onde desce energia cosmica em direçao as maos. Das vezes que testei isso com pessoas sensiveis elas detectaram um aumento  consideravel do fluxo de Reiki que entrava nelas.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 hours ago, iracema said:

ahhh, e não é medo. É responsabilidade com as escolhas que estou tomando :)

Desculpa, usei mal a palavra medo. Deveria ter escrito receio, mas agora nao da pra voltar atrás.
Concordo com vc, existem miles de caminhos, e qualquer iniciacao verdadeira... nao pode ser dada por ninguem, só vc sozinho pode atingi-la (mas é a minha opiniao). Só fiz o "alerta" na minha outra postagem pq como seres humanos eventualmente nós escolhemos entrar num grupinho rs, e se vc tem essa visao sobre implantes cada grupinho vai ter seu implante. O importante mesmo é que vc busque desenvolver suas potencialidade, e se voce já está fazendo isso, nao tenho nada que te alertar. :)

 

10 hours ago, Thomas_Blum said:

No meu atual nível evolutivo (que está longe de ser grande coisa), é extremamente surreal imaginar que algumas pessoas tem um nível tão alto de parapsiquismo que conseguem localizar visualmente (ou de outra forma) os implantes de para-microchip e retira-los conscientemente, como alguém querendo pegar com uma pinça um pequeno parafuso caído no meio de uma enorme máquina. Imagino que seja necessário um grau de lucidez extremo para isso.

Nao acho que é questao de lucidez exclusivamente, no sentido clássico de lucidez em projecao rs.
Primeiro eu tenho que te explicar minha opiniao sobre chips... se vc achar que eu sou muito mala, pula o paragrafo. Mas chips pra mim sao formas de pensamento, ou alementais artificiais, que qualquer magista meia boca aprende a fazer logo no inicio da sua carreira em praticamente qualquer sistema, já vi até em cultos neoshamanicos (ou seja, se resgataram de alguma prática xamanica antiga, isso é bem difundido) onde chamam de tulpas.
Nao importa o nome que vc queira dar (que vai depender da forma que vc enxerga, e a forma depende da sua "lente cultural" no astral), sao seres COM CORPO ASTRAL, criados (no caso) voluntariamente.
Magistas com a cabeca no lugar, rs, criam essas formas com objetivos claros, tempo de existencia, e ELES MESMOS alimentam o bixinho, até chegar a hora de absorver ele de volta. MAS, gente desequilibrada, pode "instruir" esses bixinhos pra se alimentarem dos outros (hospedeiros), ou de certas emocoes (sim!), e em troca eles te induzem certos pensamentos, comportamentos, enfim... sao verdadeiros implantes no seu corpo astral. Inclusive esses bixinhos podem se reproduzir por conta própria se assim forem "programados".

Agora voltando ao assunto, eu como magista já criei um elemental desses, nao com esses objetivos maléficos aí rs. Embora, eu nunca o tenha visto em projecao, mas conseguia senti-lo no ambiente energeticamente. E aí a questao de ENXERGAR o bixo no astral, é questao de clarividencia (física ou astral), pra vc enxergar o padrao vibratório dele. Entao vai ser mais facil vc sentir que tem uma energia ali, que enxergar, se nao for clarividente (dos baum rs e quando eu digo baum, quero dizer treinado!)

E o lance chato de retirar formas de pensamento de outras pessoas, é que a primeira coisa que elas vao querer fazer é achar outro hospedeiro! Sejam essa formas criadas por vc, ou por outro. E quando vc vai por a sua maozinha pra tirar, SE VC TIRAR, ela vai querer grudar em vc, ou se ela nao gostar de vc, em alguem proximo. Ou seja, quem tira formas de pensamento tem que saber bem o que está fazendo, e se a forma foi criada pela pessoa... nada impede que crie outra.

Agora, nao precisa achar que quem faz isso é X-MEN rs. Existem treinos, e qualquer um pode chegar a um nível legal pra pelos menos perceber essas coisas. Só que na questao de treinos, é que as vezes as pessoas nao encontram as informacoes certas, ou nao vao nos lugares certos, aí ficam estagnadas mesmo. Por mais que possa parecer surreal... nao tem nada demais.

 

10 hours ago, Thomas_Blum said:

Gostaria de compreender mais sobre como funciona essa lucidez referente a bloqueios e cirurgias de remoção.

Te expliquei do meu ponto de vista. Agora nesses termos aí, já acho que é o Sandro que vai ter vivencia nisso pra te falar. O que alias seria muito legal, já que ele frequentemente tem uma visao diferente da minha, eu sou índio. :P

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Minha internet está muito instável aqui, não sei se conseguirei  postar o que pretendo sobre a questão  acima.Por enquanto consegui upar uma parte escaneado do livro Milagres da Cura prânica, para ilustrar aquilo que comentei sobre aborserver prana com uma mão enquanto se aplica energia com a outra. 

Cura prânica.pdf

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olha, quanto ao termo lucidez eu também não curto muito não sei se esse   seria esse o termo para isso.

O aufreuzin falou do arco voltaico:

 

 

Bom, no grupo que eu trabalhei, se uma pessoa observasse de fora a operação de retirada do implante o que veria seria o médium colocando as mãos próximas a cabeça do paciente, similar ao que vemso no vídeo, porém, havia ainda o movimento de elevação lenta até ele quase estiver os braços, numa processo que demorou uns 5 minutos eu acho, e deixou o médium com a camiseta molhada de suor. Mas eu não sei o que de fato aconteceu, a nível sutil. Sei que ele me relatou que os ETs tinham mudado a tecnologia de fixação dos implantes, porque esse fora muito mais difícil de remover do que os demais que ele tinha removido, e que tinham sido colocados pelo mesmo grupo ET ligado ao mesmo grupo de Reiki. A operação para quem olha de fora é simples, mas não sei se o procedimento invisível não é bem complexo.

No meu caso, por exemplo, logo que ganhei as iniciações Reiki, dos mentores lá do grupo, resolvi dar umas “testadas”, porque a gente lê umas coisas nos livros de Reiki e pensa “Hummmm, isso é lorota”. Como eu não sou de sentir lhufas (embora a energia Reiki saindo eu sinta), precisei gastar um tempo fazendo uns testezinhos meio arriscados até, para saber se aquilo era real ou não. Um dos alertas que se faz é não enviar Reiki para a pessoa sem pedir autorização e avisar, porque a pessoa pode, por exemplo, estar dirigindo, e ela ficará sonolenta quando você enviar Reiki para ela, podendo cochilar e sofrer algum acidente. Também não se recomenda enviar Reiki para pacientes que estão sob cirurgia, porque pode anular a anestesia.

Bom, mas para testar, não dá para avisar né?

Então um dia resolvi mandar Reiki para um colega de trabalho, as 22h, porque eu sabai que ele não dormia antes das 2 da madrugada, e supus que às 22h ele não estaira na rua dirigindo. Bom, POR SORTE não estava, mas vá saber né? O fato é que eu não acreditava em nada disso que eu tinha lido, então não dei bola para essas alertas. Enviei Reiki por 20 minutos, olhei no relógio quando comecei, e quando terminei.
No dia seguinte, no trabalho, estávamos de papo e eu, como quem não quer nada, perguntei “e aí? O que estavas fazendo ontem as 22h, já que tu dorme tão tarde sempre?” E ele: “Pois é cara, eu apaguei de repete, minha esposa até me gozou, porque eu estava vendo TV no sofá e do nada apaguei,”. Perguntei “Mas e  aí dormisse ali?” , e ele “Não, acordei de repente de novo ,quase meia hora depois, e segui vendo TV, mas foi estranho, não sei como apaguei de repente assim!”. Bom ,aí eu contei para ele o que eu tinha feito, ehhehe.

Alguns tempo depois, talvez uns dois meses depois,  eu estava vindo do trabalho, meio chaetado, porque esse mesmo colega vivia tendo umas crises. Ele teve um acidente de carro uma vez, bateram por trás no carro dele, na bola do reboque, e ele bateu a cabeça muito forte algumas vezes, no encosto de cabeça do banco, ganhando 3 hérnias de disco na região cervical. E era hérnias inoperáveis, porque ele correria o risco de ficar tetraplégico caso houvesse um mínimo erro na cirurgia, então o médico disse que só o operaria caso ele ficasse tetraplégico devido à isso, mas não antes. E cerca de uma vez por mês, do nada, ele sentia um choque, perdia os movimentos de um lado do corpo, e caía. Passando depois o resto da semana movendo mal aquele lado do corpo, até se recuperar. E... sinceramente...eu já estava de saco cheio de ver um amigo passar por isso há anos, e não ver solução.

Então eu vim do trabalho cismado com isso, fermentando aquela idéia. Resolvi arriscar usar o Reiki para uma cirurgia espiritual. Não que eu soubesse como se faz, mas....em geral a criatividade (ou inspiração?)  resolve. Eu tinha visto umas instruções na apostila xerocada do Reiki nível 3 que eu tinha e não parecia complexo, mas reolvi improvisar:

 Ali mesmo, no ônibus, voltando para casa, fingi que estava dormindo e comecei a mandar Reiki para ele (que deveria estar na sala dele, no nosso laboratório, de onde eu tinha saído mais cedo) . Pedi que os guias Reiki me auxiliassem nisso. Em seguida  visualizei a coluna cervical dele, como se eu pudesse enxergar vértebras, discos, medula, e as hérnias. Visualizei 3 pontinhos pretos, e “determinei” que elas seriam as hérnias. Então me imaginei penetrando com os dedos ali, e retirando cada uma delas, depois curando a área de onde elas foram removidas,  alisando  o campo etérico do local, para não deixá-lo desorganizado, e instalando uma espécie de “emplastro energético cicatrizante”.

Pensei: “Ah, mal não vai fazer, o máximo que pode ocorrer é não funcionar porque estou aqui só imaginando mesmo”

Mas o fato é que no daí seguinte ele me contou que teve que fazer uma “saída de campo” (trabalho numa estação de pesquisa da área biológica de uma universidade,  e as vezes é necessário ir atrás de amostrar biológicas do ambiente, como peixes, crustáceos, plantas) e quando estava a caminho, na mesa hora que eu estava no ônibus fazendo o tal procedimento, ele apagou. Por sorte estava de carona com o motorista da universidade, eheheh. Viram só porque a a gente tem que levar a sério essas coisas? Bom, acordou pouco tempo depois, quando eu já tinha terminado, porque foi um procedimento que durou 5-10 minutos, no máximo. Naquele dia eu não falei da tal “cirurgia que eu tinha tentado fazer nele, porque na verdade eu não acreditei que fosse funcionar. Mas como ele tinha essas crises uma vez por mês, após 6 meses sem crises, eu perguntei: “E aí? Não tiveste mais aqueel problema que te paralisa e te faz cair?”. E ele respondeu que não ,que estava até estranhando, mas que nunca mais sentiu nada. Aí eu contei o que eu tinha feito. Mas o interessante foi que ele trabalhou conosco mais uns 6 anos, e nunca mais teve as tais crises mesmo.

Eu não acredito que EU tenha feito o procedimento, suponho que fiquei ali imaginando um procedimento fantasioso, enquanto os guias Reiki é que devem ter feito toda a parte técnica. E isso também acho que explica porque as vezes essas coisas funcionam muito bem, e outras vezes não: nós não dominamos essas coisas sutis com a mesma habilidade que as operações do físico, provavelmente dependemos muito mais de auxiliares invisíveis do que supomos, então se queremos algo que não é justo, adequado, merecido, talvez eles se recusem a “meter a mão” e nos deixem entregues à nossa incompetência, e aí o mesmo sujeito que um dia fez uma cirurgia que funcionou tão bem, outro dia tem um fracasso rotundo.

Não estou afirmando que  temos que nos conformar com depender dos mentores para tudo, só acho que temos que levar isso em consideração na hora de avaliar o funcionamento ou não de certos procedimentos, técnicas, etc.
Sabe-se na pesquisa paranormal que o paranromal não precisa conhecer, e em geral não conhece memso, o mecanismo de funcionamento de seus dons, nem costuma ter outra técnica além de desejar muito que aquilo aconteça. Aqui neste documentário lembro que tinha uma paranormal que conseguia atrair ou repelir objetos, que comenta sobre isso.

 

 

Na linguagem místico/mágico/espirititualista se diz que é a vontade ou intenção que determina o resultado. Então você quer um dado efeito, e exterioriza energia com essa intenção, ou visualiza o que deseja que seja o resultado, etc. A própria questão da técnica de projeção está em parte sujeita a isso, motivo pleo qual no outro tópico lá do Cyber estamos trocando idéias sobre  essa questão do “domínio” pelo “treino”:

 

 

Talvez seja porque estamos lidando com  um universo vivo. É importante lembramos que em nossa sociedade ocidental estamos submersos num modelo mecanicista de universo, que é um modelo INVENTADO pela nossa ciência materialista. Trata-se apenas de uma CRENÇA, uma tentativa de explicar o mundo a partir de pressupostos que os materialistas concordaram em adotar, quem que não passam de pressupostos mesmo, nada mais. Resta ainda à ciência comprovar que seus pressupostos.

Então aprendemos a olhar para o mundo como se ele fosse um aglomerado de objetos, sem nenhum tipo de consciência reguladora do todo ou inerente a cada peça. Nossa realidade física nos mostra isso: um carro sozinho não anda, um computador não faz nada sem receber comandos. Mas isso é um problema exclusivo das máquinas criadas pelo homem, porque se você junta “peças” da natureza, como plantas, insetos, animais, essas peças se relacionam entre si, se “acertam” gerando um ecossistema equilibrado em algum momento.

Como eu comentei antes, nos diversos tipo de prana, os pranas elementais são tidos como “sem inteligência”, já o prana do espírito, o mais elevado, é dito possuir inteligência própria. Então, se isso é verdade, podemos deduzir que há “graus” de “consciência”  diferentes entre as diferentes “categorias” de “peças” do universo. E quando falamos de usar energias para operações, estamso faladno de algo que não é, nem de longe, o mesmo tipo de “peça de baixa hierarquia” como são as peças macânicas do nosso universo físico.

Portanto, seria inadequado olhar para essas “peças” e “procedimentos cirúrgicos” e esperar que seja necessário o memso tipo de meticulosidade que é necessária ao manejar peças e mecanismos das maquinas físicas. Talvez até seja necessário sim, mas acho que apegar-se a essa necessidade como sendo a premissa de partida seria inverter o funcionamento das coisas, quando pensamos em multidimensionalidade. Ou seja: nos planos mais densos  a supervisão e controle da cosnciência precisa entrar nas minúcias, ou nada funciona. Já quando se trata de coisas sutis, a intenção e vontade PARECE suficiente para gerar uma reação em cadeia que produz o  alinhamento necessário de procedimentos e recursos para que a operação possa ser completada a contento, sem que seu “operador” conheça, necessariamente, todos os mecanismos envolvidos.

No entanto, algumas coisas podem sim, quem sabe, ser mais técnicas, e essa forma de ver as coisas pode ser frtuo de um certo resquício de primitivismo da nossa parte. Uma coisa que convém lembrar sobre isso são as diferenças culturais:

A explicação que o Cirstaldo deu, por exemplo, reflete isso. Ele vê a coisa a partir de uma “concepçao genérica”, similar ao eu eu falei antes sobre a intenção ser suficiente para gerar o efeito. A partir disso, se esse efeito é uma “forma-pensamento”, um “elemental artificial”, ou uma “máquina astral”, poderia parecer ser apenas a leitura que a mente do operaodor/diagnosticaro fará do dispositivo, a partir do contexto cultural em que está inserido.
Ou seja: três clarividentes de culturas diferentes, ao examinarem um paciente com um “implante”, poderiam perceber cosias diferentes:  o xamã talvez olhe e enxergue uma aranha, o ocultista enxerga um elemental artificial, um médium urbano talvez enxergue um implante de tecnoogia astral. Qual deles está diagnosticando corretamente? Talvez todos, pela idéia geral, porém, temos que lembrar que nessa questão é mais provável que a visão mais moderna esteja correta, porque no passado,quando não havia aviões, acho que foi Nostradamus que descreveu pássaros de ferro jogando ovos de fogo sobre as cidades. Já um vidente de agora pode identificar com facilidade “aviões bombardeando uma cidade”, porque hoje esse equipamento já existe. Por isso acho mais provável que as explicações que usaram “animais” ou “antropomorfizações” como explicação para “feitiços” é que talvez estivessem captando a forma “simbólica”, e só agora tenhamos uma percepção mais completa, não por ser moderna, mas porque agora não temso porque enxergar uma aranha quando é um chip. Se fdor um chip, vermeos um chip, porque nossa mente sabe o que é isso, mas se for uma aranha, podmeso também ver a aranha. Já o pessoal se culturas mais antigas só tinha a opção da aranha ou outro animal, mesmo que fosse um chip, porque sua cultura , por não conhecer chips, não tinha como reconhecer o objeto visto, e acabava distorcendo para o similar mais próximo no formato, porque é exatament asism que funciona a percepção astral ainda hoje, quando você olha para alguém num sonho ou projeção, acha parecido com fulano, e o rosto se altera e fica idêntico ao fulano.

Então acho que os relatos atuais, de preferência de gente que tem acesso a todas as opções, pode ser mais confiável do que relatos/descrições/teorias do passado.

Para ilustrar vou deixar aqui três textos.
Primeiro um livro todo, o caminho do xamã, que tem, a partir da pagina 184, uma descrição  de coisas retiradas do paciente, sob a perspectiva da cultura xamânica:

https://drive.google.com/file/d/0ByXGi2vq5-wsUkY1MWNkbDY0N0U/view?usp=sharing

O segundo, trata-se do livro do Roger Paranhos, Sob o signo de aquário, que são relatos de viagens astrais, e algumas delas são para descrever os mecanismso de obsessao. Neste relato ele fala dos ovóides, que são "seres", espíritos em péssimas condição, atrelados á vítima:

Roger relato de ovóides.pdf

Pelo que sei, também uma cosia que os obsesores fazem é prender com a vítima algum espíirito enlouquecido, ele próprio obcecado com alguma idéia fixa, auto-culpa, ódio, e esse espírito, mesmo sem perceber a vítima ao qual está acoplado, termina por iradiar sua negatividade para ela.

Já este outro relato, do mesmo livro, descreve o uso de equipamentos astrais

Roger e Arnach dispositivos.pdf

Então me parece que o quadro é bem complexo e variado, não dá talvez para dizer "é apenas isto", porém explicado de diversas formas diferentes pelas diversas crenças. E se é assim, tão complexo, a solução de cada caso pode não ser atingida apenas pela "vontade &imaginação dirigida". Temos que ficar abertos às diversas opções.

  • Like 5

Share this post


Link to post
Share on other sites
40 minutos atrás, Maura disse:

Com esta conversa surge uma dúvida : Qual é a diferença do reiki e da imposição de maus ou passes magnéticos? 

Isso foi explicado pelo Sandro uns posts atrás. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

SandroFabres, boa noite tudo bem?

li todo o seu relato, sei que é em relação ao Reiki, mas acho que pode ser aplicar a outras situaçoes tambem certo ?

Fiquei meio preocupado, apreensivo com esse assunto de implantes, controle, "pedir" desligamentos, e afins

De forma bem resumida, eu nunca me "iniciei" de maneira oficial em nenhuma especie de grupo:

mas queria sua sincera opiniao: Bom, eu tive minha primeira projeção lucida aos 15 anos, e isso foi o estopim para minhas

pesquisas e "buscas" de respostas dos porques do mundo, tanto fisico quanto espiritual....

Passei pelo kardecismo, mesa branca ( tomava passes, nunca fui medium de incorporaçao, ) frequentei

jhorei center ( aplicam uma especie de Reike ne? ) já fui também batizado em uma igreja evangelica ( fiquei por 3 anos, e foi a época

que mais tive ataques espirituais, dai larguei) . Hoje sou simpatizante do budismo, mas me considero espiritualista universal, mas 

nao consigo perder minhas raizes  catolicas ( nem sei  se kero mesmo perde-las)E, claro, voltei aos estudos de espiritualismo, apos um grande

hiato, devido À diversos problemas pessoais que nao precisam ser citados aqui.

Bom, o que gostaria de saber de vc, caso possa me elucidar,..

Posso ter sido "iniciado" involuntariamente , nestes locais/religioes/ filosofias que citei?

talvez o que ache que tenha sido mais ;"danoso" para mim, espiritualmente falando, foi a questao do espiritismo e de frequentar certos centros.

mas isso ja faz muito, muitos anos.

 

POr fim, ja pensei em iniciar-me no Reiki, mas apos estes fatos aqui expostos, ideia adiada por tempo indeterminado!

 


 

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, Dio.Castro disse:

Posso ter sido "iniciado" involuntariamente , nestes locais/religioes/ filosofias que citei?

Sim, todos os lugares citados fazem a mesma coisa (colocar implantes) QUANDO tem entidades negativas trabalhando no astral com eles, isso inclui as religiões tradicionais, como a católica e evangélica.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, sandrofabres disse:

Sim, todos os lugares citados fazem a mesma coisa (colocar implantes) QUANDO tem entidades negativas trabalhando no astral com eles, isso inclui as religiões tradicionais, como a católica e evangélica.

obrigado Sandro!

A retirada desses implantes, se dá apenas no ASTRAL, ou eu lucidamente posso tentar alguma técnica para reverter este quadro ?

Isso me preocupa, à medida que pretendo evoluir e alçar novos patamares, é algo complexo, como saber se decisoes/ posturas que tomo

sao ou NAO  controladas por tais dispositivos ? pesado hein ? :o

Share this post


Link to post
Share on other sites

Galera isso tudo e paranoia.ate que se prove o.contrario,  podemos fazer projecao astral, agora de reato e pura especulacao, e se alguem e de fato capaz de ver isso, deveria fazer algo mais palpacrl com essa habilidade. Se e.capaz de conversar com esses seres ja deceriater.pedido SOS para a ONU esppiritual ( se e que.existr) para intervençao aqui, pq essas teoruas nos mostra que n conseguimos fazer nada spzinhos, coisa.que ja sabemos sem elas existirem, entap para que complicar?  somos cegos, afinal

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho interessante as colocações dos amigos, que a maioria dos mestres reikis estariam "contaminados" e tal, mas pelo que li aqui nos posts, o problema em si seria esse abuso das entidades em relação aos mestres reiki, não vi ninguém falando que o reiki em si é o problema.

Posto isso, andei lendo o site que aqui foi mencionado: http://apometriauniversalista.blogspot.com.br/

Nesse site, que me pareceu bem legal, é informado que o reiki em si é um problema, que o criador do reiki foi um mago negro etc.. que o reiki quando foi criado, já foi criado com o propósito de sugar as energias.. isso que achei diferente do que foi colocado aqui..  desculpem reabrir o tópico, não sei se isso pode de acordo com as regras, mas enfim.. se alguém puder dar um esclarecimento sobre isso..  pois de acordo com as informações do site, qualquer forma de reiki é do mal...assim como outras técnicas de energias...

ps: inclusive no site eles dizem que nos abismos do astral, enfrentaram e prenderam o fundador do reiki....................

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Exatamente ESSA É A DIFERENÇA do que ele diz ali, do que EU, PELO MENOS, falei. Eu digo que não só o Reiki não tem nada de maligno, como qualquer um que já tenha sentido ação, efeito, energia do Reiki sabe que a sintonia dele é elevada, é simplesmente IMPOSSÍVEL que algo gerado por fontes negativas gere essa sintonia positiva. Portanto, quem afirma que o Reiki em si é maligno, para mim nunca esteve em contato com o Reiki, não sabe do que está falando está iludido. No caso desse site o que aconteceu foi que ele teve experiências astrais ( que por definição são muito enganosas .Nunca dá para confiar muito em experiências astrais) , provavelmente motivada por contato com pessoas que tinham algum tipo de "falso Reiki", e aí tudo que investigou girou em torno desse núcleo de enganadores astrais, acreditando daí que o Reiki em si era maligno.

Obviamente cada um acredita no que quer, você lê opiniões diferentes e fica sem saber qual tem razão. Portanto, só te resta ter suas próprias experiências e assim correr o risco de também ser enganado por elas, ehehe. É a vida...

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigado pela resposta Sandro...

Então, só fiquei na dúvida, pois no site ali, o autor foi muito específico mesmo, citando o fundador do Reiki etc.. que caçou ele e tal.. caçou inclusive o mestre do mestre..

sobre o Reiki fazer bem, ele diz que isso é por merecimento de cada pessoa  e tal.. mas que o Reiki em si foi criado com propósitos de roubar energias ..

Eu até estava considerando fazer talvez uma iniciação do Reiki, pois eu tinha visto que tem uma casa aqui em Porto Alegre, que é a "Casa do jardim" que é onde fazem apometria.. e inclusive eu li que é onde trabalhou o Azevedo, criador da apometria etc.. então pensei que ali os mestres de reiki não estariam ligados as trevas, mas de acordo com o site do cara ali.... reiki e outras coisas são do demônio.. kkk

achei curioso esse blog de apometria, pois nunca tinha lido nada tão detalhado sobre as ações no astral... nem os relatos do wagner borges são assim tão detalhados.. enfim valeu a resposta aí, achei coerente

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.